Acta Amazonica, Volume: 15 Supplement 1-2, Published: 1985
  • Levantamento preliminar de Xylariaceae da Amazônia Artigo Original

    Silveira, Verlande Duarte; Rodrigues, Katia Ferreira

    Abstract in Portuguese:

    É apresentado um estudo de Ascomycetes (XYLARIACEAE) nos Estados do Amazonas e de Mato Grosso (norte), onde foram registrados 9 gêneros, totalizando 31 espécies: Batistia annulipes Cif., Camillea bacillum(Mont., C. bilabiata Speg., C. cyclops (Mont.) Berk. & Curt., C. labellum Mont., C. leprieurii Mont., Daldinia concentrica (Bolt.) Ces. & de Not., D. eschscholzii (Ehr.) Rehm., D. gollani Henn., Hypoxylon nummularium Bull. ex Fr, Hypoxylon sp., Kretzschmaria cetrarioides(Welw. & Curr.) Sacc., K. clavus (Fr.) Sacc., K. heliscus (Mont.) Massee, K. microspora Henn., Phylacia globosa Lév., P. poculiformis(Mont., P. surinamensis (Berk. & Curt.) Dennis, P. turbinata (Berk.) Dennis, Rhopalostroma sphaerocephalum (Petch.) D. Hwksw., Thammomyces dendroidea Cooke & Massee, T. rastratus Mont., Xylaria dealbata Berk. & Curt., X feejeensis (Berk.) Fr., X. furcata Fr., X . ianthino-velutina (Mont.) Fr., X. juruensis P. Henn., X. begeliana (Lév.) FA., X. microceras(Mont.) Fr., X. polymorpha (Pers. ex Fr. ) Grev., X. scruposa (Fr) Fr., X. telfairii (Berk.) Fr. Xylaria sp. Foi elaborada uma chave para identificação dos gêneros e respectivas espécies, sendo que para cada taxon são dadas as sinonímias e algumas ilustrações dos espécimes examinados.
  • Amazonian Foliicolous Fungi III. A preliminary list of Ascomycotina, mostly Dothideales, sensu lato Original Article

    Farr, Μ. L.

    Abstract in Portuguese:

    Este trabalho relaciona 65 fungos epifoliares coletados no Amazonas e Roraima no período 1977-1978 pelo Projeto Flora Amazonica. Lembosia miconiae(Ryan) Forr é uma combinação nova.

    Abstract in English:

    This paper records 65 leaf-inhabiting sac fungi collected in Amazonas and Roraima during 1977-78 as part of Projeto Flora Amazônica. Lembosia miconiae (Ryan) Farr is a new combination.
  • Some Phragmobasidiomycetes from Acre and Amazonas Original Article

    Lowy, B.

    Abstract in Portuguese:

    Uma investigação preliminar dos Phragmobasidiomycetes da Amazônia brasileira revelou três espécies novas: Tremella riobrancensis Lowy, Ductifera elastica Lowy e Dacryopinax maxidoriiLowy. Mais dez espécies previamente não coletadas na Amazônia, representantes das famílias Auriculariaceae, Tremellaceae e Dacrymycetaceae, do Acre e Amazonas, também são registradas.

    Abstract in English:

    Apreliminary survey of Phragmobasidiomycetes from the Brazilian Amazon revealed three new species: Tremella riobrancensis Lowy, Ductifera elastica Lowy, and Dacryopinax maxidorii Lowy. Ten other species representing the families Auriculariaceae, Tremellaceae, and Dacrymycetaceae previously unreported from Acre and Amazonas were also collected.
  • A review of Taxithelium (Sematophyllaceae) in Brazil Original Article

    Buck, William R.

    Abstract in Portuguese:

    Taxithelium é representado no Brasil por três espécies. Cada espécie é ilustrada e sua distribuição mapeada. Taxitheliu planum (Brid.) Mitt. é muito frequente, embora principalmente limitada às elevações baixas da Amazônia. Ela é reconhecida pelos filídios ovatos e vélulas alares relativamente numerosas. A forma do ápice dos filídios e o desenvolvimento alar são dependentes do substrato e umidade. Taxithelium plutipuctatum (Ren. & Card.) Buck e registrada pela primeira vez para o Brasil em três localidades; ela é reconhecida pelos filídios frouxamente dispostos e com pouco desenvolvimento alar. Taxithelium juruense (Broth.) Broth, é aparentemente endêmica no Acre. Ela é distinguida pelas células papilosas no ápice do filídio e pelas margens enroladas do filídio.

    Abstract in English:

    Taxithelium is represented in Brazil by three species. Each species is described and illustrated and its distribution in Brazil is mapped. Taxithelium planum (Brid. ) mitt. is weedy but mainly confined to the low elevations of Amazonia; T. pluripunctatum(Ren. & Card.) Buck is reported for the first time for Brazil from three localities; T. juruense (Broth.) Broth. is apparently endemic to Acre.
  • Octoblepharum (Leucobryaceae) do alto Rio Negro, Amazonas (Brasil) Original Article

    Yano, Olga

    Abstract in Portuguese:

    Nove taxa de Octoblepharum Hedw. são relatados para o Alto Rio Negro, Amazonas, coletados em expedição realizada no período de junho a julho de 1979, quais sejam: O. albidum Hedw. var violascens C. Muell., O. ampullaceumMitt., O. cylindricum Mont., O. cocuienseMitt., O. erectifolium Mitt. ex. Williams, O. pellucidum C. Muell., O. albidum Hedw. var. albidum, O. pulvinatum (Dozy & Molk.) Mitt. e O. stramineum Mitt. As três últimas ocorreram com maior frequência. Uma chave para identificação dos táxons infragenéricos de Octoblepharum é apresentada.

    Abstract in English:

    Nine taxa of Octoblepharum Hedw. are reported for the Alto Rio Negro, Amazonas, collected during an expedition to the region in1979: O. albidum Hedw. var violascens C. Muell., O. ampullaceum Mitt., O. cylindricum Mont., O. cocuiense Mitt., O. erectifolium Mitt. ex. Williams, O. pellucidum C. Muell., O. albidum Hedw. var. albidum, O. pulvinatum (Dozy & Molk.) Mitt. e O. stramineum Mitt. The most commoon species are: O. stramineum Mitt. A key for identification of the reported taxa is included.
  • Distributional and ecological notes on Polygonanthus amazonicus Ducke Original Article

    Nelson, Bruce W.; Ferreira, C. A. Cid; Todzia, C. A.; Zarucchi, James L.; Hill, Steven R.

    Abstract in English:

    Polygonanthus amazonicus Ducke já foi incorporada em oito famílias diferentes, mas era conhecida de apenas uma árvore desde a primeira coletada em 1929. Uma excursão do projeto Flora Amazônica comprovou sua área de ocorrência, que é de pelo menos 17.500 km2 na região compreendida entre Maués e Borba no Estado do Amazonas. Seu habitat e provável meio de dispersão são descritos. o caso desta e de muitas outras espécies com escassa representação nos herbários demonstra a necessidade de se manter um intenso programa de coleta botânica para se manter uma base mais realista da distribuição de muitas espécies.
  • The Simaba guianensis complex in northers South America Original Article

    Thomas, Wm. Wayt

    Abstract in Portuguese:

    Dispondo-se de dados obtidos de amostras não vistas por outros pesquisadores o complexo de Simaba guianensis foi reanalizado e dividido em S. polyphylla e S. guianensis, este último com duas sub-espécies. Apresenta-se chaves, descrições e ilustrações e amostras estudadas para S. polyphylla, S. guianensisssp. guianensis, e S. guianensis spp. ecaudata. Exsicatas de Simaba guianensisssp. ecaudata exibem ampla diversidade morfológica que permite reconhecer três grupos. Coletadas adicionais talvez providenciarão informações indicando que estes grupos merecerão status taxonômico.

    Abstract in English:

    With additional data from specimens not studied by previous workers, the confusing Simaba guianensis compex was re-analized. Simaba polyphylla is recognized as a distinct species and two subspecies of S. guianensis are maintained. Simaba polyphylla, S. guianensis ssp. guianensis, and S. guianensis ssp. ecaudata are keyed, described, and illustrated and specimens examined are cited for each. Specimens of S. guianensis ssp. ecaudata show great morphological diversity but can be separeted into three groups. Further collecting may provide information that shows these groups to be worthy of separate taxonomic status.
  • Notas sobre o novo conceito de Sagotia racemosa Baill. (Euphorbiaceae) em relação as suas variedades Artigo Original

    Secco, Ricardo de S.

    Abstract in Portuguese:

    The author furnishes a short note on the new concept of Sagotia racemosa and its varieties.
  • Taxonomy of the Oenocarpus-Jessenia (Palmae) complex in Brazil Original Article

    Balick, Michael J.

    Abstract in English:

    Two genera, Oenocarpus and Jessenia are recognized in this complex of Neotropical palms. They are well represented in Brasil, Oenocarpus with seven species (O. distinchus, O. discolar, O. tarampabo, O. bacaba, O. macrocalyx, O. mapora and O. minor, and Jessenia with one species, J. bataua). Many of these taza are poorly know and under-represented in herbaria, both in Brazil and elsewhere. A great deal of fieldwork is needed to betther undestand the basic biology and extent of variation in the populations of these palms.
  • Tropical lowland mosses disjunct between Africa and the Americas, including Calyptothecium planifrons (Ren. & Par.) Argent, new to the Western Hemisphere Original Article

    Reese, William D.

    Abstract in Portuguese:

    Calyptothecium planifrons (Ren. & Par.) Argent (Pterobryaceae) é uma nova ocorrência para o Brasil, sendo baseada nas coletas dos Estados do Pará e Rondônia. Outras 14 espécies de musgos com distribuição disjuncta entre África e América tropical são também discutidas na literatura.

    Abstract in English:

    Calyptothecium planifrons (Ren. & Par.) Argent is reported new to the Western Hemisphere based on two recent collections from Brazilian Amazonia, in Pará and Rondônia; C. planifrons was originally described from Madagascar. Forteen Other species of mosses with apparently disjunct distributions between tropical Africa and tropical America are also discussed. It is likely that mos or all of this species discussed will prove to have wider distributions in the tropics when world-wide revisions are carried out.
  • Preliminary notes on the macrolichens of Serra do Cachimbo, northcentral Brazil Original Article

    Brako, Lois; Dibben, Martyn J.; Amaral, Iêda do

    Abstract in Portuguese:

    Nos meses de abril e maio de 1983 o Projeto Flora Amazônica fez uma expedição científica de botânica, especialmente para coleta de criptógamas, à Serra do Cachimbo e ao longo da estrada Cuiabá-Santarém (BR-163). No percurso da BR-163 para Serra do Cachimbo existem vários tipos de vegetações como caatinga amazônica, mata ciliar, mata alta e capoeira. Nesta expedição foram coletadas cerca de 1900 exsicatas de líquens. Dentre os macrolíquens encontrados aproximadamente 10% podem ser espécies ainda não descritas. Neste trabalho estão sendo apresentados uma lista preliminar de 91 macrolíquens e a discussão da distribuição ecológica dos líquens em cada ambiente.

    Abstract in English:

    This paper reports on the April-May 1983 Projeto Flora expedition to Serra do cachimbo in northcentral Brazil, a phytogeographically poorly known area near the transition between the Amazon forest and the central Brazilian planalto. The objective of this expedition was to collect botanical specimens with special emphasis on lichens. Rock outcrops are common in this area and several soil types combined with varied topography give rise to a diversity of vegetation types including Amazon caatinga, campo rupestre, gallery forest and Amazon forest. A preliminary checklist of 91 macrolichens is provided with a discussion of ecological distribution of lichens in each habitat.
  • Penicillium in Brazil Original Article

    Dunn, Paul H.; Reynolds, Don R.; Nishida, F. H.; Barro, S.

    Abstract in English:

    Nine species of Penicillium have been isolated from soil in the Rio Trombetas drainage. Four ot the records are new to Brazil. Distribution patterns are discussed. Other records for Penicillium in Brazil are reviewed.
  • The algal flora of two distinct habitats along the Moa River in the state of Acre, Brazil Artigo Original

    Archibald, Patricia A.; King, Joe M.

    Abstract in Portuguese:

    Vinte e oito amostras de algas foram coletadas nos meses de setembro e outubro de 1984, provenientes de dois habitats distintos no Estado do Acre: o Rio Moa (11 amostras) e uma fonte de água sulfurosa afluente do Rio Moa (17 amostras).Ao todo foram identificadas 74 espécies, representando 48 gêneros de algas. Quarenta e nove espécies foram isoladas do Rio Moa e sessenta e sete da fonte salfurosa. Ambas as localidades de coleta revelaram ricos conjuntos de algas clorófitas, algas cianofíceas e diatomas. Especies clorófitas dominaram a flora algal de ambas as localidades, embora mais numerosas na fonte sulfurosa. Também foi observada uma diferença significante entre as duas localidades nas suas respectivas proporções de desmidiáceas: algas clorófitas filamentosas.

    Abstract in English:

    Twenty-eoght algal samples were collected in September-October, 1984, from two distinct habitats in the state of Acre, Brazil. Eleven were from the Moa River, and 17 were from a sulfur water spring which flows into the Moa River. A total of 74 species, representing 48 genera of algae, were identified from these samples. Forty-nine species were found in the Moa River and 67 in the sulfur water spring. Both coolection site had rich assemblages of cyanophycean algae, chlorophycean algae, and diatoms. Chlorophycean species dominated the algae flora at both sites, cut were more numerous at the sulfur water spring. There was also a definite difference in the relatives proportions of desmids to filamentous chlorophycean algae at the two sites.
  • A generic treatment of Alismatidae in the Neotropics with special reference to Brazil Original Article

    Haynes, Robert R.; Holm-Nielsen, Lauritz B.

    Abstract in English:

    A Subclasse Alismatidae nos neotrópicos é composta de nove famílias com 11 gêneros das quais, nove ocorrem na bacia amazônica e cinco no Brasil extra-amazônico. Apenas duas famílias não estão presentes no Brasil e mais duas ausentes da Amazônia brasileira. Este trabalho apresenta descrições detalhadas das famílias e gêneros, além de comentários sobre distribuição geográfica dos gêneros. As famílias estão organizadas na sequência sistemática que nós aceitamos. Os gêneros de cada família estão organizados em ordem alfabética i=sem significado sistemático. Fornecemos desenhos de pelo menos um gênero para cada família. Referências importantes -- tais como revisões genéricas, levantamentos da literatura, ou monografias de áreas neotropicais — estão relacionadas no início de cada tratamento a nível de família. As excelentes coleções do Projeto Flora Amazônica foram de importância decisiva para nosso trabalho-, sem elas não poderiamoi fazer um tratamento genérico completo para toda a região neotrópica.
  • Um sistema agroflorestal na várzea do estuário amazônico (Ilha das Onças, Município de Barcarena, Estado do Pará) Artigo Original

    Anderson, Anthony B.; Gely, Anne; Strudwick, Jeremy; Sobel, Gail L.; Pinto, Maria das Graças C.

    Abstract in Portuguese:

    Apesar de seu potencial na região amazônica, sistemas agroflorestais têm sido estudados principalmente entre grupos indígenas, que são culturalmente afastados da maioria da população atual em zonas rurais. Este estudo descreve um sistema agroflorestal utilizado por uma família de cultura Luso-brasileira. O sistema foi desenvolvido na mata de várzea do estuário amazônico, sujeita a inundações periódicas e prolongadas que dificultam as práticas convencionais de agricultura. Três zonas de maneio na vizinhança da casa são descritas detalhadamente: quintal, floresta manejada, e mata. Juntas essas zonas apoiam ou possibilitam uma grande variedade de atividades, tais como caça; pesca; criação de animais domésticos; e utilização de frutos, palmito, madeira, adubo, plantas ornamentais, fibras, látex, mel, sementes oleaginosas, remédios, utensílios, etc. Além de produtos de subsistência, essas atividades fornecem muitos produtos de mercado que são comercializados em Belém, possibilitando a compra de materiais agrícolas de primeira necessidade. Entre a família estudada, o sistema agroflorestal permitiu a substituição da agricultura convencional pela colheita de produtos silvestres. Sob certas condições, essa estratégia poderia ser uma alternativa viável de uso de terra no estuário amazônico.

    Abstract in English:

    Although agroforestry appears to be a viable form of land use in Amazonia, most of the examples reported in the literature describe systems used by indigenous tribes that are culturally distinct from the majority of rural inhabitants in the region. This paper describes an agroforestry system developed by a Luso-Brazilian family whose cultural habits are similar to that of the majority of rural inhabitants in the Amazon estuary. The iyitem is utilized on sites subject to periodic and prolonged flooding, which imposes severe restrictions conventional forms of agriculture. Three major management zona, located near the family's house are identified and described in detail: house garden ("quintal"), managed floodplain forest ("floresta manejada"), and unmanaged floodplain forest ("mala"). The house garden is a relatively open area adjacent to the house that isused for domestic activities and for cultivation of a wide variety of exotic and native plants. The managed floodplain forest consists of small (< 1 ha) plots near the house and at scattered locations. In this management zone, the forest structure is left largely intact, although vines, understory shrubs, and selected tree species are periodically cut. The strategy in this zone is to favor the growth of economically important native tree species as well as introduced trees and shrubs. The unmanaged floodplain forest contains high densities of economically important plant species such as"açaí" palm (Euterpe oleracea), rubber (Hevea brasiliensis),"taperebá" (Spondias mombin), "andiroba" (Carapa guianensis), etc. Juxtaposition of these management zones within access of the house supports a wide variety of activities, including hunting; fishing; animal husbandry; and utilization of fruits, palm heart, wood, fertilizer, ornamental plants, fibers, latex, honey, oilseeds, medicines, utensils, etc. In addition to subsistence needs, these activities provide numerous market products that are sold in the nearby markets of Belém, thus enabling the family to purchase primary agricultural products. The management and utilization of the floodplain forest -- in conjunction with access to local markets -- has thus permitted the family to replace conventional forms of agriculture with gathering of forest products. The latter appears to be more advantageous for the family studied and under certain conditions may be a viable land-use alternative in the Amazon estuary.
  • Observations on flower visitors to Bertholletia excelsa H.B.K. and Couratari tenuicarpa A.C. Sm. (Lecythidaceae) Original Article

    Nelson, Β. W.; Absy, Μ. L.; Barbosa, Ε. Μ.; Prance, G. Τ.

    Abstract in Portuguese:

    Foram estudadas as abelhas que visitavam flores de Bertholletia excelsa H. B. K. (castanheira) e Couratai tenuicarpa A.C. Smith. Foi descrito o comportamento dessas abelhas e identificados os grãos de pólen aderido à parte dorsal do tórax e nas patas. As abelhas femininas de Xylocopa frontalis (Olivier) e masculinas de Eulaema moesaryi (Friese) observadas em igapó próximo de Manaus, são aparentemente polinizadores de Couratari. As abelhas femininas de Euplusia seabrai Moure in litt., Epicharis umbraculata (Fabricius), Epicharis rustica(Olivier) and Eulaema nigrita (Lepeletier), bem como as abelhas masculinas de Eulaema cingulata (Fabricius) e Eulaema nigrita sao aparentemente polinizadores da castanheira estudada em uma plantação na Estrada do Aleixo, próximo a Manaus. Apenas as abelhas maiores, capazes de desenrolar o androceu floral, podem polinizar Couratari e Bertholletia. A análise polínica indicou que todas as abelhas capturadas transportavam pólen de Bertholletia ou Couratari. Os outros grãos de pólen encontrados nas abelhas provém de plantas de capoeira. Observamos que estas abelhas provém de plantas de capoeira. Observamos que estas abelhas comuns em capoeira visitaram praticamente todas as flores da castanheira permitindo assim, constatar que a presença de mata primária (e aquelas espécies de abelhas Euglossine restritas a mata primária) não é necessária para a polinização da castanheira. A baixa produção de frutos na plantação do Aleixo deve ser atribuida a outros fatores, e não a polinização. Uma vez que as ocorrências naturais de castanheiras na região estão associadas com melhores condições edáficas, essa baixa produção de frutos na plantação do Aleixo pode ser devido as deficiências do solo.

    Abstract in English:

    Bees visiting flowers of Bertholletia excelsa. (Brazil Nut tree) and Couratari tenuicarpa were collected, their behavior described and the pollen found clinging to their dorsal thorax and stored on their legs was identified. Female bees of Xylocopa frontalis(Olivier) and males of Eulaema mocsaryi (Friese) are apparently effective pollinators of Couratari in igapó near Manaus. Female bees of Euplusia seabrai Moure in litt., Epicharis umbraculata (Fabricius), Epicharis rustica (Olivier) and Eulaema nigrita(Lepeletier), as well as male bees of Eulaema cingulata(Fabricius) and Eulaema nigrita are apparently effective pollinators of adult Brazil Nut trees in the Aleixo plantation near Manaus. Only large bees capable of uncurling the floral androecium can effectively pollinate Couratari or Bertholletia. Pollen analysis indicated that all bees captured carried pollen of the host tree in question and had been foraging on flowers of plant species common in secondary growth. Secondary growth near the Aleixo plantation supports a bee guild which appeared to effectively pollinate almost every flower on the Brazil Nut tree studied. Proximity to primary forest (and to those Euglossine bee species which occur only in primary forest) therefore does not appear to be necessary for pollination of Brazil Nut trees. In the Aleixo plantation chronic low fruit set is probably due to some factor other than pollination. Since natural occurrences of Brazil Nut trees to the north and south of Manaus are associated with a higher soil fertility, low production at the Aleixo plantation may be due to deficiencies of the soil.
Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia Av. André Araujo, 2936 Aleixo, 69060-001 Manaus AM Brasil, Tel.: +55 92 3643-3030, Fax: +55 92 643-3223 - Manaus - AM - Brazil
E-mail: acta@inpa.gov.br