Rodriguésia, Volume: 60, Issue: 4, Published: 2009
  • Orthotrichaceae and Rhizogoniaceae (Bryophyta - Bryopsida) from State Park of Sete Passagens, Bahia, Brazil Artigos Originais

    Ballejos, Jana; Bastos, Cid José Passos

    Abstract in Portuguese:

    RESUMO Orthotrichaceae e Rhizogoniaceae são representadas no Parque Estadual das Sete Passagens por 14 espécies distribuídas em cinco gêneros (quatro de Orthotrichaceae e um de Rhizogoniaceae). Destas espécies, quatro representam novas citações para o estado da Bahia, sendo três novas para a região Nordeste. Ilustrações são apresentadas somente para as primeiras referências. Caracterização morfológica, comentários, grupos briocenológicos, ambiente, distribuição geográfica no mundo e no Brasil são apresentados para todas as espécies.

    Abstract in English:

    ABSTRACT Orthotrichaceae and Rhizogoniaceae are represented at Parque Estadual das Sete Passagens by 14 species classified in five genera (four from Orthotrichaceae and one Rhizogoniaceae). Among the species, four are firstly reported for Bahia, which three are new for northeast region. Illustrations are given for only species which are being reported for the first time. Morphologic characterization, comments, geographic distribution in world and in Brazil were given for all the species.
  • Initial development of Pleopeltis lepidopteris (Langsd. & Fisch.) de la Sota Artigos Originais

    Viviani, Daniela; Santos, Marisa; Randi, Áurea Maria

    Abstract in Portuguese:

    RESUMO Frondes férteis de Pleopeltis lepidopteris (Langsd. & Fisch.) de la Sota foram coletadas em Florianópolis, SC. Esporos foram separados dos esporângios por filtragem em papel entretela e armazenados a 7 ± 1oC, esterilizados superficialmente e inoculados em frascos contendo 20 ml de meio mineral proposto por Mohr e modificado por Dyer, suplementado por Benlate® (25 mg.l-1). A germinação ocorreu em sala de cultivo a 25 ± 2ºC (30mmol m-2s-1) e fotoperíodo de 16 horas. Esporos de P. lepidopteris foram considerados potencialmente viáveis quando totalmente preenchidos com substâncias de coloração amarela. Os esporos são monoletes, com aproximadamente 40 x 62 µm, apresentando depósitos esféricos na superfície do perisporo papilada-granulada. Após 15 dias de inoculação de esporos, os gametófitos filamentosos apresentam uma célula rizoidal alongada, aclorofilada, uma fileira de quatro a sete células clorofiladas. Aos 30 dias a fase laminar espatulada está mais evidente e mostra um meristema apical central; após 45 dias os gametófitos são laminares e cordiformes; e após 120 dias de cultivo, o meristema apical é nítido enquanto tricomas unicelulares e estruturas reprodutivas são mais evidentes. Foi estudada a morfoanatomia de esporófitos de P. lepidopteris obtidos após a inoculação de esporos. A morfoanatomia das frondes de esporófitos jovens mostra que essa espécie apresenta escamas em ambas as faces das frondes, epiderme uniestratificada e mesofilo constituído por parênquima esponjoso. Estômatos do tipo anomocítico ocorrem na face abaxial e as células subsidiárias possuem paredes anticlinais sinuosas. O feixe vascular da raque é anficrival delimitado por endoderme.

    Abstract in English:

    ABSTRACT Spores of Pleopeltis lepidopteris (Langsd. & Fisch.) de la Sota were removed from fertile fronds collected in the isle of Santa Catarina, Brazil, separated from debris by filtering through lens paper and stored in glass jars at 7 ± 1ºC. Superficially sterilized spores were sown in bottles containing 20 ml of mineral medium as proposed by Mohr, modified by Dyer and supplemented with Benomyl (25 mg.l-1). The germination was conducted in growth room, at 25 ± 2ºC (30 mmol m-2s-1) and a 16 h-photoperiod. Spores of Pleopeltis lepidopteris considered to be viable were totally filled of yellow substances. The spores are monolete, with approximately 40 x 62 µm, and show spherical deposits in the smoothly papillate-granulate perispore. After 15 days of spore inoculation, the filamentous gametophyte present a long rhizoidal cell, without chlorophyll, a line of four to seven chlorophyllated cells; after 30 days, the spatulated laminar phase is more evident, and show a central apical meristem; after 45 days, the gametophyte are laminar and present the heart shape; after 120 days of culture the apical meristem is conspicuous; unicellular trichomes and reproductive structures are very evident. The morphoanatomy of the leaves of young sporophyte show scales in the frond faces, unistratified epidermis, the mesophyll consisted of a palisade and spongy parenchyma. The anomocytic stomata are presented in the abaxial frond face and the subsidiary cells show sinuous anticlinal walls. The rachis vascular anficrival tissue is delimited by the endoderm.
  • Poaceae in a montane forest in the Southeastern Bahia, Brazil: Bambusoideae and Pharoideae Artigos Originais

    Mota, Aline Costa da; Oliveira, Reyjane Patrícia de; Filgueiras, Tarciso de Souza

    Abstract in Portuguese:

    RESUMO Foi realizado o levantamento das espécies pertencentes às subfamílias Bambusoideae e Pharoideae (Poaceae) em um remanescente de floresta montana (RPPN Serra Bonita), dentro do bioma Mata Atlântica, situado entre os municípios de Camacan e Pau Brasil, na microrregião Litoral Sul da Bahia. Bambusoideae está representada na área de estudos por seis gêneros e nove espécies, e Pharoideae, apenas por Pharus lappulaceus Aubl. Em Bambusoideae, Chusquea Kunth foi o gênero que apresentou maior número de espécies (quatro spp.), enquanto os demais gêneros estão representados por uma espécie cada. Dentre os materiais coletados, apenas dois não foram satisfatoriamente identificados, pois não se enquandraram em nenhuma das descrições conhecidas dos seus respectivos gêneros (Chusquea sp. e Diandrolyra sp.). São aqui apresentadas chaves de identificação para subfamílias, gêneros e espécies, além de descrições, ilustrações e comentários.

    Abstract in English:

    ABSTRACT This study is a survey of Bambusoideae and Pharoideae (Poaceae) in a remnant of montane forest (RPPN Serra Bonita), in the Brazilian Atlantic Forest, between Camacan and Pau Brasil, southeastern coast of Bahia State. Bambusoideae is represented in the area by six genera and nine species, and Pharoideae only for Pharus lappulaceus Aubl. In Bambusoideae, Chusquea Kunth was the largest genus (four spp.), whereas the remaining genera are represented by a single species each. Only two materials were not satisfactorily identified, because they didn't fit with any description of known species in theirs genera (Chusquea sp. and Diandrolyra sp.). Identification key for subfamilies, genera and species, besides descriptions, illustrations and commentaries are provided.
  • Diversity of Cyperaceae in Brazil Artigos Originais

    Alves, Marccus; Araújo, Ana Claudia; Prata, Ana Paula; Vitta, Fabio; Hefler, Sonia; Trevisan, Rafael; Giol, André dos Santos Bragança; Martins, Shirley; Thomas, Wayt

    Abstract in Portuguese:

    RESUMO Esta obra foi elaborada a partir da reunião de informações oriundas de publicações, teses, bancos de dados e visitas realizadas a cerca de 120 herbários, além de amostras coletadas nos últimos anos em diversos biomas no Brasil. Estão aqui catalogados cerca de 1.700 nomes para as 678 espécies registradas de Cyperaceae no Brasil e distribuídas em 42 gêneros. Estes valores representam cerca de 15% do total de espécies e 40% do total de gêneros da família ocorrentes no mundo. As duas subfamílias de Cyperaceae estão representadas no Brasil, sendo que Cyperoideae é a mais diversa em termos genéricos e específicos. No entanto, quando considerado em termos comparativos com a flora ciperológica mundial, Cryptangieae, Sclerieae e Trilepideae são as tribos com maior riqueza de gêneros e espécies no Brasil. Os gêneros com maior riqueza de espécies no Brasil são Rhynchospora Vahl (157 spp.), Cyperus L. (101 spp.), Scleria Berg. (82 espécies) e Eleocharis R. Br. (69 spp.). Quinze gêneros estão representados por apenas uma espécie no Brasil, sendo cinco deles monoespecíficos. As regiões Norte e Sudeste despontam como as de maior riqueza genérica e específica. Não foram constatados gêneros endêmicos do Brasil. Foram catalogadas cerca de 200 espécies endêmicas do país, das quais 40 pertencem a Rhynchospora. Os problemas taxonômicos e nomenclaturais encontrados estão indicados para cada espécie. Para cada espécie catalogada são apresentados os principais sinônimos, referências bibliográficas, distribuição geográfica nas cinco regiões político-geográficas do país, material examinado de referência e comentários gerais quando pertinentes.

    Abstract in English:

    ABSTRACT The purpose of this catalogue was to combine the available data from publications, theses, databases, and herbarium specimens from around 120 Herbaria, and colections sampled in Brazilian vegetation during the last 15 years to produce the most complete list, as possible as, of Cyperaceae species for Brazil. We catalogued ca. 1,700 names for 678 species in 42 genera occurring in Brazil. These values represent ca. 15 percent of the species and 40 percent of the genera found in the world. Both subfamilies of Cyperaceae are found in Brazil with Cyperoideae being the most diverse at both generic and specific levels. Although lower species were recorded for the tribes Cryptangieae, Sclerieae, and Trilepideae, these tribes represent a much higher percentage of the world's totals for genera and species. The most diverse genera are Rhynchospora (157 spp.), Cyperus (101 spp.), Scleria (82 spp.) and Eleocharis (69 spp.). Fifteen genera have one species in Brazil, although five of them are monospecific. The most species-rich regions in Brazil are the North and Southeast. There are no genera endemic to Brazil. There are, however, around 200 endemic species, of which 40 are in the genus Rhynchospora. Taxonomic and nomenclatural problems found are pointed under the species. For each catalogued species, the principal synonyms, bibliographic references, distribution within Brazil's five regions, vegetation type, and citation of selected material examined are provided.
  • The genus Hebanthe (Amaranthaceae) in Brazil Artigos Originais

    Marchioretto, Maria Salete; Miotto, Silvia Teresinha Sfoggia; Siqueira, Josafá Carlos de

    Abstract in Portuguese:

    RESUMO Este estudo apresenta uma revisão taxonômica do gênero Hebanthe Mart. (Amaranthaceae) no Brasil. Seis espécies são confirmadas para o Brasil: Hebanthe eriantha (Poir.) Pedersen, H. grandiflora (Hook.) Borsch & Pedersen, H. occidentalis (R.E.Fr.) Borsch & Pedersen, H. pulverulenta Mart., H. reticulata (Seub.) Borsch & Pedersen e H. spicata Mart. São feitas sinonimizações de variedades e formas. As espécies de Hebanthe são encontradas em formações florestais, principalmente no interior e em bordas de matas ciliares, semi-decíduas e pluvial-atlântica. Além da chave para identificação das espécies são apresentadas descrições, ilustrações, informações sobre o hábitat e distribuição geográfica, comentários taxonômicos e nomenclaturais.

    Abstract in English:

    ABSTRACT This study presents a revision of the genus Hebanthe Mart. (Amaranthaceae) in Brazil. Six species are confirmed for Brazil: Hebanthe eriantha (Poir.) Pedersen, H. grandiflora (Hook.) Borsch & Pedersen, H. occidentalis (R.E.Fr.) Borsch & Pedersen, H. pulverulenta Mart., H. reticulata (Seub.) Borsch & Pedersen e H. spicata Mart. Synonimizations of varieties and forms are presented. The species occur in forest formation, mainly in edges and interiors of riparian, semi-deciduous, and pluvial atlantic forests. Descriptions, identification keys, nomenclatural comments, ilustrations of the diagnostic caracteres are presented together with information on species habtitats, geographical distributions.
  • Taxonomic revision of Anthurium sect. Urospadix subsect. Flavescentiviridia (Araceae) Artigos Originais

    Coelho, Marcus A. Nadruz; Waechter, Jorge L.; Mayo, Simon J.

    Abstract in Portuguese:

    RESUMO Apresenta-se o estudo taxonômico de 35 espécies de Anthurium seção Urospadix subseção Flavescentiviridia, com base em análises dos caracteres morfológicos vegetativos e reprodutivos, a partir de material coletado em campo e de exsicatas de diversos herbários nacionais e internacionais. A subseção caracteriza-se pela lâmina foliar de consistência membranácea a cartácea, esverdeada discolor, com nervuras secundárias geralmente impressas adaxialmente e proeminentes abaxialmente em diversos graus, são geralmente ombrófilas e esciófilas. Registros inéditos de morfologia vegetativa e reprodutiva estão sendo apresentados, especialmente em relação às bagas (A. acutum, A. urvilleanum, A. hoehnei, A. ianthinopodum, A. loefgrenii, A. longicuspidatum, A. luschnathianum, A. marense e A. mourae). Apresenta-se uma chave para identificação das espécies, descrições detalhadas, comentários sobre a distribuição geográfica, ecologia, fenologia, conservação e ilustrações para cada uma delas.

    Abstract in English:

    ABSTRACT A taxonomic revision of the 35 species of Anthurium sect. Urospadix subsect. Flavescentiviridia is presented, it was based on vegetative and reproductive morphological characters data gathered during field studies and the analyses of dried specimens from herbaria in Brazil and abroad. The subsection is characterized primarily by vegetative characters, mainly from the leaves. Unreported morphological observations are presented, being particularly interesting those concerned to the fruits of A. acutum, A. urvilleanum, A. hoehnei, A. ianthinopodum, A. loefgrenii, A. longicuspidatum, A. luschnathianum, A. marense and A. mourae. An identification key is provided for the species as well as illustrations, detailed descriptions and commentary on geographical distribution, ecology, phenology and conservation status for each species.
  • The genus Strychnos (Loganiaceae) in the Rio de Janeiro state, Brazil Artigos Originais

    Manoel, Evelin Andrade; Guimarães, Elsie Franklin

    Abstract in Portuguese:

    RESUMO Strychnos L. (Loganiaceae) é um gênero pantropical compreendendo cerca de 70 espécies no Novo Mundo; sendo 54 delas encontradas no Brasil, cujo centro de diversidade é a Amazônia. Habitam principalmente florestas ombrófilas densas, mas também restingas e cerrados. São arbustos ou lianas, inermes ou armados, ricos em alcalóides indólicos, com estípulas, folhas opostas, simples, inteiras, gavinhas presentes ou não, e flores em panículas ou cimeiras. Neste estudo, é apresentada a flora de Strychnos do estado do Rio de Janeiro. Nove espécies ocorrem no estado; são apresentadas chave de identificação, descrições e comentários para as espécies.

    Abstract in English:

    ABSTRACT Strychnos L. (Loganiaceae) is a Pantropical genus comprising approximately 70 species in the New World; 54 of them occuring in Brazil, whose center of diversity is in Amazonia. They inhabit principally dense rain forests, but also restingas and savannas. The genus includes shrubs and lianas, armed or non-armed, rich in indolic alkaloids, with stipules and opposite, simple, entire leaves, tendrils present or not, and flowers in panicles or cymes. In this study, the flora of Strychnos from the State of Rio de Janeiro is presented. Nine species occurs in the State; key for identification, descriptions and comments for the species are provided.
  • The genus Croton (Euphorbiaceae) from the microregion of Ipanema Valley, Pernambuco, Brazil Artigos Originais

    Silva, Juliana Santos; Sales, Margareth Ferreira de; Carneiro-Torres, Daniela Santos

    Abstract in Portuguese:

    RESUMO O gênero Croton é o segundo maior e mais diverso em Euphorbiaceae, possuindo cerca de 1.200 espécies, difundidas predominantemente no continente americano. Este estudo foi baseado na análise morfológica de materiais herborizados e na observação das plantas em campo. Foram registradas 15 espécies, apenas C. heliotropiifolius com ampla distribuição na área de estudo, ocorrendo em vegetação de caatinga. Croton adamantinus, C. corchoropsis, C. nummularius, C. rudolphianus e C. virgultosus são encontradas apenas no complexo arenítico das serras da chapada de São José, em Buíque, crescendo em vegetação rupestre. São fornecidos chave para identificação, comentários sobre as afinidades entre os táxons e distribuição geográfica, bem como ilustrações de todas as espécies estudadas.

    Abstract in English:

    ABSTRACT Croton is the second largest genus in Euphorbiaceae, with about 1,200 species, distributed predominantly in the Americas. This study was based on herbarium material and field observations. A total of 15 species was recognized, only C. heliotropiifolius with wide distribution in the study area, occurring in caatinga vegetation. Croton adamantinus, C. corchoropsis, C. nummularius, C. rudolphianus, and C. virgultosus are found only in the sandstone complex of São José plateau, Buíque, growing up in rocky vegetation. Identification keys, descriptions, comments about morphological relationships and geographic distribution, and illustrations of species are provided.
  • The family Asteraceae in the forest fragment, Viçosa, Minas Gerais, Brazil Artigos Originais

    Ferreira, Silvana da Costa; Carvalho-Okano, Rita Maria de; Nakajima, Jimi Naoki

    Abstract in Portuguese:

    RESUMO Este trabalho consiste no levantamento florístico e estudo taxonômico da família Asteraceae, da Estação de Pesquisa, Treinamento e Educação Ambiental, Viçosa, Minas Gerais. Foram amostradas 61 espécies circunscritas a 39 gêneros e 10 tribos. As tribos mais ricas em número de espécies foram Eupatorieae, com 22 espécies, Heliantheae com 11 spp., Astereae, com 10 spp. e Vernonieae com 8 spp. Os gêneros com maior abundância em número de espécies foram Mikania Willd. com oito spp., Baccharis L., com sete spp., Vernonia Schreb. com seis spp e Chromaloena DC. com três spp. Os demais gêneros apresentaram uma ou duas espécies. São fornecidas nesse trabalho chaves analíticas, descrições, ilustrações, comentários taxonômicos e distribuição geográfica para cada espécie.

    Abstract in English:

    ABSTRACT This work consists of the floristic and taxonomic study of the family Asteraceae, of the Center of Research, Training and Environmental Education "Mata do Paraíso", Viçosa, Minas Gerais. In total, 61 species from 39 genus and 10 tribes were identificaed. The most tribes in number of species were Eupatorieae, with 22 species, Heliantheae with 11 spp., Astereae, with 10 spp. and Vernonieae with 8 spp. The genus with larger abundance in number of species were Mikania Willd. with eight spp., Baccharis L., with seven spp., Vernonia Schreb. with six spp and Chromaloena DC. with three spp. The other genus represented in the study area by one or two species. Keys for taxon identification are presend, as wel as descriptions, illustrations, comments about important features for the idenfitication and geographic distribution for each species.
  • Baccharis sect. Caulopterae (Asteraceae, Astereae) in Rio Grande do Sul State, Brazil Artigos Originais

    Heiden, Gustavo; Iganci, João Ricardo Vieira; Macias, Leila

    Abstract in Portuguese:

    RESUMO Foi realizado um estudo sobre a diversidade taxonômica de Baccharis sect. Caulopterae DC. no estado do Rio Grande do Sul, Brasil. É apresentada a descrição morfológica com ênfase nas espécies ocorrentes na área de estudo. Três lectótipos são designados e sete novos sinônimos são reconhecidos. A ocorrêcia de 22 espécies foi confirmada, sendo que duas representam novas ocorrências. Chave e descrições morfológicas para o reconhecimento das espécies são fornecidas, adicionalmente são apresentados ilustrações, dados referentes à distribuição geográfica e observações ecológicas no Rio Grande do Sul, além de comentários sobre similaridades morfológicas e taxonômicas.

    Abstract in English:

    ABSTRACT A study of the taxonomic diversity of Baccharis sect. Caulopterae DC. in Rio Grande do Sul State, Brazil, is presented. Three lectotypes were chosen and seven new synonyms were proposed. Twenty two species within the section were recognized, two of them are new records to the state flora. Key and morphological descriptions of the species are presented. Additionally, illustrations and data concerning to geographic distribution and ecological observations of the species in Rio Grande do Sul are discussed, including comments about morphological and taxonomic similarities.
  • Verbenaceae sensu stricto in the region of Xingó: Alagoas and Sergipe, Brazil Artigos Originais

    Santos, Juliana Silva dos; Melo, José Iranildo Miranda de; Abreu, Maria Carolina de; Sales, Margareth Ferreira de

    Abstract in Portuguese:

    RESUMO Este trabalho consiste no estudo taxonômico da família Verbenaceae s. s. em uma área de influência da Usina Hidrelétrica de Xingó, situada sob o domínio da região semi-árida, no nordeste brasileiro. A vegetação predominante é a Caatinga com diferentes fisionomias ainda pouco estudadas. Foram encontradas oito espécies distribuídas em três gêneros: Lantana camara L., Lantana canescens Kunth, Lippia alba (Mill.) N. E. Br., Lippia gracilis Schauer, Lippia microphylla Cham., Lippia pedunculosa Hayek, Stachytarpheta angustifolia (Mill.) Vahl e Stachytarpheta microphylla Walp. Nesta área, as espécies distribuem-se principalmente em ambientes secos, em solos areno-argilosos ou pedregosos, sendo as espécies do gênero Stachytarpheta Vahl encontradas em ambientes úmidos ou alagados. São fornecidas chaves de identificação para os gêneros e espécies, bem como ilustrações dos caracteres diagnósticos e comentários sobre distribuição geográfica dos táxons.

    Abstract in English:

    ABSTRACT A taxonomic study for the family Verbenaceae s. s. was performed in the region of the influence area of the Xingó hydroelectric, situated under the domain of semi-arid region in northeastern Brazil. The predominant vegetation at the study area is Caatinga but phytosociological approaches for this area are lack. Eight species were found distributed in three genera: Lantana camara L., Lantana canescens Kunth, Lippia alba (Mill.) N. E. Br., Lippia gracilis Schauer, Lippia microphylla Cham., Lippia pedunculosa Hayek, Stachytarpheta angustifolia (Mill.) Vahl and Stachytarpheta microphylla Walp. In this area, the species are distributed mainly along dry environments in sandy-clayey or stony soils, and species of the genus Stachytarpheta Vahl found in flooded or wet environments. Identification keys for determining genera and species determinations are given, as well as illustrations with diagnostic characters and comments on geographical distribution of taxa.
  • Flora of the Itatiaia National Park - Brazil: Manekia and Piper (Piperaceae) Artigos Originais

    Monteiro, Daniele; Guimarães, Elsie Franklin

    Abstract in Portuguese:

    RESUMO O Parque Nacional (PARNA) do Itatiaia foi a primeira unidade de conservação criada no Brasil, protegento atualmente 28.155 ha de remanescente florestal atlântico na Serra da Mantiqueira. Este trabalho tem como objetivo dar continuidade à flora de Piperaceae do PARNA do Itatiaia, apresentando o tratamento dos gêneros Piper e Manekia. Manekia obtusa é a única espécie do gênero no PARNA e constitui um novo registro para a região. Piper está representado por 28 espécies na área de estudo e sete são citadas pela primeira vez para a localidade. Uma nova variedade, P. permucronatum var. cilliatum D. Monteiro & E.F. Guim., e um novo nome P. strictifolium D. Monteiro & E.F. Guim. (Ottonia angustifolia Rizzini) são propostos. São fornecidas chave de identificação, além de descrições, comentários para os táxons e ilustrações para aqueles pouco conhecidos ou registrados pela primeira vez na região.

    Abstract in English:

    ABSTRACT The Itatiaia National Park was the first conservation unit created in Brazil. Currently, it protects about 28,155 ha of remaining Atlantic forest in the Mantiqueira mountain range. This study continues the flora of Piperaceae of the National Park of Itatiaia by presenting the treatment of the genera Piper and Manekia. Manekia obtusa is the only species of the genus in the area and is also a new occurrence. Piper is represented by 28 species in the studt area; seven of them are new occurrences. A new variety, P. permucronatum var. cilliatum D. Monteiro & E.F. Guim., and a new name, P. strictifolium D. Monteiro & E.F. Guim. (Ottonia angustifolia Rizzini), are proposed. An identification key, descriptions and comments for taxa, besides illustrations of those poorly known or that are reported for the first time in the region, are provided.
  • Geographic distribution patterns of species of Euploca and Heliotropium (Heliotropiaceae) in Brazil Artigos Originais

    Melo, José Iranildo Miranda de; Alves, Marccus; Semir, João

    Abstract in Portuguese:

    RESUMO Baseando-se na análise de espécimes advindos de 71 herbários nacionais e estrangeiros, trabalhos de campo e literatura especializada, foram determinados os padrões de distribuição geográfica das espécies dos gêneros Euploca e Heliotropium no Brasil. Foram detectados quatro padrões de distribuição geográfica e onze padrões biogeográficos. O centro de diversidade das espécies de Euploca no Brasil é a Região Nordeste. As espécies do gênero Heliotropium concentram-se, na sua maioria, na Região Sul, com o estado do Rio Grande do Sul representando o centro de diversidade do gênero no país. São apresentadas tabelas, mapas e discussões sobre a distribuição e respectivos padrões biogeográficos reconhecidos.

    Abstract in English:

    ABSTRACT Based on an analysis of specimens from seventy-one national and international herbaria, field work and specialized literature, geographic distribution patterns of the species of the genera Euploca and Heliotropium in Brazil were determinate. Four geographic patterns and eleven biogeographic patterns were detected. The center of diversity of Euploca, in Brazil, is in the Northeast region. Species of the genus Heliotropium occur generally in the South region, with the center of diversity of the genus being found in Rio Grande do Sul State. Tables, maps and a discussion about the respective distribution and biogeographic patterns uncovered in this study are presented.
  • Arboreal component structure of a Seasonal Secondary Semidecidual Montane Forest in the Upper Doce River, Minas Gerais, Brazil Artigos Originais

    Lopes, Renata de Melo Ferreira; França, Glauco Santos; Silva, Fernanda Raggi Grossi; Sposito, Tereza Cristina Souza; Stehmann, João Renato

    Abstract in Portuguese:

    RESUMO A Estação de Pesquisa e Desenvolvimento Ambiental de Peti, um mosaico sucessional, localizase na região mineradora do Alto Rio Doce, bacia do rio Santa Bárbara. Os objetivos deste estudo foram determinar a estrutura fitossociológica de cinco áreas de floresta em diferentes estádios sucessionais e avaliar relações entre vegetação e solo. Em cada área foram amostrados 48 pontos-quadrantes e medidas as alturas e circunferências (≥ 15 cm) dos troncos das árvores. No total, foram identificadas 45 famílias, 116 gêneros e 191 espécies. As famílias com maior número de espécies foram Fabaceae, Myrtaceae, Lauraceae, Melastomataceae, Euphorbiaceae, Rubiaceae. Pogonophora schomburgkiana, Cupania ludowigii, Astronium fraxinifolium e Mabea fistulifera foram espécies de maior valor de importância. A altura média dos indivíduos variou, entre as áreas, de 7,1 ± 2,1 a 9,2 ± 3,4 m e o diâmetro médio de 8,9 ± 5,1 a 12,1 ± 7,1 cm. Duas áreas apresentaram constituição florística diferentes, de acordo com o resultado da análise de similaridade. O índice de diversidade de Shannon para espécies foi 4,58 nats/indivíduo, o que indica alta diversidade, resultante da presença de mosaico sucessional. A área que sofreu corte seletivo apresentou maior riqueza florística em comparação as demais áreas estudadas, estando todas sobre solos pobres em nutrientes e com altos níveis de alumínio.

    Abstract in English:

    ABSTRACT The Estação de Pesquisa e Desenvolvimento Ambiental de Peti, a successional mosaic of forests, is located in a mining region at the Upper Doce River in the municipalities of Santa Bárbara and São Gonçalo do Rio Abaixo, Minas Gerais. The aim of this study was to describe the phytosociological structure and evaluate the relationship between vegetation and soil of five forest areas in different successional stages. In each area, we sampled 48 points using the Point-centered quarter method, and measured circunference at breast height (CBH≥ 15 cm) and heigh of trees. We registered a total of 45 families, 116 genera and 191 tree species. Families with highest number of species were Fabaceae, Myrtaceae, Lauraceae, Melastomataceae, Euphorbiaceae, Rubiaceae. Pogonophora schomburgkiana, Cupania ludowigii, Astronium fraxinifolium and Mabea fistulifera had the highest importance value index. Mean height ranged from 7.1 ± 2.1 to 9.2 ± 3.4 m and mean diameter from 8.9 ± 5.1 to 12.1 ± 7.1 cm. Two areas showed different floristic composition, according to similarity analysis. Shannon Diversity Index was 4.58 nats/individual, indicating considerable diversity, a result of the successional mosaic. The area submitted to selective cut presented highest floristic richness in comparison to the other areas analyzed, all of them occurring on poor soils with high levels of aluminum.
  • Floristic composition and phytogeographical analysis of a semideciduous forest in Bahia State, Brazil Artigos Originais

    Cardoso, Domingos Benício Oliveira Silva; França, Flávio; Novais, Jaílson Santos de; Ferreira, Marcio Harrison dos Santos; Santos, Rubens Manoel dos; Carneiro, Vinícius Mendes Souza; Gonçalves, Jacqueline Miranda

    Abstract in Portuguese:

    RESUMO As florestas semidecíduas na Bahia mostram-se bastante fragmentadas e têm sido pouco estudadas em relação à florística e à fitogeografia. Estas florestas estão situadas principalmente no semi-árido e isoladas da Mata Atlântica costeira por extensas áreas de caatinga. Este trabalho apresenta o levantamento florístico de um fragmento de floresta semidecídua na Serra da Fazenda Retiro (SFR), localizada no município de Feira de Santana, Bahia, com o objetivo principal de avaliar a sua posição fitogeográfica em relação às caatingas e à Mata Atlântica. Foram amostradas 173 espécies incluídas em 143 gêneros e 59 famílias. Myrtaceae foi a família que apresentou o maior número de espécies (15 spp.), seguida por Euphorbiaceae (13), Leguminosae (12), Malvaceae (7), Orchidaceae (7) e Rubiaceae (7). Além disso, foram coletadas três novas espécies dos gêneros Neomarica (Iridaceae), Pseudobombax (Malvaceae) e Solanum (Solanaceae). As análises de agrupamento pelo método UPGMA e de composição de espécies da SFR mostram que a área, apesar de estar situada dentro do Bioma Caatinga, apresenta uma maior relação florística com as florestas semidecíduas do Domínio da Floresta Atlântica.

    Abstract in English:

    ABSTRACT The semideciduous forests of Bahia occur as highly fragmented areas and have only received a little attention from floristic and phytogeographical studies. These areas are mainly situated within the semi-arid region and isolated from the Coastal Atlantic Forest by the surrounding dry vegetation of the caatinga domain. This paper presents a floristic survey of a semideciduous forest fragment at Serra da Fazenda Retiro (SFR), Feira de Santana, Bahia State, in order to assess its phytogeographical relationships in comparison to caatinga vegetation and Atlantic Forest. The survey identified 173 species belonging to 143 genera and 59 families. Myrtaceae presented the highest species number (15 spp.), followed by Euphorbiaceae (13), Leguminosae (12), Malvaceae (7), Orchidaceae (7), and Rubiaceae (7). Additionally, three new species of the genera Neomarica (Iridaceae), Pseudobombax (Malvaceae), and Solanum (Solanaceae) were sampled. In spite of the studied area being located within the circumscription of the Caatinga Biome, analysis of similarity (UPGMA) and of the SFR species composition showed that it is more floristically related to semideciduous forest of the Atlantic Forest domain rather than to caatinga vegetation.
  • Floristic and zonation of plant species in palm marshes in the Triângulo Mineiro region, Brazil Artigos Originais

    Oliveira, Geraldo Célio; Araújo, Glein Monteiro; Barbosa, Ana Angélica Almeida

    Abstract in Portuguese:

    RESUMO A riqueza e a distribuição das espécies vegetais, a profundidade do lençol freático e a textura do solo nas zonas de borda, meio e fundo foram determinadas em cinco veredas em Uberlândia e Uberaba, Minas Gerais. A amostragem florística foi desenvolvida, mensalmente de janeiro de 2002 a janeiro de 2003 em cada vereda. As coletas de solo e as medidas do lençol freático foram feitas na parte central de cada zona das veredas. Na amostragem florística foram encontradas 436 espécies pertencentes a 59 famílias e 206 gêneros. O número de espécies encontrado nas seis veredas variou de 146 a 219. Na zona de borda, foram coletadas entre 26 e 87 espécies enquanto na zona de meio, em geral, com maior riqueza específica foram registradas entre 78 e 111 espécies. A ordenação florística mostrou variabilidade entre as veredas situadas em solo argiloso e arenoso e entre as zonas com maior e menor umidade do solo. A maior retenção de água no solo argiloso pode ter interferido na variação da flora entre as veredas em solo argiloso e arenoso.

    Abstract in English:

    ABSTRACT This study was performed to determine the richness and distribution of plant species, the depth of the water table and the soil texture of the border, middle and lower zones of five palm marshes in Uberlândia and Uberaba, Minas Gerais. The floristic sampling was carried out monthly from January 2002 to January 2003. The soil sampling and water table measuring were made in the central area of each sampled zone. Sampled species totaled 436 and belonged to 59 families and 206 genera. The number of species found in six marshes ranged from 146 to 219. On the border area 26 to 87 species were collected, whereas in the middle area a greater richness (78 to 111 species) was obtained. The floristic ordination showed variability between marshes located in clayey and sandy soils and between areas with high and low soil humidity. The highest water storage in the clayey soil may have interfered with discrimination of floras between the marshes on clayey and sandy soils.
  • Phytosociology and ecological groups in seasonal semideciduous forest fragments, Uberaba, Minas Gerais, Brazil Artigos Originais

    Dias Neto, Olavo Custódio; Schiavini, Ivan; Lopes, Sérgio de Faria; Vale, Vagner Santiago do; Gusson, André Eduardo; Oliveira, Ana Paula de

    Abstract in Portuguese:

    RESUMO Estudos em florestas estacionais semideciduais (FES) são necessários para caracterizar a estrutura e verificar a formação de padrões, possibilitando também comparações de composição florística entre fragmentos. Este estudo foi realizado em um fragmento de FES, em Uberaba, MG, na qual foram demarcadas 25 parcelas de 20 × 20 m, amostrando-se todos os indivíduos arbóreos vivos com circunferência do tronco a 1,30 m do solo ≥ 15 cm. Foram analisados os parâmetros fitossociológicos usuais e, também, a similaridade florística entre a área de estudo e outras áreas de FES. Foram amostrados 805 indivíduos, representados por 90 espécies, sendo Micrandra elata (Euphorbiaceae) a espécie mais importante na comunidade, seguida de Galipea jasminiflora (Rutaceae). Espécies pioneiras tiveram baixa representatividade na amostra. Além disso, a presença de indivíduos de grande porte, de espécies pouco comuns, associada à área basal de 45,8 m2 ha-1, são evidências de se tratar de floresta madura, em bom estado de conservação, representativa da condição original. A análise de similaridade entre esta e outras áreas florestais remanescentes demonstrou a formação de quatro grupos distintos, associados a regiões geográficas, com indícios de que florestas em bom estado de conservação são mais semelhantes entre si.

    Abstract in English:

    ABSTRACT Studies on seasonal semideciduous forests (FES) are required in order to characterize the structure and verify the formation of patterns, also comparing the floristic composition among fragments. A remnant of FES, in Uberada, MG, was assessed by surveying twenty-five plots (20 × 20 m each) totalizing one hectare. All living trees with circumference at breast height (1.30 m above the ground) ≥ 15 cm were recorded. common phytosociological parameters and floristic similarity with other FES remnants were calculated. A total of 805 individuals were surveyed, representing 90 species. Micrandra elata (Euphorbiaceae) was the most important species in the community, followed by Galipea jasminiflora (Rutaceae). Besides the low relative density of pioneer species, the high basal area (45.8 m2 ha-1) and the peculiar flora are evidences of a mature and well preserved forest. The similarity analysis resulted in four distinct groups, related to geographical regions, and apparently, floristic similarity is higher among well preserved forests.
Instituto de Pesquisas Jardim Botânico do Rio de Janeiro Rua Pacheco Leão, 915 - Jardim Botânico, 22460-030 Rio de Janeiro, RJ, Brasil, Tel.: (55 21)3204-2148, Fax: (55 21) 3204-2071 - Rio de Janeiro - RJ - Brazil
E-mail: rodriguesia@jbrj.gov.br