Rodriguésia, Volume: 57, Issue: 3, Published: 2006
  • Apresentação Apresentação

    Coimbra-Filho, Adelmar F.
  • Physiognomic-floristic characteristics and vegetation map of the Poço das Antas Biological Reserve, Silva Jardim, Rio de Janeiro, Brazil Articles

    Lima, Haroldo C. de; Pessoa, Solange de V. A.; Guedes-Bruni, Rejan R.; Moraes, Luis Fernando D.; Granzotto, Sérgio V.; Iwamoto, Shoji; Ciero, Jorge Di

    Abstract in Portuguese:

    RESUMO Os tipos de vegetação ocorrentes na área da Reserva Biológica de Poço das Antas, estado do Rio de Janeiro, Brasil (22º30' e 22º33'S; 42º15' e 42º19'W) foram identificados, descritos e mapeados. Foram identificadas seis unidades fisionômicas, sendo duas florestais (floresta aluvial e floresta submontana) e quatro não florestais (formação pioneira com influência fluvial, capoeira aluvial, capoeira submontana e campo antrópico). As características fisionômicas e florísticas mais relevantes de cada unidade foram descritas e discutidas com base na análise comparativa entre as seis unidades fisionômicas e com outros trechos de mata atlântica. O mapeamento foi realizado com emprego de fotointerpretação analógica, em escala de 1:20.000. Na avaliação da cobertura vegetal atual foram estimados 2.608 hectares de remanescentes florestais em variados estados de preservação (floresta aluvial - 17,9% e floresta submontana - 34,3%), indicando a expressiva representatividade de formações não florestais com influência fluvial (20,0%) ou antrópica (27,9%).

    Abstract in English:

    ABSTRACT Six vegetation types are described for Poço das Antas Biological Reserve, Rio de Janeiro State, Brazil (22º30' e 22º33'S; 42º15' e 42º19'W). Two forest formations (alluvial forest and submontane forest) and four non-forest formations (fluvial pioneer, alluvial scrub, submontane scrub and manmade grasslands) were identified. Relevant floristic and physiognomic characteristics of each unit are described and compared to analogous Atlantic Rain Forest formations. The vegetation was mapped using analog photo interpretation on a scale of 1:20,000. An estimated 2,608 ha of forest remnants in various states of preservation were detected (alluvial forest - 17.9%; submontane forest- 34.3%), plus a significant representation of non-forest formations with fluvial influence (20.0%) and manmade interference (27.9%).
  • Structural analysis of woody vegetation in three forest fragments in Poço das Antas Biological Reserve, Rio de Janeiro, Brazil Articles

    Pessoa, Solange de V. A.; Oliveira, Rogério R. de

    Abstract in Portuguese:

    RESUMO Investigou-se aspectos do efeito da fragmentação e isolamento de habitats sobre a estrutura dos elementos arbóreos encontrados em três fragmentos florestais de diferentes tamanhos e formas, situados na Reserva Biológica de Poço das Antas, Silva Jardim, RJ. Foram demarcados transectos de 10 m de largura e comprimento variado de acordo com a extensão do fragmento, com orientações norte-sul e leste-oeste, subdivididos em parcelas contíguas de 10 x 25 m, sendo todos os indivíduos arbóreos com DAP $ 5 cm marcados e coletados dados de altura e diâmetro. Registraram-se 1.771 indivíduos, distribuídos em 43 famílias, 107 gêneros e 207 espécies. As áreas apresentam alta diversidade, onde as famílias Euphorbiaceae, Sapotaceae, Annonaceae, Moraceae e Nyctaginaceae configuram-se como as de maior valor de importância. A proporção elevada de espécies (70%) em baixa densidade representa risco potencial de extinção para muitas populações locais, por outro lado a presença de espécies comuns em diferentes estágios de desenvolvimento, aliado ao arranjo espacial e a distância entre as áreas, permitindo a ação de polinizadores e dispersores atuam no sentido de minimizar este efeito.

    Abstract in English:

    ABSTRACT Aspects of the effect of fragmentation and isolation of habitats were investigated considering the structure of tree components, founded in three forest fragments of different size and shape located at Poço das Antas Biological Reserve, Silva Jardim, RJ. Transects of 10 m wide and as long as the distance between the edges, toward north-south and east-west and subdivided in contiguous plots of 10 x 25 m, were set and all tree individuals with 5 cm DBH or more were tagged and data of height and diameter collected. Were recorded 1.771 individuals, being distributed within 43 families, 107 genera and 297 species. The areas have high diversity and the families Euphorbiaceae, Sapotaceae, Annonaceae, Moraceae and Nyctaginaceae presenting the higher important index values. The high proportion of species (70%) in low density represents potential risk of extinction to many local populations and the fact that common species occurs at various stages of development just with the distance and spatial arrangement between the areas that permit the action of pollinators and dispersers, act toward to minimize this effect.
  • Floristics and structure of the canopy of an alluvial forest in Rio de Janeiro Articles

    Guedes-Bruni, Rejan R.; Silva Neto, Sebastião José da; Morim, Marli P.; Mantovani, Waldir

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Os remanescentes de Floresta Ombrófila Densa submontana aluvial Atlântica, fortemente submetidos à fragmentação no RJ, carecem de estudos florísticos e estruturais. Inventariou-se 1 ha de floresta aluvial empregando parcelas, adotando como critério de inclusão DAP ≥ 5 cm e, através de relações alométricas, estabeleceu-se como dossel os limites de DAPs e alturas superiores a 10 cm e 10 m, respectivamente. Foram amostrados 486 indivíduos, de 97 espécies e 31 famílias. O índice de diversidade de Shannon (H´) foi de 3,98 nats/ind e o de eqüabilidade (J) de 0,87, valores inferiores aqueles encontrados para trechos conservados de Floresta Ombrófila Densa submontana ou montana no estado. Dentre as famílias com maiores riquezas, reunindo 73% das espécies, destacam-se: Fabaceae, Euphorbiaceae, Lauraceae, Moraceae, Myrtaceae, Annonaceae, Bignoniaceae, Melastomataceae, Clusiaceae, Meliaceae e Sapotaceae. Destacam-se como espécies com maiores VIs: Eriotheca pentaphylla, Symphonia globulifera, Tabebuia umbellata, Xylopia brasiliensis, Calophyllum brasiliense, Euterpe edulis, Tabebuia cassinoides, Platymiscium floribundum e Guarea kunthiana. Caracterizam-se como espécies indicadoras para o trecho analisado de Floresta Ombrófila Densa submontana aluvial: Eriotheca pentaphylla, Calophyllum brasiliense e Eugenia expansa. Apesar do grau de interferência antrópica, os resultados indicam elevadas riqueza e diversidade para a Floresta Ombrófila Densa submontana aluvial, de várzea ou paludosa, decorrentes da distribuição espacial heterogênea, resultante dos diferentes tipos de habitats estabelecidos, numa área de transição ecológica temporal.

    Abstract in English:

    Abstract Remnants of the highly fragmented Atlantic Coastal Forest on the alluvial plains of Rio de Janeiro State, Brazil, have been little studied. Sample plots, totaling one hectare, were inventoried using a DBH ≥ 5 cm exclusion criterion. Allometric relationships were used to define the canopy as having a DBH ≥ 10 cm and height ≥ 10 m. A total of 486 individuals were sampled, comprising 97 species belonging to 31 families. The Shannon diversity index (H´) was 3.98 nats/ind, and the equitability (J) was 0.87. These were considered significant values for an area of Atlantic Coastal Forest in that state. Among the families with the highest species richness (73% of the total number of species) were: Fabaceae, Euphorbiaceae, Lauraceae, Moraceae, Myrtaceae, Annonaceae, Bignoniaceae, Melastomataceae, Clusiaceae, Meliaceae, and Sapotaceae. Among the species with the highest VIs were: Eriotheca pentaphylla, Symphonia globulifera, Tabebuia umbellata, Xylopia brasiliensis, Calophyllum brasiliense, Euterpe edulis, Tabebuia cassinoides, Platymiscium floribundum, and Guarea kunthiana. The indicator species for alluvial lowland ombrophilous forests were: Eriotheca pentaphylla, Calophyllum brasiliense, and Eugenia expansa. The results of this survey pointed out high richness and diversity to the Atlantic Ombrophilous Dense Forest submontane alluvial, in spite the high human interference in the landscape, during a long scale the time, where, on the other hand, it's expected a greater number of species, in different kinds of habitats resulted, will provide a heterogeneity spatial distribution in area of ecological temporal transition.
  • Floristics and structure of the forest canopy on hillocks in the lowlands, Rio de Janeiro, Brazil Articles

    Guedes-Bruni, Rejan R.; Silva Neto, Sebastião José da; Morim, Marli P.; Mantovani, Waldir

    Abstract in Portuguese:

    RESUMO (Florística e estrutura de dossel em floresta sobre morrote mamelonar no Rio de Janeiro, Brasil) Os remanescentes de Floresta Ombrófila Densa submontana Atlântica, ocorrentes nos mamelões da baixada do Rio de Janeiro, carecem de estudos florísticos e estruturais. Inventariou-se 1 ha, empregando parcelas, adotando como critério de inclusão DAP ≥ 5 cm e, através de relações alométricas, estabeleceu-se como árvores de dossel aquelas com limites de DAPs e alturas superiores a 10 cm e 10 m, respectivamente. Foram amostrados 580 indivíduos, de 174 espécies e 45 famílias. O índice de diversidade de Shannon (H´) foi de 4,57 nats/ind e a eqüabilidade (J) de 0,88, valores próximos aos encontrados para a Floresta Ombrófila Densa submontana Atlântica no estado. Dentre as famílias com maiores riquezas, reunindo ca. 74% das espécies destacam-se: Euphorbiaceae, Fabaceae, Moraceae, Lauraceae, Melastomataceae, Myrtaceae, Monimiaceae, Clethraceae, Flacourtiaceae, Annonaceae, Rubiaceae, Meliaceae, Sapindaceae e Myristicaceae. Destacam-se como espécies com maiores VIs: Senefeldera verticillata , Siparuna reginae, Mabea piriri, Casearia sylvestris, Clethra scabra, Tibouchina scrobiculata, Pseudopiptadenia inaequalis, Guapira opposita, Apuleia leiocarpa e Brosimum guianense. Caracterizam-se como espécies indicadoras de morrote: Apuleia leiocarpa, Eugenia macahensis, Simarouba amara e Pseudopiptadenia contorta.

    Abstract in English:

    ABSTRACT The remnant areas of Atlantic coastal Forest on hillocks in the coastal lowlands of Rio de Janeiro State, Brazil, have been poorly studied in terms of both their structure and floristics. Sample plots, totaling one hectare, were inventoried using a DBH ≥ 5 cm inclusion criterion. Allometric relationships were used to define a canopy tree as having a DBH ≥ 10cm and height ≥ 10 m. A total of 580 individuals were sampled, comprising 174 species belonging to 45 families. The Shannon diversity index (H´) was 4.57 nats/ind, and the equitability (J) was 0.88. These were considered representative values for an area of Atlantic Coastal Forest in that state. Among the families with the highest species richness (74% of the total number of species) were: Euphorbiaceae, Fabaceae, Moraceae, Lauraceae, Melastomataceae, Myrtaceae, Monimiaceae, Clethraceae, Flacourtiaceae, Annonaceae, Rubiaceae, Meliaceae, Sapindaceae, and Myristicaceae. Among the species with the highest VI were: Senefeldera verticillata , Siparuna reginae, Mabea piriri, Casearia sylvestris, Clethra scabra, Tibouchina scrobiculata, Pseudopiptadenia inaequalis, Guapira opposita, Apuleia leiocarpa, and Brosimum guianense. The indicator species for hillock forests were: Apuleia leiocarpa, Eugenia macahensis, Simarouba amara, and Pseudopiptadenia contorta.
  • Ecological trends in wood anatomy of tree species at Reserva Biológica de Poço das Antas, Rio de Janeiro, Brazil Articles

    Barros, Claudia Franca; Marcon-Ferreira, Micheline Leite; Callado, Cátia Henriques; Lima, Helena Regina Pinto; Cunha, Maura da; Marquete, Osnir; Costa, Cecília Gonçalves

    Abstract in Portuguese:

    RESUMO O trabalho propõe a utilização dos caracteres anatômicos da madeira na interpretação da estrutura da comunidade arbórea da Reserva Biológica de Poço das Antas, RJ, Brasil (22º30' e 22º33'S e 42º15' e 42º19'W). Foram analisadas 26 espécies de 14 famílias, totalizando 72 espécimens. A alta incidência de características anatômicas comuns - camadas de crescimento distintas, porosidade difusa, placas de perfuração simples, fibras de paredes delgadas a espessas, raios com freqüência de 4 a 12/mm', com 1-3 células de largura, - foi corroborada pelas análises estatísticas, o que sugere a ocorrência de um padrão anatômico. Os resultados descritos se enquadram nas tendências ecológicas para espécies de planícies tropicais, que se caracterizam por uma menor freqüência de elementos de vaso mais largos e com placas de perfuração simples. Tais caracteres propiciam o transporte de grandes volumes de água por unidade de tempo e área transversal da madeira.

    Abstract in English:

    ABSTRACT Wood anatomy features were used to interpretate the structure of the tree community at the Reserva Biológica de Poço das Antas, RJ, Brazil (22º30' e 22º33'S e 42º15' e 42º19'W). 26 species from 14 families and 72 specimens were analysed. The high incidence of anatomical features observed in most of species, as growth rings, difuse porosity, simple perfuration plates, thick-to-thin fibres, 1-3 rays wide and 4 to 12/mm', statistically suggested there was an anatomical pattern. Results were in accordance with ecological trends for tropical lowland species, characterized by simple perforarion plates, low frequency and widening of vessels. These features allow the conduction of large volumes of water per unit time and transectional area of wood.
  • Litter-fall input on sucessional forest gaps of temporal fitofisionoms on Biological Reserve of Poço das Antas, Rio de Janeiro, Brazil Articles

    Barbosa, Jose Henrique Cerqueira; Faria, Sérgio Miana de

    Abstract in Portuguese:

    RESUMO Foram definidos mosaicos de fitofisionomias temporais em sistemas tropicais de baixada localizados na REBIO de Poço das Antas, RJ - Brasil. A serrapilheira foi quantificada com coletas quinzenais e determinada sua concentração de nutrientes via fração foliar em intervalos bimestrais. A floresta avançada apresentou o maior aporte de 6,9 ± 1,1 ton ha-1 ano-1 total, o estágio intermediário com 5,5 ± 0,5 ton ha-1 ano-1 total e para o plantio 3 ± 0,7 ton ha-1 ano-1 total. As concentrações via serrapilheira (fração foliar) dos nutrientes N, P, K e Ca foram maiores com o uso de Mimosa bimucronata (DC.) O. Kuntze nos reflorestamentos, demostrando ser esta uma espécie de potencial elevado quanto ao conteúdo nutricional à recomposição de ecossistemas. Sua estratégia de renovação foliar ocorre sob o ritmo perenifólio, com maior contribuição na estação chuvosa e sincronizado a fase reprodutiva. A magnitude de transferência dos nutrientes na fração foliar para os estágios estudados segue a ordem de concentração: P < K < Mg < Ca < N < C. Não foram encontradas diferenças significativas quanto as concentrações de entrada dos nutrientes entre as estações nos estágios estudados.

    Abstract in English:

    ABSTRACT Gaps of temporal fitofisionoms were defined on lowland tropical systems localized in the Biologic Reserve of Poço das Antas RJ - Brazil. The litter-fall was quantificated by each fifteen days and was determinated the nutrient concentration of foliar fraction each two months. The oldest forest had the major litter-fall, 6.9 1 1.1 ton ha-1 year-1 total as the other fractions, when compared with the intermediate age forest with 5.5 1 0.5 ton ha-1 year-1 total. The plantation had the lowest values, 3.0 1 0.7 ton ha-1 year-1 total. The foliar litter-fall concentration of N, P, K, Ca nutrients were bigger for Mimosa bimucronata (DC.) O. Kuntze crop, showing then the great ecosystems nutritional recomposition potential of this specie with foliar renovation strategy occurs under perenifolial rhythm, mostly in the rain season synchronized to the reproduction phase. The transference rate of the nutrients in the studied foliar fraction follows this concentration order: P < K< Mg < Ca < N < C.
  • Native tree species planting for restoration at Poço das Antas Biological Reserve, Rio de Janeiro, Brazil Articles

    Moraes, Luiz Fernando Duarte de; Assumpção, José Maria; Luchiari, Cíntia; Pereira, Tânia Sampaio

    Abstract in Portuguese:

    RESUMO O plantio de espécies arbóreas nativas tem por objetivo acelerar a regeneração natural durante o processo de restauração de áreas degradadas. Este estudo apresenta a avaliação de 26 espécies plantadas nas áreas de baixada da Reserva Biológica de Poço das Antas, no município de Silva Jardim, RJ. Foram avaliados três plantios, com áreas variando de 0,64 a 1,17 ha. O modelo sucessional utilizado se baseou na separação das espécies em três grupos funcionais: pioneiras e secundárias iniciais, como sombreadoras, e secundárias tardias, como sombreadas. Para avaliar o desempenho das espécies, foi feito o monitoramento da adaptabilidade (taxa de sobrevivência) e do desenvolvimento (altura e diâmetro à altura do solo - DAS) das mudas plantadas. Todas as espécies de estágios iniciais utilizadas mostraram bom desempenho quanto à taxa de sobrevivência e desenvolvimento, com destaque para os valores de altura média apresentados por Citharexylum myrianthus, Schinus terebinthifolius e Trema micrantha. Após o estabelecimento das espécies sombreadoras, as tardias foram claramente favorecidas, como observado em Calophyllum brasiliense, Copaifera langsdorffii e Guarea guidonia. As espécies tardias Jacaratia spinosa e Plathymenia foliolosa apresentaram, desde o início, crescimento similar ao proporcionado pelas espécies de estágios iniciais, e podem ser classificadas como espécies pioneiras antrópicas. O modelo de plantio utilizando espécies autóctones arbóreas testado neste trabalho teve um excelente desempenho, e têm grande potencial para restabelecer processos ecológicos nas áreas degradadas da Reserva Biológica de Poço das Antas e em áreas vizinhas com características semelhantes.

    Abstract in English:

    ABSTRACT Mixed plantations of indigenous tree species aims to catalyze forest regeneration in the ecological restoration of degraded areas. This work analyzes the performance of 26 tree species planted in the lowland areas at the Reserva Biológica de Poço das Antas, in Silva Jardim municipality, Rio de Janeiro State, Brazil. Three experimental plantings, with áreas ranging from 0.64 to 1.17 ha were evaluated. A successional planting model divided species into four functional groups: pioneers and early secondaries (shading species), and late secondaries and climax (shaded species). In order to evaluate the performance of the species, we evaluated survival rate and development (growth rate and diameter at the plant base - DAS) of the seedlings planted. All the early species used had a good performance, both for the survival and growth rates, especially Citharexylum myrianthus, Schinus terebinthifolius and Trema micrantha. After early species shaded the degraded site, late species grew faster, as could be observed for Calophyllum brasiliense, Copaifera langsdorffii and Guarea guidonia, suggesting the successional model is effective in accelerating Forest regeneration. Jacaratia spinosa and Plathymenia foliolosa are late species which showed fast growth, as early species do, and may be classified as anthropogenic pioneer species. The model using indigenous tree species showed an excellent performance, both for survival and growth rates, and have a great potential to restablish ecological processes in degraded areas at the Reserva Biológica de Poço das Antas and in similar areas surrounding.
  • Plant community structure and function in a swamp forest within the Atlantic rain forest complex: a synthesis Article

    Scarano, Fabio Rubio

    Abstract in Portuguese:

    RESUMO Este artigo sintetiza uma década de pesquisas realizadas em um pântano pertencente ao complexo vegetacional atlântico no estado do Rio de Janeiro, Brasil. Eu proponho que este pântano é um ecossistema frágil, na medida em que seu funcionamento e sua diversidade são altamente dependentes da interação específica entre dois grupos funcionais: os geradores de sombra (árvores localmente raras) e os geradores de sítios seguros para germinação (bromélias terrestres). Esta conclusão se baseia num amplo conjunto de dados referentes à ecofisiologia, ecologia de populações e comunidades, e fitogeografia, que são revisados aqui. Eu discuto as implicações destes resultados para a conservação e restauração deste tipo de vegetação.

    Abstract in English:

    ABSTRACT This paper synthesises a decade of research on a swamp forest within the Atlantic forest complex in the state of Rio de Janeiro, Brazil. I propose that this swamp is a fragile ecosystem, since its diversity and functioning are highly dependent on a specific interaction between two functional groups: shade-providers (locally rare trees) and providers of safe germination sites (terrestrial bromeliads). This conclusion is based on a broad set of data regarding plant ecophysiology, population and community ecology and phytogeography, which I review here. I discuss the implications of these findings for conservation and restoration of swamps at the Atlantic forest complex.
  • Tree community structure of a lowland seasonally flooded Atlantic Forest at Poço das Antas Biological Reserve, Rio de Janeiro, Brazil Articles

    Carvalho, Fabrício Alvim; Nascimento, Marcelo Trindade; Braga, João Marcelo Alvarenga; Rodrigues, Pablo José Francisco Pena

    Abstract in Portuguese:

    RESUMO Este estudo teve por objetivo descrever a estrutura e composição florística arbórea de dois fragmentos naturais de florestas periodicamente inundadas na Reserva Biológica de Poço das Antas e compará-los a outros tipos florestais da região. Seis parcelas de 30 m x 20 m foram alocadas em cada fragmento. Todas as árvores (DAP ≥ 10 cm) foram amostradas. Os dois fragmentos, denominados ARI e CM, apresentaram estrutura muito similar. Ao todo foram amostradas 628 árvores pertencentes a 31 espécies e 16 famílias, com forte dominância de espécies heliófilas tolerantes à inundação, como Calophyllum brasiliense, Symphonia globulifera (Clusiaceae) e Tabebuia cassinoides (Bignoniaceae). Estas três espécies foram responsáveis por 73% do valor de cobertura em ARI e 67% em CM. Os índices de diversidade de espécies (H' = 1,75 e 1,99, para ARI e CM respectivamente) foram próximos aos de outras florestas inundáveis do sudeste brasileiro. Os fragmentos apresentaram elevada similaridade florística devido à dominância destas espécies heliófilas. Entretanto, a similaridade de espécies foi baixa em relação às florestas bem drenadas adjacentes. Aparentemente, o alagamento do solo é o maior fator regulador da composição florística desta vegetação.

    Abstract in English:

    ABSTRACT This study aimed to describe the tree structure and floristic composition of two seasonally flooded forests at Poço das Antas Biological Reserve and to compare these forests to other Atlantic Forest types in the region. Six plots of 30 m x 20 m were set up in each fragment. All trees (DBH ≥ 10 cm) were sampled. The fragments (ARI and CM) were structurally very similar. A total of 628 trees were sampled being distributed within 16 families and 31 species, with strong dominance of flooding tolerant heliophilous trees, such as Calophyllum brasiliense, Symphonia globulifera (Clusiaceae) and Tabebuia cassinoides (Bignoniaceae). This three species together accounted for 73% of cover value in ARI and 67% in CM. The species diversity (H' = 1,75 and 1,99, respectively to ARI and CM) can be considered to be within the values found for swamp forests in Southeastern Brazil. Both fragments showed high floristic similarity due to dominance of heliophilous trees. However, species similarity was low in comparison to adjacent well-drained Atlantic Forest. Soil flooding apparently was the major regulator factor of the floristic composition in this vegetation.
  • The use of plant resources in traditional communities close to the Reserva Biológica de Poço das Antas, Silva Jardim, Rio de Janeiro: A case study in the Gleba Aldeia Velha Articles

    Christo, Alexandre Gabriel; Guedes-Bruni, Rejan R.; Fonseca-Kruel, Viviane S. da

    Abstract in Portuguese:

    RESUMO São reunidas informações sobre uso de plantas numa comunidade rural, Gleba Aldeia Velha, nos arredores da Reserva Biológica de Poço das Antas (Silva Jardim, Rio de Janeiro), a partir de entrevistas com 19 moradores selecionados. Foram obtidas 549 citações de uso de 210 espécies, subordinadas a 74 famílias. Asteraceae, Leguminosae, Lamiaceae, Euphorbiaceae, Myrtaceae e Poaceae apresentam maiores riquezas. A categoria medicinal reúne o maior número de espécies utilizadas, as quais, em sua maioria, são cultivadas (71,9%). O índice de Shannon (H') obtido corresponde a 2,20, indicando que a comunidade detém um bom conhecimento sobre o uso de recursos vegetais. A extração seletiva, um dos fatores da redução das populações de espécies típicas às matas de baixada, como o ipê-tamanco (Tabebuia cassinoides) e o pau-pereira (Picramnia ciliata), restringe-se ao passado. O reconhecimento que a comunidade tem da importância da conservação dos remanescentes florestais da região, aliado ao conhecimento tradicional fixado constituem importantes instrumentos na estratégia de ações para uso sustentado destes recursos genéticos salvaguardados nas Unidades de Conservação e valorização das comunidades circunvizinhas.

    Abstract in English:

    ABSTRACT This paper describes the different uses of the plants found in the rural community, Gleba Aldeia Velha, located in the outskirts of the Poço das Antas Biological Reserve (Silva Jardim County, Rio de Janeiro). Selective interviewing was done with 19 different residents in order to obtain the data here presented. Of these intereviews, 549 different uses were cited of the 210 species, which are subordinate to 74 families. Asteraceae, Leguminosae, Lamiaceae, Euphorbiaceae, Myrtaceae and Poaceae were presented with the most frequency and richness. Medicinal plants, mainly cultivated, unite the majority of the species utilized (71.9%). The Shannon index (H') corresponds to 2.20 and indicates that the community is knowledgeable about the use of plant life. Selective removal, which is a factor in the reduction of native species in the lowland forests, such as ipê-tamanco (Tabebuia cassinoides) and pau-pereira (Picramnia ciliata), no longer exist today. The knowledge that the community has of the remaining forested areas of the region, along with traditional knowledge, constitute important instruments in the making of strategies for the conservation and sustained use of the genetic resources protected by the conservation areas and gives value to the communities nearby in the process.
  • Lauraceae of the Biological Reserve of Poço das Antas, Silva Jardim, Rio de Janeiro, Brazil Articles

    Quinet, Alexandre

    Abstract in Portuguese:

    RESUMO Este trabalho consta do estudo taxonômico das espécies de Lauraceae na Reserva Biológica de Poço das Antas, localizada no município de Silva Jardim, no estado do Rio de Janeiro, Brasil. A vegetação da Reserva é do tipo Floresta Pluvial Baixo - Montana com altitudes até 200 metros. Baseado nas coleções botânicas depositadas em vários herbários, especialmente nas do Instituto de Pesquisas do Jardim Botânico do Rio de Janeiro e em trabalho de campo, foram reconhecidas na Reserva 25 espécies subordinadas a nove gêneros. O tratamento da família compreende descrições morfológicas das espécies, comentários e ilustrações. São fornecidos, também, dados sobre a distribuição geográfica, habitat, nome popular, além de uma chave para a identificação das espécies ocorrentes na área.

    Abstract in English:

    ABSTRACT This paper presents the taxonomic study of the Lauraceae species of the Reserva Biológica de Poço das Antas, in the municipality of Silva Jardim, Rio de Janeiro State, Brazil. The vegetation is characterized as Low - Montane Atlantic Rain Forest, with altitudes until 200 m a.s.l. Botanical material deposited in several herbaria, particularly those of the Instituto de Pesquisas do Jardim Botânico do Rio de Janeiro, and field observations were made. This investigation detected the occurrence of 25 species in Reserve, distributed into nine genera. The treatment of the family includes morphologic description, comments and illustrations. It is also presented data on geographical distribution, habitat, common names, as well as an analytical key for species identification in the area.
  • Piperaceae of the Biological Reserve of Poço das Antas, Silva Jardim, Rio de Janeiro, Brazil Articles

    Guimarães, Elsie Franklin; Monteiro, Daniele

    Abstract in Portuguese:

    RESUMO O estudo taxonômico das Piperaceae da Reserva Biológica de Poço das Antas foi realizado com base em material herborizado, observações de campo e compreende chave para identificação, descrições e distribuição geográfica dos táxons. Comentários sobre a importância medicinal, dados fitoquímicos e uso são atribuídos a algumas espécies. Foram assinalados para esta Reserva 27 táxons, alguns pouco coletados para o estado do Rio de Janeiro, como Piper translucens, somente conhecido até então pelo material tipo. De um modo geral, os táxons nesta área preferem locais úmidos e sombrios, podendo também ser encontrados em áreas degradadas em pleno sol.

    Abstract in English:

    ABSTRACT The taxonomical study of the Piperaceae occurring in the Biological Reserve of Poço das Antas was carried out based on herbarium material, field observations and identification keys, descriptions and geographical distribution of the taxa are presented. Comments about the medicinal relevance, phytochemical data and use are given to some species. For this reserve 27 taxa were analyzed, some of them are poorly collected in the state of Rio de Janeiro, such as Piper translucens, wich was known so far by the type material. In general, the taxa in this area prefer humid and shady places, being also found in devastated areas and completed exposed to the sun.
  • Melastomataceae in Reserva Biológica de Poço das Antas, Silva Jardim, Rio de Janeiro, Brazil: floristic and taxonomic aspects Articles

    Baumgratz, José Fernando A.; Souza, Maria Leonor D'El Rei; Carraça, Danielle Carvas; Abbas, Bianca de Andrade

    Abstract in Portuguese:

    RESUMO Apresenta-se um estudo florístico para as Melastomataceae na Reserva Biológica de Poço das Antas, com enfoque na diversidade taxonômica e esta nas diferentes unidades vegetacionais que compõem a paisagem. Foram encontradas 34 espécies e uma variedade pertencentes a oito gêneros: Aciotis (1 sp.), Clidemia (5 spp.), Henriettea (1 sp.), Leandra (2 spp.), Miconia (15 spp. e 1 var.), Ossaea (2 spp.), Rhynchanthera (1 sp.) e Tibouchina (7 spp.). Esse trabalho representa o primeiro registro de ocorrência de 15 das espécies para a Reserva e para o município de Silva Jardim e o registro inédito de Clidemia dentata para o estado do Rio de Janeiro, além de identificar uma nova espécie de Clidemia. Apresenta-se uma chave analítica para a identificação das espécies, bem como descrições, ilustrações, dados de distribuição geográfica e comentários sobre particularidades morfológicas e nomenclaturais.

    Abstract in English:

    ABSTRACT It carries out a floristic study about Melastomataceae family in Poço das Antas Biological Reserve focusing on the taxonomic diversity and ecological aspects of the group in the different vegetation units that forming the landscape. Eight genus, 34 species and one variety were found: Aciotis (1 sp.), Clidemia (5 spp.), Henriettea (1 sp.), Leandra (2 spp.), Miconia (15 spp. and 1 var.), Ossaea (2 spp.), Rhynchanthera (1 sp.) and Tibouchina (7 spp.). This is the first record of 15 species to the municipality of Silva Jardim and Clidemia dentata to the Southeastern region of Brazil, besides to identify a new species of Clidemia. It also presents an analytical key for the identification of the species, as well as descriptions, illustrations, geographical distribution and comments about the specimens in the environment and some morphological and nomenclatural particularities.
  • Smilacaceae in the Biological Reserve of Poço das Antas, Rio de Janeiro, Brazil Articles

    Andreata, Regina Helena Potsch

    Abstract in Portuguese:

    RESUMO O estudo taxonômico das Smilacaceae na Reserva Biológica de Poço das Antas foi realizado com base em material herborizado, depositado no herbário do Instituto de Pesquisas Jardim Botânico do Rio de Janeiro e compreende chave para identificação, descrições e distribuição geográfica dos táxons, além de comentários. São assinaladas para esta Reserva nove espécies, incluindo algumas representadas ainda por poucas coleções no estado do Rio de Janeiro como Smilax japicanga Griseb. e S. stenophylla A.DC. De um modo geral os táxons, nesta área, ocorrem em floresta de baixada ou de morrotes.

    Abstract in English:

    ABSTRACT The taxonomic study of the Smilacaceae occurring in the Biological Reserve of Poço das Antas was developed based on herbarium material of Research Institute Rio de Janeiro Botanical Garden and comprises identification key, descriptions, geographic distribution of the taxa and comments. For this Reserve nine taxa were analysed, some with few collections from the state of Rio de Janeiro such as Smilax japicanga Griseb. and S. stenophylla A.DC. In general the taxa occur in this area are found in low-hill forest or lowland forest.
  • Vochysiaceae in Biological Reserve of Poço das Antas, Silva Jardim, Rio de Janeiro, Brazil Articles

    Vianna, Maria Célia

    Abstract in Portuguese:

    RESUMO É apresentado o estudo da família Vochysiaceae na Reserva Biológica de Poço das Antas, Silva Jardim, Rio de Janeiro. São encontradas na área três espécies: Qualea jundiahy Warm., Vochysia bifalcata Warm. e V. gummifera Warm. São apresentados chave de identificação, descrições, ilustrações das espécies, dados de distribuição geográfica, floração e frutificação.

    Abstract in English:

    ABSTRACT A study of the family Vochysiaceae in Biological Reserve of Poço das Antas, Silva Jardim, Rio de Janeiro, is presented. Three species are found in the area: Qualea jundiahy Warm., Vochysia bifalcata Warm. and V. gummifera Warm. A key to the taxa and descriptions are provided, as well as informations about their phenology and geographical distribution. The taxa are illustrated as to habit.
Instituto de Pesquisas Jardim Botânico do Rio de Janeiro Rua Pacheco Leão, 915 - Jardim Botânico, 22460-030 Rio de Janeiro, RJ, Brasil, Tel.: (55 21)3204-2148, Fax: (55 21) 3204-2071 - Rio de Janeiro - RJ - Brazil
E-mail: rodriguesia@jbrj.gov.br