SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.39 issue1Surfing and counter-culture in the 1970s Rio de Janeiro author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Revista Brasileira de Ciências do Esporte

Print version ISSN 0101-3289On-line version ISSN 2179-3255

Rev. Bras. Ciênc. Esporte vol.39 no.1 Porto Alegre Mar. 2017

https://doi.org/10.1016/j.rbce.2017.01.001 

Editorial

Mais um ano... antigos desafios

Another year... old challenges

Otro año... viejos desafíos

Alexandre Fernandez Vaza  b  * 

Felipe Quintão de Almeidac 

Jaison José Bassanid 

aUniversidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências da Educação, Departamento de Metodologia de Ensino, Florianópolis, SC, Brasil

bBolsista de Produtividade em Pesquisa do CNPq - Nível 1D, Florianópolis, SC, Brasil

cUniversidade Federal do Espírito Santo, Centro de Educação Física e Desportos, Departamento de Ginástica, Vitória, ES, Brasil

dUniversidade Federal de Santa Catarina, Centro de Desportos, Departamento de Educação Física, Florianópolis, SC, Brasil


Vem a público mais uma edição da Revista Brasileira de Ciências do Esporte (RBCE), a primeira de 2017. Esse número mantém o padrão adotado nos últimos anos, com artigos das áreas sociocultural/pedagógica e biodinâmica, que abordam temas e subáreas que refletem a diversidade regional do conhecimento produzido na Educação Física/Ciências do Esporte.

A despeito da periodicidade em dia, os editores continuam a enfrentar conhecidos desafios no trabalho cotidiano das revistas: dificuldade de publicar rapidamente um artigo aprovado, em parte decorrência da aprovação de muitos artigos submetidos (os revisores precisam ser mais rigorosos); inconveniências no prazo com revisores, cuja atividade continua a ser desvalorizada; impasses com as exigências para os impressos científicos, que se veem "obrigados" a publicar, independentemente das especificidades do campo, em língua inglesa, muito com o propósito de alcançar indexação em bases internacionalmente reconhecidas. Tudo isso, lamentavelmente, em condições de trabalho que não favorecem a profissionalização do trabalho editorial, quadro que tende a se agravar em função das recentes notícias a respeito do corte de recursos públicos destinados à Ciência e Tecnologia no país, com repercussões diretas no financiamento das revistas.

Continuamos a trabalhar na expectativa do reconhecimento do ofício e da sua importância para o desenvolvimento da área acadêmica.

Boa leitura!

Florianópolis, Vitória, janeiro de 2017.

* Autor para correspondência. E-mail:rbceonline@gmail.com (A.F. Vaz).

Creative Commons License Este é um artigo publicado em acesso aberto (Open Access) sob a licença Creative Commons Attribution Non-Commercial No Derivative, que permite uso, distribuição e reprodução em qualquer meio, sem restrições desde que sem fins comerciais, sem alterações e que o trabalho original seja corretamente citado.