Biota Neotropica, Volume: 2, Issue: 2, Published: 2002
  • Ciência e comunicação da ciência Editorial

    Vogt, Carlos
  • Carbon Sequestration: what really matters? - A reply to Buckeridge & Aidar Point Of View

    Mattos, Eduardo Arcoverde de; Scarano, Fábio Rubio

    Abstract in Portuguese:

    Esta é uma resposta ao Ponto de Vista de Buckeridge & Aidar (2002) sobre a possível utilidade de organismos modificados geneticamente para aumentar o sequestro de carbono atmosférico e de Terapia Gênica Vegetal, particularmente em florestas tropicais chuvosas, como futuras ferramentas para reduzir dióxido de carbono em excesso na atmosfera. Nós defendemos o argumento que as alternativas apresentadas naquele artigo não devem ser tratadas como prioridades científicas ou políticas, uma vez que pecam por não considerarem importantes aspectos ecológicos e sócio-políticos, tais quais imprevisibilidade ecológica, a existência de um grande potencial de sequestro de carbono por plantas nativas não-manipuladas, e a relevância da soberania científica e política no que se refere ao tema das mudanças globais.

    Abstract in English:

    This is a reply to Buckeridge & Aidar's (2002) Point of View on the possible usefulness of GMOs (genetically modified organisms) built to increase carbon sequestration, and Plant Gene Therapy (PGT), particularly in rain forests, as future tools to reduce excessive atmospheric CO2. We argue that the alternatives to carbon sequestration they presented should not be treated as scientific or political priority, since their arguments have major ecological and socio-political flaws, such as ecological unpredictability, the existence of an already high potential for carbon sequestration by native non-manipulated plants, and the relevance of scientific and political sovereignty in regard to the global change issue.
  • A terceira margem do rio a experiência de traduzir textos científicos sobre biodiversidade como material de educação ambiental de vocação biodiversa Pontos De Vista

    Brandão, Carlos Rodrigues; Oliveira, Haydée Torres de

    Abstract in Portuguese:

    A quem dirijo o que pesquiso e quem lê o que eu escrevo? Imaginemos por um momento as águas calmas e verde-azuladas de um remanso no rio que, inspirado no conto de João Guimarães Rosa, nos acompanhará aqui como uma boa imagem. Podemos imaginar agora uma pedra, não muito grande e arredondada, atirada de longe por alguém no meio de suas águas calmas. Que esta seja uma metáfora proveitosa a um convite a pensar as dimensões de algumas possíveis respostas à dupla pergunta: "a quem dirijo o que pesquiso e quem lê o que eu escrevo?". Entre a solidão da pedra em seu vôo antes de cair nas águas, e as ondas concêntricas que ela criará ao mergulhar até o fundo do rio, podemos desenhar uma seqüência de círculos de interlocutores de documentos de original vocação científica. Este exercício, pouco proveitoso em outras situações, será oportuno aqui, pois ele ajuda a estabelecer uma compreensão um tanto mais ordenada a respeito da questão das dimensões da acolhida de leitura e de intenções de proveito de trabalhos resultantes da investigações do Programa BIOTA/FAPESP, realizadas ou ainda em processo. Serve também a qualificar critérios para as múltiplas alternativas de uma possível interação entre elas e a educação ambiental . Inseridos como educadores em um cenário de operações realizadas com absoluta predominância dentro ou através da universidade, nós nos imaginamos como uma espécie de ponte, de cobertura de intervalos entre a produção científica especializada - tal como a que configura os projetos específicos do BIOTA e os seus diferentes interlocutores/usuários envolvidos, dentro e fora da academia, com algum tipo de trabalho associado aos fundamentos do Programa, e considerados como diferentes tipos de educadores ambientais. De um ponto de vista bastante ampliado, nós os reconhecemos como educadores identificados em uma destas categorias: profissionais (professores universitários e/ou de outros níveis de ensino da rede pública ou particular); alternativos (os diversos tipos de integrantes de ONGs ambientalistas ou participantes outras agências, públicas ou civis, devotadas a atividades locais sistemáticas de cunho ambiental); em formação (como os futuros integrantes de nossos cursos). Queremos considerar este conjunto de trabalho científico, pedagógico e ambientalista, realizado em vários planos e direções, como um sistema integrado de educação ambiental. Em seu interior e ao longo de sua trajetória, as atividades de pesquisa científica deságuam em uma vocação organicamente pedagógica, da mesma maneira como as iniciativas propriamente pedagógicas deverão se constituir como momentos privilegiados de construção de conhecimentos, logo, de alguma estilo reconhecido de investigação científica nos intervalos de conexão entre as ciências naturais - como as que configuram a quase totalidade dos projetos do Programa - e as da pessoa humana, da sociedade e da cultura, como as que pretendemos fazer interagirem em, através de e como diferentes momentos da educação ambiental aqui proposta. Saber como fazer isto, e como tornar nossa proposta um modelo multiplicável de interação entre a pesquisa, a docência, a intervenção comunitária e a elaboração proveitosa de material didático a partir da produção científica direta, haverá de ser o nosso primeiro aprendizado.
  • Mite diversity (Arthropoda: Acari) on Euphorbiaceous plants in three localities in the state of São Paulo Articles

    Zacarias, Mauricio Sergio; Moraes, Gilberto José de

    Abstract in Portuguese:

    Há muitos relatos do importante papel de remanescentes de vegetação naturais na preservação da diversidade de inimigos naturais de artrópodes pragas. Plantas da família Euphorbiaceae são comuns em ecossistemas naturais e regenerados no Estado de São Paulo. Essas plantas podem agir como reservatórios de ácaros fitófagos e seus respectivos inimigos naturais, também encontrados em plantas cultivadas da mesma família. O objetivo do presente trabalho foi estudar a diversidade de espécies de ácaros em euforbiáceas de três regiões do Estado de São Paulo, e comparar a similaridade entre essas regiões em relação à composição da fauna de ácaros que elas abrigam. Um total de 31.603 ácaros pertencentes a 105 espécies em 74 gêneros e 16 famílias foram coletados. Vinte e uma dessas espécies pertencem a famílias compostas essencialmente por organismos fitófagos (Diptilomiopidae, Eriophyidae, Tenuipalpidae e Tetranychidae) e 43, a famílias compostas essencialmente por organismos predadores (Ameroseiidae, Ascidae, Cheyletidae, Cunaxidae, Eupalopsellidae, Stigmaeidae e Phytoseiidae). As espécies restantes pertencem a famílias compostas por espécies de hábitos alimentares diversos ou inadequadamente conhecidos, as quais são categorizadas neste estudo como "generalistas" (Acaridae, Eupodidae, Tarsonemidae, Tydeidae e Winterschmidtiidae). As plantas consideradas no estudo foram classificadas em dois grupos de acordo com a fauna de ácaros que abrigam. Plantas do Grupo 1 tiveram em média diversidade, uniformidade e riqueza de espécies mais altas que o Grupo 2. A única espécie comumente explorada comercialmente que foi considerada neste estudo, a seringueira, teve alta similaridade com as plantas restantes da mesma localidade em que foram encontradas, indicando um fluxo de ácaros entre as plantas consideradas no estudo. Nenhum dos ácaros praga mais importantes em seringueiras foi encontrado nas demais euforbiáceas consideradas neste estudo. O resultado deste estudo pode ajudar na seleção de prováveis ácaros predadores para serem testados em projetos de controle biológico aplicado para o controle dos principais ácaros praga em seringueiras.

    Abstract in English:

    Patches of natural vegetation have been reported to play an important role in the preservation of diversity of natural enemies of pest arthropods. Euphorbiaceous plants are common in natural and regenerated ecosystems in the State of São Paulo. Those plants may act as reservoirs of phytophagous mites and their respective natural enemies, both of which are also found on cultivated plants of the same family. The objective of the work reported in this paper was to study the diversity of mite species on euphorbiaceous plants in three regions of the State of São Paulo, and to compare the similarities between those regions in relation to the composition of the mite fauna they harbor. A total of 31,603 mites belonging to 105 species in 74 genera and 16 families were collected. Twenty one of those species belong to families composed essentially of phytophages (Diptilomiopidae, Eriophyidae, Tenuipalpidae and Tetranychidae) and 43, to families composed essentially of predaceous organisms (Ameroseiidae, Ascidae, Cheyletidae, Cunaxidae, Eupalopsellidae, Stigmaeidae and Phytoseiidae). The remaining species belong to families composed of species with diverse or inadequately known feeding habits, which are here categorized as "generalists" (Acaridae, Eupodidae, Tarsonemidae, Tydeidae and Winterschmidtiidae). The plants considered in the study were classified in two groups according to the mite fauna they harbor. Plants of the Group 1 had on the average higher diversity, uniformity and species richness than the Group 2. The only species commonly exploited commercially that was considered in this study, the rubber tree, had high similarity with the remaining plants of the same locality in which they were found, indicating a flux of mites between the plants considered in the study. None of the most important mite pests of rubber trees was found on other euphorbiaceous plants considered in this study. The result of this study may help in the selection of prospective predaceous mites to be tested in applied biological control projects for the control of the major mite pests on rubber tree.
  • Outcrossing rates of a natural population of Cryptocarya moschata Nees (Lauraceae) Artigos

    Moraes, Pedro Luís Rodrigues de; Monteiro, Reinaldo

    Abstract in Portuguese:

    O sistema de cruzamento da espécie arbórea de dossel da Mata Atlântica brasileira, Cryptocarya moschata, foi estudado a partir de material proveniente do Parque Estadual Carlos Botelho, São Miguel Arcanjo, São Paulo, Brasil. As taxas de cruzamento foram determinadas através de marcadores alozímicos obtidos de plântulas germinadas de coortes de sementes coletadas de 35 árvores. O valor médio da taxa de cruzamento de equilíbrio (estimador indireto) foi t^eq = 0.51. As estimativas das taxas de cruzamento uniloco e multilocos (estimadores diretos) foram t^s = 0.725± 0,041 e t^m = 0,884 ± 0,034, respectivamente, indicando um sistema de cruzamento predominantemente alogâmico. As taxas de cruzamento de árvores individuais variaram de 27 a 100 ( x¯ = 87,8) porcento, a partir de t^m calculado com as freqüências gênicas de pólen mantidas constantes ao nível populacional. A partir do modelo de "par de irmãos" (modelo de cruzamento correlacionado) de Ritland, a correlação entre duas progênies irmãs oriundas de autofecundação (r^s) e a correlação entre duas progênies irmãs oriundas de paternidade por exocruzamento (r^p) foram 35,7% e 99,0%, respectivamente. Esses resultados corroboram o fato de haver variação nas taxas de autocruzamento entre as diferentes árvores, podendo também indicar que quando há endogamia, a maior parte das sementes nas árvores são provavelmente irmãs-germanas.

    Abstract in English:

    The mating system of the canopy Brazilian Atlantic rain forest tree Cryptocarya moschata was studied at Parque Estadual Carlos Botelho, São Miguel Arcanjo, São Paulo, Brazil. Outcrossing rates were determined through electrophoretic allozyme markers from seedlings germinated of seed cohorts collected from 35 trees. An indirect estimate of the outcrossing rate at equilibrium gave a mean of t^eq = 0.51. Direct single locus and multilocus outcrossing rate estimates were t^s = 0.725 ± 0.041 and t^m = 0.884 ± 0.034, respectively, indicating a predominant outcrossing mating system. Individual trees outcrossing rates ranged from 27 to 100 (x¯ = 87.8) percent, from t^m calculated by holding the population pollen allele frequency constant for each family. From Ritland's "sibling-pair" model (correlated mating model), correlation of selfing (r^s) and correlation of outcrossing paternity (r^p) were 35.7% and 99.0%, respectively. These results corroborate the fact that there is variation in selfing rates among different trees, but it may also have indicated that when there is inbreeding, most seeds in the trees are likely to be full-sibs.
  • Levantamento das cargas orgânicas lançadas nos rios do estado de São Paulo Artigos

    Martinelli, Luiz Antonio; Silva, Alexandre Marco da; Camargo, Plínio Barbosa de; Moretti, Luiz Roberto; Tomazelli, Andréa Cristina; Silva, Daniela Mariano Lopes da; Fischer, Evandro Gaiad; Sonoda, Kathia Cristhina; Salomão, Marcos S. M. B.

    Abstract in Portuguese:

    Os parâmetros: volume de esgoto gerado, volume de esgoto tratado, cargas poluidoras domiciliar potencial e remanescente, cargas equivalentes de carbono e nitrogênio foram estimados neste estudo a partir dos dados populacionais do censo 2000 do IBGE para todos os municípios do Estado de São Paulo bem como as bacias hidrográficas dos rios Piracicaba, Mogi-Guaçu, Turvo, Peixe, Aguapeí, São José dos Dourados, Itapetininga, Apiaí, Taquari e Paranapanema,. Para essas estimativas foram levados em consideração o nível de atendimento das populações pela existência de redes coletoras de esgoto e a existência ou não de algum tipo de tratamento de esgoto em cada município do Estado. Todas essas estimativas encontram-se disponíveis em www.cena.usp.br/biota. Apesar da preocupação histórica do Governo Paulista com saneamento básico, somente 17% do esgoto gerado no Estado sofre algum tipo de tratamento prévio. Portanto, a carga domiciliar remanescente é extremamente elevada. Esse aporte extra de matéria orgânica causa mudanças profundas nos corpos hídricos receptores. Dentre as bacias hidrográficas acima citadas, a bacia do rio Piracicaba é a mais severamente afetada por despejos de esgoto doméstico, seguida pelas bacias dos rios Mogi e Turvo. Por outro lado, as bacias do Alto Paranapanema (Itapeteninga, Apiaí, Taquari e Paranapanema) são as menos afetadas.

    Abstract in English:

    Based on population data provided by the 2000 IBGE census, the volume of domestic sewage, the volume of treated sewage, the potential and remnant domestic sewage loads and the equivalent carbon and nitrogen loads were estimated for each one of the 645 counties of the São Paulo State and for the catchments of the rivers Piracicaba, Mogi-Guaçu, Turvo, Peixe, Aguapeí, São José dos Dourados, Itapetininga, Apiaí, Taquari, and Paranapanema. In order to estimate these parameters the existence of sewage collecting system, and the existence of any kind of sewage treatment in each county of the State were taken into account. The database generated in this study may be found at www.cena.usp.br/biota. Despite of the historical attempts of the São Paulo State government in treating sewage, only 17% of the sewage volume produced in the State has some type of treatment before it is launched to rivers. Consequently, the load of untreated sewage is indeed very large. This input of extra organic matter causes severe alterations in water bodies. Among the catchments we have analyzed the Piracicaba River basin is the most affected by domestic sewage, followed by Mogi-Guaçu and Turvo basins. On the other hand, the basins of the rivers Itapeteninga, Apiaí, Taquari and Paranapanema are the least affected.
  • Feeding ecology of the maned wolf, Chrysocyon brachyurus (Illiger, 1815) (Mammalia: Canidae), in the Ecological Station of Itirapina, São Paulo state, Brazil Articles

    Bueno, Adriana de Arruda; Belentani, Sonia Cristina da Silva; Motta-Junior, José Carlos

    Abstract in Portuguese:

    A dieta do lobo-guará ( Chrysocyon brachyurus) foi estudada entre 1998 e 2002 na Estação Ecológica de Itirapina, Estado de São Paulo, incluindo estimativas de número de presas e biomassa ingerida. Um total de 325 amostras fecais foi coletado na área de estudo. A espécie pode ser considerada onívora, com uma dieta variada incluindo 68 espécies ou morfo-espécies de frutos e animais. Os tatus (Dasypodidae), fruta-de-lobo ( Solanum lycocarpum) e pequenos mamíferos (principalmente Clyomys bishopi) constituíram a base da dieta, com 72,8% do total de biomassa consumida (185.323,4 g). Por outro lado, em termos de freqüência de ocorrência, apenas os pequenos mamíferos e outros frutos compreenderam 43,4% do total de ocorrências (N = 1.054). Presas animais entre 0,01 e 0,1 Kg foram as mais consumidas, representando 44,2 % do total de 507 indivíduos capturados. O lobo-guará apresenta oportunismo sazonal pelo menos para frutos e insetos, a julgar pela variação no consumo desses itens nas diferentes estações do ano. O alto consumo de frutos e animais provenientes do cerrado deve ser levado em conta em planos futuros de manejo da espécie.

    Abstract in English:

    The feeding ecology of the maned wolf (Chrysocyon brachyurus) was studied from 1998 to 2002 in the Ecological Station of Itirapina, São Paulo State, southeastern Brazil, including estimates of prey number and biomass consumption. A total of 325 faecal samples was collected in the area. The species is omnivorous, with a broad diet including 68 species or morphospecies of fruits and animals. Armadillos (Dasypodidae), wolf's fruit (Solanum lycocarpum) and small mammals (mostly Clyomys bishopi) were the bulk of the diet, comprising 72.8 % of the total estimated biomass consumed (185,323.4 g). In terms of frequency of occurrence, on the other hand, only small mammals and other miscella-neous fruits yielded 43.4 % of the total occurrences (N = 1,054). Animal prey ranging from 0.01 and 0.1 Kg were the most captured category, resulting in 44.2 % of 507 captured animals. The maned wolf seems to be seasonally opportunistic, at least for fruits and insects, as indicated by the variation of the consumption of these items along the year. The higher consumption of fruits and animals characteristic of savannah can be an important factor to consider in future management plans for the species.
  • On the occurrence of scyphozoan ephyrae (Cnidaria, Scyphozoa, Semaeostomeae and Rhizostomeae) in the southeastern Brazilian coast Articles

    Tronolone, Valquiria Baddini; Morandini, André Carrara; Migotto, Alvaro Esteves

    Abstract in Portuguese:

    A ocorrência de éfiras de cifozoários das ordens Semaeostomeae e Rhizostomeae é registrada pela primeira vez para a costa brasileira. Os espécimes, coletados com arrastos de plâncton no Canal de São Sebastião e no Sistema estuarino-lagunar de Cananéia, são: Chrysaora lactea (Semaeostomeae), Phyllorhiza punctata (Rhizostomeae), e uma espécie não identificada de Pelagia (Semaeostomeae). Uma tabela, com todas as espécies de cifozoários com ciclo de vida conhecido, é apresentada.

    Abstract in English:

    The occurrence of ephyrae of the scyphozoan orders Semaeostomeae and Rhizostomeae is reported for the first time for the Brazilian coast. The specimens, caught in plankton tows in the São Sebastião Channel and the Cananéia lagoon estuarine system, are: Chrysaora lactea (Semaeostomeae), Phyllorhiza punctata (Rhizostomeae), and an unidentified species of Pelagia (Semaeostomeae). A table with all species of scyphozoan with the known life cycle is provided.
  • Experiments in nature and laboratory observations with Nausithoe aurea (Scyphozoa: Coronatae) support the concept of perennation by tissue saving and confirm dormancy Articles

    Silveira, Fábio Lang da; Jarms, Gerhard; Morandini, André Carrara

    Abstract in Portuguese:

    Estefanocifístomas de Nausithoe aurea no Estado de São Paulo, Brasil (em águas subtropicais do Atlântico Sul ocidental), foram realocados com os seus substratos na natureza para estudar a sobrevivência em séries controle e experimental - isto é, os pólipos na posição original e invertidos e em cada série pólipos expostos e enterrados. Verificamos que N. aurea sobrevive por 13 meses na natureza, entre 1/3 - 1/4 de 268 estefanocifístomas como pólipos normais capazes de alimentação, por segmentação produz planulóides e rejuvenesce o pólipo - uma explicação adicional para a ocorrência agregada dos estefanocifístomas solitários. Tecidos vivos dormentes dentro da periderme do tubo foram considerados como estágios de quietação. Os resultados reforçam a idéia de que os coronados em geral têm a capacidade de conservar todo o tecido vivo e de transformá-lo durante o estágio séssil mais econômico energeticamente - o pólipo perene.

    Abstract in English:

    Stephanocyphistomae of Nausithoe aurea from São Paulo State, Brazil (in subtropical western South Atlantic wa-ters), were relocated with their substrata in nature to study their survivorship under control and and experimental series - i.e. the polyps in the original orientation and inverted, and in each series exposed and buried polyps. We found that N. aurea survives over 13 months in nature, between 1/3 - 1/4 of 268 stephanoscyphistomae as normal feeding polyps, by segmentation produces planuloids and rejuvenates the polyps - an additional explanation for clustering of the solitary stephanocyphistomae. Dormant living tissues within the periderm of the tube were considered resting stages. The results support the concept that coronates in general have the capacity to save all living tissue and transform it to the energy saving sessile stage - the perennial polyp.
  • Taxonomy of Ophiuroidea (Echinonermata) from the continental shelf and slope of the southern and southeastern Brazilian coast Articles

    Borges, Michela; Monteiro, Ana Maria Gouveia; Amaral, Antonia Cecília Zacagnini

    Abstract in Portuguese:

    Este estudo foca os ofiuróides coletados durante o Programa de Avaliação do Potencial Sustentável dos Recursos Vivos da Zona Econômica Exclusiva (REVIZEE), Score Sul/Bentos, nos estados de Rio de Janeiro (Baía de Ilha Grande), São Paulo, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul (Tramandaí) (24° 07.113' S e 29° 48.500' S; e 43° 46.759' W e 49° 06.800' W). As amostras foram coletadas na plataforma e talude continental (60-810 m de profundidade) usando os seguintes equipamentos: van Veen, "box corer" e uma draga retangular. Os indivíduos foram identificados, medidos e fotografados em um estereomicroscópio e um microscópio eletrônico de varredura. Séries de crescimento das espécies com mais de 10 exemplares foram analisadas. Do total de 5044 indivíduos, foram identificadas e descritas 29 espécies pertencentes a sete famílias, sendo que as mais abundantes foram Ophiura ljungmani e Ophiomisidium pulchellum, representando 79,7 % do total amostrado. A análise e descrição das espécies assim como a organização das séries de crescimento, permitiram constatar que algumas estruturas morfológicas utilizadas para a identificação do grupo permanecem inalteradas durante toda vida do organismo, enquanto outras passam por alterações. Foram registradas duas ocorrências novas para a costa brasileira: Ophiostriatus striatus e Amphilimna mirabilis. A fauna de ofiuróides está constituída tanto por espécies com ampla distribuição na costa brasileira, como Ophiothrix angulata e Amphipholis squamata, quanto por aquelas com ocorrência restrita a determinadas regiões, como Ophioleptoplax brasiliana e Nudamphiura carvalhoi. A maioria das espécies foi amostrada dentro dos limites batimétricos já registrados para cada uma delas.

    Abstract in English:

    This study focuses on the ophiuroids collected during the Programme of Evaluation of the Living Resources of the Exclusive Economic Zone for the Brazilian coast (REVIZEE), South Score/Benthos, in the states of Rio de Janeiro (Ilha Grande Bay), São Paulo, Paraná, Santa Catarina and Rio Grande do Sul (Tramandaí) (24° 07,113' S and 29° 48,500' S; and 43° 46,759' W and 49° 06,800' W). Samples were collected on the continental shelf and slope (60-810 m) using the following equipment: van Veen, box corer and a rectangular dredge. Individuals were identified, measured and photo-graphed under a stereomicroscope and a scanning electron microscope. Growth series of the species that contributed with more than 10 individuals were analysed. A total of 5044 individuals were collected and were represented by 29 species, which belonged to seven families. The most abundant species were Ophiura ljungmani and Ophiomisidium pulchellum, which represented 79.7% of the total number of individuals. The analyses and description of species as well as the organization of the growth series allowed the verification that some characteristics of morphological structures used for the identification of the group remain unaltered throughout the life of the organism, whilst others undergo alterations. We recorded two new occurrences for the Brazilian coast: Ophiostriatus striatus and Amphilimna mirabilis. The ophiuroid fauna is composed of species with wide distribution along the Brazilian coast, such as Ophiothrix angulata and Amphipholis squamata, species with occurrence restricted to certain areas, such as Ophioleptoplax brasiliana and Nudamphiura carvalhoi. Most species were collected within the bathymetry limits previously described for them.
  • Genetic structure of natural populations of Cryptocarya aschersoniana Mez (Lauraceae) through isozyme markers Artigos

    Moraes, Pedro Luís Rodrigues de; Derbyshire, Maria Teresa Vitral de Carvalho

    Abstract in Portuguese:

    Pela análise de 39 locos isoenzimáticos polimórficos, estimaram-se as freqüências alélicas referentes a 267 indivíduos de 12 populações naturais de Cryptocarya aschersoniana provenientes de Florestas de Planalto do estado de São Paulo e sul de Minas Gerais, Brasil. Foram obtidas estimativas das estatísticas F de Wright pelo método da análise da variância para estimação não viesada dos parâmetros correspondentes F=F IT, θ P =F ST e f=F IS. Os valores médios obtidos de F^ resultaram em 0,552 < 0,415 < 0,275; os de θ^P foram 0,395 < 0,335 < 0,279; e os de f^ sendo 0,292 < 0,119 < -0,039. Esses resultados indicaram que os indivíduos dentro das populações devem ser panmíticos e que a diversidade entre populações foi bastante alta, sendo superior à que poderia se esperar para famílias com estruturação de irmãos-germanos. Calculando-se θ^P com as populações tomadas duas a duas, testou-se o modelo de isolamento pela distância que se mostrou inadequado para explicar a divergência encontrada entre as populações. O fluxo gênico estimado de 0,4 indivíduos por geração corroborou a pronunciada diferenciação populacional. Devido aos valores insignificantes encontrados de fˆ @ F^IS, o tamanho efetivo de variância de cada população foi equivalente ao número de indivíduos amostrados. Sob um contexto metapopulacional, considerando-se as 12 populações amostradas para a espécie, o tamanho efetivo populacional foi de 15,4 indivíduos (5,77%) para o total amostrado, indicando que a amostragem de diferentes populações deve ser uma estratégia importante para seu manejo.

    Abstract in English:

    Through the analysis of 39 polymorphic allozyme loci, allele frequencies were estimated from 267 individuals of 12 natural populations of Cryptocarya aschersoniana native to "Planalto forests" of the state of São Paulo and south of Minas Gerais, Brazil. Estimates of Wright's F statistics were computed through the analysis of variance for obtaining unbiased estimation of corresponding parameters F=F IT, θ P =F ST and f=F IS. Average values of F^ were 0.552 < 0.415 < 0.275; those of θ^P were 0.395 < 0.335 < 0.279; and those of f^ were 0.292 < 0.119 < -0.039. These results indicated that individuals within populations might be panmitic, and that the diversity among populations was fairly high, being superior to what would be expected for groups of plants having a full-sib family structure. From estimates of θ^P obtained for populations taken two at a time, the model of isolation by distance was employed and it has shown to be inadequate for explaining the divergence found among populations. The estimated gene flow of 0.4 migrants per generation corroborated the pronounced populational differentiation. Due to negligible fˆ @ F^IS values found, the variance effective size for each population was equivalent to its sampling number. Under a metapopulation context, considering the 12 populations sampled for the species, the effective population size was 15.4 individuals (5.77%) for the total sampled, indicating that sampling of different populations should be an important strategy for their management.
  • Alimentação dos peixes em um riacho do Parque Estadual Morro do Diabo, bacia do Alto Rio Paraná, sudeste do Brasil Artigos

    Casatti, Lilian

    Abstract in Portuguese:

    Neste estudo foi investigada a estrutura trófica de uma comunidade de peixes de um riacho de primeira ordem na bacia do Alto Rio Paraná, empregando métodos habituais de análise da dieta combinados com observações naturalísticas. Três trechos do Córrego São Carlos foram estudados. Foram coletadas 18 espécies de peixes, pertencentes a cinco ordens e dez famílias. A análise de 299 estômagos mostrou que 70% dos itens alimentares são autóctones, 24% alóctones e 6% material de origem não identificada. Dezoito pares de espécies (33%) apresentaram sobreposição alimentar significativa, porém esta sobreposição não necessariamente indica competição em razão da segregação espacial e temporal observada na captura do alimento. Três guildas alimentares foram determinadas. Os invertívoros incluíram Astyanax altiparanae, Moenkhausia sanctaefilomenae e Oligosarcus pintoi, que apresentaram predominância de itens alóctones, e Rhamdia quelen, Trichomycterus sp., Corydoras aeneus e Crenicichla britskii, com predominância de itens autóctones. Neste grupo A. altiparanae e M. sanctaefilomenae são catadores de itens na coluna d´água, R. quelen é um predador oportunista bentônico, Trichomycterus sp. e C. aeneus são especuladores de substrato, O. pintoi e C. britskii são predadores de emboscada. Os onívoros com tendência à herbivoria foram representados por Phalloceros caudimaculatus, que se alimentou principalmente de algas. Os perifitívoros incluíram Hisonotus sp., Hypostomus nigromaculatus e Hypostomus ancistroides, pastadores com dieta composta principalmente por diatomáceas, clorofíceas e matéria orgânica. Os resultados aqui encontrados indicam que a comunidade de peixes no Córrego São Carlos se mostra estruturada em nível espacial, temporal e trófico, apresentando uso partilhado dos recursos alimentares disponíveis. O acréscimo de espécies em cada categoria trófica ao longo do riacho possivelmente é um reflexo da crescente heterogeneidade longitudinal de micro-hábitats na área, disponibilizando sítios de alimentação adicionais.

    Abstract in English:

    The trophic structure of a fish assemblage in a first order stream in the upper Paraná River basin was investigated using standard methods of diet analysis and underwater observations utilizing snorkeling. Three stretches of the Córrego São Carlos were studied. Eighteen fish species belonging to five orders and ten families were captured. The stomach analysis of 299 fishes revealed that 70% of the food items are autochthonous, 24% allochthonous, and 6% material of unidentifiable origin. Eighteen pairs of species (33%) showed significant feeding overlap, though this overlap does not necessarily indicate competition given the temporal and spatial segregation during foraging. Three feeding guilds were found. The invertivores included Astyanax altiparanae, Moenkhausia sanctaefilomenae, and Oligosarcus pintoi, whose diet demonstrated a predominance of allochthonous items, and Rhamdia quelen, Trichomycterus sp., Corydoras aeneus, and Crenicichla britskii, that had a predominance of autochthonous items in their diets. In this group, A. altiparanae and M. sanctaefilomenae are drift feeders, R. quelen is a benthic opportunistic predator, Trichomycterus sp. and C. aeneus are grubbers, and O. pintoi and C. britskii are ambush predators. The omnivore with a tendency to herbivory is represented by Phalloceros caudimaculatus, which feeds mainly on algae. The periphitivores included Hisonotus sp., Hypostomus nigromaculatus, and H. ancistroides that are grazers with a diet composed mostly of diatoms, clorophyts, and organic matter. The results indicated that the fish assemblage in the Córrego São Carlos is structured at spatial, temporal, and trophic levels, and shows partitioning of the food resources. The addition of the fish species in each trophic guild along the stream is possibly due to the longitudinal increase of microhabitats that makes available more feeding sites.
  • Comparative morphological study and phylogeny of representatives of the superfamily Calyptraeoidea (including Hipponicoidea) (Mollusca, Caenogastropoda) Taxonomic Reviews

    Simone, Luiz Ricardo L.

    Abstract in Portuguese:

    Com o objetivo de testar a monofilia dos Calyptraeoidea e obter seu "plano básico", um estudo morfológico detalhado é desenvolvido nas seguintes espécies: a) Família Calyptraeidae, 1) Bostrycapulus aculeatus (Gmelin) (previamente Crepidula); 2) Crepidula aff. plana Say; 3) C. protea Orbigny (todos do Brasil); 4) C. aff. protea (da Argentina) (publicada em outro artigo); 5) C. convexa Say (da Venezuela); 6) C. fornicata (L.) (da Europa); 7) Calyptraea centralis (Conrad) (do Brasil); 8) Crucibulum auricula (Gmelin) (da Venezu-ela); 9) Cr. quiriquinae (Lesson) (do Chile); 10) Trochita trochiformis (Born) (do Chile); 11) Sigapatella calyptraeformis (Lam.) (da Nova Zelândia, previamente Calyptraea); b) Família Hipponicidae, 12) Hipponix costellatus Carpenter (previamente H. grayanus); 13) H. subrufus (Lam.); 14) H. incurvus (Gmelin) (previamente Capulus incurvatus) (estes 3 do NE Brasil); 15) H. grayanus Menke (do México e Equador); 16) H. leptus n. sp. (N.E. Brasil); 17) Sabia conica (Schumacher); 18) Malluvium devotus (Hedley) (ambos da Austrália); 19) Cheilea equestris (L.) (N.E. Brasil); c) Família Capulidae, 20) Capulus sycophanta Garrard (Austrália); d) Família Trichotropidae, 21) Trichotropis cancellata Hinds (W. USA); 22) T. borealis Broderip & Sowerby (N. Atlântico); 23) T. sp. (Alaska); e) Família Vanikoridae, 24) Vanikoro sp. (Austrália). Uma análise filogenética fundamentada em 112 caracteres (177 estados) é realizada, baseada na morfologia de todos os órgãos e sistemas. A única árvore obtida é a seguinte: ((Trichotropis cancellata - T. borealis) (Capulus sycophanta (Vanikoro sp ((Cheilea equestris (Sabia conica (Malluvium devotus ((Hipponix grayanus - H. leptus) (H. incurvus (H. costellatus - H. subrufus)))))) (Sigapatella calyptraeformis (Trochita trochiformis (Calyptraea centralis ((Crucibulum auricula - Cr. quiriquinae) (Bostrycapulus aculeatus (Crepidula argentina (C. convexa (C. fornicata (C. aff. plana - C. protea))))))))))))). Passos: 267, IC: 67, IR: 88. como grupos externos são usados representantes de outras superfamílias de Caenogastropoda, assim como de outros grupos de arqueogastrópodes. Como resultados principais destacam-se a monofilia de Calyptraeoidea, suportada por 27 sinapomorfias se os grupos externos forem os Caenogastropoda basais (Cerithioidea, Hydrobioidea) e 21 sinapomorfias com Stromboidea e Cypraeoidea como grupos externos. Calyptraeoidea inclui sucessivamente ao longo da árvore as seguintes famílias monofiléticas: Trichotropidae, Capulidae, Vanikoridae, Hipponicidae e Calyptraeidae. A afinidade com Hipponicidae de Cheilea é confirmada, dentre alguns problemas taxonômicos encontrados nos representantes amostrados (como mencionados acima), foram parcialmente resolvidos.

    Abstract in English:

    With the objective of testing the monophyly of the Calyptraeoidea and of searching for its ground plan, a detailed morpho-logical analysis was conducted for the following species: a) Family Calyptraeidae, 1) Bostrycapulus aculeatus (Gmelin) (formerly Crepidula); 2) Crepidula aff. plana Say; 3) C. protea Orbigny (these from Brazil); 4) C. aff. protea (from Argentina) (published elsewhere); 5) C. convexa Say (from Venezuela); 6) C. fornicata (L.) (from Europe); 7) Calyptraea centralis (Conrad) (from Brazil); 8) Crucibulum auricula (Gmelin) (from Venezuela); 9) Cr. quiriquinae (Lesson) (from Chile); 10) Trochita trochiformis (Born) (from Chile); 11) Sigapatella calyptraeformis (Lam.) (from New Zealand, formerly Calyptraea); b) Family Hipponicidae, 12) Hipponix costellatus Carpenter (formerly H. grayanus); 13) H. subrufus (Lam.); 14) H. incurvus (Gmelin) (formerly Capulus incurvatus) (these 3 from NE Brazil); 15) H. grayanus Menke (from Mexico and Ecuador); 16) H. leptus n. sp. (N.E. Brazil); 17) Sabia conica (Schumacher); 18) Malluvium devotus (Hedley) (both Australia); 19) Cheilea equestris (L.) (N.E. Brazil); c) Family Capulidae, 20) Capulus sycophanta Garrard (Australia); d) Family Trichotropidae, 21) Trichotropis cancellata Hinds (W. USA); 22) T. borealis Broderip & Sowerby (N. Atlantic); 23) T. sp. (Alaska); e) Family Vanikoridae, 24) Vanikoro sp. (Australia). A phylogenetic analysis of 112 characters (177 states) from morphology of all systems and organs results in the following single most parsimonious tree: ((Trichotropis cancellata - T. borealis) (Capulus sycophanta (Vanikoro sp ((Cheilea equestris (Sabia conica (Malluvium devotus ((Hipponix grayanus - H. leptus) (H. incurvus (H. costellatus - H. subrufus)))))) (Sigapatella calyptraeformis (Trochita trochiformis (Calyptraea centralis ((Crucibulum auricula - Cr. quiriquinae) (Bostrycapulus aculeatus (Crepidula argentina (C. convexa (C. fornicata (C. aff. plana - C. protea))))))))))))). Length: 267, CI: 67, RI: 88. Outgroups from other caenogastropod superfamilies were used as well as some archaeogastropod groups. The main result is the monophyly of Calyptraeoidea supported by 27 synapomorphies with basal Caenogastropoda used as the outgroup (Cerithioidea, Hydrobioidea), and 21 synapomorphies when Stromboidea and Cypraeoidea were used as outgroups. Calyptraeoidea includes, succes-sively along the tree, the following monophyletic families: Trichotropidae, Capulidae, Vanikoridae, Hipponicidae and Calyptraeidae. The hipponicid affinity of Cheilea is confirmed. Some taxonomic problems found in the sampled representatives (as mentioned above), were partially resolved.
  • On the gills of genera of Leptophlebiidae (Insecta: Ephemeroptera) recorded from Rio de Janeiro State, Brazil

    Da-Silva, Elidiomar Ribeiro; Salles, Frederico Falcão; Baptista, Marcelo da Silva

    Abstract in Portuguese:

    As brânquias das ninfas dos gêneros Askola, Farrodes, Hagenulopsis, Hermanella, Hylister, Leentvaaria, Needhamella, Perissophlebiodes, Massartella, Miroculis, Thraulodes, Traverella e Ulmeritoides (Leptophlebiidae) são descritas e ilustradas.

    Abstract in English:

    The gills of the leptophlebiid genera Askola, Farrodes, Hagenulopsis, Hermanella, Hylister, Leentvaaria, Needhamella, Perissophlebiodes, Massartella, Miroculis, Thraulodes, Traverella, and Ulmeritoides are described and figured.
  • Reprodução do falcão-de-coleira Falco Femoralis Temminck 1822 (Falconiformes: Falconidae) no município de Juiz de Fora, sudeste do Brasil

    Granzinolli, Marco Antonio M.; Rios, Celso H. V.; Meireles, Leonardo D.; Monteiro, Alberto Resende

    Abstract in Portuguese:

    De junho de 1998 a dezembro de 1999, cinco eventos reprodutivos do falcão-de-coleira Falco femoralis foram registrados e monitorados no município de Juiz de Fora, Estado de Minas Gerais, sudeste brasileiro. Dois ninhos encontrados em 1998 foram monitorados por duas estações reprodutivas (1998/99), enquanto um terceiro, encontrado em 1999, foi monitorado apenas em uma estação reprodutiva. Todos os ninhos estavam situados em árvores isoladas, localizadas em áreas de pastagens, e a altura em relação ao solo, variou entre 5,1 a 7,2 m. A estação reprodutiva ocorreu, nos dois anos, no final da estação seca e no início da estação chuvosa (posturas efetuadas em agosto e setembro).Dos 15 ovos colocados, três foram predados e outros três foram abandonados pelo casal, possivelmente por perturbação antrópica. A média de postura foi de três ovos por ninho e a taxa de eclosão dos filhotes foi de 1,6 ( 1,5. Oito filhotes eclodiram do total dos ovos colocados. A média de filhotes por ninho que alcançaram o primeiro vôo foi de 1,4 ( 1,5, representada por sete filhotes (seis no primeiro ano e um no segundo ano do estudo). Com exceção de um casal que abandonou o sítio reprodutivo em 1999, todos os indivíduos permaneceram durante todo o monitoramento, em seus territórios. Foi constatada a utilização de um ninho abandonado e o maior ninho possuía 77 cm de diâmetro, 32 cm de altura e 25 cm de profundidade da cuba interna. A biologia reprodutiva do falcão-de-coleira nesse estudo foi similar ao registrado em outras regiões, sendo que variações de latitude e condições climáticas parecem não afetar o padrão reprodutivo da espécie.

    Abstract in English:

    From June 1998 to December 1999, five breeding events of the aplomado falcon (Falco femoralis) were studied in Juiz de Fora, Minas Gerais State, southeastern Brazil. While two nests were observed during two breeding seasons (1998/ 1999), a third one was studied during only one (1999). The nests were placed in isolated trees located at 5.1 to 7.2 m above the ground near pasture areas. The breeding period started at the end of the dry season and beginning of the wet one. (laying in August and September). From 15 eggs laid, predators attacked three of them and three were abandoned by the parents, possibly due to human disturbance. Mean number of eggs laid per nest was three and the birth rate of nestlings was 1.6 + 1,5. Eight nestlings were born from the total of eggs laid. The average number of fledglings per nest was 1.4 + 1,5 (six in the first year and one in the second). Except for a pair of falcons that left the nest site in 1999, the others remained at the original breeding sites during the period of study. An abandoned nest was utilised and the biggest nest was 77 cm in diameter, 32 cm high and 25 cm deep. The breeding biology of aplomado falcons in this area is similar to the different regions where this species has been studied. Variation in latitude and climate does not seem to affect the species breeding pattern.
Instituto Virtual da Biodiversidade | BIOTA - FAPESP Departamento de Biologia Vegetal - Instituto de Biologia, UNICAMP CP 6109, 13083-970 - Campinas/SP, Tel.: (+55 19) 3521-6166, Fax: (+55 19) 3521-6168 - Campinas - SP - Brazil
E-mail: contato@biotaneotropica.org.br