(Atualizado: 31/01/2022)

Sobre o periódico

 

Missão

A revista Sociologias é uma publicação quadrimestral do Programa de Pós-Graduação em Sociologia (PPGS) do Instituto de Filosofia e Ciências Humanas (IFCH) da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), tendo por missão promover intercâmbio entre cientistas sociais do Brasil e do exterior.

A revista foi publicada semestralmente até 2009.

A abreviatura de seu título é Sociologias, que deve ser usada em bibliografias, notas de rodapé e em referências e legendas bibliográficas.

 

Informações básicas

Sociologias é uma revista de orientação pluralista que busca ampliar os espaços para expressão das diversas correntes existentes nas ciências sociais, colocando em debate temas e abordagens que constituem o campo acadêmico da sociologia. Contempla, também, espaço para outras áreas do conhecimento que apresentem importantes interfaces com a sociologia.

Seu projeto editorial integra duas partes principais: um dossiê temático, específico para cada número, e uma seção diversificada que abrange artigos científicos e de atualização teórico-metodológica, resenhas, notas de pesquisa e entrevistas.

A revista encontra-se disponível para colaboradores de todos os países, possuindo um conselho editorial diversificado em termos de regiões do Brasil e incluindo consultores internacionais e tem contado com apoio financeiro da PROPESQ-UFRGS, Capes e CNPq.

A revista Sociologias construiu-se com base na ideia da crescente importância de espaços para a disseminação do conhecimento produzido na universidade, tanto para circular informações e pesquisas no seio da coletividade científica, quanto para informar a sociedade, estabelecendo canais de comunicação.

Em um mundo cada vez mais interligado pelas novas tecnologias informacionais e de comunicação, a proposta de edição de Sociologias, produzida em um estado - Rio Grande do Sul - localizado no Cone Sul, partiu do duplo imperativo de, por um lado, possibilitar a divulgação de pesquisas e o debate no seio da coletividade científica da área de ciências sociais e, por outro lado, fazê-lo de acordo com as exigências de um contexto social e científico que impõe novos critérios de qualidade editorial, apresentação gráfica e distribuição.

Sociologias foi criada para substituir a Cadernos de Sociologia que, durante 10 anos, cumpriu o papel de divulgar trabalhos de professores e pesquisadores da área na UFRGS. A Cadernos, no entanto, encontrava-se defasada em relação às exigências do contexto social e científico, seja no que se refere aos critérios acadêmicos e das agências de fomento, ou a questões técnicas e de apresentação gráfica. Assim, elaborou-se um novo projeto editorial e gráfico para a revista, visando transformá-la em um periódico adequado às condições e exigências atuais da área.

 

Divulgação

Visite nossa página no Facebook:  https://pt-br.facebook.com/Sociologias

Fontes de indexação

A revista está indexada nos seguintes bancos de dados:

CLASE - Citas Latinoamericanas en Ciencias Sociales y Humanidades

DOAJ - Directory of Open Access Journals

SocINDEX with Full Text - EBSCO

IRESIE. Base de datos sobre Educación - IISUE, UNAM 

 LAPTOC - Latin American Periodicals Tables of Contents

Latindex (Directorio)

IBICIT – Oasisbr

Periódicos CAPES

Redalyc - Red de Revistas Científicas de América Latina, el Caribe, España y Portugal

Red de Bibliotecas Virtuales de CLACSO

Scielo Brasil

SEER - UFRGS

 

Propriedade intelectual

Todo o conteúdo do periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons.

Sociologias adotou, até dez/2015, a licença Creative Commons do tipo BY-NC. A partir de Jan/2016, a licença em uso é do tipo BY

 

Patrocinadores

A publicação recebe financiamento de:




 


Corpo Editorial

 

Editores

  • Jalcione Almeida, UFRGS
  • Cinara Rosenfield, UFRGS

 

Editora Emérita

  • Maíra Baumgarten, UFRGS

Editor Assistente

  • Marcelo Kunrath Silva, UFRGS

Editores Assessores

  • Adriano Premebida, UFRGS
  • Enio Passiani, UFRGS
  • Leticia Maria Schabbach, UFRGS
  • Rochele Fellini Fachinetto, UFRGS
  • Raquel Weiss, UFRGS

Assessora Editorial

  • Regina Beatriz Vargas, Satya Comunicação Ltda

Secretaria

  • Liana Vargas Fernandes, UFRGS

 

Comissão Editorial

  • Cinara Rosenfield, IFCH - UFRGS
  • Jalcione Almeida, IFCH – UFRGS
  • Lorena Fleury, IFCH – UFRGS
  • Maíra Baumgarten, PPGCOM, UFRGS
  • Marcelo Kunrath, IFCH – UFRGS
  • Raquel Weiss, IFCH - UFRGS
  • Soraya Vargas Cortes, IFCH – UFRGS

 

Conselho Editorial

  • Sergio Costa, Universidade Livre de Berlim, Alemanha
  • Margaret Abraham, Hofstra University, Estados Unidos da América
  • Luis Armando Suárez Salazar, Instituto Superior de Relaciones Internacionales, Cub
  • Jean-Louis Laville, Conservatoire national des arts et métiers - CNAM, França
  • Li Peilin, Academia Chinesa de Ciências Sociais, China
  • Arnaud Sales, Universidade de Montréal, Canadá
  • Alberto Riella, Universidad de la República, Uruguai
  • Alicia Itati Palermo, Universidad Nacional de Luján, Argentina
  • Carlos Benedito Martins, Universidade de Brasília, Brasil
  • César Barreira, Universidade Federal do Ceará, Brasil
  • Darío Salinas, Universidad Iboamericana, México
  • Elisa Reis, Universidade Federal do Rio de Janeiro, Brasil
  • Fernanda Sobral, Universidade de Brasília, Brasil
  • Ilse Scherer Warren, Universidade Federal de Santa Catarina, Brasil
  • Julio Mejía Navarrete, Universidad Nacional Mayor de San Marcos, Peru
  • Maria de Nazareth Wanderley,Universidade Federal de Pernambuco, Brasil
  • Maria Lucia Maciel,Universidade Federal do Rio de Janeiro, Brasil
  • Paulo Henrique Martins, Universidade Federal de Pernambuco, Brasil
  • Pedro Hespanha, Universidade de Coimbra, Portugal


Instruções aos autores

 

Escopo e política

Sociologias é uma publicação quadrimestral do Programa de Pós-Graduação em Sociologia (PPGS) do Instituto de Filosofia e Ciências Humanas (IFCH) da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), tendo por missão promover o intercâmbio entre cientistas sociais do Brasil e do exterior.

Sociologias é uma revista de orientação pluralista que busca ampliar os espaços para expressão das diversas correntes existentes nas ciências sociais, colocando em debate temas e abordagens que constituem o campo acadêmico da sociologia. Contempla, também, espaço para outras áreas do conhecimento como antropologia, literatura, informática, economia, entre outras, que apresentem importantes interfaces com a sociologia.

Seu projeto editorial contempla duas partes principais: um dossiê temático, específico para cada número, e uma seção diversificada que abrange artigos científicos e de atualização teórico-metodológica, resenhas, notas de pesquisa, entrevistas.

A revista encontra-se disponível para colaboradores de todos os países, possuindo um conselho editorial diversificado em termos de regiões do Brasil e incluindo consultores internacionais e tem contado com apoio financeiro da PROPESQ-UFRGS, Capes e CNPq.

Sociologias é publicada no Brasil sob responsabilidade do Programa de Pós-Graduação em Sociologia da Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Não são cobradas taxas para submissão ou para avaliação de artigos.

 

Processo de avaliação

Sociologias aceita trabalhos inéditos (não publicados em outras revistas ou como capítulos de livros) na forma de artigos, resenhas e comunicações de pesquisas em ciências sociais que apresentem relevância acadêmica e social.

A aceitação dos trabalhos para o processo de avaliação por pares está condicionada à adequação rigorosa do manuscrito às Diretrizes para Submissão. 

Pelo menos um dos autores do manuscrito submetido deve possuir título de Doutor. Aceitam-se manuscritos em coautoria de até quatro pessoas, sendo pelo menos uma com título de doutor. O primeiro autor deverá ter no mínimo o título de Mestre. No caso de resenhas é permitida a autoria de mestres.

A publicação dos trabalhos está condicionada a, pelo menos, duas avaliações de pares escolhidos entre os membros do Conselho Científico ou colaboradores de Sociologias com experiência relevante na área de conhecimento. O sistema de avaliação é duplo cego. Os trabalhos são avaliados de acordo com os seguintes critérios: (i) clareza da redação, (ii) qualidade e rigor dos argumentos apresentados, (iii) validade dos dados apresentados, (iv) oportunidade e relevância do artigo para a discussão de problemas na área de pesquisa envolvida, e (v) atualidade e adequação das referências contidas no trabalho. Eventuais sugestões de modificação de estrutura ou conteúdo, por parte da Editoria, são previamente acordadas com os autores.

 

Política de acesso livre

Sociologias oferece acesso livre imediato ao seu conteúdo, seguindo o princípio de que disponibilizar gratuitamente o conhecimento científico ao público proporciona maior democratização mundial do conhecimento.

 

Diretrizes para submissão

Sociologias aceita trabalhos inéditos na forma de artigos, resenhas e comunicações de pesquisas em ciências sociais que apresentem contribuições inovadoras e relevantes em sua área temática e demonstrem rigor teórico e metodológico em sua construção. As contribuições podem ser submetidas nos idiomas português, espanhol, francês ou inglês.

Artigos submetidos em inglês ou francês, uma vez aprovados no processo de avaliação, deverão ser traduzidos para o português e publicados nos dois idiomas, ficando os autores responsáveis pela tradução, que poderá ser realizada por tradutores de livre escolha dos autores ou escolhidos em lista sugerida pela revista.

Os manuscritos devem destinar-se exclusivamente à Sociologias, isto é, não poderão ser submetidos simultaneamente a outro(s) periódico(s). A Revista não assume responsabilidade por análises e considerações emitidas pelos autores.

Para qualificarem-se à avaliação por pares, as contribuições devem atender aos seguintes critérios:

1)      Pelo menos um dos autores possui título de Doutor e, em caso de coautoria, o primeiro autor possui pelo menos o título de mestre e o manuscrito possui no máximo quatro autores. No caso de resenhas é permitida a autoria de mestres;

2)      Os autores devem realizar cadastro no sistema SEER (http://www.seer.ufrgs.br/index.php/index/user/register) e iniciar o processo dos cinco passos para submissão, seguindo as diretrizes para submissão;

3)      Os manuscritos para as seções Artigos e Interfaces deverão ter no máximo 8.000 palavras ou 22 páginas, incluindo resumo e referências. Resenhas deverão ter no máximo 4.500 palavras ou 10 páginas. O manuscrito deve estar apresentado em formato A4, fonte Times New Roman 12, espaço 1,5 e margens superior e esquerda de 3 cm, e inferior e direita de 2 cm;

4) O arquivo submetido do manuscrito deve estar em formato .doc, .docx ou .rtf, deve conter título e resumo (de até 250 palavras) no idioma em que está sendo submetido e em inglês, e até 5 palavras-chave que permitam a adequada indexação do artigo e lista de referências conforme normas ABNT;

5)      O resumo deve descrever de forma sucinta e clara a que se propõe o trabalho e o que será exposto no texto;

6)      O texto deve estar redigido com clareza e correção gramatical e atender aos critérios da escrita científica;

7)      O arquivo submetido com o texto não deve trazer qualquer identificação de autoria, para assegurar o anonimato na avaliação;

8)      Desenhos, gráficos, mapas, tabelas, quadros e fotografias, devem conter título e fonte, e estar numerados. Imagens devem ter resolução de pelo menos 300 dpi. Todos os elementos gráficos devem ser submetidos em arquivo separado, com indicações claras de onde devem ser inseridos ao longo do texto;

9)      Títulos de seção e subtítulos não devem utilizar caixa alta, tendo só a primeira letra capitalizada. Subtítulos de 1º nível devem usar fonte 12 e ser negritados, subtítulos de 2º nível, fonte 12 em itálico negritado; 3º nível, fonte 12 em itálico não negritado;

10)      As notas devem ser explicativas, não bibliográficas, e restringir-se ao mínimo possível. Quando necessárias, devem ser numeradas consecutivamente dentro do texto e colocadas ao pé da página;

11)   As citações literais curtas (menos de três linhas) serão integradas ao parágrafo, entre aspas e seguidas pelo sobrenome do autor referido no texto, ano de publicação e página(s) do texto citado, tudo entre parênteses e separado por vírgulas. Citações de mais de três linhas serão destacadas do texto em parágrafo especial, em fonte 11, sem uso de itálico e com recuo de 4 cm a partir da margem esquerda;

12)   Referências ao longo do texto devem utilizar o sistema autor-data, sem utilizar caixa alta para o nome de autor. Por exemplo, (Moser, 1985). Todas as obras citadas ao longo do texto devem constar da lista de referências ao final do mesmo. Obras não citadas não devem fazer parte da lista;

13)   A lista de referências deve seguir a norma ABNT NBR 6023, conforme exemplos a seguir:

a)      Livros

MOSER, Anita. A nova submissão: mulheres da zona rural no processo de trabalho industrial. Porto Alegre: EDIPAZ, 1985. (Coleção Debate e Crítica).

LEMOS, Carlos A. O morar em São Paulo no tempo dos italianos. In: DE BONI, Luis A. (Org.). A presença italiana no Brasil. Porto Alegre: Escola Superior de Teologia, 1990. p. 401-409.

CÂNDIDO, Antônio et alA personagem de ficção. São Paulo: Perspectiva, 1968.

b)      Artigo de periódico

NOGUEIRA, Ronidalva. Michel Foucault numa breve visita às prisões de Pernambuco. Cadernos de Estudos Sociais, Recife, v. 6, n. 2, p. 269-282, jul./dez. 1990.

O REI está nú (2): adianta, porém, constatar o óbvio? Isto é, São Paulo, n. 1189, p. 15, 15 jul. 1992. Editorial.

c)      Coletânea

NOVAES, Adauto (Org.). A crise da razão. São Paulo: Companhia das Letras, 1996.

d)     Teses acadêmicas

RAMOS, Eloisa Helena Capovila da Luz. O Partido Republicano rio-grandense e o poder local no litoral norte do Rio Grande do Sul – 1882/1895. 1990. 284 f. Dissertação (Mestrado em História) – Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre.

e)      Verbetes

PISTONE, Sérgio. Bonapartismo. In: BOBBIO, Norberto; MATTEUCCI, Nicola; PASQUINO, Gianfranco. Dicionário de política. Brasília: Ed. da Universidade de Brasília, 1986. p. 118-119.

PAGALLO, G. T. Democrito. In: DICCIONARIO de filósofos. Madrid: Rioduero, 1986. p. 321-324. 

f)       Informação ou texto obtido na internet

INSTITUTO BRASILEIRO DE INFORMAÇÃO EM CIÊNCIA E TECNOLOGIA. Conheça o IBICT. Disponível em: <http://www.ibict.br/ibict/frame.htm>. Acesso em: 01 out. 1997.

 

Envio de manuscritos

Os(as) autores(as) devem realizar cadastro no sistema SEER (http://www.seer.ufrgs.br/index.php/index/user/register) e iniciar o processo dos cinco passos para submissão, seguindo as instruções.

 


Programa de Pós-Graduação em Sociologia - UFRGS Av. Bento Gonçalves, 9500 Prédio 43111 sala 103 , 91509-900 Porto Alegre RS Brasil , Tel.: +55 51 3316-6635 / 3308-7008, Fax.: +55 51 3316-6637 - Porto Alegre - RS - Brazil
E-mail: revsoc@ufrgs.br