SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.11 número3Do mito da cura à preservação da função: a contemporaneidade da jovem GeriatriaEstudo comparativo do conhecimento e prática de atividade física de idosos diabéticos tipo 2 e não diabéticos índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

  • nova página do texto(beta)
  • Português (pdf)
  • Artigo em XML
  • Como citar este artigo
  • SciELO Analytics
  • Curriculum ScienTI
  • Tradução automática

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Revista Brasileira de Geriatria e Gerontologia

versão impressa ISSN 1809-9823versão On-line ISSN 1981-2256

Rev. bras. geriatr. gerontol. vol.11 no.3 Rio de Janeiro set./dez. 2008

https://doi.org/10.1590/1809-9823.2008.11032 

Artigos Originais

Projeto Idoso da Floresta: indicadores de saúde dos idosos inseridos na Estratégia de Saúde da Família (ESF-SUS) de Manaus-AM, Brasil

"Elderly from the Forest" Project: Health Indicators of Elderly's Family Health Strategy in Manaus-AM's Health Districts, Brazil

Euler Esteves Ribeiroa 

Renato Peixoto Verasb 

Karin Viegasc 

Célia Pereira Caldasd 

Ednéa Aguiar Maia-Ribeiroe 

Maria Izabel de Ugalde Marques da Rochaf 

Ivana Beatrice Mânica da Cruzg 

a Autor principal do Projeto Idoso da Floresta. Doutor. E-mail: eer@vivax.com.br

eColaboradora no delineamento, na coleta das informações e na discussão dos resultados. Especialista. E-mail: edneia@vivax.com.br Universidade Aberta da Terceira Idade, Universidade Estadual do Amazonas Av. Djalma Batista, 2470. 69050-900 - Manaus, AM, Brasil

bColaborador no delineamento do estudo, organização e revisão final do manuscrito. Doutor. E-mail: veras@uerj.br

dColaboradora na revisão teórica e final do manuscrito. Doutor. E-mail: celpcaldas@hotmail.com Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Universidade Aberta da Terceira Idade - UnATI, Rua São Francisco Xavier, 524, 10º andar. 20559-900 - Rio de Janeiro, RJ, Brasil

c Colaboradora no delineamento do estudo, organização do instrumento de avaliação do idoso, e na revisão final do manuscrito. Mestre. E-mail: karin_viegas@pucrs/br Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Faculdade de Enfermagem Nutrição e Fisioterapia, Programa de Pós-Graduação em Gerontologia Biomédica. Av. Ipiranga, 6681 Prédio 12. 90619-900 - Porto Alegre, RS, Brasil

f Colaboradora na organização do banco de dados, análise estatística dos resultados e redação do manuscrito). Doutor. Email: bebelugalde@hotmail.com

gColaboradora no delineamento, análise dos dados e redação do manuscrito. Doutor. E-mail: ibmcruz@hotmail.com Universidade Federal de Santa Maria, Laboratório de Biogenômica, Departamento de Morfologia, Centro de Ciências da Saúde. Av. Roraima 1000, Prédio 19, Sala 3126. 97105-900 - Santa Maria, RS, Brasil


Resumo

Introdução:

estudos sobre o idoso que vive na Região Norte do Brasil ainda são incipientes e necessários para subsidiar programas de saúde pública. Objetivos: o estudo aqui apresentado descreve o delineamento geral do Projeto Idoso da Floresta, analisando os principais indicadores de saúde de idosos inseridos no ESF-SUS em Manaus-AM, distribuídos nos quatro distritos de saúde investigados.

Metodologia:

foi feita análise amostral por conglomerados em dois estágios: (1º) seleção das unidades básicas de saúde da família (UBS) como unidades de seleção; (2º) seleção do idoso como unidade amostral, escolhido randomicamente entre as famílias atendidas nas UBSs.

Resultados:

1.509 idosos foram incluídos, sendo 810 (53,6%) mulheres (67,6±7,7 anos) e 699 (46,4%) homens com idade média de 66,8± 6,9 anos. Em geral, o idoso investigado era casado/viúvo (94,8%), com nenhuma ou baixíssima escolaridade (46,5%), vivia em casas (94,7%), recebia algum auxílio (57,5%), era aposentado (64,5%), sem renda ou recebia até um salário-mínimo (67,9%). Destes, 85,5% eram autônomos e 10,3% possuíam mais de quatro morbidades. Os indicadores tenderam a ser significativamente diferenciados conforme o distrito investigado.

Conclusão:

em geral, os perfis socioeconômico e cultural, da prevalência de morbidades e dependência tenderam a ser similares ao descrito em outros estudos brasileiros. Entretanto, existiram diferenças entre os distritos que devem ser consideradas nas estratégias de atenção e saúde do idoso. Análises complementares que estratifiquem a amostra por sexo, idade e perfil socioeconômico e cultural precisam ser conduzidas.

Palavras-chave: Envelhecimento; Saúde Pública; Geriatria; Projetos de Pesquisa; Amostragem; Fatores Socioeconômicos; Prevalência; Morbidade; Idoso Fragilizado; Manaus, AM

Abstract

Introduction:

Studies on the elderly living in the Brazilian North Region are incipient and must be carried out to support health public policies. Objectives: this study describes the methodological design on the Projeto Idoso da Floresta, that analyzes the main health indicators of the elderly inserted in the Family Health Strategy, a Brazilian health public care program, in Manaus-AM. Methodology: a two-stage epidemiologic study was conducted as follows: (1st) selection of basic health units (UBS) as unit selection; (2nd) elderly selection as randomized sample unit from each UBS.

Results:

1,509 elderly were included in the analysis, 810 (53.6%) women (67.6±7.7 years old) and 699 (46.4%) men (66.8± 6,9 years old). In general, the elderly investigated here were married/widowed 94,8%), illiterate or with very low educational level (46.5%), lived in houses (94.7%), received some external support (57.5%), retired (64.5%) ,without or with lower economic income (67.9%). From the sample analyzed, 85.5% were independent and 10.3% reported to have > 4 morbidities. These results tended to be different in Manaus's health districts.

Conclusion:

in general, the variables analyzed tended to be similar to results described in other Brazilian epidemiological studies. However, there are differences among districts that must be considered in the elderly's health care strategy. Complementary analysis of the data described here, with sex, age and socioeconomic stratification need to be performed.

Key words: Aging; Public Health; Geriatrics; Research Design; Sampling Studies; Socioeconomic Factors; Prevalence; Morbidity; Frail Elderly; Manaus, city AM

Texto completo disponível apenas em PDF. Full text available only in PDF format.

AGRADECIMENTOS

Os autores agradecem a todos os alunos do Curso de Especialização em Gerontologia da Universidade Aberta da Terceira Idade da Universidade do Estado do Amazonas (UnATI-UEA), bem como aos funcionários da UnATI-UEA, pelo auxílio na coleta dos dados e na logística de execução do projeto.

REFERÊNCIAS

1. Política Nacional do Idoso. Lei no 8.842, de 4 de janeiro de 1994. [acesso em: 2008 ago10). Disponível em: URL: http://www.cress-se.org.br/pdfs/legislacao_idoso_8842.pdfLinks ]

2. Fundação Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística - IBGE. Síntese de indicadores populacionais, 2006. Rio de Janeiro: IBGE. (2006). [acesso 2009 ago 10] Disponível em: URL: http://www.ibge.gov.br/ [ Links ]

3. Veras RP. Fórum. Envelhecimento populacional e as informações de saúde do PNAD: demandas e desafios contemporâneos. Cad Saúde Pública 2007, 23: 2463-66. [ Links ]

4. Gottlieb MGV, Schneider RH, Carvalho D, Cruz IBM. Aspectos genéticos do envelhecimento e doenças associadas. Revista Brasileira de Geriatria e Gerontologia 2007 10: 273-83. [ Links ]

5. Motta LB, Aguiar AC. Novas competências profissionais em saúde e o envelhecimento populacional brasileiro; integralidade, interdisciplinariedade e intersetorialidade. Ciência Saúde Coletiva 2007, 12: 363-72. [ Links ]

6. Silvestre JA. Capacitação em saúde do idoso. Brasília, DF: Ministério da Saúde. 1999. [ Links ]

7. Veras RP et al. A assistência suplementar de saúde e seus projetos de cuidado para com o idoso. Ciência Saúde Coletiva 2008, 13: 119-26. [ Links ]

8. Lima-Costa MF, Veras RP. Saúde pública e envelhecimento. Cad Saúde Pública 2008, 19: [ Links ]

9. Souza HM. Saúde da Família: desafios e conquistas. In: Negri B, Viana AL, (organizadores). O Sistema Único de Saúde em dez anos de desafios. São Paulo: Sociedade Brasileira de Vigilância em Medicamentos/ Centro de Estudos Augusto Leopoldo Ayrosa Galvão; 2002. p. 221-40. [ Links ]

10. Escorel S, Giovanella L, Mendonça MHM, Senna MCM. O Programa de Saúde da Família e a construção de um novo modelo para a atenção básica no Brasil. Rev Panam Salud Publica 2007, 21: 164-76. [ Links ]

11. Araújo F, Ribeiro JLP, Oliveira A, Pinto C. Validação do Índice de Barthel numa amostra de idosos não institucionalizados. [acesso em: 2008 ago.10). Disponível em: URL: http://www.ensp.unl.pt/dispositivos-de-apoio/cdi/cdi/sector-de-publicacoes/revista/2000-2008/pdfs/05_02_2007.pdf [ Links ]

12. Fundação Perseu Abramo. Idosos no Brasil : Vivências, desafios e expectativas na 3ª idade. [acesso em: 2008 ago 10). Disponível em: URL: http://www2.fpa.org.br/portal/modules/news/index.php?storytopic=1642 [ Links ]

13. Neri AL. Idosos no Brasil: vivências, desafios e expectativas na terceira idade. São Paulo: SESC SP; 2007. 288p. [ Links ]

14. Rosa TEC, Benicio MHD, Latorre MRDO. Fatores determinantes da capacidade funcional entre idosos. Rev Saude Publica 2003, 37: 40-8. [ Links ]

15. Instituto Nacional de Câncer (Brasil). Inquérito domiciliar sobre comportamento de riscos e agravos não transmissíveis. Brasil, 15 capitais e Distrito Federal, 2002-2003. [acesso em: 2008 ago10). Disponível em: URL: http://www.inca.gov.br/inquerito/docs/diabete.pdf [ Links ]

16. Tavares DMS, Pereira GA, Iwamoto HH, Miranzzi SSC, Rodrigues LR, Machado ARM. Incapacidade Funcional entre idosos residentes em um município do interior de Minas Gerais. Texto & contexto enfermagem / UFSC 2007, 16: 32-9. [ Links ]

17. Saydah SH, Eberhardt MS, Loria CM, Brancati FL. Age and burden of death attributable to diabetes in the United States. Am J Epidem 2002, 156: 714-9. [ Links ]

18. Verbrugge LM, Jette AM. The disablement process. Soc Sci Med 1994, 38:1-14. [ Links ]

19. Farinasso ALC, Marques S, Rodrigues RAP, Hass VJ. Capacidade funcional e morbidades referidas de idosos em uma área de abrangência do PSF. Rev Gaucha Enferm 2006, 27: 45-52. [ Links ]

20. Feliciano AB, Moares AS, Freitas ICM. O perfil do idoso de baixa renda no Município de São Carlos, São Paulo, Brasil: um estudo epidemiológico. Cad Saude Publica 2004, 20:1575-85. [ Links ]

21. Silvestre JA, Costa Neto MM. Abordagem do idoso em programas de saúde da família. Cad Saude Publica 2003; 19: 839-47. [ Links ]

22. Veras RP. Em busca de uma assistência adequada à saúde do idoso: revisão da literatura e aplicação de instrumentos de detecção precoce e de previsibilidade de agravos. Cad Saude Publica 2003, 19:705-15. [ Links ]

Recebido: 04 de Setembro de 2008; Aceito: 30 de Setembro de 2008

Correspondência / CorrespondenceEuler Esteves Ribeiro UnATI-UEA Av. Djalma Batista, 2470 - Chapada 69050-900 - Manaus, AM, Brasil E-mail: eer@vivax.com.br

Creative Commons License This is an open-access article distributed under the terms of the Creative Commons Attribution License