Jornal da Sociedade Brasileira de Fonoaudiologia, Volume: 23, Issue: 4, Published: 2011
  • Editorial

    Behlau, Mara
  • Editorial

    Dreux, Fernanda
  • Impact of call center work in subjective voice symptoms and complaints: an analytic study Artigos Originais

    Rechenberg, Leila; Goulart, Bárbara Niegia Garcia de; Roithmann, Renato

    Abstract in Portuguese:

    OBJETIVO: Estimar a prevalência de sintomas vocais, os fatores de risco ocupacionais associados e o impacto desses sintomas na atividade profissional do teleoperador. MÉTODOS: Estudo transversal analítico com 124 teleoperadores e 109 funcionários da área administrativa (grupo controle) selecionados a partir de amostra aleatória estratificada por gêneros. Os participantes responderam a um questionário autoaplicável, anônimo, envolvendo questões referentes à presença de sintomas vocais, potenciais fatores de risco para disfonia e impacto dos sintomas vocais na atividade profissional. A presença de um ou mais sintomas vocais referidos com frequência diária ou semanal foram considerados como positivos para a presença de sintomas vocais. RESULTADOS: A prevalência de sintomas vocais encontrada foi de 33% em teleoperadores e 21% no grupo controle, indicando uma associação entre sintomas vocais e a atividade de teleoperador. Quando ajustado para fatores de confundimento, essa associação permaneceu no sentido do risco. Em teleoperadores com sintoma vocal, a sensação de ar seco, o ruído ambiental e a ausência de repouso vocal se mostraram mais frequentes. Quase 70% dos teleoperadores com sintomas vocais referiram que estes interferem na sua atividade profissional. A taxa de absenteísmo pelos sintomas vocais no grupo foi de 29%. CONCLUSÃO: Os sintomas vocais são mais frequentes em teleoperadores se comparados com seus pares controles e afetam de modo significativo seu desempenho profissional.

    Abstract in English:

    PURPOSE: To estimate the prevalence of vocal symptoms, occupational risk factors, associated symptoms and their impact on the professional activity of the telemarketers. METHODS: Cross-section analytical study with 124 telemarketers and 109 administrative workers (control group) selected from a random sample stratified by gender. The subjects answered an anonymous self-administered questionnaire involving issues related to the presence of vocal symptoms, potential risk factors for dysphonia, and vocal impact of symptoms in professional activity. The presence of one or more voice symptoms that occurred daily or weekly was considered positive for the presence of vocal symptoms. RESULTS: The prevalence of vocal symptoms was found in 33% of telemarketers and in 21% of the control group, indicating an association between vocal symptoms and the activity of the telemarketer. When adjusted for confounders, this association remained in the sense of risk. In telemarketers, the sensation of dry air, ambient noise, and lack of vocal rest were the most frequently reported complaints reported by those presenting vocal symptoms. Almost 70% of telemarketers with vocal symptoms reported that these symptoms interfere with their professional activity. The rate of absenteeism by vocal symptoms in this group was 29%. CONCLUSION: Vocal symptoms are common in most telemarketers when compared to their peer controls, and significantly affect their job performance.
  • Hard palate dimensions in nasal and mouth breathers from different etiologies Artigos Originais

    Berwig, Luana Cristina; Silva, Ana Maria Toniolo da; Côrrea, Eliane Castilhos Rodrigues; Moraes, Anaelena Bragança de; Montenegro, Márlon Munhoz; Ritzel, Rodrigo Agne

    Abstract in Portuguese:

    OBJETIVO: Comparar as dimensões do palato duro de crianças respiradoras nasais, respiradoras orais por etiologia obstrutiva e respiradoras orais por etiologia viciosa. MÉTODOS: A amostra foi composta por 76 crianças, 37 meninos e 39 meninas, com média de idade de 9,32±1,16 anos, distribuídas conforme diagnóstico do modo respiratório e etiologia da respiração oral. Foram obtidos modelos em gesso do arco dental maxilar para a realização de medidas do palato duro com paquímetro digital. Foram obtidas as medidas transversais, verticais e do comprimento anteroposterior do palato duro. A comparação das medidas do palato duro entre os grupos foi realizada por meio de testes estatísticos. RESULTADOS: Na comparação das dimensões do palato duro entre os grupos de respiradores nasais e respiradores orais, verificou-se diferença na distância e profundidade ao nível dos segundos pré-molares e na distância entre os primeiros molares. Também foi verificada diferença entre os grupos de respiradores orais por etiologia obstrutiva e por etiologia viciosa na profundidade do palato duro ao nível dos caninos. CONCLUSÃO: Respiradores orais apresentam palato duro mais estreito ao nível dos segundos pré-molares e primeiros molares, e mais profundo ao nível dos segundos pré-molares quando comparados aos respiradores nasais. Evidencia-se também que os respiradores orais por etiologia viciosa apresentam maior profundidade do palato duro ao nível dos caninos quando comparados aos respiradores orais por etiologia obstrutiva.

    Abstract in English:

    PURPOSE: To compare the hard palate dimensions of nasal-breathing children, mouth breathers from obstructive etiology, and habitual mouth breathers. METHODS: The sample comprised 76 children, 37 boys and 39 girls, with mean age of 9.32±1.16 years, distributed according to the diagnosis of breathing mode and to the etiology of mouth breathing. Plaster cast models of the subjects' superior dental arch were obtained in order to measure the hard palate with a digital caliper. Measurements of transverse, vertical and anteroposterior palatal length were taken. The hard palate measures were compared among the groups through statistical analysis. RESULTS: The comparison of hard palate dimensions observed in nasal and mouth breathers showed differences regarding the distance and depth of second premolars, and the distance of first molars. Differences were also found between the groups of mouth breathers regarding the hard palate depth at the level of canines. CONCLUSION: Mouth breathers showed narrower hard palate at the level of second premolars and first molars, and deeper palate in the level of second premolars, when compared to nasal breathers. It is evidenced that habitual mouth breathers presented deeper hard palate at the level of canines, when compared to mouth breathers from obstructive etiology.
  • Facial type and head posture of nasal and mouth-breathing children Artigos Originais

    Bolzan, Geovana de Paula; Souza, Juliana Alves; Boton, Luane de Moraes; Silva, Ana Maria Toniolo da; Corrêa, Eliane Castilhos Rodrigues

    Abstract in Portuguese:

    OBJETIVO: Verificar o tipo facial e a postura de cabeça de crianças respiradoras nasais, e respiradoras orais de etiologia obstrutiva e viciosa, e correlacionar o índice morfológico da face à angulação da postura da cabeça no plano sagital. MÉTODOS: Participaram 59 crianças com idades entre 8 anos e 11 anos e 10 meses. Todas passaram por triagem fonoaudiológica, avaliação otorrinolaringológica, e exame de nasofibrofaringoscopia, o que possibilitou a constituição de três grupos: com respiração nasal - 15 crianças; com respiração oral obstrutiva - 22 crianças; e com respiração oral viciosa - 22 crianças. Foram mensuradas a altura e a largura da face com paquímetro digital, para determinação do índice e do tipo facial. A postura da cabeça foi avaliada por meio de exame físico e fotogrametria computadorizada. RESULTADOS: Verificou-se predomínio de face curta nos respiradores nasais e de face longa nos respiradores orais. Houve associação entre tipo facial e modo respiratório/etiologia da respiração oral, o tipo braquifacial foi mais frequente nos respiradores nasais e menos frequente nos respiradores orais de etiologia obstrutiva. As crianças dos três grupos apresentaram postura de cabeça semelhante. Não foi verificada correlação entre índice morfológico da face e a postura da cabeça. CONCLUSÃO: O tipo braquifacial favorece o modo respiratório nasal e que a postura da cabeça não é influenciada pelo modo respiratório e etiologia da respiração oral, assim como não está relacionada ao tipo facial.

    Abstract in English:

    PURPOSE: To verify the facial type and the head posture of nasal and mouth-breathing children from habitual and obstructive etiologies, as well as to correlate the morphological facial index to the head angulation position in the sagittal plane. METHODS: Participants were59 children with ages between 8 years and 11 years and 10 months. All subjects were undergone to speech-language pathology screening, otorhynolaryngologic evaluation, and nasopharyngoscopy, allowing the constitution of three groups: nasal breathers - 15 children; mouth breathers from obstructive etiology - 22 children; and habitual mouth breathers - 22 children. In order to determine facial type and morphological facial index, the height and the width of the face were measured using a digital caliper. The head posture was assessed through physical examination and computerized photogrammetry. RESULTS: It was verified the predominance of short face in nasal breathers, and long face in mouth breathers. There was an association among facial type and breathing mode/mouth breathing etiology: the brachyfacial type was more frequent among nasal breathers, and less frequent in subjects with obstructive nasal breathing. Head posture was similar in all three groups. No correlation was found between morphological facial index and head posture. CONCLUSION: The brachyfacial type favors the nasal-breathing mode and the head posture is not influenced by breathing mode and by the etiology of mouth breathing, as well as it is not related to facial type.
  • Quality of life of parents/caregivers of children and adolescents with Down syndrome Artigos Originais

    Oliveira, Emília de Faria; Limongi, Suelly Cecilia Olivan

    Abstract in Portuguese:

    OBJETIVO: Avaliar a qualidade de vida (QV) de pais/cuidadores de crianças e adolescentes com síndrome de Down (SD) e a influência de aspectos sócio-demográficos nos resultados obtidos. MÉTODOS: Participaram 31 pais/cuidadores de crianças e adolescentes com SD, que foram divididos em três grupos: G1, cuidadores de dez crianças pré-escolares (idades entre 1 ano e 5 anos e 11 meses); G2, cuidadores de 11 crianças em idade escolar (idades entre 6 anos e 10 anos e 11 meses); e G3, cuidadores de dez pré-adolescentes e adolescentes (idades entre 11 anos a 15 anos e 11 meses). Dados de caracterização dos pais/cuidadores: a maioria estava na faixa etária de 40-49 anos; o grau de escolaridade Ensino Médio Completo foi o mais freqüente, seguido de Ensino Fundamental Incompleto e Ensino Superior Completo; quanto à classe econômica, a concentração foi nas classes C e B2. Foi aplicado o questionário de QV WHOQOL-bref. RESULTADOS: Dos pais/cuidadores pesquisados, 84% avaliaram sua QV como "boa" e 55% afirmaram se sentir "satisfeitos" com sua saúde. O domínio Meio Ambiente apresentou menor média quando comparado aos demais e apresentou correlação com as variáveis sócio-demográficas referentes ao "grau de instrução" e ao "nível socioeconômico". Não houve diferença entre os grupos na comparação das faixas etárias. CONCLUSÃO: Os dados obtidos apontam que a população estudada avalia sua QV como "boa" e está "satisfeita" com sua saúde. O domínio Meio Ambiente e as variáveis sócio-demográficas "grau de instrução" e "nível socioeconômico" são os aspectos que influenciam sua QV.

    Abstract in English:

    PURPOSE: To assess the quality of life (LQ) of parents/caregivers of children and adolescents with Down syndrome (DS), as well as the influence of socio-demographic aspects on the results obtained. METHODS: Participants were 31 parents/caregivers of children and adolescents with DS, divided into three groups: G1, caregivers of ten preschoolers (ages between 1 year and 5 years and 11 months); G2, caregivers of 11 school-aged children (ages between 6 years and 10 years and 11 months); and, G3, caregivers of ten pre-teens and adolescents (ages between 11 years and 15 years and 11 months). Parents/caregivers characterization: most of them were between 40 and 49 years old; high-school was the most common education level, followed by incomplete elementary school and college education; concerning the socio-economic class, most of them were from classes C and B2. The QL WHOQOL- bref protocol was administered. RESULTS: Eighty-four percent of the parents/caregivers rated their QL as "good", and 55% reported to be "satisfied" with their health. The lowest average score was found for the Environment domain, which was found to be correlated with socio-demographic variables "education degree" and "socio-economic level". No difference was found between groups when age ranges were compared. CONCLUSION: The results suggest that the studied population consider their QL as "good", and is "satisfied" with their health. The Environment domain and the socio-demographic variables "education degree" and "socio-economic level" are the aspects that influence their quality of life.
  • Psycholinguistic and scholastic abilities in children with myelomeningocele Artigos Originais

    Lamônica, Dionísia Aparecida Cusin; Maximino, Luciana Paula; Silva, Greyce Kelly da; Yacubian-Fernandes, Adriano; Crenitte, Patrícia Abreu Pinheiro

    Abstract in Portuguese:

    OBJETIVO: Descrever o desempenho de indivíduos com mielomeningocele quanto às habilidades psicolinguísticas e escolares. MÉTODOS: Participaram cinco indivíduos, com idade cronológica entre 9 anos e 10 meses e 11 anos e 7 meses, com diagnóstico de mielomeningocele e lesão lombo-sacral (Grupo 1 - G1), e cinco indivíduos com desenvolvimento típico (Grupo 2 - G2), que foram pareados ao G1 quanto a idade, gênero e grau de escolaridade. A avaliação constou de entrevista com os responsáveis e aplicação dos seguintes testes: Teste de Illinois de Habilidades Psicolinguísticas; Teste de Desempenho Escolar; Teste de Velocidade de Leitura; e Teste de Nomeação Automática Rápida. RESULTADOS: A comparação entre os grupos nos subtestes do Teste de Illinois de Habilidades Psicolinguísticas indicou que os valores máximos obtido pelo G1 corresponderam aproximadamente aos valores mínimos obtidos pelo G2, confirmando a diferença entre eles, exceto para o subteste closura auditiva. No Teste de Desempenho Escolar foram observadas alterações significativas no desempenho do G1 em todas as provas. Nos testes de Velocidade de Leitura e de Nomeação Rápida, os indivíduos do G1 também apresentaram prejuízos consideráveis, cometendo mais erros nas tarefas e realizando a atividade de modo mais lento. CONCLUSÃO: Indivíduos com mielomeningocele apresentam alterações nas habilidades psicolinguísticas, no desempenho escolar, na velocidade de leitura e na nomeação automática rápida.

    Abstract in English:

    PURPOSE: To describe the performance of individuals with myelomeningocele regarding psycholinguistic and scholastic abilities. METHODS: Participants were five individuals with myelomeningocele and lumbar sacral abnormalities, and chronological age between 9 years and 10 months and 11 years and 7 months (Group 1 - G1); five subjects with typical development (Group 2 - G2), matched to G1 for age, gender, and educational level. The evaluation consisted of interview with parents/caregivers, and application of the following tests: Illinois Test of Psycholinguistic Abilities (ITPA); School Performance Test; Speed Reading Test; and Rapid Automatized Naming Test. RESULTS: The between-groups comparison in the ITPA subtests showed that the maximum values obtained by G1 corresponded approximately to the minimum values obtained by G2, confirming the difference between the groups, except for the auditory closure subtest. In the Scholastic Performance Test, significant alterations were observed on the performance of G1 in all tasks. In the Speed Reading and Rapid Automatized Naming tests, individuals in G1 also presented considerable deficits, making more mistakes and spending more time than G2 to perform the same tasks. CONCLUSION: Individuals with myelomeningocele present deficits in psycholinguistic abilities, school performance, reading speed, and rapid automatized naming.
  • Fluency and reading comprehension in students with reading difficulties Artigos Originais

    Nascimento, Tânia Augusto; Carvalho, Carolina Alves Ferreira de; Kida, Adriana de Souza Batista; Ávila, Clara Regina Brandão de

    Abstract in Portuguese:

    OBJETIVO: Caracterizar o desempenho de escolares com dificuldade de leitura, em tarefas de decodificação e compreensão leitora e buscar correlações entre ambas. MÉTODOS: Foram avaliados 60 escolares (29 meninas) que cursavam do 3º ao 5º ano do Ensino Fundamental na rede pública do município de São Paulo. Trinta escolares (Grupo Pesquisa - GP), dez de cada ano, foram indicados por seus professores por apresentarem queixas ou indícios de dificuldades de leitura. Outros trinta, indicados como bons leitores, pareados por gênero, idade e escolaridade ao GP, compuseram o Grupo de Comparação (GC). Todos os escolares foram avaliados quanto aos parâmetros de fluência de leitura de itens isolados (palavras e pseudopalavras) e texto, e de compreensão leitora de texto narrativo (nível de leitura, número e tipo de ideias identificadas, acertos às questões de múltipla escolha). RESULTADOS: O GP apresentou valores de fluência e compreensão leitoras mais baixos que o GC. Diferentes padrões de correlações positivas e negativas, de fracas a ótimas, entre os parâmetros de decodificação e compreensão foram encontradas nos dois grupos. No GP foram observados baixos valores de taxa e acurácia de leitura correlacionados a baixos valores de compreensão e melhora da decodificação, mas não da compreensão, conforme avançaram os anos escolares. No GC, observou-se correlação entre os diferentes parâmetros de fluência avaliados, mas nenhum desses parâmetros correlacionou-se com as variáveis de compreensão leitora. CONCLUSÃO: Os escolares com dificuldades de leitura e de escrita apresentam baixos valores de parâmetros da fluência e da compreensão leitora. Fluência e compreensão correlacionam-se no grupo com dificuldades, mostrando que as alterações da decodificação influenciam a compreensão leitora, a qual não melhora com a escolaridade.

    Abstract in English:

    PURPOSE: To characterize the performance of students with reading difficulties in decoding and reading comprehension tasks as well as to investigate the possible correlations between them. METHODS: Sixty students (29 girls) from 3rd to 5th grades of public Elementary Schools were evaluated. Thirty students (Research Group - RG), ten from each grade, were nominated by their teachers as presenting evidences of learning disabilities. The other thirty students were indicated as good readers, and were matched by gender, age and grade to the RG, composing the Comparison Group (CG). All subjects were assessed regarding the parameters of reading fluency (rate and accuracy in words, pseudowords and text reading) and reading comprehension (reading level, number and type of ideas identified, and correct responses on multiple choice questions). RESULTS: The RG presented significantly lower scores than the CG in fluency and reading comprehension. Different patterns of positive and negative correlations, from weak to excellent, among the decoding and comprehension parameters were found in both groups. In the RG, low values of reading rate and accuracy were observed, which were correlated to low scores in comprehension and improvement in decoding, but not in comprehension, with grade increase. In CG, correlation was found between different fluency parameters, but none of them was correlated to the reading comprehension variables. CONCLUSION: Students with reading and writing difficulties show lower values of reading fluency and comprehension than good readers. Fluency and comprehension are correlated in the group with difficulties, showing that deficits in decoding influence reading comprehension, which does not improve with age increase.
  • Speech disorders in students in Belo Horizonte Artigos Originais

    Rabelo, Alessandra Terra Vasconcelos; Alves, Claudia Regina Lindgren; Goulart, Lúcia Maria H. Figueiredo; Friche, Amélia Augusta de Lima; Lemos, Stela Maris Aguiar; Campos, Fernanda Rodrigues; Friche, Clarice Passos

    Abstract in Portuguese:

    OBJETIVO: Descrever alterações de fala em escolares de 1ª a 4ª série e investigar a existência de associação entre essas alterações e os distúrbios de motricidade orofacial (MO) e de processamento auditivo. MÉTODOS: Estudo transversal com amostra aleatória e estratificada composta por 288 escolares, calculada com base num universo de 1.189 crianças matriculadas em escolas públicas da área de abrangência de um centro de saúde de Belo Horizonte. A idade mediana foi de 8,9 anos, sendo 49,7% meninos. Foram utilizados: protocolo de MO adaptado do Roteiro para Avaliação Miofuncional; prova de Fonologia do Teste de Linguagem Infantil ABFW; e avaliação simplificada do processamento auditivo. Os dados foram analisados estatisticamente. RESULTADOS: Das crianças avaliadas, 31,9% apresentaram alteração de fala. Destas, 18% apresentaram desvio fonético, 9,7% desvio fonológico e 4,2% fonético e fonológico. Observou-se variação linguística na fala de 38,5% das crianças. Houve maior proporção de crianças com desvio fonético isolado na 1ª série e de crianças menores de 8 anos com desvio fonético e fonológico. Verificou-se associação entre desvio fonético e alterações de motricidade orofacial e entre desvio fonológico e alterações de processamento auditivo. CONCLUSÃO: A prevalência de alterações de fala em escolares de 1ª a 4ª série é considerada alta. Além disso, estas são associadas a outras alterações fonoaudiológicas, o que sugere que uma pode ser consequência de outra, apontando para a necessidade de diagnóstico e intervenções precoces.

    Abstract in English:

    PURPOSE: To describe speech disorders in students from 1st to 4th grades, and to investigate possible associations between these disorders and stomatognathic system and auditory processing disorders. METHODS: Cross-sectional study with stratified random sample composed of 288 students, calculated based on an universe of 1,189 children enrolled in public schools from the area covered by a health center in Belo Horizonte. The median age was 8.9 years, and 49.7% were male. Assessment used a stomatognathic system protocol adapted from the Myofunctional Evaluation Guidelines, the Phonology task of the ABFW - Child Language Test, and a simplified auditory processing evaluation. Data were statistically analyzed. RESULTS: From the subjects studied, 31.9% had speech disorder. From these, 18% presented phonetic deviation, 9.7% phonological deviation, and 4.2% phonetic and phonological deviation. Linguistic variation was observed in 38.5% of the children. There was a higher proportion of children with phonetic deviation in 1st grade, and a higher proportion of children younger than 8 years old with both phonetic and phonological deviations. Phonetic deviation was associated to stomatognathic system disorder, and phonological deviation was associated to auditory processing disorder. CONCLUSION: The prevalence of speech disorders in 1st to 4th grade students is considered high. Moreover, these disorders are associated to other Speech-Language Pathology and Audiology alterations, which suggest that one disorder may be a consequence of the other, indicating the need for early diagnosis and intervention.
  • Fine motor, sensory and perceptive function of students with attention deficit disorder with hyperactivity Artigos Originais

    Okuda, Paola Matiko Martins; Pinheiro, Fábio Henrique; Germano, Giseli Donadon; Padula, Niura Aparecida de Moura Ribeiro; Lourencetti, Maria Dalva; Santos, Lara Cristina Antunes dos; Capellini, Simone Aparecida

    Abstract in Portuguese:

    OBJETIVO: Caracterizar e comparar as funções motoras fina, sensorial e perceptiva de escolares com Transtorno do Déficit de Atenção com Hiperatividade (TDAH) e escolares com bom desempenho escolar sem alterações de comportamento. MÉTODOS: Participaram 22 escolares do ensino fundamental, de gênero masculino, distribuídos em: GI - 11 escolares com Transtorno do Déficit de Atenção com Hiperatividade; e GII - 11 escolares com bom desempenho acadêmico e sem alterações de comportamento. Os escolares foram submetidos à aplicação do Protocolo de Avaliação da Função Motora Fina, Sensorial e Perceptiva e da Escala de Disgrafia. RESULTADOS: Houve diferença nas tarefas de função motora fina, função sensorial e função perceptiva entre o GI e o GII, com desempenho inferior do GI. Todos os escolares de GI apresentaram disgrafia. CONCLUSÃO: Escolares com Transtorno do Déficit de Atenção com Hiperatividade apresentam desempenho inferior aos escolares com bom desempenho acadêmico em relação às funções motoras fina, sensorial e perceptiva. Tais dificuldades podem causar impacto significativo sobre o desempenho acadêmico, uma vez que comprometem o desenvolvimento da linguagem escrita, ocasionando disgrafia nesses escolares.

    Abstract in English:

    PURPOSE: To characterize and compare the fine motor, sensory and perceptive functions of students with Attention Deficit Disorder with Hyperactivity (ADHD) and students with good academic performance, without behavior alteration. METHODS: Participants were 22 male students from Elementary School distributed into: GI - 11 children with ADHD; and GII - 11 students with good academic performance and no behavior alteration. Students were submitted to the Protocol for Evaluation of Fine Motor, Sensory and Perceptual Function, and to the Dysgraphia Scale. RESULTS: There were differences between GI and GII in tasks concerning fine motor function, sensory function, and perceptual function, with lower performance from GI. All students in GI presented dysgraphia. CONCLUSION: Students with Attention Deficit Disorder with Hyperactivity present lower performance regarding fine motor, sensory and perception functions in relation to students with good academic performance. These difficulties can cause significant impact on academic performance, impairing the development of written language and causing dysgraphia in these students.
  • Function of the medial olivocochlear system in children with phonological disorders Artigos Originais

    Didoné, Dayane Domeneghini; Kunst, Letícia Regina; Weich, Tainara Milbradt; Tochetto, Tania Maria; Mota, Helena Bolli

    Abstract in Portuguese:

    OBJETIVO: Verificar se crianças com desvio fonológico apresentam alterações do sistema olivococlear medial. MÉTODOS: Trata-se de estudo prospectivo e transversal. Foram avaliadas 19 crianças normo-ouvintes, de ambos os gêneros, com idades entre 4 e 7 anos, que foram divididas em dois grupos: 11 crianças sem desvio fonológico (grupo controle) e oito com desvio fonológico (grupo estudo). A condição auditiva foi verificada por meio da inspeção visual do meato acústico externo, audiometria tonal liminar e imitanciometria. Foram incluídas em ambos os grupos somente as crianças com limiares tonais iguais ou inferiores a 15 dB, timpanometria tipo A e reflexos acústicos presentes. Para avaliar a função do sistema olivococlear medial procedeu-se à avaliação das emissões otoacústicas evocadas transientes (EOAET) com e sem aplicação de ruído branco na intensidade de 60 dBNA contralateralmente. Os dados foram analisados estatisticamente. RESULTADOS: A ocorrência e a média dos valores de supressão das EOAET das orelhas direita e esquerda não apresentaram diferenças nas frequências de 1, 2, 3 e 4 kHz intragrupos estudo e controle. Na comparação da média e ocorrência do efeito supressor das emissões otoacústicas evocadas transientes entre grupo controle e grupo estudo, também não houve diferenças nas frequências analisadas. CONCLUSÃO: Crianças com desvio fonológico não apresentam alterações do sistema olivococlear medial, aspecto evidenciado pela ocorrência do efeito supressor das emissões otoacústicas evocadas transientes.

    Abstract in English:

    PURPOSE: To verify whether children with phonological disorders present alterations in the medial olivocochlear system. METHODS: This is a prospective cross-sectional study in which 19 normal hearing children of both genders, with ages between 4 and 7 years, were divided into two groups: 11 children without phonological disorders (control group) and eight with phonological disorders (study group). The auditory condition was verified by visual examination of the external ear canal, pure tone audiometry, and tympanometry. The study included only children with hearing thresholds below or equal to 15 dB, type A tympanometry, and presence of acoustic reflexes. To evaluate the function of the medial olivocochlear system, it was carried out the evaluation of transient evoked otoacoustic emissions (TEOAE) with and without contralateral white noise at 60 dBHL. Data were statistically analyzed. RESULTS: The occurrence and average values of TEOAE suppression in right and left ears did not present differences in the frequencies of 1, 2, 3 and 4 kHz within groups. In the comparison of the mean and the occurrence of the suppressive effect of TEOAE between control and study groups, there was also no difference in the frequencies analyzed. CONCLUSION: Children with phonological disorders do not present alterations in the medial olivocochlear system, as evidenced by the occurrence of the suppressive effect of transient evoked otoacoustic emissions.
  • Gaps-in-Noise test: gap detection thresholds in 9-year-old normal-hearing children Artigos Originais

    Marculino, Carolina Finetti; Rabelo, Camila Maia; Schochat, Eliane

    Abstract in Portuguese:

    OBJETIVO: Estabelecer os critérios de normalidade para o teste Gaps-in-Noise (GIN) em crianças de 9 anos de idade com audição normal, obter as médias dos limiares de detecção de intervalos de silêncio no ruído (gap) e verificar a influência das variáveis referentes a gênero e orelha. MÉTODOS: Foram avaliados 40 indivíduos, 20 do gênero masculino e 20 do feminino, com idade entre 9 anos e 9 anos e 11 meses, normo-ouvintes. Os procedimentos realizados foram: anamnese, avaliação audiométrica, imitanciometria (timpanometria e pesquisa dos reflexos acústicos), teste Dicótico de Dígitos (aplicado para determinar a inclusão no estudo) e teste GIN. Os dados obtidos foram analisados estatisticamente. RESULTADOS: Em relação ao desempenho no teste GIN por orelha, o resultado entre as orelhas direita e esquerda foi semelhante na população estudada. Em relação ao gênero, também não houve diferença. Nos indivíduos avaliados, a média dos limiares de detecção de intervalos de silêncio no ruído (gap) foi de 4,4 ms para orelha direita e 4,2 ms para orelha esquerda. CONCLUSÃO: Para crianças de 9 anos, os valores obtidos para a orelha direita e esquerda acrescidos de um desvio padrão podem ser usados como critério de normalidade para a idade independente da orelha ou gênero avaliado.

    Abstract in English:

    PURPOSE: To establish the standard criteria for the Gaps-in-Noise (GIN) test in 9-year-old normal-hearing children; to obtain the mean gap detection thresholds; and to verify the influence of the variables gender and ear on the gap detection thresholds. METHODS: Forty normal-hearing individuals, 20 male and 20 female, with ages ranging from 9 years to 9 years and 11 months, were evaluated. The procedures performed were: anamnesis, audiological evaluation, acoustic immittance measures (tympanometry and acoustic reflex), Dichotic Digits Test, and GIN test. The results obtained were statistically analyzed. RESULTS: The results revealed similar performance of right and left ears in the population studied. There was also no difference regarding the variable gender. In the subjects evaluated, the mean gap detection thresholds were 4.4 ms for the right ear, and 4.2 ms for the left ear. CONCLUSION: The values obtained for right and left ear, as well as their standard deviations, can be used as standard criteria for 9-year-old children, regardless of ear or gender.
  • Translation and adaptation of the ABEL: Auditory Behavior in Everyday Life questionnaire into Brazilian Portuguese Artigos Originais

    Souza, Marilia Rodrigues Freitas de; Osborn, Ellen; Gil, Daniela; Iório, Maria Cecília Martinelli

    Abstract in Portuguese:

    OBJETIVO: Traduzir e adaptar o questionário ABEL - Auditory Behavior in Everyday Life - para o Português Brasileiro e estabelecer o perfil do comportamento auditivo de crianças usuárias de aparelhos de amplificação sonora individual (AASI) por meio de sua aplicação. MÉTODOS: Foi realizada a tradução do questionário ABEL, seguida pela retrotradução. Esta versão foi comparada à original em relação à equivalência semântica, sendo gerada uma nova versão em Português. A partir disso, foram entrevistados 31 pais de crianças adaptadas com AASI. Todos responderam a uma anamnese e à versão em Português do questionário ABEL. Os escores obtidos na aplicação do instrumento foram relacionados às variáveis investigadas na anamnese. RESULTADOS: A análise do escore oral-aural revelou diferenças segundo as variáveis grau de perda auditiva e tempo de uso diário dos AASI, sendo que crianças com menores graus de perda e/ou que fazem uso dos AASI por mais tempo apresentam melhor desempenho. Em relação ao escore total e ao escore de consciência auditiva, houve diferenças segundo o tempo de uso diário dos AASI, indicando melhor desempenho daquelas que fazem uso dos AASI por mais tempo. CONCLUSÃO: Há coerência entre as versões geradas nas etapas de tradução do questionário, possibilitando a formulação de sua versão em Português. Crianças com menores graus de perda auditiva e/ou que referem maior tempo de uso diário de AASI têm suas atividades diárias menos comprometidas pela perda auditiva. O questionário ABEL é um instrumento apropriado para detalhar o desenvolvimento dos comportamentos auditivos de crianças usuárias de AASI.

    Abstract in English:

    PURPOSE: To translate and adapt the ABEL - Auditory Behavior in Everyday Life - questionnaire into Brazilian Portuguese, and to establish the profile of auditory behavior in a group of children who use hearing aids. METHODS: The ABEL questionnaire was translated and back translated. This version was compared to the original version regarding semantic equivalence, generating a new version in Portuguese. After that, 31 parents of children fitted with hearing aids answered an anamnesis and the Portuguese version of the ABEL questionnaire. The scores obtained were related to the variables investigated in the anamnesis. RESULTS: Differences were found in the analysis of the aural-oral score for the variables degree of hearing loss and time of daily use of the hearing aid: children with milder degrees of hearing loss and/or children who use the hearing aid for longer periods showed better performances. There were also differences in total and auditory awareness scores for the variable time of daily use of the hearing aid, indicating that children who user their hearing aids for longer periods daily showed better performances. CONCLUSION: There was consistency between the versions generated during the translation of the questionnaire, allowing the formulation of its final version in Portuguese. Children with lower degrees of hearing loss and/or who use their hearing aids for longer periods have their daily activities less affected by the hearing loss. The ABEL questionnaire is an appropriate instrument to detail the development of auditory behaviors in children who use hearing aids.
  • Newborn hearing screening in infants born to HIV-seropositive mothers Artigos Originais

    Manfredi, Alessandra Kerli da Silva; Zuanetti, Patrícia Aparecida; Mishima, Fabíola; Granzotti, Raphaela Barroso Guedes

    Abstract in Portuguese:

    OBJETIVO: Analisar as emissões otoacústicas de crianças nascidas de mães soropositivas para o HIV na triagem auditiva neonatal. MÉTODOS: Realizou-se a pesquisa das Emissões Otoacústicas Evocadas por Transiente (EOAT) e do reflexo cócleo-palpebral (RCP) em 247 neonatos, todos nascidos a termo e sem fatores de risco para a audição. O Grupo Controle (GC) foi composto por 167 neonatos e o Grupo Pesquisa (GP) por 80 neonatos expostos ao HIV durante a gestação. Considerou-se "falha" quando o neonato apresentava ausência de EOAT em pelo menos uma das orelhas. Os dados foram analisados estatisticamente. RESULTADOS: No Grupo Pesquisa, oito (10%) neonatos falharam na triagem auditiva neonatal e no Grupo Controle este número foi de sete (4,2%) (p=0,09). No reteste dos neonatos que falharam, houve a persistência da ausência das emissões otoacústicas em um neonato do Grupo Pesquisa (12,5%) e em dois neonatos (28,6%) do Grupo Controle (p=0,6). Em todos os neonatos houve a presença do RCP. CONCLUSÃO: Não houve associação entre ausência de EOA por transiente e a exposição do neonato ao HIV durante a gestação.

    Abstract in English:

    PURPOSE: To analyze the otoacoustic emissions (OAE) of the newborn hearing screening of infants born to HIV-seropositive mothers. METHODS: It was carried out the Transient-Evoked OAE and the research of cochleopalpebral reflex in 247 full-term newborns with no risk factors for hearing. The Control Group (CG) comprised 167 infants, and the Research Group (RG), 80 infants that had been exposed to HIV during gestation. It was considered "failure" when the newborn had absence of TOAE in at least one ear. Data were statistically analyzed. RESULTS: In the, Eight infants (10%) from the Research Group and seven (4.2%) from the Control Group failed in the newborn hearing screening (p=0.09). Retest of the infants who failed showed persistence of the absence of OAE in one subject (12.5%) from the Research Group and two (28.6%) from the Control Group (p=0.6). Cochleopalpebral reflex was present in all subjects. CONCLUSION: There was no association between the absence of TOAE and the newborn's HIV exposure during gestation.
  • Auditory processing in unilateral hearing loss: case report Relatos De Caso

    Salvador, Karina Krähembühl; Pereira, Tatiane Cristina; Moraes, Tamyne Ferreira Duarte de; Cruz, Mariana Sodário; Feniman, Mariza Ribeiro

    Abstract in Portuguese:

    A perda auditiva unilateral representa grande risco para o atraso acadêmico, a comunicação, o desenvolvimento social e também para o processamento auditivo. Assim, o objetivo deste estudo foi avaliar as habilidades auditivas de localização, fechamento, figura-fundo, resolução temporal e ordenação temporal simples de um sujeito do gênero masculino, 17 anos de idade, com diagnóstico de perda auditiva sensorioneural unilateral de grau profundo, de causa idiopática, sem outros comprometimentos. O processo de avaliação constituiu da aplicação de um questionário, da realização da avaliação audiológica clínica convencional (audiometria tonal, logoaudiometria e imitanciometria) e de testes de processamento auditivo monóticos (SSI ipsilateral, Teste de fala filtrada) e dióticos (Localização sonora, Memória auditiva para sons verbais, Memória auditiva para sons não verbais, AFT-R). Apenas o teste de Localização sonora apresentou resultados alterados. Não foram relatadas queixas relacionadas à habilidade de localização sonora, atenção, discriminação e compreensão auditiva. No caso em estudo, a perda auditiva sensorioneural unilateral de grau profundo não pareceu restringir o desenvolvimento das habilidades do processamento auditivo avaliadas, exceto no que se refere à localização da fonte sonora.

    Abstract in English:

    Unilateral hearing loss represents great risk to academic backwardness, communication, social development, and also to auditory processing. Thus, the aim of this study was to evaluate the auditory abilities of localization, closing, figure-ground, temporal resolution, and simple temporal ordering in a male 17-year-old individual diagnosed with profound unilateral sensorineural hearing loss of idiopathic etiology, without other alterations. The evaluation process consisted on the application of a checklist, and the conduction of conventional clinical audiological evaluation (pure-tone audiometry, logoaudiometry, and tympanometry), and of monotic (ipsilateral SSI, Filtered speech test) and diotic (Sound localization, Auditory memory for verbal and non-verbal sounds, AFT-R) auditory processing test. Results showed alteration only in the sound localization test. No complaints were reported regarding the abilities of sound localization, attention, discrimination, and comprehension. In this case study, the profound unilateral sensorineural hearing loss did not seem to restrict the development of the auditory processing abilities evaluated, except for the localization of the sound source.
  • Dysphagia and cerebrovascular accident: relationship between severity degree and level of neurological impairment Relatos De Caso

    Itaquy, Roberta Baldino; Favero, Samara Regina; Ribeiro, Marlise de Castro; Barea, Liselotte Menke; Almeida, Sheila Tamanini de; Mancopes, Renata

    Abstract in Portuguese:

    O objetivo deste estudo foi verificar a ocorrência de disfagia após acidente vascular cerebral (AVC) isquêmico agudo durante as primeiras 48 horas de aparecimento dos sintomas para o estabelecimento de uma possível relação entre o nível de comprometimento neurológico e o grau de severidade da disfagia. Após a admissão hospitalar de emergência, três pacientes passaram por avaliação clínica neurológica, composta por exame físico geral, exame neurológico e aplicação da NationalInstitute of Health Stroke Scale (NIHSS); e avaliação clínica da deglutição por meio do Protocolo Fonoaudiológico de Avaliação do Risco para Disfagia (PARD). Dos pacientes avaliados, um apresentou deglutição funcional, com NIHSS 11, e dois apresentaram disfagia orofaríngea leve e moderada, sendo o NIHSS 15 e 19, respectivamente. O fluxo do serviço e a procura tardia dos pacientes por auxílio médico determinaram o baixo número de amostra. Os resultados obtidos confirmam os dados da literatura em relação à gravidade do paciente neurológico e à manifestação de disfagia.

    Abstract in English:

    The aim of this case study was to verify the occurrence of dysphagia in acute ischemic stroke within 48 hours after the onset of the first symptoms, in order to establish a possible relationship between the level of neurologic impairment and the severity degree of dysphagia. After emergency hospital admission, three patients underwent neurological clinical evaluation (general physical examination, neurological examination, and application of the National Institute of Health Stroke Scale - NIHSS), and clinical assessment of swallowing using the Protocolo Fonoaudiológico de Avaliação do Risco para Disfagia (PARD - Speech-Language Pathology Protocol for Risk Evaluation for Dysphagia). One of the patients presented functional swallowing (NIHSS score 11), while the other two had mild and moderate oropharyngeal dysphagia (NIHSS scores 15 and 19, respectively). The service flow and the delay on the patients' search for medical care determined the small sample. The findings corroborate literature data regarding the severity of the neurological condition and the manifestation of dysphagia.
  • Speech-Language Pathology production regarding voice in popular singing Fonoaudiologia Baseada Em Evidências

    Drumond, Lorena Badaró; Vieira, Naymme Barbosa; Oliveira, Domingos Sávio Ferreira de

    Abstract in Portuguese:

    OBJETIVO: Apresentar revisão bibliográfica sobre a produção científica brasileira da Fonoaudiologia na última década referente à voz no canto popular, quanto ao número de publicações, gêneros musicais estudados, enfoques atribuídos e instrumentos de coleta de dados utilizados. ESTRATÉGIA DE PESQUISA: Estudo descritivo transversal realizado em duas etapas: levantamento em bases de dados e publicações, englobando a última década de pesquisas na área no Brasil, e leitura do material obtido para posterior categorização. CRITÉRIOS DE SELEÇÃO: Foram utilizadas as bases de pesquisa LILACS e SciELO, o Banco de Dissertações e Teses da CAPES, a versão online da Acta ORL, e a versão online da OPUS. Foram empregados os seguintes unitermos: voz, voz profissional, voz cantada, disfonia, distúrbios da voz, treinamento da voz, música, disodia. Foram selecionados artigos publicados entre os anos 2000 e 2010. ANÁLISE DOS DADOS: A classificação e a categorização das pesquisas foram realizadas a partir da leitura dos resumos e, quando necessário, do texto na íntegra. RESULTADOS: Foram selecionadas 20 pesquisas com a temática proposta, todas do tipo descritivo, envolvendo diversos gêneros musicais. Doze estudos apresentavam enfoque na avaliação da voz do cantor popular e o instrumento de coleta de dados utilizado com maior frequência foi a avaliação perceptivo-auditiva.Os achados das publicações pesquisadas estão de acordo com os objetivos propostos pelos autores e as diferentes metodologias. CONCLUSÃO: O número de estudos publicados ainda é restrito quando comparado à diversidade de gêneros musicais e à singularidade do cantor popular.

    Abstract in English:

    PURPOSE: To present a literature review about the Brazilian scientific production in Speech-Language Pathology and Audiology regarding voice in popular singing in the last decade, as for number of publications, musical styles studied, focus of the researches, and instruments used for data collection. RESEARCH STRATEGY: Cross-sectional descriptive study carried out in two stages: search in databases and publications encompassing the last decade of researches in this area in Brazil, and reading of the material obtained for posterior categorization. SELECTION CRITERIA: The databases LILACS and SciELO, the Databasis of Dissertations and Theses organized by CAPES, the online version of Acta ORL, and the online version of OPUS were searched, using the following uniterms: voice, professional voice, singing voice, dysphonia, voice disorders, voice training, music, dysodia. Articles published between the years 2000 and 2010 were selected. DATA ANALYSIS: The researches found were classified and categorized after reading their abstracts and, when necessary, the whole study. RESULTS: Twenty researches within the proposed theme were selected, all of which were descriptive, involving several musical styles. Twelve studies focused on the evaluation of the popular singer's voice, and the most frequently used data collection instrument was the auditory-perceptual evaluation. The results of the publications found corroborate the objectives proposed by the authors and the different methodologies. CONCLUSION: The number of studies published is still restricted when compared to the diversity of musical genres and the uniqueness of popular singer.
  • Cross-cultural adaptation of the Brazilian version of the Voice Symptom Scale: VoiSS Comunicação Breve

    Moreti, Felipe; Zambon, Fabiana; Oliveira, Gisele; Behlau, Mara

    Abstract in Portuguese:

    OBJETIVO: Apresentar a equivalência cultural da versão brasileira da Voice Symptom Scale - VoiSS. MÉTODOS: O questionário foi traduzido para a língua portuguesa por duas fonoaudiólogas brasileiras bilíngues, cientes do objetivo da pesquisa. A retrotradução foi efetuada por uma terceira fonoaudióloga brasileira, bilíngue e professora de inglês, não participante da etapa anterior. Após comparação das traduções, produziu-se uma única versão denominada Escala de Sintomas Vocais - ESV, que foi aplicado a 15 indivíduos com queixa vocal. O critério de inclusão foi presença de disfonia, independentemente do grau ou tipo. A cada questão foi acrescentada a opção "não aplicável" na chave de resposta. RESULTADOS: No processo de tradução e adaptação cultural não houve modificação e/ou eliminação de nenhuma das questões. A ESV reflete a versão original do inglês, com 30 questões, sendo 15 referentes ao domínio limitação (funcionalidade), oito ao domínio emocional (efeito psicológico) e sete ao domínio físico (sintomas orgânicos). CONCLUSÃO: Houve equivalência cultural da VoiSS para o Português Brasileiro na versão intitulada ESV. A validação da ESV está em fase de conclusão.

    Abstract in English:

    PURPOSE: To present the cultural equivalence of the Brazilian version of the Voice Symptom Scale - VoiSS. METHODS: The questionnaire was translated into Portuguese by two Brazilian bilingual speech-language pathologists, who were informed about the purpose of this research. The back translation was performed by a third bilingual Brazilian speech-language pathologist, who was also an English teacher, and had not participated in the previous stage. After the comparison of translations, a final version of the questionnaire was produced and called Escala de Sintomas Vocais - ESV, which was administered to 15 individuals with vocal complaint. The inclusion criterion was the presence of dysphonia, regardless of type or degree. The option "not applicable" was added to each item of the protocol. RESULTS: During the process of translation and cultural adaptation, no item was changed and/or eliminated from the questions. The ESV kept the same structure as the original British version with 30 questions, 15 regarding the impairment domain (functionality), eight the emotional domain (psychological effect), and seven the physical domain (organic symptoms). CONCLUSION: The cultural equivalence of the Brazilian version of the VoiSS, entitled ESV, was demonstrated. The ESV validation is currently being concluded.
  • Scientific writing and the quality of papers: towards a higher impact Artigo Especial

    Cáceres, Ana Manhani; Gândara, Juliana Perina; Puglisi, Marina Leite

    Abstract in Portuguese:

    Tendo em vista a constante preocupação de cientistas e editores com a qualidade da escrita científica, o objetivo deste artigo foi apresentar alguns tópicos acerca da estrutura recomendada para a publicação em periódicos revisados por pares. Detalhamos os pontos-chave das seções tradicionais de artigos originais e propusemos dois materiais que podem ser úteis à redação científica: um roteiro pontual para elaborar as principais ideias do artigo; e um quadro com exemplos de estruturas indesejáveis e desejáveis na redação científica.

    Abstract in English:

    Given the latent concern of scientists and editors on the quality of scientific writing, the aim of this paper was to present topics on the recommended structure of peer-reviewed papers. We described the key points of common sections of original papers and proposed two additional materials that may be useful for scientific writing: one particular guide to help the organization of the main ideas of the paper; and a table with examples of non desirable and desirable structures in scientific writing.
Sociedade Brasileira de Fonoaudiologia Alameda Jaú, 684, 7ºandar, 01420-001 São Paulo/SP Brasil, Tel/Fax: (55 11) 3873-4211 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: jornal@sbfa.org.br