SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.1 número1ANATOMIA DA MADEIRA DE Acacia nitidifolia Speg. (Leguminosae Mimonoideae)AVALIAÇÃO SILVICULTURAL DA Melia azedarach L. EM FUNÇÃO DO TAMANHO DOS FRUTOS índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Ciência Florestal

versão impressa ISSN 0103-9954versão On-line ISSN 1980-5098

Ciênc. Florest. vol.1 no.1 Santa Maria jan./dez. 1991

http://dx.doi.org/10.5902/19805098257 

Artigos

DETERMINAÇÃO DA PRODUÇÃO DE CASCA DE ACÁCIA-NEGRA, Acacia mearnsii DE Wild.

YIELD BARK DETERMINATION FOR BLACK WATTLE, Acacia mearnsii De Wild.

Paulo Renato Schneider1 

Gerard Oesten2 

Ariane Brill3 

Gerson Luis Mainardi3 

1Engenheiro Florestal, Dr., Professor Titular do Departamento de Ciências Florestais, Centro de Ciências Rurais, Universidade Federal de Santa Maria, Av. Roraima, 1000, CEP 97105-900, Santa Maria (RS), Brasil.

2Engenheiro Florestal, Dr., Professor da Albert Ludwig Universitat de Freiburg. Alemanha.

3Acadêmico do Curso de Graduação em Engenharia Florestal, Centro de Ciências Rurais, Universidade Federal de Santa Maria, Av. Roraima, 1000, CEP 97105-900, Santa Maria (RS), Brasil.


RESUMO

O presente trabalho foi desenvolvido com acácia-negra, Acacia mearnsii De Wild., e teve como objetivo a elaboração de tabelas de produção de casca verde, estimadas através de equações obtidas por modelagem da produção em função da idade, altura dominante e área basal, expressa pelo modelo genérico: log C = b0 + b1 h0 2 +b2 log G, sendo: C = peso de casca verde por hectare; G = área basal por hectare; h0 = altura dominante. Esta equação apresentou uma alta precisão, sendo que as variáveis independentes, altura dominante e área basal, explicaram 97,8% da variação da produção de casca verde por hectare.

Palavras-chave: equações; produção de casca; Acacia mearnsii

ABSTRACT

The present research was undertaken with black wattle, Acacia mearnsii De Wild. The objective was to determine the green bark yield, estimated through an equation obtained by a production model, related age, dominant height and basal area, expressed by the generic model: log C = b0 + b1 h0 2 +b2 log G, where C = green bark weight per hectare; G = basal area per hectare; h0 = dominant height. This equation showed a high precision. The independent variables, dominant height and basal area explained 97,8% of the green bark yield variation per hectare.

Keywords: equations; bark yield; Acacia mearnsii

Texto completo disponível apenas em PDF.

Full text available only in PDF format.

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

ALDER, D. Forest volume estimation and yield prediction. Roma: FAO, 1980. 194 p. [ Links ]

BENETT, F. A.; Mc-CEE, C. E.; CULTTER, J. L. Yield of old field Slash pine plantations. New York, U.S.: Depart. of Agriculture, Southeastern Forest Experiment Station, 1959, 19p. (Staton Paper, 107). [ Links ]

BRASIL. Ministério da Agricultura.Distrito Florestal. Porto Alegre: Secretaria da Agricultura e de Desenvolvimento Florestal, 1960. 210 p. [ Links ]

CULTTER, J. L. Compatible growth and models for loblolly pine. Forest Science, New York, v. 9, n. 3, p. 355-371, 1963. [ Links ]

DE HOOGH, R. Y.; DIETRICH, A.; AHRENS, S. Classificação de sítio, tabela de volume e produção para povoamento de Araucaria angustifolia. Brasil Florestal, Brasília, v. 9, n. 36, p. 58-82, 1978. [ Links ]

HUSCH, B. Forest mensuration and statistic. New York: Ronald Press, 1963. 47 p. [ Links ]

KRADETZKY, J. Modell eines integrierten Ertragstafel-Systems in modular Form. Freiburg: Mitteilungen der Forstlichs und Forschungsanstalt Baden-Wurttemberg. [s. l.]: Abtreilunh Biometrie, 1972. 15p. [ Links ]

MITSHRLICH, G.; SONNTAG, G. Papelversuche: model fuer line Resenertrag und Neupotz-Pappel-Ertragstafel im Oberrheisgebiet, Allgemeine Forst und Jagdzeitung, Wien, v. 153, n. 12, p. 213-219, 1982. [ Links ]

MORENO, J. A. Clima do Rio Grande do Sul. Porto Alegre: Secretaria da Agricultura, 1961. 41 p. [ Links ]

PIO CORREA, M. Dicionário de plantas úteis do Brasil e das espécies exóticas cultivadas. Rio de Janeiro: Imprensa Nacional, 1926. v. 1. [ Links ]

SCHNEIDER, P. R. Modelos de equações e tabelas para avaliar o peso de casca de acácia-negra. Curitiba, UFPr, 1978. 149 f. Dissertação (Mestrado em Engenharia Florestal) - Setor de Ciências Agrárias, Universidade Federal do Paraná, Curitiba, 1978. [ Links ]

SCHNEIDER, P. R.; SILVA, J. A. Índice de sítio para acácia-negra, Acacia mearnsii De Wild. Brasil Florestal , Brasília, v. 36, p. 58-82, 1980. [ Links ]

SHERRY, S. P. The black Wattle (Acacia mearnsii). Pletermoritzburg: University of Natal Press, 1971. 402 p. [ Links ]

SCHOENAU, A. P. G. A site evaluation Study in Black Wattle (Acacia mearnsii De Wild.). Annales Universitatis von Steilenbosch, Steilenbosch, v. 44, n. 2A, p. 214, 1969. [ Links ]

Creative Commons License Este é um artigo publicado em acesso aberto sob uma licença Creative Commons