Acidentes de transporte terrestre envolvendo pessoas idosas: revisão integrativa

Betise Mery Alencar Sousa Macau Furtado Ana Carolina Bezerra de Lima Ranna Carinny Gonçalves Ferreira Sobre os autores

Abstract

Objective:

To identify the epidemiological and socio-demographic profile of elderly victims of traffic accidents reported in articles published in scientific literature from 2013 to 2018.

Method:

The Literatura Latino Americana em Ciências da Saúde (Latin American Literature in Health Sciences), Base de Dados de Enfermagem (Database in Nursing), Scientific Electronic Library Online, and Medical Literature Analysis and Retrieval System Online databases were used, with the guiding question being: What is the scientific production on traffic accidents involving elderly people? A total of 355 articles were found. After the application of the selection criteria, 16 were evaluated, and nine remained for final analysis.

Results:

The age range was 60 to 69 years and the majority of the sample were men, who were married and had low schooling. Being run over was the most frequent accident. The width of the traffic lanes and the time of the accident influenced the frequency and risk of accidents and the severity of the injuries.

Conclusion:

Younger elderly persons were the most affected, and being run over was the most frequent type of accident.

Keywords:
Accidents Traffic; Health of the Elderly; Wounds and Injuries; Elderly Population

Resumo

Objetivo:

Conhecer o perfil epidemiológico e sociodemográfico de idosos vítimas de acidentes de transporte terrestre relatados em artigos publicados na literatura científica no período de 2013 a 2018.

Método:

Foram utilizadas as bases de dados eletrônicas Medical Literature Analysis and Retrieval System Online (PubMed), Literatura Latino Americana em Ciências da Saúde (LILACS), a biblioteca virtual Scientific Electronic Library Online (SciELO) e a plataforma ScienceDirect, com a pergunta norteadora: Qual a produção científica sobre acidentes de transporte terrestre envolvendo pessoas idosas? Encontrados 355 artigos. Após aplicação dos critérios de seleção, 16 artigos foram avaliados, restando nove para análise final.

Resultados:

A faixa de idade mais prevalente foi de 60 a 69 anos, homens, casados, com baixa escolaridade. Os atropelamentos foram os mais frequentes. A largura das vias, e o horário dos acidentes influenciam na frequência, no risco de acontecer os acidentes e na gravidade das lesões.

Conclusão:

Os idosos mais jovens foram os mais afetados, e o atropelamento foi o tipo de acidente mais frequente.

Palavras-chave:
Acidentes de Transporte; Saúde do Idoso; Ferimentos e Lesões; População Idosa

INTRODUÇÃO

Os acidentes de trânsito se constituem em uma das principais causas de morte na população jovem e adulta. Essas causas tornam-se relevantes também para as pessoas idosas, principalmente com o aumento da população envelhecida11 Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, Diretoria de Pesquisas, Coordenação de População e Indicadores Sociais. Síntese de Indicadores Sociais: uma análise das condições de vida da população brasileira [Internet]. Rio de Janeiro: IBGE; 2013 [acesso em 10 ago. 2018]. Disponível em: https://biblioteca.ibge.gov.br/visualizacao/livros/liv98965.pdf
https://biblioteca.ibge.gov.br/visualiza...

2 Simões CCS. Relações entre as alterações históricas na dinâmica demográfica brasileira e os impactos decorrentes do processo de envelhecimento da população [Internet]. Rio de Janeiro: IBGE; 2016 [acesso em 10 ago. 2018]. Disponível em: https://biblioteca.ibge.gov.br/pt/biblioteca-catalogo?view=detalhes&id=298579
https://biblioteca.ibge.gov.br/pt/biblio...

3 United Nations Population Fundation. 2011 Annual Report: Delivering results in a world of 7 billion [Internet]. New York: UNFPA; 2012 [acesso em 10 ago. 2018]. Disponível em: https://www.unfpa.org/publications/unfpa-annual-report-2011
https://www.unfpa.org/publications/unfpa...
-44 World Health Organization. Informe mundial sobre el envejecimiento y la salud [Internet]. Geneva: WHO; 2015 [acesso em 10 ago. 2018]. Disponível em: https://www.who.int/ageing/publications/world-report-2015/es/
https://www.who.int/ageing/publications/...
.

Ao analisar-se estudo realizado pela Fundação SEADE no Estado de São Paulo, Brasil, sobre as causas externas, pode-se observar que dentre as causas que afetam as pessoas idosas, os atropelamentos e quedas estão entre as principais causas de morte nessa faixa de idade. Quando comparado as outras causas de óbito nos idosos, as causas externas têm um menor impacto, porém com aumento dentro do próprio grupo55 Camargo ABM. Idosos e mortalidade: preocupante relação com as causas externas [Internet]. Prim Anál Seade [Internet] 2016 [acesso em 15 nov. 2018];35:4-20. Disponível em: http://www.seade.gov.br/wp-content/uploads/2016/03/Primeira_Analise_35_fev16.pdf
http://www.seade.gov.br/wp-content/uploa...
.

Embora as causas externas atinjam com maior frequência o grupo de pessoas mais jovens, os riscos para as pessoas com mais de 60 anos de idade morrerem por acidentes ou violência aumentam consideravelmente. Tanto pela condição de exposição aos riscos devido à locomoção e outras tarefas que fazem parte das atividades da vida diária, como pelas dificuldades inerentes a idade.

Sabe-se que dentre os acidentes que podem atingir a população de idosos, encontram-se também os Acidentes de Transporte Terrestres (ATT). O número de veículos existentes é fator preponderante para a ocorrência desses acidentes, tanto com automóveis quanto com motocicletas, por trazer complicações no trânsito de uma forma geral, e aumentar os riscos para esse tipo de acidente55 Camargo ABM. Idosos e mortalidade: preocupante relação com as causas externas [Internet]. Prim Anál Seade [Internet] 2016 [acesso em 15 nov. 2018];35:4-20. Disponível em: http://www.seade.gov.br/wp-content/uploads/2016/03/Primeira_Analise_35_fev16.pdf
http://www.seade.gov.br/wp-content/uploa...
,66 Veras RP. International experiences and trends in health care models for the elderly. Ciênc Saúde Colet [Internet]. 2012 [acesso em 15 jan. 2019];17(1):231-8. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232012000100025&lng=pt&tlng=pt
http://www.scielo.br/scielo.php?script=s...
. Com a mudança etária da população44 World Health Organization. Informe mundial sobre el envejecimiento y la salud [Internet]. Geneva: WHO; 2015 [acesso em 10 ago. 2018]. Disponível em: https://www.who.int/ageing/publications/world-report-2015/es/
https://www.who.int/ageing/publications/...
,66 Veras RP. International experiences and trends in health care models for the elderly. Ciênc Saúde Colet [Internet]. 2012 [acesso em 15 jan. 2019];17(1):231-8. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232012000100025&lng=pt&tlng=pt
http://www.scielo.br/scielo.php?script=s...
, os ATT sofridos por pessoas idosas têm se revelado um grande problema de saúde pública, com tendência crescente77 Parreira JG, Farrath S, Soldá SC, Perlingeiro JAG, Assef JC. Comparative analysis of trauma characteristics between elderly and superelderly. Rev Col Bras Cir [Internet]. 2013 [acesso em 12 nov. 2018];40(4):269-74. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/rcbc/v40n4/en_v40n4a03.pdf
http://www.scielo.br/pdf/rcbc/v40n4/en_v...
.

As pessoas na faixa etária de 60 anos ou mais apresentam maior mortalidade por causas externas no Brasil, assim como para hospitalizações por essas causas no Sistema único de Saúde (SUS), com taxas de 109 e 650 por 100 mil habitantes, respectivamente em 2008. Entre os anos de 2008 e 2010, foram contabilizadas no SUS 413.139 internações por causas externas entre idosos, com custo de aproximadamente 570 milhões de Reais. Essas internações foram decorrentes principalmente de quedas (62,4%), acidentes de transporte (8,1%) e causas externas não classificadas (7%)88 Vicente FR, Santos SMA. MultidimensionaL evaluation of determinants of active aging in older adults in a municipality in Santa Catarina. Texto & Context Enferm [Internet]. 2013 [acesso em 12 jan. 2019];22(2):370-8. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-07072013000200013&lng=pt&nrm=iso&tlng=en
http://www.scielo.br/scielo.php?script=s...
.

Entre os anos de 2000 e 2010 a taxa de mortalidade por ATT passou de 18 para 22,5 óbitos por 100 mil habitantes no Brasil. Os internamentos entre os anos de 2002 e 2011 no SUS mostraram que os ATT constituíram a segunda causa mais frequente, representando gastos estimados em R$ 50 bilhões99 Morais Neto OL, Montenegro MMS, Monteiro RAP, Siqueira Júnior JB, Marta Silva MMA, Lima CM, et al. Mortality due to Road Traffic Accidents in Brazil in the last decade: trends and risk clusters. Ciênc Saúde Colet [Internet]. 2012 [acesso em 13 jan. 2019];17(9):2223-36. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232012000900002&lng=pt&tlng=pt
http://www.scielo.br/scielo.php?script=s...

10 Mascarenas MDM, Barros MBA. Evolution of public health system hospital admissions due to external causes - Brazil, 2002-2011. Epidemiol Serv Saúde [Internet]. 2015 [acesso em 25 fev. 2019] 24(1):19-29. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/ress/v24n1/2237-9622-ress-24-01-00019.pdf
http://www.scielo.br/pdf/ress/v24n1/2237...
-1111 Andrade SSCA, Jorge MHPM. Hospitalization due to road traffic injuries in Brazil, 2013: hospital stay and costs. Epidemiol Serv Saúde [Internet]. 2017 [acesso em 18 fev. 2019];26(1):31-8. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/ress/v26n1/2237-9622-ress-26-01-00031.pdf
http://www.scielo.br/pdf/ress/v26n1/2237...
.

Embora os idosos estejam vivendo mais tempo e de forma mais saudável, eles enfrentam novos desafios e, dentre esses desafios. encontram-se os traumas decorrentes de ATT que de forma significativa atingem esse grupo1010 Mascarenas MDM, Barros MBA. Evolution of public health system hospital admissions due to external causes - Brazil, 2002-2011. Epidemiol Serv Saúde [Internet]. 2015 [acesso em 25 fev. 2019] 24(1):19-29. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/ress/v24n1/2237-9622-ress-24-01-00019.pdf
http://www.scielo.br/pdf/ress/v24n1/2237...
.

Com o intuito de melhor conhecer como os ATT afetam essa população, é que se sentiu a necessidade de realizar esta pesquisa a fim de conhecer os trabalhos publicados sobre o tema na literatura científica, e a partir desse conhecimento contribuir com fundamentação na elaboração de políticas públicas preventivas que venham beneficiar essa faixa etária.

Portanto, esta pesquisa teve como objetivo conhecer o perfil epidemiológico e sóciodemográfico de idosas vítimas de ATT através de artigos publicados na literatura científica no período de 2013 a 2018.

MÉTODO

Trata-se de uma revisão integrativa da literatura, que consiste na criação de um arcabouço científico baseado em evidências. Tal forma de produção de conhecimento requer um rigor metodológico e é eficaz para a análise e crítica da literatura, constituindo-se em uma das principais modalidades de pesquisa no cenário da saúde1212 Soares CB, Hoga LAK, Peduzzi M, Sangaleti C, Yonekura T, Silva DRAD. Integrative Review: concepts and methods used in nursing. Rev Esc Enferm USP [Internet]. 2014 [acesso em 29 jan. 2019];48(2):335-45. http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0080-62342014000200335
http://www.scielo.br/scielo.php?script=s...
.

Tomou-se como base a seguinte pergunta norteadora: Qual a produção científica sobre acidentes de transporte terrestre envolvendo pessoas idosas? Como estratégia de busca, foram utilizadas as bases de dados eletrônicas Medical Literature Analysis and Retrieval System Online (PubMed), Literatura Latino-Americana e do Caribe em Ciências da Saúde (LILACS), a biblioteca virtual Scientific Electronic Library Online (SciELO) e a plataforma ScienceDirect.

Os critérios de inclusão foram: (a) artigos indexados por descritores cadastrados no Medical Subject Headings (MeSH): “Traffic Accidents”, “Elderly”, “Old Age”, “Old adults” e no Descritores em Ciências da Saúde (DeCS): “Acidentes de Trânsito” e “Idoso”; (b) artigos publicados no espaço temporal de 2013 a 2018 envolvendo pessoas com mais de 60 anos de idade, (c) artigos que respondam a pergunta norteadora. O critério de exclusão foi literatura publicada que não fosse de artigos primários, sendo excluídos, desta forma, estudos de caso, monografias, dissertações de mestrado, teses de doutorado, capítulos de livros e revisão sistemática.

A pesquisa foi realizada entre fevereiro e abril de 2018, com coleta de dados realizada em dois momentos distintos. O primeiro momento foi a seleção dos artigos para a leitura na íntegra, cuja descrição encontra-se detalhada na figura 1. Inicialmente, obteve-se 936 artigos estabelecidos a partir dos descritores escolhidos. Foram descartados 848 por não atenderem ao critério de inclusão (n=840) ou encontrarem-se duplicados (n=8), restando 90 artigos potencialmente elegíveis para o estudo.

Figura 1
Processo de seleção dos artigos incluídos na presente revisão. Recife, PE, Brasil, 2018.

A partir da leitura criteriosa dos títulos e resumo, 65 foram excluídos por estarem fora da faixa etária definida (n=49) ou não se relacionarem ao tema estudado (n=16) e, desta forma, 25 artigos foram elegidos por responderem intimamente à questão norteadora proposta.

Para o segundo momento de coleta de dados, utilizou-se um instrumento elaborado pela equipe pesquisadora que continha os seguintes itens: título do artigo, ano de publicação, país de afiliação do autor principal, tipo de estudo e principais resultados. A análise dos dados foi realizada de forma descritiva, com base na Análise de Conteúdo Temático-Categorial1313 Oliveira DC. Theme/Category-based Content Analysis: a proposal for systematization. Rev Enferm UERJ [Internet]. 2008 [acesso em 14 fev. 2019];16(4):569-76. Disponível em: http://www.facenf.uerj.br/v16n4/v16n4a19.pdf
http://www.facenf.uerj.br/v16n4/v16n4a19...
. Este processo foi dividido em três etapas, a saber: pré-análise, exploração do material ou codificação e tratamento dos resultados - inferência e interpretação.

RESULTADOS

O quadro 1 apresenta os estudos incluídos na revisão.

Quadro 1
Estudos incluídos na revisão, Recife, PE, 2018.

DISCUSSÃO

No mundo, os atendimentos por trauma já ocupam o quinto lugar no ranking de mortalidade da pessoa idosa, onde os episódios que envolvem Acidentes de Transporte Terrestre (ATT) têm contribuído para esse aumento3535 Bell TM, Qiao N, Zarzaur BL. Mature driver laws and state predictors of motor vehicle crash fatality rates among the elderly: a cross-sectional ecological study. Traffic Inj Prev [Internet]. 2015 [acesso em 17 jan. 2019];16(7):669-76. Disponível em: https://www.tandfonline.com/doi/full/10.1080/15389588.2014.999858
https://www.tandfonline.com/doi/full/10....
. No Brasil, a taxa de mortalidade de idosos relacionada aos ATT apresenta tendência crescente desde 1996, em especial na região Nordeste2020 Scolari GAS, Derhun FM, Rossoni DF, Mathias TAF, Fernando CAM, Carreira L. Trend in mortality of elderly by land transport accidents In Brazil. Cogitare Enferm [Internet]. 2017 [acesso em 17 jan. 2019];22(3):1-9. Disponível em: https://revistas.ufpr.br/cogitare/article/view/50170/pdf_en
https://revistas.ufpr.br/cogitare/articl...
.

O perfil demográfico identificado em vários estudos revela que os idosos mais jovens, em especial na faixa etária de 60 a 69 anos, encontram-se as principais vítimas por acidentes de trânsito1616 Lombardi DA, Horrey WJ, Courtney TK. Age-related differences in fatal intersection crashes in the United States. Accid Anal Prev [Internet]. 2017 [acesso em 28 jan. 2019];99(Pt A):20-9. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/27855312
https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/2785...
,2121 Santos AMR, Rodrigues RAP, Diniz MA. Trauma by traffic accident in elderly people risk factors and consequences. Texto & Contexto Enferm [Internet]. 2017 [acesso em 17 jan. 2019];26(2):2-10. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/tce/v26n2/pt_0104-0707-tce-26-02-e4220015.pdf
http://www.scielo.br/pdf/tce/v26n2/pt_01...
,2727 Etehad H, Yousefzadeh-Chabok SH, Davoudi-Kiakalaye A, Dehnadi AM, Hemati H, Mohtasham-Amiri Z. Impact of road traffic accidents on the elderly. Arch Gerontol Geriatr [Internet]. 2015 [acesso em 17 jan. 2019];61(3):489-93. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/26321733
https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/2632...
,2929 Freitas MG, Bonolo PF, Moraes EN, Machado CJ. Elderly patients attended in emergency health services in Brazil: a study for victims of falls and traffic accidents. Ciênc Saúde Colet [Internet]. 2015 [acesso em 17 jan. 2019];20(3):701-12. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232015000300701
http://www.scielo.br/scielo.php?script=s...
,3838 Broska Júnior CA, Folchini AB, Ruediger RR. Comparative study of trauma in the elderly and non-elderly patients in a University Hospital in Curitiba. Rev Col Bras Cir [Internet]. 2013 [acesso em 17 jan. 2019];40(4):281-6. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/rcbc/v40n4/en_v40n4a05.pdf
http://www.scielo.br/pdf/rcbc/v40n4/en_v...
. No entanto, os custos com cuidados de saúde são maiores para a população de condutores acima de 65 anos de idade, visto que possuem maior probabilidade de sofrerem injúrias traumáticas mais graves e menor capacidade de recuperação destas lesões em comparação com o grupo de idosos mais jovens, ocasionando assim maior tempo de internação e custos mais elevados1818 Chevalier A, Coxon K, Chevalier AJ, Clarke E, Rogers K, Brown J, et al. Predictors of older drivers’ involvement in rapid deceleration events. Accid Anal Prev [Internet]. 2017 [acesso em 17 jan. 2019];98:312-9. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/27810673
https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/2781...
,1919 Noh Y, Yoon Y. Elderly road collision injury outcomes associated with seat positions and seatbelt use in a rapidly aging society: a case study in South Korea. PLoS ONE [Internet]. 2017 [acesso em 17 jan. 2019];12(8):1-13. Disponível em: https://journals.plos.org/plosone/article?id=10.1371/journal.pone.0183043
https://journals.plos.org/plosone/articl...
,3030 Shen S, Neyens DM. The effects of age, gender, and crash types on drivers’ injury-related health care costs. Accid Anal Prev [Internet]. 2015 [acesso em 17 jan. 2019];77:82-90. Disponível em: https://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S0001457515000251?via%3Dihub
https://www.sciencedirect.com/science/ar...
,3737 Haleem K, Gan A. Effect of driver’s age and side of impact on crash severity along urban freeways: a mixed logit approach. J Safety Res [Internet]. 2013 [acesso em 17 jan. 2019];46:67-76. Disponível em: https://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S0022437513000285?via%3Dihub
https://www.sciencedirect.com/science/ar...
.

Quando se analisa os resultados por sexo, os homens foram os mais atingidos, o que pode estar relacionado à maior circulação destes no perímetro urbano das cidades, devido a maior participação em atividades de lazer e como participantes do mercado de trabalho3030 Shen S, Neyens DM. The effects of age, gender, and crash types on drivers’ injury-related health care costs. Accid Anal Prev [Internet]. 2015 [acesso em 17 jan. 2019];77:82-90. Disponível em: https://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S0001457515000251?via%3Dihub
https://www.sciencedirect.com/science/ar...
,3636 Classen S, Wang Y, Crizzle AM, Winter SM, Lanford DN. Gender differences among older drivers in a comprehensive driving evaluation. Accid Anal Prev [Internet]. 2013 [acesso em 17 jan. 2019];61:146-52. Disponível em: https://linkinghub.elsevier.com/retrieve/pii/S0001457512003661
https://linkinghub.elsevier.com/retrieve...
. Além disso, observa-se uma maior proporção de ATT em idosos casados, bem como aqueles com escolaridade mais baixa, sendo este um dos determinantes na maior ocorrência de lesões traumáticas2121 Santos AMR, Rodrigues RAP, Diniz MA. Trauma by traffic accident in elderly people risk factors and consequences. Texto & Contexto Enferm [Internet]. 2017 [acesso em 17 jan. 2019];26(2):2-10. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/tce/v26n2/pt_0104-0707-tce-26-02-e4220015.pdf
http://www.scielo.br/pdf/tce/v26n2/pt_01...
,2929 Freitas MG, Bonolo PF, Moraes EN, Machado CJ. Elderly patients attended in emergency health services in Brazil: a study for victims of falls and traffic accidents. Ciênc Saúde Colet [Internet]. 2015 [acesso em 17 jan. 2019];20(3):701-12. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232015000300701
http://www.scielo.br/scielo.php?script=s...
.

Os fatores de risco que podem aumentar a vulnerabilidade da população idosa para os acidentes de trânsito podem estar relacionados ao próprio processo do envelhecimento, a prevalência de comorbidades, o uso de álcool, a polifarmácia, a dinâmica do trânsito e as dificuldades estruturais dos espaços que os idosos frequentam2121 Santos AMR, Rodrigues RAP, Diniz MA. Trauma by traffic accident in elderly people risk factors and consequences. Texto & Contexto Enferm [Internet]. 2017 [acesso em 17 jan. 2019];26(2):2-10. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/tce/v26n2/pt_0104-0707-tce-26-02-e4220015.pdf
http://www.scielo.br/pdf/tce/v26n2/pt_01...
,2222 Niebuhr T, Junge M, Rosén E. Pedestrian injury risk and the effect of age. Accid Anal Prev [Internet]. 2016 [acesso em 17 jan. 2019];86:121-8. Disponível em: https://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S0001457515301081?via%3Dihub
https://www.sciencedirect.com/science/ar...
,2727 Etehad H, Yousefzadeh-Chabok SH, Davoudi-Kiakalaye A, Dehnadi AM, Hemati H, Mohtasham-Amiri Z. Impact of road traffic accidents on the elderly. Arch Gerontol Geriatr [Internet]. 2015 [acesso em 17 jan. 2019];61(3):489-93. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/26321733
https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/2632...
,3737 Haleem K, Gan A. Effect of driver’s age and side of impact on crash severity along urban freeways: a mixed logit approach. J Safety Res [Internet]. 2013 [acesso em 17 jan. 2019];46:67-76. Disponível em: https://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S0022437513000285?via%3Dihub
https://www.sciencedirect.com/science/ar...
.

Quando se compara os fatores de risco entre os gêneros, a empregabilidade se mostra como o maior fator para o sexo masculino, a artrite a comorbidade mais frequente para o sexo feminino, e os sintomas depressivos são fatores evidentes para ambos os sexos2828 Hong K, Lee KM, Jang S. Incidence and related factors of traffic accidents among the older population in a rapidly aging society. Arch Gerontol Geriatr [Internet]. 2015 [acesso em 17 jan. 2019];60(3):471-7. Disponível em: https://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S0167494315000230
https://www.sciencedirect.com/science/ar...
. O excesso de peso e os idosos maiores de 65 anos com diploma universitário também foram fatores de risco citados3535 Bell TM, Qiao N, Zarzaur BL. Mature driver laws and state predictors of motor vehicle crash fatality rates among the elderly: a cross-sectional ecological study. Traffic Inj Prev [Internet]. 2015 [acesso em 17 jan. 2019];16(7):669-76. Disponível em: https://www.tandfonline.com/doi/full/10.1080/15389588.2014.999858
https://www.tandfonline.com/doi/full/10....
.

Outro importante fator de risco encontrado foi o uso de álcool e outras drogas. Um estudo caracterizou o uso de álcool e drogas em motoristas idosos envolvidos em colisões automobilísticas fatais nos Estados Unidos, evidenciando que dentre os condutores considerados fármaco-positivos, houve uma tendência 43% maior a não usar o cinto de segurança no momento da colisão. As drogas mais registradas foram os antidepressivos e os narcóticos, bem como benzodiazepínicos, muitos dos quais podem alterar a capacidade de condução se não prescritos e administrados adequadamente2323 Rudisill TM, Zhu M, Abate M, Davidov D, Delagarza V, Long DL, et al. The characterization of drug and alcohol use among senior drivers fatally injured in U.S. motor vehicle collisions, 2008-2012. Traffic Inj Prev [Internet]. 2016 [acesso em 17 jan. 2019];17(8):788-95. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC5039044/
https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/article...
.

A literatura evidencia que os idosos pedestres são os mais vulneráveis aos acidentes de trânsito. O que pode ser justificado, além das condições funcionais do idoso, pelas atuais condições do tráfego e atitudes inadequadas no trânsito, como a imprudência por parte de motoristas de carros e pilotos de motocicletas, assim como a travessia do idoso fora da faixa de segurança ou com o semáforo fechado1515 Heinrich D, Holzmann C, Wagner A, Fischer A, Pfeifer H, Graw M, et al. What are the differences in injury patterns of young and elderly traffic accident fatalities considering death on scene and death in hospital? Int J Legal Med [Internet]. 2017 [acesso em 28 ago. 2019];131(4):1023-37. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/28180986
https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/2818...
,2121 Santos AMR, Rodrigues RAP, Diniz MA. Trauma by traffic accident in elderly people risk factors and consequences. Texto & Contexto Enferm [Internet]. 2017 [acesso em 17 jan. 2019];26(2):2-10. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/tce/v26n2/pt_0104-0707-tce-26-02-e4220015.pdf
http://www.scielo.br/pdf/tce/v26n2/pt_01...
,3838 Broska Júnior CA, Folchini AB, Ruediger RR. Comparative study of trauma in the elderly and non-elderly patients in a University Hospital in Curitiba. Rev Col Bras Cir [Internet]. 2013 [acesso em 17 jan. 2019];40(4):281-6. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/rcbc/v40n4/en_v40n4a05.pdf
http://www.scielo.br/pdf/rcbc/v40n4/en_v...
. Tais situações potencializam os eventos traumáticos no trânsito e os reafirmam como problema de saúde pública2525 Silva HC, Pessoa RL, Menezes RMP. Trauma in elderly people: access to the health system through pre-hospital care. Rev Latinoam Enferm [Internet]. 2016 [acesso em 17 jan. 2019];24:1-8. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/rlae/v24/0104-1169-rlae-24-02690.pdf
http://www.scielo.br/pdf/rlae/v24/0104-1...
.

O predomínio do atropelamento dentre os acidentes de trânsito envolvendo idosos relaciona-se, em parte, com a dificuldade de travessia da pista entre esses pedestres, em virtude do declínio cognitivo ficar acentuado com o aumento da idade. Um estudo também evidenciou comportamentos não seguros de idosos na travessia de vias de mão dupla, onde eles apresentaram dificuldade em aumentar a velocidade e o comprimento da passada em comparação aos jovens3232 Dommes A, Cavallo V, Dubuisson JB, Tournier I, Vienne F. Crossing a two-way street: comparison of young and old pedestrians. J Safety Res [Internet]. 2014 [acesso em 17 jan. 2019];50:27-34. Disponível em: https://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S0022437514000395
https://www.sciencedirect.com/science/ar...
. Foi percebido também um risco maior no processo de desaceleração dos veículos por parte dos motoristas idosos devido a diminuição da sensibilidade e confiança reduzida1818 Chevalier A, Coxon K, Chevalier AJ, Clarke E, Rogers K, Brown J, et al. Predictors of older drivers’ involvement in rapid deceleration events. Accid Anal Prev [Internet]. 2017 [acesso em 17 jan. 2019];98:312-9. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/27810673
https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/2781...
.

Na Suíça, um estudo comparou o comportamento de jovens e idosos no cruzamento de uma pista, evidenciando que estes olhavam mais para o chão do que para os lados da rua antes de atravessar em comparação aos primeiros3131 Zito GA, Cazzoli D, Scheffler L, Jäger M, Müri RM, Mosimann UP, et al. Street crossing behavior in younger and older pedestrians: an eye- and head-tracking study. BMC Geriatrics [Internet]. 2015 [acesso em 17 jan. 2019];15:1-10. Disponível em: https://bmcgeriatr.biomedcentral.com/track/pdf/10.1186/s12877-015-0175-0
https://bmcgeriatr.biomedcentral.com/tra...
, o que foi justificado pelo fato dos motoristas mais velhos geralmente não executarem os olhares secundários para perigos potenciais nos cruzamento2424 Yamani Y, Horrey WJ, Liang Y, Fisher DL. Age-related differences in vehicle control and eye movement patterns at intersections: older and middle-aged drivers. PLoS ONE [Internet]. 2016 [acesso em 17 jan. 2019];11(10):1-17. Disponível em: https://journals.plos.org/plosone/article/file?id=10.1371/journal.pone.0164124&type=printable
https://journals.plos.org/plosone/articl...
.

Quanto ao dia da semana, horário da ocorrência e velocidade de colisão, quando comparado aos acidentes de trânsito envolvendo pessoas mais jovens, os ocorridos com idosos apresentaram maior frequência durante o dia, de terça a sexta-feira, e com uma velocidade de colisão menor1616 Lombardi DA, Horrey WJ, Courtney TK. Age-related differences in fatal intersection crashes in the United States. Accid Anal Prev [Internet]. 2017 [acesso em 28 jan. 2019];99(Pt A):20-9. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/27855312
https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/2785...
.

Os padrões de lesão mais registrados foram o trauma crânio-encefálico (TCE), devido ao impacto com componentes do veículo ou arremesso da vítima na via, e as fraturas de extremidades, devido à diminuição do conteúdo mineral ósseo própria do envelhecimento2222 Niebuhr T, Junge M, Rosén E. Pedestrian injury risk and the effect of age. Accid Anal Prev [Internet]. 2016 [acesso em 17 jan. 2019];86:121-8. Disponível em: https://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S0001457515301081?via%3Dihub
https://www.sciencedirect.com/science/ar...
,2727 Etehad H, Yousefzadeh-Chabok SH, Davoudi-Kiakalaye A, Dehnadi AM, Hemati H, Mohtasham-Amiri Z. Impact of road traffic accidents on the elderly. Arch Gerontol Geriatr [Internet]. 2015 [acesso em 17 jan. 2019];61(3):489-93. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/26321733
https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/2632...
,3838 Broska Júnior CA, Folchini AB, Ruediger RR. Comparative study of trauma in the elderly and non-elderly patients in a University Hospital in Curitiba. Rev Col Bras Cir [Internet]. 2013 [acesso em 17 jan. 2019];40(4):281-6. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/rcbc/v40n4/en_v40n4a05.pdf
http://www.scielo.br/pdf/rcbc/v40n4/en_v...
. Além disso, identificou-se também que no idoso, a maioria das mortes na cena do acidente, foi decorrente de lesões torácicas e pélvicas, e no hospital, de lesões abdominais1515 Heinrich D, Holzmann C, Wagner A, Fischer A, Pfeifer H, Graw M, et al. What are the differences in injury patterns of young and elderly traffic accident fatalities considering death on scene and death in hospital? Int J Legal Med [Internet]. 2017 [acesso em 28 ago. 2019];131(4):1023-37. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/28180986
https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/2818...
. Embora estas lesões possam ser convenientemente tratadas, alguns ciclistas idosos morreram porque as equipes de resgate não identificaram, precocemente, sangramento do retroperitônio após fratura pélvica, o que requer uma criteriosa avaliação clínica pela equipe que presta os primeiros atendimentos ao idoso acidentado1717 Matsui Y, Oikawa S, Hitosugi M. Features of fatal injuries in older cyclists in vehicle: bicycle accidents in Japan. Traffic Inj Prev [Internet]. 2017 [acesso em 17 jan. 2019];19(1):60-5. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/28581829
https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/2858...
.

Por outro lado, as comorbidades ajudam a diminuir o risco dos idosos serem vítimas de um evento de ATT, à medida em que eles utilizam comportamentos de autorregulação. Estes comportamentos são caracterizados pela decisão autorreferida, de adotar estratégias protetoras no trânsito ao perceberem sua condição física fragilizada, como a redução de sua exposição ao tráfego, condução do veículo com uma velocidade reduzida, evitar dirigir no período noturno, o que acaba se tornando um comportamento preventivo1414 Makizako H, Shimada H, Hotta R, Doi T, Tsutsumimoto K, Nakakubo S, et al. Associations of near-miss traffic incidents with attention and executive function among older japanese drivers. Gerontology [Internet]. 2018 [acesso em 17 fev. 2019];64(5):495-502. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/29428957
https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/2942...
,2020 Scolari GAS, Derhun FM, Rossoni DF, Mathias TAF, Fernando CAM, Carreira L. Trend in mortality of elderly by land transport accidents In Brazil. Cogitare Enferm [Internet]. 2017 [acesso em 17 jan. 2019];22(3):1-9. Disponível em: https://revistas.ufpr.br/cogitare/article/view/50170/pdf_en
https://revistas.ufpr.br/cogitare/articl...
,3333 Papa M, Boccardi V, Prestano R, Angellotti E, Desiderio M, Marano L, et al. Comorbidities and crash involvement among younger and older drivers. PloS ONE [Internet]. 2014 [acesso em 18 jan. 2019];9(4):1-6. Disponível em: https://journals.plos.org/plosone/article?id=10.1371/journal.pone.0094564
https://journals.plos.org/plosone/articl...
,3434 Sandlin D, McGwin Jr G, Owsley C. Association between vision impairment and driving exposure in older adults aged 70 years and over: a population-based examination. Acta Ophthalmol [Internet]. 2014 [acesso em 17 jan. 2019];92(3):207-12. Disponível em: https://onlinelibrary.wiley.com/doi/full/10.1111/aos.12050
https://onlinelibrary.wiley.com/doi/full...
,3636 Classen S, Wang Y, Crizzle AM, Winter SM, Lanford DN. Gender differences among older drivers in a comprehensive driving evaluation. Accid Anal Prev [Internet]. 2013 [acesso em 17 jan. 2019];61:146-52. Disponível em: https://linkinghub.elsevier.com/retrieve/pii/S0001457512003661
https://linkinghub.elsevier.com/retrieve...
.

Com relação aos impactos advindos dos acidentes de trânsito na população idosa, sabe-se que este tipo de evento pode repercutir negativamente na capacidade funcional destes indivíduos, a depender da gravidade do trauma. As imobilizações foram as condutas mais frequentes, sendo que, quanto maior a intensidade do trauma, mais graves são as consequências e condutas tomadas2626 Almeida MHM, Caromano FA, Ribeiro SS, Batista MPP. An orientation program for elderly drivers with an emphasis on self-care practices. Rev Bras Geriatr Gerontol [Internet]. 2016 [acesso em 17 jan. 2019];19(2):303-11. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/rbgg/v19n2/en_1809-9823-rbgg-19-02-00303.pdf
http://www.scielo.br/pdf/rbgg/v19n2/en_1...
. Foi evidenciado que os idosos têm maior predisposição a sofrerem fraturas ou traumatismos cranianos e de coluna vertebral3838 Broska Júnior CA, Folchini AB, Ruediger RR. Comparative study of trauma in the elderly and non-elderly patients in a University Hospital in Curitiba. Rev Col Bras Cir [Internet]. 2013 [acesso em 17 jan. 2019];40(4):281-6. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/rcbc/v40n4/en_v40n4a05.pdf
http://www.scielo.br/pdf/rcbc/v40n4/en_v...
.

Pode-se destacar uma notável iniciativa2626 Almeida MHM, Caromano FA, Ribeiro SS, Batista MPP. An orientation program for elderly drivers with an emphasis on self-care practices. Rev Bras Geriatr Gerontol [Internet]. 2016 [acesso em 17 jan. 2019];19(2):303-11. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/rbgg/v19n2/en_1809-9823-rbgg-19-02-00303.pdf
http://www.scielo.br/pdf/rbgg/v19n2/en_1...
, que desenvolveu um programa de orientação para motoristas idosos sobre as dificuldades para dirigir associadas ao envelhecimento, incentivando o autocuidado. Nesta perspectiva, o serviço de saúde que atender ao idoso acidentado, independentemente do nível de complexidade, deve estar preparado para atender as especificidades do trauma nessa clientela, investindo em qualificação profissional, infraestrutura, educação em saúde, prática do autocuidado e participação da família2424 Yamani Y, Horrey WJ, Liang Y, Fisher DL. Age-related differences in vehicle control and eye movement patterns at intersections: older and middle-aged drivers. PLoS ONE [Internet]. 2016 [acesso em 17 jan. 2019];11(10):1-17. Disponível em: https://journals.plos.org/plosone/article/file?id=10.1371/journal.pone.0164124&type=printable
https://journals.plos.org/plosone/articl...
. Estas e outras iniciativas podem servir de incentivo para prevenção do crescimento da morbimortalidade de idosos decorrentes de acidentes de trânsito e devem ser estimuladas nos diversos cenários de atenção a este público.

As limitações do presente estudo dizem respeito a heterogeneidade dos estudos incluídos na revisão confrontados na discussão dos resultados, o que pode ter dificultado uma análise mais consistente. Os descritores escolhidos podem não ter alcançado todas as pesquisas publicadas. Além disso, muitos artigos pesquisados são de acesso restrito, podendo ser considerado como um fator limitante. Verifica-se a importância de mais estudos serem realizados na área da gerontologia e geriatria envolvendo acidentes de trânsito.

CONCLUSÃO

O perfil dos idosos que sofreram os acidentes de trânsito de acordo com esta revisão foi: idosos na faixa etária de 60 a 69 anos, sexo masculino, casados, com baixa escolaridade e que trabalhavam. Os pedestres foram os mais vulneráveis, com o predomínio dos atropelamentos. A ocorrência dos acidentes foi preferencialmente durante o dia, e teve o trauma crânio-encefálico como a lesão mais presente.

Diante dos resultados encontrados pode-se inferir que há necessidade de se investir na área de urgência e emergência, no planejamento de ações que possam contribuir no preparo da equipe de saúde para o integral atendimento ao idoso, observando as suas peculiaridades, tanto relacionadas a fragilidade própria da idade, como as alterações fisiopatológicas que podem comprometer a qualidade de vida dessas pessoas.

Faz-se necessário também um olhar diferente para abordagem dos profissionais que trabalham diretamente com o trânsito nas cidades com a população idosa, na busca de qualificar e sensibilizar esses profissionais no tratamento com idosos, evitando maiores danos.

Espera-se que outros pesquisadores sintam-se estimulados a aprofundar estudos nas áreas de geriatria e gerontologia envolvendo os Acidentes com Transporte Terrestre (ATT) a fim de criar estratégias onde essa população possa ter mais liberdade na sua mobilidade sem riscos de acidentes e com melhor qualidade de vida.

Referências bibliográficas

  • 1
    Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, Diretoria de Pesquisas, Coordenação de População e Indicadores Sociais. Síntese de Indicadores Sociais: uma análise das condições de vida da população brasileira [Internet]. Rio de Janeiro: IBGE; 2013 [acesso em 10 ago. 2018]. Disponível em: https://biblioteca.ibge.gov.br/visualizacao/livros/liv98965.pdf
    » https://biblioteca.ibge.gov.br/visualizacao/livros/liv98965.pdf
  • 2
    Simões CCS. Relações entre as alterações históricas na dinâmica demográfica brasileira e os impactos decorrentes do processo de envelhecimento da população [Internet]. Rio de Janeiro: IBGE; 2016 [acesso em 10 ago. 2018]. Disponível em: https://biblioteca.ibge.gov.br/pt/biblioteca-catalogo?view=detalhes&id=298579
    » https://biblioteca.ibge.gov.br/pt/biblioteca-catalogo?view=detalhes&id=298579
  • 3
    United Nations Population Fundation. 2011 Annual Report: Delivering results in a world of 7 billion [Internet]. New York: UNFPA; 2012 [acesso em 10 ago. 2018]. Disponível em: https://www.unfpa.org/publications/unfpa-annual-report-2011
    » https://www.unfpa.org/publications/unfpa-annual-report-2011
  • 4
    World Health Organization. Informe mundial sobre el envejecimiento y la salud [Internet]. Geneva: WHO; 2015 [acesso em 10 ago. 2018]. Disponível em: https://www.who.int/ageing/publications/world-report-2015/es/
    » https://www.who.int/ageing/publications/world-report-2015/es/
  • 5
    Camargo ABM. Idosos e mortalidade: preocupante relação com as causas externas [Internet]. Prim Anál Seade [Internet] 2016 [acesso em 15 nov. 2018];35:4-20. Disponível em: http://www.seade.gov.br/wp-content/uploads/2016/03/Primeira_Analise_35_fev16.pdf
    » http://www.seade.gov.br/wp-content/uploads/2016/03/Primeira_Analise_35_fev16.pdf
  • 6
    Veras RP. International experiences and trends in health care models for the elderly. Ciênc Saúde Colet [Internet]. 2012 [acesso em 15 jan. 2019];17(1):231-8. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232012000100025&lng=pt&tlng=pt
    » http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232012000100025&lng=pt&tlng=pt
  • 7
    Parreira JG, Farrath S, Soldá SC, Perlingeiro JAG, Assef JC. Comparative analysis of trauma characteristics between elderly and superelderly. Rev Col Bras Cir [Internet]. 2013 [acesso em 12 nov. 2018];40(4):269-74. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/rcbc/v40n4/en_v40n4a03.pdf
    » http://www.scielo.br/pdf/rcbc/v40n4/en_v40n4a03.pdf
  • 8
    Vicente FR, Santos SMA. MultidimensionaL evaluation of determinants of active aging in older adults in a municipality in Santa Catarina. Texto & Context Enferm [Internet]. 2013 [acesso em 12 jan. 2019];22(2):370-8. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-07072013000200013&lng=pt&nrm=iso&tlng=en
    » http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-07072013000200013&lng=pt&nrm=iso&tlng=en
  • 9
    Morais Neto OL, Montenegro MMS, Monteiro RAP, Siqueira Júnior JB, Marta Silva MMA, Lima CM, et al. Mortality due to Road Traffic Accidents in Brazil in the last decade: trends and risk clusters. Ciênc Saúde Colet [Internet]. 2012 [acesso em 13 jan. 2019];17(9):2223-36. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232012000900002&lng=pt&tlng=pt
    » http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232012000900002&lng=pt&tlng=pt
  • 10
    Mascarenas MDM, Barros MBA. Evolution of public health system hospital admissions due to external causes - Brazil, 2002-2011. Epidemiol Serv Saúde [Internet]. 2015 [acesso em 25 fev. 2019] 24(1):19-29. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/ress/v24n1/2237-9622-ress-24-01-00019.pdf
    » http://www.scielo.br/pdf/ress/v24n1/2237-9622-ress-24-01-00019.pdf
  • 11
    Andrade SSCA, Jorge MHPM. Hospitalization due to road traffic injuries in Brazil, 2013: hospital stay and costs. Epidemiol Serv Saúde [Internet]. 2017 [acesso em 18 fev. 2019];26(1):31-8. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/ress/v26n1/2237-9622-ress-26-01-00031.pdf
    » http://www.scielo.br/pdf/ress/v26n1/2237-9622-ress-26-01-00031.pdf
  • 12
    Soares CB, Hoga LAK, Peduzzi M, Sangaleti C, Yonekura T, Silva DRAD. Integrative Review: concepts and methods used in nursing. Rev Esc Enferm USP [Internet]. 2014 [acesso em 29 jan. 2019];48(2):335-45. http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0080-62342014000200335
    » http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0080-62342014000200335
  • 13
    Oliveira DC. Theme/Category-based Content Analysis: a proposal for systematization. Rev Enferm UERJ [Internet]. 2008 [acesso em 14 fev. 2019];16(4):569-76. Disponível em: http://www.facenf.uerj.br/v16n4/v16n4a19.pdf
    » http://www.facenf.uerj.br/v16n4/v16n4a19.pdf
  • 14
    Makizako H, Shimada H, Hotta R, Doi T, Tsutsumimoto K, Nakakubo S, et al. Associations of near-miss traffic incidents with attention and executive function among older japanese drivers. Gerontology [Internet]. 2018 [acesso em 17 fev. 2019];64(5):495-502. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/29428957
    » https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/29428957
  • 15
    Heinrich D, Holzmann C, Wagner A, Fischer A, Pfeifer H, Graw M, et al. What are the differences in injury patterns of young and elderly traffic accident fatalities considering death on scene and death in hospital? Int J Legal Med [Internet]. 2017 [acesso em 28 ago. 2019];131(4):1023-37. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/28180986
    » https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/28180986
  • 16
    Lombardi DA, Horrey WJ, Courtney TK. Age-related differences in fatal intersection crashes in the United States. Accid Anal Prev [Internet]. 2017 [acesso em 28 jan. 2019];99(Pt A):20-9. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/27855312
    » https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/27855312
  • 17
    Matsui Y, Oikawa S, Hitosugi M. Features of fatal injuries in older cyclists in vehicle: bicycle accidents in Japan. Traffic Inj Prev [Internet]. 2017 [acesso em 17 jan. 2019];19(1):60-5. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/28581829
    » https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/28581829
  • 18
    Chevalier A, Coxon K, Chevalier AJ, Clarke E, Rogers K, Brown J, et al. Predictors of older drivers’ involvement in rapid deceleration events. Accid Anal Prev [Internet]. 2017 [acesso em 17 jan. 2019];98:312-9. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/27810673
    » https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/27810673
  • 19
    Noh Y, Yoon Y. Elderly road collision injury outcomes associated with seat positions and seatbelt use in a rapidly aging society: a case study in South Korea. PLoS ONE [Internet]. 2017 [acesso em 17 jan. 2019];12(8):1-13. Disponível em: https://journals.plos.org/plosone/article?id=10.1371/journal.pone.0183043
    » https://journals.plos.org/plosone/article?id=10.1371/journal.pone.0183043
  • 20
    Scolari GAS, Derhun FM, Rossoni DF, Mathias TAF, Fernando CAM, Carreira L. Trend in mortality of elderly by land transport accidents In Brazil. Cogitare Enferm [Internet]. 2017 [acesso em 17 jan. 2019];22(3):1-9. Disponível em: https://revistas.ufpr.br/cogitare/article/view/50170/pdf_en
    » https://revistas.ufpr.br/cogitare/article/view/50170/pdf_en
  • 21
    Santos AMR, Rodrigues RAP, Diniz MA. Trauma by traffic accident in elderly people risk factors and consequences. Texto & Contexto Enferm [Internet]. 2017 [acesso em 17 jan. 2019];26(2):2-10. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/tce/v26n2/pt_0104-0707-tce-26-02-e4220015.pdf
    » http://www.scielo.br/pdf/tce/v26n2/pt_0104-0707-tce-26-02-e4220015.pdf
  • 22
    Niebuhr T, Junge M, Rosén E. Pedestrian injury risk and the effect of age. Accid Anal Prev [Internet]. 2016 [acesso em 17 jan. 2019];86:121-8. Disponível em: https://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S0001457515301081?via%3Dihub
    » https://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S0001457515301081?via%3Dihub
  • 23
    Rudisill TM, Zhu M, Abate M, Davidov D, Delagarza V, Long DL, et al. The characterization of drug and alcohol use among senior drivers fatally injured in U.S. motor vehicle collisions, 2008-2012. Traffic Inj Prev [Internet]. 2016 [acesso em 17 jan. 2019];17(8):788-95. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC5039044/
    » https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC5039044/
  • 24
    Yamani Y, Horrey WJ, Liang Y, Fisher DL. Age-related differences in vehicle control and eye movement patterns at intersections: older and middle-aged drivers. PLoS ONE [Internet]. 2016 [acesso em 17 jan. 2019];11(10):1-17. Disponível em: https://journals.plos.org/plosone/article/file?id=10.1371/journal.pone.0164124&type=printable
    » https://journals.plos.org/plosone/article/file?id=10.1371/journal.pone.0164124&type=printable
  • 25
    Silva HC, Pessoa RL, Menezes RMP. Trauma in elderly people: access to the health system through pre-hospital care. Rev Latinoam Enferm [Internet]. 2016 [acesso em 17 jan. 2019];24:1-8. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/rlae/v24/0104-1169-rlae-24-02690.pdf
    » http://www.scielo.br/pdf/rlae/v24/0104-1169-rlae-24-02690.pdf
  • 26
    Almeida MHM, Caromano FA, Ribeiro SS, Batista MPP. An orientation program for elderly drivers with an emphasis on self-care practices. Rev Bras Geriatr Gerontol [Internet]. 2016 [acesso em 17 jan. 2019];19(2):303-11. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/rbgg/v19n2/en_1809-9823-rbgg-19-02-00303.pdf
    » http://www.scielo.br/pdf/rbgg/v19n2/en_1809-9823-rbgg-19-02-00303.pdf
  • 27
    Etehad H, Yousefzadeh-Chabok SH, Davoudi-Kiakalaye A, Dehnadi AM, Hemati H, Mohtasham-Amiri Z. Impact of road traffic accidents on the elderly. Arch Gerontol Geriatr [Internet]. 2015 [acesso em 17 jan. 2019];61(3):489-93. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/26321733
    » https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/26321733
  • 28
    Hong K, Lee KM, Jang S. Incidence and related factors of traffic accidents among the older population in a rapidly aging society. Arch Gerontol Geriatr [Internet]. 2015 [acesso em 17 jan. 2019];60(3):471-7. Disponível em: https://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S0167494315000230
    » https://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S0167494315000230
  • 29
    Freitas MG, Bonolo PF, Moraes EN, Machado CJ. Elderly patients attended in emergency health services in Brazil: a study for victims of falls and traffic accidents. Ciênc Saúde Colet [Internet]. 2015 [acesso em 17 jan. 2019];20(3):701-12. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232015000300701
    » http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232015000300701
  • 30
    Shen S, Neyens DM. The effects of age, gender, and crash types on drivers’ injury-related health care costs. Accid Anal Prev [Internet]. 2015 [acesso em 17 jan. 2019];77:82-90. Disponível em: https://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S0001457515000251?via%3Dihub
    » https://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S0001457515000251?via%3Dihub
  • 31
    Zito GA, Cazzoli D, Scheffler L, Jäger M, Müri RM, Mosimann UP, et al. Street crossing behavior in younger and older pedestrians: an eye- and head-tracking study. BMC Geriatrics [Internet]. 2015 [acesso em 17 jan. 2019];15:1-10. Disponível em: https://bmcgeriatr.biomedcentral.com/track/pdf/10.1186/s12877-015-0175-0
    » https://bmcgeriatr.biomedcentral.com/track/pdf/10.1186/s12877-015-0175-0
  • 32
    Dommes A, Cavallo V, Dubuisson JB, Tournier I, Vienne F. Crossing a two-way street: comparison of young and old pedestrians. J Safety Res [Internet]. 2014 [acesso em 17 jan. 2019];50:27-34. Disponível em: https://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S0022437514000395
    » https://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S0022437514000395
  • 33
    Papa M, Boccardi V, Prestano R, Angellotti E, Desiderio M, Marano L, et al. Comorbidities and crash involvement among younger and older drivers. PloS ONE [Internet]. 2014 [acesso em 18 jan. 2019];9(4):1-6. Disponível em: https://journals.plos.org/plosone/article?id=10.1371/journal.pone.0094564
    » https://journals.plos.org/plosone/article?id=10.1371/journal.pone.0094564
  • 34
    Sandlin D, McGwin Jr G, Owsley C. Association between vision impairment and driving exposure in older adults aged 70 years and over: a population-based examination. Acta Ophthalmol [Internet]. 2014 [acesso em 17 jan. 2019];92(3):207-12. Disponível em: https://onlinelibrary.wiley.com/doi/full/10.1111/aos.12050
    » https://onlinelibrary.wiley.com/doi/full/10.1111/aos.12050
  • 35
    Bell TM, Qiao N, Zarzaur BL. Mature driver laws and state predictors of motor vehicle crash fatality rates among the elderly: a cross-sectional ecological study. Traffic Inj Prev [Internet]. 2015 [acesso em 17 jan. 2019];16(7):669-76. Disponível em: https://www.tandfonline.com/doi/full/10.1080/15389588.2014.999858
    » https://www.tandfonline.com/doi/full/10.1080/15389588.2014.999858
  • 36
    Classen S, Wang Y, Crizzle AM, Winter SM, Lanford DN. Gender differences among older drivers in a comprehensive driving evaluation. Accid Anal Prev [Internet]. 2013 [acesso em 17 jan. 2019];61:146-52. Disponível em: https://linkinghub.elsevier.com/retrieve/pii/S0001457512003661
    » https://linkinghub.elsevier.com/retrieve/pii/S0001457512003661
  • 37
    Haleem K, Gan A. Effect of driver’s age and side of impact on crash severity along urban freeways: a mixed logit approach. J Safety Res [Internet]. 2013 [acesso em 17 jan. 2019];46:67-76. Disponível em: https://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S0022437513000285?via%3Dihub
    » https://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S0022437513000285?via%3Dihub
  • 38
    Broska Júnior CA, Folchini AB, Ruediger RR. Comparative study of trauma in the elderly and non-elderly patients in a University Hospital in Curitiba. Rev Col Bras Cir [Internet]. 2013 [acesso em 17 jan. 2019];40(4):281-6. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/rcbc/v40n4/en_v40n4a05.pdf
    » http://www.scielo.br/pdf/rcbc/v40n4/en_v40n4a05.pdf

Datas de Publicação

  • Publicação nesta coleção
    26 Set 2019
  • Data do Fascículo
    2019

Histórico

  • Recebido
    01 Nov 2018
  • Aceito
    21 Maio 2019
Universidade do Estado do Rio Janeiro Rua São Francisco Xavier, 524 - Bloco F, 20559-900 Rio de Janeiro - RJ Brasil, Tel.: (55 21) 2334-0168 - Rio de Janeiro - RJ - Brazil
E-mail: revistabgg@gmail.com
Accessibility / Report Error