SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.63 issue2On the Definition of Torture: The Necessity and Difficulty of Conceptualizing the Unlimited Production of Suffering author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Dados

Print version ISSN 0011-5258On-line version ISSN 1678-4588

Abstract

PETRONI, Lucas. O Que Há de Errado com o Igualitarismo de Fortuna?. Dados [online]. 2020, vol.63, n.2, e20180094.  Epub June 03, 2020. ISSN 1678-4588.  http://dx.doi.org/10.1590/001152582020208.

O objetivo geral do artigo é argumentar que o igualitarismo de fortuna, defendido por autores como Ronald Dworkin, Richard Arneson e G. A. Cohen, é uma forma equivocada de conceber os objetivos do igualitarismo. Para isso, o artigo propõe uma distinção entre dois tipos de críticas ao igualitarismo de fortuna: (i) uma interna e de natureza conceitual, centrada na linha de corte entre escolhas voluntárias e circunstâncias não voluntárias; e (ii) uma crítica igualitária, que tem como objeto o fundamento normativo das teorias da justiça. O artigo argumenta que a crítica igualitária (mas não necessariamente a interna) exige uma mudança de prioridades na agenda de pesquisa sobre justiça distributiva, favorecendo concepções relacionais de igualdade. Finalmente, o artigo utiliza o papel da responsabilidade pessoal nas teorias da justiça como um caso ilustrativo da diferença entre a visão distributiva e a visão relacional do valor moral da igualdade.

Keywords : teorias da justiça; igualdade; igualitarismo de fortuna; responsabilidade; igualdade de oportunidade.

        · abstract in English | French | Spanish     · text in Portuguese     · Portuguese ( pdf )