SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.17 número2Mapeamento e análise das áreas de preservação permanente e dos corredores de integração ecológica de Araraquara, SP índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Ambiente Construído

versão impressa ISSN 1415-8876versão On-line ISSN 1678-8621

Ambient. constr. vol.17 no.2 Porto Alegre abr./jun. 2017

http://dx.doi.org/10.1590/s1678-86212017000200142 

Editorial

Editorial

Doris Catharine Cornelie Knatz Kowaltowski1 

Ercília Hitomi Hirota2 

Léa Cristina Lucas de Souza3 

Mônica Batista Leite4 

1Professora da UNICAMP, Editoras-chefe

2Professora da UEL, Editoras-chefe

3Professora da UFSCar, Editoras-chefe

4Professora da UEFS, Editoras-chefe


Esta edição é composta por artigos recebidos no fluxo corrente e abordam temas diversificados, porém, predominantemente relacionados à sustentabilidade, projeto e tecnologia.

Este número marca uma mudança na equipe editorial da Revista. Holmer Savastano Junior, da Universidade de São Paulo, deixa o cargo de editor-chefe e em seu lugar assume Mônica Batista Leite, da Universidade Estadual de Feira de Santana - BA. E Enedir Ghisi, da Universidade Federal de Santa Catarina, passa a fazer parte da equipe como editor-associado. Ao Professor Holmer, nossos mais sinceros agradecimentos pela dedicação e empenho, e aos novos editores, nossas boas-vindas.

Os dois primeiros artigos tem como pano de fundo o planejamento urbano. No primeiro, os autores Menzori e Falcoski, da Universidade Federal de São Carlos, analisam impactos de alterações feitas em Plano Diretor na ocupação de áreas de preservação permanente e corredores de integração ecológica, e no segundo, de autoria de Fernandes, do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Paraíba, e Silva Filho, da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, é apresentado um modelo para gestão municipal de resíduos da construção civil.

Uma categoria específica de perdas é tratada por Santos e Santos, da Universidade Federal de Sergipe, trata-se do making-do e das contribuições do planejamento para redução dos impactos dessas perdas no processo de produção.

Os quatro artigos seguintes abordam diferentes aspectos das tomadas de decisão em projetos. Abate e Kowaltowski, da Universidade Estadual de Campinas, analisaram a eficácia de implantação de pisos táteis a partir de estudo de caso desenvolvido em ambiente escolar. A relação entre espaço privado e espaços públicos é o tema do artigo de autoria de Mauá, da Universidade Paulista, Guadanhim e Kanashiro, da Universidade Estadual de Londrina. Os autores criticam, especificamente, a inadequação de projetos imobiliários de torres altas em relação à qualidade da rua, como espaço de interação social. Müller e Lima, da Universidade Federal do Pará, apresentam uma avaliação do uso de espaços de lazer destinados a crianças em empreendimentos da faixa 1 do Programa MCMV, em dois empreendimentos localizados em Belém - PA e recomendam a incorporação de requisitos específicos sobre a qualidade do projeto desses espaços, nas diretrizes do PMCMV. O quarto artigo deste bloco, sobre o tema arquitetura hospitalar, apresenta proposta de atributos ambientais desejáveis ao planejamento de unidades de alojamento conjunto do Método Canguru, que é uma alternativa ao cuidado neonatal convencional. Este artigo é de autoria de Ely, Cavalcanti, Silveira, Klein e Soares Junior, da Universidade Federal de Santa Catarina.

No artigo seguinte, os autores Celimar A. Teixeira, Marcel A. Budel, Karina Q. de Carvalho e Stella Maris C. Bezerra, da Universidade Tecnológica Federal do Paraná, e Ghisi, da Universidade Federal de Santa Catarina, analisam a qualidade da água de chuva coletada em telhados, a partir de estudos de caso desenvolvidos com dois tipos de cobertura: telhas de concreto e cobertura plana e vegetada.

Costa e Ilha, da Universidade Estadual de Campinas, são as autoras do artigo que propõe metodologia para a seleção de informações técnicas para avaliação do desempenho de sistemas prediais hidráulicos e sanitários, um modelo genérico para caracterização dos componentes e a incorporação de informações de desempenho na norma brasileira de BIM.

Os artigos seguintes enfatizam a tecnologia do ambiente construído. Oliveira, Silva, da Universidade Católica de Pernambuco, Pires Sobrinho, do Instituto Tecnológico de Pernambuco, e Azevedo, da Universidade Católica de Pernambuco, apresentam uma reflexão sobre as edificações executadas em alvenaria resistente em Pernambuco. O artigo de autoria de Dias, da Faculdades Multivix, e Alvarez, da Universidade Federal do Espírito Santo, apresenta estudo das propriedades mecânicas da madeira plástica e compósitos termoplásticos, que vem sendo utilizados como alternativa à madeira. Os autores concluem que os produtos desenvolvidos com termoplásticos tem aplicação limitada na construção civil, devido ao baixo módulo de elasticidade específico e a elevada densidade. Uma análise da confiabilidade estrutural de uma ponte executada em sistema laminado protendido de madeira é apresentada por Cheung, da Universidade Federal do Mato Grosso do Sul, Scaliante, do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes de Mato Graosso do Sul, Lindquist, da Secretaria da Fazenda do Estado do Ceará, Christoforo, da Universidade Federal de São Carlos, e Calil Junior, da Universidade de São Paulo. Na análise, os autores enfatizaram os esforços provenientes do tráfego real.

Os três últimos artigos desta edição se referem à ciência dos materiais. O primeiro, de Geraldo C. Isaia, da Universidade Federal de Santa Maria, Zerbino, da Comisión de Investigaciones Científicas da Argentina, Gastaldini, da Universidade Federal de Santa Maria, e Sensale, da Universidad de la República - Uruguai, dá continuidade aos resultados apresentados em artigo publicado nesta Revista (n. 1 v. 10) apresentando uma análise da durabilidade de concreto estrutural produzido com adição de cinza de casca de arroz natural, sem processamento, em substituição parcial de cimento. Os autores concluem que a proporção de 15%, em massa, é tecnicamente viável e favorece a sustentabilidade. Willbert, Kazmierczak e Kulakowski, da Universidade do Vale do Rio dos Sinos, assinam artigo que apresenta uma análise da viabilidade de utilização da técnica de nanoindentação para a avaliação da interface entre pasta e agregado reciclado, proveniente de concreto e argamassas de concretos com cinza de casca de arroz e fíler basáltico, utilizado em concretos. O último artigo desta edição apresenta resultados de um estudo sobre esterificação de fibras de bucha vegetal, visando o uso dessas fibras como reforço em matriz cimentícia. O artigo é de autoria de Souza, Motta, Pasquini, Vieira e Pires, da Universidde Federal de Uberlândia.

Agradecemos aos autores e, principalmente, aos avaliadores que contribuíram nesta edição. Tenham todos uma boa leitura.

Doris Kowaltowski, Professora da UNICAMP
Ercília Hirota, Professora da UEL
Léa Cristina de Souza, Professora da UFSCar
Monica Leite, Professora da UEFS
Editoras-chefe

Creative Commons License Este é um artigo publicado em acesso aberto (Open Access) sob a licença Creative Commons Attribution, que permite uso, distribuição e reprodução em qualquer meio, sem restrições desde que o trabalho original seja corretamente citado.