SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.7 número1EDITORIALBIOLOGIA E ÉTICA: UM ESTUDO SOBRE A COMPREENSÃO E ATITUDES DE ALUNOS DO ENSINO MÉDIO FRENTE AO TEMA GENOMA/DNA índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Ensaio Pesquisa em Educação em Ciências (Belo Horizonte)

versão impressa ISSN 1415-2150versão On-line ISSN 1983-2117

Ens. Pesqui. Educ. Ciênc. (Belo Horizonte) vol.7 no.1 Belo Horizonte jan./abr. 2005

http://dx.doi.org/10.1590/1983-21172005070102 

Artigos

Os professores que tivemos e a formação da nossa identidade como docentes: um encontro com nossa memória.

Ana Luiza De Quadros1 

Emerson Carvalho2 

Flávia dos Santos Coelho2 

Luciana Salviano2 

Maria Fernanda P. A. Gomes2 

Paula Cristina Mendonça2 

Rosemary Karla Barbosa2 

1 professora - Depto de Química/ICEX, UFMG

2 aluno da licenciatura em Química DQ/ICEX UFMG


Resumo:

As poucas mudanças no modelo de transmissão/recepção, usado por muitos professores em suas salas de aula, levaram-nos a questionar a influência dos professores que tivemos na nossa formação profissional. Mesmo que os cursos de licenciatura enfatizem teorias mais modernas de ensino e aprendizagem, os professores acabam assumindo a posição de seus antigos professores. Observamos que a formação do professor não se da exclusivamente na licenciatura, mas durante toda a sua vida escolar e após a sua formação, na própria prática docente. As concepções sobre ensino e aprendizagem, sobre o papel da escola, do professor e do aluno, entre outras, podem ser questionadas através da retomada da história de vida de cada um dos professores.

Palavras-chave: história de vida; identidade docente; autoformação.

Abstract:

The goal of this study is to question the influence of our former teachers in our professional career as teachers. Although the teaching courses at University emphasize the modern theories of theaching and learning, frequently the attitudes of the new teachers in classroom are mirrored in the behavior of their former teachers. The analyses showed that not only the theacher's training occurs at University but during all the school life and after the graduation. The discussion about the histories of lives should be used to question our conceptions of learning and teaching, the role of the school, the teachers and the students, towards changes in education.

Keywords: history of life; teacher identity; formation itself.

Texto completo disponível apenas em PDF.

Full text available only in PDF format.

Referências Bibliográficas

CATANI, Denice Barbara; BUENO, Belmira; SOUSA, Cyntia. O amor dos começos: por uma história das relações com a escola. Cadernos de Pesquisa N° 111, p. 151 - 171, dez. 2000. [ Links ]

CAVACO, Maria Helena. Ofício de Professor: o tempo e as mudanças. In: Nóvoa, Antônio (org.). Profissão ProfessorPortugal : Porto Editora, 1995. [ Links ]

LARROSA, Jorge. Dar a palavra: Notas para uma dialógica da transmissão. In: Larrosa, Jorge. Habitantes de Babel (trad. de Semíramis Gorini da Veiga) Belo Horizonte : Autêntica, 2001. [ Links ]

MORTIMER, Eduardo Fleury. Linguagem e Formação de conceitos em Ensino de Ciências Belo Horizonte: UFMG, 2000. [ Links ]

NOVOA, Antonio. Os professores e as Histórias da sua vida. In: NÓVOA, António (org.) Vidas de Professores Portugal : Porto Editora, 1992. [ Links ]

ROSA, Maria Inês Petrucci. Investigação e Ensino: articulações e possibilidades na formação de professores de CiênciasIjuí : UNIJUI, 2004. [ Links ]

SAINT-EXUPÉRY, Antoine. O pequeno Príncipe 48° ed. Rio de Janeiro: Agir, 2004 [ Links ]

Recebido: 18 de Fevereiro de 2005; Aceito: 25 de Agosto de 2005

Creative Commons License This is an open-access article distributed under the terms of the Creative Commons Attribution License