Revista da Sociedade Brasileira de Fonoaudiologia, Volume: 12, Issue: 4, Published: 2007
  • Editorial

    Fernandes, Fernanda Dreux M.
  • Editorial

    Navas, Ana Luiza G. P.; Mendes, Beatriz de Castro A.
  • Communicative profile of children with language impairment: longitudinal characterization of pragmatic abilities Artigos Originais

    Befi-Lopes, Debora Maria; Puglisi, Marina Leite; Rodrigues, Amalia; Giusti, Elisabete; Gândara, Juliana Perina; Araújo, Karina de

    Abstract in Portuguese:

    OBJETIVO: Analisar o desempenho longitudinal de crianças com Alterações Específicas no Desenvolvimento da Linguagem (AEDL) em uma prova de Pragmática a fim de observar o desenvolvimento da competência comunicativa ao longo do processo terapêutico. MÉTODOS: Participaram desta pesquisa 56 crianças de ambos os sexos, com idades entre 1;10 (anos;meses) a 5;11 na primeira avaliação. Todos os sujeitos foram diagnosticados com AEDL e estavam/estiveram em terapia fonoaudiológica por pelo menos dois anos ou receberam alta antes deste período. As provas de Pragmática que faziam parte das avaliações anuais dos pacientes foram analisadas e pontuadas de 0 a 4 (pior ao melhor desempenho, respectivamente) com base em critérios de gravidade. Os resultados foram tratados estatisticamente (pd"0,05; ANOVA, Tukey-T, Pearson). RESULTADOS: A idade das crianças com AEDL no momento do ingresso no serviço não foi uma variável relevante para determinar seus desempenhos na primeira avaliação de Pragmática, exceto para a idade de um ano (p=0,02), nem para predizer o tempo de terapia necessário para que eles normalizassem suas habilidades pragmáticas (p=0,72). As crianças que atingiram os critérios de normalidade para a prova (64,3%) apresentaram um desempenho inicial melhor do que os sujeitos que não normalizaram seus desempenhos até o momento da coleta (p=0,01). Finalmente, enquanto o meio comunicativo foi o parâmetro que mais melhorou após terapia fonoaudiológica, o número de atos por minuto foi a variável cujo prejuízo mostrou-se mais persistente. CONCLUSÃO: O desempenho inicial das crianças com AEDL foi a variável que melhor predisse a normalização das habilidades pragmáticas dos sujeitos (64,3%), após terapia fonoaudiológica.

    Abstract in English:

    PURPOSE: To analyze the longitudinal performance of children with Language Impairments (LI) on a pragmatic test, in order to observe the development of communicative abilities through speech and language therapy (SLT). METHODS: Fifty six children from both sexes and ages ranging from 1;10 (years;months) and 5;11 in the first evaluation participated of this study. All subjects were diagnosed with Language Impairments (LI) and were engaged in language therapy for at least two years or were discharged before this period. We analyzed the pragmatic tests collected from patients' annual evaluations, since the beginning of SLT. Children's performance were scored from 0 to 4 (the worst to the best performance, respectively) based on severity criteria. The data was statistically analyzed using ANOVA, Tukey-T and Pearson, with a significance level of pd"0.05. RESULTS: Age was not a relevant variable to determine subject's performance at the first pragmatic assessment, except for one-year-old children (p=0,02), neither to predict the number of SLT sessions children needed to overcome the pragmatic deficit (p=0,72). Children who eventually achieved normal scores on the pragmatic test (64,3%) showed a better initial performance on that test than children who did not reach expected levels through the period considered in the study (p=0,01). Finally, whereas communicative mean was the parameter that mostly improved with SLT, the number of acts per minute was the variable the mostly remained impaired for children with LI. CONCLUSION: Initial performance of children with LI was more predictive of pragmatic abilities overcome (which happened to 64.3% of the sample) than other variables.
  • Effect checking of temporomandibular disorders in speech: symptoms and characteristics of the jaw movements Artigos Originais

    Taucci, Raquel Aparecida; Bianchini, Esther Mandelbaum Gonçalves

    Abstract in Portuguese:

    OBJETIVOS: Verificar e analisar os movimentos mandibulares durante a fala em indivíduos com disfunções temporomandibulares e em assintomáticos, por meio de avaliação clínica, buscando constatar a interferência dessas disfunções, correlacionando os achados à presença de queixas de fala relatadas. MÉTODOS: Foram analisados os dados de 50 indivíduos de ambos os gêneros, entre 21 e 50 anos, divididos em dois grupos: G1 com 25 indivíduos com disfunções temporomandibulares e G2 com 25 indivíduos assintomáticos. Foram excluídos desta pesquisa indivíduos que apresentaram: deformidades dentofaciais, falhas dentárias anteriores e posteriores, mordida cruzada, mordida aberta ou utilizando próteses dentárias. RESULTADOS: Quanto às queixas de fala, foram verificadas diferenças estatisticamente significantes entre os grupos, para as questões relacionadas à presença de ruídos na articulação e cansaço após longos períodos de fala; limitação do movimento mandibular na presença de dor, desvios na trajetória da mandíbula, deslocamentos ou travamento mandibular e rouquidão, com maior ocorrência em G1. Em relação às características dos movimentos mandibulares, foi verificado que em G1 há maior ocorrência de indivíduos com redução da amplitude vertical, desvios da trajetória da mandíbula e menor ocorrência de sujeitos com movimentos protrusivos durante a fala, com diferenças estatisticamente significantes. CONCLUSÕES: As disfunções temporomandibulares parecem interferir na fala, uma vez que se constatou redução da amplitude vertical e desvios em lateralidade do percurso mandibular para esse grupo de indivíduos quando comparado ao grupo de assintomáticos. Observa-se que as queixas de fala parecem associar-se à presença de disfunções temporomandibulares e às características dos movimentos observados.

    Abstract in English:

    PURPOSE: To verify and analyze the characteristics of the jaw movements during speech in subjects with temporomandibular disorders and in asymptomatic ones, checking for the interference of these disorders, associating the findings with the symptoms related to speech. METHODS: Fifty subjects, both genders, ages ranging from 21 to 50 years, were evaluated and divided into two groups: G1 with 25 subjects with temporomandibular disorders, and G2 with 25 asymptomatic subjects. Exclusion criteria: dentofacial deformities, anterior and posterior teeth absences, cross bite, open bite, and/or dental prosthesis. RESULTS: Statistically significant differences regarding symptoms of speech were observed between the groups in questions related to the presence of noise, tiredness limitation, pain, deviations, dislocations, locking and hoarseness, with greater incidence in G1. With regards to the characteristics of the jaw movements, it was observed that in G1 there were significantly more subjects with reduction of vertical amplitude and deviations in jaw movements, and fewer subjects with protrusive movements. CONCLUSIONS: The presence of temporomandibular disorders seems to interfere in the articulation of speech. The jaw movements associated with these disorders were reduction of vertical amplitude and deviations in laterality of the jaw movements. The symptoms of speech seem to be associated to temporomandibular disorders and reflect the movements observed.
  • View of Pediatricians working in the pouth of Bahia regarding deleterious oral habits Artigos Originais

    Dalvi, Kariny Freitas; Motta, Andréa Rodrigues

    Abstract in Portuguese:

    OBJETIVO: Verificar junto a médicos que atuam em Pediatria, no extremo sul da Bahia, as condutas e encaminhamentos no que diz respeito aos hábitos orais deletérios. MÉTODOS: Estudo transversal com casuística composta por 30 médicos que trabalham na área de Pediatria, nas cidades do extremo sul da Bahia. Os participantes foram convidados a responder um questionário contendo nove perguntas sobre os hábitos orais deletérios. Os dados foram analisados, empregando-se o teste exato de Fisher com nível de significância de 5%. RESULTADOS: Observou-se que 60,0% da amostra pesquisada, encaminha os pacientes para fonoaudiólogos nos casos de retirada de hábitos. Sobre com que freqüência necessita realizar esse encaminhamento, a resposta "algumas vezes" foi indicada por 73,3% dos médicos, sendo que os pacientes buscam o tratamento indicado em 60% dos casos. A grande maioria dos pesquisados (90%) não indica o uso da chupeta e 43,3% aguardam dos 13 aos 24 meses para orientar uma criança sobre a retirada da sucção digital. Dentre os pesquisados, 90,0% observam alterações em conseqüência de hábitos, sendo que 93,3% orientam os familiares sobre o aspecto. Por fim, 90,0% já encaminharam paciente para Fonoaudiologia, entretanto, apenas 46,7% para retirada dos hábitos. O fato dos pacientes procurarem o tratamento indicado apresentou associação com a indicação ser realizada para um fonoaudiólogo (p=0,024). Entretanto, não foi verificada associação entre indicação para fonoaudiólogos e encaminhamento ao serviço de Fonoaudiologia (p=0, 054) e encaminhamento para a retirada especificamente (p=0, 072). CONCLUSÃO: A amostra investigada atua apenas parcialmente associada à Fonoaudiologia.

    Abstract in English:

    PURPOSE: To verify with pediatricians working in the South of Bahia the attitudes and referrals related to deleterious oral habits. METHODS: A transversal study with 30 doctors who work in the area of Pediatrics in the cities of the southern part of Bahia. The participants were invited to answer a questionnaire with nine questions about deleterious oral habits. The data was analyzed using the accurate test of Fisher at significance level of 5%. RESULTS: It was observed that 60.0% of the sample refers its patients to a Speech-Language Pathologist in cases of habit removal. On the question about the frequency of the referrals, the answer "sometimes" was indicated by 73.3% of the doctors, and in 60.0% of these cases the patients actually looked for the indicated treatment. The great majority of the participants (90.0%) do not indicate the use of pacifier and 43.3% wait from 13 to 24 months to advice a child on the removal of the finger sucking. Amongst the ones interviewed, 90.0% observed alterations as a consequence of habits, considering that 93.3% advice the family on this regard. Finally, 90.0% had already referred a patient for the Speech-Language Pathologist, however, only 46.7% for the removal of the habits. The fact that led patients to look for treatment was associated to the fact that a speech-language pathologist indicated the treatment (p=0.024), however, it was not verified an association between a Speech-Language Pathologist indication and the referral to Speech-language services (p=0.054) and the advice for the removal specifically (p=0.072). CONCLUSION: The investigated sample only acts partially associated to the Speech-Language Pathology.
  • Oropharyngeal dysphagia in patients submitted to orotracheal intubation Artigos Originais

    Kunigk, Michele Ramos Grigio; Chehter, Ethel

    Abstract in Portuguese:

    OBJETIVO: Detectar e caracterizar as alterações da fase oral e faríngea da deglutição, bem como verificar a ocorrência de penetração e aspiração laríngeas em pacientes submetidos à entubação orotraqueal. MÉTODOS: O estudo incluiu 30 adultos internados na unidade de tratamento intensivo do Hospital Estadual Mário Covas, que receberam entubação orotraqueal no período de 40 horas a 15 dias. Todos foram submetidos, por duas vezes, à avaliação endoscópica da deglutição, na primeira e segunda semanas, após a extubação, sendo observadas as alterações da fase oral e faríngea da deglutição e a presença de penetração e aspiração laríngeas. RESULTADOS: Na primeira avaliação, as alterações da fase oral estiveram presentes em 19(63,3%) pacientes e, na segunda, em 12(40%).As alterações da fase faríngea ocorreram na primeira avaliação em 27(90%) pacientes e, na segunda, em 8(26,7%). A penetração e a aspiração laríngeas foram detectadas nas duas avaliações, sendo diferentes para cada consistência e volume testados. CONCLUSÃO: A população submetida à entubação orotraqueal após a extubação apresenta alterações das fases oral e faríngea da deglutição caracterizadas por uma variedade de comprometimentos e acompanhadas de penetração e aspiração laríngeas.

    Abstract in English:

    PURPOSE: To detect and characterize alterations in the oropharyngeal phase of swallowing as well as to verify the occurrence of laryngeal penetration and aspiration in patients submitted to invasive mechanical ventilation. METHODS: The study consisted of 30 individuals hospitalized in the intensive care unit of the Mario Covas State Hospital, who received invasive mechanical ventilation. They were all submitted twice to endoscopic evaluation for swallowing disorders in the first and second week after extubation. Alterations were observed in the oro-pharyngeal phase of swallowing and also the presence of penetration and laryngeal aspiration. RESULTS: In the first evaluation, alterations in the oral phase were observed in 19 patients (63.3%) and in the second evaluation, in 12 (40%) patients. Alterations in the pharyngeal phase were present in the first evaluation in 27 (90%) and in the second evaluation, in 8 (26.7%) patients. The penetration and laryngeal aspiration were present in both evaluations and resulted different for each tested meal consistency and volume. CONCLUSION: The population submitted to invasive mechanical ventilation after extubation presents alterations in the oropharyngeal phase of swallowing characterized by several impairments and followed by penetration and laryngeal aspiration.
  • Audiologic profile of patients with diabetes mellitus type II Artigos Originais

    Ferreira, Juliana Mota; Sampaio, Fernanda Mônica de Oliveira; Coelho, Joyce Monte Silva; Almeida, Nádia Maria Girão Saraiva de

    Abstract in Portuguese:

    OBJETIVO: Pacientes acometidos por Diabetes Mellitus (DM) do tipo II constituem uma população de risco para alterações auditivas, uma vez que alterações metabólicas podem afetar tecidos nervosos e vasculares, que atingem diretamente os órgãos responsáveis pela audição. O presente estudo buscou investigar o perfil audiológico de pacientes com DM do tipo II. MÉTODOS: Foi realizado um estudo descritivo, no qual foram avaliados 44 sujeitos (88 orelhas). A população selecionada encontrava-se na faixa etária de 25 a 65 anos de idade. Todos os sujeitos realizaram avaliação audiológica, sendo submetidos a audiometria tonal liminar, audiometria vocal e imitância acústica. RESULTADOS: A prevalência de pacientes com DM do tipo II foi maior no sexo feminino (77,3%). Trinta e um (70,4%) pacientes apresentavam DM tipo do II a um período inferior a 10 anos. Trinta e três orelhas (37,5%) apresentaram perda auditiva neurossensorial de grau leve ou moderado, com predomínio em freqüências altas. Na imitância acústica, 71 orelhas (80,7%) apresentaram curva do tipo A, e 83 orelhas (94,3%) tiveram presença de reflexo estapediano. CONCLUSÃO: Observou-se a ocorrência de perda auditiva em pacientes portadores de DM do tipo II, conseqüentemente, a avaliação audiológica desses pacientes é importante para o acompanhamento das alterações auditivas.

    Abstract in English:

    PURPOSE: People that suffer from Diabetes Mellitus (DM) type II constitute a risk population for hearing disorders, since metabolic disease can affect nerve and vascular tissues that attain directly the auditory system. The present study investigated the audiologic profile of patients with DM type II. METHODS: A descriptive study was carried out, where 44 patients (88 ears) were evaluated. The ages of the subjects ranged from 25 to 65 years. All subjects underwent an audiological evaluation that included pure tone audiometry, speech audiometry and acoustic immittance measures. RESULTS: The prevalence of patients with DM type II was higher among female (77.3%). Thirty one (70.4%) patients had DM type II for less than 10 years. Thirty three ears (37.5%) had sensorineural hearing loss ranging from low to moderate degree, predominantly in high frequencies. In the acoustic immittance measures, 71 (80,7%) ears showed type A tympanograms and 83 (94,3%) ears had presence of acoustic reflex. CONCLUSION: The occurrence of hearing loss was observed in patients with DM type II; consequently, the auditory evaluation of these patients is important to the follow up of the hearing loss.
  • Hyperacusis in military band musicians Artigos Originais

    Gonçalves, Maiara Santos; Tochetto, Tania Maria; Gambini, Caroline

    Abstract in Portuguese:

    OBJETIVO: Identificar a presença de hiperacusia e investigar as características dos sons desconfortáveis e os comportamentos desencadeados pelo desconforto, em músicos de uma Banda Militar. MÉTODOS: Foram estudados 27 músicos da Banda Militar da Base Aérea de Santa Maria (RS), com idades entre 22 e 50 anos, com tempo de serviço militar entre quatro e 26 anos e com exposição diária ao ruído de trabalho de duas a oito horas. Todos foram submetidos à avaliação audiológica básica, teste do limiar de desconforto sonoro e aplicação de um questionário. Considerou-se presença de hiperacusia, quando a média dos valores obtidos no teste do limiar de desconforto em 250, 500, 1000, 2000, 4000 Hertz foi menor ou igual a 90 decibéis, associado à queixa de desconforto auditivo. RESULTADOS: Verificou-se hiperacusia em 37% dos músicos. Destes, 50% apresentaram audição normal e 50% apresentaram audição normal com presença de entalhe; 80% sentiam o desconforto diariamente e 20% após o trabalho com a banda de música; 70% já evitaram realizar alguma atividade, por acreditarem que o ruído ambiental é desconfortável; 70% faziam uso de protetor auricular regularmente e 90% referiram zumbido. Os sons considerados desconfortáveis pelos hiperacúsicos foram, predominantemente, os de forte intensidade. As reações emocionais mais citadas mediante um som considerado desagradável foram: tensão, ansiedade e necessidade de afastar-se do som. CONCLUSÃO: Com os critérios utilizados neste estudo, 37% dos indivíduos estudados foram classificados como hiperacúsicos, os quais consideraram desagradáveis os sons de forte intensidade, predominantemente. As principais reações emocionais mediante esses sons foram: tensão, ansiedade e necessidade de afastar-se do som. As características comuns entre os sujeitos classificados como hiperacúsicos foram: audição normal, uso de protetor auricular, evitar atividade por considerar o ruído ambiental incômodo e presença de zumbido.

    Abstract in English:

    PURPOSE: To identify the presence of hyperacusis and to investigate the characteristics of uncomfortable sounds, as well as the behaviors triggered by the discomfort in musicians of a Military Band. METHODS: Twenty seven musicians of the Military Band of the Santa Maria Airbase (RS) were studied. Their ages ranged from 22 to 50 years old and military work time from four to 26 years, with daily occupational noise exposure time from two to eight hours. All subjects were submitted to a basic audiological evaluation, sound discomfort threshold test and application of a questionnaire. It was considered presence of hyperacusis when the average of the obtained values on the discomfort threshold in 250, 500, 1000, 2000, 4000 Hertz was less than or equal to 90 decibels, associated with hearing discomfort complaint. RESULTS: It was verified presence of hyperacusis in 37% of the musicians. From these, 50% presented normal hearing and 50% had normal hearing with notch; 80% of them felt the discomfort daily and 20% only after band practice; 70% of the musicians had already avoided some activities, believing that the activity noise would be distressing; 70% of them used ear plugs regularly and 90% referred presence of tinnitus. The sounds that were considered to be distressing by hyperacusics were, predominantly, high intensity sounds. The most common emotional responses towards a distressing sound were tension, anxiety and the urge of repelling from it. CONCLUSION: According to the criteria used in this study, 37% of the studied individuals were classified as hyperacusics, which considered predominantly high intensity sounds to be unpleasant. The main emotional responses before these sounds were: tension, anxiety and the need to repel from the sound. The common characteristics among the subjects classified as hyperacusics were: normal hearing, use of ear plugs, avoidance of activities fearing the discomfort caused by the noise, and the presence of tinnitus.
  • Harmonic pattern dichotic digits test (TDDH) Artigos Originais

    Ríos, Alejandro Arroyo; Rezende, Alessandra Giannico de; Pela, Sandra Maria; Ortiz, Karin Zazo; Pereira, Liliane Desgualdo

    Abstract in Portuguese:

    OBJETIVO: O presente estudo teve como objetivos a elaboração de um teste de processamento auditivo com estímulos de fala cantada em tarefa dicótica, a caracterização do desempenho de ouvintes neste teste; e a comparação deste desempenho com o observado no Teste Dicótico de Dígitos. MÉTODOS: Elaborou-se o teste com estímulos de fala cantada que foi denominado de Teste de Padrão Harmônico em Escuta Dicótica com Dígitos, composto de uma etapa de integração biaural e duas de separação biaural (direita/esquerda), cada uma delas com 20 itens de quatro estímulos. Este foi aplicado em 40 indivíduos de ambos os sexos, falantes do português brasileiro e com idades entre 19 e 52 anos. RESULTADOS: Os resultados foram comparados com os obtidos na aplicação do teste dicótico com estímulos de fala convencional nestes mesmos indivíduos. Os indivíduos apresentaram desempenho de aproximadamente 99% de acertos durante a aplicação do teste com estímulos de fala cantada em todas as etapas, sendo este desempenho superior ao observado no teste convencional com estímulos de fala, nas etapas de separação biaural. CONCLUSÃO: Desta forma, acredita-se que o teste elaborado no presente estudo mostrou-se aplicável em indivíduos ouvintes, sendo que o uso de estímulos de fala cantada pode modificar o desempenho nas tarefas de escuta dicótica em separação biaural, quando comparado com testes convencionais com estímulos verbais.

    Abstract in English:

    PURPOSE: The aims of this study are the development of an auditory processing test with musical stimuli in dichotic tasks, the characterization of the performance of normal hearing subjects and the comparison between the results and those in the Digits Dichotic Test (TDD). METHODS: The auditory processing test with musical stimuli was elaborated with harmonic digits. The test was denominated Harmonic Pattern Dichotic Digits Test (TDDH) and comprised biaural integration and two stages of biaural separation (left/right), each one with 20 items made up of four harmonic digits. It was applied in 40 individuals of both sexes. They were all adults, their ages ranged from 19 to 52 years old and they spoke Brazilian Portuguese. RESULTS: The results were compared to results of the TDD applied in the same individuals. The individuals had approximately 99% success in all the stages, their performance was higher than the one observed in the TDD - stages of biaural separation. CONCLUSION: We believe that the test elaborated for this study showed applicability in normal hearing individuals. The use of musical stimuli seems to make the performance of individuals easier than the dichotic verbal tests.
  • Formal auditory training efficacy in individuals with auditory processing disorder Artigos Originais

    Zalcman, Tatiane Eisencraft; Schochat, Eliane

    Abstract in Portuguese:

    OBJETIVO: Verificar a eficácia de um programa de Treinamento Auditivo comparando o desempenho inicial, nos testes comportamentais, com o desempenho após o treinamento auditivo aplicado em indivíduos com Transtorno de Processamento Auditivo. MÉTODOS: Participaram do estudo 30 sujeitos com idades entre oito e 16 anos, que passaram por uma avaliação comportamental inicial do processamento auditivo em que foram utilizados dois testes monóticos e dois dicóticos. Posteriormente foram submetidos a um programa de treinamento de auditivo durante oito semanas, a fim de reabilitar as habilidades auditivas encontradas alteradas na avaliação inicial do processamento auditivo e por fim passaram por uma nova avaliação comportamental do processamento auditivo. RESULTADOS: Após o treinamento auditivo houve melhora em todos os testes aplicados. No teste PSI, pré-treinamento auditivo, as crianças, as crianças tinham uma média de acerto de 66,8% que passou para 86,2% após o treinamento auditivo. No teste de fala com ruído, as crianças tinham uma média de acerto de 69,3% pré-treinamento auditivo que passou a ser 80,5% pós-treinamento auditivo. No teste DNV, a média de acerto pré-treinamento auditivo era de 72,6% e passou a ser 91,4%. Finalmente, no teste SSW a treinamento auditivo média de acerto era de 42,2% pré-treinamento auditivo e passou a ser 88,9% pós. CONCLUSÃO: O programa de treinamento auditivo utilizado foi eficaz na reabilitação das habilidades auditivas encontradas alteradas nas crianças com Transtorno de Processamento Auditivo.

    Abstract in English:

    PURPOSE: To assess the effectiveness of the Auditory Training comparing the performance in the behavioral tests before and after auditory training in individuals with Auditory Processing Disorders. METHODS: Thirty individuals with ages ranging from eight to 16 years were submitted to an auditory processing evaluation, which consisted of two monotic and two dichotic tests. After that, the individuals were enrolled in an auditory training program composed by 8 sessions, to rehabilitate the auditory abilities and afterwards were submitted to a re-evaluation of the auditory processing. RESULTS: After the Auditory Training we observed an improvement in the results of all behavioral tests. On the PSI test the performance before auditory training was 66,8% and after, 86,2%. On the speech in noise test, before auditory training, the results were 69,3% and after auditory training, 80,5%. On the Nonverbal Dichotic test, before auditory training, the performance of the individuals was 72,6% and after training the performance was 91,4%. Finally, in the SSW test before auditory training, the results were 42,2% and after auditory training, 88,9%. CONCLUSION: Auditory training program was considered effective for rehabilitation of auditory abilities in individuals with auditory processing disorders.
  • Formal auditory training efficiency in elderly during the acclimatization period Artigos Originais

    Miranda, Elisiane de Crestani; Andrade, Adriana Neves de; Gil, Daniela; Iório, Maria Cecília Martinelli

    Abstract in Portuguese:

    OBJETIVO: Verificar a efetividade de um programa de treinamento auditivo formal em idosos usuários de próteses auditivas intraaurais no período de aclimatização. MÉTODOS: A amostra foi composta por 18 idosos (idade média: 71, 38 anos), de ambos os sexos, adaptados há uma semana com próteses auditivas intra-aurais binaurais. Os participantes foram randomizados em dois grupos: Grupo Experimental (submetidos ao treinamento auditivo) e Grupo Controle (não submetidos ao treinamento auditivo). O Grupo Experimental participou de sete sessões de treinamento auditivo em cabina acústica, uma sessão por semana, com duração de 50 minutos cada. Os procedimentos de avaliação incluíram testes de reconhecimento de fala e questionário de auto-avaliação do handicap auditivo. Estes foram aplicados em duas oportunidades, antes (1ª avaliação) e depois (2ª avaliação) do treinamento auditivo no Grupo Experimental e na avaliação inicial e final do estudo no Grupo Controle. RESULTADOS: No Grupo Experimental, o Índice de Reconhecimento de Fala e Fala com Ruído Branco foram significantemente melhores após o treinamento auditivo (2ª avaliação). Já o estudo das relações sinal/ruído no teste de reconhecimento de sentenças no ruído revelou uma tendência (p-valor próximo a 0,05) de melhora na avaliação pós-treinamento. Observou-se nos idosos do Grupo Experimental que os resultados obtidos na 2ª avaliação não foram significantemente melhores aos obtidos no Grupo Controle em todos os testes. CONCLUSÃO: Pode-se concluir que um programa de reabilitação aural, incluindo treinamento auditivo formal beneficia os idosos no período de adaptação das próteses auditivas, bem como modifica o comportamento auditivo destes indivíduos.

    Abstract in English:

    PURPOSE: To investigate the efficiency of a formal auditory training program in hearing aid wearers during the acclimatization period. METHODS: Eighteen subjects (mean age of 71.38 years old), male and female, binaural intra-aural hearing aid users for one week participated in the study. Experimental (with auditory training) and Control (without training) groups were formed randomly. Subjects in the experimental group have undergone a formal auditory training program organized in seven 50-minute sessions, once a week. Evaluation procedures included speech recognition tests and a self-assessment questionnaire. These procedures were carried out before (1st evaluation) and after (2nd evaluation) the training for the Experimental Group and in the Initial and Final evaluation for the Control Group. RESULTS: In the experimental group, both the word recognition score (WRS) and the speech in noise test showed significantly improved results after the training (2nd evaluation). In the study of signal-to-noise ratio for sentence recognition in noise, there was a slight tendency (p-value near 0,05) of improvement in the evaluation after the training. It was also observed that for the Experimental Group the results in the 2nd evaluation have not revealed differences in comparison to the results of the Control Group in all tests. CONCLUSION: It could be concluded that the aural rehabilitation program, including formal auditory training beneficiates the elderly in the period of hearing aids adaptation and also modifies the auditory behavior of these subjects.
  • Language disorder in a pervasive developmental disorder: description of a speech-language intervention process Relatos De Caso

    Silva, Rubem Abrão da; Lopes-Herrera, Simone Aparecida; De Vitto, Luciana Paula Maximino

    Abstract in Portuguese:

    O objetivo deste estudo de caso foi descrever a intervenção fonoaudiológica de uma criança autista, tendo sido este trabalho realizado na Clínica de Fonoaudiologia da Faculdade de Odontologia de Bauru (FOB-USP). A criança em questão era do gênero masculino, com diagnóstico de autismo realizado aos 24 meses de idade, e que, desde a época do diagnóstico, recebeu intervenção fonoaudiológica individual duas vezes por semana, sendo aqui relatados os primeiros nove meses de terapia. Os resultados mostram que a criança desenvolveu uma comunicação funcional por meio da linguagem oral e outras formas de simbolismo, além de contato ocular espontâneo e comunicativo e momentos de atenção conjunta com adultos e crianças.

    Abstract in English:

    This study aims to describe language intervention process of an autistic child at the Speech Pathology Department at USP-Bauru. An autistic male child diagnosed at two years old was submitted to private language intervention twice a week, since diagnosis. The study reports the first nine months of therapy. Results show that the child developed functional communication through oral language and other ways of symbolism, in addition to spontaneous and communicative eye contact, moments of attention in activities with adults and children.
  • Complaint, demand and wish in speech-language pathology clinical practice: a case study Relatos De Caso

    Ieto, Vanessa; Cunha, Maria Claudia

    Abstract in Portuguese:

    A queixa é o primeiro momento de contato entre paciente e terapeuta e dirá sobre os conteúdos manifestos dos sintomas e sobre os conteúdos latentes relacionados a ela: a demanda e o desejo. O objetivo deste trabalho foi identificar, por meio de um estudo de caso clínico, de que modo o reconhecimento da existência de uma demanda e de elementos relacionados ao desejo, ambos subjacentes à queixa do paciente, podem orientar a condução do processo terapêutico fonoaudiológico desde a entrevista. O método utilizado foi o estudo longitudinal de um caso clínico de um paciente com 11 anos, do sexo masculino, atendido entre setembro/2003 e dezembro/2004, com a queixa enunciada pelo pai: "T. não fala, só se comunica por sinais". A interpretação do material clínico foi subsidiada pela articulação entre referenciais teóricos fonoaudiológicos e psicanalíticos. Esse estudo obedeceu às normas éticas estabelecidas para pesquisas com seres humanos. Os resultados apontaram que a demanda do paciente estava relacionada à necessidade de ser escutado pela família e o desejo caminhava em direção à manutenção do sintoma, como forma de assegurar a continuidade do investimento familiar. Tais conteúdos subsidiaram as intervenções terapêuticas que resultaram no aumento da oralidade de T., possibilidade de interlocução e reconfiguração das queixas familiares. A(s) entrevista(s) deve(m) preceder e subsidiar os processos terapêuticos fonoaudiológicos e a queixa deve ser escutada para além da literalidade. A introdução do desejo interdita o tradicional planejamento terapêutico prévio, pois os conteúdos psíquicos relacionados aos sintomas não se submetem e/ou podem ser obstaculizados por atividades pré-programadas.

    Abstract in English:

    The complaint is the first contact between pacient and therapist and will provide information about the symptoms and their features. It will also provide data about related subjective issues: demand and wish. The purpose of this paper is to identify, through a case study, how the acknowledgment of wish and demand underlying the subject's explicit complaint can determine the course of the speech-language-therapy process since the first interview. The method was a follow-up study of an 11-year-old boy attending speech-language therapy from September 2003 to December 2004. The father's explicit complaint was "T doesn't talk he only communicates through signals". The interpretation of the clinical data was supported by the theoretical speech-and-language-pathology and psychoanalytical frameworks. This study followed ethical procedures determined for research with human beings. Results point out that the patient's demand was related to his need of being heard by his family. On the other hand, his wishes were directed towards the maintenance of the symptoms as a way of securing the continuity of the family's attention. Such information provided the background to the therapeutic intervention that resulted in an improvement of the child's oral utterances and communicative exchange alternatives, reshaping the family's complaints. The interviews should precede and support the speech-language therapy processes and the complaints should be considered beyond its literal meaning. The unspoken wish may interdict planned therapeutic processes because psychic contents related to the symptoms cannot be controlled by pre-programmed activities.
  • Speech-language pathology clinical evaluation, integrality and humanization: general perspectives and some thoughts Artigo De Revisão

    Goulart, Bárbara Niegia Garcia de; Chiari, Brasília Maria

    Abstract in Portuguese:

    A avaliação é um importante instrumento clínico para que a atuação fonoaudiológica tenha êxito. Os objetivos deste artigo são: apresentar alguns pontos para reflexão acerca das diversas questões envolvidas nesta etapa do "fazer" fonoaudiológico, bem como contribuir com discussões sobre o tema e, quiçá, a busca individual, de cada profissional ou futuro profissional, por formas de atuação que contemplem um contato interpessoal mais aprofundado com o paciente e aqueles que o cercam, de acordo com suas peculiaridades e demandas. A partir da avaliação, é possível fazer o diagnóstico funcional ligado à comunicação e seus distúrbios e elaborar um plano de tratamento. Partindo do pressuposto de que a avaliação clínica está inserida em um importante contexto da clínica fonoaudiológica, constatamos que diversos estudos vêm sendo conduzidos com outros profissionais da área da saúde sobre este tema e constatamos que há necessidade de retomar os rumos das relações entre o profissional, o paciente e seus familiares. Por isso, é importante que as questões abordadas neste artigo sejam consideradas nesta etapa inicial da clínica fonoaudiológica. Para tanto, é essencial que os fonoaudiólogos, desde a formação na graduação, além dos professores e tutores, considerem a importância das questões ligadas à relação entre o profissional, o paciente, seus familiares e outros profissionais durante a avaliação clínica inicial e avaliações sistemáticas para acompanhamento do progresso do tratamento fonoaudiológico proposto.

    Abstract in English:

    Clinical evaluation is an important instrument for the speech-language pathologist (SLP) successful approach. The aims of this article are: to present some issues concerning the SLP's assessment and approach; contribute to the discussions about SLP's clinical practice; provide some input to the considerations about the individual approach that is possible to each SLP, for better interpersonal contact with the patients and their families in accordance with their peculiarities and demands. With SLP assessment it is possible to achieve a functional communication diagnosis and design an intervention plan. Several studies published in other health related sciences show evidence on the need to review the way the relations between health professionals, patients and their families have been established. Clinical assessment has enormous importance in the SLP approach and constitutes one of the first contacts of the patient and their family with the SLP. Therefore, it is important that these questions are considered in this initial stage of the SLP clinical performance. So, it is crucial that the evaluation management and its correlates receive more attention by SLP undergraduate students, professors and tutors. Also, evaluations of the speech-language and audiology treatment progress must be considered at all times.
  • What phonological deficit? Refletindo Sobre O Novo

    Navas, Ana Luiza Gomes Pinto
  • The faculty of language Resenha

    Britto, Denise Brandão de Oliveira e
  • Avaliação das habilidades comunicativas de crianças surdas: a influência do uso da língua de sinais e do português pelo examinador bilíngüe Resumos

    Barbosa, Felipe Venâncio
  • Perfil funcional da comunicação e a adaptação sócio-comunicativa no espectro autístico Resumos

    Sousa-Morato, Priscilla Faria
  • Análise comparativa da intervenção fonoaudiológica na surdez: com a família ou com os pais? Resumos

    Akiyama, Renata
Sociedade Brasileira de Fonoaudiologia Al. Jaú, 684 - 7º andar, 01420-001 São Paulo/SP Brasil, Tel.: (55 11) 3873-4211 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: revista@sbfa.org.br