SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.9 issue3Notas preliminares sobre os morcegos do Parque Nacional da Amazônia (Médio Tapajós)Genética de populações de anofelinos IV. Estudos eletroforéticos das populações naturais de Anopheles nuneztovari e Unopheles darlingi. Correlação genética entre espécies author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Acta Amazonica

Print version ISSN 0044-5967On-line version ISSN 1809-4392

Acta Amaz. vol.9 no.3 Manaus Sept. 1979

http://dx.doi.org/10.1590/1809-43921979093517 

ECOLOGIA

Demografia genética dos índios Ticuna da Amazônia

Francisco M. Salzano* 

Sídia M. Callegari Jacques** 

James V. Neel*** 

*— Departamento de Genética. Instituto de Biociências, Univ. Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre.

**— Departamento de Estatística, Instituto de Matemática, Univ. Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre.

***— Department of Human Genetics, University of Michigan Medical School, Ann Arbor, Michigan, USA.

Resumo

Os índios Ticuna do Brasil são atualmente uma tribo bastante aculturada e integrada, que habita, na sua maioria, aldeias localizadas ao longo do rio Solimões. São aqui apresentados dados demográficos coletados em oito destas aldeias, sendo que para cinco delas foram obtidas informações minuciosas quanto à migração, fertilidade e mortalidade. Os Ticuna caracterizam-se por uma mobilidade relativamente grande, fertililidade alta (número médio de filhos nascidos vivos por mulher com > 40 anos :7), baixa freqüência de casais estéreis (2,5%) e uma mortalidade relativamente pequena para grupos que vivem neste estágio cultural (25% de mortes antes da idade de reprodução). A mortalidade baixa e uma variância também pequena no número de nascidos vivos em irmandades completas levaram a um índice de oportunidade para seleção igual a 0.54 o menor obtido até agora em populações de índios sul-americanos.

Summary

The Ticuna Indians of Brazil are now a largely acculturated and integrated tribe situated for the most part in villages along the Solimões river. Demographic information collected in eight of their villages is reported here. For five of them detailed data concerning migration, fertility and mortality were obtained. The are characterized by a relatively large mobility, high fertility (moan number of livebirths per female of age 40 or more : seven), low (2.5%) frequency of sterile couples, and relatively low mortality for groups living at this cultural stage (25% of deaths before the age of reproduction). This low mortality, and a relatively small variance in the number of liveborn children in completed families, lead to the lowest index of opportunity for selection obtained thus far in populations of South American Indians (0,54).

Texto disponível apenas em PDF

Creative Commons License  This is an Open Access article distributed under the terms of the Creative Commons Attribution License, which permits unrestricted use, distribution, and reproduction in any medium, provided the original work is properly cited.