(Atualizado: 10/08/2021)

Sobre o periódico

 

Informações básicas

 

A Revista de Administração Pública (RAP) é publicada desde 1967, sem nenhuma interrupção, pela Escola Brasileira de Administração Pública e de Empresas da Fundação Getulio Vargas (FGV EBAPE). Trata-se da revista acadêmica trilíngue (português, inglês e espanhol) líder em Administração e Políticas Públicas no Brasil. Nos últimos anos vem atraindo relevantes contribuições de pesquisa de outras regiões do mundo, especialmente de países ibero-americanos.

A RAP tem como missão principal publicar estudos de alta qualidade acadêmica na área de Administração e Políticas Públicas, explorando suas interfaces com Teorias Organizacionais, Ciência Política, Economia, Estudos Urbanos ou Relações Internacionais. Seu principal lócus empírico é o contexto brasileiro e, mais amplamente, ibero-americano, mas trabalhos de outros contextos também são bem-vindos. A RAP conta com ampla audiência de leitores acadêmicos e práticos e privilegia artigos que aproximem a teoria da prática.

Buscando sua crescente internacionalização, a RAP conta com uma seleta equipe editorial internacional e nacional, reconhecida por sua relevância na área de Administração e Políticas Públicas.

A periodicidade da revista é bimestral sendo publicadas nos meses de Jan-Fev; Mar-Abr; Mai-Jun; Jul-Ago; Set-Out; Nov-Dez.

 

 

Fontes de indexação

 

Classificações

  • Bibliographie Latinoamericana D'Articles n. 22 - 1987
  • Handbook of Latin American Studies: Social Sciences, v 41- 1979
  • International Bibliography of the Social Sciences - The London School of Economics
  • Índices de Ciências Sociais/ IUPERJ v. 9, 1989
  • Sumários Correntes Brasileiros: Ciências Sociais e Humanas

Indexadores

  • Academic Keys
  • Cabell's
  • Cineca
  • Clase
  • Diadorim
  • Directory of Open Access Journals (DOAJ)
  • Directory of Research Journals Indexing (DRJI)
  • EBAPE/FGV
  • EBSCO Publishing
  • Electronic Journals Library
  • Emerging Sources Citation Index
  • ERIH PLUS
  • Gale - Cengage Learning
  • GoogleScholar
  • HAPI
  • InfoBase Index
  • LatAm-Studies
  • Latindex
  • Lilacs
  • OASISBR
  • Open Academic Journals Index
  • Proquest
  • Qualis/Capes
  • Redalyc
  • Redib
  • Road
  • SciELO Brasil (Scientific Electronic Library Online)
  • Science Library Index
  • Scopus
  • Sherpa/Romeo
  • SPELL
  • Ulrich’s Web
  • WorldWideScience.org
 

 

Propriedade intelectual

 

O processo editorial da RAP, desde a submissão do manuscrito até a sua aprovação para publicação, envolve diversas partes: autor(es), editor, editores associados, corpo editorial, avaliadores e equipe editorial – assim, mostra-se indispensável o cumprimento das normas éticas aplicadas pelo periódico em todas as fases do processo editorial.

Como periódico de abrangência nacional e internacional, sustenta-se nas condutas éticas dispostas nos regulamentos do Committee on Publication Ethics (COPE), da Scientific Electronic Library Online (SciELO) – Critérios, política e procedimentos para a admissão e a permanência de periódicos científicos na Coleção SciELO Brasil – e da Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Administração (ANPAD) – Boas práticas da publicação científica – um manual para autores, revisores, editores e integrantes do corpo editorial, que estabelecem parâmetros de boas práticas editoriais.

Revista de Administração Pública - RAP junta as suas políticas editoriais à Declaração San Francisco (DORA) e ao Código de Ética e Conduta da Fundação Getulio Vargas (FGV).

Cada membro da Estrutura Editorial do periódico, no exercício de suas funções, assume responsabilidades alicerçadas em condutas éticas no que tange às relações de gênero, religião e política, garantindo sua neutralidade ao longo do processo editorial.

AÇÕES APLICADAS PELO PERIÓDICO EM CONSONÂNCIA COM AS NORMAS ÉTICAS

Diretrizes éticas obrigatórias aos autores:
O(s) autor(es) deve(m) seguir as diretrizes éticas e de conduta, sob pena de sanções aplicadas pelo editor e equipe editorial, que se veem no direito de suspender ou revogar os privilégios de publicação em qualquer etapa do processo editorial, bem como solicitar esclarecimentos e/ou edições no artigo.

Diretrizes éticas obrigatórias ao corpo editorial e avaliadores:
O corpo editorial e os avaliadores que atuam na análise dos manuscritos designados para sua apreciação não devem apresentar conflitos de interesses relacionados à pesquisa e/ou aos financiadores da pesquisa, não atuando em caráter pessoal e mantendo a conduta adequada na apresentação de seus argumentos e recomendações ao(s) autor(es). Deve-se aceitar para avaliação somente os manuscritos que se enquadram em sua área de atuação/expertise, visando a garantir a emissão de parecer coerente e relevante.

Diretrizes éticas obrigatórias à equipe editorial (Editor, Editores Associados, Secretaria Editorial):
A equipe editorial deve preservar o anonimato de todos os envolvidos no processo editorial e não apresentar conflito de interesses relacionados à rejeição ou aprovação dos manuscritos ao longo do processo editorial.

  • Copyright

A Revista de Administração Pública tem acesso aberto e livre de taxas para leitura e download dos artigos.
Os conteúdos dos artigos assinados são de responsabilidade exclusiva dos autores. Ao submeter o artigo, o(s) autor(es) garante(m) que ele não contém nenhuma violação de quaisquer direitos autorais ou outro direito de terceiros. A revista segue o padrão Creative Commons (CC BY 4.0), que permite o remixe, adaptação e criação de obras derivadas do original, mesmo para fins comerciais. As novas obras devem conter menção ao(s) autor(es) nos créditos.

  • Plágio

Prezando pela ética editorial dos estudos submetidos e publicados, a RAP utiliza o software de verificação de similaridade de conteúdo/política de plágio (Crossref Similarity Check). Além disso, conta com a colaboração dos pareceristas, que, no momento da avaliação double blind, notificam à equipe editorial qualquer semelhança substancial entre o manuscrito em questão e artigos já publicados ou simultaneamente submetidos a outros periódicos, assim como outras informações consideradas pertinentes.

  • Transparência editorial

Todas as etapas do processo editorial, a estimativa de prazos etc. são informadas no fluxograma, disponível na página do periódico para consulta dos públicos interno e externo (corpo editorial, autores, leitores). Os dados estatísticos anuais também podem ser acessados pelos órgãos de regulação e classificação do periódico e pela comunidade acadêmica como um todo.

  • Originalidade do artigo

Os artigos submetidos devem ser inéditos, nacional e internacionalmente, não estando sob consideração para publicação e/ou publicado em nenhum outro periódico ou veículo de divulgação, excetuando-se trabalhos apresentados em Anais de congressos. Os conteúdos dos artigos assinados são de responsabilidade exclusiva do(s) autor(es). Ao submeter o artigo, o(s) autor(es) garante(m) que ele não contém nenhuma violação de quaisquer direitos autorais ou outro direito de terceiros. É permitido citar parte de artigos sem autorização prévia, desde que seja identificada a fonte.

  • Declaração de Responsabilidade e Direitos Autorais

Antes da publicação oficial do artigo na página da revista e nos indexadores, o periódico se responsabiliza por enviar a versão final do manuscrito para aprovação de publicação pelo(s) autor(es), junto com a Declaração de Responsabilidade e Direitos Autorais nominal (modelo interno institucional), para assinatura e validação.

  • Retratação

Os procedimentos adotados pela RAP para o registro e a publicação de erratas, retratações e manifestações de preocupação são baseados nas normas apresentadas pelo indexador e publisher SciELO, que seguem as orientações dos principais comitês de ética, indexação e publicação científica. A principal fonte na área do periódico são as Normas de Retratação do COPE.

 

 

Patrocinadores

 

A publicação recebe financiamento das seguintes instituições:

  • Fundação Getulio Vargas (FGV);
  • Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq);
  • Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes);

 

 


 

Corpo editorial

 

Diretora e editora-chefe

   

 

Editores adjuntos

   

 

Assistente editorial

   

 

Auxiliar editorial

   

 

Apoio editorial

   

 

Corpo editoral

   

 

Produção editorial

 

Revisão de Português e normas APA
Angela Cristina da Silva
Algo Mais Soluções Editoriais

Revisora e tradutora de Espanhol
Diana Holtz

Revisor e tradutor de Inglês
A2Z Serviços de Idiomas e Soluções em Gestão LTDA.

Diagramação
FA Editoração

 

 


 

Instruções aos autores

 

Escopo e política

 

A RAP aceita contribuições de qualidade e rigor acadêmico na área de Administração e Políticas Públicas, explorando suas interfaces com Teorias Organizacionais, Ciência Política, Economia, Estudos Urbanos ou Relações Internacionais. Seu principal lócus empírico é o contexto brasileiro e, mais amplamente, ibero-americano, mas trabalhos de outros contextos também são bem-vindos. A linha editorial segue, em seus princípios, a missão da Fundação Getulio Vargas: avançar nas fronteiras do conhecimento na área das Ciências Sociais e afins, produzindo e transmitindo ideias, dados e informações, além de conservá-los e sistematizá-los, de modo a contribuir para o desenvolvimento socioeconômico do país, a melhoria dos padrões éticos nacionais, uma governança responsável e compartilhada e para a inserção do país no cenário internacional.

A abreviatura de seu título é Rev. Adm. Pública, que deve ser usada em bibliografias, notas de rodapé, em referências e legendas bibliográficas.

Avaliação Pelos pares 

Todos os trabalhos submetidos à apreciação da RAP devem ser inéditos (nacional e internacionalmente), não estando sob consideração para publicação em qualquer outro veículo de divulgação. A revista segue as diretrizes da Comissão de Integridade de Pesquisa do CNPq (07/10/2011) e recomenda sua leitura atenta. Todos os artigos submetidos são lidos pelo editor e pelos editores adjuntos, que examinam a adequação do trabalho à linha editorial da revista e poderão rejeitar artigos - sem a necessidade de apresentar pareceres - que não estejam próximos da fronteira teórico-empírica das temáticas públicas ou que não respeitam os princípios e diretrizes básicos de comunicação acadêmica responsável. Num segundo momento, dois avaliadores analisam o artigo em processo duplo-cego, fazem comentários e oferecem, quando relevantes, sugestões de melhoria. Esta etapa poderá envolver reavaliações contínuas, no intuito de reunir esforços para o aprimoramento dos trabalhos. Caso não haja consenso, o artigo será enviado para um terceiro avaliador. Depois de aprovado pelo corpo científico da revista, o artigo é submetido à edição, verificação bibliográfica e de normas da American Psychological Association (APA) e à revisão ortográfica e gramatical. A versão final é enviada ao autor principal para a sua aprovação formal antes de ser publicado, não sendo aceita qualquer modificação posterior. Após esta aprovação, o artigo segue para a impressão e a publicação eletrônica na base de indexação SciELO.

 

 

Fluxograma do processo editorial

 

 

 

Forma e preparação de manuscritos

 

Os artigos publicados são de inteira responsabilidade de seus autores. As opiniões neles emitidas não exprimem, necessariamente, o ponto de vista da Fundação Getulio Vargas. Os artigos deverão ser inéditos, excetuando-se trabalhos publicados em anais de congressos.

A revista não recebe artigos enviados por outros meios. Todos os trabalhos devem ser submetidos pelo Sistema de submissão ScholarOne e deverão cadastrar o código ORCID.

  • Dois é número máximo de artigos que podem ser submetidos por autor no período de um ano, independentemente da posição de autoria.
  • O número máximo de autores por artigo é 5; não serão permitidas alterações (inclusão e substituição) na autoria dos artigos após as etapas desk review e double blind review.
  • Todos os artigos aprovados para publicação na RAP deverão ser traduzidos na sua versão final pelo(s) autor(es). As submissões podem ser redigidas em Português (com tradução para o Inglês); Inglês (com tradução para o Português) e Espanhol (com tradução para o Inglês). Será atribuído o Digital Object Identifier (DOI) nas versões dos artigos.

Taxa de APCs

RAP não cobra taxa de editoração (Article Processing Charges - APC), taxa de submissão ou publicação de artigos aos autores.

Política de plágio

RAP utiliza o software de verificação de similaridade de conteúdo - plagiarismo (Crossref Similarity Check) nos artigos submetidos ao periódico.

Política de Acesso Aberto (Open Journal Systems - OJS)

O portal utiliza o Open Journal Systems (OJS), sistema de código livre gratuito para a publicação de revistas desenvolvido com suporte e distribuição pelo Public Knowledge Project sob a licença GNU - General Public License.

Revisão por pares / Peer Review

Os artigos aprovados na fase Desk Review serão submetidos à avaliação blind peer review, sendo analisados por, pelo menos, dois pareceristas externos às cegas (sem a identificação de autoria e pareceristas) com emissão dos pareceres. O fluxograma editorial da RAP está disponível no link: http://bibliotecadigital.fgv.br/ojs/index.php/rap/fluxograma.

As seções publicadas na RAP

1. Artigos nacionais e internacionais (redigidos em português, inglês ou espanhol) de orientação empírico teórica.
2. Seções temáticas com chamadas específicas para submissão de trabalhos.
3. Artigos convidados, notas e comentários sobre temas da atualidade.
4. Fórum Perspectivas Práticas: São veiculados trabalhos de interesse prático, importantes do ponto de vista da perspectiva prática do setor público.

Formato do texto para seção Fórum Perspectivas práticas:

  • Até 4 mil palavras incluindo os resumos, títulos e palavras-chaves, ilustrações (quadros, tabelas, gráficos e outros), referências bibliográficas e notas de rodapé (evitar o uso);
  • Normas APA;
  • Espaçamento entre linhas 1,5 pts; fonte Times New Roman 12; margens superior e inferior de 2,5 cm e esquerda e direita de 3,0 cm; formato do papel no tamanho A4 (29,7 x 21 cm).

Forma de apresentação dos artigos originais

A RAP desde novembro de 2018 utiliza para citações e referências bibliográficas as normas da American Psychological Association (APA). Os originais deverão ser submetidos conforme as regras em anexo (ver arquivo) e abaixo:

  • Em arquivo Word enviado pelo sistema de submissão do ScholarOne;
  • Formatação do texto: espaçamento entre linhas 1,5 pts; fonte Times New Roman 12; margens superior e inferior de 2,5 cm e esquerda e direita de 3,0 cm; formato do papel no tamanho A4 (29,7 x 21 cm);
  • Ter entre 6.000 e 8.000 palavras incluindo os resumos, títulos e palavras-chaves, ilustrações (quadros, tabelas, gráficos e outros), referências bibliográficas e notas de rodapé (evitar o uso);
  • Resumos em português, espanhol e inglês com no mínimo de 150 palavras e no máximo 250 palavras cada um, títulos com até 12 palavras cada e indicação de até cinco palavras-chave nos três idiomas;
  • Notas de rodapé: deve-se restringir sua utilização e evitar notas longas;
  • Deve-se evitar qualquer identificação do(s) autor(es) direta ou indiretamente no início ou ao longo do texto do artigo;
  • Ilustrações (figura, tabela, quadro, gráfico, mapa, imagem e outros)

A identificação deverá aparecer na parte superior, precedida da palavra designada (figura, tabela, quadro, gráfico, mapa, imagem e outros), seguida de seu número de ordem de ocorrência no texto, em algarismos arábicos e do respectivo título. Na parte inferior da ilustração, indicar a fonte consultada (elemento obrigatório, ainda que seja elaboração do próprio autor), legenda, notas e outras informações necessárias à sua compreensão (se houver). A ilustração deve ser citada no texto.

A qualidade da imagem da(s) ilustração(ões) deve estar em alta definição para visualização e leitura, assim como o tamanho da fonte utilizada.

 

 


 

Fundação Getulio Vargas Fundaçãoo Getulio Vargas, Rua Jornalista Orlando Dantas, 30, CEP: 22231-010 / Rio de Janeiro-RJ Brasil, Tel.: +55 (21) 3083-2731 - Rio de Janeiro - RJ - Brazil
E-mail: rap@fgv.br