MedicalExpress, Volume: 3, Issue: 2, Published: 2016
  • Motor learning through virtual reality in elderly - a systematic review Reviews

    Ribeiro-Papa, Denise Cardoso; Massetti, Thais; Crocetta, Tânia Brusque; Menezes, Lilian Del Ciello de; Antunes, Thaiany Pedrozo Campos; Bezerra, Ítalla Maria Pinheiro; Monteiro, Carlos Bandeira de Mello

    Abstract in Portuguese:

    INTRODUÇÃO: O Declínio da função física é uma característica comum de idade avançada e tem consequências importantes em termos de saúde física e qualidade de vida. Nossa capacidade de aprendizagem motora nos permite adaptar movimentos a um ambiente em constante mudança. A expressão Realidade Virtual refere-se a uma ampla variedade de métodos usados para simular uma alternativa ao mundo virtual. OBJETIVO: Analisar os resultados apresentados em estudos anteriores sobre aprendizagem motora com o uso de Realidade Virtual em participantes idosos. MÉTODO: Para selecionar os artigos, três etapas foram seguidas. Uma revisão sistemática da literatura foi realizada sem limitação de tempo. A pesquisa foi realizada utilizando PubMed, BVS e Web os Science; considerando-se as palavras-chave, incluímos artigos que apresentaram os três seguintes termos:, realidade virtual idosos e aprendizagem motora. RESULTADOS: A busca inicial rendeu 49 artigos. Depois da remoção de duplicações, dois dos autores avaliaram independentemente o título e o resumo de cada artigo em relação aos critérios de inclusão do estudo. Destes, 45 artigos foram excluídos com base no título e resumo. Finalmente, quatro artigos preencheram os critérios de inclusão. CONCLUSÃO: Embora poucos estudos foram encontrados sobre a aprendizagem motora em pessoas idosas através da realidade virtual e, menos ainda eram de boa qualidade, foi mostrado que as pessoas idosas, com ou sem uma doença específica, podem se beneficiar de intervenções com base na realidade virtual para melhorar a habilidades de aprendizagem motora.

    Abstract in English:

    INTRODUCTION: Decline in physical function is a common feature of older age and has important outcomes in terms of physical health as it relates to quality of life. Our capacity for motor learning allows us to flexibly adapt movements to an ever-changing environment. The term Virtual Reality refers to a wide variety of methods used to simulate an alternative or virtual world. OBJECTIVE: To analyze the results shown in previous studies on motor learning with Virtual Reality use in elderly participants. METHOD: To select the articles, three steps were followed. A systematic literature review was performed without time limitation. The research was carried out using PubMed, BVS and Web of science; considering the keywords, we included articles that showed the following three terms: elderly, virtual reality and motor learning. RESULTS: The initial search yielded 49 articles. After duplicates were removed, two of the authors independently evaluated the title and abstract of each article against the study inclusion criteria. From these, 45 articles were excluded based on title and abstract. Finally, four articles met the inclusion criteria. CONCLUSION: Although few studies were conducted on motor learning in elderly people through virtual reality and, even fewer were of good quality, it was shown that elderly people, with or without a specific disease, can benefit from interventions based on virtual reality to improve motor learning skills.
  • Working memory dysfunction in insomniac adults: a systematic metanalytical review Reviews

    Monteiro, Bárbara; Candida, Maristela; Monteiro, Suzana; Paes, Flávia; Yuan, Ti-Fei; Li, Ang; Sun, Xin; Rocha, Nuno Barbosa F.; Campos, Carlos; Nardi, Antonio Egidio; Machado, Sergio

    Abstract in Portuguese:

    INTRODUÇÃO: A insônia é o distúrbio do sono mais comum: relatórios recentes estimam que 25-30% dos adultos sofrem episódios de insônia, enquanto 10% sofrem de distúrbio do sono suficientemente grave para cumprir os critérios de diagnóstico para insônia. Além disso, pouco se sabe sobre os mecanismos, causas, evolução clínica, e consequências desta doença crónica altamente prevalente. Mais de 30 estudos foram publicados sobre o assunto, mas apenas uma pequena proporção encontrou diferenças entre os indivíduos com e sem insônia, por exemplo, na memória de trabalho. OBJETIVO: Examinar as evidências sobre as diferenças entre adultos insones e normais no desempenho da memória de trabalho. MÉTODOS: A pesquisa foi realizada usando uma pesquisa avançada no ISI Web of Science e MEDLINE/PubMed com os termos "sleep", "insônia" e "memória de trabalho" como os principais descritores, que foram cruzados com as seguintes palavras-chave: "testes psicológicos", "neuropsicologia" e "performance". RESULTADOS: Um total de 132 artigos foram identificados na pesquisa realizada no PubMed e Web of Science; 20 duplicações foram excluídas. Após a triagem, 102 artigos foram excluídos, que não estavam relacionadas com o tema proposto. Assim, 10 artigos foram selecionados por critérios de elegibilidade e de exclusão, e incluídos na revisão sistemática. CONCLUSÃO: As descobertas relatadas em nosso estudo sugerem que os deficits leves mas não permanentes de desempenho cognitivo podem ser mascarados por disparidades insignificantes em estudos que comparam indivíduos com insônia com pessoas com sono normal. Tal deficiência pode ser contornada pela análise de amostras maiores e mais bem caracterizadas, em conjunto com o controle metodológico otimizado de fatores que potencialmente podem incorrer em variações entre os participantes.

    Abstract in English:

    BACKGROUND: Insomnia is the most commonly occurring sleep disorder: recent reports estimate that 25-30% of adults in the general population occasional instances of experience insomnia, while 10% suffer from disturbances severe enough to meet diagnostic criteria for insomnia. Little is known about the mechanisms, causes, clinical course, and consequences of this condition. Over 30 studies have been published on the matter but only a small proportion has found differences in the working memory of individuals with vs. without insomnia. OBJECTIVE: To summarize evidence regarding the differences in working memory performance between insomniac vs. normal adult sleepers. METHODS: The survey was conducted using an advanced search in the ISI Web of Science and MEDLINE/PubMed with the terms "sleep", "insomnia" and "working memory" as major descriptors; these were crossed with the following keywords: "psychological tests", "neuropsychology" and "performance". RESULTS: A total of 112 articles were identified in the search conducted in PubMed and Web of Science. After the screening, 102 articles unrelated to the proposed theme were excluded. Thus, 10 articles were analyzed by the eligibility and exclusion criteria, and included in this systematic review. CONCLUSION: The information resulting from the analysis of the reviewed articles suggests that mild, but not definitive deficits in cognitive performance might be masked by insignificant disparities in studies comparing insomniac individuals with normal sleepers. This shortcoming can be circumvented by larger and better-characterized samples, together with optimized methodological control of factors which might otherwise result in confounding variations among participants.
  • Positive correlation of postural balance evaluation by two different devices in community dwelling women Original Research

    Brech, Guilherme Carlos; Luna, Natália Mariana Silva; Alonso, Angélica Castilho; Greve, Júlia María D'Andréa

    Abstract in Portuguese:

    OBJETIVO: Estabelecer a validade convergente ou relação do Balance Master® como dispositivo de avaliação do equilíbrio, comparando seus resultados de desempenho com os obtidos a partir da plataforma de força AccuSway Plus®. MÉTODO: Trata-se de um estudo observacional transversal, sem intervenção, de 126 mulheres na pós-menopausa (60,3 ± 3,2 anos; índice de massa corporal = 27,6 ± 4,7 kg/m2). A avaliação de equilíbrio postural estático (posturografia) para todos os voluntários foi realizada inicialmente em uma plataforma de força (AccuSway Plus); uma segunda avaliação estática foi realizada em um dispositivo de equilíbrio Balance Master® Sistem. As variáveis estudadas nos dois dispositivos, foram: velocidade média do deslocamento total do centro de pressão em todas as direções (Vavg e Média-Form); ântero-posterior (YSD and Mean-Y) e médio-lateral (XSD and X-Mean) do centro de pressão de deslocamento. O coeficiente de correlação de Spearman foram calculados para medir a correlação entre as variáveis de equilíbrio obtidas nos dois dispositivos diferentes. RESULTADOS: Foi encontrada uma correlação significativa entre as duas variáveis, e foi ajustado por um modelo de regressão linear. Houve uma associação entre a velocidade média de deslocamento do centro de pressão em ambos os dispositivos em ambas as condições, os olhos abertos (r = 0,21) e fechada (r = 0,47). Na condição de olhos abertos, os Vavg aumenta, em média, 0,26 unidades, com um aumento de uma unidade no Mean-Form; na condição de olhos fechados, Vavg aumenta, em média, 1,27 unidades, com um aumento de uma unidade no Mean-Form. CONCLUSÃO: Os dispositivos investigados apresentaram uma correlação significativa para a velocidade média calculada a partir do deslocamento total do centro de pressão em todas as direções.

    Abstract in English:

    OBJECTIVE: To establish the convergent validity or relationship of the Balance Master® as balance assessment device by comparing its performance results with those obtained from the AccuSway Plus® force plate. METHOD: Cross-sectional observational study, without intervention, of 126 postmenopausal women (60.3 ± 3.2 years; body mass index = 27.6 ± 4.7 kg/m2). Two devices were used for the independent assessments of static balance: (a) Static postural balance assessment (posturography) was performed on a force platform (AccuSway Plus); (b) static evaluation was performed on the Balance Master®System. The variables studied in the two devices, were: (i) the Mean Velocity of the Center of Pressure Displacement in all directions (Vavg or Mean Firm), (ii) the Anteroposterior (Mean-Y) and (iii) the Mediolateral (Mean-X) Centers of Pressure Displacement. The Spearman correlation coefficient was calculated to measure the correlation of the variables of balance obtained with the two different devices. RESULTS: Significant correlations were obtained when the relationships between both variables were described by fitting multiple linear regression models. There was an association between the mean velocity of center of pressure displacement in both devices, with eyes open (r = 0.21) and eyes closed (r = 0.47). In the eyes open condition, Vavg increased, on average, 0.26 units, while Mean Firm increased 1.0 unit; in the Mean-Firm; in eyes closed condition, Vavg increased, on average, 1.27 units, while Mean-Firm increased by 1,0 unit. CONCLUSION: The devices investigated presented a significant correlation for the mean velocity calculated from the total displacement of the center of pressure in all directions.
  • Symbolic analysis of heart rate variability and its interaction with p-value of normality tests applied on RR intervals Original Research

    Porto, Andrey A.; Ferreira, Celso; Abreu, Luiz Carlos de; Garner, David M.; Gonzaga, Luana; Valenti, Vitor E.

    Abstract in Portuguese:

    OBJETIVO: Um estudo anterior sugeriu que o valor "p" do teste de normalidade (PNT) aplicado a intervalos RR é um índice capaz de quantificar variabilidade da frequência cardíaca através da correlação tradicional dos índices de tempo e frequência. Investigamos a associação entre o teste PNT aplicado a intervalos RR e a análise simbólica da variabilidade da frequência cardíaca. MÉTODO: Foram avaliadas 32 mulheres saudáveis entre 18 e 30 anos de idade. Os intervalos RR foram utilizados para análise da variabilidade da frequência cardíaca; foi realizada uma análise simbólica, onde intervalos RR são unidos por símbolos. Grupos de três símbolos consecutivos foram agrupados em quatro tipos de aglomerados, a saber: 1: três símbolos iguais (variação zero); 2: dois símbolos iguais, um divergente (uma variação); 3: três símbolos diferentes, monotonicamente crescentes ou decrescentes (duas variações iguais); 4: três símbolos diferentes, formando um pico ou uma calha (duas variações desiguais). Foi calculada a frequência de ocorrência de cada tipo de cluster. Testes de normalidade foram aplicados a todos os intervalos RR e o valor de "p" foi calculado. Calculamos as correlações entre o PNT e análise simbólica de HRV. RESULTADOS: Os coeficientes de correlação entre PNT de teste Kolmorogov-Smirnov e os quatro tipos de clusters não mostraram correlação com qualquer um deles. Da mesma forma, o coeficiente de correlação entre o índice PNT calculado a partir do teste de Shapiro-Wilk e a análise simbólica não produziu resultados significativos para qualquer dos quatro tipos de aglomerados. CONCLUSÃO: Não houve correlação significativa entre o PNT e análise simbólica da variabilidade da frequência cardíaca. O significado fisiológico deste resultado é que o PNT não está relacionado ao comportamento caótico da VFC.

    Abstract in English:

    OBJECTIVE: A previous study suggested that the p-value of normality test applied to RR intervals is an index able to quantify Heart Rate Variability (HRV) through correlation of traditional time and frequency domain indices. We investigate the association between the p-value of normality test applied in RR intervals and symbolic analysis of HRV. METHOD: We evaluated 32 healthy women between 18 and 30 years old. RR intervals were used for HRV analysis and we performed symbolic analysis, where RR intervals are joined by symbols. Sets of three consecutive symbols (RR intervals) were grouped into four types of clusters, as follows: 1. Three equal symbols (zero variation); 2: two equal, one divergent symbol (one variation); 3. Three different symbols monotonically ascending or descending (two like variations); 4. Three different symbols, forming a peak or a trough (two unlike variations). Frequency of occurrence of each type of cluster was calculated. Normality tests were applied to all RR intervals and the p-value was calculated. We computed the correlations between the p-value of normality test and symbolic analysis of HRV. RESULTS: Correlation coefficients between the p-value of normality test from Kolmorogov-Smirnov test and the four types of clusters showed no correlation for any of them. Likewise, the correlation coefficient index between the p-value of normality test calculated from the Shapiro-Wilk test and symbolic analysis produced no significant results for any of the four types of clusters. CONCLUSION: There was no significant correlation between the p-value of normality test and HRV symbolic analysis. The physiological significance of this result is that the PNT is not related to chaotic behavior of HRV.
  • Relationship of comorbidities and heart failure mortality in the city of São Paulo, Brazil Original Research

    Koike, Marcia Kiyomi; Silva, Viviane; Romanek, Flavia Alves Ribeiro Monclùs; Shirassu, Mirian Matsura

    Abstract in Portuguese:

    OBJETIVO: O perfil epidemiológico da mortalidade por insuficiência cardíaca na cidade de São Paulo, Brasil ainda não foi estudado. O presente estudo tem como objetivo caracterizar comorbidades associadas a mortes por insuficiência cardíaca em São Paulo entre 2000 e 2012. MÉTODO: O sistema de informações sobre mortalidade (SIM/DATASUS) foi examinado, obtendo-se os seguintes parâmetros: idade, sexo, raça, nível de educação e comorbidades (hipertensão, diabetes, obesidade, doença pulmonar obstrutiva crónica). O nível socioeconômico foi estimado por anos deescolaridade, a saber: inferior (0-3 anos) e superior (> 3 anos). Foram analisados 14.814 atestados de óbito. RESULTADOS: Houve uma prevalência de indivíduos do subgrupo: sexo feminino, cor branca, casadas ou divorciadas, com idades entre 78 anos e nível socioeconômico baixo. Hipertensão e diabetes foram as comorbidades mais frequentes. Houve associações de (a) diabetes com a idade, (b) a idade, sexo e nível educacional com hipertensão arterial em indivíduos pertencentes a ambos os níveis socioeconômicos mais baixos e mais altos. CONCLUSÃO: Os indivíduos que morreram de insuficiência cardíaca congestiva em São Paulo são na sua maioria mulheres idosas, caucasianas, com pouca educação. Hipertensão e diabetes são as duas doenças crônicas mais comuns associadas à morte por insuficiência cardíaca congestiva.

    Abstract in English:

    OBJECTIVE: The epidemiology of heart failure mortality in the city of São Paulo, Brazil has not been studied. The present study aims to characterize comorbities associated to cardiac heart failure deaths in São Paulo between 2000 and 2012. METHOD: The mortality information system (SIM/DataSUS) was evaluated and the following parameters were retrieved: age, sex, race, level of education and comorbidities (hypertension, diabetes, obesity, chronic obstructive pulmonary disease). Socioeconomic status was estimated by years of schooling, as: lower (0-3 years) and higher (> 3 years). We analyzed 14,814 death certificates. RESULTS: There was a prevalence of subjects in the subgroup: female, white, married or divorced, aged 78 years and lower socioeconomic status. Hypertension and diabetes were the most frequent comorbidities. There were associations of (a) diabetes with age, (b) age, gender and educational level with hypertension in individuals belonging to both the lower and higher socioeconomic levels. CONCLUSION: Individuals who died of congestive heart failure in São Paulo are mostly elderly, women, caucasian, with little education. Hypertension and diabetes are the two most common chronic diseases associated with death bycongestive heart failure.
  • Acute cardiovascular responses to strength exercise for biceps and quadriceps muscles in middle-aged women Original Research

    Pedreiro, Rodrigo Cunha de Mello; Santos, Ramila Ferreira da Silva; Machado, Sérgio; Maranhão Neto, Geraldo de Albuquerque

    Abstract in Portuguese:

    OBJETIVO: O treinamento de força é cada vez mais popular e é estudado pela sua eficácia no aumento da potência muscular e resistência. Alega-se que as respostas cardiovasculares estão relacionadas com a massa muscular envolvida durante o exercício, mas alguns estudos não confirmam esses achados. Analisamos o comportamento da freqüência cardíaca, pressão arterial sistólica/diastólica e duplo produto em mulheres de meia-idade durante a execução de exercícios para dois grupos musculares com diferentes volumes: flexores do cotovelo (massa pequena) e extensores do joelho (massa grande). MÉTODO: A amostra foi constituída por oito mulheres fisicamente ativas por pelo menos 6 meses. O procedimento experimental foi realizado em 3 sessões. Na primeira, a caracterização da amostra e um teste de 10 repetições máximas (10RM) foram realizados. Na segunda, as participantes realizaram um aquecimento e, em seguida, (dependendo da randomização), a flexão do cotovelo ou a extensão do joelho em 3 séries de 10 repetições. Na terceira sessão, os participantes realizaram o exercício alternado, respeitando os mesmos procedimentos. As pressões sistólica e diastólica e a frequência cardíaca foram verificadas 5 minutos antes do aquecimento e ao final de cada série. RESULTADOS: Não foi observada diferença nas respostas cardiovasculares agudas de exercícios envolvendo os dois volumes diferentes de massa muscular em mulheres normotensas acima de 45 anos de idade. CONCLUSÃO: A resposta cardiovascular não é afetada pela massa muscular exercida nessa população específica. Novos estudos devem analisar essas variáveis em diferentes condições, tais como tempo, clima e outras populações.

    Abstract in English:

    OBJECTIVE: Strength Training is increasingly popular and is studied for its efficacy in increasing muscular power and endurance. It has been claimed that cardiovascular responses are related to the muscle mass involved during execution, but some studies do not confirm these findings. We analyzed the behavior of heart rate, systolic/diastolic blood pressure, and double product in middle-aged women while performing exercises for two muscle groups with different volumes: elbow flexors (small mass) and knee extensors (large mass). METHOD: The study sample comprised eight women physically active for at least 6 months. The experimental procedure was performed in 3 sessions. In the first session, the characterization of the sample and a 10 repetition maximum (10RM) test were conducted. In the second, participants performed a warm up and then (depending on randomization), either the elbow flexion or the knee extension exercises in 3 series of 10 repeats. In the third session, participants performed the alternate exercise, folllowing the same procedures. Systolic and diastolic pressures and heart rate were measured 5 minutes before warm up and at the end of each series. RESULTS: No difference was observed in the acute cardiovascular responses for exercises involving the two different muscle mass volumes in normotensive women above age 45 years. CONCLUSION: The cardiovascular response is not affected by the exercised muscular mass in this specific population. Further studies should examine these variables in different conditions such as weather, climate and other populations.
  • Goal-directed therapy for decompensated heart failure and renal dysfunction. A pilot randomized clinical trial Original Research

    Bastos, Jaime Freitas; Ferri, Mauricio; Lima, José Jayme Galvão de; Kopel, Liliane; Lage, Silvia Gelás

    Abstract in Portuguese:

    OBJETIVOS: A Insuficiência cardíaca aguda está associada à síndrome de baixo débito cardíaco e disfunção renal. No entanto, não se sabe se o protocolo meta-dirigido guiado por variáveis hemodinâmicas rigorosamente controladas, incluindo cateter de artéria pulmonar, irá melhorar de forma segura os marcadores de disfunção renal clínica nestes pacientes, quando comparados a uma abordagem menos invasiva. MÉTODOS: Ensaio clínico piloto randomizado incluindo pacientes com insuficiência cardíaca conhecida, síndrome de baixo débito cardíaco e disfunção renal com menos de 48 horas de evolução. Foram randomizados dois grupos: terapia alvo-dirigida monitorada com cateter de artéria pulmonar e terapia convencional com cateter venoso central. Os parâmetros hemodinâmicos, a saturação venosa, o lactato sérico, o volume de reposição de fluidos e as doses de drogas vasoativas foram comparados, considerando a melhora da função renal após 72 horas como o desfecho primário do estudo. RESULTADOS: Foram incluídos 15 pacientes no grupo de terapia alvo-dirigida e 16 pacientes em terapia convencional. As características basais foram semelhantes em ambos os grupos. O estudo avaliou os seguintes parâmetros dos pacientes na linha de base e após 72 horas para os dois grupos: excreção urinária, creatinina sérica, saturação venosa de oxigênio e lactato. Nas primeiras 24 horas houve menor reposição de fluido no grupo de terapia dirigida mas, ao fim de 72 horas, a reposição tornou-se equivalente. O uso de agentes inotrópicos foi semelhante entre os grupos. CONCLUSÕES: Houve uma melhora da função renal e dos parâmetros hemodinâmicos em ambos os grupos de estudo. A opção para o protocolo com cateter de artéria pulmonar só se justifica se houver evidência clínica de congestão pulmonar grave associada à baixa perfusão periférica

    Abstract in English:

    OBJECTIVES: Acute heart failure is associated with low cardiac output syndrome and renal dysfunction. However, it is not known whether a goal-directed protocol guided by tightly controlled hemodynamic variables, including pulmonary artery catheter, will safely improve clinical renal dysfunction markers in these patients when compared to a less invasive approach. METHODS: Pilot, randomized clinical trial aimed at patients with known heart failure, low cardiac output syndrome and renal dysfunction with less than 48 hours from onset. We randomized two groups: (a) goal-directed therapy monitored with pulmonary artery catheter and (b) conventional therapy with central venous catheter. Hemodynamic parameters, venous oxygen saturation, serum lactate, fluid repositions and vasoactive drugs were compared considering renal function improvement after 72 hours as the primary study endpoint. We included 15 goal-directed therapy and 16 conventional therapy patients. The study has assessed patients on baseline looking for significant improvement at 72 hours of the following parameters in the goal-directed therapy and conventional therapy groups: urine output, serum creatinine, venous oxygen saturation and serum lactate. RESULTS: Baseline characteristics were similar in both groups. In the first 24 hours there was a lower volume of fluid reposition in the goal-directed therapy group, although 72 hours later such reposition was equivalent. The use of inotropic agents was similar between groups. There was an improvement to the renal function and the hemodynamic parameter in both study groups. CONCLUSIONS: The option for the protocol with pulmonary artery catheter setting is justified only if there is clinical evidence of serious pulmonary congestion associated to low peripheral perfusion.
  • MedicalExpress: your article online one month after acceptance Editorial

    Rocha-e-Silva, Mauricio
Mavera Edições Técnicas e Científicas Ltda Rua Professor Filadelfo Azevedo, 220, Cep: 04508-010, tel: (11) 3051 3043 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: medicalexpress@me.net.br