O impacto da pobreza no Ideb: um estudo multinível

The impact of poverty on Ideb: multilevel study

Natalia de Souza Duarte Sobre o autor

Resumos

Objetiva investigar, por meio de análise de regressão multinível, o impacto da pobreza no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) das escolas. Para tanto, foi considerado o percentual de beneficiários do Programa Bolsa Família nas instituições de ensino com Ideb 2009. Na composição do modelo matemático, foi utilizada a metodologia multinível e inseridas variáveis do nível da escola e do município. Depois de considerar o efeito das variáveis dos diferentes níveis, verificou-se um impacto de -0,42 no modelo 1 e -0,29 no modelo 2. Isso significa que a presença de alunos em situação de pobreza tem efeito negativo bastante considerável no Ideb da escola; custo-aluno, população e região também interferem nessa relação. Espera-se que os resultados deste estudo apoiem o enfrentamento da meritocracia e a defesa de mais recursos para a educação.

pobreza; custo-aluno; análise de regressão multinível; Ideb


The aim of this study is to investigate the impact of poverty on Ideb schools, using multilevel regression analysis. Therefore, the percentage of Bolsa Família's beneficiaries in schools with Ideb 2009 was considered. The mathematical model was composed by multilevel methodology as well as variables of school and county levels. After considering the effect of different levels of variables, there was an impact of -0.42 in model 1 and -0.29 in model 2. This means that the presence of students in poverty has a strongly negative effect on Ideb results. Public spending per student, population and region also interfere. It is hoped that the results of this study support the coping with meritocracy and the efforts to increase government investments in education.

poverty; public spending; multilevel regression analysis; Ideb


  • ALGEBAILE, E. Escola pública e pobreza no Brasil: a ampliação para menos. Rio de Janeiro: Lamparina, 2009.
  • ANDRADE, J. M.; LAROS, J. A. Fatores associados ao desempenho escolar: estudo multinível com dados do SAEB/2001. Psicologia: Teoria e Pesquisa, Brasília, v. 23, n. 1, p. 33-41, jan./mar. 2007. Disponível em: <http://www.scielo.br/pdf/ptp/v23n1/a05v23n1.pdf>. Acesso em: set. 2011.
  • ARRETCHE, M. Federalism and territorial equality: a contradiction in terms? Dados, Rio de Janeiro, v. 5, Selected Edition, 2010 . Disponível em: <http://socialsciences.scielo.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0011-52582010000100002&lng=pt&nrm=iso>
  • BARBOSA, M. L. de O. Desigualdade e desempenho: uma introdução à sociologia da escola brasileira. Belo Horizonte, MG: Argvmentvm, 2010.
  • BOURDIEU, P. E; PASSERON, J. C. A reprodução: elementos para uma teoria do sistema de ensino. Rio de Janeiro: Francisco Alves, 1973.
  • BRASIL. Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). SAEB 2001: novas perspectivas. Brasília, 2001a.
  • BRASIL. Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). SAEB: relatório nacional 2001. Brasília, 2001b.
  • BRASIL. Ministério da Educação (MEC). Plano de desenvolvimento da Educação: razões, princípios e programas. Brasília, 2007.
  • CARREIRA, D.; PINTO, J. M. R. Custo-aluno qualidade inicial: rumo à educação pública de qualidade no Brasil. São Paulo: Cortez, 2007.
  • COSTA, F. B. Homens invisíveis: relatos de uma humilhação social. São Paulo: Globo, 2004.
  • COSTA, F. B. Moisés e Nilce: retratos biográficos de dois garis: um estudo de psicologia social a partir de observação participante e entrevistas. 2008. 403 f. Tese (Doutorado em Psicologia) – Universidade de São Paulo, 2008.
  • CURY, C. R. J. Estado e políticas de financiamento em educação. Educação & Sociedade, Campinas, v. 28, n. 100 Especial, p. 831-855, maio/ago. 2007. Disponível em <http://www.cedes.unicamp.br>
  • DAIN, S. Financiamento público na perspectiva da política social. Economia e Sociedade, Campinas, v. 10, n. 2 (17), p. 113-140, 2001.
  • DALLARI, D. A. Elementos de Teoria Geral do Estado 19. ed. São Paulo: Saraiva, 1995.
  • DUBET, F. As desigualdades multiplicadas. Revista Brasileira de Educação, n. 17, p. 5-19, maio/ago. 2001. Disponível em: <http://www.anped.org.br/rbe/rbedigital/RBDE17/RBDE17_03_FRANCOIS_DUBET.pdf>
  • DUBET, F. O que é uma escola justa? Cadernos de Pesquisa, v. 34, n. 123, p. 539-555, set./dez. 2004.
  • DUBET, F. Democratização escolar e justiça da escola. Educação, Santa Maria, v. 33, n. 3, p. 381-393, set./dez. 2008. Disponível em: <http://www.redalyc.org/articulo.oa?id=117117076002>
  • FREITAS, L. C. Crítica da organização do trabalho pedagógico e da didática Campinas, SP: Papirus, 1995.
  • FREITAS, L. C. A internalização da exclusão. Educação & Sociedade, Campinas, SP, v. 23, n. 80, p. 299-325, 2002.
  • FREITAS, L. C. Eliminação adiada: o ocaso das classes populares no interior da escola e a ocultação da (má) qualidade do ensino. Educação & Sociedade, Campinas, SP, v. 28, n. 100 Especial, p. 965-987, out. 2007. Disponível em: <http://www.cedes.unicamp.br>
  • FREITAS, L. C. et al. Avaliação educacional: caminhando pela contramão. 3. ed. Petrópolis, RJ: Vozes, 2011.
  • GUIMARÃES-IOSIF, R. M. Educação, pobreza e desigualdade no Brasil: impedimentos para a cidadania global emancipada. Brasília: Liber Livro, 2009.
  • HAIR, J. F. et al. Análise multivariada de dados Porto Alegre: Bookman, 2005.
  • HENRIQUES, R. Desigualdade e pobreza no Brasil Brasília: IPEA, 2000.
  • HENRIQUES, R. Raça e gênero nos sistemas de ensino Brasília: UNESCO, 2002.
  • HOX, J. Multilevel analysis: techniques and applications. Mahwah: Lawrence Erlbaum Associates, 2002.
  • INSTITUTO DE PESQUISA ECONÔMICA APLICADA (Ipea). O impacto da infra-estrutura escolar na taxa de distorção idade-série das escolas brasileiras de ensino fundamental: 1998 a 2005. Rio de Janeiro, 2008. (Texto para Discussão, 1.338). Disponível em: <http://www.ipea.gov.br/agencia/images/stories/PDFs/TDs/td_1338.pdf>. Acesso em: 10 nov. 2010.
  • LAROS, J. A.; MARCIANO, J. L. Análise multinível aplicada aos dados do NELS:88. Estudos em Avaliação Educacional, São Paulo, v. 19, n. 40, p. 263-278, maio/ago. 2008.
  • LAVINAS, L. Pobreza e exclusão: traduções regionais de duas categorias da prática. Revista Econômica, Niterói, v. 4, n. 1, 2002. Disponível em: <http://www.uff.br/revistaeconomica/v4n1/lavinas.pdf>. Acesso em: fev. 2010.
  • MARTINS, P. S. FUNDEB, federalismo e regime de colaboração Campinas: Autores Associados, 2011.
  • MARX, K.; ENGELS, F. A ideologia alemã 4. ed. São Paulo: Martin Claret, 2005.
  • MARX, K. Teses contra Feuerbach São Paulo: Abril Cultural. 1979. (Os Pensadores)
  • PATTO, M. H. S. A reprodução do fracasso escolar São Paulo: T. A. Queiroz, 1990.
  • PEREGRINO, M. Trajetórias desiguais: um estudo sobre os processos de escolarização pública de jovens pobres. Rio de Janeiro: Garamons, 2010.
  • PEREIRA, P. A. P. Perspectivas teóricas sobre a questão social no Serviço Social. Temporalis: revista da Associação Brasileira de Ensino e Pesquisa em Serviço Social (ABEPSS), Porto Alegre, v. 7, p. 112-122, 2003.
  • PRADO, S. Transferências fiscais no Brasil: o lado "esquecido" da reforma tributária. In: PINTO, M.; BIASOTO JR., G. Política fiscal e desenvolvimento no Brasil Campinas: Ed. da Unicamp, 2006. p. 173-236.
  • PUENTE-PALACIOS, K. E.; BORGES-ANDRADE, J.E. O efeito da interdependência na satisfação de equipes de trabalho: um estudo multinível. Revista de Administração Contemporânea [online]. Curitiba, v. 9, n. 3, p. 57-78, 2005. Disponível em: <http://dx.doi.org/10.1590/S1415-65552005000300004>
  • PUENTE-PALACIOS, K. E.; LAROS, J. A. Análise multinível: contribuições para estudos sobre efeito do contexto social no comportamento individual. Estudos de Psicologia, Campinas, v. 26, n. 3, set. 2009. Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-166X2009000300008&lng=en&nrm=iso>. Acesso em: 18 dez. 2011.
  • RASBASH, J. et al. A User's Guide to MLwiN v. 2.0. London: Centre for Multilevel Modelling, University of Bristol, 2005.
  • SALVADOR, E. Fundo público e seguridade social no Brasil. São Paulo: Cortez, 2010.
  • SANTOS, Boaventura de Souza. Para uma concepção multicultural de direitos humanos. Contexto Internacional, Rio de Janeiro, v. 23, n. 1, p. 7-34, 2001.
  • SOARES, Kelma J. A política social de educação e a política social de assistência social: debate sobre transferência de renda e educação. In: SEMINÁRIO DE POLÍTICA NO MERCOSUL, 3., 2011, Pelotas. Anais:temas emergentes e perspectivas para o futuro. Pelotas, RS, 2011. Disponível em: <http://www.tedis.unb.br/images/stories/ProducoesTEDis/kelma_artigopelotasucpel2011.pdf>
  • SOUZA, J. A construção social da subcidadania: para uma sociologia política da modernidade periférica. Belo Horizonte: UFMG; Rio de Janeiro: IUPERJ, 2003.
  • SPOSATI, A. Assistência social: de ação individual a direito social. Revista Brasileira de Direito Constitucional, n. 10, jul./dez. 2007. Disponível em: <http://www.esdc.com.br/RBDC/RBDC-10/RBDC-10-435-Aldaiza_Sposati.pdf>
  • VILLAS BOAS, B. M. de Freitas. É proibido repetir, mas é obrigatório aprender. In:________. Virando a escola do avesso por meio da avaliação São Paulo: Papirus, 2008.

Datas de Publicação

  • Publicação nesta coleção
    01 Jul 2015
  • Data do Fascículo
    Ago 2013

Histórico

  • Recebido
    31 Ago 2012
  • Aceito
    01 Mar 2013
Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira Setor de Indústrias Gráficas - Quadra 04 - lote 327, Térreo, Ala B, CEP 70.610-440 – Brasília-DF – Brasil, Telefones: (61) 2022-3077, 2022-3078 - Brasília - DF - Brazil
E-mail: editoria.rbep@inep.gov.br