Jornal da Sociedade Brasileira de Fonoaudiologia, Volume: 23, Issue: 3, Published: 2011
  • Untitled document

    Behlau, Mara
  • Untitled document

    Dreux, Fernanda
  • Proposal for facial type determination based on anthropometry Artigos Originais

    Ramires, Rossana Ribeiro; Ferreira, Léslie Piccolotto; Marchesan, Irene Queiroz; Cattoni, Débora Martins; Andrada e Silva, Marta Assumpção de

    Abstract in Portuguese:

    OBJETIVO: Descrever índices e proporções orofaciais de adultos, segundo tipo facial e gênero, e verificar a possibilidade de estabelecer uma forma classificação da face, a partir da antropometria. MÉTODOS: Participaram deste estudo prospectivo 105 adultos, leucodermas, 34 (32,4%) homens e 71 (67,6%) mulheres, de 20 a 40 anos, pacientes de uma clínica particular de ortodontia de Belo Horizonte, Minas Gerais, Brasil. Os achados da análise cefalométrica que constavam em suas documentações ortodônticas foram utilizados para determinação do tipo facial. Os indivíduos divididos em gêneros e tipos faciais foram submetidos à coleta de algumas medidas antropométricas faciais por meio de paquímetro. Essas medidas foram comparadas a seis variáveis: índice facial, índice facial inferior, índice facial superior, proporção queixo-face, proporção do queixo e proporção mandibular. RESULTADOS: Os valores médios das variáveis obtidas dos indivíduos divididos em gêneros e tipos faciais que apresentaram diferenças foram: índice facial, índice facial inferior, índice facial superior e proporção mandibular, para o gênero masculino, e proporção mandibular, para o feminino. Para se predizer os tipos faciais, houve diferença entre índice facial, índice facial superior e proporção mandibular para o tipo dolicofacial, para o gênero masculino; e proporção mandibular para o tipo dolicofacial e índice facial inferior para o braquifacial, para o gênero feminino. CONCLUSÃO: Alguns índices e proporções orofaciais apresentam variações de acordo com os tipos faciais e gêneros. De maneira geral, as variáveis antropométricas desta pesquisa não apresentam boa habilidade preditiva para se determinar os tipos faciais.

    Abstract in English:

    PURPOSE: To describe orofacial indexes and proportions in adults, according to facial type and gender, and to verify the possibility to establish a way of classifying face based on anthropometry. METHODS: Participants were 105 leukoderm adults, 34 male (32.4%) and 71 female (67.6%), with ages between 20 and 40 years old, patients in a private orthodontic clinic in Belo Horizonte, Minas Gerais, Brazil. The findings from the cephalometric analysis contained in their orthodontic records were used for determination of facial type. Subjects were divided according to gender and facial type, and were submitted to anthropometric facial measures obtained directly through a caliper rule. These measures were compared to six variables: facial index, lower face index, upper face index, chin-face height proportion, chin height proportion, and mandibular height proportion. RESULTS: The average values obtained by the subjects divided into genders and facial types that presented significant differences were: facial index, lower face index, upper face index, and mandibular height proportion for males, and mandibular height proportion, for females. To predict facial types, the following parameters were considered significant: facial index, upper face index and mandibular height proportion for the dolichofacial type, for males; and mandibular height proportion for the dolichofacial and lower face index for the brachyfacial type, for females. CONCLUSION: Some indexes and orofacial proportions present variations according to facial types and genders. In general, the anthropometric variables in this study are not good predictors to determine facial types.
  • Axial force of the tongue in different age groups Artigos Originais

    Motta, Andréa Rodrigues; César, Cibele Comini; Bommarito, Silvana; Chiari, Brasília Maria

    Abstract in Portuguese:

    OBJETIVO: Analisar a força axial máxima, força axial média, a energia acumulada pela língua e o tempo gasto para alcançar a força máxima de língua, em diferentes faixas etárias. MÉTODOS: Foram analisados os prontuários referentes a 92 indivíduos, alunos, funcionários e visitantes de uma universidade, sendo 29 (32,6%) homens e 63 (67,4%) mulheres, com idades entre 14 e 53 anos de idade, que foram divididos em quatro grupos etários: 14 a 18 anos, 19 a 23 anos, 24 a 28 anos e 29 a 53 anos. Cada indivíduo foi submetido à avaliação clínica e instrumental de língua, sendo esta última realizada por meio do FORLING. Os dados foram analisados estatisticamente. RESULTADOS: Em relação à força média, à força máxima e à energia acumulada pela língua não foram observadas diferenças entre os grupos. Quanto ao tempo empregado para alcançar a força máxima de língua, os maiores valores foram encontrados na faixa etária entre 14 e 18 anos (4,5 s) e os menores entre 19 e 23 anos (3,1 s), havendo diferença entre os grupos (p=0,001). CONCLUSÃO: Apenas o tempo médio gasto para se alcançar a força máxima da língua sofre influência da faixa etária, indicando que os adolescentes não são capazes de atingir a força máxima lingual de maneira tão rápida quanto os adultos jovens.

    Abstract in English:

    PURPOSE: To analyze the maximum axial force, the mean axial force, the amount of energy accumulated by the tongue, and the time taken to reach the maximum axial force, in different age ranges. METHODS: The records of 92 individuals - students, staff and visitors at an university -, 29 (32.6%) men and 63 (67.4%) women, with ages between 14 and 53 years old, were analyzed. Subjects were divided into four age groups: 14 to 18 years, 19 to 23 years, 24 to 28 years, and 29 to 53 years. Each subject underwent clinical and instrumental assessment of the tongue. Instrumental assessment used FORLING. Data were statistically analyzed. RESULTS: Regarding the maximum force, the mean force and the tongue's accumulated energy, no differences were observed between groups. Regarding the time taken to reach the maximum force, the greatest values were obtained at the age range from 14 to 18 years (4.5 s), and the shortest values, at the age range from 19 to 23 years (3.1 s), with significant difference between the groups (p=0.001). CONCLUSION: Only the time taken to reach the tongue's maximum force is influenced by age range, indicating that teenagers are not able to reach the maximum lingual force as fast as young adults.
  • Fluoroscopic findings of swallowing: comparison between preterm and full-term infants Artigos Originais

    Silva-Munhoz, Lenice de Fatima da; Bühler, Karina Elena Bernadis

    Abstract in Portuguese:

    OBJETIVO: Descrever os achados fluoroscópicos da deglutição de recém-nascidos pré-termo de zero a seis meses de idade, assim como as doenças e os sinais e sintomas clínicos relacionados à alteração na deglutição, e compará-los com os respectivos dados obtidos de recém-nascidos de termo. MÉTODOS: Foram analisados, retrospectivamente, os dados das avaliações fluoroscópicas realizadas no período de um ano em lactentes de zero a seis meses de idade e aos respectivos prontuários. Participaram 40 sujeitos, divididos em dois grupos: Grupo Pré-Termo, constituído de 23 recém-nascidos pré-termo; e Grupo de Termo, constituído por 17 recém-nascidos de termo. RESULTADOS: Os principais achados fluoroscópicos da deglutição observados em ambos os grupos foram refluxo para a nasofaringe e refluxo gastresofágico. Não houve diferença entre os grupos para a presença de alteração na deglutição . O Grupo Pré-Termo apresentou mais problemas cardíacos do que o Grupo de Termo. Não houve diferença entre os grupos para problemas neurológicos e respiratórios. Em relação aos sinais e sintomas clínicos sugestivos de alteração na deglutição, o Grupo Pré-Termo apresentou mais dessaturação de oxigênio e o Grupo de Termo mais vômitos. CONCLUSÃO: Os principais achados fluoroscópicos da deglutição encontrados em recém-nascidos pré-termo de zero a seis meses de idade foram refluxo para a nasofaringe e refluxo gastresofágico. Novos estudos de seguimento desta população devem ser realizados para confirmar a hipótese de que as alterações na deglutição observadas ocorreram devido à imaturidade na função de deglutição.

    Abstract in English:

    PURPOSE: To describe the fluoroscopic findings of swallowing in preterm infants with zero to six months of age, as well as the related diseases and clinical signs and symptoms, and to compare these findings with data obtained from full-term infants. METHODS: The retrospective findings of fluoroscopic studies carried out in infants with zero to six months of age and their respective files were analyzed. Participants were 40 subjects divided into two groups: Preterm Group, composed by 23 preterm infants, and Full-Term Group, with 17 infants born full-term. RESULTS: Nasopharyngeal and gastroesophageal reflux were the main fluoroscopic findings of swallowing in both groups. There was no difference between the groups regarding the presence of swallowing disorders. The Preterm Group presented more cardiac problems than the Full-Term Group. No differences were found between the groups regarding neurologic and respiratory problems. With respect to clinical signs and symptoms suggestive of swallowing disorders, the Preterm Group presented more oxygen desaturation and the Full-Term Group, more vomiting. CONCLUSION: Nasopharyngeal reflux and gastroesophageal reflux were the main fluoroscopic findings of swallowing in preterm infants with zero to six months of age. New follow-up studies with this population must be carried out to confirm the hypothesis that the swallowing alterations observed were due to immaturity in the swallowing function.
  • Electrical activity of masseter muscle in young adults during swallowing of liquid Artigos Originais

    Araújo Pernambuco, Leandro de; Silva, Hilton Justino da; Lima, Leilane Maria de; Cunha, Renata Andrade da; Santos, Veridiana da Silva; Cunha, Daniele Andrade da; Leão, Jair Carneiro

    Abstract in Portuguese:

    OBJETIVO: Caracterizar a atividade elétrica muscular do masseter durante a deglutição de líquido em indivíduos adultos jovens saudáveis. MÉTODOS: A população constou de 14 voluntários considerados saudáveis seguindo os critérios de inclusão e exclusão estabelecidos para esta pesquisa. Foi realizada avaliação eletromiográfica do músculo masseter bilateralmente, durante o repouso e nas tarefas de deglutição de 14,5 ml, 20 ml e 100 ml de líquido. O sinal eletromiográfico foi normalizado pela máxima atividade voluntária resistida (MAVR), considerada como 100% de atividade elétrica muscular. RESULTADOS: No masseter direito, a maior média percentual foi encontrada na tarefa de deglutição de 20 ml e no masseter esquerdo na tarefa de 14,5 ml. No masseter direito ocorreu diferença entre as deglutições de 14,5 ml e 20 ml. No masseter esquerdo não houve diferença entre as tarefas de deglutição. CONCLUSÃO: A atividade elétrica muscular do masseter em adultos jovens saudáveis durante a deglutição de líquido pode ser influenciada pelo volume deglutido e apresenta diferentes respostas bilateralmente.

    Abstract in English:

    PURPOSE: To characterize the electrical activity of the masseter muscle during swallowing of liquids in healthy young adults. METHODS: Participants were 14 volunteers considered healthy according to the inclusion and exclusion criteria established for this study. The bilateral electromyographic evaluation of the masseter muscle was conducted at rest and in swallowing tasks of 14.5 ml, 20 ml and 100 ml of liquid. The electromyographic signal was normalized by the maximum voluntary activity resisted (MVAR), considered as 100% of the muscle's electrical activity. RESULTS: In the right masseter, the highest average percentage was found in the 20 ml task, and in the left masseter, in the 14.5 ml task. In the right masseter there was difference between the 14.5 ml and the 20 ml swallowing tasks. In the left masseter, no differences were found between the swallowing tasks. CONCLUSION: The electrical activity of the masseter muscle in healthy young adults during deglutition of liquids can be influenced by volume swallowed, and present different responses bilaterally.
  • M1-Alpha test in normal subjects with low educational Level: a pilot study Artigos Originais

    Ortiz, Karin Zazo; Costa, Flávia Pereira da

    Abstract in Portuguese:

    OBJETIVO: Verificar o desempenho de sujeitos normais com baixa escolaridade no teste M1-Alpha e obter parâmetros que possam ser utilizados na avaliação clínica de pacientes afásicos com baixa escolaridade, expostos a este teste. MÉTODOS: Foram selecionados 30 sujeitos normais de baixa escolaridade (um a quatro anos de estudo), com idade superior a 18 anos e inferior a 60 anos, sendo 15 do gênero masculino e 15 do gênero feminino. Todos foram submetidos à aplicação do teste M1-Alpha, que comporta entrevista semidirigida e provas controladas. Todas as respostas corretas receberam um ponto. Os dados foram submetidos a tratamento estatístico. RESULTADOS: Foi verificado um maior número de erros, bem como uma maior variabilidade nas respostas, em tarefas de escrita copiada, ditado, leitura em voz alta e compreensão escrita. CONCLUSÃO: A baixa escolaridade influencia o desempenho dos indivíduos nas tarefas de escrita copiada, ditado, leitura em voz alta e compreensão escrita. Foi possível obter dados de referência, que poderão ser utilizados na aplicação clínica do teste M1-Alpha em pacientes com baixa escolaridade.

    Abstract in English:

    PURPOSE: To determine the performance of normal subjects with low educational level on the M1-Alpha test, and to obtain parameters for potential use in the clinical evaluation of aphasic patients with low educational level. METHODS: Participants were 30 normal subjects with low educational level (one to four years of schooling), 15 male and 15 female, with ages over 18 years and below 60 years. All subjects were submitted to the M1-Alpha test, which comprehends semi-directed interview and controlled tasks. One point was given for every correct answer. Data were statistically analyzed. RESULTS: It was verified a higher number of errors, as well as greater variability of responses, in the following tasks: copying, writing to dictation, reading comprehension, and reading aloud. CONCLUSION: Low educational level influences the performance of subjects on the tasks copying, writing to dictation, reading aloud, and reading comprehension. It was possible to obtain reference data for potential clinical application of the M1-Alpha test in patients with low educational level.
  • Spelling performance of 2nd to 5th grade students from public school Artigos Originais

    Capellini, Simone Aparecida; Amaral, Amanda Corrêa do; Oliveira, Andrea Batista; Sampaio, Maria Nobre; Fusco, Natália; Cervera-Mérida, José Francisco; Ygual-Fernández, Amparo

    Abstract in Portuguese:

    OBJETIVOS: Caracterizar, comparar e classificar o desempenho de escolares do 2º ao 5º ano do ensino público segundo a semiologia dos erros. MÉTODOS: Participaram deste estudo 120 escolares do 2º ao 5º ano de escola pública municipal de Marília-SP, sendo 30 de cada série, divididos em quatro grupos: GI (2º ano); GII (3º ano); GIII (4º ano); e GIV (5º ano). Como procedimento foram aplicadas as provas do Pro-Ortografia: versão coletiva (escrita de letras do alfabeto, ditado randomizado das letras do alfabeto, ditado de palavras, ditado de pseudopalavras, ditado com figuras, escrita temática induzida por figura) e versão individual (ditado de frases, erro proposital, ditado soletrado, memória lexical ortográfica). RESULTADOS: Houve diferença na comparação intergrupos, indicando melhor desempenho dos escolares a cada série subsequente, na maior parte das provas da versão coletiva e individual. Com o avanço da seriação escolar, os grupos apresentaram menor média de erros na escrita. CONCLUSÃO: O perfil de aquisição da ortografia do sistema de escrita do Português observado em escolares do ensino público é indicativo do funcionamento normal de desenvolvimento da escrita infantil.

    Abstract in English:

    PURPOSE: To characterize, compare and classify the performance of 2nd to 5th grade students from public schools according to the semiology of spelling errors. METHODS: Participants were 120 students from 2nd to 5th grades of a public school in Marília (SP), Brazil, 30 students from each grade, who were divided into four groups: GI (2nd grade), GII (3rd grade), GIII (4th grade), and GIV (5th grade). The tasks of the Pro-Ortografia test were applied: collective version (writing of alphabet letters, randomized dictation of letters, words dictation, nonwords dictation, dictation with pictures, thematic writing induced by picture) and individual version (dictation of sentences, purposeful error, spelled dictation, orthographic lexical memory). RESULTS: Significant difference was found in the between-group comparison indicating better performance of students in every subsequent grade in most of the individual and collective version tasks. With the increase of grade level, the groups decreased the average of writing errors. CONCLUSION: The profile of spelling acquisition of the Portuguese writing system found in these public school students indicates normal writing development in this population.
  • Narrative and orthographic writing abilities in Elementary School students: characteristics and correlations Artigos Originais

    Bigarelli, Juliana Faleiros Paolucci; Ávila, Clara Regina Brandão de

    Abstract in Portuguese:

    OBJETIVO: Caracterizar, de acordo com o ano escolar e a rede de ensino, o desempenho ortográfico e de produção textual da escrita de escolares do Ensino Fundamental, com bom aproveitamento acadêmico, e investigar as relações entre essas variáveis. MÉTODOS: Participaram 160 crianças, entre 8 e 12 anos de idade, alunos do 4º ao 7º anos do Ensino Fundamental. Todos foram avaliados quanto à produção escrita, por meio de ditado de palavras e pseudopalavras e da escrita autônoma de texto narrativo. Computaram-se os erros ortográficos, os números de palavras, por classe gramatical, e os elementos de narrativa textual utilizados nas produções. RESULTADOS: Escolares da rede pública apresentaram mais erros no ditado de palavras e pseudopalavras, com melhora de desempenho com o avanço da escolaridade. No entanto, a ocorrência de enunciados completos e incompletos mostrou-se semelhante quando comparadas as redes de ensino. Escolares do 4º ano apresentaram mais enunciados incompletos que os demais. Quanto às produções de microestruturas e macroestruturas gerais, maior número destas foi apresentado pelos escolares da rede particular. As macroestruturas essenciais foram mais frequentes nos anos mais avançados. Quanto maior o número de palavras escritas na produção autônoma, maior a ocorrência das variáveis linguísticas e melhor a competência narrativa. Houve correlação negativa e fraca entre o número de palavras erradas e o total de eventos na produção textual. Foram observadas correlações positivas e negativas (de fracas a boas) entre diferentes variáveis ortográficas, linguísticas e de produção narrativa em ambas as redes. CONCLUSÃO: Os escolares da rede particular apresentam melhor desempenho ortográfico e narrativo que os da rede pública. A progressão da escolaridade influencia o desempenho nas tarefas de escrita de palavras e produção textual e as capacidades ortográficas influenciam a qualidade da produção textual. Diferentes habilidades de escrita como desempenho ortográfico e uso de elementos linguísticos e de estruturas narrativas influenciam-se mutuamente na produção escrita.

    Abstract in English:

    PURPOSE: To characterize, according to the school grade and the type of school (private or public), the performance on orthographic and narrative text production in the writing of Elementary School students with good academic performance, and to investigate the relationships between these variables. METHODS: Participants were 160 children with ages between 8 and 12 years, enrolled in 4th to 7th grades Elementary School. Their written production was assessed using words and pseudowords dictation, and autonomous writing of a narrative text. RESULTS: Public school students had a higher number of errors in the words and pseudowords dictation, improving with education level. The occurrence of complete and incomplete utterances was similar in both public and private schools. However, 4th graders presented more incomplete statements than the other students. A higher number of overall microstructure and macrostructure productions occurred among private school students. The essential macrostructures were most frequently found in the later school grades. The higher the total number of words in the autonomous written production, the higher the occurrence of linguistic variables and the better the narrative competence. There was a weak negative correlation between the number of wrong words and the total of events in text production. Positive and negative correlations (from weak to good) were observed between different orthographic, linguistic and narrative production variables in both private and public schools. CONCLUSION: Private school students present better orthographic and narrative performance than public school students. Schooling progression influences the performance in tasks of words' writing and text production, and the orthographic abilities influence the quality of textual production. Different writing abilities, such as orthographic performance and use of linguistic elements and narrative structures, are mutually influenced in writing production.
  • Phonological working memory: a comparative study between different age groups Artigos Originais

    Grivol, Marcia Aparecida; Hage, Simone Rocha de Vasconcellos

    Abstract in Portuguese:

    OBJETIVO: Considerando-se que as habilidades de memória de trabalho fonológica se estendem até certa idade e que podem regredir com o envelhecimento, este estudo teve por objetivo verificar o desempenho de indivíduos de diferentes faixas etárias sem alterações de linguagem em provas que avaliam a memória de trabalho fonológica (não-palavras e dígitos). MÉTODOS: O estudo envolveu 90 sujeitos normais, sendo 30 crianças (entre 6 e 8 anos), 30 adultos (entre 19 e 35 anos) e 30 idosos (idade igual ou superior a 60 anos). Os sujeitos que atenderam aos critérios de inclusão foram submetidos à avaliação de memória de trabalho por meio da prova de não-palavras, que consiste na repetição de 40 palavras inventadas (de duas a cinco sílabas) e prova de dígitos (repetidos em ordem direta e ordem inversa). Os resultados foram analisados estatisticamente. RESULTADOS: Na pontuação total da prova de não-palavras, houve diferença entre os grupos de crianças, adultos e idosos (idosos < crianças < adultos). Na prova de dígitos, a diferença ocorreu em todos os grupos em ordem direta, ordem inversa e na pontuação total (crianças < idosos < adultos). CONCLUSÃO: Idosos apresentam pior desempenho em provas de memória de trabalho fonológica, sugerindo que esta habilidade sofre declínio com o processo de envelhecimento. Já os adultos apresentam melhor desempenho, evidenciando que eles têm melhor capacidade de armazenagem de material verbal.

    Abstract in English:

    PURPOSE: Considering phonological working memory abilities extend until a certain age and can decline with aging, this study had the aim to verify the performance of individuals without language deficits at different ages in tasks that assess the phonological working memory (non-words and digits). METHODS: The study involved 90 normal individuals: 30 children (with ages between 6 and 8 years), 30 adults (ages between 19 and 35 years), and 30 elderly (60 years old or older). The selected subjects were submitted to a phonological working memory assessment that included a task of non-words repetition, consisting of the repetition of 40 invented two- to five-syllable words, and a task of repetition of digits, which should be repeated in direct and reverse order. The results were statistically analyzed. RESULTS: There were differences between the groups of children, adults and elderly (elderly < children < adults) in the total score of the non-words repetition task. In the digits repetition task, the difference occurred in all groups in the direct order, in the reverse order, and in the total score (children < elderly < adults). CONCLUSION: The elderly have worse performance in phonological working memory tasks, suggesting that this ability declines with the aging process. The adults present better performance, evidencing that they have better abilities to store verbal material.
  • The development of articulatory awareness and the relationship between perception and production of the articulatory gesture Artigos Originais

    Vidor-Souza, Débora; Mota, Helena Bolli; Santos, Rosangela Marostega

    Abstract in Portuguese:

    OBJETIVOS: Investigar a consciência fonoarticulatória de crianças com desenvolvimento fonológico normal de acordo com gênero, idade e escolaridade e analisar os desempenhos em tarefas de percepção e produção da fala. MÉTODOS: Noventa crianças da Educação Infantil e primeira série do Ensino Fundamental, com idades entre 5 e 7 anos, foram avaliadas por meio do Instrumento de Investigação da Consciência Fonoarticulatória (ICFA). O instrumento é subdividido em três tarefas de percepção (T1, T3 e T4) e duas de produção do gesto fonoarticulatório (T2 e T5). RESULTADOS: Meninas apresentaram melhor desempenho em T1, T2, T3, escore total e tarefas de percepção da consciência fonoarticulatória. Crianças de 7 anos apresentaram desempenho superior em T1, T4, T5, escore total do teste, tarefas de percepção e produção da consciência fonoarticulatória quando comparadas às crianças de 5 anos. Crianças de 7 anos apresentaram melhor desempenho do que as de 6 anos em T4. Crianças de 6 anos apresentaram desempenho superior em relação às de 5 anos em T5, escore total e tarefas de produção da consciência fonoarticulatória. Escolares de ensino fundamental apresentam desempenho superior ao de escolares de educação infantil em T1, T3, T4, T5, escore total, tarefas de percepção e produção da consciência fonoarticulatória. Houve diferença na correlação entre tarefas de percepção e produção do gesto fonoarticulatório, evidenciando que quanto melhor for o desempenho nas tarefas de percepção, melhor será o desempenho nas tarefas de produção. CONCLUSÃO: A consciência fonoarticulatória aprimora-se de acordo com idade e escolaridade. Crianças do gênero feminino apresentam melhor desempenho do que as do gênero masculino. Quanto melhor o desempenho nas tarefas de percepção, melhor o desempenho nas tarefas de produção da consciência fonoarticulatória.

    Abstract in English:

    PURPOSE: To investigate the articulatory awareness of children with normal phonological development according to the variables gender, age and schooling, as well as to analyze their performances in speech perception and production tasks. METHODS: Participants were 90 Preschool and Elementary School students, with ages between 5 and 7 years, who were evaluated using the Articulatory Awareness Investigation Instrument (AAII). The test is subdivided into three articulatory gesture perception tasks (T1, T3 and T4) and two articulatory gesture production tasks (T2 and T5). RESULTS: Girls showed better performances in T1, T2, T3, total score, and articulatory awareness perception tasks. Seven-year-old subjects presented better performances in T1, T4, T5, total score, articulatory awareness perception and production tasks, when compared to 5-year-olds. Seven-year-old children presented better performances than 6-year-olds in T4. Six-year-old subjects showed better performances than 5-year-olds in T5, total score, and articulatory awareness production tasks. Elementary school students presented better performances than Preschool children in T1, T3, T4, T5, total score, and articulatory awareness perception and production tasks. There was correlation between articulatory awareness perception and production tasks, evidencing that the better the performance on perception tasks, the better the performance on the production tasks. CONCLUSION: Articulatory awareness improves with age and schooling. Female subjects show better performances than male subjects. The better the performance on articulatory awareness perception tasks, the better the performance on articulatory awareness production tasks.
  • Auditory processing and phonological awareness skills of five-year-old children with and without musical experience Artigos Originais

    Escalda, Júlia; Lemos, Stela Maris Aguiar; França, Cecília Cavalieri

    Abstract in Portuguese:

    OBJETIVOS: Investigar as relações entre experiência musical, habilidades de processamento auditivo e de consciência fonológica de crianças de 5 anos de idade com e sem experiência musical. MÉTODOS: Participaram 56 sujeitos de ambos os gêneros, na faixa etária de 5 anos, sendo 26 do Grupo Estudo, composto por crianças com experiência musical, e 30 do Grupo Controle, composto por crianças sem experiência musical. Todos os participantes foram avaliados por meio da Avaliação Simplificada do Processamento Auditivo e do Teste de Consciência Fonológica, e os dados foram analisados estatisticamente. RESULTADOS: Observou-se diferença entre os resultados obtidos nos testes de memória sequencial verbal e memória sequencial não-verbal com quatro instrumentos, tarefas de identificação de rimas, síntese e exclusão fonêmica. A análise de regressão logística múltipla demonstrou que, com exceção do teste de memória sequencial para sons verbais com quatro sílabas, a diferença de desempenho observada nos testes e tarefas teve relação com a experiência musical dos sujeitos. CONCLUSÃO: A experiência musical promove o aprimoramento de habilidades auditivas e metalinguísticas de crianças de 5 anos.

    Abstract in English:

    PURPOSE: To investigate the relations between musical experience, auditory processing and phonological awareness of groups of 5-year-old children with and without musical experience. METHODS: Participants were 56 5-year-old subjects of both genders, 26 in the Study Group, consisting of children with musical experience, and 30 in the Control Group, consisting of children without musical experience. All participants were assessed with the Simplified Auditory Processing Assessment and Phonological Awareness Test and the data was statistically analyzed. RESULTS: There was a statistically significant difference between the results of the sequential memory test for verbal and non-verbal sounds with four stimuli, phonological awareness tasks of rhyme recognition, phonemic synthesis and phonemic deletion. Analysis of multiple binary logistic regression showed that, with exception of the sequential verbal memory with four syllables, the observed difference in subjects' performance was associated with their musical experience. CONCLUSION: Musical experience improves auditory and metalinguistic abilities of 5-year-old children.
  • Posturography with virtual reality stimulations in normal young adults with no balance complaints Artigos Originais

    Ghiringhelli, Rosângela; Ganança, Cristina Freitas

    Abstract in Portuguese:

    OBJETIVO: Analisar os achados à posturografia com estímulos de realidade virtual realizada em adultos jovens, hígidos e sem queixas otoneurológicas, de acordo com parâmetros de centro de pressão, limite de estabilidade e velocidade da oscilação para diferentes estímulos visuais e em relação aos gêneros masculino e feminino. MÉTODOS: Participaram 50 indivíduos hígidos de ambos os gêneros (50% gênero feminino e 50% masculino), com idades entre 18 e 25 anos (média de idade 21,30 anos), sem queixas relacionadas ao equilíbrio corporal e avaliação vestibular com vectonistagmografia digital dentro dos padrões de normalidade. A posturografia foi composta por 11 estímulos visuais e determinou a área do limite de estabilidade (LOS), área de elipse, e velocidade de oscilação em dez condições sensoriais. Os resultados foram calculados para a faixa etária estudada e analisados quanto aos valores para cada estímulo, visando à obtenção de limites de normalidade dos parâmetros. RESULTADOS: Os valores médios obtidos na posturografia, quanto ao limite de estabilidade, à área da elipse e à velocidade de oscilação para os estímulos com interação visuo-vestibular apresentaram diferenças entre os gêneros, sendo que em todos os casos as mulheres obtiveram valores inferiores aos dos homens. CONCLUSÃO: Os achados à posturografia com estímulos de realidade virtual em adultos jovens hígidos evidenciam que os parâmetros centro de pressão, limite de estabilidade e velocidade da oscilação apresentam diferenças entre os gêneros, e portanto, devem ser considerados separadamente.

    Abstract in English:

    PURPOSE: To analyze the findings of posturography with virtual reality stimuli carried out in young healthy adults with no otoneurological complaints, based on the parameters center of pressure, limit of stability and sway speed for different visual stimuli, and regarding differences between female and male genders. METHODS: Participants were 50 healthy individuals of both genders (50% female and 50% male) with ages ranging from 18 to 25 years (mean age 21.30 years), with no complaints regarding body balance, and with vestibular outcomes assessed through digital vectonistagmography within normal limits. Posturography was composed of 11 visual stimuli and determined the limit of stability area (LOS), the ellipse area, and the sway speed in ten sensorial conditions. Results were calculated for the studied age range and analyzed according to the values for each stimulus, with the aim to obtain normality parameters. RESULTS: The average values obtained in posturography regarding limit of stability, ellipse area and sway speed for stimuli with viso-vestibular interaction presented significant differences between genders, and, in all cases, women obtained lower values than men. CONCLUSION: The findings of posturography with virtual reality stimuli in healthy young adults evidence that the parameters center of pressure, limit of stability and sway speed present differences between genders and, therefore, must be considered separately.
  • Professional theatre actors: environmental and socio-occupational use of voice Artigos Originais

    Goulart, Bárbara Niegia Garcia de; Vilanova, Juliana Richinitti

    Abstract in Portuguese:

    OBJETIVO: Verificar a ocorrência de queixas e sintomas vocais em atores profissionais de teatro e sua relação com aspectos ambientais desta atividade laboral e com o histórico de intervenções especializadas. MÉTODOS: Estudo transversal com 48 atores profissionais realizada a partir de questionário sobre sintomas e queixas vocais e extra-vocais, bem como aspectos ambientais, hábitos e demandas relacionados ao trabalho de ator de teatro. Foi utilizado protocolo padronizado específico previamente estruturado (PROTEA). RESULTADOS: O histórico de treinamento vocal para atuar foi referido por 40 (83,3%) entrevistados. Os recursos mais utilizados foram aquecimento vocal, hidratoterapia e métodos alternativos. Dificuldades para a manutenção da qualidade vocal nas demandas do dia-a-dia foram referidas por 14 (35,0%) sujeitos, sendo que oito (16,7%) as percebem desde o início da carreira. Durante a atuação, 14 (29,2%) referem dificuldades de coordenação entre fala e respiração. Todos os entrevistados consideraram que a saúde vocal é importante para o ator de teatro. A maioria dos atores negou dificuldades quanto à projeção vocal, respiração e/ou articulação das palavras em cena. Entretanto, o palco italiano parece estar mais relacionado que o teatro de arena com dificuldades de coordenação pneumofonatória (p=0,00). CONCLUSÃO: Em que se pese que atores profissionais têm histórico de treinamento e orientação para a utilização da voz profissional, há porção significativa destes com queixas em relação ao uso profissional da voz, especialmente relacionadas a condições físicas presentes no ambiente de trabalho.

    Abstract in English:

    PURPOSE: To investigate the occurrence of vocal complaints and symptoms among professional theatre actors, and its relationship with environmental aspects of this professional activity and with the history of specialized intervention. METHODS: Cross-sectional study with 48 professional actors who answered a questionnaire regarding vocal and extra-vocal complaints, as well as environmental aspects, habits and demands related to their professional activity in the theatre. A specific previously structured protocol (PROTEA) was used for this purpose. RESULTS: Previous history of acting vocal training was reported by 40 (83.3%) subjects. The most used resources were vocal warming, hydrating therapy, and alternative methods. Vocal difficulties in day-to-day demands were reported by 14 (35.0%) subjects, and eight (16.7%) of them noticed these difficulties since the beginning of their career. During performances, 14 (29.2%) reported difficulties coordinating breathing and speaking. All actors interviewed consider vocal health important for theatre acting. Most actors denied difficulties regarding vocal projection, breathing and/or articulation of words in scene. However, the Italian stage seems to be more related to difficulties coordinating breathing and speaking than the arena theater (p=0.00). CONCLUSION: In spite of professional actors who have a history of training and orientation regarding the use of professional voice, a significant portion of them have complaints related to professional voice use, especially associated to the environment conditions at work.
  • Functional aspects of communication: a longitudinal study of the first three years of life Relatos De Caso

    la Higuera Amato, Cibelle Albuquerque de; Fernandes, Fernanda Dreux Miranda

    Abstract in Portuguese:

    O objetivo deste estudo de casos múltiplos é apresentar elementos para a discussão e a análise do desenvolvimento da comunicação desde o período pré-verbal. A apresentação dos casos inicia-se com a descrição do corpus de análise, seguida pela síntese dos dados referentes aos aspectos pragmáticos da comunicação de seis sujeitos, entre o primeiro e o 36º mês de vida. Foram incluídos os dados referentes ao número de atos comunicativos expressos por minuto, a ocupação do espaço comunicativo, a proporção de utilização dos meios comunicativos e a proporção de interatividade da comunicação. A análise individualizada do número de atos comunicativos produzidos em cada uma das amostras evidencia uma tendência crescente quase constante. No entanto, variações individuais também ocorreram. A ocupação do espaço comunicativo mostrou variações maiores e mais constantes que, não obstante, continuam a evidenciar evolução. O acompanhamento longitudinal possibilita a observação da proporção do uso do meio verbal e seu papel fundamental na comunicação de crianças a partir dos 21 meses. A partir dos 30 meses, esse meio é mais usado que o meio gestual, embora os gestos continuem a ser responsáveis por uma parte importante da comunicação iniciada pela criança. No que diz respeito à interatividade de comunicação, os dados evidenciam que os bebês buscam interação desde o nascimento e que, com o avanço da idade, ampliam suas habilidades comunicativas em qualidade e quantidade.

    Abstract in English:

    The aim of this multiple case-study is to present issues to the analysis and discussion of communicative development since the pre-verbal period. The case presentation starts with the description of the analyzed sample followed by the synthesis of data regarding the pragmatic aspects of six subjects, from the 1st to the 36th month of life. Data regarding the number of communicative acts expressed per minute, occupation of the communicative space, proportion of use of the communicative means and the communication's interaction proportion are included. The individualized analysis of the number of communicative acts produced per minute in each sample shows an increasing tendency that is almost constant, but also frequent individual variations. The occupation of the communicative space has shown larger and more constant variations that, nevertheless, continue to evidence evolution. The longitudinal follow-up allowed the observation of the proportion of the use of the verbal communicative mean and its essential role in the child's communication from the 21st month on. Since the 30th month the verbal mean is the more frequent but the gestural mean is still responsible for an important part of the communication initiated by the child. In what refer to the communication's interactivity, data show that the infant seek the interactivity since birth and that with age improve the quality and quantity of his/her communication's abilities.
  • The collective construction of a guide for caregivers of bedridden patients: experience report Relatos De Caso

    Mendes, Vera Lucia Ferreira; Molini-Avejonas, Daniela Regina; Ribeiro, Allyne; Souza, Luiz Augusto de Paula

    Abstract in Portuguese:

    Trata-se de estudo descritivo-exploratório de natureza qualitativa que adota como método de coleta de dados a observação-participante dos processos de cuidados à saúde realizados pelos cuidadores de pacientes acamados, pertencentes à área de abrangência de uma Equipe de Saúde da Família que atua em uma Unidade Básica de Saúde (UBS), localizada em São Paulo (SP). O objetivo deste estudo de caso foi o de relatar a construção do "Guia para cuidadores de pacientes acamados e/ou com restrição ao lar". Este guia foi elaborado a partir de uma parceria entre as Equipes de Saúde da Família (EqSF), fonoaudiólogos, e os cuidadores de pacientes usuários de uma UBS. O guia foi fundamentado pela construção de um saber comum, com o intuito de contribuir com a criação de redes colaborativas, que possam ser espaços de discussão e troca de saberes. Estas redes foram extremamente úteis na potencialização da capacidade dos cuidadores em identificar, precocemente, as situações que requerem intervenção. As redes também trabalharam com a valorização do papel do cuidador; seu saber quanto à forma de atuar nas atividades de vida diária; superação das limitações; demonstração de ações que visam o bem estar físico e psíquico do sujeito doente; ampliação da capacidade de apropriação dos processos de adoecimento, da autonomia e da co-responsabilidade no cuidado à saúde. Após a impressão do guia, o mesmo foi entregue as EqSF, aos profissionais de saúde e a comunidade. O feedback foi positivo e, sendo assim, conclui-se que o guia atingiu o objetivo proposto.

    Abstract in English:

    This is a qualitative descriptive-exploratory study that adopts as data gathering method the participant observation of healthcare processes carried out by caregivers of bedridden patients from the coverage area of a Family Health Team of a Basic Health Unit (BHU) in São Paulo (SP), Brazil. The aim of this study was to report the construction of a guide for caregivers of bedridden patients and/or patients confined to the home. This guide was prepared based in a partnership among the Family Healthcare (FHT) and the speech-language pathologists and audiologists teams, and the caregivers of patients from the BHU. The guide was motivated by the construction of a common knowledge, with the aim to contribute with the creation of collaborative networks, apt to be places of discussion and exchange of knowledge, in order to optimize the ability of caregivers to early identify situations that require intervention. The networks also contributed to the valorization of caregivers' role; their knowledge on how to perform in daily living activities; overcoming of limitations; demonstration of actions aimed at the physical and mental well-being of the sick person; expansion of the capacity of ownership of processes of illnesses, autonomy and co-responsibility in healthcare. The guide was printed and delivered to FHT members, healthcare professionals and the community. The feedback was positive and, therefore, the guide was successful for the proposed objective.
  • Speech and myofunctional exercise physiology: a critical review of the literature Fonoaudiologia Baseada Em Evidências

    Ferreira, Tainá Soares; Mangilli, Laura Davison; Sassi, Fernanda Chiarion; Fortunato-Tavares, Talita; Limongi, Suelly Cecília Olivan; Andrade, Claudia Regina Furquim de

    Abstract in Portuguese:

    OBJETIVO: Analisar literatura científica sobre fisiologia e efeitos dos exercícios fonoaudiológicos utilizados nos tratamentos de alterações da Motricidade Orofacial. ESTRATÉGIA DE PESQUISA: Foram seguidos os preceitos do Cochrane Handbook que envolveu a formulação da questão a ser investigada, a localização e seleção dos estudos e a avaliação crítica dos artigos. CRITÉRIOS DE SELEÇÃO: Os artigos foram selecionados por meio da base de dados PubMed, utilizando-se os seguintes descritores: "physiology exercise AND speech, language and hearing science", "exercise physiology AND speech therapy", "exercise physiology AND myofunctional therapy", e "physiology exercise AND swallowing therapy". Foram incluídos somente artigos de língua inglesa publicados no período de 2000 a 2010. ANÁLISE DOS DADOS: Os textos foram analisados quanto aos seus objetivos; desenho da pesquisa; características do grupo pesquisa; existência de grupo controle; critérios de avaliação; terapêutica proposta; resultados encontrados; e verificação da existência de discussão sobre a fisiologia muscular dos exercícios. RESULTADOS: Foram identificados 108 estudos e destes, 38 foram analisados, pois permitiam acesso ao texto completo e relacionavam-se ao tema proposto. Os artigos foram classificados em: ensaios clínicos e pesquisas experimentais, estudos de casos, revisões de literatura e textos teóricos, cartas ao editor e críticas aos artigos. CONCLUSÃO: A revisão permite concluir que o conhecimento sobre os efeitos musculares dos exercícios empregados pelos clínicos é pouco aprofundado. Ainda não há evidência cientifica suficiente para determinar a frequência em que estes devem ser realizados. Em geral, tem-se pesquisado a eficácia de programas terapêuticos, sem investigar se os exercícios propostos são efetivos individualmente.

    Abstract in English:

    PURPOSE: To analyze the scientific literature about the physiology and effects of exercises used in the treatment of oral myofunctional disorders. RESEARCH STRATEGY: The methodology used followed the concepts of the Cochrane Handbook and involved question formulation related to the topic of investigation, identification and selection of the studies, and a critical evaluation of the selected articles. SELECTION CRITERIA: Papers were selected on PubMed database using the following keyword combinations: "physiology exercise AND speech, language and hearing science", "exercise physiology AND speech therapy", "exercise physiology AND myofunctional therapy", and "physiology exercise AND swallowing therapy". Only papers written in English and published between the years of 2000 and 2010 were included in the analysis. DATA ANALYSIS: Manuscripts were analyzed according to their objectives, research design, participants, inclusion of a control group, assessment criteria, therapeutic proposal, results and existence about physiology of the chosen exercises. RESULTS: One hundred and eight studies were identified, out of which 38 had access to the full text and were directly related to the investigated topic. The articles were classified as clinical trials and experimental research, case studies, literature reviews and theoretical articles, letters to the editor and critical analyses. CONCLUSION: This review concluded that there is a lack of knowledge about the effects of the myofunctional exercises used by clinicians. Also there is a lack of scientific evidence to determine the frequency at which they should be performed. Generally, the articles investigate the efficacy of treatment programs without inquiring whether the included exercises are individually effective.
  • Voice Activity and Participation Profile - VAPP administered in two different scales of response Comunicação Breve

    Pires, Marcela Dutra Esteves; Oliveira, Gisele; Behlau, Mara

    Abstract in Portuguese:

    OBJETIVO: O presente estudo teve como objetivo comparar duas modalidades de marcação de respostas do questionário Perfil de Participação e Atividades Vocais (PPAV), para investigar a influência das diferentes modalidades nos resultados produzidos por um mesmo protocolo. MÉTODOS: Participaram 32 indivíduos com queixa vocal, de ambos os gêneros, entre 15 e 58 anos, que responderam o protocolo de autoavaliação vocal PPAV em duas escalas de respostas, uma numérica com 11 pontos (EN) e outra analógico-visual de 10 cm de comprimento ou 100 pontos (EAV), em ordem casual de apresentação. O tempo de resposta foi registrado e houve um intervalo de duas semanas entre as aplicações. Ao término da tarefa, os participantes foram questionados sobre dificuldades encontradas para responder o protocolo nas duas versões de escala, indicando também sua preferência por uma delas. RESULTADOS: A média dos escores obtidos foi semelhante em ambas as escalas. Houve diferença apenas em escores parciais referentes à Limitação de Atividades e no aspecto Efeitos na Emoção, com pontuação média maior na escala numérica (p=0,008), porém sem impacto clínico. A ordem de aplicação das escalas não interferiu nas respostas obtidas, com exceção do aspecto Efeitos na Comunicação Social, que quando respondido na escala analógico-visual produziu valores menores no grupo de sujeitos que respondeu inicialmente a escala numérica (p=0,049). Finalmente, a maior parte dos participantes respondeu mais rapidamente ao questionário com a escala numérica (p=0,003). CONCLUSÃO: Os escores obtidos por meio de marcação de resposta com EN e EAV, para o PPAV, são semelhantes, sendo que o questionário com a escala numérica para resposta é respondido em menor tempo, o que pode favorecer sua utilização na prática clínica.

    Abstract in English:

    PURPOSE: The purpose of this study was to compare two types of rating scales using the Voice Activity and Participation Profile (VAPP) self-assessment questionnaire, in order to check their influence on the results obtained by the same instrument. METHODS: Participants were 32 individuals with vocal complaints of both genders, with ages between 15 and 58 years. All subjects answered the vocal self-assessment questionnaire VAPP using with two different rating scales, randomly presented: an 11-point numerical scale (NS) and a 10-cm long (or 100 points) visual analogue scale (VAS). Response time was registered and there was a two-week interval between applications. At the end of the task, participants were asked about the difficulties found in the task to answer each rating scale version, and also to indicate their preference. RESULTS: The mean VAPP scores were similar in both scales. Differences were found only in partial scores, referring to Activity Limitation and Effects on Emotion, with higher mean score in the numerical scale (p=0.008), however with no clinical impact. The order in which the scales were answered did not affect the results obtained, except for the aspect Effects on Social Communication, which presented lower scores with the visual analogue scale in the group of subjects that answered the numeric scale first (p=0.049). Finally, most participants answered faster to the questionnaire when using the numerical scale (p=0.003). CONCLUSION: The scores obtained in the VAPP by the two different rating scales were similar. The questionnaire with the numeric scale takes less time to be answered, which may be useful for clinical practice.
Sociedade Brasileira de Fonoaudiologia Alameda Jaú, 684, 7ºandar, 01420-001 São Paulo/SP Brasil, Tel/Fax: (55 11) 3873-4211 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: jornal@sbfa.org.br
Accessibility / Report Error