São Paulo em Perspectiva, Volume: 14, Issue: 3, Published: 2000
  • Nota Do Editor

  • Educação científica: uma prioridade nacional

    ZANCAN, GLACI T.

    Abstract in Portuguese:

    O avanço explosivo do conhecimento está marginalizando os povos que não dispõem de uma infra-estrutura de pesquisa associada à formação de recursos humanos de alto nível e a uma educação científica universal. A análise da situação do país mostra a necessidade da expansão da base de pesquisa acadêmica e da inovação tecnológica. É destacada a urgência na mudança do sistema de ensino fundamental, médio e superior, passando de informativo para formativo, como meio de capacitação do homem para o mercado de trabalho, altamente dependente de um aprender contínuo.
  • Universidade, inovação e impacto socioeconômico

    FAVA-DE-MORAES, FLAVIO

    Abstract in Portuguese:

    O papel da universidade é inquestionável para a formação de pessoas qualificadas e para o desenvolvimento socioeconômico de um país, principalmente quando fundamentado em uma política científica tecnológica articulada no espaço das relações entre universidade, Estado, empresariado e outros setores sociais. Uma pesquisa sobre o MIT aponta nessa direção, ao demonstrar a importância da inovação e do fomento econômico propiciados pela atuação de seus alunos, professores e pesquisadores. Mérito acadêmico, ação estratégica para pesquisa, investimentos e transferência de conhecimento tornam-se referências para o alcance da mudança social e consolidação de uma sociedade. Considerações semelhantes podem ser admitidas notadamente para as Universidades Públicas do Estado de São Paulo.
  • Os desequilíbrios regionais da produção técnico-científica

    BARROS, FERNANDO ANTÔNIO F. DE

    Abstract in Portuguese:

    O problema central analisado neste artigo diz respeito às acentuadas diferenças regionais relativas à base técnico-científica instalada no Brasil. Após uma rápida caracterização dessas desigualdades, busca-se mostrar que essa concentração não é inexorável. Prova disso são as bem-sucedidas intervenções políticas do Estado, no mundo mais desenvolvido, para combater seus efeitos nocivos. Examina-se, em seguida, como a questão tem sido historicamente conduzida no Brasil e suas perspectivas atuais. Finalmente, salienta-se a importância de um aprimoramento contínuo das políticas e ações públicas, caso se queira realmente reverter o atual quadro brasileiro de desequilíbrios regionais da produção técnico-científica.
  • Continuidades e descontinuidades em torno do debate científico

    DOREA, GUGA; SEGURADO, ROSEMARY

    Abstract in Portuguese:

    O presente artigo aborda as questões conceituais do debate científico e suas relações com os aspectos sociais, políticos, econômicos e culturais, analisando as continuidades e descontinuidades verificadas ao longo da história. Pretende-se avaliar alguns dos desdobramentos do discurso científico considerados relevantes para a configuração da chamada sociedade de controle.
  • Tecnociência e complexidade da vida

    CARVALHO, EDGARD DE ASSIS

    Abstract in Portuguese:

    O princípio responsabilidade abre a possibilidade de uma ética planetária fundada no religamento, na compreensão, na magnanimidade e na resistência. Mediante estas práticas, fundadas na inseparabilidade da cultura científica e da cultura das humanidades, coloca-se a possibilidade da restauração sustentável de Gaia, mesmo que cenários do futuro encontrem-se ainda atrelados ao desenvolvimento unidimensional da biotecnologia, da robótica e da neurotecnologia.
  • Limites e rupturas na esfera da informação

    SANTOS, LAYMERT GARCIA DOS

    Abstract in Portuguese:

    Controlar os consumidores e principalmente monitorar as potencialidades de cada uma das dimensões de suas vidas tornam-se uma exigência do próprio processo do capitalismo contemporâneo, impondo a coleta e o tratamento de informações. Ora, se lembrarmos que uma parcela cada vez maior da vida e das atividades do homem contemporâneo tende a passar pelas redes, quem melhor colocado para acessar os seus dados senão os provedores de acesso ao ciberespaço?
  • Biotecnologias, clones e quimeras sob controle social: missão urgente para a divulgação científica

    LEITE, MARCELO

    Abstract in Portuguese:

    A polêmica no Brasil sobre a regulamentação dos alimentos transgênicos costuma ser interpretada à luz da dicotomia de atitudes entre Estados Unidos e Europa. Pesquisas de opinião recentes revelam, no entanto, um quadro muito mais matizado, tornando essas categorias em grande medida irrelevantes para a compreensão da controvérsia brasileira. A divulgação científica pela imprensa pode contribuir para aumentar o grau de objetividade desse debate, mas se encontra tolhida por deficiências diversas, do baixo grau de informação científica do público à sua própria incapacidade de problematizar a apresentação ideológica da biotecnologia.
  • Projeto genoma humano e ética

    ZATZ, MAYANA

    Abstract in Portuguese:

    Os avanços na tecnologia da biologia molecular têm sido tão rápidos que o número de testes genéticos disponíveis, tanto para características normais como patológicas, estão aumentando dia a dia. Enquanto questões éticas a ela relacionadas estão sendo debatidas no âmbito acadêmico, os laboratórios estão disputando a possibilidade de desenvolver e aplicar testes de DNA, pois do ponto de vista comercial os interesses são enormes. Neste artigo, ilustramos com alguns exemplos reais a complexidade de algumas situações e a dificuldade de se tomar decisões em benefício dos envolvidos, evidenciando a importância de se discutir questões éticas com toda a sociedade.
  • As sementes e o conhecimento que elas incorporam

    LACEY, HUGH

    Abstract in Portuguese:

    Freqüentemente recorre-se à ciência para legitimar a prioridade atribuída ao desenvolvimento de sementes transgênicas na pesquisa agronômica, e a proteção privilegiada concedida aos direitos de propriedade intelectual sobre tais sementes. Alega-se que as sementes transgênicas incorporam conhecimento científico, mas não as sementes selecionadas na agricultura tradicional; e que o conhecimento científico sustenta não haver, além da agricultura que faz uso substancial de sementes transgênicas, maneira alternativa nenhuma de alimentar a humanidade. Ambas as alegações são questionadas por meio de um argumento que reconhece na agroecologia uma séria alternativa (pelo menos parcialmente) à predominância da biotecnologia na agricultura, uma alternativa que não apenas encontra forte apoio na evidência empírica, mas também responde aos valores da sustentabilidade ecológica e da justiça social.
  • Ciências biológicas e biotecnologia: realidades e virtualidades

    SILVA, LUIZ HILDEBRANDO PEREIRA DA

    Abstract in Portuguese:

    Os enormes progressos das ciências biológicas ocorridos nas últimas décadas abrem grandes perspectivas benéficas para o homem no terreno das aplicações, em particular no domínio da agronomia e da biomedicina. A sociedade brasileira deverá romper com essa situação, em que os progressos beneficiam apenas setores privilegiados, e promover a educação e divulgação científicas de qualidade a todos os níveis, concentrando sua aplicação em domínios essenciais para vencer atrasos e deformações da sociedade brasileira. Se a ciência e a tecnologia não tiverem relação direta com a realidade do dia-a-dia, traduzindo-se em melhoria da situação material e cultural do conjunto da sociedade, estarão se arriscando a evoluir para uma situação de atividade apenas virtual.
  • Cultura genética: vertigem ontológica e dissolução do conceito de "natureza"

    PONDÉ, LUIZ FELIPE

    Abstract in Portuguese:

    O objetivo do artigo é discutir o processo psicossocial em curso no momento em que se instala a nova tecnologia genômica, processo que cria uma ruptura ontológica na cultura ocidental -- à semelhança de outras rupturas, como a passagem do nomadismo caçador-coletor ao sedentarismo da agricultura --, identificada como dissolução do conceito de natureza e o horror ontológico que este fato implica. Tal dissolução será concretizada pela banalização "feliz" do consumo em larga escala dos bens genômicos, um comportamento de consumo, na realidade um desdobramento da aposta iluminista na emancipação humana que se artificializa definitivamente na matéria viva, normatizando-a dentro da categoria de insumo.
  • Geotecnologia: tendências e desafios

    BITAR, OMAR YAZBEK; IYOMASA, WILSON SHOJI; CABRAL JR., MARSIS

    Abstract in Portuguese:

    Este artigo apresenta considerações sobre tendências e desafios no campo das aplicações do conhecimento das geociências, abordando aspectos relacionados ao uso da geotecnologia no monitoramento de processos geológicos naturais e induzidos, prevenção de riscos, recuperação de áreas degradadas, construção de obras civis, aproveitamento de recursos hídricos e mineração. Discute-se, em especial, a partir de observações gerais acerca do panorama mundial, as perspectivas da geotecnologia no contexto do Estado de São Paulo em face do desafio do desenvolvimento sustentável.
  • Pesquisa e desenvolvimento na área de energia

    GOLDEMBERG, JOSÉ

    Abstract in Portuguese:

    É feita uma análise do perfil de consumo de energia no Brasil e as suas perspectivas para as próximas décadas. Com essa abordagem, verifica-se que energias renováveis representam 58% do consumo, sendo que o restante provém de combustíveis fósseis, com riscos de exaustão nos próximos 20 anos. Decorre daí a necessidade de acelerar os trabalhos de pesquisa e desenvolvimento para enfrentar esta situação atuando em três frentes: eficiência energética; aumento da participação de fontes renováveis de energia; e novas tecnologias.
  • Investimento recente, capacitação tecnológica e competitividade

    MUNIZ, SUELY

    Abstract in Portuguese:

    A intensificação da concorrência internacional e a difusão de setores econômicos ligados ao complexo microeletrônico têm demandado uma ampliação dos esforços institucionais, tecnológicos e organizacionais por parte de empresas e nações. Tais esforços são cumulativos e ancoram-se em processos de aprendizagens contínuos que são decisivos para a elevação da capacidade competitiva das empresas e nações e, portanto, para o crescimento econômico. No Brasil, entretanto, os investimentos ainda dirigem-se sobretudo para o "saber produzir", enquanto aqueles destinados à formação de ativos complementares, como a elevação da capacitação tecnológica para projetar e desenvolver produtos e processos, são absolutamente insuficientes. Os desafios contemporâneos tornam imperiosas não apenas políticas industriais e tecnológicas, mas também, e sobretudo, uma nova inserção ativa e soberana da economia brasileira na nova dinâmica econômica internacional.
  • Inovação institucional e estímulo ao investimento privado

    ALBUQUERQUE, EDUARDO DA MOTTA E; SICSÚ, JOÃO

    Abstract in Portuguese:

    Este artigo sugere a criação de uma Agência Especial de Seguros como forma de estimular o envolvimento do sistema bancário privado no financiamento do investimento inovativo e identifica duas dimensões da realidade tecnológica do Brasil: a imaturidade do sistema de inovação brasileiro, indicando a combinação entre escassez (de gastos em P&D) e desperdício (de oportunidades geradas a partir da infra-estrutura científica); e a incapacidade do sistema bancário em financiar o investimento inovativo. A proposta dessa agência busca introduzir um rearranjo no sistema de inovação brasileiro, para ampliar os recursos investidos em atividades inovativas sem ter de desviar recursos públicos para financiar o setor privado e sem deslocar recursos comprometidos com a infra-estrutura pública de ciência para a iniciativa privada.
  • Tecnologia e emprego: uma relação conflituosa

    MATTOSO, JORGE

    Abstract in Portuguese:

    A relação entre tecnologia e emprego foi seguidamente reduzida à sua expressão mais simples. Este artigo rediscute essa relação, considerando sua complexidade e conflito, sempre imersa em relações macroeconômicas e sociais mais amplas. Nesse sentido, observa-se que hoje essa relação se constrói em meio a um processo de globalização financeira, de desregulação dos mercados e de redução da capacidade regulatória e de gasto do Estado. Esse processo, por sua vez, teria gerado um novo regime de crescimento, no qual as principais variáveis relacionadas ao emprego (produto, produtividade, tempo de trabalho, demanda e investimento) apresentariam um desempenho medíocre, se comparadas às de outros períodos.
  • Força e fragilidade do sistema de inovação paulista

    QUADROS, RUY; BRISOLLA, ANDRA; FURTADO, ANDRÉ; BERNARDES, ROBERTO

    Abstract in Portuguese:

    Este artigo tem como objetivo fazer um exercício de reflexão sobre o "sistema de inovação paulista" à luz da análise das informações sobre o sistema público de C&T no Estado de São Paulo e abordar os principais problemas das universidades e dos institutos públicos de pesquisa, estaduais e federais. São discutidos os obstáculos de integração entre empresas e o setor público de C&T, mapeando os fatores que determinam a baixa demanda do sistema produtivo paulista em relação ao sistema público de C&T.
Fundação SEADE Av. Casper Líbero, 464, 01033-000 São Paulo SP - Brazil, Tel: +55 11 3313-5777, Fax: +55 11 2171-7297 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: perspectiva@seade.gov.br