Jornal Brasileiro de Patologia e Medicina Laboratorial, Volume: 40, Issue: 3, Published: 2004
  • Our magazine cover

  • SBPC/ML: 60 anos Editorial

    Vieira, Luisane Maria Falci
  • Comparação de três protocolos de extração de DNA a partir de tecido fixado em formol e incluído em parafina Medicina Laboratorial

    Fernandes, José Veríssimo; Meissner, Rosely de Vasconcellos; Fernandes, Thales Allyrio Araújo de Medeiros; Rocha, Luiz Reginaldo Menezes da; Cabral, Maulori Curie; Villa, Luisa Lina

    Abstract in Portuguese:

    OBJETIVO: Padronizar um método alternativo para extração de DNA a partir de tecido fixado em formol e conservado em arquivos de blocos de parafina, visando à realização de estudos retrospectivos. MÉTODOS: Comparou-se a eficiência de protocolos de extração de DNA a partir de tecido parafinado, para análise por reação em cadeia de polimerase (PCR), tomando-se como parâmetro um protocolo baseado em um kit comercial. Foram feitas extrações do DNA de 60 espécimes por três métodos: o protocolo A, baseado no kit GlassMAX; o B, utilizando-se o kit GFX TM; e o C, tendo como base o método de Banerjee et al.(2). A integridade e a suficiência do DNA presente na amostra foram avaliadas pela amplificação por PCR de um segmento de 110pb do gene da beta-globina humana, com visualização por meio de eletroforese em gel de poliacrilamida, corado pela prata. Resultados: Das 60 amostras analisadas, 45 apresentaram resultado positivo na PCR quando o DNA foi extraído por qualquer um dos três protocolos. Em seis amostras, a amplificação foi positiva apenas para o DNA extraído pelos protocolos A e C. Em três amostras, o resultado foi positivo apenas para o DNA extraído pelo protocolo A, e em duas, apenas para o DNA extraído pelo protocolo C. CONCLUSÕES: O protocolo C apresentou desempenho semelhante ao do protocolo A, com as vantagens de apresentar menor custo, dispensar o uso de kit comercial, além de não utilizar solventes orgânicos, revelando-se uma alternativa viável para a obtenção de DNA a partir de tecido fixado em formol e incluído em parafina.

    Abstract in English:

    OBJECTIVE: To set up a method for DNA extraction from paraffin embedded cervical cancer specimens, previously formalin-fixed, aiming to accomplish retrospective analysis. METHODS: Sixty specimens were submitted to DNA extraction by three different methods. All of them involved digestion of the tissues by proteinase K, followed by DNA purification, based in three different approaches: protocol A used a DNA isolation kit, GlassMax (Gibco/BRL); protocol B was performed with the kit GFX TM Amersham Pharmacia Biotech; and protocol C was based on the method proposed by Banerjee et al.(2), with modifications. To evaluate the integrity and sufficiency of the DNA, the samples were submitted to a in vitro amplification of a segment of the human beta-globin gene, and the PCR products were analyzed by electrophoresis on 7% polyacrylamide gels, followed by silver staining. Results: Among 60 analyzed samples, 45 showed positive results when submitted to the three protocols. In six samples, PCR fragments were obtained with DNAs extracted through protocols A e C; in three samples, DNA extraction was achieved with protocol A only; and in two samples the DNA was successfully extracted only through protocol C. CONCLUSIONS: Protocols A and C generated similar results. Although protocol C is more labor-intensive and time consuming, it does not require a commercial kit and therefore has a lower cost. Furthermore, it does not require the use of organic solvents and may be considered a good alternative for DNA extraction from paraffin embedded tissues.
  • Effect of cell culture system on the production of human viral antigens Laboratory Medicine

    Mendonça, Ronaldo Zucatelli; Oliveira, Maria Isabel de; Vaz-de-Lima, Lourdes Rehder de Andrade; Mendonça, Rita Maria Zucatelli; Andrade, Gildete Patriota; Pereira, Carlos Augusto; Hoshino-Shimizu, Sumie

    Abstract in Portuguese:

    Foi realizado estudo comparativo na produção de diferentes antígenos virais usando sistema de microcarregador e sistema tradicional. Células Vero, BHK e MA-104 foram cultivadas em microcarregadores (2mg/ml) utilizando-se biorreatores com capacidade de 3,7 litros e, em paralelo, no sistema convencional com garrafas Roux. Após quatro dias de cultura para as células BHK e sete dias para as células Vero e MA-104, as células foram infectadas com 0,1 MOI (multiplicidade de infecção) de vírus da raiva, vírus do sarampo, poliovírus e rotavírus. Foi determinado o rendimento das células e dos vírus em microcarregadores e sistema convencional. Foi observado no sistema de microcarregador um aumento médio obtido de vinte vezes mais células/ml em relação à cultura convencional em monocamadas, usando garrafas Roux. Por outro lado, as células que cresceram em garrafas Roux apresentaram 1,6 a 6,7 mais vírus/ml em culturas do que no sistema de microcarregador. Contudo o total das amostras em termos de vírus por grupo foi estatisticamente similar para ambos os sistemas (p > 0,05). O rendimento na produção de antígeno viral pode depender não somente da concentração das células, mas também de outros fatores da cultura, como características do suporte no crescimento. Assim, o estudo deste parâmetro pode proporcionar uma linha de base para um futuro melhoramento e estratégias para se estabelecer um aumento em escala na produção de vírus, já que, dependendo do tipo de vírus, a ótima condição encontrada para uma produção de vírus em pequena escala pode não ser adequada para a produção em grande escala, requerendo novas padronização e avaliação.

    Abstract in English:

    A comparative study was performed in the production of different viral antigens by using microcarrier systems and traditional systems. Vero, BHK and MA 104 cells were cultivated in microcarriers (2mg/ml) using a bioreactor with a working capacity of 3.7 liters, in parallel with conventional Roux bottles. After four days (BHK cells), and seven days of culture (Vero and MA-104 cells), the cells were infected with 0.1 MOI (multiplicity of infection) of rabies virus, measles virus, poliovirus and rotavirus. The yields of the cells and virus in microcarriers and in the conventional system were determined. It was observed that in the microcarrier system, an average increase of twenty-fold more cells/ml was obtained in relation to the conventional monolayer culture, using Roux bottle. On the other hand, cells grown in Roux bottles presented 1.3 to 6.7 more viruses/ml culture than those in the microcarrier systems. However, the overall data showed that yieldings, in terms of viruses per batch, were statistically similar for both systems (p > 0.05). The amount of viral antigen production seems to depend not only on cell concentration, but also on other culture factors such as the characteristic of the cell-growth surface. Thus, the present findings provide a baseline for further improvements and strategies to be established for a scaling-up virus production since depending on the type of virus the optimal conditions found for a small-scale virus production seem unsuitable for large-scale production, requiring new standardization and evaluation.
  • Aspectos clínicos, patogênese e diagnóstico de Trichomonas vaginalis Medicina Laboratorial

    Maciel, Gisele de Paiva; Tasca, Tiana; De Carli, Geraldo Attilio

    Abstract in Portuguese:

    Trichomonas vaginalis é o agente etiológico da tricomoníase, a doença sexualmente transmissível (DST) não-viral mais comum no mundo. Esse protozoário flagelado atinge o parasitismo com sucesso em um ambiente hostil através dos vários mecanismos pelos quais estabelece sua patogenicidade e também por sua capacidade de evadir a resposta imune do hospedeiro. A infecção apresenta uma ampla variedade de manifestações clínicas, desde quadro assintomático até severa vaginite. A tricomoníase tem sido associada à transmissão do vírus da imunodeficiência humana (HIV), à doença inflamatória pélvica, ao câncer cervical, à infertilidade, ao parto prematuro e ao baixo peso de bebês nascidos de mães infectadas. A investigação laboratorial é essencial na diagnose dessa patogenia, uma vez que leva ao tratamento apropriado e facilita o controle da propagação da infecção. A prevalência mundial anual da tricomoníase é de 180 milhões de casos, e na Europa é responsável por 41% dos casos de vaginite. A terapia da tricomoníase inclui as mesmas medidas profiláticas destinadas às outras DSTs, como prática de sexo seguro e uso de preservativos. O metronidazol é o medicamento de escolha no tratamento da tricomoníase, entretanto, devido à ineficácia dos tratamentos de dose única e ao iminente surgimento de cepas resistentes, outras alternativas terapêuticas estão sendo investigadas.

    Abstract in English:

    Trichomonas vaginalis is the aethiologic agent of trichomoniasis, the sexually transmitted disease (STD) non-viral most common in the world. This flagellate protozoan successfully reaches the parasitism in a hostile environment through some mechanisms which establish its pathogenicity and also through its capacity to evade the host immune response. Trichomoniasis presents a large variety of clinical manifestations, from a totally asymptomatic infection to severe vaginitis. It has been associated to the increase in transmission of the human immunodeficiency virus (HIV), pelvic inflammatory disease, cervical cancer, infertility, and premature delivery and low birth weight of children born from infected mothers. The laboratorial inquiry is essential in diagnosis of this STD, leads to the appropriate treatment and facilitates the control of the spread of T. vaginalis infection. The annual world prevalence of trichomoniasis is 180 million cases and in Europe it is responsible for 41% of vaginitis cases. The treatment of trichomoniasis includes the same profilatic means devoted to others STDs, such as secure sex practice and preservative use. Metronidazole is the choose for the treatment of trichomoniasis, however, due to the fail in the single dose treatment and the imminent appearance of resistant strains, other therapeutic alternatives are been investigated.
  • Incidência de mutação no códon 12 do protoncogene K-ras em carcinoma de próstata humana em uma amostra da população brasileira Medicina Laboratorial

    Gajardo, José Raul Cisternas; Tobias-Machado, Marcos; Simardi, Lucila Heloisa; Corrêa, Thiago Domingos; Wroclawski, Eric Roger

    Abstract in Portuguese:

    Com o intuito de estudar a participação do gene ras ativado na tumorigênese humana, pesquisamos a freqüência de mutação pontual no códon 12 do gene K-ras em espécimes cirúrgicos de pacientes portadores de câncer de próstata. Foi utilizado um grupo controle de pacientes com hiperplasia prostática benigna (HPB). Os cortes destinados ao estudo foram submetidos a extração do DNA pelo método da proteinase K. A amplificação do fragmento isolado foi obtida pela reação em cadeia de polimerase seguida por clivagem, utilizando-se a enzima de restrição Mval. A eletroforese em gel de agarose permitiu a verificação da presença de mutações. Constatamos a presença de mutação no códon 12 do gene K-ras em dois dos 15 carcinomas de próstata estudados (13,3%), sendo que nenhuma em pacientes com HPB. A ocorrência de mutação de 13,3% na amostra da população brasileira analisada caracteriza uma incidência intermediária entre as populações japonesa e americana. É pouco provável que a mutação isolada do K-ras seja um evento significativo na carcinogênese prostática nesta população.

    Abstract in English:

    Aiming to study the participation of activated ras gene on the human tumorogenesis, we have researched the frequency of a punctual mutation in codon 12 of the K-Ras oncogene in surgical specimens of patients with prostate cancer. We used control group of patients with benign prostatic hyperplasia. The pieces addressed to the study was submitted to the extraction of DNA by the proteina kinase method. The isolated fragment amplification was obtained using a polymerase chain reaction followed by clevage with Mval restriction enzime. The electrophoresis process allowed the verification of the mutation presence. We noticed the presence of mutation in codon 12 of the K-ras oncogene in two of 15 prostate carcinomas studied (13.3%). None of the patients with prostatic benign prostatic hyperplasia presented any mutation. The mutation incidence of 13.3% on brazilian population sample analysed demonstrated an intermediary incidence between American and Japanese population. It is unlikely that K-ras mutation isolated has a significant role on the prostatic carcinogenesis in this population.
  • Pró-calcitonina e proteína C reativa em processos infecciosos graves Medicina Laboratorial

    Andriolo, Adagmar; Costa, Roberta Pasianotto; Novo, Neil Ferreira

    Abstract in Portuguese:

    Marcadores bioquímicos da resposta inflamatória são necessários para a obtenção de evidências objetivas da existência de processos infecciosos. A proteína C reativa (PCR) tem sido utilizada para essa finalidade, com baixa especificidade. A pró-calcitonina (PCT) foi proposta como marcador mais específico, mas seu valor prognóstico ainda não está bem estabelecido. Avaliamos qual desses marcadores teria maior poder em prever a evolução clínica de pacientes com sepse. Dosamos PCT e PCR no soro de 19 pacientes internados na unidade de tratamento intensivo do Hospital São Paulo, na Escola Paulista de Medicina (EPM), a pró-calcitonina por ensaio imunoluminométrico (LUMItest PCT, Brahms Diagnostica GmbH, Berlin, Germany) e a proteína C reativa por imunonefelometria (High Sensitivity CRP, Dade Behring, Marburg, Germany). As concentrações de PCT foram significativamente mais elevadas no grupo de pacientes que faleceram do que no grupo dos que tiveram alta hospitalar (p < 0,002), o mesmo não acontecendo com as concentrações de PCR. Não observamos correlação entre as concentrações de PCT e PCR tanto no grupo dos pacientes que faleceram quanto no grupo dos que se recuperaram (RS = 0,205, valor crítico 0,553 e RS = 0,029, valor crítico 0,811, respectivamente). Concluímos que ambos são marcadores sensíveis de processo séptico e que a concentração de pró-calcitonina mais elevada parece estar associada a pior prognóstico.

    Abstract in English:

    Biochemical markers for septic processes are necessary in order to obtain objective evidence of sepsis. The C-reactive protein (CRP) has been used to that, despite its low specificity. The procalcitonin (PCT) was proposed as a more specific marker, but its predictive value is not yet well established. We evaluated which one of that markers could anticipate the clinical output of septic patients. Determination of PCT/CRP was performed in 19 sera from patients from ITU of Hospital São Paulo/EPM. Procalcitonin was measured by immunoluminometric assay (LUMItest PCT, Brahms Diagnostica GmB, Berlin, Germany) and C-reactive protein by immunonephelometric assay (N High Sensitivity CRP, Dade Behring, Marburg, Germany). The PCT concentrations are significantly higher in non-survivors than in survivors group (p < 0.002), what did not occur with CRP. We did not observe significant correlation between procalcitonin and C-reactive protein concentrations as in non-survival as survival group (SR = 0.205, critic value 0.533 and SR = 0.029, critic value 0.811, respectively). We concluded that both markers are sensitive for septic process and that higher procalcitonin concentration could be related to a worse prognostic.
  • Controle de qualidade interlaboratorial em imuno-histoquímica: citoceratinas e receptor de estrógeno como modelos Patologia

    Alves, Venâncio Avancini Ferreira; Leandro, Luciana de Oliveira; Vassallo, José; Pereira, Emílio Marcelo; Kanamura, Cristina Takami; Wakamatsu, Alda; Santos, Raimunda Telma de Macedo; Nonogaki, Suely

    Abstract in Portuguese:

    INTRODUÇÃO: O grande incremento do uso da imuno-histoquímica (IHQ) em numerosos laboratórios de anatomia patológica amplia o poder de resolução diagnóstica, mas traz certo grau de heterogeneidade de procedimentos e resultados. Seguindo recentes propostas da literatura internacional, participantes do Clube de IHQ da Sociedade Brasileira de Patologia desenvolvem ações de controle de qualidade, aplicando protocolos de sua rotina à pesquisa de antígenos que sirvam como indicadores de qualidade da reação. MATERIAL E MÉTODO: Um total de dez laboratórios participou das duas etapas deste estudo, cujos marcadores foram pancitoceratinas e receptores de estrógeno. Com lâminas controle recebidas dos laboratórios, cada participante efetuou a técnica de IHQ conforme sua prática diária, retornando as lâminas juntamente com o formulário de procedimento. A avaliação semiquantificada de 0 a 4 da intensidade da reação específica e de 0 a 3 da coloração de fundo e da qualidade da técnica histológica foram atribuídas individual e sigilosamente durante a projeção em data show em reunião do Clube de IHQ, gerando um escore final. RESULTADOS E DISCUSSÃO: As variações na imunocoloração de citoceratinas e receptor de estrógeno não comprometeram sua detecção nas lâminas preparadas nos diversos laboratórios. Tais variações associaram-se à diversidade de sistemas de recuperação antigênica e de amplificação, resultando ora em imunopositividade menos intensa, ora em maior fundo. Outros estudos devem abordar questões de interpretação, incluindo-se critérios para semiquantificação.

    Abstract in English:

    BACKGROUND: The expansion of the use of immunohistochemistry (IHC) in numerous laboratories extends the power of diagnostic resolution, but may impart heterogeneity in procedures and results. Following recent international proposals, participants of the Club of IHC of the Brazilian Society of Pathology developed actions of quality control applying routine protocols for detection of some of the most relevant antigens as quality probes. OBJECTIVES: Ten laboratories participated on the present study on keratins and estrogen receptors. MATERIAL AND METHOD: On control-slides sent from each laboratory, each participant performed IHC reaction according to his daily practice, returning the slides with the filled procedure form. The evaluation of the intensity of the specific reaction and back-ground was performed individually during data show projection in a meeting of the Club of IHC, yielding a final score of performance. DISCUSSION AND CONCLUSION: The methodology adopted was found useful to ascribe the performance to the heterogeneous systems of antigenic retrieval and amplification, leading to the identification of moderate variation in intensity of immunoreaction and in back-ground, but not compromising the antigen detection in any of these laboratories. Other studies must approach interpretative questions, including semi-quantitation and cut-offs.
  • Esôfago de Barrett e displasia: critérios diagnósticos Patologia

    Rodrigues, Maria Aparecida Marchesan

    Abstract in Portuguese:

    A presente revisão focaliza aspectos conceituais e os principais problemas diagnósticos referentes ao esôfago de Barrett e à displasia. O esôfago de Barrett resulta de complicação da doença do refluxo gastroesofágico de longa duração. É identificado endoscopicamente pela presença de mucosa glandular no esôfago tubular acima da junção esofagogástrica. Histologicamente, é caracterizado pela substituição do epitélio estratificado pavimentoso por epitélio colunar especializado com células caliciformes, expresso como metaplasia intestinal. A importância biológica do esôfago de Barrett é o risco de progressão para câncer. A displasia é o principal marcador biológico preditivo de evolução para adenocarcinoma. Identificar e graduar a displasia constitui importante questão na prática diagnóstica. O diagnóstico patológico do esôfago de Barrett deve conter informações sobre a investigação de displasia. O principal diagnóstico diferencial da displasia é feito em relação a reatividade e regeneração epitelial no contexto de inflamação da mucosa. Como a variabilidade de interpretação é um dos principais problemas no diagnóstico da displasia, os casos de esôfago de Barrett devem ser enviados à consulta para segunda opinião diagnóstica. O exame anatomopatológico é fundamental para definir o diagnóstico de esôfago de Barrett e para rastrear a displasia, que é o principal marcador de risco para câncer nesta entidade.

    Abstract in English:

    This review focuses on conceptual aspects of Barrett's esophagus and Barrett's related dysplasia and highlights current diagnostic problems on the interpretation of these lesions. Barrett's esophagus results from longstanding gastroesophageal reflux. Endoscopically it is recognized by the presence of glandular mucosa in the tubular esophagus above the esophagogastric junction at variable lenghts. Histologically it is characterized by the presence of specialized columnar epithelium with globet cells expressed as intestinal metaplasia. The importance of Barret's esophagus is the risk for developing adenocarcinoma. Dysplasia is the main biomarker for the progression to adenocarcinoma. The pathologic diagnosis of Barrett's esophagus should contain information on the presence and grade of dysplasia. Distinguishing betweeen dysplasia and regenerative changes in the face of active inflammation may be difficult. Correct interpretation and grading of dysplasia is an important goal for pathologists, since it is a major factor on follow-up and treatment of the patients.
  • Análises morfométrica e morfológica das alterações cutâneas após uso do laser Nd-YAG em tecidos palpebrais humanos Patologia

    Noronha, Lúcia de; Garcia, Mariana Jorge; Valle, Luciane Choppa do; Chin, Eduardo Wei Kin; Kimura, Letícia Yurie; Graff, Ruth

    Abstract in Portuguese:

    O uso do laser neodymium-yttrium-aluminium-garnet (Nd-YAG) como instrumento auxiliar para o rejuvenescimento propiciou um refinamento da técnica tradicional. Tal procedimento mostra resultados satisfatórios com relação ao aprimoramento técnico e à recuperação pós-operatória. OBJETIVO: Evidenciar as alterações histológicas e morfométricas encontradas na pálpebra de humanos após aplicação do laser Nd-YAG e comparar com a pele normal. MATERIAL E MÉTODO: Nove pacientes do sexo feminino foram submetidas à aplicação do laser Nd-YAG em região palpebral direita. A pálpebra esquerda correspondeu à área controle, livre de qualquer tipo de procedimento. Foram realizadas várias aplicações do laser Nd-YAG, sendo que, no último dia, foi realizada biópsia palpebral bilateralmente. Os critérios morfométricos avaliados foram: medida da espessura da epiderme, da área subepidérmica livre de lesão, da zona de degeneração do colágeno e da espessura total da derme. RESULTADOS: Nas áreas submetidas à aplicação do laser Nd-YAG, a espessura média da epiderme foi de 33,53 micrômetros (µm) e a da pele normal foi de 29,61µm (p = 0,1099). A média da medida da área subepidérmica livre de lesão, no lado direito, foi de 40,93µm, e de 36,27µm (p = 0,1373) no esquerdo. A espessura da região de degeneração do colágeno na pálpebra que recebeu tratamento com laser teve média de 293,54µm, enquanto que na pálpebra normal ela foi de 292,22µm (p = 0,4835). No lado onde se aplicou o laser Nd-YAG, a espessura total da derme teve uma média de 681,48µm e, no lado livre de procedimento, 664,14µm (p = 0,3492). DISCUSSÃO E CONCLUSÕES: Apesar da diferença clínica observada após tratamento de lesões de envelhecimento em pálpebra de humanos com o uso do laser Nd-YAG, nota-se que não houve diferença histológica ou morfométrica após tal procedimento.

    Abstract in English:

    The use of laser Neodymium-Yttrium-Aluminium-Garnet (Nd-YAG) as an auxiliary tool on rejuvenation provided a refining of the traditional technique. This laser procedure show satisfactory results with technical improvement and postoperatory recovery. OBJECTIVES: The aim of this study is to show the histological and morphometrical changes found in human eyelid tissue after the use of laser Nd-YAG and its comparision to the normal structure. MATERIAL AND METHODS: Nine female patients underwent laser Nd-YAG application on their right eyelid. The left eyelid was taken by control-tissue, free of any kind of procedure. It was made many applications of the laser and on the last day, it was made a bilateral biopsy. The morphometrical criteria appraised were: epidermal denseness measure, subepidermal area free of injury, colagen degeneration and total dermal density. RESULTS: In those areas whose underwent laser the epidermal measure was of 33,53 micrometers (µm) and on the normal tissue, was of 29.61µm (p = 0.1099). The subepidermal measure was, on average, of 40.93µm on right side and of 36.27µm on left side (p = 0.1373). The colagen degeneration measure on the right side was of 293.54µm and on the left side was of 292.22µm (p = 0.4835). On the procedure site, the total dermal measure was of 681,48µm and on the free site, it was of 664.14µm (p = 0.3492). DISCUSSION AND CONCLUSIONS: Despite the clinical changes observed after laser Nd-YAG therapy, there were neither histological nor morphometrical significative changes.
  • Multivariate allometry and myocardium abnormalities during experimental systemic nitric oxide blockage Pathology

    Xavier-Vidal, Ricardo; Ramirez Carvajal, Santiago Segundo; Cunha, Sônia Baptista da; Madi, Kalil

    Abstract in Portuguese:

    Utilizamos alometria para avaliar dados numéricos experimentais oriundos do miocárdio de ratos machos jovens normais e induzidos à hipertensão. Os corações foram processados com uso de métodos histológicos de rotina. Para as quantificações miocárdicas, utilizamos um Sistema-Teste M-42. Quinze campos microscópicos aleatórios foram considerados. Os parâmetros utilizados foram: densidade volumétrica (Vv %); volume (V µm³) e peso cardíaco. O teste do chi2 proposto por Anderson e o teste F proposto por Jolicoeur foram utilizados de forma a testar a hipótese isométrica na alometria multivariada. Os resultados na primeira análise demonstraram os autovalores do primeiro componente principal com proporções de 70,11%. Os resultados relativos aos coeficientes mostraram o V nuclear com coeficiente maior que o ponto isométrico. Na segunda análise, os resultados mostraram os autovalores do primeiro componente principal com proporções de 75,68%, usando três variáveis. Os resultados relativos aos coeficientes mostraram o Vv da matriz com coeficiente maior que o ponto isométrico. Na terceira análise, foram mostrados os autovalores do primeiro componente principal com proporções de 70,18%, usando três variáveis. Os resultados relativos aos coeficientes mostraram o V nuclear com coeficiente maior que o ponto isométrico. Isso sugere que os núcleos dos miócitos possuem a maior variância entre as três variáveis avaliadas. Usando os testes chi2 e F rejeitamos a hipótese isométrica. Assim, nós pudemos claramente identificar, no presente trabalho, o volume dos núcleos dos miócitos como o centro de crescimento defendido por Huxley. Concluindo, nossos dados mostram que, nessa hipertensão experimental, os miócitos apresentam intensas alterações nucleares, provavelmente envolvendo grandes atividades metabólicas. Em outras palavras, nossos dados sugerem que, para os pesquisadores interessados no modelo L-Name aos 21 dias de submissão, é importante enfatizar os núcleos dos cardiomiócitos e os eventos a eles relacionados.

    Abstract in English:

    Using allometry to evaluate numerical data from normal and experimental hypertensive rats' myocardium, thirteen normotensive Wistar male young rats were examined. Hearts were processed using histological routine methods. For myocardial quantification we utilized an M-42 Test-System. Fifteen fields were randomly considered. Parameters utilized: volumetric density (Vv %); volume (V µm³) and cardiac weight. The chi2 proposed by Anderson and the F proposed by Jolicoeur were utilized to test the isometric hypothesis in multivariate allometry. Results in the first analysis show eigenvalues at first principal component with proportions of 70.11%. Results concerning coefficients show V nuclei with a coefficient greater than the isometric point. In the second analysis, eigenvalues of first principal component show a proportion of 75.68%, using three variables. Results of the second analysis show Vv matrix with a coefficient greater than the isometric point. In the third analysis, eigenvalues of first principal component show a proportion of 70.18%, using three variables. Results of the third analysis show V nuclei with a coefficient greater than the isometric point. This suggests that the nuclei of the myocytes have the major variance between the variables utilized. Using chi2 and F tests we rejected isometric hypothesis. Then we can clearly identify the growth center advocated by Huxley as the myocyte nuclei. In conclusion, the data show that under this experimental hypertension, myocytes undergo intense nuclear changes probably involving great metabolic activities. In other words, these data also suggested that, to researchers interested in L-Name models on the 21st day of submission, it is important to emphasize cardiomyocyte nuclei and occurrences linked to them.
  • Avaliação endócrina e morfológica de transplante ovariano homógeno Patologia

    Petroianu, Andy; Alberti, Luiz Ronaldo; Vasconcellos, Leonardo de Souza; Leite, Juliana Moysés; Castro, Lúcia Porto Fonseca de

    Abstract in Portuguese:

    INTRODUÇÃO: A insuficiência ovariana decorre de ooforectomia bilateral em diversas afecções do ovário, como neoplasia e sepse, além de quimioterapia, radiação pélvica e fatores relacionados à idade. Suas complicações sistêmicas, como insuficiências hormonais, podem ser de difícil controle. OBJETIVOS: Avaliar aspectos endócrinos e histológicos ovarianos após seu transplante ortotópico, sem anastomose vascular e submetidos à imunossupressão pela ciclosporina. MATERIAL E MÉTODO: Foram utilizadas 12 coelhas da raça Nova Zelândia Branca (n = 6) e Califórnia (n = 6), divididas em dois grupos: grupo 1 (n = 4), de controle, submetido apenas a laparotomia, sem outro procedimento cirúrgico; e grupo 2 (n = 8), submetido a ooforectomia bilateral e transplante ortotópico dos ovários, que foram trocados entre as duas raças de animais. De um lado, foi transplantado o ovário íntegro e, do outro, o ovário fatiado. Não houve anastomose vascular. As coelhas foram imunossuprimidas com ciclosporina (10mg/kg ao dia). No final do período de acompanhamento de seis meses, foram feitas dosagens de estradiol, progesterona, hormônio foliculoestimulante (FSH) e hormônio luteinizante (LH), além de estudo histológico de ovários, tuba uterina e útero. RESULTADOS: Os ovários transplantados estavam rodeados por tecido conjuntivo, bem vascularizados, mostrando folículos em diferentes estádios de desenvolvimento. A histologia tubária e uterina também foi preservada em ambos os grupos. A dosagem hormonal foi normal em todas as coelhas, indicando que, do ponto de vista endócrino, o ovário transplantado estava funcionando. O transplante ovariano homógeno ortotópico, sem pedículo vascular e submetido à imunossupressão pela ciclosporina, foi eficaz para a manutenção de hormônios ovarianos em níveis normais.

    Abstract in English:

    INTRODUCTION: Ovarian failure may be due to bilateral oophorectomy on several ovarian diseases, such as infection and neoplasm; chemo and radiotherapy as well as factors related to age led to endocrine disturbances followed by systemic complications. OBJECTIVES: To assess endocrine and histological ovarian aspects following allogeneic ovarian transplantation without vascular pedicle and immunosupressed by cyclosporine. MATERIAL AND METHOD: Twelve female New Zealand White and California rabbits were divided into 2 Groups: group 1 (n = 4), sham operation; and group 2 (n = 8), submitted to a laparotomy and ovarian bilateral transplantation between pairs of animals. In one side the ovary was intact and in the other side the ovary was sliced. At the end of the follow-up period, blood samples were studied for estradiol, progesterone, FSH and LH. At the end of the experiment, histological studies of ovaries, uterus and tubes were carried out. RESULTS: The ovary implants were surrounded by connective tissue; they were well vascularized, and presented follicles in different stages of development. Hormonal values were normal in all rabbits. CONCLUSIONS: Allogeneic orthotopic ovarian transplantation without vascular pedicle and immunosupressed by cyclosporine was effective to preserve normal level of ovarian hormone.
Sociedade Brasileira de Patologia Clínica, Rua Dois de Dezembro,78/909 - Catete, CEP: 22220-040v - Rio de Janeiro - RJ, Tel.: +55 21 - 3077-1400 / 3077-1408, Fax.: +55 21 - 2205-3386 - Rio de Janeiro - RJ - Brazil
E-mail: jbpml@sbpc.org.br