(Atualizado: 31/01/2022)

Sobre o periódico

 

Informações básicas

 

A Revista Latinoamericana de Psicopatologia Fundamental, cujo primeiro número saiu em março de 1998, é órgão oficial da Associação Universitária de Pesquisa em Psicopatologia Fundamental, sociedade científica que reúne pesquisadores, professores doutores e doutorandos de universidades públicas e particulares do mundo inteiro. A Revista é de acesso aberto, revisada por pares, trimestral (publicada em março, junho, setembro e dezembro de cada ano) e consta de editorial, artigos originais, entrevistas e resenhas sobre temas relacionados à psicopatologia.

O título abreviado do periódico é Rev. latinoam. psicopatol. fundam., que deve ser usado em bibliografias, notas de rodapé, referências e legendas bibliográficas.

 

 

Fontes de indexação

 
  • BVS - Biblioteca Virtual em Saúde - Psicologia
  • Clase - Citas Latinoamericanas en Ciencias Sociales y Humanidades.
  • DOAJ - Directory of Open Access Journals
  • EBSCO Journals
  • Latindex - Sistema Regional de Información em Línea para Revistas Científicas de América Latina, el Caribe, España y Portugal
  • Lilacs - Literatura Latino-americana e do Caribe em  Ciências da Saúde
  • Psicodoc - Base de datos de psicología
  • PsycINFO - American Psychological Association
  • Redalyc - Red de Revistas Científicas de América Latina y el Caribe, España y Portugal
  • Scimago Journal & Country Rank (SJR)
  • Scopus
  • Sumários.org
 

 

Propriedade intelectual

 

Todo o conteúdo do periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons do tipo atribuição BY-NC.

 

 

Patrocinadores

 
  • Associação Universitária de Pesquisa em Psicopatologia Fundamental (AUPPF)

  • Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - CNPq
  • Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - CAPES

  • Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - FAPESP
    • Processo 2019/01543-4 (Auxílio-Publicação)
    • Processo 2019/26383-0 (Auxílio-Publicação)

 

 


Corpo editorial

 

Editores responsáveis

   

 

Editores associados

   

 

Conselho editorial

 
  • Edilene Freire de Queiroz - Universidade Católica de Pernambuco, Recife, PE, Brasil.
  • German E. Berrios - Cambridge University, Cambridge, Inglaterra.
  • Héctor Pérez-Rincón - Universidad Nacional Autónoma de México, Ciudad de México, México.
  • James Phillips - Yale School of Medicine, New Haven, CT, Estados Unidos.
  • Jean-Jacques Rassial - Université Aix-Marseille, Marseille, França.
  • María Lucrecia Rovaletti - Universidad de Buenos Aires, Buenos Aires, Argentina.
  • Marta Gerez Ambertín - Universidad Nacional de Tucumán, San Miguel de Tucumán, Argentina.
 

 

Conselho científico

 
  • Amadeu de Oliveira Weinmann - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, RS, Brasil.
  • Ana Cecilia Magtaz - Universidade de São Paulo, São Paulo, SP, Brasil.
  • Ana Cleide Guedes Moreira - Universidade Federal do Pará, Belém, PA, Brasil.
  • Ana Maria Galdini Raimundo Oda - Universidade Estadual de Campinas, Campinas, SP, Brasil.
  • Ana Maria de Toledo Piza Rudge - Universidade Veiga de Almeida, Rio de Janeiro, RJ, Brasil.
  • Anderson de Souza Sant’Anna - Fundação Getúlio Vargas, Brasil.
  • Andrea Máris Campos Guerra - Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, MG, Brasil.
  • Betty Bernardo Fuks - Universidade Veiga de Almeida, Rio de Janeiro, Brasil.
  • Claudia Henschel de Lima - Universidade Federal Fluminense, Niterói, RJ, Brasil.
  • Claudio Marcio Coelho - Universidade Federal do Espírito Santo, Vitória, ES, Brasil.
  • Cristina Lindenmeyer-Saint Martin - Université Paris Diderot, Paris 7, Paris, França.
  • Dayse Stoklos Malucelli - Universidade Tuiuti do Paraná, Curitiba, PR, Brasil.
  • Delphine Scotto Di Vettimo - Université de Nice, Nice, França.
  • Edilene Freire de Queiroz - Universidade Católica de Pernambuco, Recife, PE, Brasil.
  • Eliane Michelini Marraccini - Instituto Sedes Sapientiae, São Paulo, SP, Brasil.
  • Fábio Malcher Martins de Oliveira - Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, RJ, Brasil.
  • Flávia Lana Garcia de Oliveira - Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, RJ, Brasil.
  • Flávio Roberto Carvalho Ferraz - Universidade de São Paulo, Brasil.
  • Francisco Pizarro Obaid - Universidad Diego Portales, Santiago, Chile.
  • Gabriel Zárate Guerrero - Universidad de Guadalajara, Guadalajara, Mexico.
  • German E. Berrios - University of Cambridge, Cambridge, Inglaterra.
  • Gisálio Cerqueira Filho - Universidade Federal Fluminense, Niterói, RJ, Brasil.
  • Gizlene Neder - Universidade Federal Fluminense, Niterói, RJ, Brasil.
  • Helena Maria Melo Dias - Universidade do Estado do Pará, Belém, PA, Brasil.
  • Ilka Franco Ferrari - Pontíficia Universidade Católica de Minas Gerais, Belo Horizonte, MG, Brasil
  • Isabel da Silva Kahn Marin - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, SP, Brasil.
  • Jean-Jacques Rassial, Université Aix-Marseille, Marseille, França.
  • João Eduardo Torrecillas Sartori - Universidade Federal de São Carlos, São Paulo, SP, Brasil.
  • João Ezequiel Grecco - Universidade de São Paulo, São Paulo, SP, Brasil.
  • Junia de Vilhena - Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, RJ, Brasil.
  • Luciana Tiemi Kurogi – Universidade Federal do Paraná, PR, Brasil.
  • Manuel Morgado Rezende - Universidade Metodista de São Paulo, São Paulo, SP, Brasil.
  • Márcia Ferreira Barros Rodrigues - Universidade Federal do Espírito Santo, Vitória, ES, Brasil.
  • Maria Anita Carneiro Ribeiro - Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, RJ, Brasil.
  • Maria Antonia Reyes A. Dautrey - Universidad Autónoma de San Luis Potosí, San Luis Potosí, Mexico
  • Maria Cristina Ortega Martinez - Universidad Autónoma de Querétaro, Querétaro, Mexico.
  • Maria Del Carmen Espinosa Gómez - Universidad de Guadalajara, Guadalajara, Mexico.
  • Maria Lívia Tourinho Moretto - Universidade de São Paulo, São Paulo, SP, Brasil.
  • Maria Lucrécia Rovaletti - Universidad de Buenos Aires, Buenos Aires, Argentina.
  • Maria Virgínia Filomena Cremasco - Universidade Federal do Paraná, Curitiba, PR, Brasil.
  • Marta Braga de Matos Dias da Costa - Universidade Fernando Pessoa, Porto, Portugal.
  • Marta Gerez Ambertín - Universidad Nacional de Tucumán, San Miguel de Tucumán, Argentina.
  • Marta Regina de Leão D'Agord - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, RS, Brasil.
  • Marta Rezende Cardoso - Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, RJ, Brasil.
  • Maurício Fernandez - Universidad de Antioquia, Medellin, Colômbia.
  • Mônica Teixeira - Universidade Virtual do Estado de São Paulo na TV Cultura, São Paulo, Brasil.
  • Nelson da Silva Jr. - Universidade de São Paulo, São Paulo, SP, Brasil.
  • Paulo Roberto Ceccarelli - Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais, Belo Horizonte, MG, Brasil.
  • Pedro Dalla Bernadina Brocco - Universidade Federal Fluminense, Niterói, RJ, Brasil
  • Plinio W. Prado Jr. - Université de Paris 8, Saint Denis, Paris, França.
  • Raudelio Machin Suárez - Universidad Camilo Cienfuegos, Matanzas, Cuba.
  • Ricardo Tellles de Deus - Instituto Brasileiro de Psicanálise Winnicottiana e Centro de Estudos Psicanalíticos (CEP-SP), Brasil.
  • Roland Gori - Université Aix-Marseille, Marseille, França.
  • Rosa Guedes Lopes - Universidade Estácio de Sá, Rio de Janeiro, RJ, Brasil.
  • Rosane de Abreu e Silva - Escola de Estudos Psicanalíticos, Porto Alegre, RS, Brasil.
  • Sérgio de Gouvêa Franco - Fundação Escola de Comércio Álvares Penteado, São Paulo, SP, Brasil.
  • Silvia Abu-Jamra Zornig - Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, RJ, Brasil.
  • Sonia da Costa Leite - Centro Psiquiátrico RJ/Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, RJ, Brasil.
  • Tânia Coelho dos Santos - Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, RJ, Brasil.
  • Teresa Cristina Endo - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, SP, Brasil
  • Vera Pollo Flores - Universidade Veiga de Almeida (UVA), Cabo Frio, RJ, Brasil.
  • Xochiquetzaly Yeruti de Avila Ramírez - Universidade Autônoma de San Luis Potosí, México
 

 

Produção editorial

 

Associação Universitária de Pesquisa em Psicopatologia Fundamental

Av. Onze de Junho, 1070 conjunto 804. Vila Clementino. Cep 04041-004 São Paulo, SP - Brasil.

e-mail: secretaria.auppf@gmail.com / www.fundamentalpsychopathology.org.br

 

 


Instruções aos autores

 

Escopo e política

 

O escopo da Revista Latinoamericana de Psicopatologia Fundamental  abrange não somente pesquisas relacionadas às clínicas da psicologia, da psicanálise e da psiquiatria em sentido estrito, mas também a subjetividade em suas articulações mais amplas com a história, a filosofia, as ciências sociais, as artes e a cultura em geral. Além disso, publica documentos históricos de relevância para pesquisas do campo de estudo, e entrevistas com autores da área. Os textos podem ser escritos em português, espanhol, francês ou inglês e os artigos devem conter títulos, resumos e palavras-chave nos quatro idiomas. A submissão de um artigo à revista implica que ele não foi publicado anteriormente e que não está sendo considerado para outra publicação. A Revista adota o processo duplo-cego de revisão por pares. Nós usamos ferramentas de detecção de plagiarismo para verificar os artigos submetidos, e publicamos as contribuições dos autores de acordo com a CRediT - Contributor Roles Taxonomy.

A Revista é dirigida por dois editores responsáveis e por editores associados que respondem pelas seções específicas. Possui também Conselho Editorial e Conselho Científico formado por membros de diversas universidades nacionais e internacionais.

"Editorial" é assinado pelos editores responsáveis ou por convidados, podendo também ser submetido por pessoa com reconhecido conhecimento a respeito do assunto abordado.

“Entrevista” se volta para temas atuais da psicopatologia, e autores que os têm abordado. Editoras: Cristina Lindenmeyer-Saint Martin e Paulo Roberto Ceccarelli. 

A seção “Artigos” fica a cargo dos editores responsáveis e publica artigos inéditos, cujo conteúdo contribua para o avanço do conhecimento em psicopatologia, com foco no sofrimento psíquico e na subjetividade.

“Saúde Mental” publica artigos inéditos sobre o tema em diversos países. Editoras: Erotildes Maria Leal e Ilka Franco Ferrari.

“Clássicos da Psicopatologia” inclui artigos inéditos e textos históricos sobre a psicopatologia dos séculos XVIII, XIX e XX. Editor: German Berrios.

“História da Psiquiatria” publica artigos que abordam a teoria, a prática e as instituições psiquiátricas em diversas perspectivas históricas.  Editora: Ana Maria Galdini Raimundo Oda e Paulo Dalgalarrondo.

“História da Psicanálise” é composta por artigos inéditos e ensaios sobre o tema. Editores: Cristiana Facchinetti e Mariano Ruperthuz Honorato.

“Epistemologia da Psicopatologia” contém artigos que discutem pressupostos epistemológicos das várias correntes de pensamento no campo da psicopatologia. Editor: Mario Eduardo Costa Pereira.

“Observando a Psiquiatria” publica artigos que examinam, sob uma perspectiva crítica e reflexiva, as categorias que organizam a clínica e as práticas institucionais da psiquiatria contemporânea. Editores: Julio Verztman e Octávio Domond de Serpa Jr.

“Literatura, Arte, Cultura” contém artigos que examinam a interlocução dos referidos temas com aspectos relevantes da psicopatologia e da subjetividade. Editora: Sonia Leite.

“Resenhas Bibliográficas” tem por objetivo divulgar e indicar novos livros, novas traduções ou reedições de obras na área de psicopatologia e interfaces. São aceitas resenhas de caráter crítico que aportem novos conhecimentos, além do simples resumo de uma obra. Editora: Marta Regina de Leão D'Agord

Público-alvo

Psicólogos, psicanalistas, psicoterapeutas, médicos psiquiatras, trabalhadores de saúde mental em geral, historiadores, filósofos, cientistas sociais e demais interessados.

Taxa de publicação

A partir de 01 de julho de 2020, a RLPF passa a cobrar uma taxa para a publicação de artigos, visando garantir a manutenção da revista, em razão das atuais restrições de apoio financeiro de órgãos públicos para a publicação de periódicos científicos. O valor dessa taxa é de R$ 600,00 (seiscentos reais) por artigo aprovado, e deverá ser paga somente depois de o artigo ser aceito para publicação, quando os autores serão orientados sobre como fazer o pagamento. Forneceremos comprovante de pagamento da taxa de publicação. Solicitações de isenção de pagamento da taxa deverão ser encaminhadas às editoras responsáveis da revista, devidamente justificadas. Os membros da AUPPF quites com a anuidade estarão isentos da taxa.

 

 

Forma e preparação de manuscritos

 

Os artigos podem ser escritos em português, espanhol, francês ou inglês. Devem ser digitados em Times New Roman, corpo 12, espaço duplo (arquivos tipo '.doc' ou '.docx'). Não devem ultrapassar 50.000 caracteres com espaços.  A contagem de caracteres inclui texto principal, notas e referências, excluídos os resumos e palavras-chave.

Resumos: quatro resumos de mesmo teor, em português, espanhol, francês e inglês. Os resumos devem identificar objetivos, procedimentos e conclusões do trabalho. Devem conter, no máximo, 900 caracteres com espaços.

Palavras-chaveem número de quatro, em português, espanhol, francês e inglês.

Notas de rodapé: Deverão corresponder a notas não bibliográficas, reduzidas ao mínimo e colocadas ao pé das páginas, ordenadas por algarismos arábicos que deverão aparecer imediatamente após o segmento de texto ao qual se refere a nota.

Referências bibliográficas e citações: As referências devem aparecer no final do artigo, em ordem alfabética de sobrenome. As referências e citações no texto devem seguir as normas da APA, em sua última edição, segundo o Publication Manual of the American Psychological Association. As normas podem ser consultadas em http://www.apastyle.org. Os autores devem certificar-se de que as referências citadas no texto constam da lista de referências com datas exatas e nomes de autores corretamente grafados. A exatidão das referências é de responsabilidade dos autores. Comunicações pessoais, trabalhos inéditos ou em andamento poderão ser citados quando absolutamente necessários, mas não devem ser incluídos na lista de referências, apenas citados no texto ou em nota de rodapé. 

 

 

 

Envio de manuscritos

 

Os artigos devem ser submetidos pelo sistema online.

Procedimentos de avaliação por pares (peer review): Assim que recebidos, são avaliados pelo corpo editorial quanto à sua adequação à missão da Revista, a aspectos formais e às normas editoriais adotadas. Todos os artigos aceitos para avaliação são enviados para revisores externos, especialistas no tema do trabalho submetido, que apoiam as decisões editoriais. Na seleção de artigos para publicação, avaliam-se a originalidade, a relevância do tema e a qualidade da metodologia científica utilizada.

Processo de submissão on line

Seguindo as instruções da submissão online, devem ser enviados os arquivos referentes a Página Inicial (Title Page), Documento Principal (Main Document) e Carta de Apresentação (Cover Letter), e ainda arquivos específicos com Figuras e Tabelas, se houver.

  • Página inicial (Title page)

A página inicial deve conter:

Título do artigo descrevendo o assunto a que se refere, com versão em português, espanhol, francês, e inglês.

Autores: nomes dos autores, titulações acadêmicas, instituições a que pertencem, endereços completos e respectivos e-mails e identificadores ORCID.

Outras informações: nome do grupo de pesquisa e instituição onde o trabalho foi realizado; se foi subvencionado, deve-se indicar a entidade que concedeu o auxílio; se foi baseado em dissertação ou tese acadêmica, deve-se indicar o título, ano e instituição onde foi apresentada; se foi apresentado em reunião científica, deve-se indicar o nome do evento, local e data de realização.

Agradecimentos: devem ser breves e dirigidos a pessoas ou instituições que contribuíram substancialmente para a elaboração do trabalho.

  • Documento principal (Main document)

O documento principal não deve ter qualquer identificação dos autores, para garantir uma avaliação duplamente cega. Deve conter os resumos e descritores nos idiomas solicitados e o texto completo do artigo, com as referências bibliográficas.

  • Carta de Apresentação (Cover Letter)

Todos os autores devem subscrever a carta de apresentação dirigida aos editores responsáveis. Na carta de apresentação, os autores devem indicar a qual seção da Revista o trabalho se destina. Solicita-se que descrevam a contribuição específica de cada um dos autores, além de dar outras informações que julgarem pertinentes para a apreciação do artigo. Em caso de investigação que envolva seres humanos como sujeitos de pesquisa, deve ser indicada a sua aprovação em Comitê de Ética  em Pesquisa da instituição onde foi realizada, com indicação da inscrição na Plataforma Brasil. Os autores devem ainda informar qualquer conflito de interesse que possa haver influenciado nos resultados da pesquisa.

Tabelas

Devem ser submetidas em arquivos separados e não devem estar inseridas no documento principal, onde deve constar o local de sua entrada.

Figuras

Figuras não produzidas eletronicamente devem ser encaminhadas em qualidade de fotografia sem exceder as dimensões 10x13cm. Figuras com imagens devem ser gravadas em Adobe PhotoShop 6.0 ou superior, no formato JPEG. Não gravar em formato BMP nem em formatos compactados. Ao usar scanner para reproduzir figuras, dar preferência a resoluções de, no mínimo, 500 DPI, nos modos Desenho (desenho) ou Gray Scale (fotos).

Devem ser submetidas em arquivos separados e não devem estar inseridas no documento principal, onde deve constar o local de sua entrada.

Resenhas bibliográficas:  devem ser submetidas diretamente à editoria da seção, pelo e-mail resenhas.rlpf@gmail.com. Elas podem ser escritas em português, espanhol, francês ou inglês, e devem ter seu título em português, espanhol e inglês. Os manuscritos devem apresentar na primeira página os dados do livro resenhado (título, autor, cidade, editora, ano da publicação e número de páginas) e a identificação do resenhista, incluindo a filiação institucional. Os textos devem conter uma breve apresentação do conteúdo e da estrutura, assim como uma análise crítica do livro resenhado, e devem ter uma concisa bibliografia. As resenhas não devem ultrapassar 7.000 caracteres com espaço, escritas em Times New Roman, corpo 12, espaço duplo.

 

 


Associação Universitária de Pesquisa em Psicopatologia Fundamental Av. Onze de Junho, 1070, conj. 804, 04041-004 São Paulo, SP - Brasil - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: secretaria.auppf@gmail.com