Acta Botanica Brasilica, Volume: 25, Issue: 2, Published: 2011
  • Reflections on the role of publications by scientific societies in celebration of the 25th year for Acta Botanica Brasilica

    Skog, Judith E.; Weller, Stephen G.
  • Two new species of Borreria (Rubiaceae), synopsis and key to distinguish the species from Bahia, Brazil

    Cabral, Elsa Leonor; Miguel, Laila Mabel; Salas, Roberto Manuel

    Abstract in Spanish:

    El presente trabajo trata del estudio taxonómico del género Borreria (Rubiaceae) para el estado de Bahia, siendo registradas 29 especies. La mayor parte de estas especies habitan en los biomas del cerrado y la mata atlántica. Se describen e ilustran dos especies nuevas, Borreria catolensis E.L. Cabral & L.M. Miguel y B. diamantinae R.M. Salas & E.L. Cabral. Se realiza la nueva combinación, Borreria schumannii (Standl. ex Bacigalupo) E.L. Cabral & Sobrado. Se selecciona neotipo para B. virgata. Se elige epitipo para B. scabiosoides y se designa lectotipos para B. eryngioides y B. humifusa. Se presenta clave de identificación, comentarios sobre distribución geográfica y hábitat, se incluyen mapas y un cuadro de distribución de las especies por bioma. Se presenta por primera vez ilustraciones de B. crispata, B. cupularis, B. humifusa, B. virgata y B. wunschmannii. Se discute las identidades de B. ocymoides y B. prostrata, la primera de las cuales es también ilustrada. Se rehabilitan a B. virgata y B. spinosa. Se incluye además dos figuras con 20 especies.

    Abstract in English:

    This work deals with a taxonomic study of the genus Borreria (Rubiaceae) for the state of Bahia, 29 species are recorded. Most of these species are distributed in the cerrado and Atlantic forest biomes. Two new species are described and illustrated, Borreria catolensis E.L. Cabral & L.M. Miguel and Borreria diamantinae R.M. Salas & E.L. Cabral. Th e new combination Borreria schumannii (Standl. ex Bacigalupo) E.L. Cabral & Sobrado is proposed. Neotype is designated for B. virgata. Epitype is designated for B. scabiosoides and lectotypes are designated for B. eryngioides and B. humifusa. A key for identification, comments on geographic distribution and habitats are provided, maps and a table with the species distribution for biomes are also included. Borreria crispata, B. cupularis, B. humifusa, B. virgata and B. wunschmannii are illustrated for the first time. The identities of B. ocymoides and B. prostrata are discussed; the fi rst species is also illustrated. Borreria virgata and B. spinosa are reinstated. Two figures with representative photographs of 20 species are included.
  • Effect of diesel contaminated soil on root and leaf of Sebastiania commersoniana (Euphorbiaceae) and Schinus terebinthifolius (Anacardiaceae) Artigos

    Bona, Cleusa; Silva, Michella Yamamura Bardelli da; Rezende, Igor Mendonça de; Santos, Gedir de Oliveira; Souza, Luiz Antonio de; Inckot, Renata Charvet

    Abstract in Portuguese:

    O objetivo deste trabalho foi avaliar se o solo com óleo diesel altera a estrutura da raiz e do eofilo de plântulas de S. commersoniana (Euphorbiaceae) e S. terebinthifolius (Anacardiaceae). Para cada espécie foram testados três tratamentos com solo contaminado e um solo controle, não contaminado. Os tratamentos diferiram pelo tempo entre a contaminação e a semeadura. S. commersoniana foi semeada 60, 120 e 210 dias e S. terebinthifolius 30, 90 e 180 dias após a contaminação. As amostras de raiz e eofi lo foram coletadas 30 dias após a semeadura, fixadas e processadas segundo técnicas convencionais para anatomia vegetal e analisadas de forma qualitativa e quantitativa. Plântulas de S. commersoniana e S. terebinthifolius, em solo com óleo diesel, apresentaram alterações anatômicas na raiz e eofilo. O intervalo de tempo entre a contaminação e a semeadura interferiu na fitotoxicidade do solo. Isto é, quanto maior o intervalo de tempo entre a contaminação e a semeadura, menores foram as alterações anatômicas. As plântulas de S. terebinthifolius pareceram mais resistentes à contaminação por óleo diesel do que as de S. commersoniana.

    Abstract in English:

    The objective of this study was to evaluate whether the diesel contaminated soil alters the structure of the root and eophyll of S. commersoniana (Euphorbiaceae) and S. terebinthifolius (Anacardiaceae) seedlings. For each species three treatments with contaminated soil were tested, and compared to a control of uncontaminated soil. The treatments differed by the time between contaminations and sowing. S. commersoniana was sown 60, 120 and 210 days and S. terebinthifolius 30, 90 and 180 days after contamination. Samples of root and eophyll were collected 30 days after sowing and analyzed qualitatively and quantitatively. Seedlings of S. commersoniana and S. terebinthifolius, grown in diesel contaminated soil, had their root and eophyll anatomy modifi ed. The time interval between contamination and sowing interferes with the soil phytotoxicityl. When greater the time interval between contamination and sowing lower were the anatomical changes. Seedlings of S. terebinthifolius seemed more resistant to contamination than those of S. commersoniana.
  • Lichenized fungi in the Atlantic Rainforest biome, in Southern Brazil Artigos

    Martins, Suzana Maria de Azevedo; Käffer, Márcia Isabel; Alves, Camila Ribeiro; Pereira, Viviane Camejo

    Abstract in Portuguese:

    São apresentados resultados de levantamento baseado em dados de coletas de fungos liquenizados em algumas localidades de Mata Atlântica na região sul do Brasil. Foram identificados 88 táxons distribuídos em 18 famílias e 36 gêneros; destes, dois são citações novas para o Brasil e um é nova ocorrência para o Rio Grande do Sul.

    Abstract in English:

    The results of a survey based on data of lichenized fungi collections from some localities in the Atlantic Rainforest of South Brazil are presented. A total of 88 taxa distributed in 18 families and 36 genera were identified; from these, two are new records for Brazil and one is a new occurrence for the State of Rio Grande do Sul.
  • Limites térmicos para a germinação em função da origem de sementes de espécies de Eugenia (Myrtaceae) nativas do Brasil Artigos

    Lamarca, Edmir Vicente; Silva, Cristiana Vendrame e; Barbedo, Claudio José

    Abstract in Portuguese:

    A germinação das sementes é dependente de numerosos fatores abióticos, dentre os quais a temperatura figura entre os principais. No presente estudo analisou-se o comportamento germinativo de sementes de E. brasiliensis, E. involucrata, E. pyriformis e E. uniflora em resposta a diferentes condições de luz e temperatura, incluindo-se o cálculo da soma térmica durante o desenvolvimento e maturação das sementes. Os resultados demonstraram que a germinação de sementes e o desenvolvimento de plântulas normais ocorreram adequadamente na faixa de 20 ºC a 30 ºC. Nessa faixa, as sementes foram indiferentes à luz e à alternância de temperatura para a germinação. Especifi camente para Eugenia pyriformis, avaliaram-se temperaturas superiores a 30 ºC e inferiores a 20 ºC, verifi cando-se que as sementes germinaram na faixa térmica de 10 ºC a 35 ºC, mas não a 5 ºC e a 40 ºC; os maiores valores de germinação e de IVG foram observados a 25 ºC e 30 ºC. Ficou evidente que a secagem modifica os limites e exigências térmicas para a germinação das sementes de E. pyriformis, uma vez que os maiores níveis de desidratação resultaram em maiores prejuízos à germinação fora da faixa térmica ótima. As sementes de E. pyriformis coletadas em Lavras, MG, que receberam maior quantidade de graus-dia durante o desenvolvimento e a maturação, apresentaram melhor desempenho em relação às sementes coletadas em Campinas, SP e em São Paulo, SP.

    Abstract in English:

    Seed germination is dependent on several abiotic factors including temperature. In this study, we analyzed the germination of seeds of Eugenia brasiliensis, E. involucrata, E. pyriformis and E. uniflora in response to diff erent conditions of light and temperature. Seeds of all species showed high germination values from 20 to 30 ºC. Germination of seeds of E. Pyriformis was also evaluated at temperatures higher than 30 ºC and lower than 20 ºC. The germination and the normal seedling development occurred from 10 ºC to 35 ºC, not at 5 ºC and 40º C. Results also showed that desiccation changed the limits for germination in E. Pyriformis since the most dehydrated seeds had the highest damaged in germination at suboptimal temperatures. Thermal time during development and maturation of seeds was also considered. The seeds of E. pyriformis from Lavras, MG, which received the greatest number of degree-days during development and maturation, showed better performance than the seeds from Campinas, SP and São Paulo, SP.
  • Comparative study of Mimosa ophthalmocentra Mart. ex Benth and Mimosa tenuiflora (Willd.) Poir. (Fabaceae-Mimosoideae) wood in the caatinga of Northeast Brazil Artigos

    Silva, Lazaro Benedito da; Santos, Francisco de Assis Ribeiro dos; Gasson, Peter; Cutler, David

    Abstract in Portuguese:

    Pela importância econômica da madeira de algumas espécies do gênero Mimosa L. ocorrentes na caatinga nordestina e pelo fato de Mimosa ophthalmocentra Mart. ex Benth. (jurema-de-imbira), às vezes, ser confundida com Mimosa tenuiflora (Willd.) Poir. (jurema-preta) ou vice-versa, este trabalho objetivou apresentar novos dados referentes à anatomia e densidade básica da madeira das duas espécies, visando oferecer subsídio para identificação das duas espécies, identificar caracteres anatômicos da madeira relacionando-os com o ambiente caatinga e apresentar o potencial energético que sua madeira possui. O estudo anatômico e a determinação da densidade da madeira foram realizados com amostras ao nível do peito (1,30 m acima do solo) e em dois galhos com diferentes diâmetros, de espécimes ocorrentes nos municípios de Serra Talhada e Sertânia, Pernambuco, Brasil. As espécies apresentam distinção expressa através do tipo de casca, coloração do cerne e do alburno, além das características peculiares da madeira. Mimosa ophthalmocentra apresenta camadas de crescimento distintas, constituídas por linhas de parênquima axial contendo cristais, parênquima axial escasso e menor quantidade de raios por mm². Já Mimosa tenuiflora apresenta camadas de crescimento distintas, porém sem cristais, parênquima axial vasicêntrico, em faixas ou aliforme confluente, e maior percentagem de raios. Ambas apresentam algumas estruturas da madeira com as características anatômicas comuns às diversas espécies do gênero Mimosa, contribuindo assim para uma melhor caracterização do gênero. Pelos parâmetros anatômicos da madeira e pela elevada densidade básica (>0,84 g/cm³), concluiu-se que as duas espécies apresentam perspectivas seguras para a produção de álcool combustível e carvão vegetal desde a fase de lenho juvenil. Mimosa ophthalmocentra apresenta maior potencial energético, pela maior percentagem de fibras e por possuir parênquima escasso e menor percentagem de raios.

    Abstract in English:

    Due to the economic importance of the wood of Mimosa L. species in Northeastern Brazil's caatinga and to the fact that Mimosa ophtalmocentra Mart. ex Benth. ("jurema-de-imbira") is confused with Mimosa tenuiflora (Willd.) Poir. ("jurema-preta") and vice versa, this research aimed to present new data related to the anatomy and basic density of the wood of both species; to contribute to the taxonomic study for differentiating them; to identify anatomical characters of the wood relating them to the caatinga environment; and to present the energetic potential that they possess. The anatomical study and wood density determination were carried out with samples at dbh level and with two branches of individuals within the municipalities of Serra Talhada and Sertânia (Pernambuco). The species both differed in bark type, color of heartwood and sapwood, besides the different anatomical characteristics found in the wood. Mimosa ophtalmocentra has distinct growth layers consisting of parenchyma lines containing crystals, scarce parenchyma and smaller quantity of rays. Mimosa tenuiflora, on the other hand, also has growth layers, but without crystals, axial parenchyma vasicentric, confluent and in bands, and greater percentage of rays. Both species have some wood elements with anatomical characteristics typical of representatives of Mimosa, contributing therefore to a better taxonomic understanding of the genus. Based on wood anatomical parameters and elevated basic density (> 0.84 g/cm³), the conclusion was reached that both species have great perspectives for the production of fuel alcohol and charcoal since juvenile wood age. Because Mimosa ophthalmocentra has scarce parenchyma and fewer rays, it shows greater energetic potential than Mimosa tenuiflora.
  • Diversity of metaxylem vessel elements in three Syagrus palms (Arecaceae) of different habits Articles

    Pace, Marcelo Rodrigo; Botânico, Marli Pereira; Angyalossy, Veronica

    Abstract in Portuguese:

    Elementos de vasos em monocotiledôneas apresentam diferenças morfológicas de acordo com o órgão onde ocorrem. Tais diferenças têm sido explicadas sobretudo de um ponto de vista evolutivo, com poucos dados acerca de como a função de um órgão ou o hábito de crescimento de uma planta influenciariam na morfologia dos elementos de vaso. Para responder tal pergunta, foram analisados os órgãos vegetativos de três palmeiras do mesmo gênero, Syagrus, crescendo em ambientes similares, mas com hábitos diferentes. Assim, buscamos detectar se os elementos de vaso apresentariam características similares em todas as espécies ou se mudariam de acordo com os diferentes hábitos. Tanto a largura quanto o tipo de placa de perfuração variaram de maneira semelhante em todas as espécies, ao passo que os comprimentos variaram de uma forma inédita. Primeiramente, todas as espécies apresentaram elementos de vaso nas raízes tão ou mais longos que aqueles dos caules e folhas. Além disso, os elementos de vaso dos caules variaram consideravelmente entre as espécies. Especifi camente, em Syagrus romanzoffi ana os elementos de vaso apresentaram igual comprimento em todos os órgãos, enquanto tanto Syagrus fl exuosa quanto Syagrus petraea, vaso mais curtos foram encontrados nos caules. Provavelmente os elementos de vaso das raízes de palmeiras estão envolvidos na criação de altos potenciais hídricos necessários para evitar embolia no caule. O dimorfismo dos vasos no caule possivelmente reflete os hábitos diferentes destas espécies. Caules de maiores dimensões, como os de palmeiras arbóreas, apresentam elementos de vaso mais longos que aqueles de caules subterrâneos. Com base nos resultados anatômicos aqui expostos, sugerimos que as diferenças encontradas nos elementos de vaso da raiz, caule e folha teriam evoluído não só devido a pressões filogenéticas e ecológicas, mas também devido a especificidades inerentes aos diferentes hábitos de crescimento presentes nas plantas.

    Abstract in English:

    Vessel elements in Monocotyledons present morphological differences according to the organ where they occur. Usually such diff erences have been explained from an evolutionary perspective, with few data on how the vessel elements could be infl uenced by the diff erent functions of organs and the growth habits of the plants. To address this question, three vegetative organs of palms of the same genus, Syagrus, growing in similar environments, but with different habits, were analyzed. Accordingly, we aimed to detect whether the vessel elements would present similar features in all species or whether the vessel elements would change according to their different habits. We found that the width and type of perforation plates varied in the same way among all species, while the lengths varied in an unusual form. First, all species presented very long elements in the roots, either as long, or longer than those of the stems and leaves. Second, the vessel elements of the stems varied considerably among the species. Specifi cally, in Syagrus romanzoffi ana, vessel elements of the stem were equal in size to those of the other organs, while in both Syagrus fl exuosa and Syagrus petraea, shorter vessel elements were found in the stems. We surmise that vessel elements in palm roots may be related to the high pressure-potential required to avoid stem embolism. The dimorphism of the vessel elements in the stems most likely reflects the distinct habits of these species. Large stems, such as of those of the arboreal palms, presented much longer vessels than those of subterranean stems. Based on these anatomical findings, we suggest that the diff erences found among the vessel elements of roots, stem, and leaves may have evolved in response not only to phylogenetic and ecological constraints, but also to specificities derived from the different plant habits.
  • Allelopathic potential of aquatic macrophytes from a blind estuary Artigos

    Takao, Leandro Kenji; Ribeiro, Jose Pedro Nepomuceno; Lima, Maria Inês Salgueiro

    Abstract in Portuguese:

    Macrófitas aquáticas representam uma das comunidades mais produtivas e através de sua atividade metabólica são capazes de produzir grandes interferências no ambiente. As interações alelopáticas são aparentemente aumentadas sob condições de estresse biótico e abiótico e podem existir em estuários devido à competição, variações de salinidade e outros fatores. O objetivo desse trabalho foi avaliar as propriedades alelopáticas de extratos aquosos foliares de 25 espécies de macrófitas aquáticas de um estuário cego. Testamos os efeitos dos extratos foliares em quatro concentrações sobre a germinação de alface. Ordenamos e comparamos as espécies doadoras de acordo com a dose reposta sobre a variedade de tratamentos a partir de valores únicos de índices alelopáticos. Onze das 25 espécies diminuíram a porcentagem de germinação, todas diminuíram a velocidade de germinação e aumentaram a entropia informacional de germinação das sementes da espécie alvo em pelo menos uma das concentrações testadas. Crinum americanum L., Sagittaria montevidensis Cham. & Schl. e Ipomoea cairica (L) Sweet apresentaram os maiores valores de índice alelopático. Em geral, as menores porcentagens de germinação coincidiram com as menores velocidades e maiores entropias informacionais de germinação das sementes de alface, mostrando um conjunto de alterações ocorrendo simultaneamente com o aumento da concentração dos extratos.

    Abstract in English:

    Aquatic macrophytes represent one of the most productive communities and through metabolic activity are capable of producing great interference in the environment. Allelopathic interactions are apparently increased under biotic and abiotic stress and may exist in estuaries due to competition, salinity variation and other factors. The aim of this study was to evaluate the allelopathic properties of leaf extracts of 25 aquatic macrophyte species from a blind estuary. We tested leaf extract effects in four concentrations on the germination of lettuce. We ranked and compared the donor species according to the dose-response over the variety of treatments through unique values of allelopathic indexes. Eleven of 25 species decreased the germination percentage, all of them decreased the speed of germination and increased the germination informational entropy of the target species seeds in at least one of the tested concentrations. Crinum americanum L., Sagittaria montevidensis Cham. & Schl. and Ipomoea cairica (L.) Sweet presented the highest allelopathic index values. In general, the lowest germination percentages concurred with the lowest germination speed and highest germination informational entropies of lettuce seeds, showing an assemblage of alterations occurring simultaneously with the increase of extract concentrations.
  • Allelopathic effects and toxicity against Artemia salina Leach of extracts of the fruit of Euterpe edulis Martius Artigos

    Lima, Cristina Peitz de; Cunico, Miriam Machado; Trevisan, Roberta Rafaela; Philippsen, Andressa Frizzo; Miguel, Obdúlio Gomes; Miguel, Marilis Dallarmi

    Abstract in Portuguese:

    Alelopatia é um processo envolvendo metabólitos secundários produzidos por plantas que infl uenciam o crescimento e desenvolvimento de sistemas agrícolas. Devido à toxicidade dos herbicidas sintéticos para o meio ambiente e para a saúde humana tem-se aumentado o interesse na exploração da alelopatia como uma alternativa para o controle de plantas daninhas. O presente trabalho avaliou efeito dos extratos dos frutos de Euterpe edulis Martius sobre o desenvolvimento de cipselas e plântulas de Lactuca sativa Linné, foram determinados o índice de velocidade de germinação, o crescimento da radícula e do hipocótilo. Para a avaliação da toxicidade dos extratos foi realizado o ensaio de toxicidade frente ao microcrustáceo Artemia salina Leach determinando-se a CL50 e percentual de mortalidade. A fração remanescente demonstrou efeito alelopático, pois todas as concentrações alteraram os valores do índice de velocidade de germinação e as concentrações de 0,2 e 0,4 mg inibiram tanto o crescimento da radícula quanto o crescimento do hipocótilo. No ensaio de toxicidade todos os extratos apresentaram CL50 superior a 1000 ppm e 0% de mortalidade das artemias, indicando a não toxicidade dos extratos.

    Abstract in English:

    Allelopathy is a process involving secondary metabolites produced by plants that influence growth and development of agricultural systems. Because of the toxicity of synthetic herbicides to the environment and human health, there has been increased interest in exploiting allelopathy as an alternative for weed control. This study evaluated the eff ect of extracts of Euterpe edulis Martius fruits on the development of cypselae and seedlings of Lactuca sativa Linné; the germination speed index, radicle and hypocotyl growth were determined. To evaluate the toxicity of the extracts the toxicity test against Artemia salina Leach was used, where the LC50 and mortality rate were determined. Th e remaining fraction showed allelopathic effect, all concentrations altered the values of the index of germination speed and the concentrations of 0.2 and 0.4 mg inhibited both radicle growth and hypocotyl growth. In the toxicity test all extracts showed LC50 greater than 1000 ppm and mortality rate of 0%, indicating no toxicity of the extracts.
  • Non-overlap of hosts used by three congeneric and sympatric loranthaceous mistletoe species in an Amazonian savanna: host generalization to extreme specialization Articles

    Fadini, Rodrigo Ferreira

    Abstract in Portuguese:

    Duas hipóteses principais predominam na literatura sobre a especificidade entre ervas-de-passarinho e hospedeiros: (1) ervas-de-passarinho só poderão se especializar em espécies de plantas em que elas são frequentemente depositadas; e (2) compatibilidade entre as ervas-depassarinho e as espécies de plantas é um prerequisito para o parasitismo. Explorei estas hipóteses com o estudo dos padrões de deposição de sementes e a compatibilidade entre ervas-de-passarinho e hospedeiros em populações de três espécies de ervas-de-passarinho congenéricas e simpátricas do gênero Psittacanthus (P. biternatus, P. eucalyptifolius and P. plagiophyllus - Loranthaceae) e registrei a presença ou ausência destas três espécies em 15 espécies de árvores em uma mancha de savana na Amazônia. Entre as cinco espécies de árvores que eu encontrei infectadas, também registrei se elas possuíam pelo menos uma semente de erva-de-passarinho de qualquer das espécies aderida aos seus galhos. Finalmente, plantei sementes de todas as espécies de ervas-de-passarinho nas mesmas árvores em várias espécies de hospedeiros e não-hospedeiros e registrei a sobrevivência das sementes e o estabelecimento ao final de 7 (P. plagiophyllus) e 12 meses (P. biternatus e P. eucalyptifolius). Não houve sobreposição entre as árvores utilizadas como hospedeiros pelas três espécies de Psittacanthus. As espécies de ervas-de-passarinho mais especializadas ocorreram em diferentes espécies de hospedeiros com baixa abundância relativa na área de estudo (Psittacanthus eucalyptifolius em Vatairea macrocarpa (Benth.) Ducke, e P. plagiophyllus em Anacardium occidentale L.). A compatibilidade entre a erva-de-passarinho e o hospedeiro, e não o padrão de deposição de sementes, foi o fator mais propício a explicar os padrões de uso de hospedeiros por Psittacanthus neste local.

    Abstract in English:

    Two main hypotheses predominate in the literature on mistletoe-host specificity: (1) mistletoes are only likely to specialize on plant species on which they are frequently deposited; and (2) compatibility between mistletoes and plant species is a prerequisite for mistletoe-host parasitism. I explored these hypotheses by studying the seed deposition patterns and mistletoe-host compatibility in populations of three congeneric and sympatric mistletoe species of the genus Psittacanthus (P. biternatus, P. eucalyptifolius and P. plagiophyllus - Loranthaceae). I recorded the presence or absence of these mistletoe species in 15 tree species in a savanna patch in Amazonia. Among the five tree species that I found to be potential hosts (at least one tree individual infected), I also recorded if they had at least one mistletoe seed of any species attached to their branches. Finally, I planted seeds of all mistletoe species on the same individual trees in various hosts and non-host species and recorded seed survivorship and seedling establishment within 7 (P. plagiophyllus) to 12 months (P. biternatus and P. eucalyptifolius) after planting. There was no overlap among trees used as hosts by the three Psittacanthus species. Th e most specialized mistletoe species occurred in different host tree species with low relative abundance at the study site (Psittacanthus eucalyptifolius on Vatairea macrocarpa (Benth.) Ducke, and P. plagiophyllus on Anacardium occidentale L.). Mistletoe-host compatibility, and not seed deposition patterns, was the factor most likely to explain patterns of host use by Psittacanthus species at this study site.
  • Taxonomic synopsis and analytical key for the genera of Solanaceae from Rio Grande do Sul, Brazil Articles

    Soares, Edson Luís de Carvalho; Vignoli-Silva, Márcia; Mentz, Lilian Auler

    Abstract in Portuguese:

    Este trabalho consiste em uma sinopse taxonômica dos gêneros de Solanaceae no Estado do Rio Grande do Sul, Brasil. Constatou-se a ocorrência de 28 gêneros: Acnistus Schott, Athenaea Sendtn., Aureliana Sendtn., Bouchetia Dunal, Browalia L., Brugmansia Pers., Brunfelsia L., Calibrachoa La Llave & Lex., Capsicum L., Cestrum L., Datura L., Dyssochroma Miers, Grabowskia Schltdl., Jaborosa Juss., Lycianthes (Dunal) Hassl., Melananthus Walp., Nicandra Adans., Nicotiana L., Nierembergia Ruiz & Pav., Petunia Juss., Physalis L., Salpichroa Miers, Schwenckia L., Sessea Ruiz & Pav., Solandra Sw., Solanum L. (incluindo Cyphomandra Sendtn. e Lycopersicon Mill.), Streptosolen Miers e Vassobia Rusby. Destes, 23 apresentam espécies nativas, enquanto cinco estão representados exclusivamente por espécies introduzidas. O número total de espécies é de 149, sendo que 118 são nativas e 31 são introduzidas. Foi elaborada uma chave para identificação dos gêneros, fornecidos aspectos taxonômicos relevantes sobre cada um deles e informações sobre as espécies que ocorrem no Rio Grande do Sul.

    Abstract in English:

    This work consists of a taxonomic synopsis of the genera of Solanaceae in Rio Grande do Sul state, Brazil. Solanaceae is represented by 28 genera in this state: Acnistus Schott, Athenaea Sendtn., Aureliana Sendtn., Bouchetia Dunal, Browalia L., Brugmansia Pers., Brunfelsia L., Calibrachoa La Llave & Lex., Capsicum L., Cestrum L., Datura L., Dyssochroma Miers, Grabowskia Schltdl., Jaborosa Juss., Lycianthes (Dunal) Hassl., Melananthus Walp., Nicandra Adans., Nicotiana L., Nierembergia Ruiz & Pav., Petunia Juss., Physalis L., Salpichroa Miers, Schwenckia L., Sessea Ruiz & Pav., Solandra Sw., Solanum L. (including Cyphomandra Sendtn. and Lycopersicon Mill.), Streptosolen Miers and Vassobia Rusby. Of these, 23 consist of native species , while five are represented exclusively by introduced species. The total number of species is 149, of which 118 are native and 31 are introduced (adventitious or cultivated). An identification key for genera, and also comments on the most relevant taxonomic characters of each one are presented, plus comments on the species that occur in Rio Grande do Sul state.
  • Medicinal plants used in the "caiçara" community of Praia do Sono, Paraty, Rio de Janeiro, Brazil Artigos

    Brito, Mariana Reis de; Senna-Valle, Luci de

    Abstract in Portuguese:

    A comunidade caiçara da Praia do Sono ainda sustenta hábitos e tradições de antigas gerações, o que foi facilitado pelo difícil acesso a esta praia. O presente trabalho objetiva investigar o conhecimento sobre as plantas medicinais nesta comunidade. Foram realizadas entrevistas com 12 informantes especialistas (6 homens e 6 mulheres). As 89 espécies citadas estão distribuídas em 43 famílias, sendo Lamiaceae e Asteraceae as mais representativas. As indicações terapêuticas das plantas medicinais citadas foram agrupadas em 13 categorias de doenças, seguindo a CID-10, adotada pela OMS. As informações sobre as partes das plantas utilizadas, as indicações de uso e os locais de coleta foram indicados. Dez espécies apresentaram grande versatilidade quanto aos seus usos, com IR>1. Treze espécies, sendo Cecropia pachystachya Trec.; Davilla rugosa Poiret e Trema micrantha (L.) Blume nativas do bioma Mata Atlântica, apresentaram valores de CUPc maior que 50%. Estes resultados servem de estímulo para novos trabalhos nessa área e para futuros estudos sobre os constituintes químicos e as propriedades farmacológicas destas plantas.

    Abstract in English:

    The "caiçara' community of Praia do Sono retains some of the habits and traditions from ancient generations. This may be due to the difficulties of accessibility to that area. This paper aims to investigate the knowledge about the medicinal plants in this community. Twelve specialist informants were selected and interviewed (six men and six women). Eighty-nine species were cited, belonging to 43 botanical families. Lamiaceae and Asteraceae are the most representative ones. Therapeutic indications were decoded and grouped in 13 categories of diseases. Th is classification follows the ICD 10 adopted by WHO. Information regarding the plant tissue used, their uses and the collection sites were indicated. Ten species showed great versatility of uses, with IR>1. Of the 13 species that have CUPc values over 50%, Cecropia pachystachya Trec.; Davilla rugosa Poiret and Trema micrantha (L.) Blume are native to the Atlantic Forest. Th ese results can be used as a motivation for further studies in the area and also can provide the basis for future studies on chemical constituents and pharmacological proprieties of the plants cited.
  • Environmental degradation impact on native communities of arbuscular mycorrhizal fungi in an urban fragment of semideciduous plateau forest Articles

    Carrenho, Rosilaine; Gomes-da-Costa, Sandra Maria

    Abstract in Portuguese:

    No município de Maringá (PR) existem três parques abertos à visitação, todos com áreas degradadas. O impacto causado pelo corte de árvores, tráfego de automóveis e visitação sobre o estabelecimento de fungos micorrízicos arbusculares (FMA) foi avaliado em duas áreas do Horto Florestal Dr. Luis Teixeira Mendes, remanescente de floresta estacional semidecídua. Amostras de solo foram retiradas de três pontos em cada área. Os esporos foram isolados do solo via peneiramento úmido e centrifugação em sacarose, e montados em lâminas permanentes. Sob microscópio foram quantificados e identifi cados morfologicamente. Com os dados de abundância, calcularam-se os índices: diversidade, dominância, eqüitabilidade e similaridade. A área degradada apresentou maior número de esporos e comunidades com valores menores de riqueza, diversidade e eqüitabilidade. No entanto, convém esclarecer que a maior densidade de esporos foi ocasionada pela presença freqüente de esporocarpos de G. sinuosum. Na área preservada foram verificadas 10 a 12 espécies por ponto de coleta, enquanto na área degradada, esse número variou de 6 a 12. Na área degradada, o ponto II, localizado na região mais protegida do fragmento, apresentou comunidades bem diversificadas e equilibradas, à semelhança dos pontos da área preservada. Os resultados sugerem que a degradação ambiental teve reflexos negativos no estabelecimento e na diversidade dos FMA.

    Abstract in English:

    Three forest reserves, with highly degraded areas, are open to visitors in Maringá, Paraná, Brazil. Impact caused by tree cutting, heavy traffic and visitors on the establishment of arbuscular mycorrhizal fungi (AMF) was evaluated in two areas with different degradation stages of the Dr. Luis Teixeira Mendes Forest Garden, a remnant of semideciduous forest. Soil samples were removed from three locations within each area; spores were isolated from the soil by wet sieving and sucrose centrifugation and mounted on permanent slides. Spores were counted and identified taxonomically under a microscope. Diversity, dominance, equitability and similarity indexes were calculated from abundance data. The degraded area had the highest number of spores and featured communities with the lowest rates in richness, diversity and equitability. However, high spore density was caused by the frequent presence of G. sinuosum sporocarps. Ten to 12 species were verified in each site from the preserved area while this number varied from 6 to 12 in the degraded area. In the degraded area, Site II, lying in the most protected area of the forest fragment, diversified and equilibrated communities existed, similar to sites in the preserved area. Results suggest that environmental degradation had negative effects on the establishment and diversity of AMF.
  • Floral biology and a pollinator effectiveness test of the diurnal floral visitors of Tabernaemontana undulata Vahl. (Apocynaceae) in the understory of Amazon Rainforest, Brazil Articles

    Moura, Thaysa Nogueira de; Webber, Antonio Carlos; Torres, Liliane Noemia Melo

    Abstract in Portuguese:

    Neste estudo foi examinada a biologia floral, a efetividade da polinização, freqüência de visitas e abundância relativa dos visitantes florais diurnos de T. undulata (Apocynaceae) em duas populações localizadas em floresta primária e em uma área perturbada conectada à mata contínua. Suas flores hermafroditas apresentam um longo e estreito tubo floral. Anteras introrsas formam um cone logo acima da cabeça estigmática, onde o pólen é depositado. A cabeça estigmática apresenta três regiões funcionais, em um mecanismo que favorece a polinização cruzada. Nos censos de polinizadores conduzidos na floresta primária registraram-se apenas visitas de Eulaema bombiformis. Na área perturbada apenas Euglossa sp. realizou visitas às flores de T. undulata. Na área perturbada E. bombiformis preferiu forragear em flores ricas em pólen e néctar de duas espécies vizinhas em floração. Na floresta primária T. undulata foi a única arvoreta em flor no fim da estação seca. Não foram encontradas diferenças significativas com relação à freqüência de visitas e abundância relativa entre os visitantes florais diurnos em ambas as áreas. No experimento de efetividade da polinização dos visitantes florais, foi observada a produção de um único fruto após visita de E. bombiformis a uma flor. Devido ao complexo sistema reprodutivo de T. undulata, onde há baixa produção de frutos mesmo em condições naturais, uma medida indireta da efetividade do polinizador se faz necessária em um estágio posterior deste estudo a fim de esclarecer o papel desempenhado por essas espécies de abelhas na polinização de T. undulata.

    Abstract in English:

    In this paper we examined the floral biology, per-visit effectiveness, frequency of visits and relative abundance of the diurnal floral visitor taxa of T. undulata (Apocynaceae) at two populations located in the primary forest and in a disturbed area connected to the continuous forest. Its hermaphrodite flowers show a long and narrow floral tube and introrse anthers form a cone around the apex of the style head where the pollen is deposited. The stigmatic head has three functional regions, in a complex pollination mechanism favoring cross-pollination. In the pollinator censuses conducted in the primary forest population we registered Eulaema bombiformis. In the disturbed area Euglossa sp. was responsible for visits on T. undulata fl owers. Eulaema bombiformis was not absent in the disturbed area, but preferred to forage on pollen and nectar-rich flowers of two neighboring flowering species. In the primary forest, T. undulata was the only fl owering treelet at the end of the dry season. Signifi cant differences were not observed regarding the frequency of visits and relative abundance among the diurnal flower visitors at both sites. In the per-visit effectiveness experiment among flower visitors, we observed one fruit produced aft er E. bombiformis' visits. Due to the complex breeding system of T. undulata in that it is characterized by very low fruit production even under natural conditions, an indirect measure of pollinator effectiveness is needed in at a future stage of this study in order to clarify the role of these bee species as pollinators of T. undulata.
  • Floral biology and visitors of Gaylussacia brasiliensis (Spr.) Meissner (Ericaceae) - a poricidal anther species pollinated by hummingbirds Artigos

    Araújo, Francielle Paulina de; Farias, Yelnnia Elyze Fontes; Oliveira, Paulo Eugênio

    Abstract in Portuguese:

    A biologia floral de Gaylussacia brasiliensis (Spr.) Meissner (Ericaceae) foi estudada na borda de uma mata de galeria na reserva ecológica do Clube de Caça e Pesca Itororó de Uberlândia, Minas Gerais. G. brasiliensis é um arbusto que pode alcançar de 0,3 a 3,0 m de altura e ocorre de forma isolada ou agregada. Apresenta floração contínua e possui inflorescências racemosas, axilares com flores pendentes. As flores são hermafroditas, vermelhas, de corola urceolada, apresentam antese diurna e ausência odor. O néctar apresentou volume de cerca de 3,0 μL e concentração de açúcares por volta de 13%. G. brasiliensis é autocompatível, não apresenta autopolinização espontânea e nem apomixia. Os polinizadores foram os beijaflores: Chlorostlibon lucidus (Shaw), Amazilia fimbirata (Gmelin), Hylocharis chrysura (Shaw) (Throchilinae) e Phaethornis pretrei (Lesson & DeLattre) (Phaethornithinae). G. brasiliensis apresenta anteras poricidas com poros amplos e os beija-flores, quando adejam com o bico inserido nas flores em busca de néctar, fornecem a vibração necessária para a liberação dos grãos de pólen. Apesar de apresentar volume e concentração de açúcar no néctar relativamente pequenos, os agrupamentos de indivíduos com muitas flores parecem atrair beija-flores com comportamento territorial.

    Abstract in English:

    The floral biology of Gaylussacia brasiliensis (Spr.) Meissner (Ericaceae) was studied on swampy edges of a gallery forest in Uberlandia, Minas Gerais. Gaylussacia brasiliensis is a shrub 0.3 to 3.0 m tall that occurs isolated or aggregated and has continuous flowering. The axillary racemose inflorescences produce four to dozens of pendulous flowers. The flowers are hermaphroditic, red, urceolate, odorless and have diurnal anthesis. Concentration of sugars in nectar was c. 13% and volume c. 3.0 μL. G. brasiliensis is a self-compatible, non apomictic species, which does not present spontaneous self-pollination. The pollinators of G. brasiliensis were the hummingbirds: Chlorostlibon lucidus (Shaw), Amazilia fimbirata (Gmelin), Hylocharis chrysura (Shaw) (Trochilinae) and Phaethornis pretrei (Lesson & DeLattre) (Phaethornithinae). G. brasiliensis has poricidal anthers with ample pores and the hummingbirds, while hovering with the bill inserted into the flowers to search for nectar, promote enough vibration in the anthers to permit pollen-grain release. Although presenting relatively low nectar volume and sugar content, the clusters of individuals with many flowers seem to attract territorial hummingbirds.
  • Life-forms, pollination and seed dispersal syndromes in plant communities on ironstone outcrops, SE Brazil Articles

    Jacobi, Claudia Maria; Carmo, Flávio Fonseca do

    Abstract in Portuguese:

    Afloramentos rochosos têm um papel importante na diversidade vegetal de ecossistemas montanos. As cangas (afloramentos ferruginosos) estão entre os litotipos menos conhecidos e mais ameaçados do sudeste do Brasil, devido às atividades minerarias. Além da composição de espécies, um aspecto fundamental para promover sua conservação e restauração é o conhecimento das formas de vida, síndromes de polinização e dispersão de sementes dominantes. As análises foram baseadas em listas florísticas publicadas de cangas do sudeste do Brasil. Um total de 353 espécies de angiospermas (70 famílias) foi distribuído entre as duas fisionomias predominantes (áreas abertas e capões de mata) em cangas. Dezesseis famílias foram responsáveis por 70% do total de espécies. Comparado ao espectro normal de Raunkiaer, fanerófitos estiveram super-representados e terófitos sub-representados. Os primeiros foram a forma de vida predominante em capões, enquanto que os hemicriptófitos o foram em áreas abertas. A entomofilia foi a síndrome de polinização dominante em ambos os hábitats. A zoocoria foi dominante em capões e foi última em áreas abertas, onde a anemocoria e autocoria prevaleceram. Considerando que ambas as fisionomias estão sujeitas às mesmas condições climáticas, os resultados corroboram a influência de componentes geoedáficos nos três atributos analisados.

    Abstract in English:

    Rock outcrops play an important role in enhancing plant diversity in montane ecosystems. Ironstone outcrops (cangas) are among the lithotypes less known and most threatened in SE Brazil, due to mining activities. Besides species composition, a key feature to promote their conservation and restoration is the knowledge of the community prevalent life-forms, pollination and seed dispersal syndromes. The analyses were done based on published floristic surveys of cangas in SE Brazil. A total of 353 species of angiosperms (70 families) were assigned to one of the two predominant physiognomies (open areas and forest islands) on ironstone outcrops. Sixteen families responded for 70% of all species. Compared to Raunkiaer's spectrum, phanerophytes were over- and therophytes were under-represented. Phanerophytes were the predominant life-form in forest islands, while hemicryptophytes were outstanding in open areas. Entomophily was the dominant pollination syndrome in both habitats. Zoochory was dominant in forest islands and ranked last in open areas, where anemochory and autochory prevailed. Considering that both forest islands and open areas are subjected to the same climatic conditions, the results corroborate the influence of geoedaphic components in the three traits analysed.
  • Baniwa terminology related to Palms Artigos

    Aguiar, Madalena Otaviano; Mendonça, Maria Silvia de

    Abstract in Portuguese:

    O presente estudo faz uma análise da terminologia dos nomes dados às palmeiras (Arecaceae) pelos índios Baniwa da comunidade indígena de Tunuí Cachoeira, alto rio Negro, AM, Brasil, com o objetivo de obter a tradução e/ou a significação das palavras. As coletas de dados foram feitas com aplicação de entrevistas estruturadas diretas e pessoais e semi-estruturadas em estudo de grupo e turnês-guiadas. A partir da análise dos termos, foi possível reconhecer características de nomeação relacionadas à morfologia (58%), à ecologia (29%) e à cultura (13%). Também foi possível evidenciar que há termos superordenados (genéricos) que relacionam por inclusão hierárquica os subordinativos (específicos), indicando uma categorização e subcategorização em ordem descendente. Isto está de acordo com o modelo berliniano que nomeia de lexema primário e secundário, respectivamente. Estas análises contribuem para uma melhor compreensão do conhecimento tradicional do povo Baniwa.

    Abstract in English:

    The present study analyzes the naming terminology given to the palms (Arecaceae) by the Baniwa Indians of the indigenous community of Tunuí Cachoeira, in the Upper Rio Negro, Amazonas, Brazil, in order to obtain the translation and/or the meaning of the words. Data collection was achieved through the use of direct structured and semi-structured personal interviews, group study, and guided site-visits (to the plants in question). In analyzing the terms, it was possible to recognize naming characteristics tied to morphology (58%), ecology (29%) and culture (13%). It also was possible to demonstrate that there are superordinate terms (generics) that connect by hierarchical inclusion the subordinate categories (specifics), indicating a categorization and subcategorization in descending order. This is in accord with the Berlinian model which names the primary lexeme and secondary lexeme, respectively. These analyses contribute to a better understanding of the traditional knowledge of the Baniwa people.
  • Plantas medicinais em feiras e mercados públicos do Distrito Florestal Sustentável da BR-163, estado do Pará, Brasil Artigos

    Lima, Pedro Glécio Costa; Coelho-Ferreira, Márlia; Oliveira, Regina

    Abstract in Portuguese:

    As plantas medicinais constituem um grupo de produtos florestais não-madeireiros apontado como de grande potencial no Distrito Florestal Sustentável da BR-163. Visando compreender a cadeia produtiva de plantas medicinais oriundas do extrativismo, comercializadas em entrepostos, feiras e mercados públicos de municípios desta área, foram realizadas entrevistas semi-estruturadas com 20 vendedores de plantas medicinais. Foi estimada a riqueza de espécies a partir do estimador Bootstrap e analisada a similaridade entre os municípios estudados, através do Índice de Sørensen. Identificaram-se 46 etnoespécies de plantas medicinais, pertencentes a 42 gêneros e 21 famílias, sendo Fabaceae, Anacardiaceae e Bignoniaceae as famílias mais representativas. A riqueza esperada foi de 50 etnoespécies, sendo que coletas adicionais acrescentariam pelo menos quatro itens à lista geral de riqueza. Com relação à similaridade, Santarém, Itaituba e Altamira compartilham um maior número de espécies, sendo que Santarém mostra-se como centro diversificado de produtos medicinais, com maior número de ocorrências exclusivas (14). As feiras e mercados públicos, por serem um elo importante desse sistema de distribuição, devem ser incluídos nas ações governamentais sobre políticas públicas para a saúde.

    Abstract in English:

    Medicinal plants are non-timber forest products with great potential in the Sustainable Forest District of BR-163. In order to understand the productive chain from extractive medicinal plants marketed at emporiums, fairs and public markets of districts of this area, semi-structured interviews with 20 vendors of medicinal plants were carried out. Species richness was estimated by Bootstrap and similarity among the districts studied was analyzed by Sørensen's Index. 46 medicinal plants belonging to 42 genera and 21 botanical families were identified. Fabaceae, Anacardiaceae and Bignoniaceae were the most representative botanical families. The expected richness for the sample was 50 species and additional collecting would increase by at least four items the general list of richness. Santarém, Itaituba and Altamira share a larger number of species and the first is shown to be a diversified center of medicinal products, presenting the largest number of exclusive occurrences (14). The fairs and public markets are an important link of this distribution system, and should be included in government actions concerning public policies for health.
  • Effect of flooding on survival and initial growth of Ocotea pulchella (Nees) Mez. seedlings in semi-controlled light conditions Articles

    Pires, Luciana Andrea; Cardoso, Victor José Mendes

    Abstract in Portuguese:

    Considerando-se a ocorrência de Ocotea pulchella em áreas sujeitas a alagamentos periódicos, neste trabalho estudou-se a sobrevivência e desenvolvimento inicial de plântulas (dois meses de idade) e juvenis (nove meses de idade) de O. pulchella em resposta a alagamento sob diferentes regimes luminosos, variando-se tanto a qualidade como a quantidade de luz, com o objetivo de se verificar a influência desse fator sobre a resposta ao alagamento. Foram testados três níveis de água no solo (capacidade de campo, alagamento médio - este apenas em plântulas - e alagamento total) e quatro níveis de luz (pleno sol, sombreamento neutro, sombreamento enriquecido com vermelho extremo e sombreamento neutro mais vermelho extremo). A sobrevivência das plântulas e juvenis ao longo de um ano foi relativamente alta, ao passo que o crescimento foi afetado negativamente em pleno sol e alagamento, dependendo das condições de luz. O crescimento de plântulas foi inibido pelo alagamento de solo, independentemente das condições de luz, enquanto que os resultados foram similares nas plantas submetidas a alagamento médio e capacidade de campo. O alagamento também inibiu o crescimento de juvenis, sendo que as respostas das plantas praticamente não foram afetadas pelos regimes de luz. Os resultados sugerem que plântulas de O. pulchella podem sobreviver no sub-bosque, mesmo em áreas sujeitas a alagamento, formando um banco de plântulas de crescimento lento. A espécie parece tolerar o alagamento do solo por tempo relativamente prolongado, quando não está sob luz direta. Por outro lado, algumas respostas ao sombreamento, de plantas submetidas a inundação, parecem ser afetadas pela quantidade e qualidade da luz.

    Abstract in English:

    Taking into account the occurrence of Ocotea pulchella in areas subjected to periodic flooding, this work aimed to evaluate the survival and initial development of Ocotea pulchella seedlings (2 months old) and juveniles (9 months old) in response to waterlogging under different light regimes by varying both light quantity and light quality, in order to test for possible flood tolerance of the species as affected by light conditions. Three levels of soil moisture (field capacity, mean flooding - only for seedlings - and full flooding) and four light treatments (full sun, neutral shade, far red enriched shading and neutral plus far red) were tested. The survival of seedlings and juveniles during one year was relatively high, whereas growth was negatively affected by full sun and flooding. Seedling growth was inhibited by soil waterlogging whatever the light condition, whereas plant growth at field capacity and mean fl ooding was similar. Flooding also inhibited the growth of juveniles, and that response was practically not affected by the light regimes. The results suggest that Ocotea pulchella seedlings can survive in the understory, even in areas subject to fl ooding, forming a slow-growth seedling bank. The species seems to tolerate relatively long-term soil waterlogging when kept out of direct sunlight. Otherwise, responses of waterlogged plants to shading seem to be aff ected by irradiance and light quality.
  • Morpho-anatomy of vegetative organs in seedlings of Aegiphila sellowiana Cham. (Lamiaceae) subject to flooding Artigos

    Medri, Cristiano; Medri, Moacyr Eurípedes; Ruas, Eduardo Augusto; Souza, Luiz Antônio de; Medri, Paulo Souza; Sayhun, Sandra; Bianchini, Edmilson; Pimenta, José Antônio

    Abstract in Portuguese:

    Visando contribuir para o conhecimento das respostas morfoanatômicas de espécies arbóreas à hipoxia, efeitos do alagamento em órgãos vegetativos de Aegiphila sellowiana foram estudados. Indivíduos jovens foram mantidos em substrato drenado e alagado por 50 e 80 dias. Houve mortalidade de 40% das plantas alagadas. As sobreviventes produziram fissuras peridérmicas na base do hipocótilo, raízes diageotrópicas e lenticelas hipertrofiadas em hipocótilos e raízes. Em plantas alagadas: (1) as raízes secundárias apresentaram maior diâmetro, córtex mais espesso, células corticais maiores, espaços intercelulares maiores, cilindro vascular e elementos de vaso menores; (2) as raízes primárias em estrutura secundária e hipocótilos apresentaram súber e feloderme mais espessos; (3) as folhas apresentaram nervura mediana e mesofilo mais espesso, tricomas mais abundantes e estômatos menores. Constatou-se que A. sellowiana é intolerante ao alagamento do solo, fato evidenciado pela morte de parte das plantas. Entretanto, as sobreviventes apresentaram modificações morfoanatômicas que conferem tolerância. Sugere-se que a capacidade diferencial de tolerância apresentada entre os indivíduos pode ser resultado da presença de diferentes genótipos dentro do conjunto de plantas utilizado neste estudo.

    Abstract in English:

    In order to uncover the morpho-anatomical responses of tree species to hypoxia, we studied the effects of flooding on vegetative organs of Aegiphila sellowiana. Young individuals were kept in drained and flooded soil for 50 and 80 days. Under flooding, there was a mortality rate of 40%. The surviving plants produced peridermic fissures, superficial roots and hypertrophied lenticels. Secondary roots of flooded plants presented greater diameter, thicker cortex, greater diameter of the cortical cells, larger intercellular spaces, and thinner vessel elements and vascular tissues. In the main roots under secondary growth and hypocotyls, cork and phelloderm became thicker under flooding. Leaves of flooded plants presented thicker midrib, larger mesophyll, higher number of trichomes and smaller stomata. Considering that part of the plants subject to flooding have died, it is possible to suggest that A. sellowiana is intolerant of soil inundation. However, the surviving plants showed morpho-anatomical modifications that could have conferred some tolerance to them. Thus, the differential tolerance observed among individuals of A. sellowiana indicates a variability of genotypes in the samples used in this study.
  • Application of morpho-anatomical leaf characters in Campomanesia Ruiz & Pavón (Myrtaceae) taxonomy Artigos

    Oliveira, Marla Ibrahim Uehbe de; Funch, Ligia Silveira; Santos, Francisco de Assis Ribeiro dos; Landrum, Leslie Roger

    Abstract in Portuguese:

    Para avaliar a utilidade de caracteres morfoanatômicos na identificação de materiais botânicos de Campomanesia Ruiz & Pavón, especialmente aqueles estéreis, o padrão de nervação foliar e a configuração do arco vascular no pecíolo de 15 táxons presentes no estado da Bahia foram analisados. O padrão de nervação secundário camptódromo-broquidódromo mostrou-se uniforme entre os táxons, assim como a nervação última marginal em arcos e a nervação terciária do tipo reticulada ortogonal. Diferenças foram observadas quando considerados a presença de nervuras intersecundárias e o tipo de aréolas na lâmina foliar, e a configuração do arco vascular e a natureza da bainha perivascular no pecíolo, podendo estes caracteres ser utilizados para fi ns taxonômicos.

    Abstract in English:

    To evaluate the utility of morpho-anatomical leaf characters in the identification of botanic material of Campomanesia Ruiz & Pavón, especially when sterile, leaf venation pattern and shape of the vascular arch in the petiole of 15 taxa in Bahia state were analysed. The camptodromous-brochydodromous secondary venation pattern was uniform among the taxa, as well as the ultimate marginal venation in arches and orthogonal reticulate tertiary venation. Diff erences were observed in the presence of intersecondary veins and areolation in the leaf blade, and shape of the vascular arch and nature of the vascular bundle sheaths in the petiole, characters that could be used for taxonomic purposes.
  • Números cromossômicos em Kleberiella V.P. Castro & Cath. (Orchidaceae, Oncidiinae) e gêneros afins Artigos

    Penha, Túlio Luiz Laitano; Corrêa, Andréa Macêdo; Catharino, Eduardo Luís Martins

    Abstract in Portuguese:

    Este trabalho teve como objetivo principal realizar a análise citotaxonômica de espécies filogeneticamente relacionadas dentro dos gêneros Kleberiella, Alatiglossum e Neoruschia com base na determinação dos seus números cromossômicos a partir dos seus meristemas radiculares. Foram obtidos os números cromossômicos de todas as espécies de Kleberiella (seis espécies), Neoruschia (monoespecífico) e de quatro das nove espécies conhecidas para Alatiglossum stricto sensu. Exceto para K. longipes, A. barbatum e A. micropogon, os quais corroboram com resultados anteriores, todos os outros números cromossômicos são inéditos. A contagem cromossômica se mostrou como um caráter taxonômico útil na delimitação de Alatiglossum fuscopetalum (2n = 52) e do gênero Neoruschia (2n = 48) das outras espécies analisadas. Entretanto não se mostrou eficiente para delimitação entre as espécies de Kleberiella (todas com 2n = 56) e para separar este gênero de Alatiglossum no qual a maioria das espécies analisadas apresentou 2n = 56. O numero básico sugerido para Alatiglossum e Kleberiella é x = 28 e para Neoruschia x = 24.

    Abstract in English:

    This work aimed to provide cytotaxonomical analysis of species phylogenetically related within the genera Kleberiella, Alatiglossum and Neoruschia based on the determination of chromosome numbers from root meristems. We obtained the chromosome numbers of all species of Kleberiella (six species), Neoruschia (monospecific) and four of the nine known species of Alatiglossum stricto sensu. Except for K. longipes, A. barbatum and A. micropogon, which corroborate previous results, all other chromosome numbers are unpublished. Chromosome counting proved useful as a taxonomic character in the delimitation of Alatiglossum fuscopetalum (2n = 52) and the genus Neoruschia (2n = 48) from the other species analyzed. However it was not efficient for delimitation between Kleberiella species (all with 2n = 56) and to separate this genus from Alatiglossum in which most of the species studied had 2n = 56. Th e provable basic number for Alatiglossum and Kleberiella is x = 28 and for Neoruschia x = 24.
  • Aspects of the biology and phenology of Oryza latifolia Desv. (Poaceae) in the Pantanal wetland in Mato Grosso do Sul, Brazil Artigos

    Bertazzoni, Esther Campagna; Damasceno-Júnior, Geraldo Alves

    Abstract in Portuguese:

    Oryza latifolia, uma espécie silvestre de arroz, aquática emergente, tolerante a inundação, tem vasta ocorrência nos campos inundáveis do Pantanal, principalmente na sub-região do Paraguai. O objetivo deste trabalho foi descrever aspectos da biologia e fenologia de O. latifolia em duas áreas ao longo do rio Paraguai. Cinco manchas de arroz foram analisadas em cada área. Um quadro (1m x 1m) era lançado com 20 repetições mensalmente em cada mancha, e foi estimada a porcentagem de cobertura, botão, floração, frutificação e panícula seca, medindo ainda a profundidade de água na mancha de dez/2006-nov/2007. A porcentagem de cobertura foi influenciada pelo nível da água na mancha, atingindo 80% durante a cheia nas duas áreas; o estabelecimento de plântulas ocorreu no período da seca, apenas nas bordas das manchas. A fase reprodutiva da espécie é curta e tem início durante a cheia. Esse período é correlacionado a um conjunto de variáveis ambientais como comprimento do dia e o nível da água. A dispersão da semente ocorre no início da vazante por barocoria, hidrocoria e zoocoria, e suas sementes permanecem viáveis, por cinco meses, até o período da seca.

    Abstract in English:

    Oryza latifolia, a wild species of rice, aquatic emergent, tolerant of flooding, occurs on floodplains of the Pantanal wetland, mainly in the Paraguay River sub-region. The aim of this study was to describe aspects of the biology and phenology of O. latifolia in two areas (Serra do Amolar and Bracinho) along the Paraguay River, in the township of Corumbá (state of Mato Grosso do Sul). Five patches of wild rice were observed in each area. Twenty replicates of quadrats (1m x 1m) were randomly established monthly in each patch, and percent cover was estimated; fl owering, fruiting, production of dry inflorescence and water depth were monitored from December 2006 to November 2007. Percent cover is correlated with water level and day length in the plots, reaching up to 80% at flood time in both areas. Recruitment of seedlings occurs during the dry season only on the plot edges. The reproductive phase of the species is short and starts after the flood peak. This period is correlated with a set of environmental variables such as day length and water level. Dispersal occurs by barochory, hydrochory and ictiochory, at the onset of receding water, and seeds stay viable for five months up to the dry period.
  • Reproductive biology of Davilla kunthii A. St-Hil. (Dilleniaceae) in Central Amazonia Articles

    Rech, André Rodrigo; Manente-Balestieri, Fatima Cristina de Lazari; Absy, Maria Lúcia

    Abstract in Portuguese:

    Este trabalho descreve as relações entre visitantes florais e Davilla kunthii A. St.-Hil., bem como características de sua biologia reprodutiva em Itacoatiara (Amazonas). Foram realizados os testes referentes ao estudo do sistema reprodutivo. A guilda de visitantes foi caracterizada quanto à riqueza, abundância, frequência relativa e constância. Os testes para sistema reprodutivo indicaram que D. kunthii possui auto-compatibilidade. O mecanismo de polinização configurou-se como generalista com 39 espécies de visitantes florais, provenientes de três diferentes ordens. Abelhas corresponderam ao principal grupo de polinizadores, desta forma, alguns aspectos comportamentais foram descritos. O horário de maior forrageamento ocorreu entre 7 e 10 horas. Algumas espécies apresentaram interações agonísticas e comportamento monopolizador da fonte de alimento. Dado o comportamento e o potencial destrutivo, embora possa ocasionalmente atuar como polinizadores, Curculionidae parecem possuir maior impacto como predadores de sementes.

    Abstract in English:

    This survey aimed at describing the interactions of floral visitors and Davilla kunthii A. St.-Hil. as well as characteristics of its reproductive biology in Itacoatiara, state of Amazonas, Brazil. Tests of the breeding system were performed. The guild of visitors was described according to richness, abundance, relative frequency and constancy. The breeding system tests indicated that D. kunthii is self-compatible. The pollination system was characterized as generalist, with 39 visitor species, from three different orders. Bees were the main group of pollinators, thus some behavioural aspects were described. Th e period of highest foraging activity was between 7 and 10 am. Some species presented agonistic and monopolistic behaviour. Given the behaviour and destructive potential, the Curculionidae seem to have a greater impact as seed predators than pollinators.
  • Temporal dynamics of the shrub and herbaceous layer of an area of moist grassland in Alto Paraíso de Goiás, Brazil Artigos

    Eugênio, Chesterton Ulysses Orlando; Munhoz, Cássia Beatriz Rodrigues; Felfili, Jeanine Maria

    Abstract in Portuguese:

    Este trabalho avaliou a dinâmica estrutural e florística de uma comunidade de espécies herbáceo-arbustivas de uma área de campo limpo úmido em Alto Paraíso de Goiás, o primeiro inventário realizado em 2000 (T0) e o segundo em 2007 (T1). A diversidade de Shannon entre os períodos foi comparada pelo teste-t de Hutcheson e a similaridade florística, pelo índice de similaridade de Chao-Sørensen. As relações florísticas e a cobertura, entre os períodos e as linhas, foram avaliadas por meio de análises de correspondência retificada (DCA). Foram amostradas 98 espécies, 88 no T0 e 67 no T1, sendo 31 exclusivas do T0 e 10 do T1. A diversidade florística na comunidade foi elevada nos dois períodos, porém diferente entre esses (t = 7,12; p < 0,001), devido a variação no número e cobertura das espécies. A similaridade entre os dois inventários foi alta (Chao-Sørensen ± IC = 0,841 ± 0,074). A ordenação por DCA indicou relações entre a composição florística e a cobertura com o gradiente de umidade e de matéria orgânica no solo identificados em T0. Houve modificações nas linhas em zonas sazonais, as quais se tornaram mais semelhantes às linhas constantemente saturadas por água. Em um intervalo de sete anos o campo limpo úmido apresentou mudanças na composição florística e, principalmente na estrutura devido o aumento da cobertura de espécies perenes, cespitosas e entouceiradas, que foram favorecidas pela maior umidade no solo em resposta à elevação da pluviosidade da região.

    Abstract in English:

    This study evaluated the floristic and structural dynamics of a community of herbaceous-shrub species in an area of moist grassland in Alto Paraíso de Goiás. Th e fi rst inventory was undertaken in 2000 (T0) and the second in 2007 (T1). Shannon's diversity between the periods was compared by Hutchesons´s t-test, and the floristic similarity by the Chao-Sørensen similarity index. Floristic composition and cover, between periods and lines, were evaluated by detrended correspondence analysis (DCA). We sampled 98 species, 88 at T0 and 67 at T1; 31 were unique to T0 and 10 to T1. Floristic diversity in the community was high in both periods, but diff erent between them (t = 7.12, p <0.001), due to variation in species number and coverage. Similarity between the two surveys was high (Chao-Sørensen CI = ± 0.841 ± 0.074). The DCA ordination indicated relationships between the floristic composition and cover with a gradient of moisture and organic matter in the soil identified in T0. Th ere were changes in the lines in the seasonal zones, which became more similar in those constantly saturated with water. During an interval of seven years the moist grassland showed changes in floristic composition and mainly in structure due to increased cover of the clumped tussock perennial species, which were favored by higher soil moisture due to high rainfall in the region.
  • Diversity of arbuscular mycorrizal fungi in an impacted forest remnant - Parque Cinquentenário, Maringá, Paraná, Brazil Artigos

    Santos, Fábio Eduardo Ferreira dos; Carrenho, Rosilaine

    Abstract in Portuguese:

    As micorrizas são consideradas importante componente na recuperação e restabelecimento da vegetação em áreas frágeis ou degradadas, bem como na manutenção da biodiversidade de plantas e das funções dos ecossistemas. O conhecimento da diversidade e dinâmica dos fungos micorrízicos arbusculares (FMA) em áreas impactadas pela ação humana é importante para seu manejo e como indicador de sua qualidade. O Parque Cinqüentenário, localizado no município de Maringá, PR, pertence à formação original do conjunto Mata Atlântica, do domínio da floresta Estacional semi-decidual, é um dos poucos remanescentes florestais existentes na cidade de Maringá, PR, e encontra-se em estádio acelerado de degradação. O objetivo deste trabalho foi avaliar a diversidade de FMA nativos no solo e o grau de micorrização das plantas neste ecossistema. Amostras de solo e raízes foram coletadas em 65 pontos diferentes, na profundidade de 0-20 cm. A determinação da porcentagem de colonização micorrízica arbuscular foi feita sob microscópio estereoscópico, pelo método da interseção de quadrantes. A identificação das espécies de FMA foi realizada de acordo com a análise morfológica dos esporos. Foram estimados índices de diversidade, calculados com base no número de esporos em cada amostra. Foi verificada a ocorrência de 50 espécies de FMA, distribuídas em cinco gêneros: Glomus (31 espécies), Acaulospora (10 espécies), Scutellospora (6 espécies), Gigaspora (duas espécies) e Paraglomus (uma espécie). Glomus foi o gênero mais abundante, com várias espécies esporocárpicas.

    Abstract in English:

    Mycorrhizae are important components of any recuperation and recovery plan for threatened and endangered vegetation in degraded areas, as well as for the maintenance of plant diversity and ecosystem functions. Knowledge of diversity and dynamics of arbuscular mycorrhizal fungi (AMF) in areas impacted by anthropic activities is important for managing these areas and improving their quality. The Parque Cinquentenário is one of the few forest fragments in the urban area of Maringá (Seasonal Semi-deciduous Forest) and it is in a fast degradation stage. This work aimed to evaluate the variety of native AMF in the soil and the mycorrhization level in plants of this ecosystem. Soil and root samples were collected from 65 different plots, at a depth of 0 to 20 cm, in January 2008. The percentage of root colonization was determinated by means of intersection of quadrants. Th e identification of AMF species was made according to classical morphological analysis. For each sample, diversity indexes were estimated, with calculations based on the number of spores. The existence of fi fty AMF species was verified, distributed in five genera: Glomus (30 species), Acaulospora (10 species), Scutellospora (6 species),Gigaspora (two species) and Paraglomus (one species). Glomus was the most abundant genus, with many sporocarpic species.
  • Morphological, anatomical and histochemical characterization of Cuphea carthagenensis (Jacq.) J.F. Macbr. (Lythraceae) Artigos

    Lusa, Makeli Garibotti; Bona, Cleusa

    Abstract in Portuguese:

    Cuphea carthagenensis (Jacq.) J.F. Macbr. é uma planta herbácea, que ocorre preferivelmente em locais úmidos. Dentre outras espécies do gênero, esta se destaca pelo grande potencial químico e emprego frequente na medicina popular. Neste estudo, descrevem-se aspectos morfológicos, a anatomia e as características histoquímicas dos órgãos vegetativos, na fase de desenvolvimento em que a espécie é comercializada. A partir de plantas adultas, foram coletadas amostras de raiz, caule e folhas. Esse material foi processado para análise anatômica e histoquímica em microscopia de luz e para análise morfológica, em microscopia eletrônica de varredura. Considerações morfoanatômicas importantes foram acrescentadas para C. carthagenensis, tais como: a ocorrência de felema aerenquimatoso com camadas suberificadas; a identificação dos tipos de tricomas ocorrentes nos órgãos vegetativos; e a caracterização do tricoma secretor, bem como do material secretado. Os grupos de metabólitos secundários presentes nos tecidos da raiz, do caule e da folha de C. carthagenensis que apresentaram reação histoquímica mais intensa foram: proantocianidinas, compostos fenólicos, polissacarídeos ácidos (especialmente mucilagem) e lipídios totais.

    Abstract in English:

    Cuphea carthagenensis (Jacq.) J.F. Macbr. is an herb, which occurs preferably in wet places. Amongst other species of the genus, C. carthagenensis is distinguished for its great chemical potential and frequent use in popular medicine. In this study the morphological and anatomical structures were identified, as well as the histochemical characterization was done. Samples of root, stem and leaves were collected from adult plants. This material was processed for anatomical and histochemical analysis in light microscopy and for morphological analysis, in scanning electron microscopy. Important morphological and anatomical considerations were added for C. carthagenensis, such as: the occurrence of aerenchymatous phellem with suberized layers; the types of trichomes present in the vegetative organs, the characterization of secretory trichomes, as well as the secreted substances. The groups of secondary metabolites presents in the root, stem and leaf of C. carthagenensis with more intense histochemical reaction were: proanthocyanidins, phenolic compounds, acids polysaccharides (mucilage especially) and lipids.
Sociedade Botânica do Brasil SCLN 307 - Bloco B - Sala 218 - Ed. Constrol Center Asa Norte CEP: 70746-520 Brasília/DF - Alta Floresta - MT - Brazil
E-mail: acta@botanica.org.br