Avaliação neuropsicológica antes e após radioterapia em uma criança com tumor intracraniano: relato de caso

Alessandra Pereira Lopes Alina Lebreiro Teldeschi Flávia Miele Cíntia Mesquita Manuela Corrêa Borges Gabriel Coutinho Paulo Mattos Sobre os autores

INTRODUÇÃO:

Tumores cerebrais são os tumores sólidos mais comuns e o segundo maior grupo de neoplasias diagnosticadas na infância. O tratamento inclui cirurgia, radioterapia e quimioterapia. No entanto, a radioterapia pode causar complicações, como, por exemplo, déficits cognitivos.

DESCRIÇÃO DO CASO:

Descrevemos o caso de uma criança diagnosticada com tumor cerebral e avaliada antes e após tratamento com radioterapia para investigar declínio cognitivo pós-tratamento. Os resultados demonstraram um declínio nos escores de Quociente de Inteligência (QI) e uma reversão da predominância em habilidades verbais e não verbais. Após a radioterapia, o sujeito demonstrou lentidão, déficits acadêmicos e dificuldade para aprender novas informações.

COMENTÁRIO:

Embora a avaliação pós-tratamento tenha mostrado escores compatíveis com a média, a comparação entre as avaliações pré e pós-tratamento evidenciaram o impacto da radioterapia sobre o perfil cognitivo do paciente. Esses resultados salientam a importância de avaliar pacientes tratados com radioterapia antes e após o tratamento e de entender os escores neuropsicológicos associados às queixas dos pacientes.

Radioterapia; neuropsicologia; estudo de caso; meduloblastoma


Associação de Psiquiatria do Rio Grande do Sul Av. Ipiranga, 5311/202, 90610-001 Porto Alegre RS/ Brasil, Tel./Fax: (55 51) 3024 4846 - Porto Alegre - RS - Brazil
E-mail: trends@aprs.org.br