SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.6 issue3Anatomia de Lorostemon coelhoi Paula, Caraipa valioi Paula e Clusia aff. macropoda Klotzsch (Guttiferae da Amazônia)Levantamento fitossociológico em área de "mata-de-baixio" na Estação Experimental de Silvicultura Tropical - INPA - Manaus - Amazonas author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Acta Amazonica

Print version ISSN 0044-5967On-line version ISSN 1809-4392

Acta Amaz. vol.6 no.3 Manaus Sept. 1976

https://doi.org/10.1590/1809-43921976063293 

BOTÂNICA

Some palaeoecological data from Rondonia, southern part of the Amazon Basin. (*)

Maria Lúcia Absy1 

Th. van der Hammen2 

1— Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia, Manaus.

2— Hugo de Vries Laboratorium, Afdeling Palynologie, University of Amsterdam, Netherlands.


Abstract

Palynological investigations on sediment cores from three localities in Rondonia in the southern part of the Amazon Basin, indicate that marked vegetational changes have ocurred there. The series of samples from Katira represents the late Cenozoic, probably Quaternary. The sediments from Capoeira might be partly of Holocene age (and possibly Upper Pleistocene as well). Apparently the climatic changes during several intervals of the Late Cenozoic (Quaternary) caused the development of savannas in this region which is now covered in tropical forest.

Resumo

O conceito de que houve períodos de clima seco durante o Pleistoceno na Amazônia, vem sendo debatido por inúmeros pesquisadores nos últimos anos. A teoria dos refúgios, proposta por Haffer, deu início a uma série de estudos para a explicação das mudanças climáticas da área amazônica. A maioria desses estudos foram baseados na distribuição atual de certas espécies de plantas e animais. Entretanto, o uso de dados para interpretação das flutuações climáticas no Pleistoceno exige uma extrapolação. Evidências palinológicas de Rondônia mostraram que savanas de gramíneas substituíram a floresta tropical durante certos períodos do Pleistoceno. Neste trabalho são discutidos os resultados da análise de pólen de amostras de sedimentos de Rondônia. Os diagramas polínicos mostraram mudanças na vegetação de floresta para savana o vice-versa. Os sedimentos de Katira devem ser de idade Cenozóica Superior, provavelmente Quaternária. Os sedimentos de Capoeira representam em parte uma idade do Holoceno (e, possivelmente, do Pleistoceno Superior). As condições climáticas ocorridas durante certos intervalos do Cenozóico Superior (Quaternário) parecem ter favorecido ao desenvolvimento de savanas na área em discussão, que é atualmente coberta pela floresta tropical.

Texto disponível apenas em PDF

*— This research was initiated at Hugo de Vries Laboratory of Amsterdam with a grant of the Dutch government and carried out in the Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia.

Creative Commons License  This is an Open Access article distributed under the terms of the Creative Commons Attribution License, which permits unrestricted use, distribution, and reproduction in any medium, provided the original work is properly cited.