Audiology - Communication Research, Volume: 18, Issue: 3, Published: 2013
  • Editorial

    Schochat, Eliane; Almeida, Kátia de
  • Editorial

    Novaes, Beatriz Cavalcanti Caiuby; Martinez, Maria Angelina Nardi; Moret, Adriane Mortari
  • Glottal competence in chronic obstructive pulmonary disease Artigos Originais

    Cassiani, Rachel de Aguiar; Aguiar-Ricz, Lílian; Santos, Carla Manfredi dos; Martinez, José Antonio Baddini; Dantas, Roberto Oliveira

    Abstract in Portuguese:

    OBJETIVO: Correlacionar a medida do tempo máximo de fonação (TMF) com o volume de ar pulmonar expirado no primeiro segundo do sopro (VEF1) e comparar o TMF, emissão do "s", "z" e relação s/z em indivíduos saudáveis e indivíduos com doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC). MÉTODOS: Foram avaliados 14 voluntários saudáveis, com média de idade de 65 anos, e 16 indivíduos com DPOC, com média de idade de 68 anos. O diagnóstico da doença foi clínico e também obtido por exames da função pulmonar. Os participantes foram submetidos à espirometria para apreciação dos parâmetros VEF1, capacidade vital forçada (CVF) e o índice de Tiffeneau (VEF1/CVF). Registrou-se a emissão prolongada das vogais "a", "i", "u" para análise do tempo máximo de fonação na condição normal e forçada e aferiu-se a relação s/z após a sustentação dos fonemas /s/ e /z/. RESULTADOS: Nos dois grupos, o TMF com a fonação normal foi menor do que o tempo máximo de fonação, com a fonação forçada. A mediana do TMF do grupo controle foi maior do que a do grupo com DPOC, com a fonação normal e a fonação forçada. Não houve correlação entre o tempo máximo de fonação e os valores de VEF1 nos grupos. CONCLUSÃO: Pacientes com DPOC tem diminuição do tempo máximo de fonação e a relação s/z sugere falta de coaptação glótica. Não houve correlação do TMF e a medida do VEF1.

    Abstract in English:

    PURPOSE: This study correlates the extent of maximum phonation time (MPT) with the volume of air exhaled in the first second pulmonary (FEV1) and compares the MPT emission of /s/, /z/ and s/z ratio in healthy subjects and those with chronic obstructive pulmonary disease (COPD). METHODS: We studied 14 normal volunteers (control group), mean age 65 years, and 16 patients with COPD, mean age 68 years. The diagnosis of COPD was done by clinical and pulmonary function evaluation. Participants underwent spirometry for analysis of the parameters FEV1, forced vital capacity (FVC) and Tiffeneau index (FEV1/FVC). The maximum phonation time, along with phonemes /s/ and /z/, s/z ratio correlation, and maximum phonation time in both normal and forced phonation were collected and recorded. RESULTS: In both groups, the maximum phonation time with normal phonation was lower than the maximum phonation time with forced phonation. The median of the maximum phonation time in the control group was higher than in the COPD group. There was no correlation between the maximum phonation time and FEV1, in normal volunteers and patients with COPD. CONCLUSION: Patients with COPD have decreased maximum phonation time, while the s/z ratio does not suggest changes in the level of the vocal folds, since the values found were within the normal range. There was no correlation of the TMF and the measure of FEV1.
  • Temporal measurements of oral transit time in children with cerebral palsy of different levels motors and the relationship with the severity of dysphagia Artigos Originais

    Lustre, Natali da Silva; Freire, Talita Regina Bezerra; Silvério, Carolina Castelli

    Abstract in Portuguese:

    OBJETIVO: Verificar o tempo de preparo e de trânsito oral da deglutição de crianças com paralisia cerebral e relacioná-lo ao grau de severidade da disfagia e ao nível motor, de acordo com o Gross Motor Function Classification System. MÉTODOS: Participaram desta pesquisa 50 crianças com paralisia cerebral, média de idade de 3,6 anos, sendo dez crianças de cada nível motor. A avaliação fonoaudiológica clínica da deglutição consistiu na oferta de alimentos nas consistências "líquido fino" (água) e "pastoso homogêneo" (iogurte tipo petit suisse). Foi mensurado o tempo de preparo e de trânsito oral e realizado o diagnóstico da função de deglutição, classificando-a em normal, disfagia leve, moderada, ou grave. RESULTADOS: A média do tempo de deglutição foi de 1,33 segundos para a consistência líquida e de 3,33 segundos para a consistência pastosa. Quanto maior o nível motor do grupo de crianças, maior o tempo de deglutição para a consistência líquida. Encontrada diferença significativa entre os grupos para as duas consistências, com aumento progressivo do tempo de deglutição quanto maior o comprometimento da função de deglutição. CONCLUSÃO: O tempo de trânsito oral em crianças com paralisia cerebral mostrou-se aumentado e pôde representar a gravidade da disfagia apresentada, já que esse aumento ocorreu conforme maior o comprometimento da função de deglutição. Quanto maior o comprometimento motor global apresentado, maior o tempo de trânsito oral.

    Abstract in English:

    PURPOSE: To verify the oral transit time in children with cerebral palsy, and relating it to the degree of dysphagia severity and motor level. METHODS: The sample was 50 children with cerebal palsy, 23 males and 27 females, mean age of 3 years 7 months. The clinical assessment consisted in to provide food in liquid and pasty consistency. It measured the time of oral transit, and performed the diagnosis of swallowing function classifying it into normal, mild, moderate or severe dysphagia. RESULTS: The mean of oral transit time was found to be 1.33 seconds to liquid and 3.33 seconds for pasty consistency. As higher the level of the motor group of children, higher the time for swallowing liquid consistency, which was statistically significant. Statistically significant difference was found between groups for both consistencies, with a progressive increase of the time in accordance with the increase in impairment of swallowing. CONCLUSION: The oral transit time in children with cerebral palsy was found increased and may represent the severity of dysphagia presented, because this time was longer as worse the impairment in swallowing function. The higher the overall motor impairment presented, the longer oral transit time.
  • Teacher - work intensification and use of voice Artigos Originais

    Karmann, Delmira de Fraga e; Lancman, Selma

    Abstract in Portuguese:

    OBJETIVO: Identificar, por meio de relatos de professores do Ensino Fundamental, condições que interferem, direta ou indiretamente, no seu desempenho vocal e nas circunstâncias do seu trabalho. MÉTODOS: Pesquisa realizada com oito professoras da rede municipal de ensino de São Paulo, em cinco sessões de grupo focal. Os temas disparadores foram: o que é ser professor/a na atualidade, violência e saúde dos professores. As sessões foram gravadas e transcritas, os conteúdos analisados e organizados em categorias e subcategorias, dentro de quatro tópicos: voz, trabalho, violência e inclusão escolar. RESULTADOS: Os professores necessitam falar muito para garantir atenção e resultado do trabalho; trabalhar conteúdos comportamentais e atitudinais; resolver e negociar conflitos; administrar a violência na sala de aula; controlar situações e acalmar as crianças. Há uso intenso e contínuo da voz para outras situações, além da aula. "Gritar" e "falar alto" foram associados a competir com o ruído interno e externo à sala de aula, à quantidade de alunos e a exercer controle imediato sobre imprevisibilidades. A desorganização da rotina (interrupções constantes) sobrecarrega os professores, física e mentalmente. As crianças do programa de inclusão escolar acentuam esses problemas. CONCLUSÃO: A nova regulação das políticas educacionais reestruturou a atividade docente, sobrecarregando e intensificando seu trabalho, precarizando condições laborais e interferindo na sua organização. O professor é solicitado cotidianamente ao uso intenso da voz para resolver situações distintas - além de ministrar a aula - sem possibilidade de descanso e em condições adversas, resultando no adoecimento do corpo e da mente.

    Abstract in English:

    PURPOSE: Identify, using elementary school teacher's reports, which conditions could affect, directly or indirectly, the vocal performance of these professionals, taking in account their work conditions. METHODS: Research conducted with eight female teachers from São Paulo city public education system that participate in a focal group during five sessions. Triggers themes like the role of the teacher at the present time, violence and the teacher’s health were used. Sessions were recorded and transcribed. Content was analyzed and organized in categories and subcategories into four main themes: voice, work, violence and the inclusion of students with disabilities. RESULTS: Teachers reported the need to speak frequently in order to: guarantee attention and results from work; elaborate behavioral and attitudinal issues; solve and negotiate daily conflicts; manage violence in classroom; control situations; calm down the students. Apart from the class itself, there is intense and continuous voice use. Screaming and loud talking were related to the need to overcome internal and external noises; the number of students; exert immediate control over an eventuality. The disorganization of the routine (constant interruptions) overloads teachers both mentally and physically. The inclusion of students with disabilities contributes to this problem. CONCLUSION: New regulation of the educational policies restructured the teacher’s labor, leading to an overload and hardening of the classroom work, undermining working conditions and interfering in your organization. Teacher is asked daily to an intense voice use to solve various situations - in addition to delivering the lesson - without possibility of resting and in adverse conditions that cause body and mind illness.
  • Hearing rehabilitation in children: adhesion to treatment and use of hearing aids Artigos Originais

    Miguel, Juliana Habiro de Souza; Novaes, Beatriz Cavalcanti de Albuquerque Caiuby

    Abstract in Portuguese:

    OBJETIVO: Discutir a adesão das famílias na fase inicial de intervenção quanto ao uso do Aparelho de Amplificação Sonora (AASI), a participação no processo, e sua relação com desempenho auditivo e de linguagem das crianças com deficiência auditiva. MÉTODOS: Estudo realizado com pais e/ou responsáveis de 16 crianças deficientes auditivas em processo de ADAPTI (Adaptação de AASI e Terapia Inicial) no ano de 2009 e que estavam regularmente inscritas no Serviço de Saúde Auditiva Centro Audição na Criança - CeAC. Os pais foram divididos em três grupos: Pré-determinado - PD (famílias participantes da terapia fonoaudiológica e do Grupo de Adesão Familiar - GrAF, do primeiro ao último dia de atendimento estabelecido); Fluxo contínuo - FC (famílias que iniciavam a participação no GrAF a partir do momento em que chegavam ao serviço de saúde para a adaptação de AASI, sem início estabelecido) e Controle - C (famílias que participaram somente da terapia fonoaudiológica, mas não do GrAF). RESULTADOS: Foi constatada a efetividade da adesão dos pais ao tratamento dos filhos, sendo registrado o comparecimento em mais de 66% dos atendimentos propostos (terapia fonoaudiológica e/ou GrAF). Na análise estatística dos agrupamentos de crianças, foi possível a formação de três diferentes grupos no que se refere ao uso do datalog (horas/dia), envolvimento familiar e grau de perda auditiva. CONCLUSÃO: O uso sistemático de AASI foi a única variável com forte relação com habilidades auditivas e de linguagem. O grau de perda auditiva e a idade de início de amplificação não explicaram o desenvolvimento das crianças do estudo.

    Abstract in English:

    PURPOSE: Early diagnosis of hearing loss in children, as well as fast intervention, have been shown to be determining factors for hearing and language development, with important implications for the social inclusion process and communicative performance. The present study aims to analyze alternatives that guarantee adhesion to use of Hearing Aids and greater family participation in the initial steps of the intervention. METHODS: The study comprehended parents/caregivers of 16 hearing impaired children who attended the process of ADAPTI (Hearing Aid Fitting and Initial Therapy) during one year, who had formally applied for the Hearing Care Service. The parents were divided in three groups: Previously Determined (Families that attend both the speech therapy and the Family Adhesion Group (GrAF) from the first day set for the beginning of sessions, to the last day); Continuous Flow (Families that started attending the group from the moment they arrived for the ADAPTI); and Control (Families that only attended speech therapy, but not the GrAF). RESULTS: The study verified the effectiveness of parent adhesion to their children’s treatment with more than 66% of attendance in the proposed activities (therapeutic intervention and/or GrAF). The statistical analysis allowed the composition of three children groups regarding the datalog usage (hours a day), family participation and degree of hearing loss. CONCLUSION: The systematic use of hearing aids was the only variable closely related to hearing and language skills. Degree of hearing loss and age at the beginning of amplification have not explained the development of the children in the study.
  • Hearing habits and audiological evaluation in adults Artigos Originais

    Hanazumi, Aline; Gil, Daniela; Iório, Maria Cecília Martinelli

    Abstract in Portuguese:

    OBJETIVO: Caracterizar os hábitos auditivos e relacioná-los aos achados audiológicos de adultos sem queixas auditivas, usuários de estéreos pessoais. MÉTODOS: Foram avaliados 85 indivíduos, com idades entre 18 e 34 anos, com audição normal, sem exposição a ruído ocupacional. Todos responderam a um questionário de hábitos auditivos, disponibilizado na Internet e foram convocados para a avaliação audiológica: Audiometria Altas Frequências, Emissões Otoacústicas Evocadas por Estímulo Transiente (EOAT) e Emissões Otoacústicas Evocadas por Produto de Distorção (EOAPD). RESULTADOS: Os participantes do estudo ficam expostos à música por mais de duas horas diárias, há mais de quatro anos, normalmente em meios de transporte. Observou-se um entalhe em 6 kHz no delineamento da configuração audiométrica a partir das médias dos limiares auditivos de via aérea, característico de PAIR. Quanto maior o tempo (em anos) de exposição ao som, maior a chance de ausência de EOAT e incidência de zumbido. A maioria se preocupa com a saúde auditiva e acredita que os maus hábitos podem causar danos à audição. CONCLUSÃO: Embora os indivíduos não tenham apresentado queixas auditivas, aspectos relacionados à exposição ao ruído foram evidenciados, tais como zumbido, estresse e relatos de dificuldade crescente de inteligibilidade de fala com o aumento do ruído ambiental.

    Abstract in English:

    PURPOSE: To characterize the hearing habits of personal stereo users, without hearing complaints and to correlate the hearing habits and the audiological findings of these adults. METHODS: Eighty-five adults (54 females and 31 males), aged between 18 and 34 years, without occupational noise exposure, and personal stereo users participated in this study. They answered a questionnaire about hearing habits and had their hearing tested at the Federal University of São Paulo. The procedures included: Pure Tone Audiometry; High-frequency Audiometry; Immitance measures; Transient Evoked Otoacoustic Emissions (TEOAE) and Distortion Product Otoacoustic Emissions (DPOAE). RESULTS: Study participants have been exposed for more than two hours daily to music presented through headphones for over four years, usually when while commuting. Difficulty understanding in a noisy environment increases with environment noise and twenty-one subjects reported having tinnitus. The majority is worried about hearing health and believes that bad habits can damage their hearing. There was a 6 kHz notch in the audiometric which is characteristic of Noise Induced Hearing Loss (NIHL). The longer the time (in years) of sound exposure, the greater the chance of TEOAE absence and incidence of tinnitus. CONCLUSION: The results of this study showed that, although individuals did not have hearing complaints, issues related to noise exposure were observed, such as tinnitus, stress and difficulty understanding speech in noisy environments.
  • Users' satisfaction with a conversation circle program in the waiting room Artigos Originais

    Mandrá, Patrícia Pupin; Silveira, Fernanda Diniz Faleiros

    Abstract in Portuguese:

    OBJETIVO: Investigar a satisfação de participantes com um programa educativo em saúde. MÉTODOS: Participaram voluntariamente da pesquisa 34 adultos, 21 do gênero feminino e 13 do gênero masculino. Para a coleta, foi elaborado um instrumento dirigido com respostas apresentadas em escala Likert (0-5). Os dados obtidos foram categorizados e tabulados para a análise por meio de estatística não paramétrica. RESULTADOS: A temática foi avaliada como muito boa (MB) por 73,8% dos entrevistados, a estratégia de apresentação como MB por 73,2%, a organização como MB para 70,3% e a linguagem e o material de apoio como MB para 75,5% e 57,2%, respectivamente. Sessenta e nove vírgula três por cento dos entrevistados consideraram importante o conteúdo e 44% estavam preparados para transmitir o conhecimento. CONCLUSÃO: Constatou-se que os participantes ficaram satisfeitos com o programa e que as rodas de conversa mostraram-se como uma estratégia efetivamente capaz de produzir a discussão sobre os assuntos colocados em pauta e eficaz para a sensibilização dos participantes frente a sua saúde.

    Abstract in English:

    PURPOSE: To investigate the satisfaction of participants with an educational program in health. METHODS: Research voluntarily participants were 34 adults, 21 females and 13 males. For the collection was designed an instrument directed with responses presented in Likert scale (0-5). The data were categorized and tabulated for analysis by nonparametric statistics. RESULTS: The program was evaluated as very good (VG) by 73.8% of those interviewed, the strategy of presentation as VG by 73.2%, the organization was 70.3% for VG, the language and supporting material for VG were 75.5% and 57.2% respectively, and 69.3% considered it important the content and 44% were prepared to convey knowledge. CONCLUSION: It consisted to which participants were satisfied with the program, so the circles of conversation were an effective strategy capable of producing a discussion of the issues placed on the agenda and effective for sensitization of the participants in their health.
  • What are the best words to compose an evaluation phonological instrument? Artigos Originais

    Savoldi, Angélica; Ceron, Marizete Ilha; Keske-Soares, Márcia

    Abstract in Portuguese:

    OBJETIVO: Julgar quais palavras seriam adequadas à realidade social e/ou linguística para compor um instrumento de avaliação fonológica infantil para o Português Brasileiro. MÉTODOS: Partindo de uma lista inicial de 722 palavras do léxico infantil e avaliações fonológicas disponíveis, utilizadas atualmente, juízes especialistas julgaram as melhores palavras para compor o instrumento, de acordo com seu conhecimento teórico e prático. Formou-se uma nova lista com 316 palavras selecionadas, que foram ilustradas e analisadas por juízes não especialistas (crianças), quanto à familiaridade e eliciação corretas, através de escala Likert. RESULTADOS: A análise dos juízes especialistas obteve uma concordância fraca com valor de Kappa equivalente a 0,378, resultando em 316 palavras selecionadas. O julgamento dos juízes não especialistas resultou na lista de palavras mais indicadas para compor um instrumento de avaliação fonológica, utilizando critérios de porcentagem de acerto quanto à familiaridade e eliciação. CONCLUSÃO: Foram selecionadas pelas análises dos juízes 116 palavras, com respectivas ilustrações, para compor o instrumento de avaliação fonológica.

    Abstract in English:

    PURPOSE: To judge what kind of words would be more appropriate to the social and/or linguistic reality to compose an instrument of phonological evaluation to Brazilian Portuguese children. METHODS: From an initial list of 722 words of the lexicon child and phonological assessments currently used, examined judged the best words to compose the instrument according to its theoretical and practical knowledge. A new list was formed with 316 selected words, these were illustrated and analyzed by specialists as judges not to familiarity and proper elicitation through Likert scale. RESULTS: Analysis of expert judges had a weak agreement with Kappa value equivalent to 0.378 resulting in 316 selected words. The trial judges not experts resulted in the list of words to compose the most appropriate assessment tool by phonological criteria as the percentage of correct familiarity and elicitation. CONCLUSION: There were selected considering the analyzes of the judges 116 words, with its illustration, to compose the phonological assessment tool.
  • Influence of phonological disorders on reading and writing disabilities Artigos Originais

    Silva, Monique Cantelli da; Ávila, Clara Regina Brandão de

    Abstract in Portuguese:

    OBJETIVO: Investigar a influência do transtorno fonológico sobre o desempenho em tarefas de leitura e de escrita e as relações entre essas variáveis. MÉTODOS: Foram avaliados 28 escolares matriculados no 4° e 5° anos do Ensino Fundamental, divididos em Grupo Pesquisa 1, Grupo Pesquisa 2 e Grupo Controle. Foram avaliadas as seguintes competências: leitura, escrita, processamento fonológico e auditivo. Os dados foram analisados estatisticamente. RESULTADOS: O Grupo Controle mostrou melhores resultados em leitura, escrita e processamentos. Os Grupos Pesquisa mostraram-se semelhantes quanto à consciência fonológica e memória fonológica de curto prazo. O Grupo Pesquisa 1 mostrou valores médios de desempenho mais baixos na maioria das tarefas, quando comparado ao Grupo Pesquisa 2, embora sem diferença estatística. O processamento auditivo mostrou-se semelhante entre os três grupos, com exceção da prova de Memória Sequencial Verbal. Os três grupos apresentaram diferentes padrões de correlações entre as variáveis. CONCLUSÃO: O transtorno fonológico mostrou-se associado aos piores desempenhos em leitura, escrita e processamento fonológico. Os grupos apresentaram padrões diferentes de correlação entre as variáveis de leitura, escrita, auditiva, processamento auditivo e fonológico, o que confirmou os resultados das comparações.

    Abstract in English:

    PURPOSE: To investigate the influence of phonological disorder, present at school age on performance on tasks of reading, writing, phonological and auditory processing and the relationships between these variables. METHODS: A total of 28 children regularly enrolled in 4th and 5th grade of elementary schools were divided: Experimental Group 1, Experimental Group 2, and Control Group. The following skills were assessed: reading, writing, phonological and auditory processing. The data were statistically analyzed. RESULTS: Control Group showed better results in reading, writing and processings. Experimental Groups were similar in terms of phonological awareness and phonological short-term memory. Experimental Group 1 showed lower values of performances compared to Experimental 2, with or without statistical significance. Auditory processing was similar among three groups, with the exception of Sequential Verbal Memory task. The three groups showed different patterns of correlations between variables. CONCLUSION: The phonological disorder was associated with worse performance on reading, spelling and phonological processing. The different groups showed different patterns of correlations between reading, writing, listening and phonological processing, which corroborated the results of the comparisons.
  • The use of severity measures and speech inconsistency in children with speech sound disorders Artigos Originais

    Wertzner, Haydée Fiszbein; Pereira, Karina; Silva, Thaís Zemlickas; Pagan-Neves, Luciana de Oliveira

    Abstract in Portuguese:

    OBJETIVO: Descrever os índices PCC-R, IRS, IRO e IRD, PDI e IIF em crianças com transtorno fonológico, com e sem os processos fonológicos de ensurdecimento, e verificar a eficiência desses índices na identificação de diferenças entre as crianças. MÉTODOS: Trata-se de pesquisa retrospectiva e transversal com 20 crianças com transtorno fonológico e idade entre 5 e 8 anos. Foram realizados dois agrupamentos, de acordo com a presença dos processos fonológicos de ensurdecimento de plosivas e de fricativas. Todos foram submetidos ao teste de fonologia ABFW, no qual foi verificada a produtividade dos processos fonológicos, o número de diferentes tipos de processos fonológicos e os índices PDI, PCC-R, IRS, IRO e IRD. A prova de inconsistência de fala foi aplicada para calcular o índice de inconsistência de fala. Os dados foram submetidos à análise estatística inferencial. RESULTADOS: O estudo indicou que crianças com transtorno fonológico e presença de ensurdecimento de fricativas e/ou plosivas têm maior comprometimento de fala e apresentam valores mais altos do índice de inconsistência de fala, PDI, IRS, IRO e IRD. O erro articulatório mais ocorrente em ambos os grupos foi a substituição, sendo que a distorção ocorreu mais no grupo sem os processos fonológicos de ensurdecimento. CONCLUSÃO: Os índices aplicados foram eficientes para diferenciar crianças com e sem a presença dos processos fonológicos de ensurdecimento. Há evidências de que as crianças que apresentam os processos fonológicos de ensurdecimento têm dificuldade na representação fonológica.

    Abstract in English:

    PURPOSE: To describe the severity indexes PCC-R, IRS, IRO, IRD, PDI and SII in children with speech sound disorder with and without the phonological process of devoicing and verify its efficiency in identifying differences among children. METHODS: This is retrospective and cross-sectional study involving 20 children with speech sound disorder between 5 and 8 years-old. Two subgroups were created according to the presence of the phonological process of stops and fricatives devoicing. Phonology test from the infantile language test (ABFW) was used to calculate productivity of phonological processes, the number of different types of phonological processes and the indexes PDI, PCC-R, IRS, IRO and IRD. Speech inconsistency test was applied to calculate the speech inconsistency index. Data were statistically analyzed. RESULTS: The study demonstrated that children with speech sound disorder and the presence of fricative and/or stops devoicing were more severe and presented higher values of the speech inconsistency index, PDI, IRS, IRO and IRD. The articulatory error most observed for both groups was the substitution while distortion occurred more in the group of children without the phonological process of devoicing. CONCLUSION: The severity indexes used were efficient to differentiate children with from children without the presence of the phonological processes of devoicing. There is evidence that children who have the phonological process of devoicing have difficulty with the phonological representation of the sound.
  • Language evaluation in a case of association between deafness and pachygyria Relato De Caso

    Rizzon, Milena; Vidor, Deisi Cristina Gollo Marques; Cruz, Carina Rebello

    Abstract in Portuguese:

    Para que ocorra a aquisição e o desenvolvimento da linguagem é necessária a associação de uma série de fatores, cujo funcionamento harmonioso determina o sucesso desse processo. O comprometimento auditivo pode ser um obstáculo, mas, mesmo assim, a criança surda será capaz de adquirir linguagem por meio de uma língua de sinais. Porém, quando a criança apresenta alterações neurológicas, o acompanhamento fonoaudiológico se faz necessário. Esta pesquisa é um estudo de caso sobre uma criança surda, com idade de 5 anos e 10 meses, em processo de aquisição da língua de sinais, com comprometimento neurológico. Tem como objetivo avaliar, analisar e aprofundar conhecimentos sobre uma doença rara (paquigiria), associada com surdez, mostrando os impactos que isso pode acarretar à criança, em relação à comunicação. A coleta de dados foi efetuada por meio de avaliações formais e observacionais sobre habilidade e modalidade de comunicação utilizada, desenvolvimento linguístico, fonologia e conhecimento lexical na Língua Brasileira de Sinais (LIBRAS), além da aplicação de um questionário. Os resultados apontaram atraso no processo de aquisição de linguagem, mesmo considerando-se a defasagem entre o nascimento da criança e o início da aquisição da LIBRAS, aspectos que podem estar relacionados com o diagnóstico de paquigiria. É importante que o fonoaudiólogo conheça a LIBRAS e saiba avaliar a linguagem da criança utente dessa língua, pois casos como estes revelam a complexidade da associação entre surdez e quadros neurológicos variados.

    Abstract in English:

    In order for the acquisition and development of language to occur, it is necessary to associate a number of factors, whose harmonious functioning determines the success of this process. The hearing loss may be an obstacle, but even so, the deaf child will be able to acquire language through a sign language. However, when the child shows neurological changes, the speech monitoring becomes necessary. This research is a case study of a deaf child, aged 5 years and 10 months, in the acquisition of sign language, who presents neurological impairment. It aims to assess, analyze, and deepen the knowledge on a rare disease (pachygyria) associated with deafness, showing the impact that this can pose to the child regarding communication. Data collection was done through formal evaluations and observational regarding the ability and modality used for communication, language development, phonological and lexical knowledge in Brazilian Sign Language (LIBRAS); in addition to a questionnaire. The results showed delay in language acquisition, even considering the gap between the child’s birth and the early acquisition of LIBRAS, aspects that may be related to the diagnosis of pachygyria. It is important that the audiologist know LIBRAS and know to assess the language of the child who uses this language, because cases like these reveal the complexity of the association between deafness and various neurological disorders.
Academia Brasileira de Audiologia Rua Itapeva, 202, conjunto 61, CEP 01332-000, Tel.: (11) 3253-8711, Fax: (11) 3253-8473 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: revista@audiologiabrasil.org.br