Revista Brasileira de Oftalmologia, Volume: 67, Issue: 6, Published: 2008
  • Revista Brasileira de Oftalmologia e sua bem-sucedida trajetória rumo às indexações Editorial

    Yamane, Riuitiro; Rother, Edna Terezinha; Portes, Arlindo José Freire
  • Estudo comparativo entre o tonômetro de aplanação de Goldmann e o tonômetro de contorno dinâmico de Pascal no glaucoma primário de ângulo aberto e olhos normais Artigos Originais

    Meirelles, Sergio Henrique Sampaio; Mathias, Cristina Rodrigues; Azevedo, Gilberto Brandão de; Álvares, Riani Morelo; Mattosinho, Clarissa Campolina de Sá; Jardim, Jetro Saul; Bastos, Cláudia Castor Xavier; Meneses, Luciana

    Abstract in Portuguese:

    OBJETIVO: Comparar as medidas da pressão intra-ocular (PIO) obtidas com o tonômetro de aplanação de Goldmann (TAG) e o tonômetro de contorno dinâmico (TCD) e correlacioná-las com a espessura central da córnea (ECC). MÉTODOS: Estudo transversal, com os pacientes divididos em dois grupos: glaucoma primário de ângulo aberto (GPAA) e olhos normais (ON). As medidas da PIO foram obtidas em todos os pacientes com o TAG e o TCD. Um examinador realizou as tonometrias com o TAG e outro examinador com o TCD. A ECC foi obtida pelo paquímetro ultrassônico. Os resultados foram avaliados através do teste Z para amostras independentes, teste t de Student para amostras relacionadas, teste de correlação linear de Pearson e gráfico de Bland-Altman. RESULTADOS: Foram incluídos 134 olhos de 71 pacientes. O grupo GPAA foi constituído por 85 olhos de 45 pacientes e o grupo ON por 49 olhos de 26 indivíduos com olhos normais. Não houve diferença significativa da ECC entre os dois grupos em ambos os olhos (p= 0,54 OD; p= 0,71 OE). As tonometrias realizadas com o TCD foram maiores nos dois grupos (GPAA: p< 0,01; ON: p= 0,01). Houve correlação significativa entre as tonometrias do TAG e do TCD nos dois grupos separados ou em conjunto (p< 0,001). Não houve correlação significativa entre o TAG ou o TCD e a ECC, exceto no olho direito dos dois grupos em conjunto (p= 0,03; r² = 0,07). O gráfico de Bland-Altman mostrou pouca concordância entre os dois procedimentos. CONCLUSÃO: Nenhum dos métodos mostrou boa correlação com a ECC. Houve pouca concordância entre os dois métodos, sendo maiores, as tonometrias obtidas com o TCD. As medidas realizadas no TCD parecem ser menos influenciadas pelos valores da ECC do que as medidas realizadas no TAG.

    Abstract in English:

    PURPOSE: To compare intraocular pressure (IOP) readings of Goldmann applanation tonometry (GAT) and dynamic contour tonometry (DCT), and to correlate central corneal thickness (CCT) with these readings. METHODS: This transversal study included patients in two groups: open-angle glaucoma (OAG) and normal eyes (NE). IOP measurements were obtained in all patients using GAT and DCT. The same examiner made all GAT measurements. Another examiner, who was masked to the GAT readings, made DCT measurements. CCT was determined by ultrasound pachimetry. RESULTS: The study included 134 eyes of 71 subjects. The groups were composed of 85 eyes from 45 patients with OAG and 49 eyes from 26 subjects with NE. There was no statically significant difference between CCT in the two groups (p = 0,54, right eye; p = 0,71, left eye). DCT readings consistently were higher than GAT measurements in the two groups (OAG: p < 0,001; NE: p = 0,01). There was good correlation between GAT and DCT in both groups (p < 0,001). Neither GAT nor DCT showed a significant correlation with CCT, except in the separate analysis of all right eyes (p = 0,03; r² = 0,07). Bland-Altman graphs showed disagreement between GAT and DCT. CONCLUSION: Measurements with both GAT and DCT were not correlated with CCT. The agreement between GAT and DCT were not good. The IOP measurements by GAT were lower when compared with DCT. DCT readings seem to be less dependent on CCT than TAG readings.
  • Custo-efetividade dos análogos de prostaglandinas no Brasil Artigos Originais

    Guedes, Ricardo Augusto Paletta; Guedes, Vanessa Maria Paletta; Chaoubah, Alfredo

    Abstract in Portuguese:

    OBJETIVO: Avaliar a relação custo-efetividade dos análogos das prostaglandinas para o tratamento do glaucoma e da hipertensão ocular no estado de Minas Gerais, Brasil. MÉTODOS: Este estudo transversal avaliou o custo (preço máximo ao consumidor) das diferentes apresentações dos análogos de prostaglandinas (bimatoprosta, latanoprosta, travoprosta) em relação à sua efetividade na redução da pressão intra-ocular. Para cada uma das medicações, calculou-se o custo mensal, anual e em 5 anos para se obter uma redução percentual de 1% e 20% na pressão intra-ocular (PIO), assim como o custo mensal, anual e em 5 anos para se obter uma redução de 1 mmHg e 8 mmHg a partir da PIO inicial. RESULTADOS: O custo mensal para se obter uma redução de 1% e 20% da PIO foi, respectivamente, de R$ 1,35 e R$ 27,00 para a bimatoprosta 5 ml, R$ 1,50 e R$ 30,00 para a bimatoprosta 3 ml, R$ 1,53 e R$ 30,60 para a travoprosta e R$ 2,22 e R$ 44,40 para a latanoprosta. O custo mensal máximo para uma redução de 1 e 8 mmHg da PIO foi, respectivamente, de R$ 6,01 e R$ 48,08 para a bimatoprosta 5 ml, de R$ 6,67 e R$ 53,36 para a travoprosta, de R$ 6,70 e R$ 53,60 para a bimatoprosta 3 ml e de R$ 9,83 e R$ 78,64 para a latanoprosta. CONCLUSÃO: A medicação mais custo-efetividade foi a bimatoprosta, na apresentação de 5 ml. Aquela que se mostrou com a mais baixa relação custo-efetividade foi a latanoprosta. A travoprosta e a bimatoprosta na apresentação de 3 ml apresentaram resultados semelhantes, ficando em posição intermediária entre as demais.

    Abstract in English:

    PURPOSE: Assess cost-effectiveness of glaucoma and/or ocular hypertension medical therapy using prostaglandin analogues in the state of Minas Gerais, Brazil. METHODS: This cross-sectional study evaluated the cost (average wholesale price) of different prostaglandin analogues (bimatoprost, latanoprost, travoprost) in relation to its effectiveness in reducing intra-ocular pressure. Monthly, annually and 5-year cost to achieve 1% and 20% of IOP reduction was calculated. Monthly, annually and 5-year cost to reduce 1 mmHg and 8 mmHg from baseline IOP was also calculated. RESULTS: Monthly cost to achieve 1% and 20% of IOP reduction was, respectively, R$ 1.35 and R$ 27.00 for bimatoprost 5 ml, R$ 1.50 and R$ 30.00 for bimatoprost 3 ml, R$ 1.53 and R$ 30.60 for travoprost and R$ 2.22 and R$ 44.40 for latanoprost. Monthly maximum cost to reduce baseline IOP 1 mmHg and 8 mmHg was, respectively, R$ 6.01 and R$ 48.08 for bimatoprost 5 ml, R$ 6.67 and R$ 53.36 for travoprost, R$ 6.70 and R$ 53.60 for bimatoprost 3 ml and R$ 9.83 and R$ 78.64 for latanoprost. CONCLUSION: Cost-effectiveness was better for bimatoprost 5 ml. The medication, which had the worst cost-effectiveness relationship, was latanoprost. Travoprost and bimatoprost 3 ml showed similar and intermediate results.
  • Avaliação da onda b do eletrorretinograma na Athene cunicularia Artigos Originais

    Rodrigues, Márcio Penha Morterá; Dantas, Adalmir Morterá

    Abstract in Portuguese:

    OBJETIVO: Avaliar a onda b do eletrorretinograma da coruja buraqueira (Athene cunicularia), diferenciando a resposta elétrica retiniana em ambiente fotópico e escotópico. MÉTODOS: Foi realizado estudo observacional transversal, com o registro do eletrorretinograma full field de quatorze olhos, sendo sete estimulados em ambiente fotópico e sete em ambiente escotópico sob estímulo com luz branca seguindo protocolo da ISCEV. RESULTADOS: As respostas elétricas da retina da espécie estudada para o espectro de luz aplicado mostraram-se presentes em ambos ambientes, não havendo diferença estatisticamente significativa da resposta elétrica da retina da Athene cunicularia quando estimulada com luz branca, tanto em ambiente escotópico quanto fotópico. CONCLUSÃO: Os dados nos permitem, portanto, inferir que a percepção pela Athene cunicularia da cor branca é a mesma, no claro e no escuro, o que pode ser responsável pela capacidade adaptativa da espécie no seu habitat natural.

    Abstract in English:

    PURPOSE: To evaluate b-wave of the electroretinogram of the burrowing owl (Athene cunicularia), differentiating the retinal electric reply in photopic and scotopic environment. METHODS: Transversal observational study was carried through, with the register of the full field electroretinogram of fourteen eyes; seven were stimulated in photopic environment and seven in scotopic environment using with white light according to the ISCEV protocol. RESULTS: The electrical responses of the retina of the species studied showed no statistically significant difference for the applied spectrum of white light in both scotopic photopic environments. CONCLUSION: The data allow us, therefore, to infer that the perception of the Athene cunicularia of the white color is the same one, in clear and dark environments, what it can be responsible for the adaptive capacity of the species in their natural habitat.
  • Retinopatia da prematuridade limiar em crianças submetidas à terapia com surfactante exógeno endotraqueal Artigos Originais

    Motta, Mário Martins dos Santos; Farah, Michel Eid; Bonomo, Pedro Paulo

    Abstract in Portuguese:

    OBJETIVO: Estudar a freqüência da retinopatia da prematuridade (ROP) em qualquer estadiamento e da retinopatia da prematuridade limiar em prematuros que usaram ou não surfactante endotraqueal, para tratamento da síndrome da membrana hialina e avaliar a resposta dos olhos que necessitaram tratamento de ablação da retina periférica. MÉTODOS: Cento e sessenta e oito prematuros, nascidos com 1.500 gramas ou menos e/ou idade gestacional de 32 semanas ou menos, foram triados para a ROP por avaliação oftalmoscópica. Foram comparados os achados de 40 crianças tratadas pelo surfactante endotraqueal com os de 128 que não precisaram desta terapia. A ablação da retina periférica, com laser ou crioterapia, foi realizada nos pacientes com ROP limiar. Para análise estatística foram usados os testes t de Student, qui-quadrado e Kruskal-Wallis, além do teste exato de Fisher com significância para p<0,05. RESULTADOS: A ROP, em qualquer estadiamento, ocorreu em 51,2% dos casos. ROP limiar ocorreu em 12 pacientes (7,4%). Não houve diferença, estatisticamente significativa, entre os pacientes que usaram e os que não usaram o surfactante, em relação à presença de ROP e de ROP limiar. Com o tratamento de ablação da retina periférica, 9 (75%) dos 12 bebês com ROP limiar tiveram regressão da doença. CONCLUSÃO: A freqüência da ROP nesta casuística pode ser considerada elevada quando comparada com outros estudos. Crianças com síndrome da membrana hialina, tratadas com o surfactante, não apresentaram maior risco de ROP limiar. O tratamento foi eficaz para promover regressão da ROP limiar.

    Abstract in English:

    OBJECTIVE: To study the frequency of retinopathy of prematurity (ROP) in any stage and its threshold form in premature infants, either treated or non-treated with exogenous surfactant to neonatal respiratory distress syndrome, and evaluate the response of eyes with threshold retinopathy to ablation treatment. METHODS: One hundred and sixty eight premature infants who weighed 1500 grams or less and/or who had a gestational age of 32 weeks or less, were screened for ROP by ophthalmoscopy. We compared findings in 40 patients treated with exogenous endotracheal surfactant, with those of 128 patients who did not require such therapy. Ablation of ischaemic peripheral retina, either with laser or cryotherapy, was applied in cases of threshold ROP. For statistical analysis Student's t, qui-square, Kruskal-Wallins and Fisher's exact tests were used, with p value of < 0.05 considered as significant. RESULTS: ROP, in any stage, occurred in 51,2% of children. Threshold ROP, requiring treatment, was found in 12 (7,4%) of them and regressed in 9. There was no significant difference between surfactant treated and non-treated patients, regarding the occurrence of ROP and threshold ROP. CONCLUSION: In this study frequency of ROP can be considered high, when compared with other series. Children with distress respiratory syndrome, treated with surfactant, did not show a higher risk of threshold ROP. Treatment was successfull in promoting disease regression.
  • Relação entre retinopatia diabética e dermopatia diabética em pacientes portadores de diabetes mellitus tipo 2 Artigos Originais

    Lisboa, Hugo Roberto Kurtz; Boff, Aline; Dias, João Rafael de Oliveira; Rotta, Madalena; Guzzo, Maiara Garib; Zago, Saionara; Tres, Gláucia Sarturi; Syllos, Roger

    Abstract in Portuguese:

    OBJETIVOS: Dermopatia diabética é o marcador cutâneo mais comum de diabetes mellitus. Embora, a dermopatia e a retinopatia diabéticas sejam consideradas manifestações de microangiopatia diabética, poucos estudos foram publicados a respeito de uma possível associação. Este estudo pretendeu investigar a associação de retinopatia e dermopatia diabéticas e determinar a prevalência e os fatores de risco associados com retinopatia diabética em pacientes diabéticos do tipo 2 do Ambulatório de Diabetes da Faculdade de Medicina da Universidade de Passo Fundo no Hospital de Ensino São Vicente de Paulo. MÉTODOS: Estudo transversal de 90 pacientes diabéticos tipo 2, atendidos sucessivamente em um Ambulatório de Diabetes nos quais foi realizado exame físico dermatológico e oftalmológico. RESULTADOS: A prevalência de dermopatia diabética foi de 16,6% (n = 15) e a de retinopatia diabética foi de 34,4% (n = 31). Destes, 67,8% (n = 21) consistiam em retinopatia não-proliferativa e 32,2% (n = 10) em retinopatia proliferativa. Observou-se que a duração da doença maior do que 10 anos (p = 0,001) e idade maior que 50 anos (p = 0,014) estavam associadas à retinopatia. Não se encontrou associação entre hemoglobina glicada (p = 0,5) e glicemia de jejum (p = 0,8) com retinopatia diabética. A freqüência de retinopatia diabética em pacientes com dermopatia diabética não foi maior do que nos pacientes sem dermopatia (7,7%, 7 casos, p = 0,586). Não houve associação, estatisticamente significativa, entre retinopatia e dermopatia diabéticas. CONCLUSÃO: Não se encontrou associação entre dermopatia e retinopatia diabéticas entre estes indivíduos com diabetes mellitus do tipo 2. A presença de retinopatia diabética estava associada à duração da doença e à idade avançada dos pacientes.

    Abstract in English:

    PURPOSE: Diabetic dermopathy is the most frequent cutaneous marker of diabetes mellitus. Although diabetic dermopathy and diabetic retinopathy are both considered as manifestations of diabetic microangiopathy, there are only few reports in the literature regarding their possible association. The purpose of this study was to investigate the association between diabetic dermopathy and diabetic retinopathy and to determine the prevalence and the associated risk factors for diabetic retinopathy in type 2 diabetes patients from the Outpatient Diabetic Clinic of the Faculty of Medicine of the University of Passo Fundo and Teaching Hospital Sao Vicente de Paulo. METHODS: Cross sectional study was performed in 90 type 2 diabetes mellitus patients who attend to the outpatient diabetic clinic, consecutively. Physical, dermatological and ophthalmologic evaluations were performed in all the patients. RESULTS: The prevalence of diabetic dermopathy was 16,6% (n = 15) and diabetic retinopathy was 34,4% (n = 31); 67,8% of those (n = 21) consisted of non-proliferative diabetic retinopathy and 32,2% (n = 10) of proliferative diabetic retinopathy. The duration of the disease greater than 10 years (p = 0,001) and age over 50 years (p = 0,014) were associated to retinopathy, but no association was found with elevated levels of HbA1c (p = 0,5) and fasting plasma glucose of 126 or higher (p = 0,8). The frequency of diabetic retinopathy in patients with diabetic dermopathy was not higher than in patients without dermopathy (7,7%, 7 cases, p = 0,586). There was no statistically significant association between diabetic retinopathy and diabetic dermopathy. CONCLUSION: No association between diabetic dermopathy and diabetic retinopathy in this group of type 2 diabetes patients was found. The presence of diabetic retinopathy was associated to the duration of the disease and the advanced age of the patients.
  • Axenfeld-Rieger anomaly and corneal endothelial dystrophy: a case series

    Oliveira, Mariana Borges; Mitraud, Roberto dos Santos; Yamane, Riuitiro

    Abstract in Portuguese:

    Relato dos resultados do estudo de uma família com distrofia corneana endotelial associada a uma disgenesia do segmento anterior, a anomalia de Axenfeld-Rieger. Paciente de 56 anos, feminina, queixava-se de visão borrada. O exame na lâmpada de fenda evidenciou embriotoxo posterior bilateral e guttata no centro da córnea, edema estromal e dobras na membrana de Descemet, caracterizando distrofia endothelial de Fuchs. A filha de 27 anos estava assintomática. A biomicroscopia revelou embriotoxo posterior nasal e temporal bilateral e guttata central. A gonioscopia evidenciou processos iridocorneanos até a linha de Schwalbe, que se encontrava anteriorizada e proeminente. A pressão intra-ocular estava normal. Não foram observadas alterações sistêmicas. Sua irmã, 25 anos, sexo feminino, apresentava alterações muito similares, assim como seu irmão (22 anos). Outra irmã de 19 anos apresentava alterações do ângulo iridocorneano, porém sem distrofia de Fuchs, até o presente. Este trabalho relata os resultados de estudo de uma família com córnea guttata central ou distrofia de Fuchs associada à anomalia de Axenfeld-Rieger. Duas doenças hereditárias com expressão simultânea em toda a família sugerem uma etiologia molecular e genética única, com alta penetrância.

    Abstract in English:

    Report of a study of a family with a remarkable combination of endothelial corneal dystrophy, and anterior chamber dysgenesis classified as Axenfeld-Rieger anomaly. A 56 year-old female had blurred vision complaints. A slit lamp evaluation showed a bilateral posterior embryotoxon and guttata with corneal edema, Descemet membrane's folds, characterizing Fuchs endothelial dystrophy. A 27 year-old daughter was asymptomatic. The biomicroscopic exam disclosed a bilateral nasal and temporal posterior embryotoxon and a central guttata. Gonioscopy showed iridocorneal strands with a prominent Schwalbe´s line. The intraocular pressure was normal. Her sister, a 25 year-old female presented very similar abnormalities along with her brother (22 years old). A 19 year-old female sister presented the iridocorneal angle alterations, without Fuchs endothelial dystrophy, until this moment. This paper presents a family with a central cornea guttata or Fuchs dystrophy associated with Axenfeld-Rieger anomaly. Two different inherited diseases appearing together in an entire family may suggest a single molecular and genetic etiology, with high penetrance.
  • Cataract in a patient with the Alport syndrome and diffuse Leiomyomatosis

    Santiago - Cabán, Luis; Cruz, Cristóbal; Izquierdo, Natalio J.

    Abstract in Portuguese:

    Nós descrevemos o caso de perda visual progressiva indolor em um paciente de 15 anos, \sexo masculino, com Síndrome de Alport e Leiomiomatose difusa. Após história completa e exame oftalmológico, foi feito o diagnóstico de catarata subcapsular posterior bilateral. O paciente foi submetido à cirurgia de catarata. Nós concluímos que cataratas subcapsulares posteriores podem levar a perda visual progressiva e indolor em pacientes com Síndrome de Alport e Leiomiomatose Difusa.

    Abstract in English:

    We describe a case of painless progressive loss of vision in a 15 years old male patient with Alport syndrome and diffuse Leiomyomatosis. After a comprehensive history and ocular examination, a diagnosis of bilateral posterior subcapsular cataracts was given. Patient underwent cataract extraction. His best corrected post-operative visual acuity was 20/25 in both eyes. We conclude that posterior subcapsular cataracts may lead to painless and progressive loss of vision in patients with Alport syndrome and Diffuse Leiomyomatosis.
  • Antiangiogênicos no glaucoma Artigo de Revisão

    Lucena, Diogo; Yamane, Riuitiro

    Abstract in Portuguese:

    A angiogênese é um processo complexo que resulta na formação de novos vasos sangüíneos. Ocorre tanto em situações fisiológicas quanto patológicas e está envolvida com várias patologias oculares. Dentre os mediadores químicos da angiogênese, o fator de crescimento do endotélio vascular (VEGF) é reconhecido como um dos mais importantes. Nos últimos anos, agentes antiVEGF foram introduzidos para o tratamento de neovascularizações do segmento posterior com resultados muito positivos. Alguns autores demonstraram benefícios do uso dessas substâncias no controle do glaucoma em situações específicas.

    Abstract in English:

    Angiogenesis is a complex process that results in new blood vessel formation. It is involved in physiological and pathological conditions and participates in several eye diseases. Among the chemical mediators of angiogenesis, the vascular endothelial growth factor (VEGF) is recognized as one of the most important. In the last years, anti-VEGF agents have been introduced for the treatment of neovascularization of the posterior segment with very positive results. Some authors demonstrated benefits of using these substances for the control of glaucoma in specific situations.
  • Melanocitoma do nervo óptico Artigo de Revisão

    Gouveia, Enéias Bezerra; Morales, Maira Saad de Ávila

    Abstract in Portuguese:

    O melanocitoma do disco óptico é bem conhecido como uma variante do nervo melanocítico que geralmente ocorre no disco óptico. Historicamente o tumor foi confundido com melanoma maligno. Histopatologicamente é composto por células redondas densamente pigmentadas com citoplasma abundante e pequenos nucléolos. O melanocitoma é considerado um tumor benigno, estacionário e com pouca predisposição de sofrer malignação. Na maioria dos casos são assintomáticos, mas podem apresentar defeitos pupilares e no campo visual. É importante salientar que a transformação maligna em melanoma ocorre em 1 a 2% dos casos. Assim, os oftalmologistas devem familiarizar-se com o melanocitoma do disco óptico e os pacientes afetados devem ser acompanhados periodicamente.

    Abstract in English:

    Melanocytoma of the optic disc is a well known variant of melanocytic nevus that usually occurs as a deeply pigmented lesion on the head of the optic disc. Historically, this tumor has often been confused with malignant melanoma. Histopathologically, it is composed of deeply pigmented round oval cells with abundant cytoplasm and small, round, bland nuclei. Melanocytomas is a benign, stationary tumors, with almost no propensity to undergo malignant transformation. Most cases that occur on the optic disc are visually asymptomatic, but they can cause an afferent pupillary and visual field defects. Importantly, it can exhibit malignant transformation into melanoma in 1 to 2% of the cases. The affected patients should have periodic follow up.
Sociedade Brasileira de Oftalmologia Rua São Salvador, 107 , 22231-170 Rio de Janeiro - RJ - Brasil, Tel.: (55 21) 3235-9220, Fax: (55 21) 2205-2240 - Rio de Janeiro - RJ - Brazil
E-mail: rbo@sboportal.org.br