Revista Brasileira de História, Volume: 41, Issue: 86, Published: 2021
  • O papel dos periódicos na publicação de dados de pesquisa EDITORIAL

    Araujo, Valdei
  • Raça e antiescravismo no Caribe espanhol: o ativismo de Antonio Maceo e Ramón Emeterio Betances1 Artigos

    Mata, Iacy Maia

    Abstract in Portuguese:

    RESUMO É objetivo deste artigo discutir o antiescravismo no Caribe espanhol através da atuação do cubano Antonio Maceo (1845-1896) e do porto-riquenho Ramón Emeterio Betances (1827-1898). A pesquisa busca reconstituir o ambiente político do Caribe espanhol no período de 1863 a 1881, no contexto de guerras de independência, e o protagonismo específico de homens negros que reivindicaram solidariedade racial na luta pela abolição da escravidão. A partir de algumas correspondências e documentos produzidos por Maceo e Betances (ou com sua participação), e da documentação gerada pelas autoridades coloniais, serão discutidas a construção de redes e conexões transnacionais, com base racial, pelos ativistas que lutavam contra a escravidão e as discriminações e por direitos políticos integrais. Chamo especial atenção para a interlocução com os haitianos e para a insistente referência ao Haiti no vocabulário político daqueles ativistas.

    Abstract in English:

    ABSTRACT This paper aims to discuss anti-slavery stances in the Spanish Caribbean through the actions of the Cuban Antonio Maceo (1845-1896) and the Puerto Rican Ramón Emeterio Betances (1827-1898). This research seeks to frame the political ambiance in the Spanish Caribbean from 1863 to 1881, in the context of wars of independence, and the specific agency of black men who claimed racial solidarity in the struggle to abolish slavery. Drawing from correspondences and documents produced by Maceo and Betances (or with their participation), as well as documentation generated by colonial officials, I will discuss the building of race-based international networks and connections by the activists who fought against slavery, discrimination and for full political rights. I call special attention to the interlocution with the Haitians and the insistent reference to Haiti in their political vocabulary.
  • A droga da subversão: anticomunismo e juventude no tempo da ditadura1 Artigos

    Brito, Antonio Mauricio Freitas

    Abstract in Portuguese:

    RESUMO Amparado no uso de acervos repressivos, o artigo explora representações anticomunistas difundidas pela comunidade de segurança e informações, que associaram o uso de drogas a uma estratégia do movimento comunista internacional para corromper a juventude durante a ditadura. Essa acusação se vinculava a uma tradição anticomunista conspiracionista atualizada pela Guerra Fria e pelos protestos juvenis nos anos 1960/1970, impactada pela modalidade repressiva transnacional da guerra às drogas desenvolvida pelos Estados Unidos. Esses elementos convergiram com argumentos do probicionismo que tomavam a droga como o fantasma do mal vinculado à destruição da família e à devassidão moral-sexual. Por isso, alguns documentos sobre a toxicomania comunista no Brasil modelaram essa percepção. Em paralelo ao pânico anticomunista, a repetição do argumento não esteve fundamentada em evidências. Essas frações inflacionaram o perigo vermelho, instrumentalizando-o para demarcar posições políticas ao longo da ditadura militar.

    Abstract in English:

    ABSTRACT Supported by the use of repressive collections, this article explores anti-communist representations spread by the security and information comunity, which associated the use of drugs with a strategy of the international communist movement to corrupt youth during the dictatorship. This accusation was linked to an anti-communist conspiracy tradition updated by the Cold War and by youth protests that took place in the 1960s/1970s, which was impacted by the transnational repressive modality of the war on drugs developed by the United States. These elements converged with prohibition arguments that considered drugs the phantom of evil linked to the destruction of the family and to moral-sexual debauchery. For this reason, some key documents on communist drug addiction in Brazil shaped this perception. Parallel to the anti-communist panic, the repetition of the argument was not based on evidence. These fractions inflated the red danger by instrumentalizing it to demarcate political positions throughout the military dictatorship.
  • Operações do pensamento histórico de jovens estudantes: um estudo sobre a concepção de evidência Artigos

    Reis, Aaron Sena Cerqueira

    Abstract in Portuguese:

    RESUMO Neste artigo, analisamos as operações do pensamento histórico de jovens estudantes buscando enfatizar a concepção de “evidência”, ideia preconizada pelo campo da Educação Histórica. Mediante a produção de narrativas escritas, perscrutamos a forma como o adolescente se apropria de referências históricas para respaldar suas opiniões, interpretar conceitos substantivos e perspectivar seu próprio futuro. O estudo foi realizado em uma escola pública estadual, localizada no Butantã, em São Paulo, entre maio e junho de 2016. Participaram 106 estudantes, entre 12 e 16 anos de idade, dos gêneros masculino e feminino, do 8º e do 9º ano do Ensino Fundamental. Os dados foram coletados a partir de um questionário e analisados segundo os pressupostos da Grounded Theory, com auxílio do software IRAMUTEQ. Os resultados mostraram as dificuldades do jovem no processo de construção do pensamento histórico, denotando a complexidade desta operação mental.

    Abstract in English:

    Abstract In this article, we analyze the operations of young students’ historical thinking, seeking to emphasize the concept of “evidence”; an idea advocated by the field of History of Education. Through the production of written narratives, we investigate how adolescents appropriate historical references to support their opinions, to interpret substantive concepts, and to envision their own future. The study was carried out in a public State school located in Butantã, in São Paulo/SP, between May and June 2016. 106 students participated, between 12 and 16 years old, male and female, from the 8th and 9th years of Elementary School. The data were collected from a questionnaire and analyzed according to the assumptions of Grounded Theory with the aid of the IRAMUTEQ software. The results showed the difficulties of the young person in the process of constructing historical thought, denoting the complexity of this mental operation.
  • Tráfico interprovincial e alforria em grandes propriedades do termo de Monte Alto, Século XIX1 Artigos

    Miranda, Rosângela Figueiredo

    Abstract in Portuguese:

    RESUMO O artigo analisa articulações entre senhores e escravos em grandes propriedades do termo de Monte Alto, no Alto Sertão da Bahia, durante o século XIX. As terras vastas e propícias ao desenvolvimento da agricultura e da pecuária permitiram atividades diversificadas. O fim do tráfico Atlântico (1850) e o intenso tráfico interprovincial na região, a partir de 1840, marcaram a vida de muitos cativos, diante da ameaça de venda ao Sudeste do país, dificultando o processo de alforria. Propriedades contaram com escravaria numerosa e economia diversificada, permitindo aos cativos tecer com seus senhores possibilidades de arranjos e negociações de manumissão. Atrelado à História Social da Escravidão, este estudo centra-se no método da ligação nominativa em inventários, livros de notas e correspondências. Um banco de dados permitiu-nos analisar o perfil desses diferentes sujeitos sociais e os graus de articulações estabelecidos entre eles.

    Abstract in English:

    ABSTRACT The article analyzes articulations between masters and slaves in large properties of the Monte Alto term, in Alto Sertão da Bahia, during the 19th century. The vast lands that are conducive to the development of agriculture and livestock enabled diversified activities. The end of the Atlantic traffic (1850) and the intense interprovincial traffic in the region, from 1840 onwards, marked the lives of many captives, in the face of the threat of sales to the Southeast of the country, making the process of manumission difficult. Those properties had numerous slaves and a diversified economy, allowing the captives to weave with their masters possibilities of arrangements and negotiations for manumission. This study is linked to the Social History of Slavery, and focuses on the nominative connection, investigating inventories, note books and correspondence. A database allowed us to analyze the profile of these different social subjects and the degrees of articulations established between them.
  • Séculos de silêncio: contribuições de um antropólogo para uma história da “homossexualidade” no sul de Moçambique (Séc. XVI-XX)1 Artigos

    Miguel, Francisco Paolo Vieira

    Abstract in Portuguese:

    RESUMO No presente artigo, fruto de pesquisa histórica e etnográfica, apresento alguns arquivos coloniais portugueses e estrangeiros no que concerne à vida (homo)sexual pretérita dos homens do sul de Moçambique. Ao trazer tais dados, que vão desde a literatura de viagem até os boletins oficiais da Província, argumento pela escassez de registros sobre o homoerotismo na história colonial de Moçambique até o século XX. Ao analisar os casamentos entre homens moçambicanos nas minas sul-africanas, e os processos - até agora inéditos - sobre a penalização das práticas homossexuais no período tardo-colonial em Moçambique, argumento que o silêncio sobre a sexualidade, atribuído aos bantus desta região, pode ser também efeito do pudor do colonizador português, ainda que tenha sido ele o instaurador, naquele território, de uma nova categoria: a “homossexualidade”.

    Abstract in English:

    ABSTRACT In this article, which is the result of historical and ethnographic research, I present some Portuguese and foreign colonial archives in which concerns the past (homo)sexual lives of men from southern Mozambique. By bringing such data, ranging from travel literature to the official bulletins of the Province, I argue for the scarcity of records on homoeroticism in the colonial history of Mozambique until the 20th century. When analyzing marriages ­between Mozambican men in South African mines, as well as unpublished ­Mozambican processes regarding the penalization of homosexual practices in the late colonial period, I argue that the silence about sexuality attributed to Bantus in this region can be also the effect of the Portuguese colonizer’s decency, even though the Portuguese were the responsible for establishing in Mozambique a new category: “homosexuality”.
  • A “biblioteca do impossível”: levantamento da produção editorial do DPDC/DNP1 Artigos

    Fraga, André Barbosa

    Abstract in Portuguese:

    RESUMO Este artigo analisa a experiência inicial de produção editorial estatal do governo Vargas (1930-1945). O foco está voltado para a atuação do Departamento de Propaganda e Difusão Cultural (DPDC)/Departamento Nacional de Propaganda (DNP), primeiro órgão de publicidade política da década de 1930 a investir em publicações. O objetivo principal é fazer um levantamento minucioso, nos acervos de arquivos e bibliotecas, do conjunto de folhetos, livros e revistas editado especificamente pelo DPDC/DNP, algo não realizado por trabalhos anteriores. Como resultado, identificamos 88 títulos distintos, o que representa, aproximadamente, 81% de tudo o que esse departamento produziu.

    Abstract in English:

    ABSTRACT This article analyzes the Vargas government’s initial experience of state editorial production (1930-1945). The focus is on the work of the Department of Propaganda and Cultural Diffusion (DPDC)/National Department of Propaganda (DNP), the first political advertising agency of the 1930s to invest in publications. The main objective is to make a detailed mapping, in the archi­ves and libraries collections, of the set of leaflets, books and magazines edited specifically by DPDC/DNP, something not accomplished by previous researches. As a result, it was possible to identify 88 different titles, representing approximately 81% of everything that this department produced.
  • A construção do poder em Angola nos romances de Pepetela: os novos ricos e a apropriação do Estado no pós-independência Artigos

    Machado, Carolina Bezerra

    Abstract in Portuguese:

    RESUMO No artigo, analiso as relações de poder construídas entre o Estado e a sociedade em Angola após a independência do país em 1975, a partir de suas ambivalências e acomodações de interesses. Defendo que houve a construção de uma estrutura política em que o Estado/MPLA passou a ser o principal meio para a distribuição de benefícios e privilégios, contribuindo para o fortalecimento de uma estrutura autoritária e patrimonialista ao longo dos anos. Ao destacarem um cenário de autoritarismo, clientelismo e patrimonialismo, os romances de Pepetela e a construção de seus personagens dialogam com uma narrativa crítica acerca do projeto político adotado pelo Estado angolano.

    Abstract in English:

    ABSTRACT In the article I analyze the power relations built between the State and society in Angola after the country’s independence in 1975, based on its ambivalences and accommodation of interests. I argue that there was the construction of a political structure in which the State/MPLA became the main means for the distribution of benefits and privileges, contributing to the strengthening of an authoritarian and patrimonialist political structure over the years. By highlighting a scenario of authoritarianism, clientelism and patrimonialism, Pepetela’s novels and the construction of his characters dialogue with a critical narrative about the political project adopted by the Angolan State.
  • Percursos de pesquisa, caminhos de mediação* Entrevista com Mônica Raisa Schpun Entrevista

    Natal, Caion Meneguello; Marchetti, Fabiana
  • Por uma história (in)disciplinada: historiografia, teoria da história e politização do saber Resenhas

    Dalfré, Liz Andréa
  • Anistia chega ao Brasil, ou como uma organização britânica ultrapassou fronteiras, amparou presos políticos e escancarou crimes da ditadura militar Resenhas

    Mesquita, Gustavo
  • Sobre Ensino e Pesquisa Resenhas

    Benthien, Rafael Faraco
  • ERRATA: A Questão das Ilhas Åland: Irredentismo e Autonomismo no 'Arquipélago Da Paz ERRATA

Associação Nacional de História - ANPUH Av. Professor Lineu Prestes, 338, Cidade Universitária, Caixa Postal 8105, 05508-900 São Paulo SP Brazil, Tel. / Fax: +55 11 3091-3047 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: rbh@anpuh.org