Metodologia de avaliação do trabalho na atenção primária à saúde

Methodology for assessment of activities in primary health care

No presente trabalho, realiza-se um estudo de caso, no qual se analisa o processo de avaliação de ações assistenciais em uma unidade básica de saúde, no sentido de contribuir para o desenvolvimento de metodologias de avaliação do trabalho assistencial e de proposição de categorias orientadoras desses processos de avaliação, tendo como base o processo de trabalho. Este estudo foi desenvolvido no Centro de Saúde Escola da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo, tomando como seu material empírico as avaliações das ações assistenciais dirigidas ao pronto-atendimento e ao atendimento programático de pacientes crônicos (hipertensos e diabéticos). A análise dessas avaliações, que apreenderam diferentes momentos constituintes do processo de trabalho (objetos do trabalho, atuação dos agentes, análise dos meios de trabalho, produto do trabalho), sugerem a necessidade da elaboração de categorias analíticas que operacionalizem a apreensão desse processo, articulando cada momento à sua totalidade. As categorias analíticas propostas são: 1) operacionalidade, como medida da efetivação das ações propostas; 2) efetividade estratégica, como medida do alcance dos resultados apreensíveis nos usuários e/ou na população, atribuíveis às ações realizadas.

Hipertensão; Cuidados Primários de Saúde; Assistência Ambulatorial; Avaliação de Processos e Resultados


Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz Rua Leopoldo Bulhões, 1480 , 21041-210 Rio de Janeiro RJ Brazil, Tel.:+55 21 2598-2511, Fax: +55 21 2598-2737 / +55 21 2598-2514 - Rio de Janeiro - RJ - Brazil
E-mail: cadernos@ensp.fiocruz.br