Revista de Antropologia, Volume: 44, Issue: 1, Published: 2001
  • Editorial Editorial

    Magnani, José Guilherme Cantor
  • Árvores e gente no ativismo transnacional. As dimensões social e ambiental na perspectiva dos campaigners britânicos pela Floresta Amazônica Artigos

    Zhouri, Andréa

    Abstract in Portuguese:

    O ativismo transnacional constitui-se como tema ainda incipiente nas ciências sociais. A partir de uma perspectiva antropológica, este trabalho apresenta uma contribuição à compreensão dos processos políticos e culturais globais que caracterizam a contemporaneidade, centrando-se no ativismo transnacional em torno da Floresta Amazônia. A Amazônia é certamente um dos principais símbolos do ambientalismo ocidental. A maioria das ONGs transnacionais que trabalha com este tema tem sede no Reino Unido, apresentando uma atuação destacada nas campanhas do mogno, pela demarcação de terras indígenas, assim como no desenvolvimento do Forest Stewardship Council (FSC), ou Conselho de Manejo Florestal -- um selo verde para produtos florestais. Este artigo analisa as diferentes trajetórias sociais e de militância dos campaigners britânicos, que os conduzem a formas distintas de engajamento com a floresta. Observa-se, então, as tensões na conjugação das dimensões social e ambiental enquanto marcas discursivas independentes das filiações organizacionais. Três principais tendências são reveladas, assim como visões globais e locais conflitantes, com conseqüências para o ambientalismo enquanto um campo de comunicação globalizado, e sobretudo para a Amazônia enquanto espaço sócioambiental.

    Abstract in English:

    Transnational activism is still an incipient topic within the field of Social Sciences. From an anthropological perspective, this article presents a contribution towards the understanding of global political and cultural processes taking place in the contemporary world. It focuses on the transnational activism around the Amazon Rainforest since the Amazon is one of the most important symbols of Western environmentalism. Most transnational NGOs dealing with the Amazon issue are based in the United Kingdom. They have been most active in the mahogany campaign, the campaign for the demarcation of indigenous lands, as well as in initiatives such as the FSC (Forest Stewardship Council) a certification scheme for forest products. This article analyses the campaigners social and political trajectories that led them engage with the Amazon in distinctive ways. It highlightes the tensions underlining social and environmental dimensions as discursive marks beyond institutional affiliations. Three major tendencies are revealed, as well as antagonistic global and local positions with significant consequences to environmentalism as a globalised field of communication, and the Amazon as both social and environmental space.
  • Chico Xavier e a cultura brasileira Artigos

    Lewgoy, Bernardo

    Abstract in Portuguese:

    O presente artigo propõe uma interpretação do fenômeno Chico Xavier na cultura e na sociedade brasileira. A partir do reconhecimento da importância crucial de seu modelo mítico de espírita exemplar, o lugar de absoluto destaque ocupado pelo médium mineiro na história do kardecismo brasileiro será interpretado à luz de um código cultural articulado em sua biografia, que busca sintetizar os personagens paradigmáticos do "santo" e do "caxias". Desdobrado na unidade de sua obra mediúnica e trajetória pública, o tipo de espiritismo construído em Chico Xavier evidencia a proposta kardecista dominante ao longo do século XX, enquanto modelo de cidadania, prática religiosa e projeto nacional.

    Abstract in English:

    The present article is a reading of the place of the phenomenon Chico Xavier in the Brazilian culture and society. Starting from the recognition of his crucial importance as a mythical model of exemplary spiritualist, the absolute prominence of the medium in the history of the Brazilian spiritualism will be interpreted in the light of a cultural code articulated in his biography, that synthesizes the Brazilian mythical characters of the "saint" and of the "caxias". Unfolded from his life and works the model of spiritualism built by Chico Xavier evidences the kardecismo's dominant religious point of view along the 20th Century, while citizenship model, religious practice and national project.
  • Mito, história e cosmologia: as diferentes versões da guerra dos Palikur contra os Galibi entre os povos indígenas da Bacia do Uaçá, Oiapoque, Amapá Artigos

    Vidal, Lux Boelitz

    Abstract in Portuguese:

    Os índios Palikur, um grupo Aruak, vivem às margens do Rio Urucauá, no Brasil e em diferentes localidades na Guiana Francesa. No século XVII envolveram-se em um longo conflito com os Galibi, um grupo Carib, situado mais ao norte. Os Galibi-Marworno, por sua vez, habitam uma ilha no Rio Uaçá, são os descendentes de várias etnias, essencialmente Carib e hoje falam o patois (crioulo). Também vivenciaram conflitos na região. Neste texto apresento e comparo três versões referentes a esses episódios, usados como matriz pelos indígenas para desvendar conceitos de identidade e alteridade, partes de uma construção do cosmo e de um processo histórico específicos daquela região das Guianas.

    Abstract in English:

    The Palikur Indians, an Aruak group, live on the banks of the Urucauá river in Brazil and in some localities in French Guiana. During the 17th century they were at war for a long time with the Galibi, a northern Carib group. The Galibi-Marworno, on the other hand, live on an island on the Uaçá river and are the descendants of various ethnic groups, essencially Carib. Today they speak French patois. They also involved themselves in conflicts in the region. In this text I present and compare three versions referring to these episodes, used as a matrix by the indians to uncover concepts of identity and otherness, part of a cosmological construct and historical process specific to the Guiana region.
  • Property and age organisation among an East African pastoralist group<a NAME="top1"></a> Artigos

    Tadesse, Wolde Gossa

    Abstract in Portuguese:

    Estudos sobre sistemas etários na África Oriental têm focado principalmente as regras que regulam recrutamento, com ênfase ao modo em que se mantém a autoridade e os cargos políticos, assim como à natureza não-militar e não-política dos sistemas etários. Apesar de contribuírem enormemente para a nossa compreensão das organizações etárias na região, esses estudos não lidam explicitamente com a questão da propriedade e com o modo em que ela constitui um dos principais focos para atividades de organizações etárias. De fato, quando se menciona a propriedade, ela é vista em função das famílias e, portanto, do parentesco. Apresentando e discutindo uma variedade de casos envolvendo o modo em que a propriedade é tratada por lideranças de um conjunto etário/geracional e residentes Hor e não-Hor do território Hor, este estudo conclui que a posse, o uso e controle de recursos não constitui um assunto que pertence exclusivamente à esfera de grupos de parentesco; trata-se também de uma questão central para organizações etárias. Apesar de haver, aparentemente, alguma ambigüidade decorrente da ênfase equilibrada que os Hor dedicam ao parentesco e às categorias etárias e suas complementaridades em assuntos relacionados à economia, à religião e ao direito, dados referentes aos Hor revelam uma tendência a tratar questões referentes ao uso de recursos cruciais em termos de organização etária. Trata-se de um estudo sobre os Hor (Arbore), um povo pastoril do Sudoeste da Etiópia.

    Abstract in English:

    Studies of age systems in eastern Africa have focused mainly on the rules that govern recruitment, with an emphasis on the way in which political offices and authority are held and the non-military and non-political nature of age systems. While the studies have greatly contributed to our understanding of age organisations in the region they do not deal with the issue of property explicitly and how it forms a major focus for the activities of the age organisations. In fact where mention is made, property is considered to be a matter linked to families and hence pertaining to the domain of kinship. Discussing a range of cases in which property is handled and dealt with by leaders of a generation/age set and Hor and non-Hor residents of Hor country, this paper concludes that ownership, use and control of resources, is not exclusively a matter for kinship groups but also a central concern of the age organisation. Although there appears to be some ambiguity that emerges from the balanced emphasis Hor put on kinship and age categories and their complementarity in economic, religious and legal matters, data on the Hor show a bias towards age organisation in matters related to (the use of) crucial resources. The study focuses on the Hor (Arbore), a pastoral people of Southwest Ethiopia.
  • A dívida e a diferença. Reflexões a respeito da reciprocidade Artigos

    Villela, Jorge Luiz Mattar

    Abstract in Portuguese:

    O objetivo deste artigo é propor alternativas para se pensar o dom, desprendidas das noções de equivalência, homeostase, dialética e reconhecimento; que, como sugere o presente texto, são centrais nas mais variadas leituras do Ensaio sobre o dom assim como em todos os usos que se faz da reciprocidade. Para tal, lançou-se mão dos conceitos apresentados por Nietzsche em A genealogia da moral e dos conceitos de Gilles Deleuze e Felix Guattari, autores que combatem o hegelianismo subjacente nas noções acima referidas.

    Abstract in English:

    The goal of this article is to propose alternative reflections to the notion of "gift" as an anthropological concept, free of the qualities of equivalence, homeostasis, dialectics, and acknowledgment. As the present text suggests, these elements are essential in several interpretations of Marcel Mauss's Essai sur le Don, as well as various anthropological interpretations of the concept of reciprocity. I have approached this material through the use of concepts presented by authors such as Nietzsche in his Genealogy of Moral, and Gilles Deleuze and Felix Guattari's Anti-Oedipe, who resist subjacent hegelianism in the construction and use of gift and reciprocity referred to above.
  • Som e música. Questões de uma antropologia sonora Artigos

    Pinto, Tiago de Oliveira

    Abstract in Portuguese:

    Este ensaio pretende esboçar, de forma introdutória, alguns campos de interesse da etnomusicologia, disciplina, que apesar de percebida durante longo tempo como de natureza híbrida -- ou seja, pertencente à musicologia quanto a seus conteúdos e à antropologia quando se trata de seus métodos de pesquisa -- cresceu consideravelmente nas últimas décadas levando à constituição de centros de estudos e de pesquisa nas principais universidades americanas e européias, firmando-se, cada vez mais, com expressão própria também no Brasil. Os comentários sobre o estudo dos instrumentos musicais ao final do texto servem de argumento às imagens que constituem o bloco temático do caderno de fotografias deste número da Revista de Antropologia.

    Abstract in English:

    This essay intends to sketch, in an introductory way, some of the main issues of ethnomusicological research in Brazil. Considered by many for long time as of hybrid nature -- partly indepted to anthropological methods, partly to the musical sciences, as far as its contents are concerned -- ethnomusicology is well established today in the important European and North-American universities. In past decades the discipline has gained more and more space with own expression also in Brazil. The comments on the study of the musical instruments at the end of the text, serve as argument to the images that constitute the photo section of this number of Revista de Antropologia.
  • Caderno de fotografias: fragmentos visuais do som Artigos

  • O lago dos espelhos Resenhas

    Midlin, Betty
  • O planejado e o vivido: o reassentamento de famílias ribeirinhas no Pontal do Paranapanema Resenhas

    Turatti, Maria Cecília Manzoli
  • Entre os fiéis. Irã, Paquistão, Malásia, Indonésia --1981 Resenhas

    Ferreira, Francirosy Campos Barbosa
  • Nova luz sobre a antropologia Resenhas

    Schwarcz, Lilia Katri Moritz
  • Antes Tarde do que nunca. Gabriel Tarde e a emergência das ciências sociais Resenhas

    Ribeiro, Maria Thereza Rosa
  • Reforma agrária -- o impossível diálogo Resenhas

    Nascimento, Silvana de Souza
Universidade de São Paulo - USP Departamento de Antropologia. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas. Universidade de São Paulo. Prédio de Filosofia e Ciências Sociais - Sala 1062. Av. Prof. Luciano Gualberto, 315, Cidade Universitária. , Cep: 05508-900, São Paulo - SP / Brasil, Tel:+ 55 (11) 3091-3718 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: revista.antropologia.usp@gmail.com