(Atualizado: 15/05/2020)

Sobre o periódico

 

Histórico

 

A Revista Brasileira de Saúde Materno Infantil (RBSMI) / Brazilian Journal of Mother and Child Health (BJMCH) é um periódico de circulação internacional, publicado pelo IMIP com a missão de divulgar artigos científicos abordando a investigação da saúde da mulher, da gestante e da criança nas suas dimensões clínicas e epidemiológicas. Neste sentido está intimamente articulado com os mesmos objetivos do IMIP, sua Instituição patrocinadora.

A RBSMI é a continuação da Revista do IMIP que foi editada ininterruptamente desde a sua fundação em 1987 até o ano 2000.

A presença do Professor Fernando Figueira foi fundamental nestes empreendimentos, como Editor Médico e fundador da Revista do IMIP e grande incentivador da RBSMI. Esta ampliou o alcance da Revista do IMIP, tornando-o internacional.

A RBSMI está aberta à pesquisadores na área de saúde de todo o mundo. A maioria dos artigos publicados tem sido oriunda não só do Brasil, como de toda a América Latina, Países Africanos de língua portuguesa, Portugal e Espanha.

A seleção de cada artigo obedece rigorosamente ao seguinte procedimento:

Tão logo recebido o manuscrito correspondente, é verificado por cheklist, o atendimento às exigências editoriais mínimas da Revista (missão, escopo e categoria do artigo) e então distribuído ao Editor de área que o submete à análise para parecer de dois Revisores Ad Hoc para avaliação do mérito científico. No caso de discordância entre seus pareceres, é solicitada a opinião de um terceiro revisor. A partir de seus pareceres e do julgamento dos Editores Associados e do Editor Executivo, o manuscrito recebe uma das seguintes classificações: 1) aceito; 2) recomendado, mas com alterações; 3) não recomendado para publicação. Na classificação 2 os pareceres são enviados ao(s) autor(es), que têm oportunidades de revisão e reenvio à Revista acompanhados de carta-resposta discriminando os itens que tenham sido sugeridos pelos revisores e a modificação realizada; na condição 3, o manuscrito é devolvido ao(s) autor(es); no caso de aceite, o artigo é publicado de acordo com o fluxo dos manuscritos e o cronograma editorial da Revista. Visto que a Revista adota o Sistema ScholarOne para administração do fluxo dos manuscritos, tendo claro conhecimento do processo, os autores podem acompanhar todas as etapas na editoração do seu artigo. É exigido dos autores uma versão em inglês do manuscrito além da versão em Português ou Espanhol.

Revisores de idioma corrigirão erros eventuais de linguagem. Antes da publicação do artigo a prova do manuscrito é submetida ao(s) autor(es) para conferência e aprovação final. O artigo só é publicado após a aprovação do texto pelo (s) autor (es).
Para o Gerenciamento dos manuscritos a RBSMI utiliza o site - ScholarOne (https://mc04.manuscriptcentral.com/rbsmi-scielo/). 

O tempo médio de processamento até a publicação de cada artigo é de 6 meses. 

Recebemos uma média de 120 manuscritos cada trimestre dos quais publicamos entre 9 e 12 artigos mantendo uma média de 7,7% de aceitação por cada edição.

A equipe de editoração é integrada por :

Editor chefe: João Guilherme Bezerra Alves
Editor executivo: José Eulálio Cabral Filho
Editores Associados: Alex Sandro Rolland 
Ana Laura Carneiro G. Ferreira 
Aurélio Ribeiro Costa
Lygia Carmen de M. Vanderlei 
Maria Cynthia Braga
Editores Assistente: Amanda Barbosa de Lima
                                 Leila Regina Martins da Silva
Secretária: Natali Barbosa de Lima

O acervo da nossa Revista está disponível na Base SciELO (http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_issues&pid=1519-3829&lng=pt&nrm=iso ) desde 2001 não havendo edições anteriores.

Houve vários fatores importantes para o Reconhecimento Nacional e Internacional da Revista, devendo-se salientar os seguintes:
1.    Total empenho do IMIP em manter o periódico com um nível elevado de qualificação;
2.    Busca pelo IMIP de profissionais consultores com expertise em publicações científicas no Brasil e no exterior;
3.    Total compromisso na manutenção de uma equipe de Editores Científicos habilitados nas áreas de escopo da Revista;
4.    Indexação da Revista desde o seu início na base Scientific Eletronic Library Online (SciELO) e a seguir 12 outras bases internacionais, inclusive a Scopus;
5.    Associação e participação ativa na Associação Brasileira de Editores Científicos (ABEC), da qual é sócia e integrou com um secretário geral durante 4 anos;
6.    Manutenção de um padrão uniforme de qualidade técnica e editorial (Layout, Formato, Pontualidade de publicação e regularidade do cronograma);
7.    Contato regular e atendimento às recomendações técnicas do SciELO;
8.    Empenho da Equipe de produção editorial com preparo técnico na área, e altamente integrada;
9.    Integração da Revista aos requisitos internacionais de boas práticas para editoração científica (aspectos éticos com respeito aos autores, e todos envolvidos na publicação: CCby, DOAJ, Orcid, etc.
10.    Sendo certificada cientificamente pelas indexações nas Bases SciELO e Scopus, mantém um fator de impacto de 0.63 na primeira (ocupando um dos 5 primeiros lugares entre mais de 60 Revistas de Saúde ali indexadas). No Scopus tem um índice H no nível 18;
11.    No ranking Qualis Capes é classificada com o B1 na área de saúde coletiva e enfermagem; B2 em educação física e psicologia; B3 em medicina III e nutrição. 
 

 

Estatuto

 

O Estatuto está disponível aqui

 

Informações básicas

 

A Revista Brasileira de Saúde Materno Infantil é publicada trimestralmente (março, junho, setembro e dezembro) pelo Instituto Materno Infantil de Pernambuco (IMIP) em continuação à Revista do IMIP, cuja missão é a divulgação de artigos científicos englobando o campo da saúde materno infantil.

É um periódico interdisciplinar sobre os aspectos biomédicos, epidemiológicos e sócioculturais da saúde da mulher e da criança.

A abreviatura de seu título é Rev. Bras. Saude Mater. Infant., que deve ser usada em bibliografias, notas de rodapé e em referências e legendas bibliográficas.

 

 

 

Fontes de indexação

 

Os artigos publicados em Revista Brasileira de Saúde Materno Infantil são indexados ou resumidos por:

  • Literatura Latino-Americana e do Caribe em Ciências da Saúde (LILACS)
  • CAB Abstracts
  • Global Health
  • Sociological Abstracts
  • Social Services Abstracts
  • Worldwide Political Science Abstracts
  • Linguistics & Language Behavior Abstracts
  • Nutrition Abstracts and Reviews
  • Latindex
  • Scopus
  • Scientific Eletronic Library Online (SciELO)
 

 

Propriedade Intelectual

 

Todo o conteúdo do periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons CC-BY

 

 

Patrocinadores

 

A publicação recebe financiamento de:

  • Instituto Materno Infantil de Pernambuco (IMIP)
  • Ministério da Saúde
  • UNESCO

 

 

 

 


 

Corpo Editorial

 

Editor Chefe

 
  • João Guilherme Bezerra Alves - Instituto de Medicina Integral Prof. Fernando Figueira - Recife, Brasil
 

 

Editor Executivo

 
  • José Eulálio Cabral Filho - Instituto de Medicina Integral Prof. Fernando Figueira - Recife, Brasil
 

 

Conselho Editorial

 
  • Adriano Cattaneo - Institute of Child Health Burlo Garofolo - Trieste - Italy
  • Alessandro Ventura - Università degli Studi di Trieste - Italy
  • Alvaro Madeiro Leite - Universidade Federal do Ceará – Fortaleza, Brasil
  • André-Pierre Contandriopoulos - University of Montreal - Canada
  • Antonio Carlos Vieira Lopes - Centro Médico Aliança - Bahia – Salvador, Brasil
  • Augustin Conde-Agudelo - Fundacion Clinica Valle del Lili – Cali, Colombia
  • Axel Kroeger - World Health Organization (WHO) - Geneva - Switzerland
  • Carlos Augusto Monteiro - Universidade de São Paulo - São Paulo, Brasil
  • Cesar G. Victora - Universidade Federal de Pelotas –Pelotas, Brasil
  • Cláudio Lanata - Instituto de Investigación Nutricional – Lima, Peru
  • Dioclécio Campos Júnior - Universidade de Brasília- Brasília, Brasil
  • Dirceu Solé - Universidade Federal de São Paulo – São Paulo, Brasil
  • Eronildo Felisberto - Instituto de Medicina Integral Prof. Fernando Figueira – Recife, Brasil
  • Gilberto Kac - Universidade Federal do Rio de Janeiro - Rio de Janeiro, Brasil
  • Gilliatt Hannois Falbo Neto - Instituto de Medicina Integral Prof. Fernando Figueira –Recife, Brasil
  • Giorgio Tamburlini - Institute of Child Health Burlo Garofolo - Trieste - Italy
  • Giselia Alves Pontes da Silva - Universidade Federal de Pernambuco –Recife, Brasil
  • Gunilla Lindmar - Uppsala Universitet - Sweden
  • Javier Mallol - Universidad de Santiago de Chile - Chile
  • Jorge Mota - Faculdade de Ciências do Desporto e de Educação Física do Porto – Porto, Portugal
  • José Guilherme Cecatti - Universidade Estadual de Campinas –Campinas, Brasil
  • Louise Seguin - University of Montreal – Montreal, Canada
  • Luciano Pinheiro - Universidade Federal do Ceará – Fortaleza, Brasil
  • Luis E. Cuevas - World Health Organization (WHO) - Geneva - Switzerland
  • Luiz Antonio dos Anjos - Universidade Federal Fluminense –Rio de Janeiro, Brasil
  • Luís Augusto Facchini - Universidade Federal de Pelotas – Pelotas, Brasil
  • Luís Augusto Pisco - Ministério da Saúde de Portugal – Porto, Portugal
  • Luiz Guilherme Pessoa da Silva - Universidade Federal do Rio de Janeiro - Brasil
  • Malaquias Batista Filho - Instituto de Medicina Integral Prof. Fernando Figueira – Recife, Brasil
  • Maria do Carmo Leal - Fundação Oswaldo Cruz / Escola Nacional de Saúde Pública – Rio de Janeiro, Brasil
  • Maria Luisa Vázquez - Consorci Hospitalari de Catalunya – Barcelona, Espanha
  • Mauricio L. Barreto - Universidade Federal da Bahia – Salvador, Brasil
  • Raul Ribeiro - St. Jude Faculty - EUA
  • Raul Ruvinsky - Universidad Nacional de Buenos Aires - Argentina
  • Regina Cardoso - Universidade de São Paulo – São Paulo, Brasil
  • Ronald Bossemeyer - Universidade Federal de Santa Maria – Santa Maria, Brasil
  • Ruben Maggi - Instituto de Medicina Integral Prof. Fernando Figueira – Recife, Brasil
  • Ruffo de Freitas Júnior - Universidade Federal de Goiás – Goiânia, Brasil
  • Trudy Harpham - London South Bank University - England
  • Yehuda Benguigui - Organizacion Pan Americana de la Salud (OPAS) - EUA
  • Yves Lévy - Université Paris 12 - Françe
  • Zina Maria A. de Azevedo - Fundação Oswaldo Cruz / Instituto Fernandes Figueira – Rio de Janeiro, Brasil
 

 

Editores Associados

 
  • Alex Sandro Rolland Souza - Instituto de Medicina Integral Prof. Fernando Figueira – Recife, Brasil
  • Ana Laura Carneiro G. Ferreira - Instituto de Medicina Integral Prof. Fernando Figueira – Recife, Brasil
  • Aurélio Ribeiro Costa - Instituto de Medicina Integral Prof. Fernando Figueira – Recife, Brasil
  • Lygia Carmen de Moraes Vanderlei - Instituto de Medicina Integral Prof. Fernando Figueira – Recife, Brasil
  • Luciana Dubeux - Instituto de Medicina Integral Prof. Fernando Figueira – Recife, Brasil
  • Maria Cynthia Braga - Fundação Oswaldo Cruz / Centro de Pesquisas Aggeu Magalhães –Recife, Brasil
 

 

Editor Assistente

 
  • Leila Regina Martins - Instituto de Medicina Integral Prof. Fernando Figueira –Recife, Brasil
 

 

Consultores Editoriais

 
  • Carlos Coimbra Jr. - Fundação Oswaldo Cruz / Escola Nacional de Saúde Pública - Rio de Janeiro, Brasil
 

 

Consultores Temáticos Especiais

 
  • Anibal Faúndes - Universidade Estadual de Campinas - Brasil
  • Jailson de Barros Correia - Instituto de Medicina Integral Prof. Fernando Figueira - Brasil
  • Magda Maria Sales Carneiro-Sampaio – Universidade de São Paulo - São Paulo, Brasil
  • Zulmira Maria de Araújo Hartz - Universidade Nova de Lisboa - Portugal
 

 

Consultor de Bioestatística

 
  • José Natal Figueiroa - Instituto de Medicina Integral Prof. Fernando Figueira - Recife, Brasil
 

 

Secretaria

 
  • Michele Késia de França- Instituto de Medicina Integral Prof. Fernando Figueira – Recife, Brasil
 

 


 

Instruções aos autores

 

 

A Revista Brasileira de Saúde Materno Infantil (RBSMI) / Brazilian Journal of Mother and Child Health (BJMCH) é uma publicação trimestral (março, junho, setembro e dezembro) cuja missão é a divulgação de artigos científicos englobando o campo da saúde materno-infantil. As contribuições contemplam os diferentes aspectos da saúde materna, saúde da mulher e saúde da criança, podendo levar em conta seus múltiplos determinantes epidemiológicos, clínicos e cirúrgicos. Cada artigo é publicado em inglês e português ou inglês e espanhol conforme a língua de origem do manuscrito submetido. Para os manuscritos submetidos apenas em português ou espanhol, a versão em inglês será solicitada tão logo sejam aceitos para publicação. A avaliação e seleção dos manuscritos baseia-se no princípio da avaliação pelos pares. Para a submissão, avaliação e publicação dos artigos não há cobrança de taxas. É exigido que o manuscrito submetido não tenha sido publicado previamente bem como não esteja sendo submetido concomitantemente a outro periódico.  
 

Direitos autorais

A Revista adota a licença CC-BY do Sistema Creative Commons o que possibilita cópia e reprodução em qualquer formato, bem como remixar, transformar e criar a partir do material para qualquer fim, mesmo que comercial, sem necessidade de autorização, desde que citada a fonte. Os manuscritos submetidos deverão ser acompanhados da Declaração de Transferência dos Direitos Autorais, assinada pelos autores (modelo). Os conceitos emitidos nos artigos são de responsabilidade exclusiva dos autores.

Aspectos Éticos

1. Ética

A Declaração de Helsinki de 1975, revisada em 2000 deve ser respeitada. Serão exigidos, para os artigos brasileiros, a Declaração de Aprovação do Comitê de Ética conforme as diretrizes da Comissão Nacional de Ética em Pesquisa (CONEP) e, para os artigos do exterior, a Declaração de Aprovação do Comitê de Ética do local onde a pesquisa tiver sido realizada. A fim de conduzir a publicação conforme os padrões éticos da comunicação científica, a Revista adota o Sistema Ithenticate para identificação de plagiarismo.

2. Conflitos de interesse

Ao submeter o manuscrito os autores devem informar sobre a existência de conflitos de interesse que potencialmente possam influenciar o trabalho.

Critérios para aprovação do manuscrito e política de publicação de artigo

Além da observação das condições éticas na realização da pesquisa, a seleção de um manuscrito levará em consideração sua originalidade, oportunidade de publicação conforme o cenário cientifico da área, bem como a prioridade no cronograma editorial da Revista. Portanto, o rational deve ser exposto com clareza exigindo-se conhecimento da literatura e adequada definição do problema estudado, com base em uma questão de pesquisa solidamente fundamentada a partir dos dados da literatura pertinente. O manuscrito deve ser escrito de modo compreensível mesmo ao leitor não especialista na área coberta pelo escopo da Revista. A primeira etapa de avaliação é realizada pelos Editores Associados. Dois revisores externos, indicados por estes, serão consultados para avaliação do mérito científico no manuscrito. No caso de discordância entre eles, será solicitada a opinião de um terceiro revisor. A partir de seus pareceres e do julgamento dos Editores Associados e do Editor Executivo, o manuscrito receberá uma das seguintes classificações: 1) aceito; 2) recomendado, mas com exigências de alterações; 3) não recomendado para publicação. Na classificação 2 os pareceres serão remetidos aos(s) autor(es), que terão oportunidade de revisão e reenvio à Revista acompanhados de carta-resposta discriminando os itens que tenham sido sugeridos pelos revisores e as modificações realizadas; na condição 3, o manuscrito será devolvido ao(s) autor(es); no caso de aceite, o artigo será publicado de acordo com o fluxo dos manuscritos e o cronograma editorial da Revista. Após aceito o trabalho, caso existam pequenas inadequações, ambiguidades ou falta de clareza, pontuais do texto, os Editores Associados e Executivo se reservam o direito de corrigi-los para uniformidade do estilo da Revista. Revisores de idioma corrigirão erros eventuais de linguagem. Antes da publicação do artigo a prova do manuscrito será submetida ao(s) autor(es) para conferência e aprovação definitiva.   

Seções da Revista

Editorial escrito por um ou mais Editores ou a convite do Editor Chefe ou do Editor Executivo, sendo recomendável incluir as referências bibliográficas das citações.

Revisão avaliação descritiva e analítica de um tema, tendo como suporte a literatura relevante, devendo levar em conta as relações, a interpretação e a crítica dos estudos analisados bem como sugestões para novos estudos relativos ao assunto. Podem ser do tipo narrativa ou sistemática, podendo esta última, ser expandida com meta-análise. As revisões narrativas só serão aceitas a convite dos Editores. Sua organização pode conter tópicos referentes a subtemas conforme a sua relevância para o texto. As revisões devem se limitar a 6.000 palavras e até 60 referências.

Artigos Originais divulgam resultados de pesquisas inéditas e devem procurar oferecer qualidade metodológica suficiente para permitir a sua reprodução. Para os artigos originais recomenda-se seguir a estrutura convencional, conforme as seguintes seções: Introdução: onde se apresenta a relevância do tema estudos preliminares da literatura e as hipóteses iniciais, a questão da pesquisa e sua justificativa quanto ao objetivo, que deve ser claro e breve; Métodos: descrevem a população estudada, os critérios de seleção inclusão e exclusão da amostra, definem as variáveis utilizadas e informam a maneira que permite a reprodutividade do estudo, em relação a procedimentos técnicos e instrumentos utilizados. Os trabalhos quantitativos devem informar a análise estatística utilizada. Resultados: devem ser apresentados de forma concisa, clara e objetiva, em sequência lógica e apoiados nas ilustrações como: tabelas e figuras (gráficos, desenhos, fotografias); Discussão: interpreta os resultados obtidos verificando a sua compa-tibilidade com os citados na literatura, ressaltando aspectos novos e importantes e vinculando as conclusões aos objetivos do estudo. Aceitam-se outros formatos de artigos originais, quando pertinente, de acordo com a natureza do trabalho.  Os manuscritos deverão ter no máximo 5.000 palavras, e as tabelas e figuras devem ser no máximo cinco no total; recomenda-se citar até 30 referências bibliográficas.     No caso de ensaio clínico controlado e randomizado os autores devem indicar o número de registro do mesmo conforme o CONSORT. Trabalhos qualitativos também são aceitos, devendo seguir os princípios e critérios metodológicos usuais para a elaboração e redação dos mesmos. No seu formato é admitido apresentar os resultados e a discussão em uma seção única. Dimensão: 5.000 palavras; 30 referências.


Notas de Pesquisa relatos concisos sobre resultados preliminares de pesquisa, com 1.500 palavras, no máximo três tabelas e figuras no total, com até 15 referências.  

Relato de Caso/Série de Casos - casos raros e inusitados. A estrutura deve seguir: Introdução, Descrição e Discussão. O limite de palavras é 2.000 e até 15 referências. Podem incluir até duas figuras.  

Informes Técnico-Institucionais referem-se a informações relevantes de centros de pesquisa concernentes às suas atividades científicas e organizacionais. Deverão ter estrutura similar a uma Revisão Narrativa. Por outro lado podem ser feitas, a critério do autor, citações no texto e suas respectivas referências ao final. O limite de palavras é de 5.000 e até 30 referências.  

Ponto de Vista opinião qualificada sobre temas do escopo da Revista (a convite dos editores).  

Resenhas crítica de livro publicado e impresso nos últimos dois anos ou em redes de comunicação on-line (máximo 1.500 palavras).

Cartas crítica a trabalhos publicados recentemente na Revista, podendo ter  no máximo 600 palavras.  

Artigos Especiais textos cuja temática esteja ligada direta ou indiretamente ao escopo da revista, seja considerada de relevância pelos Editores e não se enquadrem nas categorias acima mencionadas. O limite de palavras é de 7.000 e até 30 referências.  

Notas   

1. Em todos os tipos de arquivo a contagem do número de palavras exclui títulos, resumos, palavras-chave, tabelas, figuras e referências;    

2. Por ocasião da submissão os autores devem informar o número de palavras do manuscrito.

3. Nos artigos de título extenso (12 ou mais termos) é exigido também apresentar o título abreviado (máximo 9 termos).

4. Cover Letter. No texto de encaminhamento do manuscrito para a Revista (cover letter) deve ser informado sobre a originalidade do mesmo e a razão porque foi submetida à RBSMI. Além disso deve informar  a participação de cada autor na elaboração do trabalho, o autor responsável pela troca de correspondência, as fontes e tipo de auxílio e o nome da agência financiadora.

 

 

Apresentação dos manuscritos

 

Os manuscritos deverão ser digitados no programa Microsoft Word for Windows, em fonte Times New Roman, tamanho 12, espaço duplo.

Estrutura do manuscrito

Identificação título do trabalho: em português ou espanhol e em inglês, nome e endereço completo dos autores e respectivas instituições ( uma só por autor). 

Resumos deverão ter no máximo 210 palavras e serem escritos em português ou espanhol e em inglês. Para os Artigos Originais, Notas de Pesquisa e Artigos de Revisão Sistemática os resumos devem ser estruturados em: Objetivos, Métodos, Resultados, Conclusões. Relatos de Caso/Série de Casos devem ser estruturados em: Introdução, Descrição, Discussão. Nos artigos de Revisão Sistemática os resumos deverão ser estruturados em: Objetivos, Métodos (fonte de dados, período, descritores, seleção dos estudos), Resultados, Conclusões. Para o Informes Técnico-Institucionais e Artigos Especiais o resumo não é estruturado.

Palavras-chave para identificar o conteúdo dos trabalhos os resumos deverão ser acompanhados de três a seis palavras-chave em português ou espanhol e em inglês, utilizando-se os Descritores em Ciências da Saúde (DECS) da Metodologia LILACS, e o seu correspondente em inglês o Medical Subject Headings (MESH) do MEDLINE, adequando os termos designados pelos autores a estes vocabulários.  

Ilustrações tabelas e figuras somente em branco e preto ou em escalas de cinza (gráficos, desenhos, mapas, fotografias) deverão ser inseridas após a seção de Referências. Os gráficos deverão ser bidimensionais.

Agradecimentos à colaboração de pessoas, ao auxílio técnico e ao apoio financeiro e material, especificando a natureza do apoio, e entidade financiadora.

Citações e Referências as citações no texto devem ser numeradas em sobrescrito conforme  sua ordem de aparecimento. As referências devem ser organizadas em sequência numérica correspondente às citações; não devem ultrapassar o número estipulado em cada seção de acordo com estas Instruções aos Autores. A Revista adota as normas do International Committee of Medical Journals Editors - ICMJE (Grupo de Vancouver), com algumas alterações; siga o formato dos exemplos aqui especificados:

Quando autor for o mesmo da casa editora: não mencionar a casa editora
WHO (World Health Organization). WHO recommendations for prevention and treatment of pre-eclampsia and eclampsia. Geneva; 2011.

-Livro (Autor. Título. Edição. Local: casa editora; Ano)
Heeringa SG, West BT, Berglund PA. Applied survey data analysis. 2 ed. Boca Raton: CRC Press, Taylor and Francis Group; 2017.

-Capítulo de Livro (Autor. Título do capítulo. In: organizadores. Título do livro. Edição. Local: casa editora; Ano. Páginas inicial e final do capítulo) 
Demakakos P, McMunn A, Steptoe A. Well-being in older age: a multidimensional perspective. In: Banks J, Lessof C, Nazroo J, Rogers N, Stafford M, Steptoe A, editors. Financial circumstances, health and well-being of the older population in England. The 2008 English Longitudinal Study of Ageing (Wave 4). London: The Institute for Fiscal Studies; 2010. p.131-93. 

- E-book 
Editor, Organizador, Compilador (Autor (es), editor. Título. Local: casa editora; Ano)

Foley KM, Gelband H, editors. Improving palliative care for cancer. Washington, D.C.: National Academy Press; 2001.

-Eventos no todo  (Reuniões, Encontros Científicos)
(Evento; Data; Local do evento. Local: casa editora; Ano)

Anais do IX Congresso Estadual de Medicina Veterinária; 13-16 jul 1985; Santa Maria, RS. Santa Maria: Universidade Federal de Santa Maria; 1985.
Proceedings of the 12th International Triennial Congress of the International Ergonomics Asociation; 1994 Aug 15-19; Toronto, CA. Toronto: IEA; 1994.

-Trabalho apresentado em evento (anais publicados)
(Autor. Título do trabalho. In: evento; Data; Local do evento. Local: casa editora; Ano. Páginas inicial e final) 

Jung MRT. As técnicas de marketing a serviço da Biblioteconomia. In: Anais IX Congresso Brasileiro de Biblioteconomia e Documentação; 18 - 19 maio 2005; Salvador, BA. Brasília, DF: Associação Brasileira de Bibliotecários; 2005. p. 230-9. 

-Trabalho apresentado em evento (não publicados)
(Autor. Título [Evento; Data; Local do evento] 

Philippi Jr A. Transporte e qualidade ambiental [Apresentação ao Seminário Riscos do Cotidiano no Espaço Urbano: desafios para a saúde pública; 1994 set 20; Rio de Janeiro, Brasil]. 

-Dissertações e Teses
(Autor. Título [dissertação/tese]. Local: entidade responsável; Ano.)

Pedroso M. Inteligência decisória e análise de políticas públicas: o caso das Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) [tese]. Brasília: Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade da Universidade de Brasília; 2011.

Jardim DMB. Pai-acompanhante e a sua compreensão sobre o processo de nascimento do filho [dissertação]. Belo Horizonte: Universidade Federal de Minas Gerais; 2009.

Considerando que o estilo Vancouver não considera com as informações das leis brasileiras, há adaptações:

-Documentos de Natureza Governamental
Competência (país, estado, cidade). Título (especificações da legislação, número e data). Ementa. Título da publicação oficial. Local (cidade), Data (dia, mês abreviado e ano); Seção, volume, número, paginação.

Brasil. Ministério da Educação e Cultura. Secretaria da Cultura. Portaria n.º 23, de 26 de outubro de 1982. Modifica o Plano Nacional de Microfilmagem de Periódicos Brasileiros criado pela Portaria DAC n.º. 31, de 11 de dezembro de 1978. Diário Oficial da União [DOU]. Brasília, 1 dez 1982; Seção 1, v.120, n.227, p. 22438.

Brasil. Ministério da Saúde. Lei nº 8.080, 19 de setembro de 1990. Dispõe sobre as condições para a promoção, proteção e recuperação da saúde, a organização e o funcionamento dos serviços correspondentes e dá outras providências. [acesso em 10 mai 2009]. Disponível em: http//portal.saude.gov.br/portal/arquivos/pdf/LEI8080.pdf 

Brasil. Ministério da Saúde. Portaria nº 154, 24 de janeiro de 2008. Cria os Núcleos de Apoio à Saúde da Família (NASF). [acesso em 20 set 2009]. Disponível em: http://dtr2004.saude.gov.br/dab/docs/legislacao/ portaria154_ 24_01_08.pdf 

-Artigo Publicado em Periódico
(Autor. Título. Sigla do Periódico. Ano; Volume (número): páginas inicial e final)

El Hachem H, Crepaux V, May-Panloup P, Descamps P, Legendre G, Bouet PE. Recurrent pregnancy loss: current perspectives. Int J Women Health. 2017; 9: 331-45.

-Artigo Publicado em Número Suplementar
(Autor. Título. Sigla do Periódico. Ano; Volume (número suplemento): páginas inicial e final)

Lothian JA. The coalition for improving maternity services evidence basis for the ten steps of mother-friendly care. J Perinat Educ. 2007; 16 (Suppl.): S1-S4. 

-Citação de Editorial, Cartas
(Autor. Título [Editorial/Carta]. Sigla do Periódico. Ano; Volume (número): páginas inicial e final)

Cabral-Filho JE. Pobreza e desenvolvimento humano: resposta das revistas científicas ao desafio do Council of Science Editors [editorial]. Rev Bras Saúde Matern Infant. 2007; 7 (4): 345-6. 
Fernandes EC, Ferreira ALCG, Marinho TMS. Das ações às palavras [Carta]. Rev Bras Saúde Mater Infant. 2009; 9 (1): 95-6. 

-Artigo Publicado em periódico eletrônico
(Autor. Título. Sigla do Periódico [internet]. Ano [data de acesso]; Volume (número): páginas inicial e final. Site disponível)

Neuman NA. Multimistura de farelos não combate a anemia. J Pastoral Criança [periódico on line]. 2005 [acesso em 26 jun 2006]. 104: 14p. Disponível em: www.pastoraldacriança.org.br/105/pag14/pdf.


Najim RA, Al-Waiz MM, Al-Razzuqi RA. Acetylator phenotype in Iraqui patients with atopic dermatitis. Dermatol Online J [Internet]. 2006 [cited 2007 Jan 9]; 12 (7). Available from: http://dermatology. cdlib.org/127/original/acetylator/najim.html 


National Osteoporosis Foundation of South Africa. Use of generic alendronate in the treatment of osteoporosis. S Afr Med J [Internet]. 2006 [cited 2007 Jan 9]; 96 (8): 696-7. Available from: http://blues.sabinet.co.za/WebZ/Authorize? essionid=0:autho=pubmed:password=pubmed2004&/AdvancedQuery?&format= F&next=images/ejour/m_samj/ m_samj_v96_ n8_a12.pdf

-Artigo aceito para publicação em periódico
(Autor. Título. Sigla do Periódico. Ano. (No prelo).

Quinino LRM, Samico IC, Barbosa CS. Análise da implantação do Programa de Controle da Esquistossomose em dois municípios da zona da mata de Pernambuco, Brasil. Cad Saúde Coletiva (Rio J.). 2010.  (No prelo).

-Materiais eletrônicos disponíveis em CD-Rom 
(Autor. Título [tipo de material]. Editor, Edição. Versão. Local: Editora; Ano.)

Reeves JRT, Maibach H. CDI, clinical dermatology illustred [monografia em CD-ROM]. Multimedia Group, producers. 2  ed. Version 2.0. San Diego: CMEA; 1995.

-Material de acesso exclusivo em meio eletrônico 

  • Homepage 

Autoria . Título. [suporte]. Local; Ano [acesso dia mês ano]. Disponibilidade de acesso
Instituto Oswaldo Cruz. Departamento de Ensino. IOC ensino [online]. Rio de Janeiro, Brasil; 2004. [acesso 3 mar 2004]. Disponível em:  http://157.86.113.12/ensino/cgi/public/cgilua.exe/web/templates/html 

Para outras informações consulte o site ICMJE: https://www.nlm.nih.gov/bsd/uniform_requirements.html
 

 

 

Submissão dos manuscritos

 

A submissão é feita, exclusivamente on-line, através do Sistema de gerenciamento de artigos: http://mc04.manuscriptcentral.com/rbsmi-scielo  

Deve-se verificar o cumprimento das normas de publicação da RBSMI conforme itens de apresentação e estrutura dos artigos segundo às seções da Revista.

Por ocasião da submissão do manuscrito os autores devem informar a aprovação do Comitê de Ética da Instituição, a Declaração de Transferência dos Direitos Autorais, assinada por todos os autores. Os autores devem também informar que o manuscrito é original não está sendo submetido a outro periódico, bem como a participação de cada autor no trabalho. 

Disponibilidade da RBSMI  

A revista é open and free acess, não havendo portanto, necessidade de assinatura para sua leitura e download, bem como para copia e disseminação com propósitos educacionais. 

 

Secretaria /Contato

Instituto de Medicina Integral Prof. Fernando Figueira - IMIP

Revista Brasileira de Saúde Materno Infantil - Secretaria Executiva

Rua dos Coelhos, 300 Boa Vista

Recife, PE, Brasil CEP: 50.070-902

Tel / Fax: +55 +81 2122.4141

E-mail: revista@imip.org.br

Site: www.rbsmi.org.br

 

 

 


 

Instituto de Medicina Integral Prof. Fernando Figueira Rua dos Coelhos, 300. Boa Vista, 50070-550 Recife PE Brasil, Tel./Fax: +55 81 2122-4141 - Recife - PR - Brazil
E-mail: revista@imip.org.br