• An overview of recent progress in the implementation of the Global Strategy for Plant Conservation - a global perspective GSPC - Global Strategy for Plant Conservation

    Sharrock, Suzanne; Hoft, Robert; Dias, Braulio Ferreira de Souza

    Abstract in Portuguese:

    Resumo A Estratégia Global para Conservação das Plantas (GSPC, sigla em inglês) com suas 16 metas de resultado tendo como alvo o alcance de objetivos mensuráveis foi adotada pela Conferência das Partes da Convenção sobre Diversidade Biológica (CDB) em sua sexta reunião (COP-6) em 2002 e em 2010, na COP-10, estas 16 metas de resultado foram atualizadas, tomando em conta o progresso realizado até então. Ao fazê-lo foi decidido que a implementação da GSPC deveria ser promovida como parte da moldura maior do Plano Estratégico para Biodiversidade 2011-2020. Até a presente data, vários países desenvolveram respostas nacionais para contribuir para a GSPC, incluindo vários países mega-diversos e outros países e regiões ricos em plantas. Adicionalmente, várias iniciativas internacionais foram estabelecidas para promover a implementação da GSPC. Este artigo oferece um panorama do progresso a nível global para o alcance das metas da GSPC, destacando ações tomadas no nível supra-nacional bem como boas práticas de implementação a nível nacional. A informação apresentada utilizou dados dos relatórios de progresso elaborados em 2013, 2014 e 2016, baseados em grande parte nas informações submetidas por membros da Parceria Global para Conservação das Plantas (GPPC, sigla em inglês), bem como dados da literatura recente.

    Abstract in English:

    Abstract The Global Strategy for Plant Conservation (GSPC) with its 16 outcome-orientated targets aimed at achieving a series of measurable goals was adopted by the Conference of the Parties to the Convention on Biological Diversity (CBD) at its sixth meeting (COP-6) in 2002. In 2010, at COP-10, these targets were updated, taking into account progress at the time. To date, a number of countries have developed national responses to contribute to the GSPC, including several mega-diverse countries and other plant rich countries and regions. Additionally, a number of global initiatives have been established to promote the implementation of the GSPC. This paper provides an overview of progress at the global level towards the GSPC targets, highlighting actions that have taken place at a supra-national level, as well as providing examples of good practice in national implementation. The GSPC has been widely adopted, particularly by the botanic garden community, and while unlikely to achieve its ultimate goal of halting the loss of plant diversity by 2020, has achieved many successes, not least in allowing and facilitating many individuals and organisations from the botanical community to engage with the CBD and to contribute to the achievement of its objectives, targets and priorities.
  • Brazilian Flora 2020: Innovation and collaboration to meet Target 1 of the Global Strategy for Plant Conservation (GSPC) GSPC - Global Strategy for Plant Conservation

    ,; Filardi, Fabiana L. Ranzato; Barros, Fábio de; Baumgratz, José Fernando A.; Bicudo, Carlos E.M.; Cavalcanti, Taciana B.; Coelho, Marcus A. Nadruz; Costa, Andrea F.; Costa, Denise P.; Goldenberg, Renato; Labiak, Paulo Henrique; Lanna, João M.; Leitman, Paula; Lohmann, Lúcia G.; Maia, Leonor Costa; Mansano, Vidal F.; Morim, Marli P.; Peralta, Denilson F.; Pirani, José Rubens; Prado, Jefferson; Roque, Nádia; Secco, Ricardo S.; Stehmann, João Renato; Sylvestre, Lana S.; Viana, Pedro L.; Walter, Bruno M.T.; Zimbrão, Geraldo; Forzza, Rafaela Campostrini; Abreu, Maria C.; Abreu, Vanessa H.R.; Acevedo-Rodríguez, Pedro; Acunã C., Rafael; Afonso, Edgar A.L.; Agra, Leandro A.N.N.; Agra, Maria F.; Almeda, Frank; Almeida, Gracineide S.S.; Almeida, Mariana M.; Almeida, Nicolli B.C.; Almeida, Rafael F.; Almeida, Thaís E.; Alves, Flávio M.; Alves, Maria; Alves-Araújo, Anderson; Amaral, Maria C.E.; Amélio, Leandro A.; Amorim, André M.A.; Amorim, Bruno S.; Amorim, Vivian O.; Andrade, Ivanilza M.; André, Thiago; Andreata, Regina H.P.; Andrino, Caroline O.; Angulo, María B.; Antar, Guilherme M.; Aona, Lidyanne Y.S.; Arana, Marcelo; Aranha, João L.M.; Araújo, Andréa O.; Araújo, Camila C.; Araújo, Cintia A.T.; Araújo, Mário H.T.; Asprino, Renata C.; Assis, Francine C.; Assis, Leandro C.S.; Assis, Marta C.; Athayde, Francisco; Athiê-Souza, Sarah M.; Azevedo, Michaele A.M.; Bacci, Lucas F.; Barbosa, Ariane R.; Barbosa, Camilo V.O.; Barbosa, Juliana F.; Barbosa, Maria; Barbosa-Silva, Rafael G.; Barboza, Gloria E.; Barcelos, Flávia R.B.; Barcelos, Laísa B.; Barreto, Kamilla L.; Bastos, Cid J.P.; Bastos, Cláudia A.; Benelli, Ada; Bernacci, Luís C.; Beyer, Maila; Bezerra, Andrea C.C.; Bigio, Narcísio C.; Biral, Leonardo; Bissoli, Vinícius F.; Bochorny, Thuane; Bohs, Lynn; Boldorini, Abril; Boldrini, Ilsi I.; Bolson, Mônica; Bonadeu, Francismeire; Bordin, Juçara; Bordon, Natali G.; Borges, Leonardo M.; Borges, Rafael A.X.; Borges, Rodrigo L.; Bortoluzzi, Roseli L.C.; Bove, Cláudia P.; Bovini, Massimo G.; Braga, João Marcelo A.; Branco, Suema; Brauner, Laiana M.; Braz, Denise M.; Bringel, João B.A.; Brito, Antonio L.V.T.; Brito, Carolina R.; Brito, Eliete S.; Bruniera, Carla P.; Büneker, Henrique M.; Bünger, Mariana; Buril, Maria T.; Cabral, Andressa; Cabral, Elsa L.; Cabral, Fernanda N.; Caddah, Mayara K.; Caires, Claudenir S.; Calazans, Luana S.B.; Caldas, Diana K.D.; Calió, Maria F.; Calvo, Joel; Camargo, Rodrigo A.; Campos-Rocha, Antonio; Cândido, Elisa S.; Canestraro, Bianca K.; Canto-Dorow, Thais S.; Cardoso, André L.R.; Cardoso, Domingos B.O.S.; Cardoso, Leandro J.T.; Cardoso, Pedro H.; Carmo, Dimas M.; Carmo, João A.M.; Carneiro, Camila R.; Carneiro, Cláudia E.; Carneiro-Torres, Daniela S.; Carrijo, Tatiana T.; Carrión, Juan F.; Caruzo, Maria B.R.; Carvalho, Jefferson G.; Carvalho, Catarina S.; Carvalho, Dariane A.S.; Carvalho, Maria L.S.; Carvalho-Silva, Micheline; Castello, Ana C.D.; Castro, Márcia S.; Catenacci, Fernanda S.; Cavalcanti, Laise H.; Cavalheiro, Larissa; Cerqueira, Roberta M.; Chacon, Roberta G.; Chagas, Earl C.O.; Chautems, Alain; Chauveau, Olivier; Christ, Anderson L.; Christ, Jheniffer A.; Clark, Lynn G.; Coelho, Alexa A.O.P.; Coelho, Guilherme P.; Coelho, Rubens L.G.; Colletta, Gabriel D.; Colli-Silva, Matheus; Conceição, Adilva S.; Conceição, Tulio C.; Condack, João P.S.; Conde, Maíra L.G.; Contro, Fernanda L.; Cordeiro, Inês; Cordeiro, Luciana S.; Cordeiro, Wesley P.F.S.; Côrtes, Ana L.A.; Coser, Thiago S.; Costa e Silva, Maria B.; Costa, Daniel S.; Costa, Daniela G.A.; Costa, Fabiane N.; Costa, Fernanda S.N.; Costa, Francisco C.P.; Costa, Géssica A.G.; Costa, Itayguara R.; Costa, Jeferson M.; Costa, Jorge A.S.; Costa, Thiago V.; Costa, Tiago S.; Costa-Lima, James L.; Costa-Silva, Rafael; Cota, Matheus M.T.; Couto, Dayvid R.; Couto, Ricardo S.; Couvo, Anielly F.; Dal Molin, Luis H.; Daly, Douglas; Damasceno, Rafaella G.L.; Deble, Leonardo P.; Delfini, Carolina; Delgado, Geadelande C.; Delgado- Salinas, Alfonso; Dematteis, Massimiliano; Dettke, Greta A.; Devecchi, Marcelo F.; Di Maio, Fernando R.; Dias, Micheli C.; Dias, Pedro; Díaz, Yani C.A.; Dittrich, Vinícius A.O.; Domínguez, Yoannis; Dórea, Marcos C.; Dorneles, Mariane P.; Dressler, Stefan; Duarte, Marilia C.; Dutilh, Julie H.A.; Dutra, Valquíria F.; Echternacht, Livia; Egea, Marcelo M.; Eggers, Lilian; Engels, Mathias; Erkens, Roy H.J.; Eslabão, Marcelo P.; Espírito Santo, Fábio S.; Esser, Hans-Joachim; Essi, Liliana; Esteves, Gerleni L.; Esteves, Roberto L.; Ezcurra, Cecilia; Facco, Marlon G.; Fader, Andrea A.C.; Falcão, Marcus J.A.; Fantecelle, Laura B.; Fantini, Isabella F.; Farco, Gabriela E.; Faria, Allan L.A.; Faria, Ana P.G.; Faria, Aparecida D.; Faria, Jair E.Q.; Faria, Maria T.; Farinaccio, Maria A.; Fernandes, Ana C.; Fernandes, Rozijane S.; Fernandes, Ulisses G.; Fernandes-Júnior, Aluisio J.; Ferreira, Fabrício M.; Ferreira, Gabriel E.; Ferreira, João P.R.; Ferreira, Priscila P.A.; Ferreira, Silvana C.; Ferrucci, María S.; Fiaschi, Pedro; Fierro, Alina F.; Filgueiras, Tarciso S.; Firetti-Leggieri, Fabiana; Fleischmann, Andreas; Florentín, Javier E.; Florentín, Mariela N.; Flores, Andréia S.; Flores, Thiago B.; Fonseca, Luiz H.M.; Fontela-Pereira, Jorge; Fontelas, Jean C.; Fraga, Cláudio N.; Fraga, Fernanda R.M.; Fraga, Santiago; França, Flávio; França, Juliana R.K.G.; Francener, Augusto; Francisco, Jéssica N.C.; Frazão, Annelise; Freitas, Fernanda S.; Freitas, Joelcio; Freitas, Maria F.; Fritsch, Peter; Funez, Luís A.; Furtado, Samyra G.; Gaglioti, André L.; Gandara, Andréia; Garcia, Flávia C.P.; Garcia, Nicolás; Gasper, André L.; Giacomin, Leandro L.; Giaretta, Augusto; Gibau, Alexandre; Gil, André S.B.; Gissi, Danilo S.; Giuffre, Pamela M.W.; Giulietti-Harley, Ana M.G.; Giussani, Liliana M.; Goebel, Gabriela; Góes, Monique B.; Gomes, Beatriz M.; Gomes, Mario; Gomes-da-Silva, Janaína; Gomes-Klein, Vera L.; Gonçalez, Victor M.; Gonçalves, Ana P.S.; Gonçalves, Deise J.P.; Gonella, Paulo M.; Gonzaga, Diego R.; González, Favio; Gonzatti, Felipe; Gouvea, Yuri F.; Graham, Shirley A.T.; Gregório, Bernarda S.; Grings, Martin; Groppo, Milton; Grossi, Mariana A.; Guedes, Juliana S.; Guerra, Ethiéne; Guimarães, Elsie F.; Guimarães, Leonardo R.S.; Guimarães, Paulo J.F.; Gutiérrez, Diego G.; Hall, Climbiê F.; Hassemer, Gustavo; Hattori, Eric K.O.; Hechenleitner, Paulina; Heiden, Gustavo; Henning, Tilo; Hensold, Nancy; Hinoshita, Lucas K.R.; Hirai, Regina Y.; Hopkins, Michael J.G.; Hurbath, Fernanda; Iganci, João R.V.; Imig, Daniela C.; Inácio, Camila D.; Indriunas, Alexandre; Jacques, Eliane L.; Jacques, Suara S.A.; Jardim, Jomar G.; Jesus, Jôane C.; Jesus, Priscila B.; Jesus-Costa, Cristielle; Johnson, David; Jordão, Lucas S.B.; Kaehler, Miriam; Kameyama, Cíntia; Kataoka, Eric Y.; Kessous, Igor M.; Kinoshita, Luiza S.; Klein, Viviane P.; Knapp, Sandra; Koch, Ana K.; Koch, Ingrid; Kochanovski, Fábio; Kollmann, Ludovic J.C.; Konno, Tatiana U.P.; Koschnitzke, Cristiana; Kotovski, Emília R.; Kriebel, Ricardo; Kulkamp, Josimar; Leal, Eduardo S.; Leal, Fernanda A.P.; Leite, Áurea C.F.; Leite, Wellerson P.; Lima, Adenilsa A.R.; Lima, Duane F.; Lima, Haroldo C.; Lima, Jessica S.; Lima, Laíce F.G.; Lima, Letícia R.; Lima, Luis F.P.; Lima, Rita B.†; Lima, Vanessa L.; Link-Pérez, Melanie A.; Lirio, Elton J.; Lisboa, Décio S.; Lobão, Adriana Q.; Loeuille, Benoit F.P.; Loiola, Maria I.B.; Lombardi, Julio A.; Longhi-Wagner, Hilda M.; Lopes, Jenifer C.; Lopes, Letícia O.; Lopes, Rosana C.; López, M. Gabriela; Lorencini, Tiago S.; Lourenço, Ana R.L.; Lourenço, Arthur R.; Louzada, Rafael B.; Lovo, Juliana; Lozano, Eduardo D.; Lucas, Dióber B.; Lucas, Eve J.; Lüdtke, Raquel; Luizi-Ponzo, Andrea P.; Machado, Anderson F.P.; Machado, Evandro P.; Machado, Talita M.; Maciel, Jefferson R.; Maciel-Silva, Adaíses S.; Maciel-Silva, Juliene F.; Magenta, Mara A.G.; Mamede, Maria C.H.; Marchioretto, Maria S.; Marinho, Lucas C.; Marques, Danilo; Marquete, Ronaldo; Martins, Angela B.; Martins, Márcio L.L.; Martins, Milena V.; Martins, Renata C.; Martins, Suzana E.; Martins-Hall, Caroline O.; Matias, Ligia Q.; Matos, Agnes M.M.V.; Matos, Fernando B.; Matozinhos, Carolina N.; Mattos, Cilene M.J.; Mauad, Anna V.S.R.; Mayo, Simon J.; Mazine, Fiorella F.; Medeiros, Débora; Medeiros, Erika V.S.S.; Medeiros, Herison; Medeiros, Maria C.M.P.; Meerow, Alan W.; Meirelles, Julia; Mello, Zelia R.; Mello-Silva, Renato; Melo, André L.; Melo, Caio V.V.D.; Melo, Efigenia; Melo, José I.M.; Melo, Talita M.S.; Mendes, Maria C.Q.; Mendoza, Moises; Meneguzzo, Thiago E.C.; Menezes, Cristine G.; Menezes, Mariângela; Menini, Luiz; Mentz, Lilian A.; Mesquita, Antônio L.; Mezzonato-Pires, Ana C.; Michelangeli, Fabián A.; Miguel, João R.; Miguel, Laila M.; Miotto, Silvia T.S.; Miranda, Vitor F.O.; Molina, José M.P.; Mondin, Cláudio A.; Monteiro, Daniele; Monteiro, Maria H.D.A.; Monteiro, Raquel F.; Moraes R., Mónica; Morales, Juan F.; Morales, Matías; Moran, Robbin C.; Moreira, André L.C.; Moreira, Andréia D.R.; Moreira, Bianca A.; Moreira, Giselle L.; Moreira, Pablo F.F.; Morokawa, Rosemeri; Moroni, Pablo; Mota, Aline C.; Mota, Michelle; Mota, Nara F.O.; Moura, Beryl E.L.; Moura, Carlos W.N.; Moura, Clapton O.; Moura, Ingridy O.; Moura, Luíza C.; Moura, Osvanda S.; Moura, Ricardo L.; Moura, Tania M.; Mundim, Júlia V.; Muniz, Leticia N.; Mynssen, Claudine M.; Nakajima, Jimi N.; Nascimento, Janaina G.A.; Nascimento, Silvia M.; Nepomuceno, Francisco A.A.; Nervo, Michelle H.; Nery, Eduardo K.; Nicora Chequín, Renata; Nóbrega, Giseli A.; Nunes, Clebiana S.; Nunes, Teonildes S.; O’Leary, Nataly; Oellgaard, Benjamin; Oliveira, Adriana L.R.; Oliveira, Ana L.F.; Oliveira, Bárbara A.; Oliveira, Fernanda M.C.; Oliveira, Gleison S.; Oliveira, Hermeson C.; Oliveira, Iasmin L.C.; Oliveira, Juliana A.; Oliveira, Lorena C.; Oliveira, Luciana S.D.; Oliveira, Marla I.U.; Oliveira, Regina C.; Oliveira, Renata S.; Oliveira, Reyjane P.; Oliveira, Rodrigo C.G.; Orlandini, Priscila; Pacífico, Ricardo B.; Paixão, Liliane C.; Parra, Lara R.; Pastore, José F.B.; Pastore, Mayara; Pastori, Tamara; Paucar, Jenny O.A.; Paula-Souza, Juliana; Pederneiras, Leandro C.; Peichoto, Myriam C.; Peixoto, Ariane L.; Pellegrini, Marco O.O.; Peñaloza-Bojacá, Gabriel F.; Perdiz, Ricardo O.; Pereira, Amanda P.N.; Pereira, Andreza S.S.; Pereira, Jovani B.S.; Pereira, Maria S.; Pereira, Paulo E.E.; Pereira, Sidney S.; Perestrello, Felipe G.M.; Perez, Ana P.F.; Pessoa, Cleiton S.; Pessoa, Clenia S.; Pessoa, Edlley M.; Petrongari, Fernanda S.; Philbrick, Thomas; Picanço, Anna C.M.; Pietrobom, Marcio R.; Pignal, Marc; Pimenta, Karena M.; Pinto, Rafael B.; Plos, Anabela; Pontes Pires, Aline F.; Pontes, Ricardo A.S.; Pontes, Tiago A.; Pott, Vali J.; Praia, Talita S.; Prata, Ana P.N.; Prochazka, Luana S.; Proença, Carolyn E.B.; Prudêncio, Renato X.A.; Pscheidt, Allan C.; Quaresma, Aline S.; Queiroz, George A.; Queiroz, Luciano P.; Queiroz, Rubens T.; Quinet, Alexandre; Rainer, Heimo; Ramos, Eliana; Ramos, Geraldo J.P.; Rando, Juliana G.; Reginato, Marcelo; Reis e Silva, Genilson A.; Reis, Miguel M.R.; Reis, Priscila A.; Ribas, Osmar S.; Ribeiro, André R.O.; Ribeiro, José E.L.S.; Ribeiro, Michel; Ribeiro, Pétala G.; Ribeiro, Rayane T.M.; Ribeiro, Rogério N.; Ribeiro-Silva, Suelma; Riina, Ricard; Ritter, Mara R.; Rivadavia, Fernando; Rivera, Vanessa L.; Rizzo, Beatriz D.; Rocha, Antônio E.; Rocha, Maria J.R.; Rodrigues, Izabella M.C.; Rodrigues, Karina F.; Rodrigues, Marianna C.; Rodrigues, Rodrigo S.; Rodrigues, Rodrigo S.; Rollim, Isis M.; Romanini, Rebeca P.; Romão, Gerson O.; Romão, Marcos V.V.; Romero, Rosana; Rosa, Patrícia; Rosa, Priscila O.; Rosário, Alessandro S.; Rosário, Sebastião M.; Rosignoli-Oliveira, Letícia G.; Rossetto, Elson F.S.; Rossi, Lucia; Rossini, Josiene; Royer, Carla A.; Rua, Gabriel H.; Sá, Cyl F.C.; Saavedra, Mariana M.; Saka, Mariana N.; Sakuragui, Cassia M.; Salas, Roberto M.; Sales, Margareth F.; Salimena, Fátima R.G.; Salino, Alexandre; Sampaio, Daniela; Sancho, Gisela; Sano, Paulo T.; Santana, Karoline C.; Santiago, Augusto C.P.; Santos, Alessandra; Santos, Amanda P.B.; Santos, Andrea K.A.; Santos, Carlos A.G.; Santos, Emanuelle L.; Santos, Fernanda B.; Santos, João U.M.; Santos, Karin; Santos, Leidiana L.; Santos, Matheus F.; Santos, Otilene A.; Santos, Rafaela F.; Santos, Renata G.P.; Santos, Thiago F.; Santos-Silva, Fernanda; Santos-Silva, Juliana; Saraiva, Deisy P.; Sarkinen, Tiina; Sartori, Ângela L.B.; Sassone, Agostina B.; Scaravelli, Fernanda S.; Scatigna, André V.; Schaefer, Juliana; Scheidegger, Najla M.B.; Schneider, Angelo A.; Schneider, Layla J.C.; Schwartsburd, Pedro B.; Schwarz, Elizabeth A.; Sebastiani, Renata; Segarra, Daniel V.; Seleme, Elidiene P.; Semir, João; Senna, Luisa R.; Setubal, Robberson B.; Shimizu, Gustavo H.; Shirasuna, Regina T.; Silva, Aline V.M.; Silva, Amanda L.; Silva, Anádria S.; Silva,, Beatriz N.F.; Silva, Caroline C.A.; Silva, Cassio R.; Silva, Christian; Silva, Cintia V.; Silva, Diego N.; Silva, Fabio A.; Silva, Fernanda O.; Silva, Gustavo H.L.; Silva, Leonardo N.; Silva, Marcos J.; Silva, Marcus F.O.; Silva, Maria S.D.; Silva, Nilda M.F.; Silva, Otávio L.M.; Silva, Renato R.; Silva, Saura R.; Silva, Tânia R.S.; Silva, Tatiane S.; Silva, Thaynara S.; Silva, Wanderson L.S.; Silva-Castro, Milene M.; Silva-Cobra, Gisele O.; Silva-Gonçalves, Kelly C.; Silva-Luz, Cíntia L.; Silveira, Fernanda S.; Silveira, João B.; Silveira, Thamyres C.; Simão-Bianchini, Rosângela; Simões, Ana R.; Simões, André O.; Simon, Marcelo F.; Singer, Rosana F.; Siniscalchi, Carolina M.; Siqueira, Carlos E.; Smidt, Eric C.; Smith, Alan R.; Smith, Nathan P.; Snak, Cristiane; Soares, Raimundo L.; Soares, Abel E.R.; Soares, Edson L.C.; Soares, Kelen P.; Soares, Marcos V.B.; Soares, Maria L.C.; Soares, Polyana N.; Soares, Rosane S.; Sobrado, Sandra V.; Sobral, Marcos; Somner, Genise V.; Sousa, Danilo J.L.; Sousa, Francisco S.; Sousa, Gardene M.; Sousa, Leandro O.F.; Sousa, Mayco W.S.; Sousa, Valdeci F.; Souza, Aline M.; Souza, Bruno P.; Souza, Elnatan B.; Souza, Élvia R.; Souza, Filipe S.; Souza, Luzia F.; Souza, Marcelo C.; Souza, Maria A.D.; Souza, Paulo C.B.; Souza, Raquel M.B.S.; Souza, Vinicius C.; Souza-Buturi, Fátima O.; Spina, Andréa P.; Stadnik, Aline M.S.; Staggemeier, Vanessa G.; Stapf, María N.S.; Stefano, Rodrigo D.; Stern, Stephen; Streher, Nathália S.; Sundue, Michael; Takeuchi, Cátia; Tardivo, Rosângela C.; Taylor, Nigel P.; Teixeira, Michella D.R.; Teles, Aristônio M.; Temponi, Livia G.; Terra, Vanessa; Thode, Veronica A.; Thomas, Wm. Wayt; Tierno, Lorena R.; Tissot-Squalli, Mara L.; Toledo, Cássio A.P.; Torke, Benjamin M.; Tozzi, Ana M.G.A.; Trad, Rafaela J.; Trovó, Marcelo; Tuler, Amélia C.; Udulutsch, Renata G.; Uribbe, Fernando P.; Valadares, Rodrigo T.; Valdemarin, Karinne S.; Valente, Emilia B.; Valls, Jose F.M.; van den Berg, Cássio; Vasconcelos, Liziane V.; Vasconcelos, Thaís N.C.; Vaz, Angela M.S.F.; Versiane, Ana F.A.; Versieux, Leonardo M.; Via do Pico, Gisela M.; Vidal, João de Deus; Vidal, Kaio V.A.; Vieira, João P.S.; Vieira, Tamara A.F.; Viera Barreto, Jessica N.; Vignoli-Silva, Márcia; Vilas Bôas-Bastos, Silvana B.; Villarreal A., Juan C.; Vincent, Michael A.; Vinícius-Silva, Ronaldo; Vita, Marcela D.; Viveros, Raquel S.; Vogel Ely, Cleusa; Volet, Danilo P.; Wallnöfer, Bruno; Wanderley, Maria G.L.; Watanabe, Mauricio T.C.; Weigend, Maximilian; Welker, Cassiano A.D.; Wendt, Tânia; Windisch, Paulo G.; Zannin, Ana; Zappi, Daniela C.; Zeferino, Laís C.; Zelenski, Andréia; Zuloaga, Fernando O.; Zuntini, Alexandre R.

    Abstract in Portuguese:

    Resumo A Estratégia Global para a Conservação das Plantas (GSPC) foi estabelecida pela Conferência das Partes em 2002 para diminuir a perda da diversidade vegetal, reduzir a pobreza e contribuir para o desenvolvimento sustentável. Para atingir um objetivo tão abrangente, a GSPC estabeleceu uma série de tarefas, uma das quais é assegurar um bom conhecimento da diversidade vegetal para que a mesma possa ser conservada de forma efetiva e utilizada de maneira sustentável. O Brasil possui mais de 46 mil espécies de plantas, algas e fungos, representando um dos países com maior biodiversidade no planeta, sendo um participante chave na GSPC. Para atingir os objetivos da GSPC e possibilitar o acesso à diversidade de plantas, o Brasil se comprometeu em preparar a Lista de Espécies da Flora do Brasil (2008-2015) e a Flora do Brasil 2020 (2016 até o presente). Gerenciar todas as informações relacionadas a esta enorme biodiversidade provou ser uma tarefa extremamente desafiadora. Neste artigo, sintetizamos a história destes projetos e a abordagem multidisciplinar e colaborativa adotada para desenvolver e gerenciar a inclusão de todo o conhecimento gerado em sistemas de informação digitais. Apresentamos ainda os métodos utilizados, desafios enfrentados, e estratégias adotadas, bem como sintetizamos os avanços até o momento e perspectivas para completar a flora do Brasil em 2020.

    Abstract in English:

    Abstract The Global Strategy for Plant Conservation (GSPC) was established by the Conference of Parties in 2002 to decrease the loss of plant diversity, reduce poverty and contribute to sustainable development. To achieve this overarching goal, the GSPC has established a series of targets, one of which is to ensure that plant diversity is well understood, so that it can be effectively conserved and used in a sustainable manner. Brazil hosts more than 46,000 species of plants, algae and fungi, representing one of the most biodiverse countries on Earth, and playing a key role in the GSPC. To meet the GSPC goals of Target 1 and facilitate access to plant diversity, Brazil committed to preparing the List of Species of the Brazilian Flora (2008-2015) and the Brazilian Flora 2020 (2016-present). Managing all the information associated with such great biodiversity has proven to be an extremely challenging task. Here, we synthesize the history of these projects, focusing on the multidisciplinary and collaborative approach adopted to develop and manage the inclusion of all the knowledge generated though digital information systems. We further describe the methods used, challenges faced, and strategies adopted, as well as summarize advances to date and prospects for completing the Brazilian flora in 2020.
  • Brazilian efforts towards achieving a comprehensive extinction risk assessment for its known flora GSPC - Global Strategy for Plant Conservation

    Martins, Eline; Martinelli, Gustavo; Loyola, Rafael

    Abstract in Portuguese:

    Resumo O Brasil possui cerca de 36400 plantas nativas terrestres. O país é signatário da Estratégia Global para a Conservação de Plantas (GSPC) e tem desenvolvido ferramentas para alcançar as metas da GSPC. A meta 2 estabelece que os países devem conduzir a avaliação de risco de extinção de toda sua flora até 2020. No presente trabalho, nós apresentamos um panorama sobre o quanto falta para alcançarmos a meta. Nós compilamos os dados de todas as avaliações de risco de extinção feitas no Brasil e produzimos a primeira síntese de resultados relacionadas a essas avaliações. Nós já avaliamos o risco de extinção de 5.646 espécies, o que corresponde a 15,5% de toda a flora terrestre nativa conhecida. Dentre essas espécies, 2.738 (48%) estão ameaçadas de extinção. Essas espécies estão distribuídas em todos os biomas e estados do Brasil. As famílias com o maior número de espécies ameaçadas são Asteraceae e Bromeliaceae. Nós concluímos que o Brasil está longe de alcançar a meta 2 da GSPC até 2020. Entretanto, dado o alto número de espécies da flora do país e o grande esforço e recursos empregados para essa tarefa, o Brasil está seguindo um bom caminho para avaliar toda a sua flora.

    Abstract in English:

    Abstract Brazil houses nearly 36,400 native terrestrial plant species. The country is a signatory of the Global Strategy for Plant Conservation (GSPC) and has to develop tools to achieve GSPC targets. Target 2 states that countries must undertake risk assessments of its entire known plant species by 2020. Here, we offer a panorama on how far has Brazil gone towards achieving this target. We compiled data on all risk assessments for plant species ever made in the country and produced the first synthesis of results with respect to these assessments. We found that the Brazilian Red List Authority for plants has assessed the extinction risk of 5,646 species so far, which corresponds to 15.5% of all known flora in Brazil. Among these species, 2,738 (48%) are currently threatened. Those species are distributed across all Brazilian Biomes and states. Families with the highest number of threatened species are Asteraceae and Bromeliaceae. We conclude that Brazil is far from achieving GSPC target 2 by 2020. However, given the enormous flora of the country and the huge amount of effort and resources put into this particular task, Brazil is following a good path towards a reliable assessment of it entire flora.
  • The effectiveness of protected areas and indigenous lands in representing threatened plant species in Brazil GSPC - Global Strategy for Plant Conservation

    Ribeiro, Bruno R.; Martins, Eline; Martinelli, Gustavo; Loyola, Rafael

    Abstract in Portuguese:

    Resumo O Brasil é signatário da Estratégia Global para Conservação de Plantas (GSPC), que fornece diretrizes e orientações para políticas públicas nacionais já existentes. Esta estratégia visa frear a perda contínua da diversidade de plantas por meio da implementação de 16 metas baseadas em resultados estabelecidas para 2020. Segundo uma dessas metas (meta 7), 75% das espécies de plantas ameaçadas conhecidas até então devem ser preservadas in situ. Aqui, avaliamos a eficiência da atual rede brasileira de unidades de conservação (UCs) e terras indígenas (TIs) em representar todas espécies de plantas ameaçadas. Descobrimos que o número de espécies presentes em UCs e TIs depende do tipo de dado utilizado. Ao utilizar registros de ocorrência, descobrimos que 699 (33%) espécies ameaçadas de plantas encontram-se completamente fora dessas áreas, e que 1.405 espécies (67%) possuem pelo menos um registro dentro de pelo menos uma UC ou TI O número de espécies não representadas diminiuiu quando consideramos polígonos de distribuição de espécies. Neste caso, apenas 219 (10%) das espécies encontram-se supostamente desprotegidas. Embora o Brasil esteja alcançando a meta 7 da GSPC em números absolutos, o governo ainda precisa alocar recursos para manejar de forma adequada e melhorar o estado de conservação de sua flora ameaçada e para epansão a rede de UCs.

    Abstract in English:

    Abstract Brazil is signatory of the Global Strategy for Plant Conservation (GSPC), which provides guidelines and directions to existing national policies. This strategy aims to halt the continuing loss of plant diversity through the achievement of 16 outcome-based targets set for 2020. One of these targets (target 7) states that at least 75% of known threatened plant species should be preserved in situ. Here, we assessed the effectiveness of the Brazilian current network of protected areas (PAs) and indigenous lands (ILs) in representing all known threatened plant species. We found that the number of species represented inside PAs and ILs varied according to data type. When using occurrence records, we found that 699 (33%) threatened plant species lie completely outside PAs (and/or ILs) and that 1,405 species (67%) have at least one record inside at least one PA (and/or IL). The number of species unrepresented decreased when we considered polygons of distribution. In this case, only 219 (10%) are supposedly unprotected. Although Brazil is almost reaching GSPC Target 7 in terms of absolute numbers, the government still needs to allocate resources for properly managing and improving the conservation status of its imperiled flora and expand the network of PAs.
  • Ex situ conservation of threatened plants in Brazil: a strategic plan to achieve Target 8 of the Global Strategy for Plant Conservation GSPC - Global Strategy for Plant Conservation

    Silveira, Fernando A.O.; Teixido, Alberto L.; Zanetti, Marcílio; Pádua, Juliano Gomes; Andrade, Antônio Carlos Silva de; Costa, Maria Lúcia Nova da

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Com as crescentes taxas de destruição de habitats e perda de espécies, a conservação ex situ vem ganhando ímpeto global e a relutância de se depender da conservação ex situ vem rapidamente dando lugar a uma visão mais otimista e estratégica. A Meta 8 da Estratégia Global de Conservação de Plantas prevê a incorporação de pelo menos 75% de espécies ameaçadas em coleções ex situ, preferencialmente no país de origem e 20% delas disponíveis para programas de restauração ecológica. Nós fornecemos informações atualizadas sobre o progresso brasileiro sobre a Meta 8 através de uma investigação sobre quantas espécies ameaçadas estão conservadas em coleções ex situ no Brasil. Nossa base de dados compreende plantas inteiras (coleções vivas), sementes (banco de sementes) e cultura de tecidos (in vitro). Das 2,113 espécies ameaçadas, pelo menos 452 (21.4%) espécies estão conservadas em coleções ex situ, um aumento de 4% para coleções vivas e 96% para sementes comparado com avaliações anteriores. Como é improvável que o Brasil vá atingir a Meta 8 até 2020, nós discutimos políticas públicas e estratégias para ajudar a superar os obstáculos que impedem a sua realização e propomos metas revisadas para a GSPC 2020-2030.

    Abstract in English:

    Abstract With increasing rates of habitat destruction and species loss, ex situ conservation is gaining global momentum and reluctance in relying on ex situ conservation is rapidly giving way to a more optimistic, strategic view. Target 8 of the Global Strategy of Plant Conservation calls for at least 75 percent of threatened plant species in accessible ex situ collections, preferably in the country of origin, and 20 percent of them included in recovery and restoration programs. Here, we provide updated information on Brazil's progress towards Target 8 through a nationwide examination of how many threatened species were conserved in ex situ collections in Brazil. Our data comprised whole plants (living collections), seed (seed banks) and tissue cultures (in vitro). Of the 2,113 threatened species, at least 452 (21.4%) species were conserved in ex situ collections, an increase in 4% of living organisms and 96% of seeds when compared to a previous assessment. Since it is unlikely Brazil will achieve Target 8 by 2020, we also discuss public policies and strategies to help overcome key bottlenecks preventing its achievement and propose revised goals for the GSPC 2020-2030.
  • Conservation of crop genetic resources in Brazil in the context of the target 9 of the Global Strategy for Plant Conservation GSPC - Global Strategy for Plant Conservation

    Pádua, Juliano Gomes

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Espécies cultivadas, das quais a humanidade depende para sobreviver, foram criadas por agricultores que cruzaram e selecionaram plantas silvestres e desenvolveram variedades. No início do século XX, a teoria dos Centros de Origem dos Plantas Cultivadas foi proposta por Vavilov. Ele também alertou o mundo sobre a perda da diversidade genética de plantas devido ao predomínio de um pequeno número de culturas geneticamente semelhantes, o que ajuda a iniciar um movimento de conservação de recursos genéticos de plantas. A partir deste momento, várias instituições e estratégias foram estabelecidas em todo o mundo para atuar na conservação de recursos genéticos vegetais (RGV). No Brasil, um país com destacada atuação na conservação de RGV, algumas instituições conservam várias espécies de plantas cultivadas, bem como seus parentes silvestres e outras espécies de plantas com valor socioeconômico. Neste artigo, apresentamos o status da conservação de RGV no Brasil, bem como iniciativas e leis destinadas a respeitar, preservar e manter o conhecimento tradicional associado no contexto da meta 9 da Estratégia Global para a Conservação de Plantas.

    Abstract in English:

    Abstract Cultivated species, on which humankind depends for survival, have been created by farmers that have crossed and selected wild plants and developed landraces. Early in 20th century, the theory of Centers of Origin of Cultivated Plants was proposed by Vavilov. He also warned the world about the loss of plant genetic diversity due to the dominance of a small number of genetically similar crops, a fact that help starting a movement for the conservation of plant genetic resources. From this time, several strategies and institutions were established around the world to act in plant genetic resources (PGR) conservation. In Brazil, a remarkable player in PGR conservation, some institutions conserve several crop species as well as their wild relatives and other socio-economically valuable plant species. In this paper we present the status of PGR conservation in Brazil as well as initiatives and laws aiming at respecting, preserving and maintaining associated indigenous and local knowledge, in the context of the target 9 of the Global Strategy for Plant Conservation.
  • Invasive species and the Global Strategy for Plant Conservation: how close has Brazil come to achieving Target 10? GSPC - Global Strategy for Plant Conservation

    Dechoum, Michele de Sá; Sampaio, Alexandre Bonesso; Ziller, Sílvia Renate; Zenni, Rafael Dudeque

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Na meta 10 da Estratégia Global para a Conservação de Plantas está estabelecido que, até 2020, planos de manejo efetivos serão implementados para impedir novas invasões biológicas e para manejar áreas importantes para a diversidade de plantas e que estejam invadidas. A justificativa para a meta é que espécies exóticas invasoras usualmente são uma grande ameaça de extinção a plantas nativas, e assim devem ser excluídas de áreas que são destinadas à conservação de espécies vegetais, especialmente aquelas que são endêmicas e/ou estejam ameaçadas de extinção. No Brasil, apesar da maior parte dos planos de manejo de unidades de conservação federais reportarem a presença de espécies exóticas invasoras nessas áreas, um número bem limitado de planos já foi implementado. A Resolução CONABIO 05/2009, que estabelece uma estratégia nacional sobre espécies exóticas invasoras, não foi colocada em prática, sendo lentos os avanços em políticas e legislação focadas em espécies exóticas invasoras em nível federal. Para que políticas efetivas sejam desenvolvidas no Brasil, órgãos federais da área ambiental devem funcionar como pontos focais e coordenar ações para (1) identificar áreas prioritárias para a prevenção e o manejo de invasões biológicas, e (2) para manejar espécies exóticas invasoras, reduzindo impactos pelas mesmas provocados.

    Abstract in English:

    Abstract Target 10 of the Global Strategy for Plant Conservation establishes that "Effective management plans are in place to prevent new biological invasions and to manage important areas for plant diversity that are invaded" by 2020. The rationale for the target is that invasive alien species are a major threat to native plants, and thus should be excluded from areas reserved for the conservation of plant species, especially when endemic and/or threatened. In Brazil, although most management plans report the presence of invasive alien species and the need for management in federal protected areas, there are only a very limited number of management plans implemented. The national strategy on invasive alien species, published as CONABIO Resolution 05/2009, has not been implemented, so progress on policies and legislation focused on invasive alien species at the federal level has been slow. In order to reach an effective development of public policies in Brazil, federal environmental agencies must function as focal points and be in charge of coordinating actions aimed at (1) identifying priority areas for preventing and managing biological invasions, and (2) managing invasive alien species and reduce their impacts.
  • Production and international trade: challenges for achieving targets 6 and 11 of the Global Strategy for Plant Conservation in Brazil Review Paper

    Scarano, Fabio Rubio; Silva, José Maria Cardoso da

    Abstract in Portuguese:

    Resumo A meta 6 da Estratégia Global para a Conservação de Plantas (GSPC) da Convenção de Diversidade Biológica das Nações Unidas (CDB) propõe que, em 2020, pelo menos 75% das terras destinadas à produção em cada setor serão manejadas de forma sustentável, em alinhamento com a conservação da diversidade vegetal. A meta 11 determina que em 2020 nenhuma espécie da flora silvestre será ameaçada pelo comércio internacional. Ambas as metas, portanto, são relacionadas à produção, consumo e comércio internacional, que se espera que tenham uma base sustentável, para que as metas sejam alcançadas. Esse artigo examina os avanços do Brasil em direção ao alcance dessas metas, focalizando em três setores econômicos (agricultura, pecuária e silvicultura), que são historicamente responsáveis pela maior parte da conversão de ecossistemas nativos no país e na América do Sul. O Brasil criou várias políticas inovadoras para promover a sustentabilidade desses setores. Contudo, várias dessas políticas precisam ser de fato implementadas para gerar resultados tangíveis. O sucesso dessas políticas ainda é variável até aqui. Enquanto a conversão de habitats devida à expansão da produção rural, bem como o volume do comércio ilegal de madeira, tenham reduzido significativamente, os números absolutos de hectares de ecossistemas nativos convertidos em agricultura, pastagem ou silvicultura ainda é elevado, especialmente no Cerrado e na Amazônia. Além disso, o número de espécies ameaçadas por exploração ilegal de madeira ou para outros fins também é alto, particularmente na Amazônia e na Mata Atlântica.

    Abstract in English:

    Abstract Target 6 of the Global Strategy for Plant Conservation of the United Nations Convention on Biological Diversity states that by 2020 at least 75% of production lands in each sector will be managed sustainably, consistent with the conservation of plant diversity. Target 11 stipulates that by 2020 no species of the wild flora will be threatened by international trade. Both targets, therefore, are related to production, consumption and trade, which must be sustainable if the targets are to be achieved. Here we examine Brazil's progress in achieving these two targets. We focus on the three economic sectors of agriculture, cattle raising and forestry, which are historically responsible for most of the native-ecosystem conversion in the country and in South America. Brazil has set a number of innovative policies for moving these sectors towards a sustainable path. However, the country needs to put these policies into action to generate tangible results. The results of all efforts so far are mixed. Whereas ecosystem conversion due to the expansion of rural production and the volume of illegal international logging trade have been reduced significantly, the absolute number of hectares of native ecosystems converted into cropland, pastureland or planted forests remains high, especially in Amazonia and the Cerrado. In addition, the number of species threatened by illegal timber exploration remains high mainly in Amazonia and the Atlantic forest.
  • Indigenous and traditional knowledge, sustainable harvest, and the long road ahead to reach the 2020 Global Strategy for Plant Conservation objectives GSPC - Global Strategy for Plant Conservation

    Hanazaki, Natalia; Zank, Sofia; Fonseca-Kruel, Viviane Stern; Schmidt, Isabel Belloni

    Abstract in Portuguese:

    Resumo As estratégias globais no âmbito da CDB são importantes para orientar políticas e recursos para a conservação da diversidade biológica. Este artigo enfatizou a necessidade de desenvolver ações no âmbito da Estratégia Global para a Conservação de Plantas (GSPC) com resultados mensuráveis até 2020, no que se refere ao status e as perspectivas relacionadas às metas 12 e 13, com foco no contexto brasileiro, visando identificar lacunas e ações para alcançar os objetivos para conservação e o uso sustentável das plantas. Salienta-se que a meta 12 abrange também a exploração madeireira, não necessariamente de relação direta com povos indígenas e comunidades tradicionais, porém pode vir a ameaçar seus meios de subsistência. No Brasil, o conhecimento científico sobre os efeitos ecológicos da coleta de produtos florestais não madeireiros ainda é limitado e poucos estudos contribuíram para o estabelecimento de regulamentações legais para coleta e manejo. Com relação à meta 13, que diz respeito aos conhecimentos tradicionais e indígenas sobre o uso de plantas e à dependência desses povos pelas plantas, ainda faltam iniciativas de políticas integradoras e eficazes. No entanto, considerando o contexto político negativo das últimas décadas e exacerbado nos últimos anos, em relação à conservação da biodiversidade e aos povos indígenas e comunidades locais são necessárias mudanças profundas no cenário brasileiro, com forte apoio e reconhecimento para os povos indígenas e comunidades locais, para que qualquer objetivo relacionado ao alcance das metas da GSPC seja minimamente perseguido.

    Abstract in English:

    Abstract Global strategies under the scope of CBD are important in guiding policies and resources for the conservation of biological diversity. This paper emphasized the need to develop actions under the Global Strategy for Plant Conservation (GSPC) with measurable results up to 2020, regarding the status and perspectives related to Targets 12 and 13, focusing on the Brazilian context in order to identify gaps and actions to achieve the goals for conservation and sustainable use of plants. It should be noted that Target 12 also covers logging, not necessarily directly related to indigenous peoples and traditional communities, but may threaten their livelihoods. In Brazil, scientific knowledge about the ecological effects of the harvesting of non-timber forest products is still limited, and few studies have contributed to the establishment of legal regulations for collection and management. With regard to target 13, which concerns traditional and indigenous knowledge about plant use and the dependence of these peoples on plants, there are still a lack of integrative and effective policy initiatives. However, considering the negative political context of recent decades and exacerbated in recent years in relation to biodiversity conservation and indigenous peoples and local communities, profound changes are necessary in the Brazilian scenario, with strong support and recognition for indigenous peoples and local communities, so that any objective related to the achievement of the goals of the GSPC is minimally achieved.
  • Education and training in Brazilian botanical gardens: are we achieving GSPC targets? GSPC - Global Strategy for Plant Conservation

    Cerati, Tania Maria

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Engajar educar e aumentar a consciência das pessoas da necessidade da conservação das plantas é o meio pelo qual a conservação de plantas pode ser alcançada. A Estratégia Global para Conservação de Plantas (GSPC) é um programa para deter a perda contínua de diversidade de plantas e reconhece os jardins botânicos como parceiros. Este estudo investiga a implantação das Metas 14 e 15 da GSPC relacionadas a educação e conscientizaçãosobre a diversidade de plantas e capacitação. Foi realizado um levantamento nos websites de vinte e um jardins botânicos brasileiros cadastrados no Sistema Nacional de Registros de Jardins Botânicos para identificar as ações que seguem as orientações dessas duas metas. Websites são desatualizados, difícil navegação e falta recursos on-line para o público mostram que as ferramentas de internet são pouco utilizadas para a divulgação. As ações da meta 14, realizadas na maioria dos jardins, são visitas educativas e interpretação ambiental que exploram as coleções in-situ e ex-situ com espécies representativas da flora regional. A capacitação de equipes é realizada em todos os jardins, sendo que alguns se destacam como importantes centros de pesquisa e programas de pós-graduação. Apesar dos esforços, os jardins botânicos brasileiros precisam melhorar a comunicação pública e criar indicadores para avaliar o progresso da implantação das metas.

    Abstract in English:

    Abstract Engage, educate and raise public awareness of the importance of plant diversity is the means through which plant conservation can be achieved. The Global Strategy for Plant Conservation (GSPC) is a programme to halt the loss of plant diversity and recognize botanical gardens as a partners. This paper investigates the implementation of targets 14 and 15 GSPC in Brazilian botanic gardens specially in education and awareness about plant diversity and trained people. A survey was carried out on the institutional websites of 21 gardens registered in the National System of Botanical Gardens Registration to identify actions that follow the guidelines of these two targets. Websites outdated, difficult access and lack online resources for the public shows us that internet tools are poorly used to divulgation. The target 14's activities performed in most gardens are educational visits and environmental interpretation and explore collections in situ and ex situ from representative species of regional flora. Trained people is held in all gardens but some stand out as important research centers and graduate programs. Despite the efforts Brazilian botanical gardens need improve the public communication and develop strategies to measure the targets progress.
  • A Network-wide visualization of the implementation of the Global Strategy for Plant Conservation in Brazil GSPC - Global Strategy for Plant Conservation

    Dalcin, Eduardo; Jackson, Peter Wyse

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Este artigo descreve uma abordagem de visualização da rede existente para atingir as metas da Estratégia Global de Conservação de Plantas (GSPC) para 2020 no Brasil. A abordagem utiliza as Estratégias e Planos de Ação Nacionais de Biodiversidade do Brasil e outros documentos-chave para identificar e mapear instituições, papéis e ações relacionadas a cada uma das metas do GSPC. A visualização foi gerada usando o Gephi, um software de código aberto para explorar e manipular redes. A visualização alcançada mostra algumas metas GSPC suportadas por uma rede eficaz de instituições, mas mostra também metas GSPC com uma falta de suporte adequado. A abordagem de visualização pode ser útil para indicar lacunas, oportunidades para novas ações e áreas nas quais os vínculos de rede podem ser estendidos para atingir plenamente as metas do GSPC em países comprometidos.

    Abstract in English:

    Abstract This paper describes a visualization approach of the existing network available in Brazil to achieve the targets of the Global Strategy for Plant Conservation (GSPC) for 2020 in Brazil. The approach uses the Brazilian National Biodiversity Strategies and Action Plans and other key documents to identify and map institutions, roles and actions related to each of the GSPC targets. The visualization was generated using the Gephi, an open source software for exploring and manipulating networks. The visualization presented shows some GSPC targets supported by an effective network of institutions, but also GSPC targets that lack of proper support. This visualization approach may be useful to indicates gaps, opportunities for new actions and areas where network linkages may be extended to achieve the GSPC targets more fully in other countries too.
  • Flora do Ceará: Pontederiaceae Artigos Originais

    Sousa, Danilo José Lima de; Campelo, Maria Jaciane de Almeida; Matias, Lígia Queiroz

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Pontederiaceae está representada no estado do Ceará por 10 espécies, distribuídas em quatro gêneros: Eichhornia, Heteranthera, Hydrothrix e Pontederia. O gênero Eichhornia foi o mais representativo com cinco espécies: E. crassipes. E. diversifolia, E. heterosperma, E. paniculata e, pela primeira vez, E. paradoxa está citada para o estado. O segundo gênero em número de espécies foi Heteranthera, com três espécies: H. oblongifolia, H. rotundifolia e H. seubertiana. Os gêneros Hydrothrix e Pontederia encontram-se representados, cada um, por apenas uma espécie: Hydrothrix gardneri e Pontederia parviflora. As espécies predominam em ambientes aquáticos temporários, porém as espécies submersas (Heteranthera seubertiana e Hydrothrix gardneri) são mais comuns em riachos e rios perenes. Incluem-se neste estudo, chaves de identificação dos táxons, breves descrições das espécies, mapa da distribuição geográfica e ilustrações.

    Abstract in English:

    Abstract Pontederiaceae is represented in Ceará state by 10 species, distributed in four genera: Eichhornia, Heteranthera, Hydrothrix and Pontederia. The genus Eichhornia was the most represented with five species: E. crassipes, E. diversifolia, E. heterosperma, E. paniculata and, for the first time cited to Ceará, E. paradoxa. The second genus in species number was Heteranthera, with three species: H. oblongifolia, H. rotunfdifolia and H. seubertiana. Hydrothrix and Pontederia are represented just by one species each: Hydrothrix gardneri and Pontederia parviflora. The species predominate in temporary aquatic environments; however, the submerged species (Heteranthera seubertiana and Hydrothix gardneri) are more common in perennial streams. Identification keys, species descriptions, maps of species distributions and illustrations are included.
  • Flora do Ceará, Brasil: Cleomaceae Artigos Originais

    Carneiro, José Arthur Arcanjo; Rebouças, Natanael Costa; Ribeiro, Rayane de Tasso Moreira; Gomes, Fernanda Melo; Miranda, Roberta da Rocha; Soares, Raimundo Luciano; Loiola, Maria Iracema Bezerra

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Apresentamos um levantamento florístico de Cleomaceae no estado do Ceará, como parte do projeto "Flora do Ceará". O estudo baseou-se na análise dos caracteres morfológicos de espécimes depositados nos herbários EAC, HCDAL, HST, HUEFS, JPB, MOSS, R e UFRN, bibliografias especializadas, fotos de materiais-tipo, além de coletas e observações de campo. Foram registradas dez espécies pertencentes a cinco gêneros: Cleome (C. microcarpa), Gynandropsis (G. gynandra), Hemiscola (H. aculeata e H. diffusa), Physostemon (P. guianense, P. lanceolatum subsp. lanceolatum, P. rotundifolium e P. tenuifolium) e Tarenaya (T. spinosa e Tarenaya curvispina). Dentre estas, Tarenaya curvispina é uma nova espécie, e Gynandropsis gynandra e Physostemon tenuifolium representam duas novas ocorrências para o estado. Em território cearense, as espécies estão associadas a ambientes úmidos (floresta ombrófila densa) e secos (floresta estacional semidecidual de terras baixas, savana estépica e floresta estacional decidual).

    Abstract in English:

    Abstract We present a floristic survey of Cleomaceae in Ceará state, as part of "Flora of Ceará" project. The study was based on morphological analysis of specimens deposited in EAC, HCDAL, HST, HUEFS, JPB, MOSS, R and UFRN herbaria, specialized bibliography, images of type collections, and field collections and observations. Five genera and ten species were recorded: Cleome (C. microcarpa), Gynandropsis (G. gynandra), Hemiscola (H. aculeata and H. diffusa), Physostemon (P. guianense, P. lanceolatum subsp. lanceolatum, P. rotundifolium and P. tenuifolium) and Tarenaya (T. spinosa and Tarenaya curvispina). Tarenaya curvispina is a new species, and Gynandropsis gynandra and Physostemon tenuifolium are new records to Ceará state. In Ceará, the species are associated with wet (ombrophyllous dense forest) and dry environments (semi-deciduous lowland forest, savanna and deciduous forest).
  • Flora do Ceará: Turneraceae Artigos Originais

    Rocha, Lamarck; Nogueira, José Walter Araújo; Figueiredo, Marlene Feliciano; Loiola, Maria Iracema Bezerra

    Abstract in Portuguese:

    Resumo É apresentado o levantamento florístico da família Turneraceae no estado do Ceará, Brasil. Foram reconhecidos dois gêneros e 22 espécies: Piriqueta com sete espécies e Turnera com 15, das quais Turnera reginae é uma nova ocorrência. De modo geral, as espécies apresentam ampla distribuição, sendo frequentemente encontradas na vegetação da caatinga, carrasco, cerrado, floresta ombrófila e tabuleiros litorâneos, associando-se principalmente a áreas abertas e antropizadas. São apresentadas fotografias, chaves, descrições, comentários gerais e mapas de distribuição das espécies no Ceará.

    Abstract in English:

    Abstract A floristic survey of Turneraceae from Ceará state, Brazil, is presented. Two genera and 22 species were recognized: Piriqueta with seven species and Turnera with 15, of which Turnera reginae is a new occurrence. In general, the species are widely distributed and are often found in caatinga, carrasco, cerrado, ombrophilous forest and tabuleiros litorâneos vegetation, associated mainly with open and disturbed areas. Photographs, keys, descriptions, general comments and distribution maps of the species found in Ceará are provided.
  • Passifloraceae sensu stricto from Minas Gerais, Brazil Artigos Originais

    Imig, Daniela Cristina; Milward-de-Azevedo, Michaele Alvim; Cervi, Armando Carlos

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Neste trabalho são apresentadas as espécies de Passifloraceae stricto sensu do estado de Minas Gerais, Brasil. A família encontra-se representada por dois gêneros, Mitostemma, apenas com M. glaziovii e Passiflora com 52 espécies representantes dos quatro subgêneros: três espécies pertencentes a P. subg. Astrophea, 12 a P. subg. Decaloba, duas a P. subg. Deidamioides e 35 a P. subg. Passiflora, totalizando 53 espécies, das quais, quatro novas citações para o estado. São apresentadas descrições, fotos, dados de distribuição geográfica e comentários taxonômicos das espécies de Passifloraceae ocorrentes em Minas Gerais.

    Abstract in English:

    Abstract In this work, we presented the species of Passifloraceae stricto sensu from the state of Minas Gerais, Brazil. The family is represented by two genera: Mitostemma, only with M. glaziovii, and Passiflora with 52 species in four subgenera: three species belonging to P. subg. Astrophea, 12 to P. subg. Decaloba, two to P. subg. Deidamioides, and 35 to P. subg. Passiflora, with a total of the 53 species, with four new citations for the state. Descriptions, photos, geographic distribution data, and taxonomic comments of Passifloraceae species occurring in Minas Gerais are presented.
  • Estudos taxonômicos das Xyridaceae no estado do Paraná, Brasil Artigos Originais

    Lozano, Eduardo Damasceno; Smidt, Eric de Camargo; Wanderley, Maria das Graças Lapa

    Abstract in Portuguese:

    Resumo É apresentado o estudo taxonômico da família Xyridaceae para o estado do Paraná, a qual é representada apenas pelo gênero Xyris, com 22 espécies típicas de ambientes campestres. São referidos três novos registros para o estado: Xyris glandacea, X. metallica e X. uninervis, ampliando a área de distribuição destas para a Região Sul do Brasil. Outras novidades são um novo sinônimo (Xyris simulans var. subtortula sob X. asperula) e o restabelecimento de X. dusenii. São apresentados chave de identificação, descrições, comentários, ilustrações e dados sobre a distribuição geográfica das espécies.

    Abstract in English:

    Abstract We present the taxonomic treatment of the Xyridaceae family for the state of Paraná. It is represented exclusively by the genus Xyris, with 22 species typical of grasslands. Three new records are reported for the state: Xyris glandacea, X. metallica and X. uninervis, all of them extends its distribution area to southern Brazil. Other novelties are a new synonym (Xyris simulans var. subtortula under Xyris asperula) and the reestablishment of Xyris dusenii. An identification key, descriptions, comments, illustrations and data on the geographical distribution of the species are provided.
  • Combretaceae no estado do Rio Grande do Norte, Brasil Artigos Originais

    Sousa, Valdeci Fontes de; Ribeiro, Rayane de Tasso Moreira; Loiola, Maria Iracema Bezerra; Versieux, Leonardo M.

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Aqui se apresenta a Flora de Combretaceae do Rio Grande do Norte, Nordeste do Brasil, com base na análise comparativa dos caracteres morfológicos de espécimes depositados nos herbários ASE, EAC, FUEL, HEPH, HST, HUEFS, IPA, JPB, MAC, MBM, MOSS, NY, UEC e UFRN, bibliografias especializadas e fotos de coleções-tipo. Para o Rio Grande do Norte são registradas 12 espécies em cinco gêneros: Buchenavia (1 sp.), Combretum (7 spp.), Conocarpus (1 sp.), Laguncularia (1 sp.) e Terminalia (2 spp.). Combretum duarteanum Cambess., C. fruticosum, T. mameluco são novos registros para o estado e Terminalia cf. amazonia poderá ser confirmada como tal, a partir de coleta de espécimes completos. Chaves de identificação para gêneros e espécies, descrições, dados de distribuição geográfica, comentários taxonômicos e ilustrações das espécies são fornecidos.

    Abstract in English:

    Abstract Here we present the Combretaceae flora for Rio Grande do Norte state, Northeastern region of Brazil, based on morphological analyses of specimens deposited in the herbaria ASE, EAC, FUEL, HEPH, HST, HUEFS, IPA, JPB, MAC, MBM, MOSS, NY, UEC, and UFRN, bibliography and images of type specimens. Twelve species belonging to five genera are recorded: Buchenavia (1 sp.), Combretum (7 spp.), Conocarpus (1 sp.), Laguncularia (1 sp.) and Terminalia (2 spp.). Combretum duarteanum, C. fruticosum, and T. mameluco are considered new records for the state while Terminalia cf. amazonia may also be a new record depending upon the collection of complete specimens to have its identity confirmed. Identification keys to genera and species, descriptions, geographic distribution, taxonomic comments and illustrations are provided.
  • Ericaceae na região central da Cadeia do Espinhaço, Minas Gerais, Brasil Artigos Originais

    Cruz, Ana Carolina Rodrigues da; Nunes-Freitas, André Felippe; Costa, Fabiane Nepomuceno

    Abstract in Portuguese:

    Resumo O presente trabalho visa contribuir para o conhecimento da família Ericaceae na porção central da Cadeia do Espinhaço em Minas Gerais, apresentando dados sobre riqueza, distribuição geográfica e estado de conservação das espécies. A área de estudo inclui as serras ao norte da Serra do Cipó, a Serra do Cabral e o Planalto de Diamantina, regiões que ainda não possuem dados publicados para a família. O levantamento de espécies foi realizado a partir de consultas às coleções de herbários, à literatura e em trabalho de campo. Foram levantadas 27 espécies de Ericaceae. A flora da área de estudo é mais similar à da Serra do Cipó, embora cada região apresente endemismos. Das espécies registradas duas encontram-se na Lista Oficial das Espécies da Flora Brasileira Ameaçadas de Extinção: Gaylussacia oleifolia Dunal e Gaylussacia setosa Kin.-Gouv. Os resultados destacam a elevada riqueza e endemismos da família na área de estudo e a urgente necessidade da realização de pesquisas adicionais a fim de gerar os subsídios para a elaboração de estratégias de conservação mais abrangentes e que protejam efetivamente a biodiversidade do Espinhaço.

    Abstract in English:

    Abstract This study aims to contribute to the knowledge of the Ericaceae family in the central portion of the Espinhaço Range in Minas Gerais, by presenting data of richness, abundance, geographic distribution, and conservation status of the species. The study area includes the mountains to the north of Serra do Cipó, the Serra do Cabral, and the Diamantina Plateau, regions do not yet have published data for the family. The species survey was accomplished from queries to herbaria collections, to the literature, and in the fieldwork. 27 species of Ericaceae were reported. The flora of the area study is most similar to the Serra do Cipó, although each region presents endemisms. Among the recorded species, two are found in the Official List of Brazilian Flora Species Threatened with Extinction: Gaylussacia oleifolia Dunal and Gaylussacia setosa Kin.-Gouv. The results highlight the high wealth and endemism of the family in the study area and the urgent need for additional research in order to generate the subsidies for the elaboration of conservation strategies that are more comprehensive and effectively protect the Espinhaço biodiversity.
  • Flora da Usina São José, Igarassu, Pernambuco: Chrysobalanaceae, Humiriaceae, Lacistemataceae e Trigoniaceae Artigos Originais

    Gomes-Silva, Francione; Macedo, Arthur; Pessoa, Edlley; Alves, Marccus

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Malpighiales compreende 36 famílias com grande heterogeneidade morfológica e está representada por várias espécies na Mata Atlântica ao longo da costa brasileira. Este trabalho é parte da série de monografias taxonômicas de famílias ocorrentes em fragmentos de Mata Atlântica da Usina São José (USJ), Igarassu, Pernambuco. Aqui são apresentados os tratamentos de quatro famílias da ordem Malpighiales: Chrysobalanaceae, Humiriaceae, Lacistemataceae e Trigoniaceae. Coletas foram realizadas em seis fragmentos, entre 2009 e 2017, além de visitas a herbários. Foram reconhecidos nove taxa: Chrysobalanaceae está representada por seis espécies, e as demais famílias por uma espécie cada. As espécies no geral são amplamente distribuídas na América do Sul, com exceção de Couepia rufa, Moquilea tomentosa e Lacistema robustum, que são endêmicas da Mata Atlântica. Uma chave para espécies, descrições, comentários e ilustrações também são fornecidas.

    Abstract in English:

    Abstract Malpighiales comprises 36 families with large morphological heterogeneity and is represented by several species in the Atlantic rain forest along the Brazilian coast. This article is part of a series of taxonomic monographs of families occurring on fragments of Atlantic Forest from Usina São José (USJ), Igarassu, Pernambuco. Treatments to four families of Malpighiales are presented: Chrysobalanaceae, Humiriaceae, Lacistemataceae and Trigoniaceae. Fieldwork was conducted in six fragments, between 2009 and 2017, in addition to visits to herbaria. Nine taxa were found: Chrysobalanaceae is represented by six species, and the other families have a single species each. Most species are widely distributed in South America, except for Couepia rufa, Moquilea tomentosa and Lacistema robustum, which are endemic to the Atlantic Forest. A key to species, descriptions, comments and illustrations are also provided.
  • The genus Eleocharis (Cyperaceae) in the restinga of Pará state, Brazil Original Papers

    Maciel-Silva, Juliene de Fátima; Nunes, Clebiana de Sá; Gil, André dos Santos Bragança

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Foram confirmadas oito espécies de Eleocharis para as restingas do estado do Pará, Brasil: E. bahiensis, E. endounifascis, E. geniculata, E. interstincta, E. minima, E. mutata, E. sellowiana e E. urceolata. Duas espécies são novos registros para o estado: E. bahiensis e E. urceolata. São apresentadas chave de identificação, descrições morfológicas, comentários taxonômicos e pranchas ilustrativas das espécies de Eleocharis ocorrentes na área de estudo.

    Abstract in English:

    Abstract This work reports eight Eleocharis species for the restinga of Pará state, Brazil: E. bahiensis, E. endounifascis, E. geniculata, E. interstincta, E. minima, E. mutata, E. sellowiana, and E. urceolata. Two species are new records for the state: E. bahiensis, and E. urceolata. An identification key, morphological descriptions, taxonomic comments, and illustrations of the species in the study area are provided.
  • The genera Eriosema and Rhynchosia (Leguminosae - Papilionoideae - Phaseoleae) in Northeastern Brazil Artigos Originais

    Oliveira, Ana Carla da Silva; Perez, Ana Paula Fortuna; Silva, Juliana Santos

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Eriosema e Rhynchosia são os únicos gêneros da subtribo Cajaninae com espécies nas regiões tropicais e subtropicais de ambos os hemisférios. Estudos taxonômicos prévios relacionados a ambos os gêneros foram conduzidos apenas em áreas pontuais de diferentes regiões do país, incluindo descrições de espécies novas. Com relação à região Nordeste, esses estudos ainda são incipientes. Objetivou-se realizar o estudo taxonômico das espécies desses gêneros ocorrentes na região Nordeste do país. Para tanto, foram estudadas coleções de 18 herbários e provenientes de coletas. Foram registrados 14 táxons, sendo sete de Eriosema (E. campestre, E. congestum, E. crinitum, E. floribundum, E. rufum, E. simplicifolium e E. venulosum), e sete de Rhynchosia (R. claussenii, R. edulis, R. melanocarpa, R. minima, R. naineckensis, R. phaseoloides e R. reticulata). Rhynchosia claussenii e E. floribundum são citadas pela primeira vez para o Nordeste. Também foram encontrados novos registros para alguns estados, como E. campestre (Maranhão), E. floribundum (Bahia), E. rufum (Ceará e Piauí), R. edulis (Alagoas) e R. reticulata (Pernambuco). Para auxiliar na identificação das espécies são fornecidas chaves de identificação, descrições e ilustrações para todos os táxons.

    Abstract in English:

    Abstract Eriosema and Rhynchosia are the only genera of subtribe Cajaninae which include species that occur in tropical and subtropical regions in both hemispheres. Previous taxonomic studies related to both genera were carried out only in specific areas of different regions of the country, including descriptions of new species. Regarding the Northeast region, these studies are still incipient. This work aimed to perform the taxonomic study of the species of both genera that occur in the Northeast region of the country. To accomplish this, voucher specimens deposited at 18 herbaria and individuals collected by our team were analyzed. In total, 14 taxa were recorded, seven belonging to Eriosema (E. campestre, E. congestum, E. crinitum, E. floribundum, E. rufum, E. simplicifolium, and E. venulosum), and seven belonging to Rhynchosia (R. claussenii, R. edulis, R. melanocarpa, R. minima, R. naineckensis, R. phaseoloides, and R. reticulate). The species R. claussenii and E. floribundum are cited for the first time in Northeast. New records were also found in some states such as E. campestre (Maranhão), E. floribundum (Bahia), E. rufum (Ceará, Piauí), R. edulis (Alagoas), and R. reticulata (Pernambuco). To help the identification of the species, identification keys, descriptions, and illustrations of all taxa are provided.
  • Calea (Asteraceae, Neurolaeneae) in Goiás state, Brazil Artigos Originais

    Silva, Gustavo Henique Lima da; Teles, Aristônio M.

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Calea é um gênero com distribuição neotropical com cerca de 120 espécies, sendo o maior em número de espécies entre os seis gêneros da tribo Neurolaeneae (Asteraceae). No Brasil ocorrem 83 espécies das quais 46 são endêmicas do país. As regiões do Brasil com maior riqueza de espécies são Sudeste (52 spp.) e Centro-Oeste (40 spp.). O estado de Goiás localiza-se no Planalto Central Brasileiro com uma área de 340.111 km2 e é coberto principalmente por fitofisionomias do bioma Cerrado. Para a realização do trabalho foram realizadas coletas botânicas em vários pontos de Goiás durante o período de maio de 2014 à novembro de 2015. Foram examinados materiais de diversos herbários do Brasil e materiais oriundos de coletas próprias. Aqui são reportadas 26 espécies e um complexo de espécies de Calea para o estado de Goiás. É apresentada uma chave de identificação para as espécies ocorrentes no estado, além de descrições, ilustrações, comentários taxonômicos, distribuição geográfica, período de floração e frutificação, bem como material examinado.

    Abstract in English:

    Abstract Calea is a Neotropical genus with 120 species. It is the largest one in number of species among the six genera of the tribe Neurolaeneae (Asteraceae). In Brazil occur 83 species of Calea, these total 46 are endemic of the country. The Brazilian region with more species is the Southeast (52 spp.), and Central-West (40 spp.). The state of Goiás is located in the Brazilian Central Plateau and has an area of approximately 340.111 km2 covered mainly by phytophysiognomies of the Cerrado biome. To perform this work were realized botanical collections in several points of Goiás state from May 2014 to November 2015. We examined materials of several Brazilian herbaria and materials from own collections. Herein are reported 26 species and a complex of species of Calea for the Goiás state. It is presented an identification key, descriptions, illustration, taxonomic comments, phenology, distribution, and examined material.
  • Tephrosia (Leguminosae) in the state of Ceará, Northeast of Brazil Artigos Originais

    Ribeiro, Rayane de Tasso Moreira; Queiroz, Rubens Teixeira de; Loiola, Maria Iracema Bezerra

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Este estudo realizou um levantamento florístico dos representantes de Tephrosia no estado do Ceará, como parte do projeto "Flora do Ceará". O estudo foi baseado na análise comparativa dos caracteres morfológicos de espécimes depositados nos herbários EAC, ESA, HUEFS, IPA, MBM, MOSS, TEPB e UFRN, bibliografias especializadas, fotos de materiais-tipo, além de coletas e observações de campo. Para o estado foram registradas cinco espécies de Tephrosia: T. cinerea, T. domingensis, T. egregia, T. purpurea e T. sinapou. As espécies ocorrem preferencialmente próximo ao litoral, em solos arenosos e antropizados, como floresta estacional semidecidual das terras baixas (tabuleiro costeiro) e vegetação com influência marinha (restinga), com exceção de T. domingensis encontrada nos topos serranos em floresta ombrófila densa (mata úmida). Tephrosia sinapou é nova ocorrência para o Ceará. As espécies, em sua maioria, apresentam ampla distribuição e ocorrem em quatro unidades de conservação no Ceará.

    Abstract in English:

    Abstract This study presents a floristic survey of Tephrosia occurring in the Ceará state, as part of "Flora of Ceará" project. The study was based on the comparative analysis of morphological characters of specimens deposited in herbaria EAC, ESA, HUEFS, IPA, MBM, MOSS, TEPB and UFRN, bibliography, photo-type material, along with collections and field observations. Five species of Tephrosia were recorded in the state: T. cinerea, T. domingensis, T. egregia, T. purpurea e T. sinapou. The species occur preferentially near the coast, in sandy and antropic soils, like seasonal semideciduous forest of the lowlands (coastal board) and vegetation with marine influence (restinga), with the exception of T. domingensis founded in mountain tops in ombrofilous dense forest (wet forest). Tephrosia sinapou is a new record for Ceará state. Most species are widely distributed and occur in four natural reserves in Ceará.
  • Pffafia brunae (Amaranthaceae), new species in Brazil Artigos Originais

    Marchioretto, Maria Salete

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Pffafia brunae constitui-se em nova espécie para a flora brasileira, inserida na secção Pfafffia, que inclui o maior número de espécies no Brasil. Pfaffia brunae é próxima de P. hirtula diferenciando-se desta, principalmente, por apresentar folhas lanceoladas a oblanceoladas, maiores, base da folha decorrente, bráctea mediana oblonga, hialina. A referida espécie foi reconhecida no decorrer da revisão do gênero para o Brasil. São apresentadas descrição, ilustrações, observações sobre o hábitat e distribuição geográfica.

    Abstract in English:

    Abstract Pffafia brunae is a new species of the Brazilian flora. The species is included in the section Pfaffia, which has the largest number of species in the Brazilian teritorry. Pfaffia brunae is close to Pfaffia hirtula, differing by its larger lanceolate to oblanceolate leaves, decurrent leaf base and oblong hyaline bracts. The species was recognized during the revison of the genus Pfaffia in Brazil. Description, ilustrations, observation about the habitat and geographical distribution of the new species are presented.
  • Inventário florístico de samambaias e licófitas de um remanescente de Mata Atlântica no estado do Rio Grande do Sul, Brasil Artigos Originais

    Gonzatti, Felipe

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Um inventário de samambaias e licófitas da Reserva Biológica Estadual Mata Paludosa (REBIO Mata Paludosa), Itati, Rio Grande do Sul, Brasil, é apresentado. Durante o período de um ano, as espécies ocorrentes na REBIO foram registradas, com amostras coletadas e incorporadas no herbário HUCS. As espécies foram classificadas quanto ao hábito, grau de ameaça e sua ocorrência nas distintas fitofisionomias do Rio Grande do Sul. No total foram encontradas 79 espécies, sendo uma licófita e 78 samambaias. As famílias de maior riqueza florística foram Polypodiaceae (12), Dryopteridaceae, Pteridaceae e Thelypteridaceae (10 espécies cada) e Aspleniaceae (nove). As plantas terrestres foram as mais representativas (64%), seguidas pelas epífitas (28%) e hemiepífitas (8%). A maioria das espécies tem padrão de distribuição amplo no Rio Grande do Sul (75%). Encontrou-se populações de cinco espécies localmente ameaçadas de extinção. A REBIO Mata Paludosa representa importantes remanescentes da Mata Atlântica no Estado do Rio Grande do Sul, por apresentar elevada riqueza florística de samambaias e licófitas, espécies de distribuição restrita e ameaçadas de extinção localmente.

    Abstract in English:

    Abstract A checklist of ferns and lycophytes in protected area Reserva Biológica Estadual Mata Paludosa (REBIO Mata Paludosa), municipality of Itati, Rio Grande do Sul, Brazil is presented. During one year, a scan survey was made in all vegetation types where the species were collected and incorporated in the HUCS herbarium. The species were categorized by habit, threat level and distribution pattern on Rio Grande do Sul phytophysiognomies. A total of 79 species were recorded, including one lycophyte and 78 ferns. The families Polypodiaceae (12), Dryopteridaceae, Pteridaceae, and Thelypteridaceae (10 each) and Aspleniaceae (nine) were the richest. Terrestrial species were the most representative (64%) followed by epiphytes (28%), and hemiepyphytes (8%). Most of the recorded species present are widespread (75%). Populations of five locally endangered species were found. The REBIO Mata Paludosa represents important remnants of Atlantic Forest in the State of Rio Grande do Sul, because of its high richness of ferns and lycophytes, endangered species and species with locally restrict distribution patterns.
  • Floristic composition and phytogeography of an Araucaria Forest in the Serra da Mantiqueira, Minas Gerais, Brazil Original Papers

    Santiago, Daniel S.; Oliveira, Ary T.; Menini, Luiz; Carvalho, Fabrício A.; Salimena, Fátima Regina G.

    Abstract in Portuguese:

    Resumo O Parque Estadual da Serra do Papagaio (PESP) possui fragmentos incomuns de Floresta Mista Lati-aciculifoliada (MNF) do estado de Minas Gerais. Os objetivos deste trabalho foram analisar os aspectos florísticos e a distribuição geográfica dos gêneros presentes na MNF do PESP. Foram realizadas coletas mensais (de março de 2012 a junho de 2013) de exemplares férteis (excluindo-se as epífitas) nas áreas de MNF aluvial e de encosta do PESP, com altitudes entre 1.650-2.000 m. Os gêneros foram classificados em sete grupos fitogeográficos de acordo com seu centro de diversidade disponível na literatura. Foram registradas 310 espécies pertencentes a 168 gêneros e 82 famílias de plantas vasculares, sendo as famílias mais ricas: Asteraceae (49 espécies), Melastomataceae (33 espécies) e Rubiaceae (16 espécies). Foi observado a presença de espécies frequentes na floresta montana e alto-montana da Região Sudeste do Brasil, além de gêneros de origem temperada, mostrando que a baixa temperatura causada pela altitude influencia na composição florística da área. A elevada riqueza encontrada denota a importância das áreas de altitude para a diversidade da Floresta Atlântica e evidencia a importância biogeográfica da região por apresentar um fitofisionomia incomum no estado e com espécies endêmicas e ameaçadas.

    Abstract in English:

    Abstract The Parque Estadual da Serra do Papagaio (PESP) harbors some unusual fragments of mixed needle-broadleaved forest (MNF) of Minas Gerais state. This study aims to analyze the floristic composition and geographic distribution of the genera represented in the MNF of the PESP. Collections of fertile specimens of vascular plants (excluding epiphytes) were conducted monthly (March 2012-June 2013) in the alluvial and slope areas of MNF in the PESP, in altitudes ranging from 1,650-2,000 m above sea level. The genera were classified into seven phytogeographic groups that were delimited according to their current diversity centers available in the literature. We recorded 310 species belonging to 168 genera and 82 families of vascular plants. The richest families were Asteraceae (49 species), Melastomataceae (33 species) and Rubiaceae (16 species). We observed the presence of species often found in montane and high montane forests of southeastern region, besides of temperate genera, showing that low temperatures caused by high altitude influence the floristic composition of the area. The high richness found denotes the importance of altitude areas for diversity in Atlantic Forest and highlights the biogeographic importance of the region for presenting an unusual phytophysiognomy in the state with endemic and endangered species.
  • Composição florística e distribuição de Orchidaceae em uma mata ciliar no Rio Grande do Sul Artigos Originais

    Klein, Viviane Pagnussat; Zago, Vivairo; Buzatto, Cristiano Roberto; Lüdtke, Raquel

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Matas ciliares são ambientes que apresentam condições favoráveis para o estabelecimento de Orchidaceae, no entanto, diferenças no gradiente altitudinal e alterações na conservação destes ambientes podem influenciar as espécies presentes. Objetivou-se verificar a composição florística e distribuição de Orchidaceae ocorrentes na mata ciliar do Arroio Canhada Funda em Pouso Novo, Rio Grande do Sul. Cinco pontos foram marcados ao longo do arroio em diferentes altitudes para a realização das coletas, as quais foram efetuadas utilizando-se o Método do Caminhamento. Com medidas de dissimilaridade e análise de agrupamento verificou-se a similaridade florística entre os pontos, e a relação entre riqueza e altitude foi analisada por correlação linear de Pearson. Foram inventariadas 36 espécies e 23 gêneros, sendo Gomesa (5), Acianthera (4) e Cyclopogon (4) os mais representativos. A maior diversidade foi observada em altitudes inferiores a 300 m e onde a vegetação estava mais preservada. Acredita-se que a composição e distribuição de Orchidaceae no local foi influenciada principalmente pelo gradiente altitudinal e pelas condições de conservação da mata ciliar.

    Abstract in English:

    Abstract Riparian forests are known to be a favorable environment for the establishment of Orchidaceae, however, difference in altitudinal gradient and changes in environmental conditions affect species diversity. This study aimed to investigate the composition and distribution of Orchidaceae occurrence in a riparian forest of the river Canhada Funda in Pouso Novo, Rio Grande do Sul. Five sampling points were marked along the stream and the species where sampled by the "Caminhamento" method. With measures of dissimilarity and clustering analysis the floristic similarity between the points was verified and the relation between species richness and altitud was verified by Pearson's linear correlation. Thirty six (36) species and 23 genera were inventoried, being Gomesa (5), Acianthera (4) and Cyclopogon (4) the most representative. The greatest diversity of orchids was observed at elevations below 300 m were vegetation was more preserved. It is believed that the composition and distribution of Orchidaceae in the area was influenced mainly by the altitudinal gradient and the conservation conditions of the riparian forest.
  • Edge effect on the spatial distribution of trees in an Araucaria Rainforest fragment in Brazil Original Papers

    Hentz, Ângela Maria Klein; Corte, Ana Paula Dalla; Sanquetta, Carlos Roberto; Blum, Christopher Thomas

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Neste trabalho objetivou-se avaliar quais espécies florestais apresentam sua distribuição espacial influenciada pelo efeito de borda. Inventários florestais anuais foram realizados em duas parcelas permanentes de 1 hectare cada, divididas em 10 subparcelas retangulares, delimitadas a cada 10 metros de distância da borda. Todos os indivíduos com DAP superior à 10 cm dentro das parcelas foram identificados ao nível de espécie, e para cada indivíduo foram coletadas suas variáveis alométricas e coordenadas geográficas, considerando as categorias vivos, recrutamento e mortalidade. Analisou-se a correlação entre a abundância de cada espécie em cada subparcela, e a distância da subparcela até a borda, pelo Coeficiente de Correlação de Spearman's e por um modelo aditivo generalizado (GAM) com base na distribuição de Poisson. A distribuição de algumas espécies e dos grupos ecológicos foram analisadas pelo modelo de densidade de Kernel. Foi observado um grande número de espécies pioneiras e secundárias iniciais com relação com a distância da borda, geralmente concentradas próximas à borda. As espécies secundárias tardias ou clímax foram observadas melhor distribuídas dentro das parcelas, apesar de que algumas espécies, como Eugenia uniflora foram negativamente afetadas pela presença da borda. A partir desses resultados observa-se que espécies de hábito heliófilo podem ser favorecidas por terem a habilidade de habitar áreas próximas à borda, apesar de que algumas espécies tolerantes à sombra possam também habitar essa região.

    Abstract in English:

    Abstract The objective of this research was to evaluate which species in the Brazilian Araucaria forest have its spatial distribution influenced by edge effects. We performed annual forest inventories inside two one-hectare plots, divided in 10 rectangular subplots, delimited by every 10 meters of edge distance. Each tree with at least 10 cm at DBH was identified to species level, and their allometric measurements and geographical coordinates were recorded considering the categories living, recruitment and mortality. We analyzed the correlation between the abundance of each species in each subplot and its distance by the Spearman's Correlation Coefficient and a Generalized Additive Model (GAM) with a Poisson distribution. We analyzed the distribution of some species and the ecological groups using a Kernel density model. We observed numerous pioneers and early secondary species with relationship with the edge distance, usually concentrated close to the edges. The late secondary/climax species are more evenly distributed in the plots, despite of some species, as Eugenia uniflora, are negatively affected by the edge. From these results, it is observed that some light demanding species can be favored to live close to the edges, even if some shadow tolerant species can inhabit this region as well.
  • Inventários florísticos na região do Caparaó Capixaba revelam novos registros para a flora do Espírito Santo Artigos Originais

    Araújo, Eduardo Alves; Kunz, Sustanis Horn; Dias, Henrique Machado; Carrijo, Tatiana Tavares; Zorzanelli, João Paulo Fernandes

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Inventários florísticos realizados ao sul do estado do Espírito Santo nos últimos anos têm auxiliado a preencher lacunas de coleta de plantas especialmente em áreas de difícil acesso, como a região do Caparaó. Estes estudos resultaram na descoberta de sete espécies de Angiospermas, de ocorrência previamente desconhecida para o estado, coletadas nas Serras do Caparaó e do Valentim. Os materiais coletados foram depositados no herbário VIES. A distribuição geográfica global foi mapeada por meio dos dados obtidos nos sítios Herbário Virtual Reflora e Flora do Brasil 2020. Os sete novos registros aqui reportados para o Espírito Santo pertencem a sete famílias diferentes de Angiospermas: Annonaceae (Guatteria pohliana), Apocynaceae (Peplonia adnata), Asteraceae (Mikania clematidifolia), Cunoniaceae (Weinmannia pinnata), Melastomataceae (Leandra quinquedentata e Pleroma foveolatum) e Ochnaceae (Ouratea campos-portoi). São fornecidos diagnoses das espécies, mapas com a distribuição global atualizada e comentários sobre os ambientes de ocorrência das espécies estudadas. Além de prover informações atualizadas ao Projeto Flora do Espírito Santo, esses dados poderão ser utilizados pelos taxonomistas para atualização do sítio Flora do Brasil 2020. Isto será especialmente útil para aquelas famílias que ainda não estão sendo monografadas na Flora do Espírito Santo.

    Abstract in English:

    Abstract Floristic inventories carried out in the south of the Espírito Santo state in recent years have helped to fill gaps in plant collection, especially in difficult access areas such as the Caparaó region. These studies resulted in the discovery of seven species of Angiosperms previously unknown to the state, collected in the Caparaó and Valentim highlands. The voucher specimens are housed at VIES herbarium. The global geographic distribution was obtained from the Herbário Virtual Reflora and Flora do Brasil 2020 sites. The seven new records reported for the Espírito Santo belongs to seven different families of Angiosperms: Annonaceae (Guatteria pohliana), Apocynaceae (Peplonia adnata), Asteraceae (Mikania clematidifolia), Cunoniaceae (Weinmannia pinnata), Melastomataceae (Leandra quinquedentata e Pleroma foveolatum) e Ochnaceae (Ouratea campos-portoi). Diagnoses based on species morphology, maps with updated global distribution and comments about the environment of the studied species are provided. In addition to providing up-to-date information to the Flora of Espírito Santo Project, this data can be used by taxonomists to update the Flora do Brasil 2020 site. This will be especially useful for those families who are not yet being monographed in the Flora of Espírito Santo.
  • Vascular plant species of the floating vegetation rafts from the Río de la Plata (Argentina) Original Papers

    Guerrero, Elián Leandro; Agnolin, Federico Lisandro; Benedictto, Mariana; Gambeta, Diego; Lara, Felipe Andrés Suazo; Derguy, María Rosa; Apodaca, María José

    Abstract in Spanish:

    Resumen En los ríos sudamericanos, Eichhornia crassipes y otras plantas flotantes se entrelazan y forman balsas flotantes conocidas comúnmente como "camalotales" especialmente abundantes durante los períodos de inundación. Durante las inundaciones, grandes superficies de estas balsas flotantes son derivadas por los ríos de la Cuenca del Plata. En el Río de la Plata numerosos trabajos sugieren que muchas especies de animales y plantas de latitudes subtropicales colonizan el área a través de estas grandes balsas. Estos episodios son muy importantes desde el punto de vista económico debido a que causan varios problemas de navegación y otras actividades. Por otro lado, para la biodiversidad tiene beneficios evidentes, y muchos autores consideran este proceso vital para los humedales y bosques del Río de la Plata. Sin embargo, hay escaso conocimiento sobre la composición de las especies de plantas de los camalotales. Con el fin de crear una lista exhaustiva de su flora, visitamos la costa del Río de la Plata durante una llegada masiva. Treinta y dos especies de plantas se registraron en tres complejos diferentes: camalotales sensu stricto, pajonales flotantes (canutillares) y embalsados. Frente a este inesperado hecho, enfatizamos la necesidad de incluir este fenómeno en los planes regionales de conservación de la biodiversidad.

    Abstract in English:

    Abstract In South American rivers, Eichhornia crassipes and other floating plants intertwine and form floating rafts commonly known as "camalotales" which are especially abundant during flooding periods. During extraordinary floods, hectares of floating mats are drifted by the Plata Basin Rivers. In the Río de la Plata several reports suggest that many animal and plant species from subtropical latitudes colonizes the area through these large rafts. These episodes are very important from the economic point of view because they cause several troubles to navigation and other activities. On the other hand, benefits to biodiversity are conspicuous, and many authors consider this process vital to the Río de la Plata wetlands and forests. However, there is scarce knowledge about Eichhornia rafts plant species composition. With the aim of creating an exhaustive list of the flora of the Eichhornia rafts, we visited the Río de la Plata coast during a massive Eichhornia rafts arrival. Thirty-two plant species were recorded in three different plant assemblages: Eichhornia rafts sensu stricto, floating reeds (canutillares) and embalsados. In front of this unexpected we emphasize the need to include this phenomenon in regional biodiversity conservation plans.
  • Diversity of green algae (Chlorophyta) from bromeliad phytotelmata in areas of rocky outcrops and "restinga", Bahia state, Brazil Original Papers

    Ramos, Geraldo José Peixoto; Bicudo, Carlos Eduardo de Mattos; Moura, Carlos Wallace do Nascimento

    Abstract in Portuguese:

    Resumo O presente estudo refere-se ao levantamento das espécies de algas verdes (Chlorophyta) ocorrentes em ambientes fitotelmatas bromelícolas de áreas de afloramentos rochosos (Serra da Jibóia) e restinga (Parque das Dunas), Bahia, Brasil. Foram identificados 23 táxons incluindo três espécies (Asterococcus superbus, Gongrosira papuasica e Lagerhemia chodatti) que estão sendo registradas pela primeira vez para o Brasil e duas espécies de Oedogonium (Oedogonium pulchrum and O. areschougii) que foram novamente coletadas para o Brasil após 115 anos.

    Abstract in English:

    Abstract A floristic survey for green algae (Chlorophyta) from bromeliad phytotelmata of areas of rocky outcrop (Serra da Jibóia) and "restinga" (Parque das Dunas), Bahia state, Brazil is presented here. A total of twenty-three taxa were identified, including three species (Asterococcus superbus, Gongrosira papuasica and Lagerhemia chodatti) that are newly reported for Brazil and two Oedogonium species (Oedogonium pulchrum and O. areschougii) that were recollected in Brazilian territory after 115 years.
  • The genus Chara (Charophyceae, Characeae) of Metropolitan regions of Salvador and Feira de Santana, Bahia, Brazil Artigos Originais

    Ribeiro, Camila dos Anjos; Ramos, Geraldo José Peixoto; Bueno, Norma Catarina; Prado, João Fernando; Moura, Carlos Wallace do Nascimento

    Abstract in Portuguese:

    Resumo O levantamento florístico do gênero Chara (Charophyceae, Characeae) nas Regiões Metropolitanas de Salvador e de Feira de Santana, foi realizado em 30 estações de coleta abrangendo seis municípios da RMS e seis da RMFS. Caracteres vegetativos e reprodutivos empregados na taxonomia do grupo foram analisados através de microscopia ótica e através de microscopia eletrônica de varredura dos oósporos. Foram identificadas seis espécies: C. diaphana, C. hydropitys, C. kenoyeri, C. martiana, C. rusbyana e C. zeylanica. Com exceção de C. hydropitys, reencontrada 186 anos após a primeira coleta na Bahia, os demais táxons são adições à ficoflora do estado. O emprego de microscopia eletrônica subsidiou a interpretação da ultraestrutura da parede do oósporo das espécies de Chara e a diferenciação de táxons morfologicamente semelhantes. A ultraestrutura da parede do oósporo de C. martiana é descrita pela primeira vez.

    Abstract in English:

    Abstract The floristic survey of the genus Chara (Charophyceae, Characeae) in the Metropolitan Regions of Salvador and Feira de Santana, was carried out in 30 sampling station comprise six counties of RMS and six of RMFS. Vegetative and reproductive characters used in the taxonomy of the group were analyzed by optical microscopy and by scanning electron microscopy of oospores. Six species were identified: C. diaphana, C. hydropitys, C. kenoyeri, C. martiana, C. rusbyana, and C. zeylanica. Except C. hydropitys, rediscovered 186 years after the first citation for Bahia, all other taxa are additions to the phycoflora of Bahia state. The use of electron microscopy subsidized the interpretation of the ultrastructure of the oospore wall of the Chara species, and the differentiation of morphologically similar taxa. The ultrastructure of the wall of the oospore of C. martiana is described for the first time.
  • A new species of Trichodesmium (Cyanobacteria) from freshwaters, Brazil Original Papers

    Sant'Anna, Célia L.; Gama, Watson A.; Silva, Thais G.; Vieira, Armando A.H.

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Trichodesmium é um gênero tipicamente planctônico cujos tricomas estão dispostos em fascículos ou radialmente em colônias. Com base em estudos morfológicos, existem 11 espécies de Trichodesmium descritas, das quais nove são para ambientes marinhos e apenas duas para águas continentais. Este gênero é conhecido principalmente por sua capacidade de formar florações e produzir toxinas em ambientes marinhos tropicais e subtropicais. Contudo, não há informações sobre produção de toxinas por suas espécies de água-doce. Foi apenas com os estudos moleculares que a taxonomia das espécies marinhas começou a ser resolvida. Contudo, até o presente, não há material disponível para a realização de estudos moleculares com as espécies de ambientes continentais. Durantes o estudo das microalgas do Estado de São Paulo, uma população similar a Trichodesmium foi encontrada em uma lagoa utilizada para recreação. Os organismos analisados formavam fascículos compostos por tricomas homocitados e não atenuados, com aerótopos presentes; características que os tornam diferentes de outras espécies de Trichodesmium. Assim, descrevemos a espécie Trichodesmium brasiliense sp. nov. a partir da análise de espécimes de águas continentais brasileiras. Adicionalmente, sugerimos a revisão de algumas citações da literatura brasileira para T. lacustre e inclusão dessas na sinonímia da nova espécie descrita.

    Abstract in English:

    Abstract Trichodesmium is a typical planktic genus in which trichomes are disposed either in fascicles or radially in rounded colonies. Based on morphological studies, there are eleven species of Trichodesmium, out of which nine are from marine environments and only two from freshwaters. Trichodesmium is mainly known for its capacity to form blooms and produce toxins in marine tropical and subtropical environments. There is no information about the capacity of the freshwater Trichodesmium species to produce toxins. It was only with molecular studies that the taxonomy of marine Trichodesmium started to be solved. However, up to now, no material has been available for molecular analyses of freshwater species. During the studies of microalgae from São Paulo state, a population resembling Trichodesmium was found in a recreational pond. The analyzed organisms formed fascicles of homocyted and not attenuated trichomes and cells with gas vesicles, a set of features that makes them different from the other freshwater Trichodesmium species. Thus, we have described the species Trichodesmium brasiliense sp. nov. based on material from Brazilian inland water. Also, we have suggested revision of some Brazilian literature citations of T. lacustre and their inclusion in the synonym of this new species.
  • Parâmetros ecológicos de fungos em Bromeliaceae em ecossistemas naturais e cultivadas na Bahia Artigos Originais

    Palha, Patrícia Martins Galvão; Silva, Jérsica dos Santos; Silva, Julielton Santos da; Lima, Thaís Emanuelle Feijó de; Marques, Marcos Fábio Oliveira; Bezerra, José Luiz

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Entre maio/2015 e fevereiro/2016 foi realizado um estudo objetivando estimar a riqueza, frequência e similaridade fúngica associada a Bromeliaceae de três áreas no estado da Bahia: Serra da Jibóia (município de Santa Terezinha), Morro da Redenção (município de Campo Formoso) e Orquilândia Tropical (município de Camaçari). Foram coletadas amostras de três espécies de Bromeliaceae por área: Alcantarea nahoumii, Vriesea bahiana, Aechmea sp. (Serra da Jibóia); Aechmea aquilega, Hohenbergia catingae, Tillandsia gardneri (Morro da Redenção) e Aechmea victoriana, A. naohoumii, Neoregelia compacta (Orquilândia Tropical). Foram selecionados dez indivíduos de cada espécie, destes, três folhas com sintomas ou sinais de fungos foram coletadas. Em laboratório efetuou-se o isolamento indireto dos fragmentos de folhas com desinfestação em álcool 70%, NaOCl 1% e lavagens em água destilada. Foram obtidos 19 gêneros distribuídos em 27 táxons. Na Orquilândia Tropical obteve-se a maior riqueza de espécies (17 táxons), as demais áreas apresentaram 14 táxons. Houve baixa similaridade fúngica nas plantas estudadas: 16,6% a 50% - Serra da Jibóia, 33,3% a 58,8% - Morro da Redenção e 23,3% a 58,3% - Orquilândia Tropical. Constatou-se diversidade fúngica para as espécies de bromélias tanto em ecossistemas naturais como em áreas cultivadas.

    Abstract in English:

    Abstract Between May/2015 and February/2016 a study was carried out to estimate the richness, frequency and fungal similarity associated with Bromeliaceae from three areas in the Bahia state: Serra da Jibóia (municipality of Santa Terezinha), Morro da Redenção (municipality of Campo Formoso) and Orquilândia Tropical (municipality of Camaçari). Three species of Bromeliaceae were selected by area: Alcantarea nahoumii, Vriesea bahiana, Aechmea sp. (Serra da Jibóia); Aechmea aquilega, Hohenbergia catingae, Tillandsia gardneri (Morro da Redenção) and Aechmea Victoriana, A. naohoumii, Neoregelia compacta (Orquilândia Tropical). For each plant species 10 individuals were selected and three leaves of each with symptoms or fungal signs were collected. In the laboratory, indirect isolation was performed, which consisted of disinfestation in alcohol 70%, NaOCl 1% and washing in distilled water of leaf fragments. A total richness of 19 genera distributed in 27 taxa was found in Orquilândia tropical the great species richness was obtained (17 taxa) and the other areas presented 14 taxa each. There was a low similarity between fungal communities in the studied plants: 16.6% to 50% - Serra da Jibóia, 33.3% to 58.8% - Morro da Redenção and 23.3% to 58.3% - Orquilândia Tropical. The study revealed a fungal diversity occuring in different species of bromeliads, both in natural ecosystems and in cultivated areas.
  • O gênero Olpidiopsis (Oomycota) no Nordeste do Brasil Artigos Originais

    Rocha, José de Ribamar de Sousa; Machado, Joseane Lustosa; Silva, Janete Barros da; Trindade, Osiel César da; Santos, Leilane de Abreu; Rodrigues, Edilson Páscoa; Cronemberger, Áurea Aguiar

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Estudos sobre a diversidade de oomicetos foram realizados de 1998 a 2016, na Bahia, Maranhão e Piauí, e parasitas biotróficos holocárpicos zoospóricos de quitrídias, glomeromicetos e oomicetos foram identificados como Olpidiopsis achlyae, O. aphanomycis, O. fusiformis, O. karlingae, Olpidiopsis sp1 e Olpidiopsis sp2. A ocorrência de O. karlingae é novo relato para a América do Sul e de O. aphanomycis, para o Brasil. Os táxons encontrados foram descritos, ilustrados e comentados. A diversidade de termos da literatura especializada para identificação das estruturas morfológicas de Olpidiopsis foi padronizada. São propostas as sinonímias de O. braziliensis (= Pseudolpidium achlyae) com O. fusiformis e de Cornumyces karlingae com O. karlingae.

    Abstract in English:

    Abstract Studies on the diversity of oomycetes were carried out from 1998 to 2016, in the states of Bahia, Maranhão and Piauí, and biotrophic holocarpic zoosporic parasites of chitrids, glomeromycetes and oomycetes were identified as Olpidiopsis achlyae, O. aphanomycis, O. fusiformis, O. karlingae, Olpidiopsis sp1 and Olpidiopsis sp2. The occurrence of O. karlingae is a new report for South America, and O. aphanomycis, for Brazil. The taxa found were described, illustrated, and commented. The diversity of terms of the specialized literature for identification of morphological structures of Olpidiopsis was standardized. Are proposed synonyms of O. braziliensis (= Pseudolpidium achlyae) with O. fusiformis and Cornumyces karlingae with O. karlingae.
  • Altitude e solos determinam variações abruptas da vegetação em gradiente altitudinal de Mata Atlântica1 Artigos Originais

    Caglioni, Eder; Uhlmann, Alexandre; Curcio, Gustavo Ribas; Ramos, Michele Ribeiro; Bonnet, Annete; Junckes, Anilton Ricardo

    Abstract in Portuguese:

    Resumo A variação da vegetação em gradientes altitudinais geralmente é condicionada pelo gradiente térmico. Neste estudo, hipotetizamos que a estrutura da vegetação varie abruptamente como resultado de ambientes muito distintos cuja formação não está relacionada somente com a altitude e o clima. Definimos três áreas no Parque Botânico Morro do Baú, Ilhota, SC. Em cada, alocamos 50 parcelas de 100 m2 (Área 1 - 340 m; Área 2 - 540 m; Área 3 - 810 m s.n.m.). Medimos os espécimes com PAP ≥ 15 cm. Elaboramos diagrama de Venn e comparamos as Áreas por meio de curvas de rarefação. Aplicamos DCA e ordenação por NMDS para identificar o grau de variação na vegetação. Devido à forte distinção das demais, comparamos a Área 3 com outros levantamentos. A estrutura arbórea varia abruptamente entre as Áreas 1/2 e a 3, sendo esta última uma verdadeira floresta altomontana determinada pelos efeitos conjuntos de altitude, clima, solos e geomorfologia. Regionalmente, entretanto, as similaridades não são maiores com outras florestas altomontanas, mas sim com áreas próximas e de altitude aproximada.

    Abstract in English:

    Abstract The variation of vegetation in altitudinal gradients is usually conditioned by the thermal gradient. We hypothesized that the vegetation structure varies abruptly as a result of very distinct environments whose formation is not only related to altitude and climate. We selected three areas in the Morro do Baú, in Ilhota municipality, Southern Brazil. In each, we allocated 50 plots of 100 m2 (Area 1 - 340 m a.s.l., Area 2 - 540 m a.s.l. and Area 3 - 810 m a.s.l.). We measured all individuals with DBH ≥ 4,77 cm. We elaborated a Venn diagram and compare areas using rarefaction curves. We applied DCA and NMDS ordination to identify the degree of vegetation variation. Because of its strong distinction, we compared Area 3 with part of the data from IFFSC. The vegetation structure varies abruptly between Areas 1/2 and 3, the latter being a true cloud forest determined by the joint effects of altitude, climate, soils and geomorphology. Regionally, however, the similarities are not greater with other cloud forests, but with areas near and of approximately the same altitude.
  • Impact of climate change on the potential geographical distribution of Ilex paraguariensis Artigos Originais

    Silva, Mariéle Alves Ferrer da; Higuchi, Pedro; Silva, Ana Carolina da

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Foi modelado o nicho climático e avaliamos o impacto de mudanças climáticas sobre a distribuição geográfica potencial de Ilex paraguariensis. Esta espécie apresenta elevada importância sociocultural, econômica e ecológica na porção sul da Floresta Atlântica. As áreas de ocorrência foram definidas por meio das coordenadas geográficas das localidades onde a espécie foi registrada. Foram consideradas oito variáveis climáticas obtidas a partir da base de dados do WorldClim. A modelagem do nicho climático da espécie foi realizada por meio de dez algoritmos. A predição da área de adequabilidade climática, contemporânea e futura (2070) da espécie, foi realizada a partir do consenso dos ajustes com boa performance (TSS > 0,40). Para predições futuras, foram considerados cenários de mudanças climáticas otimista (RCP4.5) e pessimista (RCP8.5), com base no quinto relatório do IPCC. Verificou-se que a espécie ocorre, predominantemente, no domínio Atlântico. Enquanto que no cenário otimista, I. paraguariensis apresentou redução de 65,8% de sua área de adequabilidade climática, no cenário mais pessimista, a redução foi de 82,1%, sendo as perdas concentradas nas áreas periféricas das projeções de ocorrência.

    Abstract in English:

    Abstract We modelled the climatic niche and evaluated the impact of climate changes on the potential geographic distribution of Ilex paraguariensis. This species has high social-cultural, economic and ecological importance in the southern portion of the Atlantic Forest. The occurrence areas were defined by the geographical coordinates of the localities where the species was recorded. Eight climatic variables were obtained from the WorldClim database. The species climatic niche modelling was performed using ten algorithms. The predictions of contemporary and future (2070) areas of climatic suitability were carried out from the consensus of TSS > 0.40 fits. For future predictions, an optimist (RCP4.5) and pessimist (RCP8.5) scenarios were considered, based on the fifth IPCC report. We observed that the species occurs predominantly in the Atlantic Domain. While in the optimistic scenario I. paraguariensis presented a reduction of 65.8% of its area of climatic suitability, in the most pessimistic scenario the reduction reached 82.1%, being the range losses concentrated in peripheral areas of occurrence projections.
  • Integrating remote sensing and phytosociology of the Atlantic Forest to map a small continental island in southeastern Brazil: subsidies to protect the habitat of critically endangered species Original Papers

    Kurtz, Bruno Coutinho; Magalhães, Adriana Melo; Seabra, Vinícius da Silva; Richter, Monika; Caris, Elisa Araujo Penna

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Queimada Grande (IQG) é uma pequena ilha, legalmente protegida, ao largo da costa sudeste do Brasil, que abriga duas espécies endêmicas e criticamente ameaçadas da herpetofauna: a jararaca ilhoa (Bothrops insularis) e uma perereca (Scinax peixotoi); sua vegetação, entretanto, tem sido pouco estudada. Nós integramos sensoriamento remoto e inventário fitossociológico da Floresta Atlântica na IQG para caracterizar o habitat destas duas espécies e subsidiar sua conservação in situ. A IQG apresenta um mosaico de Floresta Atlântica, vegetação sobre afloramento rochoso, vegetação antrópica, incluindo espécies exóticas invasoras, e superfícies de rocha nua. A Floresta Atlântica madura, habitat preferencial de B. insularis e S. peixotoi, cobre atualmente ~28 ha (~50%) da ilha e apresenta riqueza arbórea muito baixa e estrutura oligárquica. As espécies mais importantes são Guapira opposita, Rudgea minor e Aspidosperma australe. Formações antrópicas cobrem ~9% da ilha e não parecem ter se expandido nos últimos anos. Com base nas condições locais, nós recomendamos o monitoramento permanente da IQG e o uso de espécies arbóreas locais em projetos para restaurar o habitat destas duas espécies ameaçadas.

    Abstract in English:

    Abstract Queimada Grande (QGI) is a small, legally protected island off the southeastern coast of Brazil that harbors two endemic and critically endangered herpetofauna species: the Golden Lancehead viper (Bothrops insularis) and a hylid frog (Scinax peixotoi); its vegetation, however, has been little studied. We integrated remote sensing and phytosociology of the Atlantic Forest on QGI to characterize the habitat of those two species and support their in situ conservation. QGI retains a mosaic of Atlantic Forest, rock outcrop and anthropogenic vegetation, including invasive alien species, and bare rock surfaces. Mature Atlantic Forest, the preferential habitat of B. insularis and S. peixotoi, currently covers ~28 ha (~50%) of QGI and shows very low tree richness and an oligarchic structure. The most important species are Guapira opposita, Rudgea minor and Aspidosperma australe. Anthropogenic formations cover ~9% of the island and do not seem to have expanded in recent years. Based on local conditions, we recommend permanent monitoring of QGI and the use of local tree species in projects to restore the habitat of those two endangered species.
  • Anatomy of the vegetative organs as subsidy to the taxonomy of Geissospermum (Apocynaceae - Rauvolfioideae) Artigos Originais

    Silva, Breno Ricardo Serrão da; Gil, André dos Santos Bragança; Simões, André Olmos

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Considerando as semelhanças morfológicas interespecíficas em Geissospermum e a dificuldade de coletar e consultar espécimes férteis, este trabalho visa detectar potenciais caracteres diagnósticos para o grupo através da análise de órgãos vegetativos. Para tal, amostras caulinares e foliares de G. argenteum, G. laeve, G. reticulatum, G. sericeum, e G. urceolatum foram coletadas de exsicatas incorporadas nos herbários HAMAB, INPA e MG e processadas segundo técnicas usuais de anatomia vegetal. As espécies foram comparadas mediante uma matriz binária de caracteres e submetidas a métodos de agrupamento (UPGMA) para obtenção de fenograma e, posteriormente, confeccionada uma chave de identificação dicotômica para as espécies estudadas. A análise fenética mostrou que as espécies mais semelhantes anatomicamente são G. argentem e G. sericeum, G. laeve e G. reticulatum, sendo G. urceolatum a mais distinta entre elas. Nossos resultados demonstram que a anatomia dos órgãos vegetativos contribuiu na identificação das espécies de Geissospermum, mesmo na ausência de órgãos reprodutivos. O formato das células epidérmicas, persistência dos tricomas, disposição dos braquiesclereídeos, contorno e vascularização do pecíolo foram as características mais importantes no reconhecimento dos taxa.

    Abstract in English:

    Abstract Considering the interspecific morphological similarities in Geissospermum and the difficulty of collecting fertile specimens of the genus, this work aimed to provide potential diagnostic anatomical characters for the group based on the analysis of vegetative organs. For this, stem and leaf samples of G. argenteum Woodson, G. laeve (Vell.) Miers, G. reticulatum A.H. Gentry, G. sericeum Miers, and G. urceolatum A.H. Gentry were collected from exsicates deposited at the herbaria HAMAB, INPA and MG and processed according to standard plant anatomy techniques. The studied species were then compared on a binary matrix of characters submitted to methods of grouping (UPGMA) to obtain a phenogram and, posteriorly, a dichotomous identification key. Our phenotype analysis showed that the most similar anatomically species are G. argenteum with G. sericeum, G. laeve with G. reticulatum, and G. urceolatum being the most distinct species in the genus. Our results show that the anatomy contributed to the identification of Geissospermum, even in the absence of reproductive organs. The epidermal cell shape, persistence of trichomes, brachycleral arrangement, contour and vascularization of the petiole were the most important features to the recognition of taxa within the taxa.
  • Comparative wood anatomy of Ficus cestrifolia (Moraceae) in two distinct soil conditions Original Papers

    Melo, João Carlos Ferreira de; Amorim, Maick Willian; Soffiatti, Patrícia

    Abstract in Portuguese:

    Resumo O lenho responde às variáveis ambientais e o solo tem um impacto direto no xilema secundário. Este estudo compara a anatomia de duas populações de Ficus cestrifolia (Moraceae) de terras baixas no Sul do Brasil (MAQ e SJS), em duas áreas com climas semelhantes, mas diferentes condições nutricionais dos solos. As amostras de lenho foram coletadas a altura do peito e preparadas segundo técnicas usuais de anatomia da madeira para descrição qualitativa e quantitativa. Amostras de solo foram coletadas e submetidas a análise de nutrientes. As médias foram comparadas utilizando-se o teste t em ambiente R. Foram calculados o índice de vulnerabilidade para ambas as populações. As características qualitativas foram semelhantes entre as duas populações. MAQ apresentou os maiores níveis de macro e micronutrientes no solo, e a população apresentou os maiores valores para frequência dos vasos, espessura da parede das fibras e menor índice de vulnerabilidade, enquanto que a de SJS apresentou fibras mais longas, raios mais largos e uma frequência maior de raios, além de um maior índice de vulnerabilidade. Estas características indicam que a população de MAQ possui uma estrutura do xilema mais segura e eficiente para a condução de água. Sob a influência de clima e tipo de solo semelhantes, as diferenças com relação às características do lenho entre as populações podem ser consideradas uma resposta ecológica ao conteúdo nutricional dos solos.

    Abstract in English:

    Abstract Wood anatomical traits respond to environmental variables and among them, soil has a direct impact on secondary xylem. This study compares the wood anatomy of two populations of Ficus cestrifolia occurring in two lowland formations of Southern Brazil (MAQ and SJS) with similar climate but different soil conditions. Wood samples were collected at breast height and prepared according to standard wood anatomy techniques. Soil samples were collected and subjected to a nutrient analysis. Wood was described quali and quantitatively. The qualitative wood anatomical features of both populations were similar. Some quantitative differences were observed. In MAQ area, the levels of macro- and micronutrients were higher than in SJS. Its population presented higher vessel frequency, thicker-walled fibers, and lower vulnerability index. SJS's population had longer fibers, wider rays and a higher ray frequency, and higher vulnerability index. This suite of characters indicates that the MAQ population has a safer and more efficient xylem structure for water conduction. Under the influence of similar climate and soil type, differences regarding wood anatomical traits found between the two populations of Ficus cestrifolia can thus be regarded as an ecological response to the micro-environmental soils nutrients composition.
  • Germinação, desenvolvimento inicial e morfoanatomia de cactáceas epifíticas Artigos Originais

    Cury, Raquel Kremer; Randi, Aurea Maria; Santos, Marisa

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Cactáceas epífitas com potencial ornamental são encontradas na Mata Atlântica brasileira. As diferenças no processo de germinação e desenvolvimento inicial, entre espécies vegetais são de interesse na produção e estabelecimento de mudas. Este estudo teve por objetivo investigar a germinação e o desenvolvimento pós-seminal in vitro, em água e ágar, e a morfoanatomia do caule de indivíduos adultos, crescendo no ambiente natural de Rhipsalis neves-armondii, Rhipsalis teres e Lepismium cruciforme, ocorrentes em Santa Catarina. Análises do crescimento e desenvolvimento foram determinadas por medidas de comprimento, massa seca, teor de clorofilas e carotenóides. Análises anatômicas do hipocótilo e caule foram obtidas por secções transversais e paradérmicas utilizando técnicas clássicas. O desenvolvimento de plântulas, em água e ágar, indicou ser indispensável a incrementação de nutrientes, pois as substâncias de reserva foram exauridas até os 60 dias de cultivo. Em ágar, as sementes de R. neves-armondii não germinaram. Características anatômicas do hipocótilo das plântulas, bem como do caule dos indivíduos adultos, de R. teres e L. cruciforme foram similares. Cutícula espessa e parênquima aquífero constatados no hipocótilo e nos caules são características xéricas, importantes para economia hídrica destas epífitas que são protegidas da irradiação solar pelo forófito, mas com limitação de disponibilidade água.

    Abstract in English:

    Abstract Epiphytic Cactaceae with ornamental potential are found in the Brazilian Atlantic Forest. Differences in the germination process and post-initial development among plant species are of interest in the production and establishment of seedlings. This study aimed to investigate the germination and post-seminal development in vitro, in water and agar, and the stem morpho-anatomy of adult individuals growing in the natural environment of Rhipsalis neves-armondii, R. teres and L. cruciform, occurring in Santa Catarina. Growth and development analyzes were determined by measurements of length, biomass, chlorophyll and carotenoid content. Anatomical analyzes of the hypocotyl and stem were obtained by cross - sections and parsimony using classical techniques. The development of seedlings in water and in agar, indicated that it is indispensable to increase nutrients, because the reserve substances were depleted until 60 days of cultivation. In agar, the seeds of R. neves-armondii did not germinate. Anatomical features of the hypocotyl of R. teres and L. cruciforme seedlings were similar. The stem of these species adult individuals also revealed a similar histological constitution. Cuticle thick and water-storage parenchyma verified in the hypocotyl of the seedlings and the stems of adult plants are xeric characteristics, important for water economy of these epiphytes that are protected of the solar irradiation by the phorophyte, but with limitation of water availability.
  • Germination, growth and morpho-anatomical development of Catasetum macrocarpum (Orchidaceae) in vitro Original Papers

    Ferreira, Wagner de Melo; Oliveira, Sidney Pereira de; Suzuki, Rogério Mamoru; Silva, Kellen Lagares Ferreira; Soares, Jack Wild Pereira

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Catasetum macrocarpum é uma orquídea epifítica que está sob forte pressão ambiental no estado do Tocantins. Este trabalho teve como objetivo estudar a germinação, crescimento e desenvolvimento anatômico de C. macrocarpum sob condições in vitro. Foram estudados os efeitos de três meios de cultura na germinação e na multiplicação e crescimento de plântulas: Murashige & Skoog (MS e ½MS), Knudson C, and Vacin & Went (VW). Avaliaram-se os efeitos de diferentes concentrações de benziladenina (BA) e ácido naftalenoacético (ANA) na multiplicação e crescimento de plantas com 120 dias de idade. Estudos anatômicos foram conduzidos em protocormos em diferentes estágios de desenvolvimento. A aclimatização também foi realizada. Knudson C foi o melhor meio para a germinação enquanto que o VW promoveu o melhor desenvolvimento dos protocormos. O meio ½MS foi o mais eficaz para a multiplicação e crescimento das plântulas. BA na concentração de 1 mg L-1 foi o melhor tratamento para a formação de brotos e folhas. ANA na concentração de 0,5 mg L-1 favoreceu fortemente o enraizamento. Os estudos anatômicos revelaram que os estágios iniciais do desenvolvimento de C. macrocarpum nem sempre coincidem com as fases morfológicas descritas. A aclimatização das plantas foi eficaz em relação à porcentagem de sobrevivência.

    Abstract in English:

    Abstract Catasetum macrocarpum is an epiphytic orchid that has been subjected to strong environmental pressure in the state of Tocantins. This investigation aimed at studying the germination, growth and morpho-anatomical development of C. macrocarpum under in vitro conditions. The effects of three culture media on the in vitro germination and on the multiplication and growth of 90-day-old seedlings were studied: Murashige & Skoog (full- and half-strength), Knudson C, and Vacin & Went. The effects of different concentrations of benzyladenine (BA) and naphthaleneacetic acid (NAA) on the multiplication and growth of 120-day-old plants were evaluated. Anatomical studies were conducted on protocorms at different developmental stages. Acclimatization was also carried out. Knudson C was the best medium for seed germination whereas Vacin & Went promoted the greatest protocorm development. Half-strength Murashige & Skoog was the most effective medium for seedling multiplication and growth. The results revealed that 1 mg L-1 BA was the best treatment for shoot proliferation and leaf production. NAA at 0.5 mg L-1 strongly favored root formation. The anatomical study revealed that the early stages of C. macrocarpum development do not always coincide with the morphological phases described. The acclimatization of C. macrocarpum plants provided successful results regarding plant survival.
  • Phytotoxic effects of Morus nigra aqueous extract on germination and seedling growth of Lactuca sativa Original Papers

    Vieira, Letícia Rodrigues; Silva, Eliane Regina da; Soares, Geraldo Luiz Gonçalves; Fior, Claudimar Sidnei; Ethur, Eduardo Miranda; Hoehne, Lucélia; Freitas, Elisete Maria de

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Algumas espécies exóticas vêm ameaçando a integridade dos ecossistemas naturais pelo seu potencial invasor. Elas podem ser favorecidas pelo lançamento de compostos secundários no solo. Morus nigra (Moraceae) é uma espécie invasora de florestas ribeirinhas no sul do Brasil. O objetivo do estudo foi verificar se o extrato aquoso dos frutos e folhas frescas e secas apresentam efeitos fitotóxicos sobre a germinação, o crescimento e a integridade de membranas de plântulas de Lactuca sativa. Foram testadas as concentrações 0,1; 0,25; 0,5; 0,75; 1; 2,5; 5; 7,5 e 10%. A taxa e o índice de velocidade de germinação foram definidos. O crescimento inicial foi obtido com as medidas do comprimento de raiz e parte aérea. A integridade das membranas foi estimada através de medidas de condutividade. Os resultados evidenciaram os efeitos fitotóxicos dos extratos aquosos, causando a inibição significativa da germinação e no crescimento inicial das plântulas. Os efeitos fitotóxicos dos extratos das folhas frescas e secas foram superiores ao do fruto. Além disso, os extratos causaram alterações na estrutura das membranas e deformações morfológicas nas plântulas, como radículas necrosadas e plantas acloríticas. A alta fitotoxidez dos extratos M. nigra foi evidenciada, indicando o seu potencial alelopático.

    Abstract in English:

    Abstract Some exotic species threat the integrity of natural environments due to their invasive potential. They can affect other species by releasing secondary compounds in the soil. Morus nigra (Moraceae) is an invasive species of riparian forests in southern Brazil. The objective of this study was to verify if the aqueous extracts of fruit, fresh and dry leaves of M. nigra show phytotoxic effects on germination, seedling growth and membrane integrity of seedlings of Lactuca sativa. Extract concentrations of 0.1, 0.25, 0.5, 0.75, 1, 2.5, 5, 7.5 and 10% were tested. Germination rate and speed of germination were determined. Effects on initial growth were evaluated by measuring seedling root and shoot length, and membrane integrity was assessed by conductivity tests. Results showed the phytotoxicity of M. nigra aqueous extracts, causing significant inhibition on germination and seedling growth. The fruit extract was generally less phytotoxic than extracts from fresh and dry leaves. Moreover, the extracts induced changes in membrane integrity and caused morphological deformities in seedlings, such as necrotic roots and chlorotic plants. The high phytotoxicity of fruit, dry and fresh leaf extracts of M. nigra was evidenced, indicating the allelopathic potential of the species.
  • Aeschynomene (Fabaceae, Papilionoideae) from the state of Goiás, Brazil Artigos Originais

    Antunes, Lorena Lana Camelo; Silva, Marcos José da

    Abstract in Portuguese:

    Resumo A partir de metodologia usual em taxonomia vegetal é apresentado o tratamento taxonômico das espécies de Aeschynomene presentes do estado de Goiás. Foram registradas 26 espécies correspondentes a 33 táxons, quatro deles endêmicos (A. nana, A. genistoides var. latifoliola, A. simplicifolia e A. veadeirana) e dez novos registros (A. evenia var. evenia, A. mollicula, A. montevidensis, A. parviflora, A. rudis, A. sensitiva var. sensitiva, A. sensitiva var. amazonica, A. sensitiva var. hispidula, A. viscidula e A. vogelii). Descrições, ilustrações, uma chave para os táxons, comentários sobre seus habitats, épocas de floração e frutificação e relacionamentos morfológicos, além de mapas de distribuição são apresentados.

    Abstract in English:

    Abstract Based on usual methods in plant taxonomy, the taxonomic treatment of Aeschynomene species of Goiás state is here presented. 26 species were recorded corresponding to 33 taxa, four of them endemic (A. nana, A. genistoides var. latifoliola, A. simplicifolia and A. veadeirana) and ten new records to the state (A. evenia var. evenia, A. mollicula, A. montevidensis, A. parviflora, A. rudis, A. sensitiva var. sensitiva, A. sensitiva var. amazonica, A. sensitiva var. hispidula, A. viscidula e A. vogelii). Descriptions, illustrations, a key for the taxa, comments on their habitats, flowering and fruiting periods, morphological relationships, and distribution maps are provided.
  • Caracterização e história biogeográfica dos ecossistemas secos neotropicais Artigo de Revisão

    Lima, Natácia Evangelista de; Carvalho, Alexandre Assis; Lima-Ribeiro, Matheus Souza; Manfrin, Maura Helena

    Abstract in Portuguese:

    Resumo A região Neotropical, detentora da maior riqueza de espécies no globo, ocorre do México Central ao sul do Brasil. Neste trabalho, buscamos sumarizar as principais informações disponíveis na literatura que caracterizam os biomas neotropicais de Florestas Sazonalmente Seca (FTSS), Chaco e Savanas. Revisamos hipóteses biogeográficas concernentes a esses ambientes que buscam explicar sua dinâmica histórica. Nosso objetivo é oferecer uma caracterização desses biomas como etapa principal para o entendimento das principais hipóteses biogeográficas a eles associadas. Ainda que comporte como um cenário atraente para pesquisa, as espécies neotropicais são pouco estudas, sendo questões referentes a seus aspectos ecológicos, origem, história evolutiva e manutenção da elevada biodiversidade desconhecidas ou, ainda, pouco compreendidas. Embora, nossa revisão apresente pesquisas com diferentes pontos de vista quanto à dinâmica biogeográfica das formações vegetais, há consenso de que é produto de complexa interação entre os processos históricos, ecológicos e biológicos. Os estudos em biodiversidade de regiões ameaçadas, como os Neotrópicos, são norteadores para simulações e previsões de impactos, planos e estratégias de pesquisa.

    Abstract in English:

    Abstract The Neotropical region holds the largest species richness in the globe, occurring from Central Mexico to southern of Brazil. In this paper, we aim to summarize the main information available in the literature that characterizes the Neotropical biomes of Seasonally Dry Forests (SDF), Chaco and Savannas. Here we surveyed and reviewed biogeographic hypotheses concerning these environments that seek to explain their historical dynamics. Our goal is to offer a characterization of these biomes as a major step towards the understanding of the main hypotheses biogeographical associated with them. Although it supports an attractive scenario for research, Neotropical species are poorly studied, and questions concerning their ecological aspects, origin, evolutionary history and maintenance of the high biodiversity are unknown or even little understood. Although our review presents researches with different points of view regarding the biogeographic dynamics of vegetation formations, there is a consensus of being the product of a complex interaction between the historical, ecological and biological processes. Biodiversity studies of threatened regions, such as the Neotropic, are guidance for simulations and impacts predictions, for plans and research strategies.
  • Precisamos falar sobre o uso impróprio de recursos florais Artigo de Opinião

    Freitas, Leandro

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Recursos florais constituem o elemento de mediação nas interações mutualísticas entre plantas e polinizadores. Em um sistema ótimo, o investimento das flores na produção de recursos é recompensado pelo adequado transporte de pólen entre indivíduos coespecíficos, realizado por cada visitante floral. Porém visitantes podem obter recursos de diferentes modos, com diferentes implicações no processo de polinização e na integridade das flores. A literatura internacional apresenta uma série de termos e conceitos para a diversidade de comportamentos envolvidos em visitas florais impróprias, mas o uso dos termos principais está bem consolidado desde o artigo seminal de David W. Inouye de 1980. Muitos estudos em biologia da polinização no Brasil tratam adequadamente destes conceitos, porém o uso dos termos em língua portuguesa, tais como ladrão e pilhador de néctar, é inconsistente. Aqui são sugeridos termos e definições para uso impróprio de recursos florais, a partir do conceito de visitas legítimas e ilegítimas.

    Abstract in English:

    Abstract Floral resources mediate the mutual interactions between plants and pollinators. In an optimal manner, the investment of flowers in the production of resources is rewarded by floral visitors through adequate transport of pollen among conspecific individuals. However, visitors can obtain resources in different ways, with different implications in the pollination process and floral integrity. A range of terms and concepts has been used for the diversity of behaviors involved in floral larceny, but the main terms are consolidated after the seminal paper by David W. Inouye in 1980. Many studies in pollination biology in Brazil deal with these concepts adequately, however, the use of terms in Portuguese such as nectar thief and robber are inconsistent. I here suggest definitions and terms in Portuguese for floral larceny based on the concepts of legitimate and illegitimate visits.
  • Propagation of Dyckia vicentensis, an endemic bromeliad of the Pampa biome, Brazil Short Communications

    Flores, Rejane; Kraetzig, Letícia Cezar; Flôres, Paola Zuquetto; Pereira, Diuliana Nadalon; Büneker, Henrique Mallmann; Maldaner, Joseila; Viero, Caroline Lançanova; Strahl, Marisa Ana

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Dyckia vicentensis, uma espécie endêmica do sudoeste do Rio Grande do Sul (RS, Brazil), possui alto valor ornamental e econômico. Assim, o objetivo deste estudo foi testar condições in vitro ou ex vitro para a sua propagação. Para a germinação in vitro, as sementes foram desinfestadas e inoculadas em meio de Murashige e Skoog (MS) com diferentes concentrações de sais minerais e contendo ou não carvão ativo. A emergência de plântulas, em condições ex vitro, foi avaliada em diferentes composições de substratos. Os resultados mostraram que a propagação de D. vicentensis pode ser realizada em condições in vitro, utilizando meio de cultura com 50% da concentração de sais do meio MS, e também em condições ex vitro, em substrato comercial. Em geral, as plântulas mostraram uma boa adaptação durante a aclimatização em casa de vegetação, embora aquelas germinadas in vitro tenham apresentado maior taxa de sobrevivência, maior numero de folhas e biomassa em relação às plântulas oriundas da germinação em substrato. Este estudo é pioneiro para D. vicentensis e poderá fornecer subsídios para propagação e conservação dessa espécie.

    Abstract in English:

    Abstract Dyckia vicentensis is an endemic species of the southwestern region of Rio Grande do Sul (RS, Brazil), which presents high ornamental and economic value. Thus, the aim of this study was to test in vitro and ex vitro conditions for its propagation. For in vitro germination, disinfested seeds were inoculated on Murashige and Skoog medium with different salt concentrations and containing or not active charcoal. The ex vitro emergence of the seeds was evaluated using different compositions of substrates. Results showed that the propagation of D. vicentensis could be successfully performed in vitro on medium with 50% salt concentration or ex vitro using commercial substrate. The seedlings showed good adaptation during acclimatization in a greenhouse, although the in vitro germinated plants presented higher survival rate, number of leaves, and biomass in relation to those grown in ex vitro substrate. This is the first study carried out on the propagation of D. vicentensis, which may be used to subsidize its propagation and conservation.
  • Germination and seedling vigor of Myrciaria glazioviana submitted to shading Notas Científicas

    Guimarães, Lorena Abdalla de Oliveira Prata; Dariva, Marilene Davel; Oliveira, Sabrina Batista de; Bellon, André Angelo; Mendonça, Guilherme Carneiro de

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Estudos sobre as características agronômicas da planta cabeludinha (Myrciaria glazioviana), como exigências ecofisiológicas, propagação e cultivo, são inexistentes. Assim, o objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito de crescentes níveis de sombreamento sobre a germinação e o vigor de plântulas de cabeludinha. As sementes e plântulas foram submetidas aos níveis de 0%, 16%, 54%, 72% e 92% de sombreamento, obtidos com coberturas de sombrite. Aos 159 dias de experimentação, foram avaliadas características relacionadas à germinação e ao vigor das plântulas. As variáveis relacionadas à germinação apresentaram respostas lineares crescentes ao aumento do sombreamento. As relacionadas ao vigor das plântulas foram melhor representadas por modelos quadráticos. O maior nível de sombreamento testado ainda não resulta no potencial máximo de germinação, mas reduz consideravelmente o vigor das plântulas. Conclui-se que o aumento da germinação com o sombreamento pode estar mais relacionado à capacidade do substrato em manter as sementes úmidas do que ao efeito da sombra propriamente dito. Com relação ao vigor, o desenvolvimento das plântulas é favorecido por sombreamentos entre 47% e 64%, sendo o ideal próximo a 52%. Sombreamentos superiores prejudicam consideravelmente o crescimento das plântulas.

    Abstract in English:

    Abstract Studies on the agronomic characteristics of "cabeludinha" plant (Myrciaria glazioviana) as ecophysiological requirements, propagation and cultivation, are nonexistent. Thus, the objective of this study was to evaluate the effect of increasing levels of shading on the germination and seedling vigor of cabeludinha. The seeds and seedlings were submitted to levels of 0%, 16%, 54%, 72%, and 92% shading obtained with "sombrite" covering. After 159 days of experimentation, characteristics related to germination and seedling vigor were evaluated. The variables related to germination showed linear increases with increased shading. Quadratic models best represent the variables related to seedling vigor. The highest tested shading level does not result in the maximum germination potential yet but considerably reduces the seedling vigor. We conclude that the increase in germination with shading may be more related to the ability of the substrate to keep the wet seeds than the shading effect itself. With respect to the vigor, the development of seedlings is favored by shading between 47% and 64%, and the ideal is close to 52%. Superior shading considerably impairs seedling growth.
  • Occurrence of rusts on Handroanthus impetiginosus and Handroanthus vellosoi in the state of Mato Grosso do Sul Notas Científicas

    Fernandes, Fernando Montezano; Graichen, Felipe André Sganzerla; Silva, Auigner Ruis Dias da; Rêgo, Norton Hayd

    Abstract in Portuguese:

    Resumo A mais importante doença que ocorre em ipês é a ferrugem causada por fungos pertencentes ao gênero Prospodium, da ordem Pucciniales. O objetivo desse trabalho foi contribuir para o conhecimento das espécies de fungos que causam ferrugem em ipês apresentando a identificação e a descrição morfológica dos esporos de duas espécies do gênero Prospodium coletadas em Aquidauana-MS. As amostras de plantas com sintomas foram coletadas no campus da Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul, Unidade Universitária de Aquidauana, região do ecótono Cerrado-Pantanal. Os esporos de Prospodium bicolor e P. tecomicola foram obtidos diretamente de folhas com sintomas de seus respectivos hospedeiros Handroanthus impetiginosus (ipê roxo) e H. vellosoi (ipê amarelo), e avaliados de acordo com seu estádio esporífero. Ambas as espécies de fungos causadores de ferrugem apresentaram mesósporos descritos aqui pela primeira vez para estas espécies. Este trabalho, representa o primeiro registro da ocorrência dessas ferrugens nas espécies hospedeiras de H. impetiginosus e H. vellosi no estado de Mato Grosso do Sul.

    Abstract in English:

    Abstract Rust is the most important disease that occurs in ipe trees, which is caused by fungi genera Prospodium, Order Pucciniales. The objective of this study was to contribute to the knowledge of species of fungi that cause ipês rust presenting spore identification and morphological description of two species of the genera Prospodium collected in Aquidauana-MS. Samples of plants with symptoms were collected at State University of Mato Grosso Do Sul in Aquidauana-MS, University Unit of Aquidauana, in region of the Cerrado-Pantanal ecotone. Spores of Prospodium bicolor and P. tecomicola were collected directly from leaves with symptoms of their respective hosts Handroanthus impetiginosus and H. vellosoi, and evaluated according to their spore states. Both species of fungi that caused rust presented mesospores, described for the first time on theses species. This work represents the first record of the occurrence of these rust in the host species of H. impetiginosus and H. vellosi in the state of Mato Grosso do Sul.
  • New record of Paphinia (Orchidaceae: Stanhopeinae) to the brazilian mid-western region, in Mato Grosso state Notas Científicas

    Engels, Mathias Erich; Rocha, Lilien Cristhiane Ferneda; Pessoa, Edlley Max

    Abstract in Portuguese:

    Resumo É apresentado o novo registro de distribuição geográfica do gênero Paphinia para a Região Centro-Oeste brasileira, no estado de Mato Grosso. Este novo registro amplia a distribuição atual de P. cristata bem como do gênero para o limite sul da Amazônia brasileira. São apresentados uma descrição, comentários taxonômicos e ecológicos, distribuição geográfica, prancha fotográfica, além de uma chave de identificação para as espécies do gênero que ocorrem no Brasil.

    Abstract in English:

    Abstract This study presents a new record of geographic distribution of the genus Paphinia to mid-western Brazil, in Mato Grosso state. It extends the current distribution of P. cristata, as well as Paphinia, to the south border of Brazilian Amazon. A description of the taxon, ecological and taxonomical comments, photographic plate and an identification key to the genus in Brazil are also provided.
Instituto de Pesquisas Jardim Botânico do Rio de Janeiro Rua Pacheco Leão, 915 - Jardim Botânico, 22460-030 Rio de Janeiro, RJ, Brasil, Tel.: (55 21)3204-2148, Fax: (55 21) 3204-2071 - Rio de Janeiro - RJ - Brazil
E-mail: rodriguesia@jbrj.gov.br