• Editor's note Carta do Editor

    Penido, Stella Oswaldo Cruz
  • Os cientistas brasileiros visitam a Amazônia: as viagens científicas de Oswaldo Cruz e Carlos Chagas (1910-1913) Análise

    Schweickardt, Júlio César; Lima, Nísia Trindade

    Abstract in Portuguese:

    Analisa os relatórios das duas viagens científicas do Instituto Oswaldo Cruz à Amazônia, realizadas em 1910 e 1913, sob a liderança respectivamente de Oswaldo Cruz e Carlos Chagas. Os relatórios colaboraram na construção de representações e imagens sobre a região. As observações de campo, além de trazerem questões para o estudo e controle das doenças tropicais, inserem-se no movimento de denúncia das graves condições sanitárias dos trabalhadores da borracha. A viagem pelo vale amazônico possibilita o encontro direto dos cientistas com o ambiente e as populações doentes e confronta-os com o grande desafio de conhecer e controlar a malária. A análise desses relatórios insere-se nos estudos sobre os 'retratos do Brasil', que buscam trazer questões para a história das políticas públicas de saúde. Trabalhamos com as fontes primárias (dos manuscritos ao texto oficial), buscando mostrar o processo de construção de um registro científico.

    Abstract in English:

    The article analyzes reports from two scientific journeys into the Amazon conducted by the Instituto Oswaldo Cruz, in 1910 and 1913, under the leadership of Oswaldo Cruz and Carlos Chagas, respectively. These reports contributed to the construction of representations and images of the region. Field observations not only provided data for the study and control of tropical diseases but also had a hand in the movement to denounce the serious sanitation conditions under which rubber workers labored. Journeys through the Amazon valley put the scientists in direct contact with the environment and with sick populations; these travels also made them face the huge challenges of learning about malaria and trying to control it. Analyses of these reports are part of studies on 'portraits of Brazil', which raise issues within the history of public health policies. In this endeavor to reveal the process by which scientific records are constructed, we worked with primary sources, from manuscripts to official texts.
  • Natureza e civilização: os painéis decorativos do Salão Nobre do Teatro Amazonas Análise

    Daou, Ana Maria Lima

    Abstract in Portuguese:

    Os painéis decorativos do salão nobre do Teatro Amazonas singularizam-se em relação ao restante da iconografia que decora o edifício, inaugurado em 1896. Na ocasião, as capitais do Pará e do Amazonas, enriquecidas pela economia gomífera, passaram por significativas transformações no tecido urbano e nas formas de sociabilidade, projetando-se nacional e internacionalmente. O artigo procura identificar paralelos entre as representações paisagísticas da natureza amazônica que decoram o salão nobre do edifício, a construção da cidade moderna e os usos sociais do Teatro Amazonas, símbolo do período e emblema da elite enriquecida que se afirmava no cenário regional e nacional. O Teatro Amazonas ocupou o centro da vida social da época, e em seu salão nobre ocorreram verdadeiros rituais de 'civilização' em que os convidados - brasileiros ou estrangeiros - tinham como cenário privilegiado a natureza amazônica representada nos painéis parietais decorativos.

    Abstract in English:

    The decorative panels in the foyer of the Teatro Amazonas, inaugurated in 1896, stand out from the rest of the building's ornamental iconography. The rubber trade brought great wealth to the capitals of Pará and Amazonas and as these cities gained national and international fame, their urban fabric and forms of sociability underwent significant changes. The article looks for parallels between the landscape representations of Amazonian nature adorning the building's foyer, the construction of the modern city, and social uses of the Teatro Amazonas, symbol of the era and emblem of the newly rich elite, who were then taking their place on the regional and national stages. The Teatro Amazonas formed the center of the era's social life and its foyer played host to veritable rituals of 'civilization', in which Brazilian and foreign guests enjoyed the fine setting of Amazon's nature as represented in the decorative wall panels.
  • Sexualidade e civilização nos trópicos: gênero, medicina e moral na imprensa de Manaus (1895-1915) Análise

    Santos, Fabiane Vinente dos

    Abstract in Portuguese:

    Com base em análise do conteúdo dos jornais editados em Manaus no período de 1895 a 1915, o artigo busca relacionar o projeto de civilização das elites locais, influenciado pelos ideais positivistas, à preocupação caracteristicamente moderna com o corpo e a sexualidade da mulher, em um contexto sócio-histórico de consolidação do pensamento científico e das tecnologias que tinham no corpo seu objeto de intervenção, de que são exemplos as descobertas da medicina no tratamento das chamadas 'doenças venéreas' e a adoção pelo poder público do papel de regulador moral.

    Abstract in English:

    Based on an analysis of material from newspapers published in Manaus from 1895 to 1915, the article examines the links between the local elites' civilizing project, which was influenced by positivist ideas, and the characteristically modern concern with woman's body and sexuality. This social and historical context saw the affirmation of scientific thought and of technologies that target the body as an object of intervention; examples of these are medical discoveries in the treatment of so-called venereal diseases and the government's assumption of the role of moral regulator.
  • Natureza, colonização e utopia na obra de João Daniel Análise

    Costa, Kelerson Semerene

    Abstract in Portuguese:

    Este artigo analisa alguns aspectos do Tesouro descoberto no rio Amazonas, obra composta pelo padre João Daniel (1722-1776), missionário jesuíta no Estado do Maranhão e Grão-Pará entre 1741 e 1757, desterrado para Lisboa dois anos antes do banimento da Companhia de Jesus da América portuguesa. A obra, registro singular da Amazônia de meados do século XVIII, oferece um compêndio das riquezas e potencialidades da região. Sobretudo, apresenta um projeto para a colonização crítico ao modelo então em vigor e que se apresenta como um conjunto integrado que considera as condições ambientais, a técnica e as relações sociais na organização da sociedade local. Ao colocar no centro de seu projeto a questão do trabalho, João Daniel recupera, como metáfora, a idéia - marcante na literatura missionária do século XVII e praticamente abandonada no século XVIII - da Amazônia como paraíso terrestre.

    Abstract in English:

    The article analyzes certain aspects of "Tesouro descoberto no rio Amazonas" (Treasure discovered on the Amazon River), written by João Daniel (1722-76) during his time in the State of Maranhão e Grão-Pará as a Jesuit missionary between 1741 and 1757; the priest was banished to Lisbon two years before the Company of Jesus was expelled from Portuguese America. This unique record of the mid-eighteenth-century Amazon is a compendium on the region's wealth and potential. Most importantly, it put forward a colonization project that was critical of the model then in place; the new proposal was an integrated whole which took environmental conditions, technology, and social relations into account in the organization of local society. In centering his project on the issue of labor, João Daniel revives, as a metaphor, the idea of the Amazon as an earthly paradise-a notion that had characterized seventeenth-century missionary literature but was practically abandoned in the eighteenth century.
  • O povo das águas pretas: o caboclo amazônico do rio Negro Análise

    Santos, Fernando Sergio Dumas dos

    Abstract in Portuguese:

    Apresenta uma descrição historicamente contextualizada do povo que vive ao longo do rio Negro, afluente brasileiro da bacia do Amazonas. Processos de constituição da população e das comunidades são identificados, nas fontes, a partir da experiência social cotidiana dos partícipes do processo histórico estudado, o qual percorre o século XX até a metade de sua última década. No rio Negro, o contato entre a sociedade brasileira e os diversos grupos indígenas que ali viviam, autóctones e catequizados, foi determinante para a constituição da identidade cabocla do território. A partir do último quartel do século XIX, a nomenclatura consolidou-se e vulgarizou-se, tendo na empresa extrativista um forte elemento propagador, em um contexto em que predominam as relações sociais constituintes da cultura do barracão.

    Abstract in English:

    The article constructs a historically contextualized description of the people who live along the Negro river, a Brazilian affluent in the Amazon basin. Drawing on information about the daily social experience of the participants from the dawn of the twentieth century through the mid-1990s, the processes by which the population and communities took shape are identified. On the Negro river, contact between Brazilian society and the autochthonous, catechized indigenous groups living there was determinant in shaping the territory's caboclo identity. Starting in the last quarter of the nineteenth century, this nomenclature took root and entered the popular lexicon. Extractivist activities played a major role in spreading the term, within a context where the predominant social relations derived from the 'cultura do barracão'.
  • Memórias da cólera no Pará (1855 e 1991): tragédias se repetem? Análise

    Beltrão, Jane Felipe

    Abstract in Portuguese:

    Na epidemia de cólera no Pará, em 1991, o número de vítimas foi elevado, e embora os enfermos se recuperassem rapidamente, relutavam em deixar o hospital. As condições de vida no século XIX eram, guardadas as proporções, semelhantes às enfrentadas pelos coléricos agora atendidos no Hospital Universitário João de Barros Barreto (HUJBB). No século XX, a doença parecia presa a antigas estruturas e produzia preocupações descabidas, uma vez que o tratamento hoje é rápido e eficaz. Logo emergiram as histórias de outrora, apresentando terríveis imagens da epidemia de cólera ocorrida em 1855. Analisaram-se memórias dos coléricos, de seus parentes e demais protagonistas, e compulsaram-se documentos. Encontraram-se indicações que possibilitam a comparação entre epidemias ontem e hoje, permitindo prever a repetição de tragédias devidas à permanência de condições de vida a que estavam submetidos os pobres nos séculos XIX e XX.

    Abstract in English:

    During the 1991 cholera epidemic in the state of Pará, there were a substantial number of victims. Although those stricken recovered quickly, they were reluctant to leave the hospital. Taking proportions into account, nineteenth-century living conditions were similar to the living conditions confronted by the sick receiving care at the Hospital Universitário João de Barros Barreto (HUJBB). In the twentieth century, apparently the illness was still attached to old structures and conjured up worries that are now unnecessary, since today's treatment is fast-working and effective. Stories of days past quickly surfaced, with terrifying images of the 1855 cholera epidemic. In addition to relying on documental sources, the study analyzed the memories of cholera patients, their relatives, and other actors. Findings allow for a comparison between the epidemics of yesterday and of today, in turn permitting the prediction that such tragedies will be repeated because the living conditions of the nineteenth- and twentieth-century poor remain the same.
  • Desenvolvimento, ciência e política: o debate sobre a criação do Instituto Internacional da Hiléia Amazônica Análise

    Magalhães, Rodrigo Cesar da Silva; Maio, Marcos Chor

    Abstract in Portuguese:

    Analisa o tema do desenvolvimento a partir do debate em torno do projeto de criação do Instituto Internacional da Hiléia Amazônica (IIHA). Abordam-se as relações entre ciência e desenvolvimento no pós-Segunda Guerra Mundial. Apresentam-se as iniciativas do Estado brasileiro na Amazônia na década de 1940 e a recepção do projeto IIHA. Analisam-se as controvérsias suscitadas pelo plano da Unesco no Brasil. O projeto do IIHA foi um catalisador do debate sobre o desenvolvimento no pós-Segunda Guerra no Brasil. As discussões que ele motivou no país e o desfecho que teve consolidaram um modelo de desenvolvimento para a Amazônia que permanece pautando as iniciativas relacionadas a essa região na atualidade.

    Abstract in English:

    The article uses the debate surrounding creation of the Instituto Internacional da Hiléia Amazônica (International Institute of the Hylean Amazon - IIHA) as a point of departure for analyzing the topic of development. We first address post-World War II relations between science and development. Next, we examine the Brazilian government's initiatives in the Amazon during the 1940s and how the IIHA project was received. Lastly, we analyze the controversies ignited in Brazil by Unesco's plan. The IIHA project was a catalyst of the development debate in post-World War II Brazil. The discussions then sparked in Brazil and the project's denouement solidified a development model for the Amazon that even today underpins initiatives taken in the region.
  • Cosmology, environment, and health: Baniwa food myths and rites Análise

    Garnelo, Luiza

    Abstract in Portuguese:

    O povo Baniwa, grupo Aruak que vive no Noroeste amazônico, possui rica tradição mítica que influencia a expressão das dimensões políticas, éticas e práticas da vida social e orienta conhecimentos ancestrais que garantem a sobrevivência do grupo em condições ambientais adversas. O artigo analisa mitos e ritos estruturados em torno das fontes alimentares pesqueiras, em íntima interação com as explicações cosmológicas sobre a origem dos deuses, dos cursos d'água e dos micro-ecossistemas que favorecem a reprodução da fauna aquática. A mitologia Baniwa remete os processos reprodutivos dos peixes a um conjunto de relações sociais travadas entre sociedades humanas e não-humanas. Predação e comensalidade, noções subjacentes aos ritos alimentares, são concebidas como parte de um conjunto de práticas que visam à produção e manutenção das alianças de parentesco, à redução da periculosidade do alimento/presa e à manutenção do equilíbrio no balanço cósmico que garante a vida.

    Abstract in English:

    The Baniwa people, a member of the Aruak group which lives in the northwestern Amazon, has a rich mythic tradition that influences how the political, ethical, and practical dimensions of their social life are expressed and that guides the ancestral knowledge that guarantees the group's survival under adverse environmental conditions. The article analyzes myths and rites built around fish as a food source; these have an intimate relationship with cosmological explanations of the origin of the gods, water bodies, and the micro-ecosystems that foster the reproduction of aquatic fauna. Baniwa mythology draws an association between the reproductive processes of fish and a set of social relations involving human and non-human societies. Predation and edibility - notions underlying food rites - are viewed as part of a set of practices meant to produce and maintain kinship alliances, ease the food/prey peril, and maintain the cosmic balance that sustains life.
  • Bahsariwii: a Casa de Danças Fontes

    Gentil, Gabriel
  • O Plano de Saneamento da Amazônia (1940-1942) Fontes

    Andrade, Rômulo de Paula; Hochman, Gilberto

    Abstract in Portuguese:

    Aborda o Plano de Saneamento da Amazônia e o contexto político de sua formulação, entre 1940 e 1941, o papel de Getúlio Vargas, a atuação de seus principais protagonistas como Evandro Chagas, João de Barros Barreto e Valério Konder, as suas principais propostas e o seu ocaso a partir de 1942, por conta da criação do Serviço Especial de Saúde Pública (SESP), fruto dos acordos de cooperação entre Brasil e Estados Unidos, com o envolvimento de ambos na Segunda Guerra Mundial. Inclui a reprodução do Plano publicado em dezembro de 1941 nos Arquivos de Higiene.

    Abstract in English:

    The article addresses the Amazon Sanitation Plan and the political context in which it was formulated between 1940 and 1941. It examines the role of Getúlio Vargas, the activities of the plan's main protagonists (such as Evandro Chagas, João de Barros Barreto, and Valério Konder), its key proposals, and its demise as of 1942 upon creation of the Special Public Health Service (Sesp), which grew out of cooperation agreements between Brazil and the US following both nations' involvement in World War II. A reproduction of the Plan as published in the Arquivos de Higiene in 1941 is included.
  • O animal e o primitivo: os Outros de nossa cultura Ensaio

    Nunes, Benedito
  • Marcus Barros fala sobre meio ambiente e doenças tropicais na Amazônia Depoimentos

    Penido, Stella Oswaldo Cruz
  • Koame wemakaa pandza kome watapetaaka kaawa (Baniwa, uma história de plantas e curas): caminhos para um roteiro Dossiê Baniwa

    Penido, Stella Oswaldo Cruz
  • As plantas que curam e as 'qualidades do ser': sobre ontologia e alteridade ameríndia Dossiê Baniwa

    Gonçalves, Marco Antonio
  • O mundo e o conhecimento sustentável indígena Dossiê Baniwa

    Fernando, André
Casa de Oswaldo Cruz, Fundação Oswaldo Cruz Av. Brasil, 4365 - Prédio do Relógio, 21040-900 Rio de Janeiro RJ Brazil, Tel./Fax: (55 21) 3865-2208/2195/2196 - Rio de Janeiro - RJ - Brazil
E-mail: hscience@coc.fiocruz.br