Acta Botanica Brasilica, Volume: 17, Issue: 2, Published: 2003
  • Malpighiaceae: correlations between habit, fruit type and basic chromosome number

    Lombello, Ricardo A.; Forni-Martins, Eliana R.

    Abstract in Portuguese:

    A família Malpighiaceae apresenta diferentes tipos de hábito, frutos e caracteres citogenéticos. Em geral, espécies lianas são consideradas as mais derivadas, seguidas, respectivamente, pelas arbustivas e arbóreas. O presente estudo propõe para Malpighiaceae uma relação entre a variação do número cromossômico básico e a derivação do hábito trepador e da morfologia dos frutos. Para estabelecer esta relação analisamos todas as contagens de cromossomos já relatadas para a família Malpighiaceae, sendo que a freqüência relativa destas contagens foi calculada para todos os gêneros estudados. Esta comparação mostrou a predominância de números cromossômicos baseados em x=5 ou 10 na sub-família Malpighioideae, predominantemente composta por lianas com frutos alados, enquanto que espécies de outros hábitos, com frutos não alados, apresentaram contagens baseadas em x=6, considerado o número básico menos derivado para a família, predominante na sub-família Byrsonimoideae. Baseados em consistentes dados estatísticos, e também na origem monofilética da família, admitimos a hipótese de que as derivações do hábito e dos tipos de fruto estão diretamente relacionadas com a variação do número cromossômico na família Malpighiaceae.

    Abstract in English:

    The family Malpighiaceae presents species with different habits, fruit types and cytological characters. Climbers are considered the most derived habit, followed, respectively, by the shrubby and arboreal ones. The present study examines the relationship between basic chromosome numbers and the derivation of climbing habit and fruit types in Malpighiaceae. A comparison of all the chromosome number reports for Malpighiaceae showed a predominance of chromosome numbers based on x=5 or 10 in the genera of sub-family Malpighioideae, mainly represented by climbers with winged fruits, whereas non-climbing species with non-winged fruits, which predominate in sub-family Byrsonimoideae, had counts based on x=6, which is considered the less derived basic number for the family. Based on such data, confirmed by statistic assays, and on the monophyletic origin of this family, we admit the hypothesis that morphological derivation of habit and fruit is correlated with chromosome basic number variation in the family Malpighiaceae.
  • Two new species of Alstroemeria L. (Alstroemeriaceae) from Brazil

    Assis, Marta Camargo de

    Abstract in Portuguese:

    São descritas duas novas espécies de Alstroemeria L. para o Brasil: A. amabilis do Paraná e Santa Catarina e A. capixaba do Espírito Santo. São apresentadas descrições, comentários e ilustrações das espécies.

    Abstract in English:

    Two new species of Alstroemeria L. from Brazil are described: A. amabilis from Paraná and Santa Catarina, and A. capixaba from Espírito Santo. Descriptions, comments and illustrations are presented.
  • Checklist of the Orchidaceae from the Distrito Federal

    Batista, João Aguiar Nogueira; Bianchetti, Luciano de Bem

    Abstract in Portuguese:

    É apresentada a relação atualizada de Orchidaceae para o Distrito Federal (DF), a unidade da federação onde se situa a capital brasileira, localizada no centro do país. São reconhecidos 72 gêneros e 254 táxons (246 espécies e oito táxons subespecíficos), dos quais 17 (6,7%) são conhecidos apenas localmente. Os gêneros mais significativos no DF são Habenaria (74 espécies e três táxons subespecíficos), Cyrtopodium (17 espécies), Cleistes (13 espécies) e a subtribo Spiranthinae (11 gêneros com 34 espécies e dois táxons subespecíficos). Gêneros como Epidendrum (oito espécies), Pleurothallis (sete espécies), Oncidium (seis espécies) e Maxillaria (três espécies) são abundantes na Mata Atlântica no sudeste brasileiro, mas pouco representados na região. Cerca de 73% das Orchidaceae do DF apresentam hábito terrestre, o que contrasta marcadamente com a Mata Atlântica e a região Amazônica, onde predominam espécies epifíticas. Dentro do Cerrado, o DF representa o local mais bem amostrado e com o maior número de espécies conhecidas, compreendendo cerca de 51% das orquídeas listadas para todo o bioma. Esta relação tem como objetivo subsidiar a monografia desta família para a flora do Distrito Federal.

    Abstract in English:

    The survey of the Orchidaceae from the Distrito Federal (DF), the administrative region of the Brazilian capital located at the center of the country, is presented. Currently, 72 genera and 254 taxa (246 species and eight subspecific taxa) are recognized, 17 (6.7%) of which are known only locally. The most representative genera are Habenaria (74 species and three subspecific taxa), Cyrtopodium (17 species), Cleistes (13 species) and subtribe Spiranthinae (11 genera, 34 species and two subspecific taxa). Genera like Epidendrum (eight species), Pleurothallis (seven species), Oncidium (six species) and Maxillaria (three species) are abundant in the Atlantic rain forest in southeastern Brazil, but poorly represented in the region. About 73% of the Orchidaceae from the DF are terrestrials, in contrast with the Atlantic forest and Amazon region, were the epiphytes predominate. The Distrito Federal is the better-sampled region and has the higher number of Orchidaceae in the cerrado region, comprising about 51% of the orchids known from this biome. The aim of this survey is to subsidize the monograph of the family for the forthcoming "Flora of the Distrito Federal".
  • Floristic composition of the vegetation types of a fen on the southern Brazil coastal plain in Rio Grande do Sul, Brazil

    Costa, César S. B.; Irgang, Bruno E.; Peixoto, Aline R.; Marangoni, Juliano C.

    Abstract in Portuguese:

    Turfeiras topotróficas caracterizam-se como corpos de águas rasas, permanente ou periodicamente alagados por água do lençol freático, percolada através do solo inorgânico das terras altas adjacentes à depressão central da turfeira. Possuem solos orgânicos e a cobertura vegetal é dominanda por fanerógamas aquáticas emergentes. Este estudo visou o levantamento da diversidade específica e caracterização das principais formações vegetais ao longo de duas transecções de 200m em uma turfeira topotrófica na localidade de Domingos Petrolini (Rio Grande, RS). Em março/1998, o total de 48 espécies vegetais (30 famílias) foram encontradas nas 40 parcelas de 5m × 2m observadas nas duas transecções efetuadas. Cerca de 56% das espécies eram plantas aquáticas herbáceas (submersas, flutuantes ou emergentes) e apenas 10% arbustos ou árvores. Sete espécies dominaram a cobertura vegetal (Eupatorium tremulum, Eryngium pandanifolium, Blechnum brasiliense, Rhynchospora sp., Xyris jupicai, Utricularia gibba e Cladium jamaicense). Quatro formações vegetais tipicamente distribuídas em relação à topografia e à distância do lençol freático foram caracterizadas: (1) banhados do capim-navalha Cladium jamaicense, drenados apenas no verão, ocupam a depressão central da turfeira (DCT); (2) planos médios de Gravatás/Caraguatás (Eryngium pandanifolium) associados a samambaia Blechnum brasiliense (+0,5 a +1,5m da DCT); (3) bosques marginais de arbustos palustres (+1 a +3m da DCT) são dominados por Eupatorium tremulum; e (4) campos de turfa recobertos por ciperáceas de pequeno porte, gramas boiadeiras e botões-de-ouro (Xyris jupicai) ocupam a borda do afloramento da turfa (+3 a +4m da DCT).

    Abstract in English:

    Fens are characterized as shallow water bodies permanently or periodically flooded by ground-water table, originating from the percolation of rain water through mineral soils of uplands adjacent to the fen central basin. Fens have organic soil and their plant cover is dominat by emergent phanerophytes. This study aims to survey the specific diversity and characterize the main vegetation types along two 200m transects positioned in a fen of the southern Brazilian county of Domingos Petrolini (32° 02' S; 52° 17' W; Rio Grande, RS). In March/1998, 48 plant species (30 families) were recorded in forty 5m × 2m plots along the two transects. Herbaceous aquatic macrophytes (submersed, flooting or emergent) represented 56% of species, but 10% were shrubs or trees. Seven species dominate the vegetation (Eupatorium tremulum, Eryngium pandanifolium, Blechnum brasiliense, Rhynchospora sp., Xyris jupicai, Utricularia gibba, and Cladium jamaicense). The vegetation types include (1) summer exposed swampsdominated by Cladium jamaicense (placed in the fen central basin; FCB), (2) intermediate level of Gravatás/Caraguatás (Eryngium pandanifolium) associated with the fern Blechnum brasiliense (+0.5 to +1.5m from the FCB), (3) marginal palustrine shrubs (+1 to +3m from the FCB) dominated by Eupatorium tremulum and (4) turf fields covered by small sedges, soft-leaved grasses with the yellow-eyed grass (Xyris jupicai) occupying the upper border of the fen (+3 to +4m from the FCB).
  • Variations in tree community physiognomy, diversity, and species guild composition of a fragment of tropical semideciduous forest in Lavras, south-eastern Brazil

    Nunes, Yule Roberta Ferreira; Mendonça, Andrea Vita Reis; Botezelli, Luciana; Machado, Evandro Luiz Mendonça; Oliveira-Filho, Ary Teixeira de

    Abstract in Portuguese:

    Este estudo teve como objetivo analisar diferenças na estrutura fisionômica, na diversidade de espécies e na composição de guildas da comunidade arbórea de setores de um fragmento de floresta semidecidual que se encontram em diferentes fases de regeneração e graus de exposição à borda. O fragmento, que possui 5,8ha de área e está situado no município de Lavras, MG (21°13'40''S, 44°57'50''W), foi dividido em quatro setores e submetido a um censo das árvores com DAP > 5cm. Os setores foram comparados quanto à densidade, área basal, distribuição de alturas e de diâmetros, diversidade de espécies e freqüência de árvores por guildas de regeneração, estratificação e dispersão. Os setores menos perturbados no passado, Interior Alto e Borda Alta, apresentaram maiores áreas basais e menores densidades de árvores (sobretudo das de menor tamanho), maiores proporções de árvores de espécies clímax tolerantes à sombra e de espécies de grande porte que os mais perturbados, Interior Baixo e Borda Baixa. Estas diferenças realçam que os setores Altos estão em uma fase mais avançada do processo de regeneração. Os setores de Borda tiveram maior freqüência de indivíduos de espécies com dispersão anemocórica que os de Interior. Cada setor de Borda teve maior diversidade de espécies que seu parceiro de Interior. Concluiu-se que os parâmetros analisados podem, em conjunto, servir como bons avaliadores da severidade da perturbação sofrida no passado, da fase regenerativa atual e do efeito borda.

    Abstract in English:

    The purpose of the present study was to analyze differences in physiognomic structure, species diversity, and species guild composition of the tree community of different sectors of a tropical semideciduous forest fragment. Each sector varies in terms of regeneration phase and exposure to the forest edges. The forest fragment, which has an area of 5.8ha and is situated in Lavras municipality, Minas Gerais State, Brazil (21°13'40''S; 44°57'50''W), was classified into four sectors and underwent a census of all trees with dbh > 5.0cm. The sectors were compared for tree density and basal area, distribution of heights and diameters, species diversity, and frequency of trees per regeneration, dispersal, and stratification guilds. The sectors that were more lightly disturbed in the past, Tall Interior and Tall Edge, showed higher tree basal areas, lower tree densities (particularly for smaller size classes), and higher proportions of individuals of shade-tolerant tree species and tall tree species, than the more heavily disturbed sectors, Low Interior and Low Edge. These differences indicate that the Tall sectors are at a more advanced regeneration phase. The Edge sectors had higher frequency of trees of anemochorous species than the Interior sectors. Each Edge sector had higher species diversity than its Interior partner. It was concluded that the analyzed parameters may serve as efficient means of assessment of past disturbance severity as well as of present regeneration phase and edge effects.
  • Estomatal behavior and leaf water potential in three wood species cultivated under water stress

    Silva, Elizamar Ciríaco da; Nogueira, Rejane Jurema Mansur Custódio; Azevedo Neto, André Dias de; Santos, Venezio Felipe dos

    Abstract in Portuguese:

    Com o objetivo de avaliar o comportamento estomático e o potencial da água da folha em plantas jovens de Mimosa caesalpiniifolia, Enterolobium contortisiliquum e Tabebuia aurea submetidas a estresse hídrico, desenvolveu-se um experimento em casa de vegetação no Laboratório de Fisiologia Vegetal da UFRPE. As plântulas foram submetidas a dois tratamentos hídricos (100% da CP e 50% da CP) e aos 5¹, 7, 13 e 22 dias de estresse hídrico, foram avaliadas a transpiração (E), a resistência difusiva (Rs), a temperatura da folha (Tfol), a temperatura do ar (Tar), umidade relativa do ar (UR), a radiação fotossinteticamente ativa (PAR) e o déficit de pressão de vapor (DPV) às 7h, 9h, 12h e 15h. Após 30 dias de estresse, foi medido o potencial da água da folha (Yw) entre 9-10 horas. Os maiores valores de E foram registrados entre 9-12h para todas as espécies, sendo mais baixos nas plantas estressadas. O oposto foi verificado para Rs, com diferenças na magnitude dos valores entre espécies e horários de avaliação. A Rs das plantas estressadas de E. contortisiliquum foi influenciada pela Tar e de M. caesalpiniifolia pela UR e PAR. O Yw decresceu com o estresse, com reduções de até 155%. A Tfol não se mostrou bom indicador dos efeitos do estresse hídrico sobre as espécies.

    Abstract in English:

    The aim of this work was to evaluate the estomatal behavior and the leaf water potential in Mimosa caesalpiniifolia, Enterolobium contortisiliquum and Tabebuia aurea young plants cultivated under water stress. This work was performed in greenhouse of the Laboratório de Fisiologia Vegetal of the Universidade Federal Rural de Pernambuco, Brazil. Seedlings were submitted to two water treatment (100% and 50% pot capacity). On the 5th, 7th, 13th and 22th days of water treatments, the transpiration (E), diffusive resistance (Rs), leaf temperature (Tfol), air temperature (Tar), relative air humidity (UR), photossynthetically active radiation (PAR) and vapour pressure deficit (DPV) were evaluated at 7, 9, 12, 15h. After 30th days the leaf water potential (Yw) was measured, between 9-10h. The highest values of E were registered between 9-12h for all the species, although the stressed plants presented inferior values compared to the control plants. The opposite was verified for the Rs, however the differences in the magnitude and values among species and hours of evaluated were observed. The stomatal behavior of the stressed plants of E. contortisiliquum was influenced by the Tar and the M. caesalpiniifolia was influenced by the UR and PAR. The Yw decreased with the placing of stress, with reduction as much as 155%. The leaf temperature did not show a good indicator on the effects of water stress on the species studied.
  • Floral biology and pollination system of Solanum stramonifolium Jacq. (Solanaceae) in an Atlantic Forest remnant in Pernambuco

    Bezerra, Elisangela Lúcia de S.; Machado, Isabel Cristina

    Abstract in Portuguese:

    A deiscência de anteras através de pequenos poros apicais é uma característica encontrada em várias espécies da família Solanaceae, especialmente no gênero Solanum, característica esta que restringe a polinização a um grupo de abelhas fêmeas capazes de vibrar as anteras para retirada do pólen. A fenologia, biologia floral e a polinização de Solanum stramonifolium foram estudadas entre os meses de agosto/1999 a dezembro/2000 em populações naturais ocorrentes no Parque Estadual de Dois Irmãos, um dos poucos remanescentes de Mata Atlântica localizada em Recife, Pernambuco (8°7'30"S e 34°52'30"W). Solanum stramonifolium é um arbusto com flores dispostas em inflorescências racemosas, apresentando corola branca e cinco estames de um amarelo intenso, com anteras poricidas dispostas ao redor do gineceu. A antese ocorre nas primeiras horas do dia, havendo reflexão de luz ultravioleta e presença de áreas de concentração de emissão de odor por toda a corola e na região apical das anteras. Solanum stramonifolium tem padrão de floração contínuo e apresenta flores hermafroditas (62%) e funcionalmente masculinas (38%), o que caracteriza a espécie como andromonóica.Treze espécies de abelhas foram observadas visitando as flores de S. stramonifolium (nove polinizadores e quatro pilhadores). A constante e grande produção de flores faz com que Solamun stramonifolium mantenha sua guilda de polinizadores e garanta assim a sua reprodução, sendo, ao mesmo tempo, uma importante fonte de recursos para a manutenção destas abelhas.

    Abstract in English:

    The anthers deiscense through two small apical pores is a feature found in many species of Solanaceae, especially in the genus Solanum. This feature restricts pollination to a group of female bees which are able to vibrate the anthers (buzz pollination). The phenology, floral biology and pollination of Solanum stramonifolium were studied between August/1999 and December/2000 in natural populations occurring at Dois Irmãos State Park, one of the last Atlantic forest remnants in Recife city, Pernambuco state (8°7'30"S and 34°52'30"W). Solanum stramonifolium is a shrub whose flowers are arranged in a racemose inflorescence and have white corolla and five stamens with poricide anthers disposed around the gynoecium. Anthesis occur early in the morning and the petals present a ultraviolet reflection pattern. Solanum stramonifolium presents continuous flowering pattern and have hermaphrodite (62%) and functional male flowers (38%), therefore the species is andromonoicious. Thirteen species of bees were observed visiting the flowers of S. stramonifolium (nine pollinators and four pollen robbers). The great and constant production of flowers of S. stramonifolium along the year is important to maintain the pollinators guild and to guarantee the plant reproduction.
  • Density, germination and flora of soil seed bank at the end of the dry season in an area of "caatinga", Quixadá, CE

    Costa, Rafael Carvalho da; Araújo, Francisca Soares de

    Abstract in Portuguese:

    Este trabalho objetiva conhecer a densidade, riqueza e curva de germinação do banco de sementes no solo em uma área de caatinga. Em uma única amostragem aleatória, no final da estação seca (outubro/novembro/1999) dentro da área de 1ha, foram coletadas 100 amostras de solo na serrapilheira à profundidade de 05cm, e 80 amostras na profundidade de 5-10cm. A área estudada localiza-se na Fazenda Não Me Deixes (RPPN - Reserva Particular do Patrimônio Natural), município de Quixadá, CE. Foram calculadas a densidade de sementes e a curva de germinação do banco, pelo método de emergência de plântulas. Também foi feita a determinação da composição florística baseada principalmente na morfologia das plântulas. A densidade total do banco foi 807 sem.m-2. Na serrapilheira, 0-5cm e 5-10cm foram encontradas 352 sem.m-2, 304 sem.m-2 e 108 sem.m², respectivamente. Quanto à curva de germinação, mais de 88% das sementes germinaram nas quatro primeiras semanas, porém algumas sementes continuaram germinando por até 14 semanas. Foram determinadas 40 morfoespécies diferentes de plântulas. A germinação de cerca de 88% das sementes nas primeiras quatro semanas indica que a maioria das sementes da caatinga estão aptas a germinar no início das chuvas e possivelmente devem perder a dormência, se tiverem, no decorrer do período seco.

    Abstract in English:

    This study investigated density, germinability and floristic composition of the soil seed bank in an area of caatinga (thorny deciduous woodland). Random soil samples were collected in a single sampling at Fazenda Não Me Deixes, Quixadá, CE, from litter (n=100), 0-5cm depth layer (n=100) and 510cm layer (n=80). The seedling emergence method was used to determine density and germination curve. The floristic composition was determined using seedling morphology. The total density of the bank was 807 seeds.m² and specific densities were 352 seeds.m-2 (litter), 304 seeds.m-2 (0-5cm) and 108 seeds.m-2 (5-10cm). Most of the seeds germinated between the first and fourth weeks: 91% (n=1278 ; litter), 88% (n=1061 ; 0-5cm depth) and 89% (n=307; 5-10 depth), but some seeds germinated for up to 14th week. We determined 40 different morphospecies. The germination of about 88% of the seeds between the first and fourth week suggests that most caatinga seeds germinate at the onset of the favorable season, probably losing dormancy, if it exits, during the dry season.
  • The genus Phyllanthus L. (Euphorbiaceae) in Chapada Diamantina, Bahia, Brazil

    Torres, Daniela Santos Carneiro; Cordeiro, Inês; Giulietti, Ana Maria

    Abstract in Portuguese:

    Este trabalho trata do estudo taxonômico das espécies de Phyllanthus L. encontradas na Chapada Diamantina, no Estado da Bahia. Foram reconhecidas 11 espécies: P. amarus Schumach. & Thonn., P. angustissimus Müll. Arg., P. claussenii Müll. Arg., P. flagelliformis Müll. Arg., P. heteradenius Müll. Arg., P. klotzschianus Müll. Arg., P. niruri L., P. orbiculatus Rich., P. scoparius Müll. Arg., P. spartioides Pax & K. Hoffm e Phyllanthus sp. O trabalho inclui chave de identificação para as espécies, bem como descrições e ilustrações para cada uma delas.

    Abstract in English:

    This paper presents a taxonomic treatment of the species of Phyllanthus L. from Chapada Diamantina, Bahia. Eleven species are recognized: P. amarus Schumach. & Thonn., P. angustissimus Müll. Arg., P. claussenii Müll. Arg., P. flagelliformis Müll. Arg., P. heteradenius Müll. Arg., P. klotzschianus Müll. Arg., P. niruri L., P. orbiculatus Rich., P. scoparius Müll. Arg., P. spartioides Pax & K. Hoffm. and Phyllanthus sp. A key to the species, as well descriptions and illustrations are provided for each one of them.
  • Effect of biotic factors on growth of Hypnea musciformis (Rhodophyta - Gigartinales)

    Reis, Renata Perpetuo; Leal, Marta Correa Ramos; Yoneshigue-Valentin, Yocie; Belluco, Frederico

    Abstract in Portuguese:

    O melhor conhecimento da ação de fatores biológicos sobre o crescimento de Hypnea musciformis (Wulfen in Jacqu.) J. V. Lamour. torna-se um aspecto premente visando a otimização do manejo e a conservação dessa espécie de interesse comercial. Uma vez que as espécies de Sargassum C. Agardh são consideradas importantes substratos para a fixação de H. musciformis, durante 18 meses, foram realizadas amostragens do tipo destrutiva, em uma população natural de H. musciformis epífita sobre Sargassum spp., em três profundidades de um costão rochoso no Rio de Janeiro. Obteve-se relação positiva entre as biomassas de ambos os gêneros, além da preferência destes pelo ambiente sublitorâneo. Visto a usual presença de mesoherbívoros (Amphipoda) nos talos dessas algas, a ação da herbivoria em H. musciformis e S. cymosum var. nanum foi testada em experimento in vitro. A herbivoria foi confirmada para ambos os táxons e a maior taxa de crescimento de H. musciformis favoreceu o crescimento de S. cymosum var.nanum, diminuindo o ataque de mesoherbívoros por ser alimento disponível. Observou-se também que não houve inibição do crescimento de H. musciformis por S. cymosum var.nanum. Sendo assim, recomenda-se que a colheita de H. musciformis para fins comerciais em bancos naturais de Sargassum spp. seja manejada para não causar danos às comunidades marinhas bentônicas.

    Abstract in English:

    The better knowledge about the influence of biotic factors on the growth of Hypnea musciformis (Wulfen in Jacqu.) J. V. Lamour., a species of commercial interest, is necessary to the orientation of its management and conservation. Since the specimens of Sargassum C. Agardh are considered an important substrate for the fixation of H. musciformis, destructive sampling were done during eighteen months in natural population of H. musciformis growing on Sargassum spp. in three deepths on the rocky shore at Rio de Janeiro. A positive correlation was obtained for the biomass of both genus and the preference for subtidal habitat was observed. Amphipods are usually found in their frond so the impact of mesograzers (amphipods) in H. musciformis and S. cymosum var. nanum were tested in experiments in vitro.The amphipods grazing was confirmed for both species and H. musciformis, that has higher growth rate, favored the growth of S. cymosum var.nanum, reducing the mesograzers attack by being available food. So, we recommend that commercial harvest of H. musciformis growing on Sargassum spp. should be managed to avoid damage to the marine ecosystem.
  • Floristic and phytosociology of arboreal deciduous thorny vegetation remnant at Caruaru, in Pernambuco

    Alcoforado-Filho, Francisco Guedes; Sampaio, Everardo Valadares de Sá Barretto; Rodal, Maria Jesus Nogueira

    Abstract in Portuguese:

    A Vegetação Caducifólia Espinhosa (VCE) que recobre a maior parte do semi-árido, vulgarmente chamada caatinga, é bastante diversificada em função de diferenciações climáticas e morfopedológicas. Como pouco se sabe sobre suas características nos limites de sua distribuição, como na região fisiográfica do Agreste no planalto da Borborema, foi realizado o levantamento florístico e fitossociológico de uma área do município de Caruaru, Pernambuco. Foram amostrados todos os indivíduos com diâmetro do caule ao nível do solo > 3 cm e altura total > 1 m, presentes em 36 parcelas de 10 × 20m (total de 0,72 ha). Foram coletadas 96 espécies, distribuídas por 41 famílias, com 55 espécies amostradas no levantamento fitossociológico. A maioria delas é comum a outras áreas secas do sertão nordestino, embora algumas também ocorram em ambientes com maior disponibilidade hídrica. Densidade (3.810 indivíduos ha¹) e área basal (24,9m² ha-1) totais e as distribuições de diâmetros foram na faixa encontrada em outras áreas da VCE, mas o número de plantas com altura acima de 8m foi maior, quase o dobro da que tinha o maior número registrado. Também as espécies mais importantes foram as mesmas encontradas em outras áreas da VCE e foram distintas das encontradas nas Florestas Estacionais de Altitude (FEA, brejos), na Vegetação Caducifólia não Espinhosa (VCNE, carrasco) e nas Florestas Ombrófilas das Terras Baixas (FOTB, Mata Atlântica), do Nordeste. Numa análise de agrupamento com base na flora, as FOTB formaram um grupo separado e no outro, VCE e FEA foram mais semelhantes que VCNE. Estruturalmente, VCE tem menos plantas de pequeno porte que FEA e VCNE e tem menos plantas com porte grande que FEA e mais que VCNE. A vegetação na área de Agreste em Caruaru é uma VCE arbórea, com porte alto e presença de algumas poucas espécies mais comuns em locais mais úmidos que o núcleo do Sertão nordestino.

    Abstract in English:

    The Deciduous Thorny Vegetation (DTV) that covers the semi-arid area of Northeastern Brazil, called caatinga, is highly diversified as a function of its climatic and morphopedological characteristics. Since little is known of its characteristics in the border of its distribution, as in the Agreste region on the Borborema plateau, a floristic and phytosociological survey was conducted in an area at Caruaru, Pernambuco. All plants > 1m high e > 3cm of stem diameter within 36 plots, 10 × 10m each, had their height and diameter measured. A total of 96 species, belonging to 41 families were found in the area, of which 55 species were included in the phytosociological survey. Most of them are also found in the dry core of the Northeastern semi-arid region, but a few of them occur in places with higher water availability. Total density (3,810 plant ha-1) and basal area (24.9m² ha-1) and stem diameter distribution were within the range found in other DTV areas but the number of plants taller than 8 m was higher, almost double the previous highest value. The most important species were the same found in other DTV areas but different from those of regional Montane Forests (MF), Deciduous Non Thorny Vegetation (DNTV) and Humid Lowland Forests (HLF), in Northeast. In a cluster analysis, based on flora, HLF formed a separate group and in the other group DTV and MF were more similar than DNTV. Structurally, DTV has less small plants than both MF and DNTV and less large plants than MF but more than DNTV. The vegetation in the Agreste at Caruaru is an arboreal DTV, with tall plants and the presence of a few species more common in more humid areas than the dry core of the Northeast.
  • Floristic composition and structure of the tree community in a deciduous forest on a limestone outcrop in São Domingos, Goiás, Paranã river basin, Brazil

    Silva, Luciana Álvares da; Scariot, Aldicir

    Abstract in Portuguese:

    A bacia do rio Paranã (Goiás e Tocantins) com 5.940.382ha, tem alta diversidade de fitofisionomias, incluindo a floresta estacional decidual sobre afloramento calcário, que ainda não foi estudada nesta região. Este trabalho objetivou o levantamento quantitativo da vegetação arbórea de uma floresta estacional decidual sobre afloramento calcário (13°49'34''S e 46º 41'55''W; 478m de altitude) na fazenda São José, São Domingos, GO. Foram demarcadas cinco linhas a intervalos de 100m, onde foram aleatoriamente alocadas 25 parcelas permanentes de 20 × 20m (1,0 ha). Em cada parcela foram amostrados todos os indivíduos com diâmetro à altura do peito (DAP) igual ou maior que 5cm, onde foram medidos o DAP e a altura, e identificadas as espécies. Foram amostrados 588 indivíduos (536 vivos e 52 mortos ainda em pé), pertencentes a 36 espécies, 31 gêneros e 21 famílias, com índice de Shannon 2,99 e Equabilidade 0,83. As principais espécies em valor de importância (VI), foram: Tabebuia impetiginosa (43,81), Aspidosperma pyrifolium (35,64), Luetzelburgia sp. (21,77), Commiphora leptophloeos (18,79), Myracrodruon urundeuva (15,79), Pseudobombax tomentosum (13,42), Combretum duarteanum (13,04), Luehea divaricata (12,24), Cabralea canjerana (11,99), Ficus pertusa (11,82), Jacaranda brasiliana (11,68) e Aspidosperma sp. (10,57) que juntas somaram 73,5% do VI total, enquanto as 24 espécies restantes somaram 26,5%. Esta floresta é similar, em termos de diversidade, a outras áreas de afloramentos na região.

    Abstract in English:

    The Paranã river basin (States of Goiás and Tocantins, Brazil), with 5,940,382 ha, has many different plant physiognomies, including the deciduous forest on limestone outcrops which has not yet been studied in this region. In this paper we present the structure of the tree community of a deciduous forest on a limestone outcrop (13º49'34'' S; 46º 41'55'' W) in São Domingos municipality, Goiás State, Brazil. Twenty-five plots of 20m × 20m (400m²) were randomly placed on lines 100 m apart. Trees with dbh > 5cm were tagged, measured, and identified to species. In the phytosociological study, 588 individuals were sampled. A total of 36 tree species, belonging to 31 genera and 21 families were registered. The species with the highest importance value (IV) were: Tabebuia impetiginosa (43,81), Aspidosperma pyrifolium (35,64), Luetzelburgia sp. (21,77), Commiphora leptophloeos (18,79), Myracrodruon urundeuva (15,79), Pseudobombax tomentosum (13,42), Combretum duarteanum (13,04), Luehea divaricata (12,24), Cabralea canjerana (11,99), Ficus pertusa (11,82), Jacaranda brasiliana (11,68) and Aspidosperma sp. (10,57). Together these make up 73.5% of total IV while the 24 remaining species constitute 26.5%.
  • Evaluación del estado sucesional de un bosque subtropical de quebradas en el norte de Uruguay

    Grela, Iván A.

    Abstract in Portuguese:

    O objetivo do trabalho foi determinar o estado sucessional de uma floresta subtropical logo após esta ter sido explorada seletivamente com fins madeireiros. Comparou-se a estrutura atual da vegetação com a estrutura de uma zona testemunha contígua. A comparação foi feita com base nos seguintes parâmetros fitossociológicos: dominância, abundância (densidade), freqüência e índice do valor de importância. O número de espécies encontradas foi de 30 na zona em sucessão e 24 na zona testemunha, o índice de similaridade de Czekanowski entre as duas foi igual a 0,83. Das dez espécies mais importantes de cada zona, sete são comuns e possuem valor de importância similar. Da análise conclui-se que a comunidade estudada possui o potencial para se regenerar e retornar ao estado de evolução anterior à perturbação.

    Abstract in Spanish:

    Con el objetivo de determinar el estado sucesional de una formación forestal subtropical luego de haber sido explotada selectivamente con fines madereros, se comparó la estructura actual de la misma con la de una zona contigua que no fue explotada y que se tomó como testigo. Para la comparación se tuvieron en cuenta los siguientes parámetros fitosociológicos: dominancia, abundancia (densidad), frecuencia e índice de valor de importancia. El número especies detectadas fue treinta en la zona en sucesión y veinticuatro en la testigo, y el indice de similitud de Czekanowski entre ambas de 0.83. De las diez especies más importantes en cada zona, siete son compartidas y poseen valores de importancia similares. De acuerdo a los diferentes análisis efectuados se concluye que la comunidad estudiada cuenta con el potencial para regenerase y retornar a su estado de evolución anterior.
Sociedade Botânica do Brasil SCLN 307 - Bloco B - Sala 218 - Ed. Constrol Center Asa Norte CEP: 70746-520 Brasília/DF - Alta Floresta - MT - Brazil
E-mail: acta@botanica.org.br