• Apresentação

    Corrêa, Mariza
  • Apresentação Dossiê: Feminismos Jovens

    Facchini, Regina; França, Isadora Lins
  • Reflexões e problemas da "transmissão" intergeracional no feminismo brasileiro Dossiê: Feminismos Jovens

    Gonçalves, Eliane; Pinto, Joana Plaza

    Abstract in Portuguese:

    Este artigo parte de uma observação situada do presente e de algumas indagações acerca das possibilidades e limites da transmissão de um ideário - princípios, valores, metodologias, saberes, etc. - através do tempo. O feminismo, enquanto um movimento político coletivo, cujas demandas por reconhecimento e legitimação pressupõem estratégias de formação contínuas, enfrenta, de tempos em tempos, impasses que estão relacionados à sua existência no presente e continuidade no futuro. O artigo pretende problematizar conceitos e questões em torno do "envelhecimento" das gerações que deram sustentação à política feminista a partir da redemocratização, no Brasil, ao final dos anos 1970, constituindo, no País, o legado da chamada "segunda onda". Nossa perspectiva busca interrogar sobre os processos de mudança social, contingentes e necessários a uma política de "transmissão" e formação de novas gerações.

    Abstract in English:

    This article is based on an observation of the present and on some questions about the possibilities and limits of the transmission of a set of ideas - principles, values, methodologies, knowledge etc. - over time. Feminism, as a political and collective movement, which demands recognition and legitimacy, presumes strategies of permanent formation, and is confronted from time to time, with struggles that are related to its existence in the present and to its continuity in the future. The article aims at questioning concepts about the aging of the generations who gave support to feminist politics during the Brazilian re-democratization process in the late 1970s, which constituted itself the heritage of the so called "second wave". Our perspective aims to interrogate processes of social change, understood as contingent and also necessary, to a politics of intergenerational transmission.
  • Jovens feministas do Rio de Janeiro: trajetórias, pautas e relações intergeracionais Dossiê: Feminismos Jovens

    Zanetti, Julia Paiva

    Abstract in Portuguese:

    Ao longo de sua história, o feminismo contou com a participação de várias gerações juvenis, mas só recentemente as jovens passaram a reivindicar reconhecimento, espaços e discussões específicas de juventude dentro do movimento, assim como foi feito pelas feministas negras e lésbicas em décadas anteriores. A partir das trajetórias de quatro jovens feministas da Região Metropolitana do Rio de Janeiro, este trabalho pretende colaborar para a compreensão de como as jovens têm se aproximado, se inserido e se percebido no movimento.

    Abstract in English:

    Throughout its history feminism was supported by many young generations, but only very recently young women began to claim knowledge, and opened discussions in specific areas within the youth movement, as black and lesbian feminists have done in previous decades. Starting from the life stories of four young feminists in the Rio de Janeiro Metropolitan Area, this paper aims to contribute to the understanding of how young people have approached, inserted, and seen them selves within the movement.
  • "Eu não preciso falar que eu sou branca, cara, eu sou Latina!" Ou a complexidade da identificação racial na ideologia de ativistas jovens (não)brancas Dossiê: Feminismos Jovens

    Huijg, Dieuwertje Dyi

    Abstract in Portuguese:

    Neste artigo procuro explorar a complexidade do processo de formação da identidade racial de mulheres, jovens ativistas (não)brancas em São Paulo. Levando em conta a interação do indivíduo com o mundo social, distingue-se a identidade racial apropriada da atribuída e a identidade racial individual da coletiva. Isso requer atenção para o papel da posição social racial, com as subsequentes vantagens raciais, para os sentimentos da ativista neste processo e para a influência mútua da heterogeneidade de identidade racial, do deslocamento da identidade racial e, por conseguinte, do papel da formação de identidade como estratégia de ideologia e práxis ativista.

    Abstract in English:

    In this article, I explore the complexity of racial identity formation of (non)white, young, female activists in São Paulo. Taking into account the interaction of the individual with the social world, one must distinguish between appropriated and attributed racial identities, as well as individual and collective identities. This requires attention to the role of racial social position and its subsequent racial advantages, to the feelings of activists about this process, and to the mutual influence of the heterogeneity of racial identity, the displacement of racial identity and, consequently, the role of identity formation as a strategy of activist ideology and praxis.
  • "Não faz mal pensar que não se está só": estilo, produção cultural e feminismo entre as minas do rock em São Paulo Dossiê: Feminismos Jovens

    Facchini, Regina

    Abstract in Portuguese:

    Este artigo procura contribuir para a compreensão das diversas formas assumidas pelo ativismo político no Brasil contemporâneo, enfocando especificamente a intersecção entre política e estilo no feminismo das minas do rock. Para tanto, recupera material fruto de pesquisa etnográfica realizada entre 2004 e 2007 na cena paulistana do rock de mina. A análise propõe considerar o caráter espetacular do estilo como forma de "dar-se a ver" e comunicar-se, assim como tomar em conta as múltiplas relações de poder nas quais se inscreve o que é comunicado. Desse modo, sugere pensar os estilos como operadores de diferenças, levando em conta que não são produzidos por sujeitos pré-dados, que agem de forma inteiramente consciente em relação aos efeitos provocados por dada composição de aparência, atitude e música. Ao contrário, considera que os sujeitos se constituem no processo de citar e deslocar normas sociais e que isso pode se dar no processo de composição de um estilo.

    Abstract in English:

    This article aims to offer a contribution to the understanding of the various forms assumed by political activism in contemporary Brazil, focusing specifically on the intersection between politics and style in the riot grrrls' feminism. In order to do that, it rescues material originated from ethnographic research carried out between 2004 and 2007 in the São Paulo riot grrrls' scene. The research coincides with a specific moment of this scene, marked by its expansion, indicated by the growth of the volume of activities and of its visibility, and by the organization of annual editions of the LadyFest Brasil - a cultural festival devised by women and for women that resumed and symbolized the scene's spirit, also integrating it to the calendar of international festivals of the same kind. The analysis proposes to consider the spectacular character of the style as a form of "making oneself visible" and of communicating with one another, as well as to consider the multiple power relations in which the communicated message is inscribed. Therefore, it suggests thinking the styles as operators of difference, taking into account the fact that they are not produced by pre-given subjects, who act in complete awareness of the effects caused by a given composition of appearance, attitude and music. On the contrary, this article considers that the subjects are constituted in the process of quoting and dislocating social norms, and that this may be given in the process of composition of a style.
  • "Manifeste-se, faça um zine!": uma etnografia sobre "zines de papel" feministas produzidos por minas do rock (São Paulo, 1996-2007) Dossiê: Feminismos Jovens

    Camargo, Michelle Alcântara

    Abstract in Portuguese:

    Neste artigo, resultado de pesquisa realizada sobre a cena das minas do rock entre 2007 e 2010, procuro apresentar uma etnografia sobre as publicações de papel feitas por mulheres envolvidas na cena, conhecidas como fanzines ou zines. Com a análise de tais publicações apresento uma reflexão sobre os modos de expressão de jovens mulheres e suas práticas feministas e como eles encontram uma linguagem particular nos zines. Ao mesmo tempo, espero contribuir para a produção de conhecimento acerca do modo como discursos e práticas feministas são reapropriados por jovens mulheres a partir dos contextos em que se inserem. O conjunto de zines analisados compreende o período de 1996 a 2007 e foram produzidos por coletivos e mulheres posicionadas de maneira bastante diversa na cena, dando conta também da diversidade que marca esse movimento político e cultural relacionado à juventude.

    Abstract in English:

    In this article, resulting from research about "cena das minas do rock" between 2007 and 2010, my intention was to present an ethnography about the paper publications by women involved in the "cena", known as fanzines or zines. Analyzing such publications I present a reflection on young women's expression manners and feminist practices, and how they find a particular language at zines. Meantime, I hope to contribute to the production of knowledge concerned with the way speeches and feminist practices are re-appropriated by young women from the contexts where they were set. The bunch of analyzed zines comprehends 1996 to 2007 period and were produced by groups and women placed at quite diverse sites at the "cena", also giving accounts of the diversity that marks this political and cultural movement related to youth.
  • ¿Morirán mis hijos o las frutas del monte se secarán si no canto y uso mi amuleto cada noche? Mujeres tobas (qom) y Misioneros Anglicanos en el Chaco Centro occidental (Argentina)

    Gómez, Mariana Daniela

    Abstract in Spanish:

    En este artículo abordo cómo fueron observadas y representadas las mujeres tobas del oeste (qom) por los misioneros anglicanos de la South American Missionary Society (SAMS) durante su labor en la Misión El Toba, en el Chaco centro occidental, en la provincia de Formosa (Argentina). También analizo algunas actividades promovidas por la misión durante las décadas de 1930 y de 1940 que buscaban generar cambios culturales en los roles, en las identidades y en los espacios de las mujeres y los hombres. Veremos también la participación y las resistencias de las mujeres a estos cambios instituidos por la labor misionera.

    Abstract in English:

    In this article I approach how were observed and represented Toba women by the Anglican missionaries from the South American Missionary Society (SAMS) during their work at Misión El toba, on the West-Center Chaco, Formosa province (Argentina). I analyze too some activities promoted by the mission back in the 1930's and 1940's which seemed to generate cultural changes on the roles, identities and on women and man spaces. We'll also see the participation and the resistances of women to these imposed changes by the missionary work.
  • Una poética del nombre: los "comienzos" de María Moreno hacia mediados de los años 80 en el contexto cultural argentino

    Leone, Lucía María de

    Abstract in Spanish:

    Este trabajo aborda el periódico alfonsina y el suplemento "La Mujer" del diario Tiempo argentino, dos publicaciones feministas argentinas contemporáneas, dirigidas por María Moreno. Ambas surgen a principios de los años 80, que fueron marcados por el ocaso de la dictadura militar y el renacer político, institucional y cultural de la transición democrática. En ese contexto, Moreno opta por tematizar y desafiar en dichas publicaciones -que se pretenden precursoras respecto de la tradición de periodismo para mujeres- sus propios "comienzos". En ellos se cifran ciertas negociaciones "necesarias" que hacen a las posiciones de un mismo sujeto femenino y que pareciera en ese entonces tener que astillarse o recurrir a operaciones de reversibilidad de género (gender) o ideológica para autorizar su "entrada a la escritura".

    Abstract in English:

    This paper analyses the newspaper alfonsina and the supplement "La Mujer" of Tiempo Argentino, two contemporary Argentinean feminist publications, directed by Maria Moreno. Both arise at the beginning of the eighties, marked by the decline of military dictatorship and the political, institutional and cultural revival of democratic transition. In that context, Moreno chooses to challenge in both journals - which claimed to be forerunners with respect to the traditions of journalism for women - her own "beginnings". They involve "necessary" negotiations relative to the same feminine subject that at the time seemed to have to either splinter or ideologically resort to gender reversibility in order to authorize her "entry into writing".
  • Domesticidade e identidades de gênero na revista Casa & Jardim (anos 1950 e 60) Artigos

    Santos, Marinês Ribeiro dos

    Abstract in Portuguese:

    A partir das imbricações entre os discursos sobre a domesticidade e os modelos de identidade de gênero veiculados pela revista Casa & Jardim, procuro discutir a participação das representações na constituição das subjetividades humanas. Entendidas como práticas discursivas, as representações influenciam por meio do estabelecimento de normas, padrões e valores que medeiam a compreensão do mundo e as condutas na vida social. Logo, as representações de feminilidades privilegiadas em Casa & Jardim, longe de significarem o reflexo de uma suposta "natureza feminina", podem ser entendidas como tipos de subjetividades prescritas para suas leitoras.

    Abstract in English:

    In this paper, starting from the entwinement between gender identity models and the domesticity discourse present in the brazilian popular magazine Casa & Jardim, I discuss the role of representations in the constitution of human subjectivities. Representations influence us as discursive practices by the establishment of norms, standards, and values, which mediate our understanding of the world and guide our conduct within the social milieu. The representations of femininity in Casa & Jardim, disguised as reflections of a supposed feminine "nature", are indeed patterns of subjectivities prescribed by its authors and editors to their women readers.
  • Discursos que (con)formam corpos grávidos: da medicina à educação física Artigos

    Schwengber, Maria Simone Vione; Meyer, Dagmar Estermann

    Abstract in Portuguese:

    Este artigo é parte de uma pesquisa inspirada nos estudos de gênero que se aproximam das teorizações de Michel Foucault (1988). Nele discutimos um processo educativo contemporâneo que denominamos de "politização do feminino e da maternidade", um processo que, por extensão, inclui a "politização do corpo grávido". Para fazer essa discussão, examinamos a revista Pais & Filhos, de 1968 a 2004, utilizando-nos das estratégias metodológicas da análise de discurso. Das análises que resultaram dessa investigação, focalizamos aqui um movimento que permite visualizar uma rede mais ampla de cuidados e de novos saberes que, ao definir o que chama de "bom" pré-natal, também produz diferentes posições de sujeito, dentre elas, a da boa mãe, aquela que cuida e se cuida.

    Abstract in English:

    The present article is an integral part of a research inspired in the fields of Gender Studies that approximate theorizations by Michel Foucault (1998; 1997). We discuss the contemporary educative process as "politicization of femininity and motherhood", a process that, in its extension, includes the "politicization of the pregnant body". In order to conduct this discussion, we have examined issues of Pais & Filhos, a magazine published from 1968 to 2004, using methodological strategies of analysis of discourse. From the analyses resulting from that investigation, we have spotted a movement that allows for the visualization of a wider network of care and new knowledge, defined as "good" prenatal care, that produces different subject positions; one of these positions is that of a good mother, i.e. that one who looks after herself and others.
  • Um estado emotivo: representação da gravidez na mídia Artigos

    Rezende, Claudia Barcellos

    Abstract in Portuguese:

    Este artigo analisa o modo como a gestação é tratada na Revista da Gestante - em particular a visão de um processo que pode ser em grande parte controlado pela gestante. Nessa publicação as reportagens fornecem, através de um discurso prescritivo, "dicas" para uma gravidez "tranquila e feliz". O foco das matérias é a percepção de uma natureza emotiva à gravidez, durante a qual os sentimentos de medo e ansiedade seriam recorrentes. Através da análise dos sentimentos tematizados, destaco uma visão da gestante como agente autônomo e relativamente isolada do seu círculo social, a não ser pela estreita relação com os especialistas médicos. Consequentemente, o problema do controle de si e das emoções, tema caro às sociedades ocidentais modernas, torna-se uma questão para a gestante.

    Abstract in English:

    This article examines the representations of pregnancy in the magazine Revista da Gestante, particularly the notion that this is a process that may be to a large extent controlled by pregnant women. In this magazine, articles present a prescriptive discourse, with "tips" to a "happy and calm" pregnancy. They focus on the idea that pregnancy has an emotional nature, especially due to the frequent sentiments of fear and anxiety. By analyzing these emotions, I argue that pregnant women are seen as autonomous agents who are relatively isolated from their social circle, except for their relations with medical specialists. Self control during pregnancy, thus, becomes an issue, reinforcing a wider concern with emotional control common in modern western societies.
  • O gênero do cuidado de si: as implicações da dieta alimentar na comensalidade de diabéticos Artigos

    Lopes, Andréia Aparecida Ferreira

    Abstract in Portuguese:

    A partir da pesquisa de campo em uma associação de diabéticos na cidade de São Paulo, Brasil, o artigo problematiza o fato de que nas situações de comensalidade no âmbito familiar, o cuidado de si representa um desafio para as práticas sociais do grupo pesquisado - homens e mulheres entre 53 e 90 anos. A prática do cuidado de si confronta as representações de gênero em torno do papel feminino de cuidadora, apontando para a quebra do circuito de troca familiar nos momentos de comensalidade.

    Abstract in English:

    The article questions the way by which the family commensal situations represent a challenge to the diabetics who are engaged with the practices of taking care of themselves. From the field research in an association of diabetics in the city of São Paulo, Brazil, the analysis shows how the researched group - men and women between 53 and 90 years - deals with the changes in their social practices while they try to take care of the diabetes. The practice of taking care of the self confronts the gender representations around the caretaker's feminine role, and points to the break of the family relationship of exchange.
  • A difícil arte de expor mulheres artistas Resenhas

    Simioni, Ana Paula Cavalcanti
  • Minissaias, militâncias, revoluções e gênero na última ditadura argentina Resenhas

    Veiga, Ana Maria
  • Islam y Mujer: a propósito de dos obras de Fátima Mernissi

    Mohomed, Carimo
  • Dicionário crítico do feminismo Resenhas

    Abreu, Maira
  • Atitudes raciais de pretos e mulatos em São Paulo Resenhas

    Almeida, Tânia Mara Campos
Núcleo de Estudos de Gênero - Pagu Universidade Estadual de Campinas, PAGU Cidade Universitária "Zeferino Vaz", Rua Cora Coralina, 100, 13083-896, Campinas - São Paulo - Brasil, Tel.: (55 19) 3521 7873, (55 19) 3521 1704 - Campinas - SP - Brazil
E-mail: cadpagu@unicamp.br