• Untitled document

    Fernandes, Fernanda Dreux M.
  • Newborn hearing screening: reasons for the evasion of families in the process of early detection Artigos Originais

    Alvarenga, Kátia de Feitas; Gadret, Juliana Maria; Araújo, Eliene Silva; Bevilacqua, Maria Cecília

    Abstract in Portuguese:

    OBJETIVO: Analisar os motivos da evasão familiar no programa de triagem auditiva neonatal realizado em um hospital público e correlacioná-los com a distribuição demográfica das famílias e as características do programa. MÉTODOS: Participaram 132 famílias, de um total de 739 contatadas, cujos filhos nasceram em uma maternidade no interior do estado de São Paulo de outubro/2003 a dezembro/2005 e que não haviam comparecido para a realização do teste ou reteste da triagem auditiva neonatal. Foi aplicado um questionário de levantamento das causas de evasão, contendo perguntas relacionadas à triagem auditiva, nível de escolaridade e profissão dos pais e também sobre a audição e o desenvolvimento de linguagem da criança. RESULTADOS: Realizou-se a aplicação do questionário com 132 famílias (17,86%); com as demais não foi obtido contato. Deste total, 82 haviam faltado na primeira etapa da triagem auditiva (teste) e 50 não haviam retornado para realização do reteste. Os motivos mais frequentes para justificar a evasão foram o desinteresse e a dificuldade em conciliar o agendamento com a rotina familiar. Não houve associação entre os motivos da evasão e o nível de escolaridade e ocupação dos pais, nem com o profissional que realizou a orientação acerca da triagem auditiva. Não foi referido nenhum caso de alteração auditiva, nem de atraso significativo no desenvolvimento da linguagem. CONCLUSÃO: Os motivos da evasão familiar independem de variáveis voltadas à família e à dinâmica do programa de triagem auditiva.

    Abstract in English:

    PURPOSE: To analyze the reasons for evasion of the families from the newborn hearing screening program conducted at a public hospital, and to correlate them with the demographic distribution of the families and the characteristics of the program. METHODS: Participants were 132 families, from a total of 739 contacted, whose children had been born in a maternity hospital in the interior of the state of São Paulo, Brazil, from October/2003 to December/2005, and who had not showed up for the newborn hearing screening test or retest. A questionnaire regarding the causes for evasion was applied, asking information related to the newborn hearing screening, level of education and occupation of parents, and the child's hearing and language development. RESULTS: The questionnaire was applied to 132 families (17.86%); contact was not possible with the other families. From this total, 82 had not shown up in the first stage of the hearing screening (test), and 50 had not returned for retest. The most frequently provided reasons for the evasion were lack of interest and scheduling conflicts. There was no association between the reasons for the evasion and parent's education level and occupation, nor with the professional who provided orientation regarding the newborn hearing screening. Hearing alteration were not referred, as well as significant language development delay. CONCLUSION: The reasons for family evasion are independent from variables related to the family and the dynamics of the hearing screening program.
  • Children with phenylketonuria: basic audiological evaluation and suppression of otoacoustic emissions Artigos Originais

    Ribeiro, Patrícia Souza; Torres, Tatiana Lopes; Starling, Ana Lúcia Pimenta; Iório, Maria Cecília Martinelli; Mancini, Patrícia Cotta

    Abstract in Portuguese:

    OBJETIVO: Avaliar a via auditiva de crianças com fenilcetonúria tratadas precocemente, por meio de audiometria, imitanciometria e supressão das emissões otoacústicas transientes. MÉTODOS:Estudo prospectivo transversal comparativo com amostra composta por 28 crianças, sendo 12 com fenilcetonúria e 16 sem a doença. Foi realizada a pesquisa dos limiares de audibilidade por via aérea e óssea, logoaudiometria, imitanciometria e supressão das emissões otoacústicas transientes. RESULTADOS: A audiometria e a logoaudiometria estiveram normais em todos os participantes. Foram encontrados piores resultados para o índice de reconhecimento de fala (IRF) no grupo com fenilcetonúria. A imitanciometria revelou curva normal para todas as crianças, mas a pesquisa dos reflexos estapedianos demonstrou que as crianças do grupo com fenilcetonúria apresentaram aumento nos seus limiares nas frequências de 2 e 4 kHz. A supressão das emissões otoacústicas transientes não revelou diferença na comparação entre os grupos. CONCLUSÃO: A avaliação audiológica básica não identifica alterações na audição das crianças com fenilcetonúria, mas há pior discriminação ao IRF e aumento nos limiares de reflexos estapedianos nessas crianças, podendo indicar distúrbios do processamento auditivo. O estudo da supressão das otoemissões demonstra integridade do sistema eferente olivococlear medial nas crianças com fenilcetonúria.

    Abstract in English:

    PURPOSE: To evaluate the auditory pathways of children with early-treated phenylketonuria through audiometry, immitance tests, and suppression of transient otoacoustic emissions. METHODS: Prospective cross-sectional study with sample composed by 28 children: 12 with phenylketonuria and 16 without the disease. Participants underwent auditory evaluations composed of air- and bone-conduction pure-tone audiometry, speech audiometry, immittance tests and suppression of transient otoacoustic emissions. RESULTS: All participants presented normal results in pure-tone and speech audiometry; however, speech discrimination scores were lower on the phenylketonuria group. Immitance tests revealed normal tympanograms for all children, but stapedial reflex thresholds demonstrated higher thresholds in 2 and 4 kHz for children with phenylketonuria. The suppresion of transient otoacoustic emissions did not show difference in the comparison between groups. CONCLUSION: The basic audiologic assessment do not identify hearing disorders in children with phenylketonuria; however, speech discrimination scores were lower and stapedial reflexes were higher in these children, which may indicate auditory processing disorders. The study of the suppression of transient otoacoustic emissions demonstrated integrity of the olivocochlear efferent system in children with phenylketonuria.
  • Acoustical comfort in the perception of literate school children Artigos Originais

    Santos, Juliana Feitosa dos; Seligman, Lilian; Tochetto, Tania Maria

    Abstract in Portuguese:

    OBJETIVO: Verificar o conforto acústico de alunos alfabetizados. MÉTODOS: Participaram da pesquisa 82 crianças, de 8 a 10 anos, alunos do terceiro e do quarto ano do Ensino Fundamental, de quatro escolas municipais de Santa Maria. Dividiu-se a amostra em dois grupos - expostos e não expostos a níveis maiores que 80 dB(A). Para a seleção da amostra realizou-se inspeção visual do meato acústico externo, audiometria tonal e vocal e timpanometria. Para a pesquisa do conforto acústico foi aplicado um questionário baseado no modelo de escala somatória Likert, com a finalidade de avaliar as atitudes em relação ao conforto acústico. Foram executadas mensurações acústicas nas salas de aula, por meio de dosímetro. Os resultados foram analisados estatisticamente. RESULTADOS: O nível sonoro médio obtido por sala de aula variou de 51,9 dB(A) à 114 dB(A). Do total de 82 crianças, 20,7% estavam expostas a níveis mais elevados que 80 dB(A). O desconforto relatado pelas crianças apresentou um percentual de 46,3% dentre o grupo total. O maior percentual de desconforto (51,23%) foi verificado para a afirmativa que investiga se o barulho atrapalha a leitura e a escrita. Em relação à inteligibilidade de fala, prevaleceu a atitude de conforto. Quanto à dificuldade na leitura e escrita, foi verificado o maior percentual de desconforto indicado entre os respondentes. CONCLUSÃO: A sensação de desconforto predominou em ambos os grupos estudados.

    Abstract in English:

    PURPOSE: To verify the acoustic comfort of literate Primary School children. METHODS: Participants were 82 children ranging from 8 to 10 years of age, in their third and fourth year of four public Primary Schools in the city of Santa Maria (RS), Brazil. The sample was divided into two groups - exposed and not exposed to sound levels over 80 dB(A). Visual inspection of the external auditory canal, tonal audiometry thresholds, speech recognition tests and acoustic immittance measures were used to select the sample. A Likert scale model questionnaire was applied in order to research the level of acoustic comfort. We also performed acoustic measurements in the classrooms using a dosimeter. Statistical analysis were conducted. RESULTS: The mean acoustic level in each classroom varied from 51.9 dB(A) to 114 dB(A). From the total sample of 82 children, 20.7% were exposed to sound levels greater than 80 dB(A). Discomfort was referred by 46.3% of the total sample, hitting its highest level (51.3%) on the question of whether or not noise disturbs reading and writing processes. The attitude of comfort was predominant regarding speech intelligibility. As for reading and writing difficulties, discomfort was mostly indicated among subjects. CONCLUSION: The feeling of discomfort was predominant in both groups.
  • Differences on interhemispherical auditory integration between female and male: preliminary study Artigos Originais

    Silva, Tatiana Rocha; Dias, Fernanda Abalen Martins

    Abstract in Portuguese:

    OBJETIVO: Avaliar a habilidade de integrar informações auditivas inter-hemisféricas em indivíduos do gênero feminino e do gênero masculino. MÉTODOS:Participaram da pesquisa 30 indivíduos, 15 do gênero feminino e 15 do gênero masculino, na faixa etária de 18 a 25 anos, todos sem queixa auditiva e com audição dentro dos padrões de normalidade. A coleta de dados foi realizada por meio dos testes dicótico não verbal e dicótico de dígitos e pela pesquisa do efeito supressor das emissões otoacústicas transientes. RESULTADOS: No teste dicótico não verbal, na etapa de atenção, houve diferença entre os gêneros estudados no número de acertos da orelha direita. No teste dicótico de dígitos, na etapa de integração binaural, houve diferença entre os gêneros na porcentagem de acertos da orelha direita. Na etapa de atenção direcionada, houve tendência à diferença na porcentagem de acertos da orelha esquerda entre os gêneros estudados. No gênero feminino houve tendência à diferença entre as orelhas direita e esquerda no teste dicótico não verbal, na etapa de atenção livre, e houve diferença entre as orelhas na etapa de atenção seletiva. No teste dicótico de dígitos, na etapa de integração binaural, houve tendência à diferença entre as orelhas. CONCLUSÃO: Observou-se diferenças entre os gêneros feminino e masculino em algumas habilidades e, em outras, houve similaridade de respostas.

    Abstract in English:

    PURPOSE: To evaluate the interhemispherical auditory integration ability between female and male individuals. METHODS: Participants were 30 individuals - 15 female and 15 male - aged between 18 and 25 years, without hearing complaints and with hearing within normal limits. Data collection was carried out using the non-verbal dichotic test, the dichotic digits test, and suppressive transient otoacoustic emissions. RESULTS: In the non-verbal dichotic test, in the stage of right attention, there was difference between genders regarding the number of correct responses in the right ear. In the dichotic digits test, in binaural integration, there was difference between genders regarding the percentage of correct responses in the right ear. In the stage of directed attention, there was a tendency towards difference between genders on the percentage of correct responses in the left ear. Among female subjects, there was a tendency towards difference between right and left ears in the non-verbal dichotic test, free attention stage, and there was difference between ears in selective attention. In the dichotic digits test, in binaural integration, there was a tendency towards difference between ears. CONCLUSION: Differences were observed between male and female individuals in some abilities, while in others there was similarity of responses.
  • Temporal processing, localization and auditory closure in individuals with unilateral hearing loss Artigos Originais

    Nishihata, Regiane; Vieira, Márcia Ribeiro; Pereira, Liliane Desgualdo; Chiari, Brasília Maria

    Abstract in Portuguese:

    OBJETIVO: Avaliar os comportamentos de resolução e ordenação temporal, localização sonora e fechamento auditivo e investigar queixas de dificuldades escolares, de comunicação e linguagem em indivíduos portadores de perda auditiva unilateral. MÉTODOS: Participaram 26 indivíduos com idades entre 8 e 15 anos, divididos em dois grupos: Grupo com perda auditiva unilateral; e Grupo sem perda auditiva. Cada um deles foi constituído por 13 indivíduos que foram pareados conforme gênero, idade e escolaridade. Todos foram submetidos à anamnese, avaliação auditiva periférica e aos testes comportamentais de localização, memória sequencial, teste Random Gap Detection e ao teste de fala com ruído branco da avaliação do processamento auditivo. Foram utilizados testes estatísticos não paramétricos para comparar as repostas entre os grupos, considerando presença ou não da perda auditiva e o lado da orelha com perda. RESULTADOS: O início da perda ocorreu na fase pré-escolar, com etiologias desconhecidas ou identificadas como meningite, traumas ou caxumba. A maior parte dos indivíduos relatou atraso no desenvolvimento de fala, linguagem e escolar, principalmente aqueles com perda à direita. O grupo com perda auditiva apresentou piores respostas nas habilidades de ordenação e resolução temporal, localização sonora e fechamento auditivo. Indivíduos com perda à esquerda mostraram resultados piores do que aqueles com perda à direita em todas as habilidades, exceto na localização sonora. CONCLUSÃO: Na presença da perda auditiva unilateral ocorrem dificuldades de localização, fechamento, resolução e ordenação temporal. Indivíduos com perda auditiva unilateral à direita apresentam mais queixas do que aqueles com perda à esquerda. Indivíduos com perda à esquerda mostram mais dificuldade de fechamento, resolução e ordenação temporal.

    Abstract in English:

    PURPOSE: To assess the behaviors of temporal resolution and temporal ordering, sound localization, and auditory closure, and to investigate possible associations with complaints of learning, communication and language difficulties in individuals with unilateral hearing loss. METHODS: Participants were 26 individuals with ages between 8 and 15 years, divided into two groups: Unilateral hearing loss group; and Normal hearing group. Each group was composed of 13 individuals, matched by gender, age and educational level. All subjects were submitted to anamnesis, peripheral hearing evaluation, and auditory processing evaluation through behavioral tests of sound localization, sequential memory, Random Detection Gap test, and speech-in-noise test. Nonparametric statistical tests were used to compare the groups, considering the presence or absence of hearing loss and the ear with hearing loss. RESULTS: Unilateral hearing loss started during preschool, and had unknown or identified etiologies, such as meningitis, traumas or mumps. Most individuals reported delays in speech, language and learning developments, especially those with hearing loss in the right ear. The group with hearing loss had worse responses in the abilities of temporal ordering and resolution, sound localization and auditory closure. Individuals with hearing loss in the left ear showed worse results than those with hearing loss in the right ear in all abilities, except in sound localization. CONCLUSION: The presence of unilateral hearing loss causes sound localization, auditory closure, temporal ordering and temporal resolution difficulties. Individuals with unilateral hearing loss in the right ear have more complaints than those with unilateral hearing loss in the left ear. Individuals with hearing loss in the left ear have more difficulties in auditory closure, temporal resolution, and temporal ordering.
  • Linguistic profile of children with language impairment Artigos Originais

    Befi-Lopes, Debora Maria; Cáceres, Ana Manhani; Esteves, Lucila

    Abstract in Portuguese:

    OBJETIVO: Caracterizar o perfil linguístico de crianças com alteração específica de linguagem (AEL) utilizando a versão brasileira do Test of Early Language Development - 3rd edition (TELD-3); comparar as idades cronológica e linguística, e classificar a severidade do quadro. MÉTODOS: O teste foi aplicado individualmente a 46 crianças com idades entre 2 anos e 10 meses e 7 anos e 11 meses, diagnosticadas com AEL, que estavam em atendimento fonoaudiológico semanal. A partir dos dados obtidos, foi realizada a comparação entre a média da idade cronológica e a média da idade linguística equivalente. O tipo de comprometimento foi classificado em misto ou puramente expressivo e o grau de severidade foi estabelecido. RESULTADOS: O comprometimento misto foi o mais frequente nas crianças com AEL, porém a classificação da severidade indicou que a categoria leve foi a mais frequente, tanto na recepção quanto na expressão. A idade linguística esteve abaixo da idade cronológica na maioria dos sujeitos, em ambos os subtestes. A linguagem expressiva foi a mais prejudicada, visto que os sujeitos apresentaram menor média de idade linguística equivalente, além de ter havido maior concentração de sujeitos classificados com alteração abaixo da média e com gravidade mais acentuada. CONCLUSÃO: Nesta população predominam os quadros mistos, com maior prejuízo da expressão e cuja severidade é considerada leve. Além disso, o TELD-3 mostrou ser um instrumento útil no processo diagnóstico destas alterações de linguagem.

    Abstract in English:

    PURPOSE: To characterize the linguistic profile of children with language impairment using the Brazilian version of Test of Early Language Development - 3rd edition (TELD-3), to compare chronological and linguistic ages, and to classify the severity of the case. METHODS: The test was administered individually to 46 children diagnosed with language impairment aged between 2 years and 10 months and 7 years and 11 months, who were enrolled in weekly speech-language therapy. From the data obtained, we compared the mean chronological age and the mean equivalent linguistic age. The type of impairment was classified as mixed or purely expressive, and the severity degree was established. RESULTS: The mixed impairment was the most frequent in children with language impairment, however the classification of severity indicated that the mild category was the most frequent both in reception and expression. Linguistic age was below chronological age in most subjects, in both subtests. The expressive language was more impaired, as verified by the lower mean equivalent linguistic age, and higher concentration of subjects with impairments classified as below average and more pronounced severity. CONCLUSION: Mixed impairments were predominant in this population, with greater impairment in language expression and mild severity. Moreover, the TELD-3 proved to be a useful instrument in the diagnostic process of these language impairments.
  • Questionnaire about communicative difficulties perceived by parents of children of the autism spectrum Artigos Originais

    Balestro, Juliana Izidro; Fernandes, Fernanda Dreux Miranda

    Abstract in Portuguese:

    OBJETIVO: Elaborar um questionário para o levantamento de dificuldades comunicativas percebidas por pais e/ou cuidadores de crianças do espectro do autismo em relação a seus filhos. MÉTODOS: Os aspectos específicos abordados no questionário foram identificados a partir da literatura e da experiência clínica das autoras em dois serviços especializados. As questões foram organizadas segundo diferentes domínios e as respostas registradas numa escala tipo Likert. Foi realizado um estudo piloto com 40 pais, 20 pais de crianças do espectro do autismo e 20 pais de crianças sem queixas de linguagem, como forma de verificar a aplicabilidade do questionário construído e sua utilidade na identificação de dificuldades específicas da população alvo. Foi calculado o nível de concordância das questões e os resultados dos grupos foram comparados entre si (teste t Student). RESULTADOS: O questionário foi desenvolvido de maneira a abranger aspectos fundamentais para o relacionamento interpessoal, tanto no âmbito comunicativo quanto social. Foi dividido em 24 questões fechadas que abrangem quatro domínios; e uma questão aberta, com espaço para que os pais relatassem algo relevante e que não tenha sido perguntado. O estudo possibilitou testar a compreensão do instrumento e a análise estatística indicou que 19 questões apresentaram diferença. CONCLUSÃO: O questionário elaborado identificou diferenças na percepção e atitude de pais de crianças do espectro do autismo e de crianças sem queixa de linguagem, em relação às dificuldades de comunicação com seus filhos. Dessa forma, mostrou-se útil para o levantamento dessas dificuldades em um grupo maior de indivíduos.

    Abstract in English:

    PURPOSE: To develop a questionnaire to the assessment of communicative difficulties perceived by parents and/or caregivers of children on the autism spectrum in relation to their children. METHODS: The specific aspects addressed by the questionnaire derived from the literature and from the author's clinical experience in specialized services. The questions were organized according to different domains and responses registered on a Likert-type scale. It was performed a pilot study with 40 parents, 20 parents of individuals with Autism Spectrum Disorder and 20 parents of children without complaints of language as a way to verify the applicability of the questionnaire construction and their usefulness in identifying the specific difficulties of the target population. Was calculated the level of agreement of the issues and the results of the groups were compared (Student T Test). RESULTS: The questionnaire was developed in order to cover the fundamental aspects of interpersonal relationships, both within the communicative and social domains. It was divided into 24 multiple choice questions covering four areas and an open question, with space to parents report something they consider important and that has not been asked. The study allowed testing the understanding of the instrument and the statistical analysis indicated that 19 questions showed difference. CONCLUSION: The questionnaire identified differences in perception and attitude of parents of children with autism spectrum disorders and children without complaints of language in relation to communication difficulties with their children. Thus, it was proved useful to assess these difficulties in a larger group of individuals.
  • Alterations of phonological processes and severity index between students with dyslexia and students with good academic performance Artigos Originais

    Cardoso, Monique Herrera; Romero, Ana Carla Leite; Capellini, Simone Aparecida

    Abstract in Portuguese:

    OBJETIVO: Comparar a ocorrência de processos fonológicos alterados e utilizar o índice de gravidade do transtorno fonológico para comparar uma amostra de fala e de escrita de escolares disléxicos e de alunos com bom desempenho acadêmico. MÉTODOS: Participaram 34 escolares, distribuídos entre o segundo e o quinto ano escolar, de ambos os gêneros, na faixa etária de 8 anos a 11 anos e 11 meses de idade, divididos em: G1 (17 escolares com diagnóstico interdisciplinar de dislexia) e G2 (17 escolares com bom desempenho acadêmico). Foram aplicadas tarefas de Imitação e de Nomeação (ABFW), compostas, respectivamente, por 39 vocábulos e 34 figuras. Foi solicitada também, a elaboração de uma redação temática, a partir de uma sequência lógica de figuras. RESULTADOS: Os escolares disléxicos deste estudo apresentaram desempenho inferior, quando comparados aos escolares com bom desempenho acadêmico, em relação à fala, no processo fonológico de simplificação de encontro consonantal (prova de imitação) e em relação à análise de produção da escrita nos critérios: traçado da letra cursiva sem alteração, disgrafia funcional, hiposegmentação, e ortografia correta. Entretanto, a gravidade do transtorno fonológico da amostra da fala e da escrita, foi leve em ambos os grupos. CONCLUSÃO: Os escolares com dislexia apresentaram alterações nos processos fonológicos e na escrita, com rendimento inferior aos escolares com bom desempenho acadêmico. Quanto ao índice de gravidade PCC-R das amostras da fala e da escrita, tanto os disléxicos como os escolares com bom desempenho acadêmico, apresentaram classificação de grau leve.

    Abstract in English:

    PURPOSE: To compare the occurrence of altered phonological processes and to use the severity index of phonological disorder to compare speech and writing samples from dyslexic students and students with good academic performance. METHODS: Participants were 34 students of both genders from second to fifth grade, with ages between 8 years and 11 years and 11 months, divided into: G1 (17 students with interdisciplinary diagnosis of dyslexia) and G2 (17 students with good academic performance). Naming and imitation tasks (ABFW) comprising, respectively, 34 pictures and 39 words were used. Elaboration of a thematic writing was also requested, based on a logic sequence of pictures. RESULTS: Dyslexic children in this study presented lower performance than the students with good academic performance regarding, in speech, the phonological process of consonant cluster simplification (imitation task), and, in the analysis of the writing production, the criteria: unaltered cursive trace, functional dysgraphia, hyposegmentation, and correct spelling. However, the severity of phonological disorders of speech and written samples was mild in both groups. CONCLUSION: Students with dyslexia presented alterations in phonological processes and in writing, with lower performance when compared to the students with good academic performance. As for the severity index PCC-R for speech and written samples, both dyslexic students and those with good academic performance were classified as mild.
  • Relationship between words elicited in the Children Phonological Assessment and the variables age, gender and severity level of the phonological disorders Artigos Originais

    Savoldi, Angélica; Gubiani, Marileda Barichello; Brancalioni, Ana Rita; Keske-Soares, Márcia

    Abstract in Portuguese:

    OBJETIVO: Verificar a relação entre as palavras pertencentes e não pertencentes à Avaliação Fonológica da Criança (AFC) e as variáveis idade, gênero e gravidade do desvio fonológico (DF), e analisar as palavras produzidas e as palavras substituídas com maior frequência na AFC. MÉTODOS: Fizeram parte do estudo 45 crianças com DF, de ambos os gêneros, com idades entre 4 anos e 7 anos e 11 meses. O corpus de fala foi composto por 6463 palavras, que foram divididas em palavras pertencentes ou não à AFC. A amostra foi dividida quanto à faixa etária, à gravidade do desvio fonológico e ao gênero. Os dados foram analisados estatisticamente. RESULTADOS: Houve maior produção de palavras não pertencentes à AFC e relação significativa entre a palavra pertencer ou não ao AFC quanto à faixa etária, gênero e gravidade do DF. As palavras-alvo enunciadas com maior frequência foram equivalentes a nomes de objetos do dia a dia da criança, ao contrário das substituições, que foram mais frequentes quando a palavra-alvo correspondia a objetos não conhecidos visualmente pelas crianças. CONCLUSÃO: A produção de palavras pertencentes à AFC é influenciada pela idade, gênero e gravidade do DF. É fundamental que nas palavras selecionadas para uma avaliação fonológica sejam consideradas tais variáveis, bem como, aspectos regionais, classe gramatical de substantivo, e o repertório da criança.

    Abstract in English:

    PURPOSE: To verify the relationship between words belonging and not belonging to the Children Phonological Assessment (CPA) and the variables age, gender, and severity level of phonological disorders (PD), and to analyze the most frequently produced and substituted words in the CPA. METHODS: Participants were 45 children with PD of both genders, aged between 4 years and 7 years and 11 months. The speech corpus was composed of 6463 words, divided into belonging and not belonging in the CPA. The sample was divided according to age, gender and severity level of the PD. Data were statistically analyzed. RESULTS: There was greater production of words not belonging in the CPA, and significant relationship between belonging or not belonging in the CPA according to age, gender, and severity level of PD. The target-words produced more frequently were those referring to names of objects belonging to the daily routine of children, unlike substitutions, which were more frequent when the target-word corresponded to objects visually unknown to the children. CONCLUSION: The production of the words belonging in the CPA is influenced by age, gender and severity level of phonological disorders. It is essential that the words selected for a phonological assessment consider these variables, as well as regional aspects, grammatical class of noun, and the child's repertory.
  • Causal factors and application of complementary tests in speech sound disorders Artigos Originais

    Wertzner, Haydée Fiszbein; Francisco, Danira Tavares; Pagan-Neves, Luciana de Oliveira

    Abstract in Portuguese:

    OBJETIVO: Verificar se o índice de gravidade, que mede a porcentagem de consoantes corretas, distingue as crianças com transtorno fonológico em relação às medidas de estimulabilidade e inconsistência de fala, bem como à presença dos históricos familial e de otite média. MÉTODOS: Participaram da pesquisa 15 sujeitos com idades entre 5 e 7 anos e 11meses, com diagnóstico de transtorno fonológico. O índice Porcentagem de Consoantes Corretas - Revisado (PCC-R) foi calculado para as provas de imitação de palavras e de nomeação de figuras, separadamente. A partir destas provas também foi computada a necessidade de aplicação da prova de estimulabilidade, de acordo com os critérios propostos em pesquisas anteriores. A prova de inconsistência de fala permitiu classificar os sujeitos como consistentes ou inconsistentes. Os dados foram submetidos à análise estatística. RESULTADOS: Na comparação entre os valores do PCC-R medido na prova de nomeação e de imitação foi observada diferença em relação à necessidade da aplicação da estimulabilidade. Em relação à prova de inconsistência de fala, não houve evidência desta relação. Não foi verificada diferença no PCC-R considerando-se a presença dos históricos de otite média e familial. CONCLUSÃO: O estudo indica que as crianças que precisaram da aplicação da prova de estimulabilidade apresentaram valores mais baixos de PCC-R. Entretanto, em relação à prova de inconsistência de fala e aos históricos de otite ou familial, o PCC-R não determinou diferenças entre as crianças.

    Abstract in English:

    PURPOSE: To determine whether the severity index that measures the percentage of consonants correct distinguishes children with speech sound disorders (SSD) according to measures of stimulability and speech inconsistency, as well as to the presence of heritability (familial history) and history of early recurrent otitis media. METHODS: Participants were 15 subjects aged between 5 and 7 years and 11 months, diagnosed as phonologically disordered. The PCC-R index was calculated for both words imitation and picture naming tasks, separately. The need to apply stimulability test was considered according to the criteria proposed in previous research for Brazilian Portuguese-speaking children. Speech inconsistency allowed the classification of subjects as either consistent or inconsistent. Data were statistically analyzed. RESULTS: Comparison between PCC-R calculated for picture naming and words imitation tasks demonstrated difference only for the need for the application of the stimulability test. Such difference was not observed in the speech inconsistency test. No difference was found at PCC-R values considering both familial and otitis media histories. CONCLUSION: The present research indicates that children who were submitted to the stimulability test presented lower values of PCC-R. However, PCC-R values were not determinant for differences among children, regarding the speech inconsistency test and familial and otitis media histories.
  • Acoustic parameters of the voicing contrast of plosives in typical phonological development and phonological disorder Artigos Originais

    Melo, Roberta Michelon; Mota, Helena Bolli; Mezzomo, Carolina Lisbôa; Brasil, Brunah de Castro; Lovatto, Liane; Arzeno, Leonardo

    Abstract in Portuguese:

    OBJETIVO: Investigar se as crianças com desvio fonológico apresentam características acústicas distintas de sons plosivos surdos e sonoros das crianças com desenvolvimento fonológico típico. MÉTODOS:Participaram do estudo 11 crianças com desenvolvimento fonológico típico e cinco com desvio fonológico e dificuldade na aquisição do traço [+voz] das consoantes plosivas. Por meio de palavras (['papa], ['baba], ['tata], ['dada], ['kaka] e ['gaga]) inseridas em frases-veículo, mediu-se o voice onset time, a duração da vogal, a amplitude do burst e a duração da oclusão de cada plosivo. Foram comparados todos os registros acústicos de plosivos surdos e sonoros intra e intergrupo, por meio de testes estatísticos. RESULTADOS: As crianças com desenvolvimento fonológico típico apresentaram resultados significativos, principalmente, na diferenciação dos parâmetros de voice onset time, duração da vogal e oclusão de plosivos surdos e sonoros, diferentemente do observado para as crianças com desvio fonológico. A comparação entre os dois grupos mostrou diferenças quanto à produção de voice onset time e duração da oclusão dos plosivos sonoros. Com relação aos demais parâmetros analisados, os valores foram aproximados entre os grupos, sem diferença estatística. CONCLUSÃO: A marcação do contraste de sonoridade do grupo desviante mostra-se distinta em relação ao grupo de crianças com desenvolvimento fonológico típico, principalmente no que se refere ao voice onset time e à duração da oclusão dos segmentos sonoros.

    Abstract in English:

    PURPOSE: To investigate if children with phonological disorder present different acoustic characteristics of voiceless and voiced plosives from children with typical phonological development. METHODS: Participants were 11 children with typical phonological development and five children with phonological disorder and difficulty to establish the distinctive feature [+voice] of plosives. Through words (['papa], ['baba], ['tata], ['dada], ['kaka] and ['gaga]) inserted into carrier phrases, we measured voice onset time, vowel length, burst amplitude, and occlusion length of each plosive. The acoustic parameters of voiceless and voiced plosives were compared between and within groups through statistical analysis. RESULTS: The subjects within typical phonological development presented significant results mainly in distinguishing the parameters voice onset time, vowel length, and occlusion of voiceless and voiced stops, which was different from what was observed for children with phonological disorder. The comparison between groups showed differences related to the production of voice onset time and the occlusion length of voiced plosives. Regarding the other analyzed parameters, the values were similar between groups, with no statistical differences. CONCLUSION: The marking of the voicing contrast of the group with phonological disorder is different from the group with typical phonological development, especially regarding the voice onset time and the occlusion length of the voiced segments.
  • Vibrant coda acquisition: the establishment of acoustic‑phonetic cues Artigos Originais

    Berti, Larissa Cristina; Campos, Larriane Karen de

    Abstract in Portuguese:

    OBJETIVO: Caracterizar acusticamente as produções da coda vibrante julgadas auditivamente como alvo; identificar a existência ou não de contrastes encobertos, nas produções julgadas auditivamente como tendo omissão da coda vibrante; e, quando existentes, caracterizar de que modo são marcados acusticamente na fala. MÉTODOS: Foram extraídas de um banco de dados, com o uso do software PRAAT, palavras produzidas por 30 crianças (3-4 anos) em desenvolvimento normal, que continham a coda vibrante medial na sílaba tônica, no contexto das vogais /i/, /a/ e /u/. Após a caracterização perceptivo-auditiva das produções, realizou-se uma análise acústica a partir das trajetórias formânticas (F1, F2 e F3) e duração relativa da sílaba que envolvia a coda vibrante. Os dados foram estatisticamente analisados. RESULTADOS: Na análise perceptivo-auditiva, 77,8% de produções foram julgadas como alvo, 12,2% como omitidas, e 10% como substituídas, variando em função do contexto vocálico. Na análise acústica das produções alvo, verificou-se que as crianças utilizam preferencialmente os parâmetros relativos à trajetória formântica de F2 e F3 para marcarem a aquisição dessa estrutura. Analogamente, na análise acústica das produções julgadas como omitidas, contatou-se a presença de contrastes encobertos, marcados pela intercepção dos parâmetros adotados. CONCLUSÃO: A análise acústica mostra‑se um recurso necessário e imprescindível para a descrição e caracterização do modo pelo qual as crianças iniciam o domínio das pistas fonético-acústicas até atingirem o contraste efetivo da coda vibrante.

    Abstract in English:

    PURPOSE: To acoustically characterize the target productions of vibrant coda; to identify the presence (or not) of covert contrasts in productions omitting the vibrant coda; and to characterize how these contrasts are acoustically marked in speech. METHODS: Recordings of words produced by 30 children (3-4 years old) with typical language development were selected from a database using the software PRAAT. The words analyzed involved the production of the medial vibrant coda in stressed position, in the context of vowels /i/, /a/, and /u/. After auditory-perceptual characterization of the productions, an acoustic analysis was conducted considering the formant trajectory (F1, F2 and F3) and the relative length of the syllable containing the vibrant coda. Data were statistically analyzed. RESULTS: In the auditory-perceptual analysis, 77.8% of the productions were identified as the target vibrant coda, 12.2% were omitted, and 10% were substituted, varying according to the vowel context. In the acoustic analysis of target productions, it was verified that children preferably used acoustic parameters related to the formant trajectory of F2 and F3 to mark the acquisition of this structure. Analogously, in the acoustic analysis of omitted productions, it was identified the presence of covert contrasts, marked by the interception of the adopted acoustic parameters. CONCLUSION: Acoustic analysis seems to be a necessary and indispensable resource for describing and characterizing how children start mastering acoustic-phonetic cues, until they reach the effective contrast of the vibrant coda.
  • Analysis of reporters' vocal changes in the presence of noise Artigos Originais

    Caldeira, Cristina Ribeiro Paiva; Vieira, Vanessa Pedrosa; Behlau, Mara

    Abstract in Portuguese:

    OBJETIVO: Verificar e comparar a ocorrência das modificações vocais de repórteres e não-repórteres na presença de ruído mascarante. MÉTODOS:Participaram 46 sujeitos, sendo 23 repórteres e 23 não-repórteres (grupo controle), todos com audição normal. Os participantes deveriam ler um trecho de uma matéria de telejornal em três situações de escuta: sem ruído mascarante, com ruído de 50 dB, e com ruído de 90 dB. As narrações foram gravadas e submetidas à avaliação perceptivo-auditiva (realizada por uma fonoaudióloga especialista em voz) e análise acústica (medidas extraídas por meio do Software Voxmetria - CTS Informática). RESULTADOS: Com 50 dB de mascaramento, houve maior aumento nos parâmetros pitch (82,6%), loudness (91,3%) e tensão (82,6%) no grupo controle, quando este foi comparado ao grupo dos repórteres. O mesmo ocorreu com ruído de 90 dB para os parâmetros pitch (95,7%), loudness (100%) e tensão (91,3%). CONCLUSÃO: As consequências negativas do efeito Lombard ocorrem em ambos os grupos, porém, pelas respostas apresentadas, os repórteres demonstram conseguir inibir parcialmente o impacto negativo das situações de ruído, por provável estabilidade da emissão profissional e ativação de outras vias de monitoramento.

    Abstract in English:

    PURPOSE: To investigate and compare the occurrence of vocal changes in the presence of masking noise between reporters and other professionals. METHODS: Participants were 46 subjects with normal hearing, 23 reporters (study group) and 23 non-reporters (control group). Participants read an excerpt from a TV news broadcast in three listening situations: without masking noise, with 50 dB white noise, and with 90 dB white noise. The narrations were recorded and then submitted to auditory-perceptual and acoustic analyses. The auditory-perceptual analysis was performed by a speech-language pathologist specialized in voice. The acoustic analysis used the software Voxmetria (CTS Informática) to perform the acoustic measurements. RESULTS: In the situation with 50 dB masking noise, individuals in the control group had higher increase of the following parameters, when compared to the group of reporters: pitch (82.6%), loudness (91.3%), and strain (82.6%). The same occurred in the situation with 90 dB masking noise for the same parameters: pitch (95.7%), loudness (100%) and strain (91.3%). CONCLUSION: The negative consequences of the Lombard effect occur in both groups; however, reporters showed the ability to partially inhibit the negative impact of noise situations, probably due to the stability of the professional speech production and activation of other feedback pathways.
  • The role of Speech-Language Pathology in bottle feeding infants discharged from intensive care unit Artigos Originais

    Loures, Ediana Cristina Roquette; Lima, Maria Cecília Marconi Pinheiro; Alves, Marcelo Corrêa; Barros Filho, Antonio de Azevedo

    Abstract in Portuguese:

    OBJETIVO: Analisar retrospectivamente os resultados das orientações fonoaudiológicas sobre aleitamento com mamadeira de lactentes egressos da Unidade de Terapia Intensiva Neonatal. MÉTODOS: Trata-se de um estudo descritivo referente às ações realizadas com lactentes egressos da Unidade de Terapia Intensiva Neonatal que receberam acompanhamento fonoaudiológico. Dos 11 sujeitos participantes, nove eram prematuros, adequados para a idade gestacional, entre 27 e 35 semanas; dois nascidos a termo, um grande e um adequado para a idade gestacional e com diagnóstico de laringomalácia e atresia de jejuno, respectivamente. Foram analisadas as variáveis: modo de aleitamento, recipiente da mamadeira, bico da mamadeira, avaliação e condutas fonoaudiológicas nas duas primeiras consultas dos lactentes. RESULTADOS: Na primeira avaliação todos os lactentes usavam recipientes de mamadeira e bicos selecionados pelas mães. Na segunda avaliação, a maior parte dos utensílios havia sido trocada pelos modelos orientados, mas o posicionamento corporal incorreto e os sinais de desconforto persistiam. As orientações sobre modo de aleitamento foram retomadas. A análise estatística confirmou que a avaliação e as condutas fonoaudiológicas afetaram significativamente na decisão das mães pela troca dos utensílios, com posterior diminuição dos sinais de desconforto pelos lactentes. CONCLUSÃO: O estudo destaca a necessidade da observação minuciosa do fonoaudiólogo no procedimento de aleitamento com mamadeira e do detalhamento das especificidades no cuidado com a alimentação das crianças que saem da Unidade de Terapia Intensiva Neonatal.

    Abstract in English:

    PURPOSE: To retrospectively analyze the results of speech therapy activities that are part of the monitoring of bottle feeding infants discharged from the Neonatal Intensive Care Unit. METHODS: We conducted a descriptive study regarding the actions carried out with bottle feeding infants from a Neonatal Intensive Care Unit who had received speech-language therapy. From the 11 participants, nine were preterm, adequate for gestational age, between 27 and 35 weeks; two were born full-term, one big and one adequate for gestational age, respectively with diagnoses of leucomalacia and jejunal atresia. The following variables were analyzed: mode of feeding, bottle container, bottle nipple, speech-language pathology evaluation and treatment in the first two therapy sessions. RESULTS: In the first assessment, all infants were using bottles containers and nipples randomly selected by their mothers. In the second assessment, most of the utensils followed the recommendation, but the wrong body position and the signs of discomfort persisted. Mothers were oriented a second time regarding feeding mode. Statistical analysis confirmed that speech-language evaluation and treatment significantly affected the decision of mothers to replace utensils, resulting in reduction of signs of discomfort. CONCLUSION: The study highlights the need to carefully monitor the bottle feeding procedure and to detail the specific feeding characteristics of children discharged from the Neonatal Intensive Care Unit.
  • Perception of community health workers regarding risks for hearing and communication disorders Artigos Originais

    Santos, Juliana Nunes; Rodrigues, Ana Luiza Vilar; Gonzaga Silva, Ana Flávia; Matos, Emiliane Ferreira; Jerônimo, Niara de Souza; Teixeira, Letícia Caldas

    Abstract in Portuguese:

    OBJETIVO: Investigar a percepção dos agentes comunitários sobre os aspectos relacionados à saúde fonoaudiológica da população usuária de um programa de saúde da família. MÉTODOS: Trata-se de estudo observacional transversal com aplicação de questionário a 85 agentes comunitários. Foram investigadas 20 situações hipotéticas abordando os temas fonoaudiológicos na rotina de trabalho dos agentes. As variáveis analisadas foram: idade, tempo de atuação, escolaridade, percepção dos riscos à saúde da população nas áreas de voz, motricidade orofacial, linguagem e audiologia. RESULTADOS: A média de idade dos agentes foi de 38 anos (±9,1), e o tempo de médio de atuação no programa 5,0 anos (±2,9). Observou-se que 80 profissionais (94%) possuíam pelo menos o Ensino Médio completo, e todos eram do gênero feminino. Entre as situações hipotéticas investigadas, os agentes demonstraram ter a percepção do risco e atitude de levá-lo para discussão da equipe em 49% das situações envolvendo o risco à saúde auditiva, 53% saúde vocal, 60% e 62% os riscos relacionados à motricidade orofacial e linguagem, respectivamente. Não foi encontrada relação entre o tempo de atuação e a percepção do risco à saúde fonoaudiológica. CONCLUSÃO: Os agentes comunitários mostraram ter percepção de muitas situações de risco à saúde fonoaudiológica dos usuários, especialmente no que se refere à saúde vocal e das estruturas e funções orofaciais. É necessário ao agente comunitário ir além das habilidades e competências conceituais e procedimentais no que se refere à saúde da comunicação humana, pois se almeja um profissional com habilidades atitudinais.

    Abstract in English:

    PURPOSE: To investigate the perception of community health workers about the aspects related to hearing and communication health of users of a family health program. METHODS: Cross-sectional observational study with questionnaire application to 85 community health workers. Twenty hypothetical situations were investigated, addressing issues related to Speech-Language Pathology and Audiology present in their routine. The variables analysed were: age, work experience, education, perception of health risks in the areas of voice, orofacial myology, language and audiology. RESULTS: The mean age of the agents was 38 years (±9.1), and their mean time of experience in the family health program was 5 years (±2.9). It was observed that 80 professionals (94%) had at least complete high school education, and all were female. Among the hypothetical situations investigated, the workers showed to have the perception of risk and attitude to take it to discussion with the team in 49% of the situations involving risks to hearing health, 53% risk to vocal health, 60% and 62% risks related to orofacial myology and language, respectively. There was no relationship between time of experience and the perception of risks. CONCLUSION: The community health workers have perception of many risk situations to hearing and communication health of the population, especially regarding voice and orofacial structures and functions. Community health workers need to go beyond the conceptual and procedural abilities and competencies regarding the health of human communication, because of the idea of professionals with attitudinal skills.
  • Linking teaching and research in the field of public health: the Bulgarian experience Special Article

    Tcholakova, Maya; Georgieva, Dobrinka; Ivanov, Stoyan

    Abstract in Portuguese:

    O texto descreve nossa percepção do vínculo entre ensino e pesquisa na South West University (SWU) em Blagoevgrad, Bulgaria. Essa análise é baseada em uma reflexão sobre o currículo e infraestrutura de pesquisa existentes na Faculdade de Saúde Pública e Esportes (Faculty of Public Health and Sports - FPHS) e em uma revisão da literatura referente aos conceitos e definições atualmente explorados na conexão entre ensino e pesquisa. A pesquisa foi conduzida entre abril e dezembro de 2011, e foi financiada pela universidade. Com base na revisão, foi feita umaa proposta para integração de ensino, pesquisa e prática na FPHS. São descritos os pré-requisitos essenciais para vincular ensino e pesquisa e sua representação clínica em programas de graduação e pós-graduação no nível de Mestrado, com o objetivo de incentivar o pensamento crítico e as habilidades de resolução de problemas clínicos em estudantes e docentes.

    Abstract in English:

    We describe our perception of the link between teaching and research at South West University (SWU) in Blagoevgrad, Bulgaria. This analysis is based on a reflection of the existing curricula and research infrastructure at the Faculty of Public Health and Sports (FPHS) and a literature review of currently explored concepts and definitions connected to linking teaching and research. The research was conducted from April to December 2011 and was financed by the university. On the basis of our review we have proposed a framework for integrating teaching, research, and practice for the FPHS. We describe the key prerequisites for linking research and teaching and its clinical representation in Bachelor and Master's degree programs with the aim of encouraging critical thinking and clinical problem-solving skills in students and teachers.
  • Hands-over-mouth exercise in supracricoid horizontal partial laryngectomy: initial study Relatos de Caso

    Fouquet, Marina Lang; Vieira, Tais Pichirilli Guilherme; Murata, Claudio José Massao; Gonçalves, Antônio José

    Abstract in Portuguese:

    A laringectomia parcial horizontal supracricoidea é indicada para o tratamento do câncer da laringe que não invade a subglote e preserva ao menos uma das aritenoides. Esta cirurgia possibilita a manutenção das funções respiratória e esfinctérica da laringe e permite a fonação com característica predominantemente rugosa. O trabalho fonoaudiológico visa promover a aproximação das estruturas remanescentes para reabilitar a deglutição e fonação do paciente. A técnica de firmeza glótica é um exercício indicado para melhorar a coaptação das pregas vocais, sendo realizado por meio da oclusão quase total da boca com a mão em concha, durante a emissão de fricativo sonoro sustentado. Para compreender como esta técnica atua nas estruturas supraglóticas, foi avaliada a configuração laríngea e a qualidade vocal de pacientes submetidos à laringectomia supracricoide, com voz supraglótica estável, após dois minutos de realização da técnica de firmeza glótica. Foram avaliados seis pacientes, com gravação das amostras de voz em programa computadorizado e nasolaringofibroscopia, antes e após dois minutos de realização da técnica. Para a avaliação perceptivo-auditiva das vozes foi utilizada a escala GRBASI. O tipo de constrição da laringe remanescente, grau de aproximação e amplitude de vibração das estruturas foram avaliados nos exames de nasolaringofibroscopia. Houve aumento da amplitude de vibração das estruturas remanescentes em cinco pacientes, redução da soprosidade em três e da tensão vocal em dois pacientes. Neste estudo inicial com seis indivíduos, observamos que a técnica de firmeza glótica pode ser utilizada como exercício complementar para melhorar a qualidade vocal supraglótica e ampliar a vibração das estruturas remanescentes.

    Abstract in English:

    Supracricoid horizontal partial laryngectomy is a surgical technique used to treat laryngeal tumors restricted to glottic and supraglottic regions, preserving at least one of the arytenoids. This surgery allows for maintenance of the sphincter and respiratory functions, as well as phonation, with rough vocal quality. Rehabilitation aims to promote sphincter contraction of the remaining structures to improve swallowing and phonation. The hands-over-mouth exercise is usually employed to improve glottic closure: one cupped hand gently covers the half-open mouth to almost completely obstruct the airway during sustained emission of a voiced fricative phoneme. To understand the effect of this technique in patients submitted to supracricoid laryngectomy, we evaluated the configuration of the laryngeal remaining structures and vocal quality during supraglottic phonation, after a hands-over-mouth exercising period of two-minutes, by comparing digitizing voice samples and nasolaryngoscopic images of six patients, before and after the task. We used the GRBASI scale to access vocal quality and analyzed the pattern of constriction, the degree of approximation and the vibratory amplitude to evaluate the images. In this pilot, we observed an increase in vibratory amplitude of the remaining structures of five patients and concluded that the hands-over-mouth exercise can be used as a complementary exercise to improve supraglottic voice quality.
  • Applying the technique of sustained maximum phonation time in a female patient with adductor spasmodic dysphonia: case report Relatos de Caso

    Mota, Luiz Alberto Alves; Santos, Catarina Matos Brito; Vasconcelos, Jamile Meira de; Mota, Bruno Calife; Mota, Henrique de Sá Carneiro

    Abstract in Portuguese:

    A Disfonia Espasmódica Adutora é uma desordem neurológica do processamento motor central, caracterizada por contrações involuntárias e inapropriadas da musculatura fonatória, produzindo uma hiperadução das pregas vocais, o que promove uma voz trêmula, entrecortada e tensa-estrangulada. O objetivo deste estudo foi descrever os parâmetros vocais, acústicos e laríngeos pré e pós-tratamento fonoaudiológico realizado por meio da aplicação da Técnica de Emissão em Tempo Máximo de Fonação (TETMF) em paciente com Disfonia Espasmódica de Adução. Esta técnica tem como objetivo promover o aumento da resistência glótica, melhorar a estabilidade fonatória e adequar a coaptação glótica. Participou deste estudo de caso uma paciente de 66 anos de idade, gênero feminino, com Disfonia Espasmódica Adutora. A paciente foi submetida à avaliação otorrinolaringológica e fonoaudiológica pré e pós-aplicação da TETMF. Foi verificada modificação de parâmetros vocais, acústicos e laríngeos, tais como a classificação da disfonia de G3R1B1A0S3I3 para G2R1B1A0S2I2, pitch de grave a adequado, traçado espectrográfico instável para mais estável e expressivo aumento da frequência fundamental média e da intensidade vocal média, além da melhora da eficiência glótica com o fechamento da fenda glótica anteroposterior. A terapia fonoaudiológica com a aplicação da TETMF foi considerada uma adequada opção de tratamento para o caso, tendo em vista os resultados alcançados, com destaque para a qualidade vocal e estabilidade fonatória. Ressalta-se a importância de novos estudos para comprovação da eficácia da técnica no tratamento da Disfonia Espasmódica Adutora.

    Abstract in English:

    Adductor Spasmodic Dysphonia (ASD) is a neurological disorder of central motor processing, characterized by involuntary and inappropriate contractions of the phonatory muscles, producing hyperadduction of the vocal folds, which causes a tremulous, faltering and strained-strangled voice. The aim of this study was to describe the vocal, acoustic and laryngeal parameters measured for a female patient with ADS pre and post speech therapy using the Technique of Sustained Maximum Phonation Time (SMPT). This technique aims to promote increase in glottal resistance, improve phonatory stability, and enhance glottal coaptation. A 66-year-old female patient with ASD took part in this study. She was submitted to otorhinolaryngologic and speech-language assessment before and after the application of the SMPT technique. The results showed modification of vocal, acoustic and laryngeal parameters, such as re-classifying her dysphonia from G3R1B1A0S3I3 to G2R1B1A0S2I2, her pitch from severe to adequate, her spectrographic trace from unstable to more stable, and an expressive increase in mean fundamental frequency and mean vocal intensity, besides improvement of her glottal efficiency, with closure of the anteroposterior glottal opening. Speech therapy using the SMPT technique was considered a suitable treatment option for this case, given the good results obtained, especially the improvements in vocal quality and phonatory stability. The importance of further studies with the aim to provide greater scientific evidence for the effectiveness of the technique when treating ASD is emphasized.
  • Deglutition of pasty and solid food: a critical review of the literature Artigos de Revisão

    Pansarini, Amanda Checchinato; Sassi, Fernanda Chiarion; Mangilli, Laura Davison; Fortunato-Tavares, Talita; Limongi, Suelly Cecília Olivan; Andrade, Claudia Regina Furquim de

    Abstract in Portuguese:

    OBJETIVO: Levantar artigos científicos internacionais sobre a fisiologia da deglutição de alimentos nas consistências néctar, mel, pudim, pastosa heterogênea, semissólida e sólida, nas fases oral e faríngea. MÉTODOS: Trata-se de estudo de revisão qualitativa da literatura. Para a seleção dos artigos, foi utilizada a base de dados PubMed com emprego dos descritores "Swallowing and consistency", "Swallowing and solid" e "Swallowing and pasty", limitando-se a pesquisas publicadas no idioma inglês, entre os anos de 2005 e 2010, realizadas com seres humanos maiores de 18 anos. A metodologia empregada envolveu formulação da pergunta, localização e seleção dos estudos, e avaliação crítica dos artigos, conforme os preceitos do Cochrane Handbook. RESULTADOS: Foram identificados 211 estudos, dos quais 18 foram analisados, pois permitiam acesso ao texto completo e eram diretamente relacionados ao tema. CONCLUSÃO: Os estudos apresentam metodologia pouco uniforme, não havendo padronização, principalmente quanto aos métodos de avaliação. Em geral, as pesquisas foram realizadas com sujeitos saudáveis ou remeteram a um tipo de patologia, sem utilização de casos-controle. A heterogeneidade dos estudos possibilita que diferentes grupos de patologias sejam avaliados, porém, a variabilidade metodológica dificulta a definição e generalização dos padrões encontrados. Sendo assim, não é possível evidenciar dados que embasem a prática clínica fonoaudiológica no que diz respeito à fisiologia normal ou alterada da deglutição de diferentes consistências alimentares, tanto para sujeitos normais quanto para os acometidos por alguma desordem.

    Abstract in English:

    PURPOSE: To analyze published international scientific papers on the physiology of deglutition in oral and pharyngeal phases, considering different food consistencies: nectar, honey, pudding, pasty heterogeneous, semi-solid, and solid. METHODS: This is a qualitative literature reviews. The studies considered were selected on PubMed, using the keywords "Swallowing and consistency", "Swallowing and solid", and "Swallowing and pasty", limiting the search to manuscripts published in English in the period between 2005 and 2010, and conducted with human beings over 18 years old. The methodology involved question formulation, location and selection of studies, and critical analyses of the manuscripts, according to the concepts of the Cochrane Handbook. RESULTS: Two hundred and eleven studies were identified, out of which only 18 allowed access to the full text and were directly related to the theme. CONCLUSION: The studies presented very few similarities between the applied methodologies, especially when considering assessment methods. Overall, the studies were conducted with healthy individuals or with a specific pathology, without presenting the comparison with control cases. The heterogeneity of studies allows the investigation of different swallowing disorders. However, methodological variability makes it difficult to define and generalize the identified swallowing patterns. For this reason, it is not possible to identify parameters on which to base the clinical practice of speech-language therapists, especially when considering the normal or altered physiology of swallowing different food consistencies.
  • Rehabilitation of post-stroke communication impairments Artigos de Revisão

    Gindri, Gigiane; Fonseca, Rochele Paz

    Abstract in Portuguese:

    Os processamentos comunicativos discursivo, léxico-semântico, pragmático-inferencial e/ou prosódico podem apresentar-se deficitários após um acidente vascular cerebral. Esses prejuízos demandam métodos e programas de intervenção para uma reabilitação efetiva da comunicação. Neste contexto, o objetivo desta revisão sistemática foi identificar e descrever métodos utilizados para reabilitação neuropsicológica da comunicação de adultos acometidos por lesão cerebrovascular, mais especificamente, abordagens sistematizadas de intervenção para cada um dos processamentos comunicativos. Foram avaliados resumos publicados nos últimos dez anos na base de dados PubMed, utilizando palavras-chave relacionadas aos construtos reabilitação, acidente vascular cerebral (AVC) e comunicação. Para o construto comunicação foram utilizadas, ainda, palavras específicas dos quatro processamentos comunicativos. Inicialmente, foram encontrados 914 abstracts, dos quais, após exclusão dos repetidos, 460 foram analisados. Os critérios de inclusão de abstracts para análise de seus textos completos foram ser estudo empírico, ter a participação de pelo menos um indivíduo adulto pós-AVC, tratar de reabilitação da comunicação, apresentar intervenção para pelo menos um dos quatro processamentos comunicativos, ter avaliação pré e pós-tratamento, estar escrito em inglês, francês ou português, e ter sido publicado nos últimos dez anos. Apenas quatro artigos empíricos cumpriram tais critérios, sendo conduzidos predominantemente com adultos afásicos ou com aprosódia. Assim, tais achados podem ser considerados surpreendentes e alarmantes frente à escassez de estudos sistemáticos de reabilitação de componentes comunicativos. Ressalta-se a necessidade de descrição detalhada de procedimentos de intervenção com objetivos específicos para que estudos possam ser replicados, contribuindo também para a verificação do efeito do tratamento. Sugere-se que propostas de intervenção dos processamentos comunicativos sejam delineadas com bases teóricas e que sejam conduzidos e publicados estudos com este enfoque para verificação de efeito terapêutico.

    Abstract in English:

    Discursive, lexical-semantic, pragmatic-inferential and/or prosodic communication processing may be impaired following a cerebrovascular accident. These deficits require intervention methods and programmes for effective communication rehabilitation. Within this context, the aim of this systematic review was to identify and describe methods used for neuropsychological rehabilitation of the communication of adults after a stroke, more specifically, systematic intervention approaches for each communication processing. Abstracts published in the last ten years were selected in PubMed, using keywords related to rehabilitation, stroke and communication. For the communication topic, we also used specific keywords related to the four communication processing components. Initially, 914 abstracts were found; after exclusion of the repeated studies, 460 were analyzed. Full texts were examined if the abstract evidenced that the study was empirical, included at least one post-stroke patient, focused in communication rehabilitation, presented pre- and post-intervention assessments, and if it was published in English, French or Portuguese within the last ten years. Only four empirical studies accomplished such criteria, being conducted mainly with aphasic or aprosodic patients. These findings might be considered surprising and alarming, since there is a lack of systematic studies about rehabilitation of communication components. It is important to highlight the need to search for a detailed description of intervention procedures with specific goals, allowing studies to be replicated and also contributing for monitoring the effects of treatment. Communicative processing intervention programmes should be developed based on theoretical approaches, and studies with this focus should be conducted and published, in order to verify therapeutic effects.
  • Annual research review: the nature and classification of reading disorders - a commentary on proposals for DSM-5 Refletindo sobre o novo

    Navas, Ana Luiza Gomes Pinto
  • EMG analysis of trapezius and masticatory muscles: experimental protocol and data reproducibility Resenha

    Silva, Hilton Justino da
  • Proposal of differentiated care to parents of children with complaints of language alterations Resumos

    Ribeiro, Márcia Generoso
  • The life of words and their language actions: Narratives of mothers of deaf children Resumos

    Paciornik, Roseli
  • The deaf people inclusion on regular education from deaf students', families', teachers' and interpreters' perspectives Resumos

    Eyng, Daline Backes
Sociedade Brasileira de Fonoaudiologia Al. Jaú, 684 - 7º andar, 01420-001 São Paulo/SP Brasil, Tel.: (55 11) 3873-4211 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: revista@sbfa.org.br