SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.10 issue4Potencialidade da cultura do quiabeiro (Abelmoschus esculentus L. Moench) em Manaus - AM ()Contribuição à Ficologia da Amazônia.2. Desmidioflórula dos lagos Cristalino e São Sebastião, Estado do Amazônas: Gêneros Filamentosos () author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Acta Amazonica

Print version ISSN 0044-5967On-line version ISSN 1809-4392

Acta Amaz. vol.10 no.4 Manaus Dec. 1980

http://dx.doi.org/10.1590/1809-43921980104711 

BOTÂNICA

Aspectos fenológicos, ecológicos e de produtividade do Mapati (Pourouma cecropiifolia Mart.)

Martha de Aguiar Falcão1 

Eduardo Lleras2 

1— Fundação Universidade do Amazonas - Manaus.

2— Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia Manaus


Resumo

Neste trabalho, são apresentados dados da fenologia, ecologia e produtividade do Mapati (Pourouma cecropiifolia Mart.). Na região de Manaus, a espécie floresce na época de maior precipitação pluviométrica (abril a junho) com a safra no final da seca e início da seguinte época de chuvas (outubro a janeiro). Cinco espécies de insetos visitantes foram observados, dos quais quatro, todos da família Apidae apresentaram quantidades significativas de pólen, sugerindo a não existência de um polinizador específico e sim de um síndrome de polinização. O número de flores variou entre 4500 e 14000 para as cinco árvores estudadas com taxa de formação de frutos muito alta (91% aproximadamente). Existe uma correlação muito alta entre número de flores e outros parâmetros de produção tais como número de frutos imaturos (r = 0,999**), número de frutos maduros (r = 0,999**), e peso da safra (r = 0,988**), o que não é surpreendente, considerando o alto índice de polinização. Sugere-se, como no caso do Umari, que o número de flores está intimamente ligado com a capacidade energética da árvore e que existe um controle endógeno de número de frutos levados à maturação de maneira a manter um certo peso por fruto individual.

Summary

Data on the phenology, ecology and productivity of Mapati (Pourouma cecropiifolia Mart.) are presented here. In the Manaus region the species flowers at the height of the rainy season (April to June) with the crop at the and of the dry season and beginning of the next rainy season (October to January). Five species of insects were found visiting the flowers, of which four, all of them Apidae. had significant amounts of pollen. This suggests lack of pollination specificty. The number of flowers per tree varied between 4500 and 14000 for the five trees studied with a high fruit set (91%). A very high correlation was found between number of flowers and other production parameters such as number of green fruit (r = 0,999**), number of mature fruit (r = 0,999**) and crop weight (r = 0.988**). It is suggested that the number of flowers is intimately linked with the energetic capacity of the tree, and that the number of fruit reaching maturity is controlled endogenously in such a way as to maintain certain standards for individual fruit weight.

Texto disponível apenas em PDF

*— Parte deste trabalho foi extraída da Tese defendida pelo primeiro autor para obtenção do grau de Mestre em Ciências Biológica.

Creative Commons License  This is an Open Access article distributed under the terms of the Creative Commons Attribution License, which permits unrestricted use, distribution, and reproduction in any medium, provided the original work is properly cited.