Distribuição e caracterização agroclimática de regiões potenciais para cultivo de pinhão-manso no México

Os objetivos deste estudo foram determinar a distribuição e os padrões climáticos de regiões de cultivo, atuais e futuras, do pinhão-manso no México, e identificar possíveis locais para o estabelecimento de bancos ativos de germoplasma, com uso de sistemas de informação geográfica. Os dados climáticos atuais foram processados pelo software Floramap, para obter mapas de distribuição e padrões climáticos de regiões onde plantas de pinhão-manso selvagens poderiam ser encontradas. Foi utilizado o software DIVA-GIS para análise dos dados climáticos atuais (modelo Worldclim) e dos dados climáticos gerados pelo modelo CCM3, para identificar regiões de cultivo atuais e futuras de pinhão-manso, respectivamente. O pinhão-manso está distribuído na maioria das zonas tropicais e subtropicais do México, que correspondem a três regiões agroclimáticas. Os tipos climáticos foram Aw2, Aw1 e Bs1 para as regiões 1, 2 e 3 respectivamente. Genótipos não tóxicos foram associados à região 2, e genótipos tóxicos foram associados às regiões 1 e 3. De acordo com as regiões de cultivo atuais e futuras identificadas, as mais adequadas para o estabelecimento de coleções in vivo de germoplasma são a costa de Michoacán e o Istmo de Tehuantepec, localizadas entre os estados de Veracruz, Oaxaca e Chiapas.

Jatropha curcas; biocombustíveis; modelagem climática; sistema de informação geográfica; coleção de germoplasma


Embrapa Secretaria de Pesquisa e Desenvolvimento, Pesquisa Agropecuária Brasileira Caixa Postal 040315, 70770-901 Brasília DF Brazil, Tel. +55 61 3448-1813, Fax +55 61 3340-5483 - Brasília - DF - Brazil
E-mail: pab@embrapa.br