Acta Botanica Brasilica, Volume: 23, Issue: 1, Published: 2009
  • Untitled document

  • Species distribution relationships of different strata and soil characteristics in an alluvial forest in Paraná State, Brazil Artigos

    Carvalho, Joema; Marques, Márcia Cristina Mendes; Roderjan, Carlos Vellozo; Barddal, Murilo; Sousa, Silas Garcia Aquino de

    Abstract in Portuguese:

    Entre os fatores que influenciam a distribuição de espécies nas comunidades vegetais localizadas em regiões ribeirinhas, as características do solo são consideradas os mais importantes. No presente estudo, foram avaliadas a composição florística, a diversidade e a estrutura de três estratos da vegetação e suas relações com as características do solo em um fragmento de floresta aluvial na bacia do rio Iguaçu, no estado do Paraná. Buscou-se verificar se a estrutura e a diversidade da floresta nos diferentes estratos podem ser explicadas por fatores edáficos e hídricos. Caracterizaram-se os parâmetros estruturais e a composição florística de três estratos da vegetação % de regeneração (20 cm < altura < 1,30 m; 80 sub-parcelas de 1 m×1 m), intermediário (perímetro à altura do peito - PAP < 15 cm, altura > 1,30 m; 20 sub-parcelas de 5 m×5 m) e superior (PAP > 15 cm, 20 parcelas de 10 m×10 m) - e correlacionaram-se as abundâncias das espécies com os parâmetros do solo e do lençol freático de cada parcela. A floresta caracterizou-se por baixa diversidade (H' = 2,36 no estrato de regeneração, 2,49 no estrato no estrato intermediário e 1,59 no estrato superior) e alta similaridade florística entre estratos (índices de similaridade de Sørensen > 0,65). As relações entre a distribuição espacial das espécies e as características do solo foram distintas entre estratos: no estrato superior correlacionou-se com a profundidade do lençol freático e o teor de matéria orgânica; no intermediário, com profundidade do lençol e teor de alumínio, porém no estrato inferior nenhum dos fatores ambientais analisados explicou a distribuição das espécies. Os resultados sugerem que a estrutura e a composição florística destas comunidades aluviais refletem os diferentes níveis de interação ao longo do ciclo de vida dos indivíduos.

    Abstract in English:

    Soil characteristics are the most important factors influencing species distribution in alluvial forests. Here we evaluated species composition, diversity and structure of three forest strata and their relationship with soil characteristics in a fragment of alluvial forest in the Iguaçu River basin, Paraná state. We asked if forest structure and diversity can be explained by edaphic and hydrological factors. We evaluated structural variables and floristic composition of three forest strata: regeneration stratum (20 cm < height < 1.30 m; 80 subplots, 1 m×1 m), intermediate stratum (perimeter at breast height - pbh < 15 cm, height > 1.30 m; 20 subplots, 5 m×5 m) and upper stratum (pbh > 15 cm, 20 subplots, 10 m×10 m). In addition, we correlated species abundance with soil parameters in each subplot. The forest was characterized by a low diversity (Shannon's index: regeneration stratum = 2.36; intermediate stratum = 2.49; upper stratum = 1.59) and high floristic similarity among strata (Sørensen index > 0.65). The relationship of species spatial distribution and soil characteristics was distinct among strata: species distribution was correlated with soil water-table levels and organic matter content in the upper stratum and with soil water-table levels and aluminum concentration in the intermediate stratum. On the other hand no significant correlation was verified in the regeneration stratum. Our results suggest that community structure and floristic composition in alluvial forests reflect different interactions during individual life cycles.
  • Tree layer structure and soil characteristics of two deciduous dry forests in the Araguari river valley, Minas Gerais State, Brazil Artigos

    Siqueira, Ariane de Souza; Araújo, Glein Monteiro de; Schiavini, Ivan

    Abstract in Portuguese:

    Este trabalho investigou a estrutura do componente arbóreo e as características edáficas de duas florestas deciduais (doravante Funil 1 e Funil 2) localizadas no vale do rio Araguari, Triângulo Mineiro. Foram demarcadas 60 parcelas de 10×20 m em cada área. Todas as árvores com circunferência a 1,30 m de altura >15 cm foram amostradas. Para o estudo do solo foram realizadas análises físicas e químicas de 20 amostras de cada ambiente. Para verificar possíveis relações entre as características do solo e a distribuição das espécies foram realizadas análises de correspondência canônica (CCA). Funil 1 apresentou densidade de 1695 ind./ha e área basal total de 16,25 m²/ha. Foram amostradas 64 espécies, 49 gêneros e 32 famílias nesse ambiente. Funil 2 apresentou densidade de 937,5 ind./ha, área basal total de 14,02 m²/ha e total de 46 espécies, 39 gêneros e 22 famílias. O índice de diversidade de Shannon foi de 2,76 (Funil 1) e 2,59 (Funil 2), sendo a equabilidade semelhante para os dois ambientes (J' = 0,66). As análises químicas evidenciaram fortes semelhanças entre os solos estudados. Em contraste, houve diferença considerável dos parâmetros físicos desses solos. A umidade dos solos de Funil 1 e 2 variou ao longo do ano (ANOVA F = 367,67; gl = 3; p < 0,001), sendo o mês de dezembro o mais úmido e o mês de setembro o mais seco. A CCA realizada para as duas florestas sugere que a maioria das espécies distribui-se por toda área, alterando apenas suas abundâncias relativas.

    Abstract in English:

    This study aimed to analyze the vegetation structure and soil characteristics of two deciduous forests, hereafter referred to as Funil 1 and Funil 2, located in the Araguari river valley, Triângulo Mineiro region. Sixty 10×20 m plots were laid out in each forest. All trees with a minimum circumference of 15 cm at 1.30 m above ground were sampled. Soil samples were collected from 20 plots in each forest. Canonical correspondence analysis (CCA) was used to check relationships between species distribution and soil characteristics. Funil 1 had a density of 1695 ind./ha and basal area of 16.25 m²/ha. A total of 64 species, 49 genera and 32 families were found in the area. Funil 2 had a density of 937.5 ind./ha, basal area of 14.02 m²/ha and a total of 46 species, 39 genera and 22 families. Shannon's index for Funil 1 and Funil 2 was 2.76 and 2.59, respectively. Pielou's evenness index was the same in both environments (J' = 0.66). Chemical analysis of forest soils showed high similarity. In contrast, there were significant physical differences between Funil 1 and Funil 2 soils. Soil humidity of Funil 1 and 2 changed during the year (ANOVA F = 367.67; df = 3; p < 0.001); December was the wettest month and September, the driest month. Canonical correspondence analysis showed that most of the species were distributed throughout the area in both forests, differing only abundance.
  • The genus Nectandra Rol. ex Rottb. (Lauraceae) in Paraná State, Brazil Artigos

    Goldenberg, Renato; Moraes, Pedro Luís Rodrigues de

    Abstract in Portuguese:

    Nectandra Rol. ex Rottb. apresenta 14 espécies no Paraná: Nectandra angustifolia (Schrader) Nees & Mart., N. cissiflora Nees, N. cuspidata Nees & Mart., N. grandiflora Nees & Mart., N. hihua (Ruiz & Pav.) Rohwer, N. lanceolata Nees & Mart., N. leucantha Nees & Mart., N. megapotamica (Sprengel) Mez, N. membranacea (Sw.) Griseb., N. nitidula Nees & Mart., N. oppositifolia Nees & Mart., N. paranaensis Coe-Teixeira, N. puberula (Schott) Nees e N. reticulata (Ruiz & Pav.) Mez. São apresentados chave para identificação e descrições de cada espécie, assim como ilustrações e dados sobre sua fenologia e distribuição. Nectandra hihua é citada pela primeira vez para o Estado.

    Abstract in English:

    Nectandra Rol. ex Rottb. has 14 species in Paraná: Nectandra angustifolia (Schrader) Nees & Mart., N. cissiflora Nees, N. cuspidata Nees & Mart., N. grandiflora Nees & Mart., N. hihua (Ruiz & Pav.) Rohwer, N. lanceolata Nees & Mart., N. leucantha Nees & Mart., N. megapotamica (Sprengel) Mez, N. membranacea (Sw.) Griseb., N. nitidula Nees & Mart., N. oppositifolia Nees & Mart., N. paranaensis Coe-Teixeira, N. puberula (Schott) Nees and N. reticulata (Ruiz & Pav.) Mez. We present an identification key and species descriptions, as well as illustrations and data on phenology and geographic distribution. N. hihua is cited for the first time in Paraná State.
  • Characterization of restinga vegetation at Maracaípe, Pernambuco State, Brazil, based on physiognomy, flora, soil nutrients, and water-table level Artigos

    Almeida Jr., Eduardo Bezerra de; Olivo, Murielle Andreo; Araújo, Elcida de Lima; Zickel, Carmen Silvia

    Abstract in Portuguese:

    O objetivo deste estudo foi realizar o levantamento florístico e descrever as fisionomias, relacionando-as com as formas de vida, fertilidade do solo e variações do lençol freático encontradas na restinga de Maracaípe. A área possui 76,2 ha de vegetação de restinga, sob as coordenadas 08º31'48"S e 35º01'05"W. Possui clima do tipo As' e solo classificado como Neossolo Quartzarênico. Foram feitas caminhadas aleatórias nas três fisionomias existentes - floresta, campo não inundável e campo inundável, durante o período de julho/2003 a julho/2005, para coleta de material botânico. A lista florística foi comparada a outras listas de restinga da região Nordeste. Foram inventariadas 187 espécies, 148 gêneros, distribuídas em 71 famílias. Entre as famílias mais representativas, destacam-se: Poaceae (13 espécies), Cyperaceae (12), Myrtaceae (10), Orchidaceae (9), Rubiaceae (8), Bromeliaceae e Fabaceae (7). A forma de vida "fanerófito" foi elevada na fisionomia florestal e as formas "caméfito", "terófito" e "criptófito", nas fisionomias campo inundável e não inundável. Os solos das fisionomias diferiram quanto à composição química e só ocorreu afloramento do lençol freático na fisionomia campo inundável. Este estudo permitiu concluir que a proporção de formas de vida, variação no nível do lençol freático, matéria orgânica e teor de alumínio no solo foram determinantes na separação das fisionomias da restinga de Maracaípe.

    Abstract in English:

    We undertook a floristic survey to describe the phytophysiognomies of a restinga at Maracaípe, and related these to life form, soil fertility, and variation in the local water-table level. The study area is located at 08º31'48"S and 35º01'05"W, and has 76.2 ha of restinga vegetation. The regional climate is classified as As' and local soils are sandy Neosols. Random walks to collect botanical material were made in the three different vegetation physiognomies found in the area - forest, flooded grassland and non-flooded grassland - from July/2003 to July/2005. The resulting list of plant species was compared to other restinga areas of Northeast Brazil. A total of 187 species belonging to 148 genera and 71 families were found in the survey area. The families best represented were Poaceae (13 species), Cyperaceae (12), Myrtaceae (10), Orchidaceae (9), Rubiaceae (8), Bromeliaceae and Fabaceae (7). Phanerophytes were well represented in the forest, while camephytes, therophytes, and cryptophytes were best represented in the flooded grassland and non-flooded grassland. The soils of the different vegetation physiognomies differed in terms of chemical composition, and the water table reached the soil surface only in the flooded grassland. We conclude that different proportions of life form, variation in water-table levels, and soil organic matter and aluminum content were determining factors for segregating the different plant physiognomies in the Maracaípe restinga.
  • Tree community dynamics in a semideciduous forest, in Uberlândia, Minas Gerais State, Brazil Artigos

    Silva, Mariana Resende; Araújo, Glein Monteiro de

    Abstract in Portuguese:

    O objetivo do trabalho foi de verificar as mudanças ocorridas na comunidade arbórea em um intervalo de 14 anos. O estudo foi realizado em uma área de floresta semidecidual utilizando 50 parcelas de 10 m×10 m, onde foram amostradas todas as árvores com DAP > 3,18 cm em 1990 e em 2004. No primero inventário encontrou-se 95 espécies, 818 indivíduos e área basal de 14,43 m² . No segundo levantamento amostrou-se 95 espécies, 866 indivíduos e área basal de 13,42 m² . No período de 14 anos, 10 espécies desapareceram e o mesmo número ingressou na comunidade. O índice de diversidade de Shannon, na primeira amostragem foi de 4,05 e na segunda 3,72. A taxa média anual de mortalidade foi de 4,1% e a de recrutamento 4,5%. A meia-vida, o tempo de duplicação, a estabilidade e a reposição, para o número de indivíduos foi 16,92, 15,04, 1,86 e 15,98 anos, respectivamente. O fragmento florestal manteve a riqueza de espécies, porém houve mudanças no índice de diversidade, número de indivíduos e área basal podendo possivelmente ser o resultado do processo de fragmentação e do isolamento dessa comunidade.

    Abstract in English:

    This study describes the dynamics of a tree community based on two successive surveys carried out with a 14 years interval in order to analyze changes in the community structure during the period. The study was done in a semideciduous forest area using 50 plots of 10 m×10 m, where all trees with DBH > 3.18 cm were sampled. In 1990 there was registered a total of 95 species, 818 individuals and basal area of 14.43 m², while in 2004, 95 species, 866 individuals and basal area of the 13.42 m² . The floristic composition changed but the number of species remained same. The Shannon's diversity index was 4.05 and the Pielou's evenness 0.62 in 1990 and 3.72 and 0.57 in 2004, respectively. The mean annual mortality rate was 4.1% and the mean annual recruitment rate 4.5%. The half-life, the time duplication, stability and turnover were 16.92, 15.04, 1.86 e 15.98 years, respectively. The changes whitch occurred in the forest community shows that this fragment, althought maintaining general structure and species richness, is undergoings changes in diversity and equity which may be still the result of the fragmentation and isolation process.
  • Germination of Ternstroemia brasiliensis Cambess. (Pentaphylacaceae) from a restinga forest Artigos

    Pires, Luciana Andréa; Cardoso, Victor José Mendes; Joly, Carlos Alfredo; Rodrigues, Ricardo Ribeiro

    Abstract in Portuguese:

    A partir de ensaios de germinação no campo e no laboratório, este trabalho visa contribuir para o conhecimento da ecologia da regeneração de Ternstroemia brasiliensis Cambess. em Floresta de Restinga. As sementes são dispersas com teores de água relativamente altos e apresentam baixa tolerância ao armazenamento, podendo ser consideradas recalcitrantes. A germinabilidade é elevada, indiferente à luz e não é afetada pela presença do arilo. A ausência de dormência e a pequena resposta ao vermelho extremo devem permitir pronta germinação no sub-bosque, não constituindo banco de sementes no solo da Restinga. As temperaturas de 25 ºC e 30 ºC podem ser consideradas ótimas para a germinação de T. brasiliensis. A luz pode afetar parâmetros da resposta das sementes à temperatura. A aplicação do modelo de graus-dia parece ser um instrumento válido para se estudar a dependência da temperatura da germinação dessa espécie. As características germinativas de T. brasiliensis são semelhantes às de espécies não-pioneiras e ajudam a explicar a distribuição da espécie. Luz e temperatura não devem ser limitantes para sua germinação no ambiente natural da Restinga, a qual pode ser influenciada principalmente pelo nível de água no solo.

    Abstract in English:

    The main purpose of this work was to study the germination of Ternstroemia brasiliensis seeds both in laboratory and field conditions in order to contribute to understanding the regeneration ecology of the species. The seeds were dispersed with relatively high moisture content and exhibit a recalcitrant storage behaviour because of their sensitivity to dehydration and to dry storage. The germinability is relatively high and is not affected either by light or aril presence. The absence of the dormancy and the low sensitivity to far red light can enable to seeds to promptly germinate under Restinga forest canopy, not forming a soil seed bank. The constant temperatures of 25 ºC and 30 ºC were considered optimum for germination of T. brasiliensis seeds. Temperature germination parameters can be affected by light conditions. The thermal-time model can be a suitable tool for investigating the temperature dependence on the seed germination of T. brasiliensis. The germination characteristics de T. brasiliensis are typical of non pioneer species, and help to explain the distribution of the species. Germination of T. brasiliensis seeds in Restinga environment may be not limited by light and temperature; otherwise the soil moisture content can affect the seed germination.
  • Structure of phytoflagellate populations in floodplain lakes of the Araguaia River, Brazil Artigos

    Nabout, João Carlos; Nogueira, Ina de Souza; Oliveira, Leandro Gonçalves

    Abstract in Portuguese:

    O objetivo deste trabalho foi avaliar a estrutura e dinâmica das populações de fitoflagelados nos períodos de chuva e estiagem dos anos de 2000 e 2001 nas lagoas de inundação do rio Araguaia. As análises foram baseadas na riqueza específica, composição florística e biovolume dos fitoflagelados que estão associadas a determinadas variáveis climáticas, físicas e químicas da água. O teste de Mantel evidenciou um fraco padrão espacial das populações de fitoflagelados, além disso, o teste de Mantel corroborou a importância do componente local na estrutura dessas populações. Os escores derivados da DCA, aplicadas aos dados biológicos demonstram que os períodos de águas altas e baixas não se diferenciaram fortemente em 2000 e 2001, entretanto foi possível notar variação interanual das populações de fitoflagelados. Os dados de biovolume indicaram que existiu um fitoplâncton predominado por Chryptophyceae (grupo funcional Y) e Euglenophyceae (grupo funcional W1) em 2000 e 2001. A riqueza especifica e o biovolume responderam ao pulso de inundação, tanto as águas altas como as águas baixas apresentaram dinâmicas distintas nos dois anos o que pode indicar a importância do pulso de inundação sobre os fitoflagelados.

    Abstract in English:

    The aim of this work was to evaluate ecological aspects of phytoflagellate populations during the rainy and dry seasons of 2000 and 2001 in floodplain lakes in the Araguaia River. The analyses were based on species richness, composition and biovolume of the phytoflagellates, associated with climatic and limnological variables of the water. The Mantel test showed weak spatial patterns for phytoflagellate populations; moreover the Mantel test confirmed the importance of the local component in the structure of these populations. The results of DCA applied to the biological data showed that high- and low-water periods were not strikingly different in 2000 and 2001. Biovolume data indicated that the phytoplankton was dominated by Chryptophyceae (functional group Y) and Euglenophyceae (functional group W1) in 2000 and 2001. Species richness and biovolume responded to the flood pulse. Both high- and low-water had different dynamics in the two years; this seems to indicate the importance of the flood pulse for phytoflagellates.
  • Morphology and reproduction of Chondria curvilineata F.S. Collins & Hervey (Rhodomelaceae, Rhodophyta, an addition to the Brazilian marine flora Artigos

    Böker-Torres, Martha; Horta, Paulo Antunes; Salles, José; Ouriques, Luciane; Fujii, Mutue Toyota; Bouzon, Zenilda

    Abstract in Portuguese:

    O trabalho a espécie Chondria curvilineata é escrita pela primeira vez para o litoral brasileiro a. O material foi coletado no sublitoral da Lagoa da Conceição, Florianópolis, Santa Catarina. É apresentada uma descrição detalhada da morfologia e reprodução, discutindo e comparando as características diagnósticas da referida espécie com as demais espécies descritas para o Brasil e para outras partes do mundo.

    Abstract in English:

    Here the species Chondria curvilineata is described for the first time to the Brazilian coast. The material was collected in the subtidal region of Lagoa da Conceição, Florianópolis, Santa Catarina. We present a detailed description of the morphology and reproduction, discussing and comparing the diagnostic characteristic.
  • Conidial fungi associated to leaf litter of Clusia melchiorii Gleason and C. nemorosa G. Mey (Clusiaceae) in a fragment of Atlantic rainforest, Bahia State, Brazil Artigos

    Barbosa, Flávia Rodrigues; Maia, Leonor Costa; Gusmão, Luís Fernando Pascholati

    Abstract in Portuguese:

    Visando ampliar o conhecimento sobre diversidade de fungos conidiais, 10 folhas mortas de três indivíduos de C. melchiorii e de C. nemorosa foram coletadas bimestralmente na Serra da Jibóia, Bahia, no período de outubro/2005 a junho/2006. As folhas foram lavadas em água corrente e mantidas em câmara-úmida durante 30 dias. As estruturas fúngicas foram retiradas para estudo morfológico. Foram identificados 79 táxons de Ascomycota na forma anamórfica. Destes, 78 são hifomicetos e um celomiceto. Do total, 87% ocorreram sobre C. melchiorii e 55% sobre C. nemorosa. A maioria dos fungos apresentou freqüência esporádica e constância acidental. As espécies mais freqüentes foram: Beltrania rhombica Penz., Chaetopsina fulva Rambelli, Dactylaria ficusicola Paulus, Gadek & Hyde, Verticillium theobromae (Turconi) Mason & Hughes e Volutella sp. 1 (sobre C. melchiorii) e Atroseptaphiale flagelliformis Matsush., Pseudobeltrania sp., Zygosporium gibbum (Sacc., Rousseau & Bommer) Hughes, Verticillium theobromae (Turconi) Mason & Hughes e Volutella sp. 1 (sobre C. nemorosa). A similaridade de fungos entre as duas espécies de Clusia atingiu 60% e 11 táxons foram constantes nos dois hospedeiros: Atrosetaphiale flagelliformis, Beltraniella portoricensis (Stevens) Piroz. & Patil, Chalara alabamensis Jones & Ingram., Cryptophiale kakombensis Piroz., Parasympodiella laxa (Subram. & Vittal), Speiropsis scopiformis Kuthub. & Nawawi, Thozetella cristata Piroz. & Hodges, Umbellidion radulans Sutton & Hodges, Verticillium theobromae, Volutella sp. 2 e Zygosporium gibbum. Os dados mostram que o folhedo produzido por C. melchiorii e C. nemorosa, na Serra da Jibóia, é rico em fungos conidiais. Esses fungos, como decompositores, são importantes para a dinâmica do ecossistema estudado.

    Abstract in English:

    In order to increase the diversity knowledge of conidial fungi, 10 dead leaves from three individuals of C. nemorosa and C. melchiorii were bimonthly collected at the "Serra da Jibóia", State of Bahia, from October/2005 to June/2006. The leaves were washed with tap water and maintained in moist chamber during 30 days. The fungal structures were collected for morphological studies. Seventy nine taxa of Ascomycota, in the anamorphic state were registered: 78 hyphomycete and one Coelomycete. Most of the species occurred on Clusia melchiorii (87%) and 55% on C. nemorosa. The majority of the fungi presented sporadical frequency and accidental constancy. The most frequent species were: Beltrania rhombica Penz., Chaetopsina fulva Rambelli, Dactylaria ficusicola Paulus, Gadek & Hyde, Verticillium theobromae (Turconi) Mason & Hughes e Volutella sp. 1 (on C. melchiorii) and Atroseptaphiale flagelliformis Matsush., Pseudobeltrania sp., Zygosporium gibbum (Sacc., Rousseau & Bommer) Hughes, Verticillium theobromae (Turconi) Mason & Hughes and Volutella sp. 1 (on C. nemorosa). The similarity of fungi between the two species of Clusia reached 60% and 11 taxa were constant in both hosts: Atrosetaphiale flagelliformis, Beltraniella portoricensis (Stevens) Piroz. & Patil, Chalara alabamensisJones & Ingram., Cryptophiale kakombensis Piroz., Parasympodiella laxa (Subram. & Vittal), Speiropsis scopiformis Kuthub. & Nawawi, Thozetella cristata Piroz. & Hodges, Umbellidion radulans Sutton & Hodges, Verticillium theobromae, Volutella sp. 2 and Zygosporium gibbum. The data show that the litter produced by C. melchiorii and C. nemorosa, at the Serra da Jibóia, is rich in conidial fungi. These fungi, as decomposers, are important for the dinamic of the studied ecosystem.
  • Morphological alterations in leave of micropropagated pineapple plants cv. IAC "Gomo-de-mel" acclimatizated in different conditions of luminosity Artigos

    Batagin, Katherine Derlene; Almeida, Cristina Vieira de; Tanaka, Francisco André Ossamu; Almeida, Marcílio de

    Abstract in Portuguese:

    Plantas micropropagadas geralmente apresentam dificuldades de adaptação ao meio ex vitro, sendo muitas vezes submetidas a processos de rustificação para minimizar os impactos decorrentes da mudança de ambiente. Uma vez que a folha e seus anexos destacam-se como importantes indicativos das estratégias adaptativas das plantas a ambientes adversos, este trabalho teve por objetivo comparar a anatomia foliar de plantas de abacaxi cv. IAC "Gomo-de-mel" cultivadas in vitro com microplantas aclimatizadas em diferentes condições de luminosidade, sob telado com 50% de sombreamento e em pleno sol para verificar a necessidade do processo de rustificação para este cultivar. Avaliações por meio de microscopia de luz e eletrônica de varredura da epiderme foliar, demonstraram aumento na densidade de escamas em ambas as superfícies das folhas, em microplantas dos ambientes ex vitro, principalmente em relação às que foram expostas diretamente ao sol. Observou-se ainda, aumento no espessamento da cutícula, na sinuosidade das células epidérmicas, e na distribuição e quantidade de fibras no mesofilo evidenciando a interferência das condições de luminosidade nas características morfológicas das microplantas. Essas alterações não prejudicaram o desenvolvimento das microplantas, indicando que não são necessárias etapas de rustificação para a aclimatização deste cultivar.

    Abstract in English:

    Microprapagated plants usually show difficulties to adapt to ex vitro conditions, and many times are submitted to the rustication process to aim the reduction of all the impacts resulting from the environmental changes. Once the leaf and its annexes are important indicators of adaptability strategies of the plants to adverse environmental conditions, the objective of this work was to compare the leaf anatomy of pineapple cv. IAC "Gomo-de-mel" in vitro cultivated plants with microplants acclimatized in different conditions of luminosity, under mesh, with 50 % of shading and directly exposed to sunlight, to verify the needed of rustication process on this cultivar. Evaluations of the leaf epidermis using light and electronic scanning microscopy showed an increase on scale density in both leaves surfaces of the ex vitro microplants, mainly related to the ones directly exposed to sunlight. Subsequent observations showed an increase on cuticle thickness, on wavy contours of epidermal cells, and on the distribution and quantity of mesophyll fibers, evidencing the light conditions interference in morphological characteristics of these microplants. These alterations had not harmed microplant development, showing that are not need of rustication stages on the acclimatization process of this cultivar.
  • Relationships between phenolic contents and a Cecidomyiidae gall cycle in Aspidosperma spruceanum Müll. Arg. (Apocynaceae) Artigos

    Formiga, Anete Teixeira; Gonçalves, Samuel José de Melo Reis; Soares, Geraldo Luiz Gonçalves; Isaias, Rosy Mary dos Santos

    Abstract in Portuguese:

    Alterações morfológicas detectadas em diversas espécies vegetais em função da indução de galhas são comumente acompanhadas de mudanças químicas importantes para o estabelecimento e manutenção do sistema galhador-planta hospedeira. O estudo da variação do teor de fenóis totais e sua relação com o desenvolvimento das galhas no sistema Aspidosperma spruceanum-Cecidomyiidae foi realizado ao longo de um ano, no qual foram detectados pelo menos dois ciclos de vida dos insetos indutores. O nível de infestação foliar foi alto, atingindo 87%, e os Cecidomyiidae tiveram a região internervural como sítio preferencial de oviposição. A variação sazonal no conteúdo de fenóis totais nas amostras de folhas sadias e galhadas foi primariamente relacionada às condições abióticas e muito embora este teor tenha atingido o máximo de 10 mg EAT g-1, indicando um ambiente químico celular não favorável à indução e a sua sobrevivência, o indutor de A. spruceanum supera esta barreira química, podendo ainda ser favorecido pela proteção contra inimigos naturais propiciada pelos fenólicos.

    Abstract in English:

    Morphological alterations detected in several plant species due to gall induction are commonly followed by chemical changes fundamental to the establishment and maintenance of the host plant-gall maker system. The study of phenolic contents variation and its relation to gall development in Aspidosperma spruceanum-Cecidomyiidae system through a year-time detected two insect life cycles. The level of infestation was high, getting up to 87%, and the Cecidomyiidae preferentially oviposited in internervural region. Seasonal variation in phenolic contents in healthy and galled leaves detected in A. spruceanum was primarily related to abiotic conditions. Even though the levels of phenolic contents might get a maximum of 10 mg EAT g-1, which indicated a non stimulating cell chemical environment to gall induction and herbivore survivorship, A. spruceanum gall maker surpassed this chemical barrier, and might also be favored by the chemical protection against its natural enemies, that phenolic contents might confer.
  • Herbaceous floristic study and relationship with soil of crystalline shield and sedimentary basin caatinga areas at Petrolândia, Pernambuco State, Brazil Artigos

    Silva, Kleber Andrade da; Araújo, Elcida de Lima; Ferraz, Elba Maria Nogueira

    Abstract in Portuguese:

    Realizou-se um levantamento florístico em áreas de caatinga do embasamento cristalino e de bacia sedimentar, em Petrolândia, Pernambuco, objetivando-se identificar diferenças na composição, hábito e forma de vida das herbáceas entre as duas áreas. Foram coletadas amostras de solo nas profundidades de 0 a 20 cm e de 20 a 40 cm. Foram estabelecidas 100 parcelas de 1×1 m em cada área e coletadas todas as espécies herbáceas. De modo geral, o solo da área do embasamento cristalino foi mais fértil, raso, com maior capacidade de reter água e maior porcentagem de argila. Os números de famílias, gêneros e espécies das áreas da bacia sedimentar e do embasamento cristalino foram 32, 62 e 78 e 31, 53 e 69, respectivamente. A similaridade florística entre as áreas foi alta (75%). A análise de agrupamento mostrou que os arranjos florísticos entre as parcelas amostradas são mais semelhantes dentro de cada área que entre áreas, sugerindo a existência de grupos distintos. Tipo de solo parece não ser um fator decisivo na similaridade florística, hábito e proporção de forma de vida das herbáceas da vegetação da caatinga quando as áreas são próximas, mas pode influenciar a ocorrência e a freqüência de algumas espécies.

    Abstract in English:

    Floristic surveys were carried out in two close caatinga areas, one on the crystalline shield and the other on a sedimentary basin, both at Petrolândia, Pernambuco, Brazil, with the objective of identifying differences between the two areas in composition, habit and life form of the herbaceous flora. One hundred 1×1 m plots were established in each area and all the herbaceous species were identified. Soil samples were collected at 0-20 and 20-40 cm depths. In general, the soil in the crystalline shield area was shallower, had greater clay content, with higher water holding capacity, and was more fertile. The number of families, genera and species in the sedimentary basin and crystalline shield areas were 32, 62 and 78 and 31, 53 and 69, respectively. The floristic similarity between the areas was high (75%). The clustering analysis showed that the floristic arrangements between the sampled plots are more similar within the areas than between areas, suggesting the existence of distinct groups. Soil type seems not to be a factor determining the floristic similarity, habit or life forms of the caatinga vegetation herbs when the areas are near, but it may influence the occurrence and the frequency of some species.
  • Analysis of the phytotoxic potential of Aloe arborescens Miller leaf extracts (Asphodelaceae) produced at different times of the year Artigos

    Murakami, Cynthia; Cardoso, Fernando Leite; Mayworm, Marco Aurélio Sivero

    Abstract in Portuguese:

    Este trabalho visou analisar o potencial fitotóxico de extratos foliares de Aloe arborescens Miller sobre a germinação e crescimento de plântulas de alface (Lactuca sativa L.). Amostras de folhas foram coletadas nas quatro estações climáticas e maceradas em etanol P.A. por 28 dias. Os extratos produzidos foram fracionados em extratos etanólico e clorofórmico e tiveram as concentrações reduzidas a 1%. Os bioensaios de ação fitotóxica foram desenvolvidos em triplicata, sob luz constante e temperatura ambiente. Apenas o extrato clorofórmico de primavera mostrou forte atividade fitotóxica sobre a germinação das sementes de alface (16,67%). Todos os extratos reduziram significativamente a primeira contagem, índice de velocidade germinação (IVG) e o crescimento do eixo hipocótiloradicular (EHR) das plântulas de alface, porém os extratos clorofórmicos mostraram maior atividade fitotóxica, gerando alterações morfológicas mais intensas sobre as plântulas de alface e apresentaram maiores teores de compostos fenólicos. Apesar de todos os extratos clorofórmicos inibirem fortemente o crescimento das folhas cotiledonares das plântulas de alface, não se observaram neste último efeito, variações em função dos períodos de coleta.

    Abstract in English:

    This study aimed to analyze seasonal variation in the phytotoxic potential of Aloe arborescens Miller leaf extract on lettuce (Lactuca sativa L.) germination and growth. Leaf samples were collected in the four seasons and were macerated in ethanol P.A. for 28 days. The extracts were fractionated into solutions made with ethanol and chloroform, and concentrations were reduced to 1%. Phytotoxic activity bioassays were carried out in triplicate, under constant light and ambient temperature. Only the spring chloroform extract showed strong phytotoxic activity on lettuce seed germination (16.67%). All extracts significantly reduced the first count, germination velocity index (GVI) and growth of the hipocotyl-root axis (HRA) of the lettuce plants. However, the chloroform extracts showed greater phytotoxic activity, producing more intense morphology alterations on lettuce plants and showed greater content of phenolic compounds.
  • Nectandra Rol. ex Rottb. (Lauraceae) in Mato Grosso do Sul State, Brazil Artigos

    Alves, Flávio Macedo; Sartori, Ângela Lúcia Bagnatori

    Abstract in Portuguese:

    O trabalho apresenta o estudo taxonômico das espécies do gênero Nectandra no Mato Grosso do Sul, Brasil. Baseados na análise morfológica dos espécimes coletados em diferentes regiões do Estado são confirmados oito espécies de Nectandra: N. amazonum Nees, N. cissiflora Nees, N. cuspidata Nees, N. falcifolia (Nees) J.A. Castigl. ex Mart. Crov. & Piccinini, N. gardneri Meisn., N. hihua (Ruiz & Pav.) Rohwer, N. megapotamica (Spreng.) Mez e N. psammophila Nees. É fornecida uma chave de identificação para as espécies e apresentados descrições morfológicas, dados de distribuição geográfica, habitat, aspectos fenológicos, comentários taxonômicos e ilustrações para cada espécie.

    Abstract in English:

    This paper presents the taxonomic study of the species of Nectandra from Mato Grosso do Sul. Eight species of Nectandra were identified through the morphological analyses of specimens collected in different regions from the State: N. amazonum Nees, N. cissiflora Nees, N. cuspidata Nees, N. falcifolia (Nees) J.A. Castigl. ex Mart. Crov. & Piccinini, N. gardneri Meisn., N. hihua (Ruiz & Pav.) Rohwer, N. megapotamica (Spreng.) Mez and N. psammophila Nees. Identification key, morphological descriptions, geographic distribution, habitat, fenologic aspect, taxonomic comments, and illustrations are presented.
  • Size-dependent allocation of biomass to ancillary versus flowers of the inflorescences of the epiphyte Tillandsia stricta Soland (Bromeliaceae) Articles

    Mantovani, André; Iglesias, Ricardo Rios

    Abstract in Portuguese:

    A quantidade de recursos investidos na reprodução sexuada em geral é positivamente correlacionada à quantidade dos mesmos recursos investidos no corpo vegetativo da planta; porém nem sempre de forma proporcional. A proporção dos recursos da planta alocados na reprodução sexuada pode aumentar, diminuir ou se manter constante ao longo do aumento do tamanho do corpo vegetativo. Embora compreendendo milhares de espécies, as epífitas são pouco conhecidas quanto ao padrão de alocação de recursos na reprodução sexuada. Neste estudo é descrita a variação da alocação de recursos na reprodução sexuada da bromélia epífita Tillandsia stricta Soland conforme diferentes tamanhos de corpo vegetativo. O objetivo é avaliar como tal alocação se dá para a inflorescência total à medida que seu corpo vegetativo cresce, bem como quantificar a participação das estruturas de suporte da inflorescência nesta alocação. Com o aumento do corpo vegetativo, a alocação de biomassa na inflorescência como um todo reduziu de 37% para 12%. Entretanto, especificamente para as estruturas de suporte e flores que constituem tal inflorescência, a redução na alocação de biomassa foi de 30% para 9%, nas estruturas de suporte, e de 10% para 3% nas flores. Tanto a área foliar total quanto a área por folha, usadas aqui como indicadoras de forrageamento, também aumentaram com o aumento do tamanho do corpo vegetativo. Tais resultados são discutidos quanto à capacidade de T. stricta de se reproduzir sexuadamente sob as condições heterogêneas da copa das árvores.

    Abstract in English:

    The amount of resources invested in reproduction is closely correlated to plant size. However, the increase in reproductive investment is not always proportional to the increase in vegetative growth, as the proportion of plant resources allocated to reproduction can increase, decrease or be maintained along different plant sizes. Although comprising thousand of species, epiphytes are poorly studied in relation to reproductive allocation (RA). We describe the variation in the RA of the epiphytic bromeliad Tillandsia stricta Soland with increasing plant sizes. Our goal is not only to evaluate the RA of the whole inflorescence but also quantify the contribution of ancillary structures in the final RA of this plant species. With increasing sizes of T. stricta the reproductive allocation of biomass to the whole inflorescence decreased significantly along plant sizes from 37% to 12%. Reproductive allocation to ancillary and to flowers decreased respectively from 30% to 9% and 10% to 3%. As leaves are the main source of water and nutrients absorption in atmospheric Tillandsia, the total leaf area and area per leaf were used as indicators of foraging capacity, that also increased with plant size. We discuss these results with respect to the capacity of T. stricta to reproduce in the heterogeneous environment of the canopies.
  • Structural aspects of the zygotic embryogenesis of Acca sellowiana (O. Berg) Burret (Myrtaceae) Articles

    Pescador, Rosete; Kerbauy, Gilberto Barbante; Strassburg, Rosali Constantino; Kraus, Jane Elizabeth

    Abstract in Portuguese:

    Acca sellowiana apresenta óvulos anátropos, bitegumentados e crassinucelados. Os tegumentos externo e interno são constituídos por duas camadas de células, exceto na região da micrópila em que têm maior número de camadas; a micrópila apresenta-se em ziguezague. O aparelho oosférico ocupa a região micropilar com sinérgides apresentando aparato fibrilar conspícuo. Na região calazal, as três antípodas estão presentes antes da ocorrência da dupla fecundação. O zigoto é formado 21 dias após a polinização controlada, e o endosperma do tipo nuclear já está presente. O zigoto sofre a primeira divisão mitótica no 24º dia. Embriões nas fases globular, cordiforme e torpedo foram observados no 30º, 45º e 60º dia após a polinização, respectivamente. O embrião maduro, caracterizado pela presença de um eixo hipocótilo-radicular bem desenvolvido e com dois cotilédones carnosos e dobrados, foi observado após 120 dias da polinização. As sementes são exospérmicas e com um único embrião do tipo espiral, característico de Myrtinae. Os estudos da embriogênese zigótica de A. sellowiana mostram que esta espécie apresenta características embriológicas que se adéquam ao conhecido para Myrtaceae (Myrteae, Myrtinae), e ampliam o conhecimento sobre a reprodução sexual dessa espécie nativa, cujo cultivo comercial tem sido incrementado.

    Abstract in English:

    Acca sellowiana has anatropous, bitegmic and crassinucellate ovules. The outer and inner integuments are double-layered except in the micropyle, where they are composed of more layers; the micropyle is zig-zag shaped. The egg apparatus lies at the micropylar pole, and the zynergids present a conspicuous filiform apparatus. The antipodal cells are present in the chalazal region, persisting before the occurrence of double fertilization. The zygote is visible 21 days after pollination; nuclear endosperm is already present. The first mitotic division of the zygote occurs at 24th day. The globular, cordiform and torpedo embryo stages can be seen at 30, 45 and 60 days after pollination, respectively. The mature embryo characterized by the presence of a well-developed hypocotyl-radicular axis with two fleshy and folded cotyledons was observed 120 days after pollination. Endosperm is absent in the seeds, and the embryo has spiral form, characteristic of Myrtinae. The zygotic embryology studies of A. sellowiana indicate that this species has embryological characteristics which are in agreement with those reported for Myrtaceae (Myrteae, Myrtinae), and also broaden the knowledge about the sexual reproduction of this native species, whose commercial cultivation has been growing.
  • Papilionoideae (Leguminosae) in the campos rupestres of Itacolomi State Park, Minas Gerais State, Brazil Artigos

    Dutra, Valquíria Ferreira; Garcia, Flávia Cristina Pinto; Lima, Haroldo Cavalcante de

    Abstract in Portuguese:

    O presente trabalho trata do estudo florístico de Papilionoideae dos Campos Rupestres do Parque Estadual do Itacolomi (PEI), localizado no sul da Cadeia do Espinhaço. O trabalho de campo foi realizado no período entre setembro/2003 e outubro/2004. Foram encontradas 28 espécies de Papilionoideae, reunidas em 18 gêneros, sendo Desmodium o mais representativo, com cinco espécies. São fornecidos neste trabalho chaves analíticas, diagnoses, ilustrações e comentários sobre a distribuição geográfica e fenologia de cada espécie.

    Abstract in English:

    A floristic study of Papilionoideae in the campos rupestres of Itacolomi State Park, South Espinhaço Range, was carried out. Field work took place from September 2003 to October 2004. Twenty eight species of Papilionoideae, grouped into 18 genera, were found. Desmodium was the most representative with five species. Analytical keys, diagnoses, illustrations and comments on the geographic distribution and phenology of each species are also presented.
  • The genus Paradiacheopsis (Stemonitales, Myxomycetes) in Brazil Artigos

    Bezerra, Andrea Carla Caldas; Cavalcanti, Laise de Holanda

    Abstract in Portuguese:

    Levantamento da diversidade de mixomicetos no Parque Estadual das Dunas do Natal, Unidade de Conservação de Mata de Duna Litorânea no Rio Grande do Norte e parte da Reserva da Biosfera da Mata Atlântica Brasileira, resultou no registro de Paradiacheopsis longipes Hoof & Nann.-Bremek., nova ocorrência para o Brasil e segunda para a Região Neotropical. Além de P. curitibana Hertel, conhecida apenas na localidade tipo, em Curitiba, PR, não se dispunha de registro de ocorrência de representantes do gênero para o Brasil. P. longipes é ilustrada e comentada quanto aos caracteres taxonômicos mais relevantes.

    Abstract in English:

    Slime molds diversity survey in the Parque Estadual das Dunas do Natal, a conservation area of coastal dune forest in Rio Grande do Norte and part of Biosphere reserve of Brazilian Atlantic Forest, resulted on the recording of Paradiacheopsis longipes Hoof & Nann.-Bremek., new occurrence for Brazil and second for the neotropical region. Besides P. curitibana Hertel, only known in the locality type, in Curitiba, PR, this genus was not registered before in Brazil. P. longipes is illustrated and comments about the most relevant taxonomic characters are made.
  • Taxonomic revision of Acosmium Schott (Leguminosae, Papilionoideae, Sophoreae) Artigos

    Rodrigues, Rodrigo Schütz; Tozzi, Ana Maria Goulart de Azevedo

    Abstract in Portuguese:

    Este trabalho apresenta uma revisão taxonômica de Acosmium Schott, incluindo chave de identificação, descrições, ilustrações e mapa de distribuição dos táxons. Acosmium é um gênero sul-americano com três espécies reconhecidas: A. cardenasii H.S. Irwin & Arroyo, A. diffusissimum (Mohlenbr.) Yakovlev e A. lentiscifolium Schott. Acosmium fallax (Taub.) Yakovlev é proposto como sinônimo de A. lentiscifolium. Em adição, são discutidos aspectos sobre a morfologia e delimitação específica em Acosmium, bem como sobre sua distribuição geográfica, que parece estar fortemente associada com a distribuição das florestas tropicais estacionais secas na América do Sul.

    Abstract in English:

    This work presents a taxonomic revision of Acosmium Schott, including an identification key, descriptions, illustrations, and a distribution map for the taxa. Acosmium is a South American genus with three accepted species: A. cardenasii H.S. Irwin & Arroyo, A. diffusissimum (Mohlenbr.) Yakovlev, and A. lentiscifolium Schott. Acosmium fallax (Taub.) Yakovlev is proposed as a new synonym of A lentiscifolium. In addition, aspects on morphology and specific delimitation in Acosmium, as well as on its geographical distribution, which appears to be strongly associated with the distribution of the seasonally dry tropical forests in South America, are discussed.
  • The genus Monnina (Polygalaceae) in Southern Brazil Artigos

    Lüdtke, Raquel; Souza-Chies, Tatiana Teixeira de; Miotto, Silvia Teresinha Sfoggia

    Abstract in Portuguese:

    O trabalho trata do estudo taxonômico do gênero Monnina na Região Sul do Brasil. A metodologia apresentou uma revisão bibliográfica e de herbários nacionais e internacionais, coletas nos Estados do Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul, bem como observações das espécies em seus diferentes ambientes de ocorrência. Foram reconhecidas nove espécies para a Região Sul do Brasil: Monnina cardiocarpa A. St.-Hil. & Moq., M. cuneata A. St.-Hil. & Moq., M. dictyocarpa Griseb., M. itapoanensis Vianna & Marques, M. oblongifolia Arechav., M. resedoides A. St.-Hil. & Moq., M. richardiana A. St.-Hil. & Moq., M. stenophylla A. St.-Hil. & Moq. e M. tristaniana A. St.-Hil. & Moq. Neste trabalho são fornecidas descrições dos táxons, ilustrações, chaves analíticas, hábitat, distribuição geográfica, observações ecológicas e comentários adicionais.

    Abstract in English:

    Here we present a taxonomic study of the genus Monnina in Southern Brazil, based on a literature survey and herbaria revision, field work in Paraná, Santa Catarina and Rio Grande do Sul states, and observation of specimens in their native habitats. Nine species were recognized for Southern Brazil: Monnina cardiocarpa A. St.-Hil. & Moq., M. cuneata A. St.-Hil. & Moq., M. dictyocarpa Griseb., M. itapoanensis Vianna & Marques, M. oblongifolia Arechav., M. resedoides A. St.-Hil. & Moq., M. richardiana A. St.-Hil. & Moq., M. stenophylla A. St.-Hil. & Moq. and M. tristaniana A. St.-Hil. & Moq. Descriptions, illustrations, analytical keys, data on habitat, geographic distribution, ecological observations and additional comments are presented.
  • Comparative morphogical and anatomycal analyses of Bauhinia forficata Link and B. variegata Linn. (Leguminosae, Caesalpinioideae) leaves Artigos

    Lusa, Makeli Garibotti; Bona, Cleusa

    Abstract in Portuguese:

    Esse trabalho foi desenvolvido com o propósito de subsidiar o controle de qualidade das espécies medicinais Bauhinia forficata Link e B. variegata Linn. Essas foram coletadas em jardins e terrenos baldios de Curitiba, Paraná, Brasil. As amostras do limbo, pecíolo e pulvino foram fixadas em F.A.A. 50 e conservadas em etanol 70%. O seccionamento do material foi feito em micrótomo de rotação (material incluído em historresina) ou a mão livre e as lâminas foram montadas de forma permanente ou semipermanente. Foram realizadas análises em microscopia fotônica e eletrônica de varredura. A folha de B. forficata é alongada, com folíolos unidos em torno da metade do limbo, ápices agudos, superfície adaxial lisa e mucro entre os folíolos. Enquanto que, B. variegata possui folha mais larga que longa, com folíolos unidos na porção terminal do limbo e ápices obtusos. Nos pulvinos de B. variegata ocorrem camadas de colênquima, ausentes em B. forficata. O formato e a bainha de fibras dos pecíolos, em secção transversal, são distintos entre as espécies, assim como a distribuição dos estômatos e tricomas no limbo e a forma do bordo em secção transversal. B. variegata possui maior quantidade de idioblastos com drusas e compostos fenólicos. As características morfológicas e anatômicas de B. forficata e B. variegata contribuem para a identificação e diferenciação das espécies, sendo importantes para o controle de qualidade do material destinado à pesquisa e à indústria farmacêutica.

    Abstract in English:

    This work has been developed with the purpose of helping the quality control of the medicinal species Bauhinia forficata Link and B. variegata Linn., which were collected in gardens and vacant lots in Curitiba, Paraná, Brazil. The samples of leaf blade, petiole and pulvinus were fixed in FAA 50 and preserved in alcohol 70. The sectioning of the material was made in rotational microtome (with the material included in historesine) or manually and the blades were mounted in permanent or semipermanent way. Analyses in photonic and scanning electronic micros betscopy were performed. The leaf of B. forficata is elongated, with the leaflets united around the middle of the leaf blade, acute apices, smooth adaxial surface and mucroween the leaflets. The B. variegata, on the other hand, possesses a broader than long leaf, with the leaflets united in the terminal portion of the blade and obtuse apices. In the pulvinus of B. variegata there are collenchyma layers, which are absent in B. forficata. The shape and the petiole fibers sheath, in cross section, are distinct in both species, as well as the distribution of the stomata and trichomes in the leaf blade and the shape of the border in transversal section. B. variegata possesses a higher quantity of idioblasts with druses and phenolic compounds. The morphologic and anatomic characteristics of B. forficata an B. variegata contribute to the identification and distinction of the species and they are important for the control of the material destined to research and to the pharmaceutical industry.
  • Post-seminal development of Poaceae species (Poales) Artigos

    Nakamura, Adriana Tiemi; Scatena, Vera Lucia

    Abstract in Portuguese:

    O presente estudo objetivou verificar a existência de um padrão do desenvolvimento pós-seminal em Poaceae. Para tanto, foram estudadas as seguintes espécies: Olyra humilis Nees (Bambusoideae); Axonopus aureus P. Beauv. e Paspalum polyphyllum Nees ex Trin. (Panicoideae); Chloris elata Nees e Eragrostis solida Desv. (Chloridoideae). Procurou-se também comparar as estruturas da plântula de Poaceae com as demais monocotiledôneas. As espécies estudadas são plantas perenes, rizomatosas, cespitosas e apresentam cariopses de tamanhos diferentes. Apresentam sementes albuminosas; embrião lateral, diferenciado, com raiz endógena (adventícia); cotilédone dividido em hiperfilo (escutelo), bainha reduzida e hipofilo (coleóptilo); coleorriza (raiz primária reduzida) e mesocótilo (eixo localizado entre o escutelo e coleóptilo). A presença de epiblasto (folha embrionária) foi observada em Olyra humilis, Chloris elata e Eragrostis solida. O desenvolvimento pós-seminal é semelhante nas espécies estudadas e forma um padrão em Poaceae. Primeiramente, observa-se a emissão da coleorriza, que cresce no sentido geotrópico positivo, seguida do coleóptilo e plúmula que crescem em sentido contrário, a partir do desenvolvimento do mesocótilo. As primeiras folhas são semelhantes às folhas definitivas (metafilos) das espécies, exceto em Olyra humilis, que são modificadas em catafilos e podem ser interpretadas como caráter basal em Bambusoideae. Raiz primária reduzida (coleorriza) e hipofilo modificado em coleóptilo são considerados caracteres derivados em Poaceae, quando comparados com as demais monocotiledôneas.

    Abstract in English:

    This work has aimed to verify the existence of a pattern of the post-seminal development in Poaceae. Thus, Olyra humilis Nees (Bambusoideae); Axonopus aureus P. Beauv. e Paspalum polyphyllum Nees ex Trin. (Panicoideae); Chloris elata Nees e Eragrostis solida Desv. (Chloridoideae) have been studied. Besides, it was compared the structures of Poaceae seedlings with those of other monocotyledons. All are perennial, rhizomatous, and cespitous species whose caryopses differ in size. They all present albuminous seeds, lateral and differentiated embryos, with endogenous embryonic (adventitious) root, cotyledons divided into hyperphyll (scutellum), reduced sheath and hypophyll (coleoptile); coleorhiza (reduced primary root); and mesocotyl (axis between the scutellum and the coleoptile). The presence of epiblasts (embryonic leaves) was noticed in Olyra humilis, Chloris elata and Eragrostis solida. Since the post-seminal developmental of all the studied species is similar, it represents a pattern in Poeaceae. The coleorhiza, which shows positive geotropism, grows first, followed by the coleoptile and the plumule, in the opposite direction, which form from the mesocotyl development. In all species, the first leaves are similar to the definitive ones (metaphyll) except Olyra humilis, where they are converted into a cataphyll - probably interpreted as a basal character in Bambusoideae. The reduced primary root (coleorhiza) and the hypophyll, which is modified into a coleoptile, are considered derived features in Poaceae, when compared with the other monocotyledons.
  • Leaf anatomy of Myrtaceae species: contributions to the taxonomy and phylogeny Artigos

    Gomes, Sueli Maria; Somavilla, Nádia Sílvia Dalla Nora; Gomes-Bezerra, Kadja Milena; Miranda, Sabrina do Couto de; Carvalho, Plauto Simão; Graciano-Ribeiro, Dalva

    Abstract in Portuguese:

    Trabalhos taxonômicos e filogenéticos têm utilizado informações anatômicas e para contribuir com estes estudos examinaram-se cortes paradérmicos e transversais da porção mediana foliar de Campomanesia adamantium (Camb.) O. Berg, Myrcia cordiifolia DC., M. decrescens O. Berg e M. torta D.C. Os caracteres anatômicos foram comparados com os de outras espécies descritas na literatura. São características comuns às quatro espécies examinadas: epiderme uniestratificada, tricomas unicelulares, folhas hipoestomáticas, estômatos paracíticos, cavidades secretoras em ambas as faces, mesofilo dorsiventral e nervura mediana com feixes bicolaterais. Destacam-se os seguintes caracteres úteis para a taxonomia da família: formato das células comuns da epiderme, tricomas dibraquiados ou não, camadas celulares incolores subepidérmicas e formato da nervura mediana. O formato e número das células teto das glândulas foliares têm utilidade taxonômica. O exame de 144 exsicatas evidenciou que a glabrescência é um fenômeno comum. A queda dos tricomas pode ser devido à sua base estreita e à ausência de célula pedal nos mesmos. Analisaram-se os caracteres à luz de estudos filogenéticos recentes e do ponto de vista ecológico, destacando a hipótese relacionada às células epidérmicas com possível função de célula de transferência. As características anatômicas forneceram dados para análises comparativas mais amplas entre os táxons de Myrtaceae e possibilitaram a construção de um cladograma, onde espécies de Leptospermum e Eucalyptus ocuparam posição basal, em consonância com filogenias relatadas na literatura.

    Abstract in English:

    Taxonomical and phylogenetical studies have used anatomical information. In order to contribute to these studies, paradermal and cross sections of the median leaf blade portion of Campomanesia adamantium (Camb.) O. Berg, Myrcia cordiifolia DC., M. decrescens O. Berg and M. torta D.C. were examined. The anatomical characters were compared to the other species described in the literature. Some characteristics were irrespective of the four examined species: unistratified epidermis, unicellular trichomes, hypostomatic leaves, paracytic stomata, oil glands on both sides, dorsiventral mesophyll and bicollateral bundles on the midrib. The following characters appear to be taxonomically useful in the family: epidermal common cell format, presence of dibrachiate trichomes, presence of colorless subepidermal cell layers and midrib shape. The morphology and number of overlying cells associated with the glands have taxonomic utility. The 144 exsicates examination showed that the glabrescence is a widespread phenomenon in the Myrtaceae. The trichome fall can be due to its narrow base and to the foot cell absence. The characters were analyzed in the light of recent phylogenetic studies, highlighting the hypothesis related to the presence of epidermal cells with possible transfer cell function. The anatomical features provided data for wider comparative analysis amongst Myrtaceae taxa and ensured the construction of a cladogram, where Leptospermum and Eucalyptus species occupied the basal position, in line with reported phylogenies.
  • Soil characterization of two restinga formations and its influence on leaf chemistry in Passiflora mucronata Lam. (Passifloraceae) and Canavalia rosea (Sw.) DC. (Fabaceae) Artigos

    Lourenço Junior, Jehová; Cuzzuol, Geraldo Rogério Faustini

    Abstract in Portuguese:

    As hipóteses sobre o posicionamento das formações de restinga são diversas sendo o gradiente salino e a fertilidade do solo as mais difundidas. Buscando elucidar essas questões, foram analisadas as propriedades dos solos das formações psamófila-reptante (FPR) e Palmae (FP) bem como a constituição química foliar de C. rosea (Sw.) DC. restrita à FPR e P. mucronata Lam., na FP. O solo da FP destacou-se pela maior fertilidade. Maiores teores dos metais Fe, Zn e ISNa foram encontrados em solos da FPR. Não foi detectada a presença de Al nas duas formações. O pH dos solos é alcalino sem diferenças entre as duas formações. Os elementos químicos P, S, Cu e Zn acumulam-se em maiores concentrações em folhas de P. mucronata. C. rosea destacou-se pelos maiores teores foliares de N, Fe e B. Essa Fabaceae mostrou valores superiores do fator de concentração para o Ca, Mg, Fe, Cu e B enquanto que P. mucronata, para o P e Zn. Os resultados obtidos sugerem que as características pedológicas têm papel chave no estabelecimento de C. rosea na FPRe de P. mucronata na FP.

    Abstract in English:

    Hypotheses as to the position of restinga formations are many, the most widespread being the salinity gradient and soil fertility. In order to elucidate these questions, soil properties of the creeping psammophyte (CPF) and Palmae formations (PF) as well as leaf chemistry of C. rosea (Sw.) DC. restricted to the former and P. mucronata Lam. in the latter were analyzed. The PF soil was more fertile. Higher content of Fe, Zn and ISNa was found in CPF soil. The presence of Al in these two formations was not detected. Soil pH is alkaline, with no difference found between the two formations. The chemical elements P, S, Cu and Zn accumulate in greater concentrations in P. mucronata leaves. C. rosea was distinguished by a higher leaf content of N, Fe and B. This legume showed greater factor of concentration values for Ca, Mg, Fe, Cu and B whereas P. mucronata, for P and Zn. The results suggest that soil characteristics play a major role in the development of C. rosea in the CPF and of P. mucronata in the PF.
  • Pollen morpology of species of Asteraceae with medicinal utility for the community from Vila Dois Rios, Ilha Grande, Angra dos Reis, Rio de Janeiro State, Brazil Artigos

    Galvão, Marcelo Neto; Pereira, Anna Carolina Mendonça; Gonçalves-Esteves, Vania; Esteves, Roberto Lourenço

    Abstract in Portuguese:

    O trabalho trata da morfologia polínica e de descrições taxonômicas de 12 espécies de Asteraceae correspondentes em 12 diferentes gêneros, distribuídos em nove tribos. Todas as espécies estudadas são utilizadas como medicamentos pelos moradores da Vila Dois Rios, Ilha Grande, Angra dos Reis, Rio de Janeiro. Neste estudo objetivou-se caracterizar os tipos polínicos das espécies usadas por esta comunidade e fornecer chaves diagnósticas de caracteres macromorfológicos e micromorfológicos que auxiliem a identificação das mesmas. A identificação taxonômica e palinológica correta é pré-requisito para estudos que validem a eficácia e segurança terapêutica dessas espécies. Deve-se considerar, ainda, que a utilização desses conhecimentos é importante para a comunidade, como por exemplo, na melissopalinologia. Os grãos de pólen foram acetolisados, medidos, descritos e ilustrados sob microscopia de luz. Para observar detalhes da superfície e abertura, grãos de pólen não acetolisados foram analisados em microscópio eletrônico de varredura. Foram estudadas as características dos grãos de pólen como forma, tamanho, constituição da sexina e abertura. Os resultados mostraram que a morfologia polínica é bem definida entre as espécies estudadas, podendo ser usada para sua identificação e sustenta o caráter euripalinológico de Asteraceae.

    Abstract in English:

    This study is a palynologycal characterization and taxonomic description of 12 species within 12 genera, distributed in nine tribes from Asteracaeae. All studied species are used as medicines by people from Vila Dois Rios and they occur in Ilha Grande. This work aimed to characterize the pollen grains of medicinal species of Asteraceae from Vila Dois Rios and provide diagnostic keys based on macromorphological and pollen characters to help their identification, since the correct taxonomic and palynological recognition of these species is necessary for further studies on therapeutic effectiveness and safety. It must be considered that these acknowledgments have economic importance for the community, as melissopalynology practices are taking place in Vila Dois Rios. The pollen grains were acetolysed, measured decribed and illustrated under light microscope. To observe details of aperture and surface, non acetolysed pollen grains were analysed under scanning electronic microscopy. Characteristics like shape, size, sexine and aperture constitution were studied. The results show that the palynological characterization of these species is a valuable tool to differ them from each other and sustains that Asteraceae is euripolinic.
  • Genetic variability analysis of arnica (Lychnophora ericoides Less. - Asteraceae) using RAPD markers Artigos

    Melo, Luciana Queiroz; Ciampi, Ana Yamagushi; Vieira, Roberto Fontes

    Abstract in Portuguese:

    O objetivo deste trabalho foi analisar e quantificar a variabilidade genética entre e dentro das populações de arnica por meio de marcadores RAPD. Foram amostradas quatro populações na região geoeconômica do Distrito Federal: Parque Nacional de Brasília (2), Fazenda Água Limpa - UnB (1) e Reserva do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (1). Folhas de 24 indivíduos de cada região foram coletadas, totalizando 96 indivíduos. Num total de 105 iniciadores testados foram selecionados 15, totalizando 60 bandas polimórficas. Marcadores RAPDs selecionados foram analisados com a utilização dos programas NTSYS e Amova. O dendrograma obtido pelo método UPGMA e coeficiente de dissimilaridade Dice evidenciou quatro agrupamentos consistentes, com índice de dissimilaridade variando entre 62 a 71%. O teste de Mantel aplicado estabeleceu uma correlação cofenética com valores de r = 0.82, significando que as distâncias geográficas entre as populações amostradas estão correlacionadas com a distância genética. A análise de AMOVA mostrou uma percentagem variabilidade genética entre populações de 35,7% e dentro de populações de 64,3%, evidenciando uma alta variação entre populações, sendo um importante resultado para definição de uma estratégia de conservação da espécie que se encontra em situação vulnerável à extinção.

    Abstract in English:

    The main objective of this research was to analyze and quantify the genetic variability within and between populations of arnica using RAPD markers. Four populations from Federal District area, Brazil were sampled: Parque Nacional de Brasília - (2 ), Fazenda Água Limpa -UnB (1), and Reserva do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (1). Leaves from twenty-four individuals from each population were collected and preserved under refrigeration. Fifteen primers were selected from 105 tested, totalizing 60 polymorphic bands. Scored RAPD markers were analyzed using NTSYS and Amova. The results indicated four consistent clusters, with dissimilarity index varying from 62 to 71%. The Mantel test indicates a cophenetic correlation (r-0.82), which means that the geographic distances are correlated to the genetic distances. An AMOVA analysis presented 35.7% variation among populations, and 64.3% within populations, showing a high variation among populations. This is an important result for conservation strategy for such species considered vulnerable to extinction.
  • In situ variation in leaf anatomy and morphology of Andira legalis (Leguminosae) in two neighbouring but contrasting light environments in a Brazilian sandy coastal plain Articles

    Pereira, Daniela Carvalho; Barros, Cláudia Franca; Scarano, Fabio Rubio

    Abstract in Portuguese:

    Andira legalis (Vell.) Toledo é uma leguminosa arbustiva distribuída ao longo de planícies arenosas da costa brasileira. Tem ocorrência em ambientes florestais, sombreadas, ou em ilhas de vegetação de restingas abertas, onde é exposta à plena radiação solar. Estudos prévios relataram uma grande amplitude de variação morfo-fisiológica para esta espécie ao longo de um gradiente geográfico. Este estudo comparou morfologia e anatomia foliar de A. legalis em dois ambientes adjacentes porém contrastantes quanto ao regime de luz: uma floresta densa (sombreada) e uma formação arbustiva de Palmae (exposta à luz). Estudamos a amplitude de variação morfo-anatômica no interior de uma diminuta dimensão geográfica (0,5 ha). Parâmetros de anatomia foliar foram medidos para cinco folhas coletadas a partir de cinco plantas em cada habitat. Os parâmetros avaliados foram: espessura foliar e do mesofilo, espessura da parede celular periclinal externa, espessura adaxial e abaxial da epiderme, área da seção transversal do feixe vascular, e densidade de células epidérmicas comuns, estômatos e tricomas. Dados de morfologia foliar foram obtidos a partir de cinco folhas de cada uma de 20 plantas em cada sítio. Medidas de peso seco e fresco foram tomadas para a obtenção dos valores de massa específica foliar e suculência. Conforme era esperado, os valores de todos os parâmetros anatômicos e morfológicos, exceto densidade de tricomas, foram significativamente mais altos para as plantas expostas ao sol. Menos esperado, entretanto, foi a clara diferença qualitativa entre folhas de plantas expostas vs. sombreadas: nas expostas, o mesofilo apresentou simetria unilateral (i.e., todo o mesofilo era ocupado por tecido fotossintético), enquanto nas sombreadas a simetria foi dorsiventral (i.e., em parte parênquima paliçádico, em parte parênquima esponjoso). Tal amplitude de variação mostra que, mesmo em uma pequena área geográfica, A. legalis tem uma ampla plasticidade ecológica.

    Abstract in English:

    Andira legalis (Vell.) Toledo is a legume shrub widespread along the sandy plains of the Brazilian coast. It occurs both shaded, in forest habitats, or exposed to full sunlight, in the vegetation islands growing on sand deposits. Previous studies reported a high range of morpho-physiological variation for this species along a geographical gradient. This study compared leaf morphology and anatomy of A. legalis in two distinct but adjacent light environments: a dense forest (shaded) and a scrub of Palmae (exposed). We studied the amplitude of variation for these traits within a small (0.5 ha) geographical area. Leaf anatomy parameters were measured for five leaves collected from five plants in each habitat. The parameters measured were leaf and mesophyll thickness, thickness of the outer periclinal cell wall, thickness of the adaxial and abaxial epidermis and vascular bundle transversal section area, and also common epidermal cells, stomata and trichome density. Leaf morphology parameters were obtained from five leaves of each of 20 plants in each site. Dry and fresh weights were measured to obtain leaf specific mass and succulence. All anatomy and morphology parameters, except trichome density, were significantly higher for the sun-exposed plants. Less expected, however, was the marked qualitative difference between exposed and shaded plants: in the former the mesophyll had a unilateral symmetry (i.e., the whole mesophyll occupied by photosynthetic tissue), whereas in the latter there was a dorsiventral symmetry (i.e., partly palisade and partly spongy parenchyma). Such amplitude of variation shows that even within a small geographic area A. legalis has a broad ecological plasticity.
  • In vitro morphogenesis and cell suspension culture establishment in Piper solmsianum C. DC. (Piperaceae) Articles

    Balbuena, Tiago Santana; Santa-Catarina, Claudete; Silveira, Vanildo; Kato, Massuo Jorge; Floh, Eny Iochevet Segal

    Abstract in Portuguese:

    Piper solmsianum é uma espécie herbácea do sudeste brasileiro onde vários compostos biologicamente ativos já foram identificados. O objetivo deste trabalho foi estabelecer suspensões celulares nesta espécie. Para tanto, foram utilizados explantes de pecíolos e folhas, retirados de plântulas cultivadas in vitro, os quais foram submetidos a diferentes combinações de reguladores de crescimento (AIA, ANA, 2,4-D e BAP). Foi obtida a neo-formação de raízes e brotos, estes últimos através do processo de organogênese indireta evidenciada por estudos histológicos. Para a indução e crescimento dos calos, foram avaliados, além das diferentes combinações de reguladores de crescimento, a suplementação ao meio de cultura de carvão ativado (1,5 mg.l-1) e o regime de luz. Culturas mantidas na luz, em meio de cultura suplementado com 0,2 mg.l-1 2,4-D e 2 mg.l-1 BAP e sem carvão ativado, resultaram em maior crescimento (massa fresca) dos calos. A partir destes calos, foram obtidas suspensões celulares, cuja dinâmica de crescimento e acúmulo de metabólitos foi estudado. Os resultados obtidos deverão ser utilizados para a caracterização de rotas biosintéticas em culturas in vitro em P. solmsianum.

    Abstract in English:

    Piper solmsianum is a shrub from Southeast Brazil in which many biologically active compounds were identified. The aim of this work was to establish a cell suspension culture system for this species. With this in mind, petiole and leaf explants obtained from in vitro plantlets were cultured in the presence of different plant growth regulator combinations (IAA, NAA, 2,4-D and BA). Root and indirect shoot adventitious formation, detected by histological analysis, was observed. Besides the different combinations of plant growth regulators, light regime and the supplement of activated charcoal (1.5 mg.l-1) were tested for callus induction and growth. Cultures maintained in light, on a 0.2 mg.l-1 2,4-D and 2 mg.l-1 BA supplemented medium, and in the absence of activated charcoal, showed the highest calli fresh matter increment. From a callus culture, cell suspension cultures were established and their growth and metabolite accumulation studied. The achieved results may be useful for further characterization of the activated secondary metabolites pathways in in vitro systems of P. solmsianum.
  • Caudex growth and fenology of Dicksonia sellowiana Hook. (Dicksoniaceae) in Southern Brazil Artigos

    Schmitt, Jairo Lizandro; Schneider, Paulo Henrique; Windisch, Paulo Günter

    Abstract in Portuguese:

    No sul e sudeste do Brasil, a samambaia arborescente Dicksonia sellowiana Hook. é ainda extraída ilegalmente de remanescentes florestais para uso da capa fibrosa do seu cáudice, bem como para cultivo como planta ornamental. No presente trabalho, o crescimento do cáudice, a produção, expansão e senescência de frondes, bem como a formação e liberação de esporos de D. sellowiana foram estudados com base na observação de 37 plantas. Durante um período de um ano de observação, os cáudices cresceram, em média, 5,65 cm ano-1, sendo que a taxa de crescimento se correlacionou fortemente com a altura das plantas. As taxas de produção de frondes novas (10,86 frondes ano-1) e de senescência (10,54 frondes ano-1), similares, evidenciaram capacidade de manter um número de frondes estável, no ano. Apenas 14 indivíduos desenvolveram frondes férteis, sendo que a maioria das plantas produziu esporos no verão, liberando-os no inverno. A produção e liberação de esporos foram mais influenciadas pela temperatura e fotoperíodo do que pela precipitação.

    Abstract in English:

    In Southern and Southeastern Brazil, the tree fern Dicksonia sellowiana Hook. still is illegally extracted from remnants forests for the use of its fibrous caudex cover, as well as for cultivation as an ornamental plant. In the present study the caudex growth, frond production, expansion and senescence as well as the formation and release of spores have been studied based on the observation of 37 plants. During an observation period of one year, the caudexes grew at an average of 5.65 cm year-1 and the growth rate presented a strong correlation with the height of the plants. Similar frond production rate (10.86 fronds year-1) and senescence (10.54 fronds year-1) evidenced the capacity of maintaining a stable number of fronds throughout the year. Only 14 individuals developed fertile fronds, most of them producing spores during the summer and liberating them during the winter. Production and release of spores were influenced more by temperature and photoperiod rather than by rainfall.
  • Quality of scientific puplications: considerations of an editor at the end of the mandate Opinião

    Albuquerque, Ulysses Paulino de

    Abstract in Portuguese:

    A qualidade das publicações científicas vem sendo discutida na atualidade considerando diferentes perspectivas. Neste texto, examina-se alguns dos principais problemas relativos à produção textual em ciência, com ênfase para os considerados de má conduta. Adicionalmente, são apresentadas sugestões para autores, revisores e editores no sentido de evitar condutas inadequadas no processo de publicação de trabalhos científicos.

    Abstract in English:

    Quality of scientific publications is being currently discussed considering different perspectives. In this text, we examine some of the main problems concerning textual production in science, emphasizing those considered of bad behaviors. Additionally, we present suggestions for authors, reviewers and editors in order to avoid misconducts in the publication process of scientific papers.
Sociedade Botânica do Brasil SCLN 307 - Bloco B - Sala 218 - Ed. Constrol Center Asa Norte CEP: 70746-520 Brasília/DF - Alta Floresta - MT - Brazil
E-mail: acta@botanica.org.br